Base de dados : LILACS
Pesquisa : depressao
Referências encontradas : 8520 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 852 ir para página                         

  1 / 8520 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
experimentalDocumentos relacionados
Id: 771370 LILACS-Express
Autor: Haeffner, Rafael; Mansano Sarquis, Leila Maria; da Silva Haas, Gheysa Fernanda; Heck, Rita Maria; da Rosa Jardim, Vanda Maria.
Título: Prevalência de lombalgia e fatores associados em trabalhadores de uma empresa agropecuária do sul do Brasil / Prevalence of low back pain and factors associated with workers of an agriculture company in southern Brazil
Fonte: Rev. bras. med. trab;13(1), jan.-jun. 2015. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Contexto: A lombalgia esta entre os distúrbios musculo esqueléticos que mais acometem os trabalhadores em geral, gera sofrimento, absenteísmo e como consequência prejuízos sociais e econômicos para a sociedade em geral. Objetivo: Descrever a prevalência e analisar os fatores associados à lombalgia relacionada ao trabalho. Métodos: Delineamento de corte transversal. Os participantes do estudo foram os trabalhadores de uma empresa agropecuária do sul do Brasil. A força de trabalho da empresa contava com as mais diversas ocupações. O instrumento da pesquisa foi um questionário semi estruturado aplicado por meio de entrevistas. Resultados: Dos 326 trabalhadores da empresa, foram entrevistados 273 (83,8%). Foi encontrada uma prevalência de lombalgia de 59,1% entre os participantes da pesquisa. A lombalgia foi associada principalmente ao sexo feminino, índice de massa corporal (IMC) baixo e normal, e as exposições ocupacionais como intermação, realizar muita força nas tarefas de trabalho, permanecer em posição estática, depressão auto referida, irritação ou nervosismo causado pelo trabalho e dormir mal. Conclusão: Conclui-se que há a necessidade da implantação de estratégias que contemplem tanto os fatores sócio demográficos, psicossociais como da dinâmica e condições de trabalho.(AU)

Context: The low back pain is among the musculoskeletal disorders that most affect workers in general, generates suffering, absenteeism and result in social and economic losses to society in general. Objective: The aim of this study was to describe the prevalence and analyzed the factors associated with work-related low back pain. Methods: A cross-sectional study where the participants were employees of an agricultural company in southern Brazil. The workforce of the company had many different occupations. The research instrument was a semi structured questionnaire applied through interviews. Results: Of the 326 workers of the company, 273 were interviewed (83,8%). It was found a prevalence of 59,1% of low back pain among the study participants. Low back pain was mainly associated with female gender, low and normal body mass index (BMI), and occupational exposures as heatstroke, do a lot of strength in work tasks, remain in a static position, self-reported depression, irritability or nervousness caused by work and sleep poorly. Conclusion: We conclude that there is a need to implement strategies that address both the socio demographic, psychosocial dynamics and organization as work.(AU)
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 8520 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
experimentalDocumentos relacionados
Id: 771341 LILACS-Express
Autor: Silva, Cintia Bandinelli da; Henn, Camila Guedes; Bonacina, Caroline Maria; Bavaresco, Caren Serra.
Título: Frequência das dinfunções temporomandibulares (DTM) e sua relação com a ansiedade e a depressão entre usuários que procuram o setor de odontologia em uma unidade de saúde. / Frequency of Temporomandibular Disorders (TMD) and their relationship with anxiety and depression among dental patients of a Health Care Unit.
Fonte: Rev. APS;17(4), 20122014.
Idioma: pt.
Resumo: As Disfunções Temporomandibulares (DTM) são distúrbios da Articulação Temporomandibular (ATM) comuns em crianças e adolescentes, tendendo a aumentar sua prevalência na fase adulta. Uma vez que poucos estudos discutem a prevalência de DTM em serviços de Atenção Primária (APS), o objetivo do presente estudo foi verificar a frequência das DTMs e sua relação com a ansiedade e a depressão em usuários que procuraram o setor de odontologia de uma unidade de APS. A amostra foi composta por 257 pacientes adultos (maiores de 18 anos) atendidos, de forma consecutiva, na unidade. Para avaliação do grau de DTM entre os pacientes do estudo, foi utilizado questionário proposto por Maciel,15 constituído de 10 perguntas objetivas, que apontam a presença de DTM. Para avaliação da ansiedade, foi usada a Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão (HADS), validada por Marcolino.16 Essa escala possui 14 itens fechados, dos quais 7 são voltados para a ansiedade (HADS-A) e 7 para a depressão (HADS-D). A frequência de DTM encontrada foi de 86,7%, sendo que as DTMs moderadas e severas estavam presentes na maioria dos sujeitos (55,7%), enquanto os não portadores e portadores leves de DTM representaram 45,3% da amostra. Observou-se, também, uma correlação significante entre DTM e ansiedade e depressão (p<0,05) em relação aos não portadores. Esses dados assumem uma relevância ainda maior, por se tratar do contexto de uma unidade de APS, a qual se configura como porta de entrada para o atendimento em saúde do indivíduo.(AU)

The Temporomandibular Disorders (TMD) are disorders of the temporomandibular joint (TMJ) common in children and adolescents, tending to increase their prevalence in adulthood. Since few studies discuss the prevalence of TMD in Primary Care Services (PCS), the purpose of this study was to determine the frequency of TMD and its relationship with anxiety and depression in users who searched for the dental treatment in a health unit. The sample comprised 257 adults (18 years) consecutively treated in the dental service of this unit. To assess the degree of TMD among patients in the study, a proposed by Maciel15 was used. This questionnaire consists of 10 objective questions that indicate the presence of TMD. To evaluate anxiety, it was used a Hospital Anxiety and Depression Scale (HADS) validated by Marcolino.16 This scale has 14 items closed, being seven targeted for anxiety (HADS-A) and 7 for depression (HADS-D). The frequency of moderate and severe was 86.7% and TMD were present in most subjects (55.7%), while non-carriers and carriers of light TMD represented 45.3% of the sample. We also observed a significant correlation between TMD and anxiety and depression (p<0,05) compared to non-carriers. These facts assume greater importance because PCS configure a gateway to the health care of the individual.(AU)
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 8520 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
experimentalDocumentos relacionados
Id: 771334 LILACS-Express
Autor: Barbosa, Françoise Vieira; Batista, Aline Nunes; Galvão, Mayra Gabriela Mendes; Barbosa, Eduardo Carvalho Horta; Paulo, Georgiana Pontes.
Título: Automassagem sob a perspectiva da educação em saúde: Análise e intervenção. / Self-massage from the Health Education perspective: analysis and intervention.
Fonte: Rev. APS;17(4), 20122014.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: A automassagem é uma prática milenar da Medicina Tradicional Chinesa (MTC), que foi incorporada ao Sistema Único de Saúde do Distrito Federal em 1988. Desde então, sua filosofia contribui para o fortalecimento da atenção básica. Objetivo: Avaliar a prática integrativa de automassagem sob a perspectiva da educação em saúde, segundo a percepção dos participantes, durante o processo de instrumentalização do grupo com tecnologias socioeducativas. Metodologia: Pesquisa-ação crítica qualitativa em três etapas: observação participante, intervenção e grupo focal com usuários da atividade. Os dados foram gravados, transcritos literalmente e analisados por categorização de Bardin.18 Resultados/Discussão: Foram descritos em três categorias: O papel da automassagem na assistência à saúde e qualidade de vida do usu- ário: relato subjetivo de melhora de pressão alta, depressão, dores, estreitamento de vínculos e empoderamento; Mudança na visão do processo saúde-doença: os usuários compartilham do conceito amplo de saúde; Organização e planejamento do grupo: música, pequenos grupos e concentração são algumas sugestões. Conclusão: Embora a automassagem não apresente como característica principal a expressão de saberes pela comunicação verbal, esta consiste em prática educativa evidenciada pela integração e estímulo ao desenvolvimento da autonomia, contribuindo, portanto, para reafirmação e consolidação dos pressupostos da educação popular.(AU)

Introduction: Self-massage is an ancient practice of Traditional Chinese Medicine (TCM), which was incorporated into the Unified Health System of the Distrito Federal in 1988. Since then, its philosophy is helping to strengthen primary care. Objective: To evaluate the integrative practice of self-massage from the perspective of health education, as perceived by the participants during the process of instrumentalizing the group with social and educational technologies. Methodology: Qualitative critical action-research in three steps: participative observation, intervention, and focus groups with users of the activity. The data were recorded, literally transcribed, and analyzed with Bardin's categorization. Results/Discussion: These were described in three categories - The role of selfmassage in the health care and quality of life of the user: subjective report of improvement in high blood pressure, depression, pain, closer ties, and empowerment; Changed view of the health-disease process: users share the broad concept of health; Group organization and planning: music, small groups, and focus are some suggestions. Conclusion: Although self-massage does not present the expression of knowledge through verbal communication as a main characteristic, it consists of educational practice demonstrated by the integration and the fostering of autonomy, thus contributing to reaffirm and consolidate the assumptions of popular education.(AU)
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 8520 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
experimentalDocumentos relacionados
Id: 771273 LILACS-Express
Autor: Teixeira, Thiago Guimarães; Xavier, Luiz Eduardo de Freitas; Rosa, Liliane de Abreu; Fonseca, Carolina Belfort Rezende; Carvalho, Vinícius Tostes.
Título: Cuidados paliativos no manejo da insuficiência cardíaca / Palliative care in the management of heart failure
Fonte: Rev. méd. Minas Gerais;25(S5), out. 2015.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: a insuficiência cardíaca (IC) é uma condição que determina grande sofrimento aos pacientes. Entretanto, a prática de cuidados paliativos (CP) no seu manejo ainda é bastante incipiente. Objetivos: analisar a distribuição territorial dos serviços de CP no Brasil e discutir o papel destes no manejo de pacientes com IC. Metodologia: estudo exploratório documental, com informações demográficas e epidemiológicasobtidas do DATASUS e do IBGE. A relação dos serviços de CP foi obtida da Associação Brasileira de Cuidados Paliativos (ABCP), da Academia Nacional de Cuidados Paliativos (ANCP) e do Ministério da Saúde (MS). A revisão bibliográfica foi realizada nas bases PubMed, LILACS e Scielo, usando os descritores insuficiência cardíaca, cuidados paliativos,qualidade de vida e assistência terminal. Resultados: entre 1996 e 2013 houve mais de 500 mil óbitos por IC no país. Em 2014, os custos hospitalares para tratamento de IC foram superiores a R$ 315 milhões. Embora os CP sejam eficazes no manejo da IC, há baixa disponibilidade desses serviços, que se concentram principalmente no Sudeste, vinculados a instituições oncológicas. Conclusão: a IC é uma síndrome clínica complexa que exige abordagem interdisciplinar. A atenção holística provida pelos CPs mostra-se eficaz na redução de internações por doença descompensada, na incidência de depressão e na melhoria da qualidade de vida do paciente.(AU)

Introduction: Heart failure (HF) is a condition that results in great suffering to patients. However, the practice of palliative care in their management is still incipient. Objective: The aim of this study was to analyze the territorial distribution of palliative care services in Brazil and discuss their role in the treatment of patients with HF. Methods: This is a documental exploratory study, with information obtained from DATASUS, IBGE, the Brazilian Association of Palliative Care (ABCP) and the National Palliative Care Academy (ANCP). A literature review was conducted on PubMed, LILACS and Scielo, using the descriptors Heart Failure, Palliative Care, Quality of Life and Terminal Care. Results: Between 1996 and 2013 there were over than 500.000 deaths due to HF in Brazil. In 2014, hospital costs for treating HF were higher than R$ 315 million. Despite the evidence of the effectiveness of palliative care in heart failure?s management, there is low availability of these services, which is mainly concentrated in the southeast of the country, linked to oncological institutions. Conclusion: The HF is a clinical syndrome that requires an interdisciplinary approach. The holistic care provided by palliative care is effective in reducinghospitalizations for complications of the HF, the incidence of depression and in improving the patient?s quality of life.(AU)
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 8520 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
(texto :
EN)
experimentalDocumentos relacionados
Id: 771137 LILACS-Express
Autor: PESSINI, Júlia; BARBOSA, Aline Rodrigues; TRINDADE, Erasmo Benício Santos de Moraes.
Título: Chronic diseases, multimorbidity, and handgrip strength among older adults from Southern Brazil / Doenças crônicas, multimorbidade e força de preensão manual em idosos de uma comunidade do Sul do Brasil
Fonte: Rev. nutr;29(1):43-52, Jan.-Feb. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. 478073/2009-7.
Resumo: ABSTRACT Objective: To investigate the association between various chronic diseases, multimorbidity, and handgrip strength in community dwelling older adults in Southern Brazil. Methods: A cross-sectional study carried out with 477 older adults (60 years and older) who resided in Antônio Carlos, Santa Catarina state. Subjects aged 60-79 years were selected by probability sampling (n=343) and all subjects aged 80 years or older (n=134) were evaluated. Chronic diseases were identified by self-report. A mechanical dynamometer verified handgrip strength (i.e., the outcome). Adjustments variables were age, literacy, living arrangement, smoking, body mass index, cognitive function, and comorbid chronic diseases. Sex-stratified analyses were conducted with simple and multiple linear regression. Results: A total of 270 women (73.2±8.8 years) and 207 men (73.3±9.0 years) were assessed. In the adjustment analysis, cancer (β=-3.69; 95%CI=-6.97 to -0.41) and depression (β=-1.65; 95%CI=-3.20 to -0.10) were associated with lower handgrip strength in women. For men, diabetes (β=-5.30; 95%CI=-9.64 to -0.95), chronic lung disease (β=-4.74; 95%CI=-7.98 to -1.50), and coronary heart disease (β=-3.07; 95%CI=-5.98 to -0.16) were associated with lower handgrip strength values. There was an inverse trend between number of diseases and handgrip strength for men only. Conclusion: The results showed an independent association between chronic diseases and handgrip strength. As such, handgrip strength is a valid measure to use for prevention or intervention in chronic disease and multimorbidity.(AU)

RESUMO Objetivo: Analisar associação entre doenças crônicas, multimorbidade e força de preensão manual em idosos de uma comunidade do Sul do Brasil. Métodos: Estudo epidemiológico, transversal, de base populacional e domiciliar, realizado com 477 indivíduos com idade a partir de 60 anos, residentes em Antônio Carlos, Santa Catarina. Os idosos de 60 a 79 anos foram selecionados por amostragem probabilística (n=343), e todos os indivíduos com 80 anos ou mais (n=134) foram avaliados. As doenças crônicas foram identificadas por autorrelato. A força de preensão manual (desfecho) foi mensurada por meio de dinamômetro mecânico. As variáveis de ajuste foram idade, escolaridade, arranjo familiar, tabagismo, índice de massa corporal, estado cognitivo e doenças crônicas. As análises, estratificadas por sexo, foram realizadas por meio de regressão linear simples e múltipla. Resultados: Foram avaliados 270 mulheres (73,2± 8,8 anos) e 207 homens (73,3± 9,0 anos). Na análise ajustada, câncer (β=-3,69; IC95%=-6,97 a -0,41) e depressão (β=-1,65; IC95%=-3,20 a -0,10) foram associados à menor força de preensão manual nas mulheres. Para os homens, diabetes (β=-5,30; IC95%=-9,64 a -0,95), doença pulmonar (β=-4,74; IC95%=-7,98 a -1,50) e doença coronariana (β=-3,07; IC95%=-5,98 a -0,16) foram associados a menor força de preensão manual. Houve tendência inversa entre número de doenças e força de preensão manual apenas para os homens. Conclusão: Os resultados mostraram associação independente entre doenças crônicas e força de preensão manual. Sendo assim, a força de preensão manual é uma medida válida para ser utilizada na prevenção ou na intervenção das doenças crônicas e nas multimorbidades.(AU)
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 8520 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
(texto :
EN)
experimentalDocumentos relacionados
Id: 771070 LILACS-Express
Autor: BLOC, Lucas; SOUZA, Camila; MOREIRA, Virginia.
Título: Phenomenology of depression: Contributions of Minkowski, Binswanger, Tellenbach and Tatossian / Fenomenologia da depressão: as contribuições de Minkowski, Binswanger, Tellenbach e Tatossian
Fonte: Estud. psicol. (Campinas);33(1):107-116, Jan.-Mar. 2016.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Eugène Minkowski, Ludwig Binswanger, Hubertus Tellenbach and Arthur Tatossian are key authors in phenomenological psychopathology. Through a theoretical review of the main works of these authors, we shall discuss their contributions to the understanding of the lived depressed. Following a phenomenological-structural method, Minkowski developed a descriptive phenomenology of depression, focusing on lived time. Binswanger, focusing on temporality, searches for the genesis of the lived depressed through the operating modes of retrospection and melancholic prospection. Tellenbach presents the typus melancholicus, a concept associated with the notion of endon. Tatossian discusses the possible conditions for the lived depressed through phenomenological categories of time, body, space and the relationship with each other, developing the notion of depressiveness. We may conclude that, although these authors have different contributions, their ideas are similar as they adopt a phenomenological approach, a return to the lived experience, to understand its meanings.(AU)

Resumo Eugène Minkowski, Ludwig Binswanger, Hubertus Tellenbach e Arthur Tatossian são grandes nomes da psicopatologia fenomenológica. Através de uma revisão teórica das principais obras desses autores, são discutidas as suas contribuições para a compreensão do vivido depressivo. Com um método fenômeno-estrutural, Minkowski desenvolve uma fenomenologia descritiva da depressão, tendo como foco o tempo vivido. Binswanger, também a partir da temporalidade, busca a gênese do vivido depressivo através dos modos de funcionamento da retrospecção e da prospecção melancólica. Tellenbach apresenta o typus melancholicus, concepção atrelada à noção de endon. E Tatossian discute as condições de possibilidade do vivido depressivo através das categorias fenomenológicas do tempo, do corpo, do espaço e da relação com o outro, desenvolvendo também a noção de depressividade. Conclui-se que, apesar desses autores apresentarem diferentes contribuições, suas ideias se aproximam, pelo caráter fenomenológico que assumem, de um movimento de retorno à experiência vivida, visando compreender os seus significados.(AU)
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 8520 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
(texto :
PT)
experimentalDocumentos relacionados
Id: 771062 LILACS-Express
Autor: BOURSCHEID, Fábio Rodrigo; MOTHES, Luíza; IRIGARAY, Tatiana Quarti.
Título: Memória em idoso: relação entre percepção subjetiva e desempenho em testes objetivos / Memory in older adults: Relationship between subjective perception of memory and performance in objective tests
Fonte: Estud. psicol. (Campinas);33(1):151-159, jan.-mar. 2016. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo A relação entre a percepção subjetiva de memória e o desempenho em testes objetivos tem sido alvo de diversos estudos em vista de sua utilidade no diagnóstico do declínio cognitivo. Dada a ausência de consenso em relação ao tema, avaliou-se o desempenho de idosos em testes objetivos de memória, correlacionando-o com a percepção subjetiva dos participantes acerca de sua memória. Cento e cinquenta e dois idosos preencheram uma ficha de dados sociodemográficos, na qual foi incluída uma questão para avaliar a percepção subjetiva acerca de sua memória. Dados objetivos foram coletados a partir do Mini-Exame do Estado Mental, dos subtestes de Memória do Instrumento de Avaliação Neuropsicológica Breve, da Escala de Depressão Geriátrica e do Inventário Beck de Ansiedade. Correlações parciais significativas foram verificadas nas tarefas de memória de trabalho, memória episódica verbal e memória semântica de longo prazo, fornecendo evidências acerca da utilidade clínica da medida de percepção subjetiva de memória.(AU)

Abstract The relationship between subjective perception of memory and performance in objective tests has been widely investigated given its clinical relevance in the diagnosis of cognitive impairment. Considering the lack of consensus about this topic, this study investigated the performance of older adults on objective memory tests and its correlation with their subjective perception of their own memory. One hundred and fifty-two elderly volunteers participated in this study and answered a sociodemographic questionnaire, which included a question to evaluate the subjective perception of their own memory. Objective data were collected using the Mini Mental State Examination, the Geriatric Depression Scale, the Beck Anxiety Inventory, and memory subtests of the Neupsilin Brief Neuropsychological Assessment Instrument. Significant partial correlations were found in tasks related to working memory, verbal episodic memory, and long-term semantic memory providing additional evidence of the clinical relevance of the subjective perception of memory evaluation.(AU)
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 8520 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
(texto :
PT)
experimentalDocumentos relacionados
Id: 770984 LILACS-Express
Autor: Azevedo Lemos, George; Lopes Pedro da Silva, Pâmela; Ribeiro Paulino, Marcília; Gomes Moreira, Vanderlucia; Soares Beltrão, Rejane Targino; Dantas Batista, André Ulisses.
Título: Prevalência de disfunção temporomandibular e associação com fatores psicológicos em estudantes de Odontologia / Prevalencia de trastornos temporomandibulares y su asociación con factores psicológicos en los estudiantes de Odontología / Prevalence of temporomandibular dsorders and association with psychological factors in students of undergraduate Dentistry students
Fonte: Rev. cuba. estomatol;52(4):0-0, out.-dez. 2015. ilus, graf, tab.
Idioma: pt.
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  9 / 8520 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Abräo, Jorge
experimentalDocumentos relacionados
Id: 770804
Autor: Tagawa, Daniella Torres; Abrão, André Felipe; Tornelli, Helena Regina; Oliveira, Rafaella Caparica Batista; Ogata, Rosane; Abrão, Jorge.
Título: Verticalização do segundo molar inferior com mini-implante em paciente adulto - relato de caso clínico / Lower second molar uprighting using mini-implants in adult patients - a case report
Fonte: Rev. Assoc. Paul. Cir. Dent;69(1):50-54, 2015. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Muitos pacientes adultos procuram tratamento ortodôntico atualmente por motivos estéticos, funcionais e também por indicação de protesistas para possibilitar a reabilitação oral. Objetivo: o presente trabalho se propõe a relatar um caso clínico de paciente do gênero feminino, com perda de primeiro molar inferior e consequente inclinação mesial e perda de espaço protético. Relato de caso: foi realizado movimento de verticalização do segundo molar inferior em paciente adulto com auxílio de mini-implante para ancoragem para possibilitar posterior reabilitação. Conclusão: o tratamento beneficiou a paciente, pois teve a correção do segundo molar inferior inclinado em apenas três meses, além da visível neoformação de tecido ósseo na região mesial do mesmo dente após seis meses, resultando em uma melhor condição parainstalação de um futuro implante na região do dente ausente. (AU)

Many adult patients seeking orthodontic treatment currently for aesthetic reasons, functional and also prosthetic indication to enable oral rehabilitation. Objective: This study aims to report a case of female patient with absence of the first molar, mesial inclination of the second molar and consequent loss of prosthetic space. Case report: the second molar in an adult patient was uprigthed using miniscrew as anchorage system to enable subsequent rehabilitation. Conclusion: It can be concluded that the patient was benefited with this type of treatment, as the uprigthing of the second inclined molar occurred in just three months, beyond the visible formation of new bone tissue in the mesial region of the same tooth after six months, resulting in a better condition for installing a future implant in the missing tooth region. (AU)
Descritores: Procedimentos de Ancoragem Ortodôntica/métodos
Procedimentos de Ancoragem Ortodôntica/utilização
Ortodontia/métodos
Movimentação Dentária/métodos
Movimentação Dentária/utilização
Responsável: BR97.1 - Serviço de Documentação Odontológica


  10 / 8520 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Saúde Pública
(texto :
PT)
Soares, Sônia Maria
experimentalDocumentos relacionados
Id: 770613 LILACS-Express
Autor: Pereira, Lírica Salluz Mattos; Soares, Sônia Maria.
Título: Fatores que influenciam a qualidade de vida do cuidador familiar do idoso com demência / Factors influencing the quality of life of family caregivers of the elderly with dementia
Fonte: Ciênc. saúde coletiva;20(12):3839-3851, Dez. 2015. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo A piora do quadro clínico na demência leva a perda da autonomia e independência do idoso. Tal contexto pressupõe que algum familiar irá assumir as funções de cuidador, o que pode interferir na sua qualidade de vida (QV). A presente investigação é uma revisão integrativa que teve como objetivo analisar as evidências disponíveis sobre os fatores que influenciam a QV do cuidador familiar do idoso com demência. Foram selecionados artigos publicados nas bases dados BDENF, Lilacs e Medline, tendo sido identificados 477 estudos, dos quais 11 atenderam aos critérios de inclusão e compuseram a amostra desta revisão. Identificou-se que os fatores que influenciam a QV desse cuidador são: depressão; má qualidade do sono; tipo de demência e sintomas neuropsiquiátricos; apoio, suporte social e acesso aos serviços de saúde; lazer; problemas de saúde pré-existentes; intervenções com treinamento para o cuidador e espiritualidade. Sugere-se que o profissional enfermeiro identifique necessidades desse cuidador, para que assim possa traçar estratégias de cuidado.(AU)

Abstract The progression of symptoms of dementia leads to loss of autonomy and independence of the elderly. This progression suggests that a family member will assume the functions of caregiver, which can adversely affect his/her quality of life (QOL). This research is an integrative review that sought to analyze the available evidence on the factors that influence quality of life of family caregivers of the elderly with dementia. Articles published in the BDENF, Lilacs and Medline databases were examined and 477 studies were selected, of which 11 met the inclusion criteria and comprised the sample of this review. It was found that the factors that influence quality of life of caregivers are: depression; poor sleep quality; dementia type and neuropsychiatric symptoms; support, social support and access to health services; leisure; pre-existing health problems; interventions for caregiver training and spirituality. It is suggested that the nursing professional identifies the needs of the caregivers, such that strategies of care can be defined.(AU)
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 852 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde