Base de dados : LILACS
Pesquisa : 496868 [Identificador único]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
(texto :
PT)
experimentalDocumentos relacionados
Id: 496868
Autor: Guimarães, João Antonio Matheus; Guimarães, Ana Carolina Abdon; Franco, José Sérgio.
Título: Avaliação do emprego da haste femoral curta na fratura trocantérica instável do fêmur / Evaluating the use of a proximal femoral nail in unstable trochanteric fracture of the femur
Fonte: Rev. bras. ortop;43(9):406-417, set. 2008. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: Identificar a taxa de consolidação da fratura trocantérica instável submetida a osteossíntese com haste femoral curta (PFN® - AO/ASIF), em pacientes operados entre novembro de 1999 e março de 2004. MÉTODOS: Foram analisados 45 pacientes com idades entre 60 e 93 anos, portadores de fratura trocantérica instável do fêmur, submetidos à osteossíntese com PFN® curto, mediante redução indireta em mesa de tração e auxílio de radioscopia. As fraturas foram classificadas de acordo com a classificação AO/OTA. A qualidade óssea foi avaliada através do índice de Singh, na rotina radiográfica pré-operatória. A qualidade da redução obtida e o posicionamento do implante foram avaliados pela radiografia pós-operatória em ântero-posterior e perfil do fêmur proximal, com análise do ângulo cervicodiafisário e a distância entre a ponta do parafuso deslizante e o centro da cabeça femoral, o chamado tip apex distance (TAD). RESULTADOS: A média de idade dos pacientes estudados foi de 80,8 anos (60-93). O sexo feminino foi predominante, com 37 casos (82,2 por cento). O lado direito foi acometido em 22 casos (48,89 por cento) e o esquerdo em 23 (51,1 por cento). Todas as fraturas eram instáveis, sendo 22 do tipo 31A2 (48,8 por cento) e 23 do tipo 31A3 (51,1 por cento). O tempo médio de utilização da radioscopia foi de 102,4 segundos (61-185). A diferença entre o tempo de radioscopia para a redução e fixação dos dois grupos de fraturas estudados não foi significativa (p = 0,62). Com relação à qualidade óssea, 82,2 por cento dos pacientes apresentavam índice de Singh menor que IV, caracterizando perda da arquitetura óssea normal. Quanto à consolidação da fratura, 44 casos evoluíram com êxito com tempo médio de 3,2 meses, variando entre dois e sete meses. Em sete casos ocorreu a necessidade de novo procedimento cirúrgico, sendo quatro para a retirada de material de síntese, devido a migração dos parafusos proximais da haste. Um caso de fratura do tipo...(AU)

OBJECTIVE: Identifying the rate of healing of unstable trochanteric fractures submitted to osteosynthesis with a proximal femoral nail (PFN® - AO/ASIF), in patients operated on between November 1999 and March 2004. METHODS: 45 patients were analyzed, ages ranging from 60 to 93, with unstable trochanteric fractures of the femur submitted to osteosynthesis with short PFN®, with indirect reduction in a traction device guided by radioscopy. The fractures were classified according to the AO/OTA classification. Bone quality was evaluated by the Singh index in the post-operative radiographic routine. The quality of the reduction achieved and the positioning of the implant were evaluated by post-operative anteroposterior and profile X-ray of the proximal femur, with analysis of the cervicodiaphyseal angle and the distance between the tip of the sliding nail and the center of the femoral head, the so-called "tip apex distance" (TAD). RESULTS: The mean age of patients studied was 80.8 years (60-93). Females prevailed, with 37 cases (82.2 percent). The right side was involved in 22 cases (48.89 percent) and the left side, in 23 (51.1 percent). All fractures were unstable, 22 of them of the type 31A2 (48.8 percent), and 23, of the type 31A3 (51.1 percent). Mean time of use of radioscopy was 102.4 seconds (61-185). The difference in the radioscopy time for reduction and fixation between the two groups of fractures studied was not significant (p = 0.62). Regarding bone quality, 82.2 percent of the patients presented a Singh index lower than IV, characterizing loss of normal bone architecture. Regarding fracture healing, forty-four cases had a successful evolution in a mean time of 3.2 months, ranging from two to seven months. In seven cases, there was a need of a new surgery, four to remove the synthesis material due to migration of the proximal screws of the nail. One case of type 31A2 fracture, due to an inadequate varus reduction, had a cutout that...(AU)
Descritores: Fraturas do Quadril
Fixação Interna de Fraturas/métodos
Fraturas do Fêmur
Pinos Ortopédicos
Consolidação da Fratura
Complicações Pós-Operatórias
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR26.1 - Biblioteca Central



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde