Base de dados : LILACS
Pesquisa : 509258 [Identificador único]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
(texto :
PT)
experimentalDocumentos relacionados
Id: 509258
Autor: Medeiros, Elizabeth Sampaio de; Santos, Marcos Veiga dos; Pinheiro Júnior, José Wilton; Faria, Eduardo Bento de; Wanderley, Guido Gomes; Teles, José Andreey Almeida; Mota, Rinaldo Aparecido.
Título: Avaliação in vitro da eficácia de desinfetantes comerciais utilizados no pré e pós-dippingfrente amostras de Staphylococcus spp. isoladas de mastite bovina: [revisão] / In vitro evaluation of the efficacy of commercial disinfectants used in pre and post-dipping against Staphylococcus spp. isolated from bovine mastitis: [revision]
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;29(1):71-75, jan. 2009. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivou-se com este estudo avaliar a sensibilidade in vitro de Staphylococcus spp. frente a alguns desinfetantes comerciais utilizados no pré e pós-dipping em vacas leiteiras. Foram testados um total de 60 isoladosde Staphylococcus spp. identificados como S. aureus (50) e Staphylococcus coagulase positiva (10) recuperados deglândulas mamárias de vacas com mastite subclínica procedentes das regiões Metropolitana do Recife, Agreste e Zona da Mata do Estado de Pernambuco. O estudo da eficáciados desinfetantes utilizados no pré e pós-dipping foi realizado utilizando-se os seguintes princípios ativos: cloro(2,5%), iodo (0,57%), clorexidine (2,0%), amônia quaternária (4,0%) e ácido lático (2,0%) em quatro temposdistintos (15", 30", 60" e 300"). Observou-se que 100% de S. aureus foram sensíveis ao iodo, 93,3% sensíveis a clorexidine, 80% sensíveis a amônia, 35,6% sensíveis ao ácido lático e 97,8% resistentes ao cloro no tempo de 60". Com relação a Staphylococcus coagulase positiva (SCP), 100% dos isolados foram sensíveis ao iodo, 81,8% sensíveis a amônia quaternária, 99,9% sensíveis ao ácido lático, 72,7% sensíveis a clorexidine e 100% resistentes ao cloro no tempo de 60". Conclui-se que a maior atividade desinfetante in vitro foi verificada para o iodo e clorexidine frente a S. aureus e do iodo e ácido lático frente aos SCP e que há necessidade de avaliação periódica dos desinfetantes utilizadosnas propriedades leiteiras nas regiões estudadas, pois, existem variações no perfil de sensibilidade e resistênciaaos desinfetantes que podem comprometer os programas de controle da mastite bovina causada por Staphylococcusspp.(AU)

The objective of this investigation was to evaluate the in vitro sensibility ofStaphylococcus spp. to several commercially available disinfectants used for pre and post dipping. A total of 60 isolates of Staphylococcus spp., identified as Staphylococcus aureus (50) and Positive coagulase Staphylococcus (10) were obtained from the mammary glands of dairy cows with subclinical mastitis in the regions of Metropolitan Recife, the Agreste and the Zona da Mata of the State of Pernambuco, Brazil. As active ingredients were used a chlorine base (25%), iodine (0.6%), chlorhexidine (2.0%), quaternary ammonium (4.0%), and lactic acid (2.0%) at four specific intervals (15", 30", 60", and 300"). One hundred percent of S. aureus was found to be sensitive to iodine, 93.3% tochlorhexidine, 80% to ammonia, 35.6% to lactic acid, and 97.8% were resistant to chlorine at a 60-minute interval. With respect to the Positive coagulase Staphylococcus (SCP), 100.0% of the isolates were sensitive to iodine, 81.8% to quaternary ammonium, 99.9% to lactic acid, 72.7% to chlorhexidine, and 100% was resistant to chlorine at an interval of 60 minutes. It can be concluded that the highest disinfectant activity in vitro was found to be with iodine and chlorhexidine for S. aureus, and with iodine and lactic acid for SCP. Afurther conclusion was that it is important to undertake a periodic evaluation of the disinfectants used on the dairy properties in the regions studied, given the variety of sensibilities and resistance to disinfectants used, which may prejudice the control ofbovine mastitis caused by Staphylococcus spp.(AU)
Descritores: Staphylococcus/isolamento & purificação
Mastite Bovina/prevenção & controle
Desinfetantes/efeitos adversos
Bovinos
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Àpice



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde