Base de dados : LILACS
Pesquisa : 281896 [Identificador único]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
experimentalDocumentos relacionados
Id: 281896
Autor: Serrano Júnior, Carlos V; Heinisch, Roberto H; Nicolau, José Roberto.
Título: Diabete melito e infarto agudo do miocárdio / Diabetes mellitus and acute myocardial enfarction
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;8(5):996-1005, set.-out. 1998. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Diabéticos têm risco-aumentado de ter infarto agudo do miocárdio. Além disso, os diabéticos apresentam elevada taxa de mortalidade no infarto do miocárdio, mesmo com a evoluçäo no tratamento. Também é relatada freqüência aumentada de complicações pós-infarto: insuficiência cardíaca, reinfarto, distúrbios de conduçäo e arritmias. Com a disponibilidade da terapia fibrinolítica, a utilizaçäo de betabloqueadores e provavelmente com o uso de inibidores da enzima conversora da angiotensina e aspirina, observou-se diminuiçäo na morbidade e mortalidade do infarto do miocárdio. Os pacientes diabéticos deveriam ser manejados como grupo de alto risco. No futuro, estratégias terapêuticas específicas seräo postuladas a partir de melhor compreensäo do papel do diabete na fisiopatologia do infarto agudo do miocárdio. (AU)
Descritores: Diabetes Mellitus/complicações
Infarto do Miocárdio/epidemiologia
Infarto do Miocárdio/fisiopatologia
Infarto do Miocárdio/complicações
Convulsoterapia
-Fatores de Risco
Limites: Humanos
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde