Base de dados : LILACS
Pesquisa : depressao
Referências encontradas : 8923 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 893 ir para página                         

  1 / 8923 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 798469
Autor: Torrado-Arenas, Daniel Mauricio; Santos-Gutiérrez, Kevin Eduardo; Ruiz-Higuera, Sandra; Universidad Industrial de Santander; Niño-García, Jorge Andrés.
Título: Síndrome de Cotard asociado a trastorno depresivo mayor con síntomas catatonicos: informe de caso / Síndrome de Cotard associada ao transtorno depressivo maior com sintomas catatonicos: relato de caso / Cotard Syndrome Associated to major depressive disorder with catatonic symptoms: case report
Fonte: MedUNAB;18(1):76-80, Abr.-Jul. 2015.
Idioma: es.
Resumo: Catatonia is a neuropsychiatric syndrome with abnormal postures, mutism and stupor. Colombia has a prevalence of 11.4% of psychiatric patients. Objective: To discuss the clinical curse of a 34-year-old woman with major depressive disorder that presents to emergency department with nihilistic delirium and catatonic symptoms. Case presentation: A young woman with history of unipolar major depression with psychotic features was hospitalized nine months ago. She was medicated with a pharmacological treatment she did not remember. At admission, the patient had three days of bizarre behavior, mutism and negativism. Paraclinics and brain computer tomography did not report any abnormality or changes. Treatment began with benzodiazepine, which achieved full remission of catatonic symptoms. After this, she developed anhedonia, sadness and nihilistic delusions and was considered as a relapse of a previous depressive episode from nine months ago, associated with CotardÆs syndrome. Sertraline was added with gradual increase to 100mg and 5mg of olanzapine, getting a complete remission of psychotic and mood symptoms. Discussion: Affective disorders are most common cause of catatonia. There has already been a history of similar reports, but in few times these three entities were associated; this is the first case reported in Hospital Universitario de Santander, with informed consent. Conclusions: It is unusual for a depressed patient to present denial delusions and catatonic symptoms simultaneously; therefore this case is unusual and may contribute to literature. The catatonic symptoms make it difficult to explore other mental spheres, though they may be secondary to a medical condition, therefore, it is essential to dismiss organic pathologies and give initial treatment, so we can discover the underlying etiopsychopathology. (AU)

A catatonia é uma síndrome neuropsiquiatrica com posturas anormais, silêncio e estupor. A Colômbia tem uma prevalência de 11,4% de pacientes psiquiatricos. Objetivo: Discutir o caso clínico de uma mulher de 34 anos com uma história de transtorno depressivo maior que chega ao departamento de emergência com delírios niilistas e os sintomas catatónicos. Relato de caso: Foi relatado o caso de uma jovem adulta com transtorno depressivo maior e sintomas psicóticos que tinha sido hospitalizada nove meses antes, a quem deram alta com tratamento medicamentoso que ela não se lembrava. A paciente chegou ao pronto socorro do Hospital Universitário de Santander, apresentando três dias de um comportamento incomum, mutismo e negativismo. Exames laboratoriais e tomografia do crânio normal. O tratamento foi iniciado com uma benzodiacepina que a remeteu aos sintomas catatónicos. Posteriormente demonstrou anedonia, tristeza e delírios niilistas; considerou-se que seu estado correspondia a uma recorrência de episódio depressivo, começado nove meses antes, relacionado com a síndrome de Cotard. Gradualmente a paciente foi medicada com sertralina de 150,0 mg a 5,0 mg e olanzapina de 5.0 mg, obtendo a remissção dos sintomas afetivos e psicoticos. Discussão: A desordem afetiva é a causa mais comum de catatonia. Hß relatos semelhantes, embora poucos onde coexistam os três sintomas; este é o primeiro caso relatado no Hospital Universitário de Santander, com prévio consentimento informado. Conclusões: É incomum para uma pessoa deprimida ter delírios de negação e sintomas catatónicos simultaneamente, de modo que este caso, por ser único, gera novidade para a literatura. No caso, os sintomas catatónicos dificultam a exploração de outras esferas mentais e podem ser considerados secundários a uma condição médica, motivo pelo qual é essencial excluir causas orgânicas, trata-los prontamente e assim esclarecer a psicopatologia subjacente. (AU)
Descritores: Catatonia
Depressão
Negação (Psicologia)
Antipsicóticos
Transtornos Psicóticos Afetivos
-Antagonistas de Dopamina
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: CO179.1 - Biblioteca


  2 / 8923 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 798445 LILACS-Express
Autor: Moreira Faleiro, Rodrigo; Alberto Otoni Garcia, Luiz; Rocha Vieira Martins, Luanna.
Título: Cranioplastia externa para a síndrome do trefinado nota técnica / External Cranioplasty for the Syndrome of Trephined Technical Note
Fonte: Arq. bras. neurocir;34(4):341-341, dez.2015.
Idioma: pt.
Resumo: A craniectomia descompressiva (CD) é método cirúrgico amplamente utilizado para tratar a hipertensão intracraniana. Entre as complicações decorrentes da CD, a hidrocefalia é uma das mais frequentes, ocorrendo em até 30% dos casos. A implantação de derivação liquórica, necessária emalguns casos de hidrocefalia, resulta em agravamento da depressão do couro cabeludo, que ocorre após CD síndrome do trefinado (ST). A realização de cranioplastia convencional é inviável em algumas situações, como ST com derivação liquórica, que não melhora após ligadura ou aumento de pressão do sistema, ou ST com depressão acentuada do couro cabeludo. Nestes casos, propomos uma nova técnica que foi aplicada em quatro casos e que consiste na confecção de uma prótese temporária com material gessado ou polimetilmetacrilato para se eliminar o efeito da pressão atmosférica. Em todos os casos, houve melhora da ST.

The decompressive craniectomy (DC) is a surgical method widely used to treat intracranial hypertension. Among the complications of CD, hydrocephalus is one of the most frequently occurring in up to 30% of cases. The implantation of CSF shunt, required in some cases of hydrocephalus results in worsening of the scalp depression, which occurs after CD syndrome of trephined (ST). The performance of conventional cranioplasty is impossible in some situations, such as ST with CSF shunt that does not improve after ligation or increment of system pressure or ST with severe depression of the scalp. In these cases, we propose a new technique that has been applied in four cases and consists in molding a temporary prosthesis with cast material or polymethylmetacrilate to eliminate the effect of atmospheric pressure. In all cases, there was improvement in ST.
Responsável: BR840


  3 / 8923 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 798371 LILACS-Express
Autor: Duailibi, Kalil(aut); Silva, Anderson Sousa Martins da(aut); Jubara, Camila F. Bonifácio(aut).
Título: Depressão / Depression
Fonte: RBM rev. bras. med;72(12):[8]-48, dez. 2015.
Idioma: pt.
Resumo: O transtorno depressivo maior (TDM) é uma preocupação de Saúde Pública global, com alta prevalência entre os pacientes que procuram serviços médicos na atenção primária. Para 2020, se estima que estará entre as maiores causas de incapacidade no mundo e, mesmo assim, segue sendo subdiagnosticada ou subtratada, o que compromete a evolução clínica dos indivíduos acometidos. A etiologia do TDM é multifatorial, envolvendo mecanismos alostáticos, o que predispõe para o surgimento de outras condições clínicas crônicas e degenerativas, como diabetes melitus, infarto agudo do miocárdio, acidente vascular cerebral e demência de Alzheimer. Dessa forma, este artigo, voltado para generalistas versa sobre a importância do seu papel na redução do impacto da morbimortalidade e na melhoria da qualidade de vida dos pacientes com depressão, através de dados práticos para o diagnóstico e manejo da doença.

Major Depressive Disorder (MDD) is a global public health concern, with high prevalence among patients seeking medical services in primary care. In 2020, it is estimated to be among the leading causes of disability worldwide, and still remains underdiagnosed or undertreated, which compromises the clinical outcome of affected individuals. The etiology of MDD is multifactorial, involving alostatic mechanisms, which predisposes to the appearance of other clinical and chronic degenerative conditions such as Diabetes Mellitus, Acute Myocardial Infarction, Stroke and Alzheimer's dementia. This article for primary care, talks about the importance of their role in reducing the impact of morbidity and mortality and improving the quality of life of patients with depression through day to day data for the diagnosis and management of the disease.
Responsável: BR153


  4 / 8923 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: 798319 LILACS-Express
Autor: Santos, Bianca Fernanda Espósito; Da-ré, Eduardo Luiz; Bello, Gabriel Ferreira; Silva, Gabriela Pereira; Fernandes, Leandro Araújo; Lima, Daniela Coelho de.
Título: Drug addiction: self-perception of oral health / Drogadição: Autopercepção em Saúde Bucal / Adicción a las drogas: auto percepción de la salud bucal
Fonte: Rev. bras. promoç. saúde (Impr.) = Braz. j. health promot;28(4):[8]-486, 30/12/2015. tab.
Idioma: en.
Resumo: Objective: To report the self-perception of substance-abusing individuals who were in a recovery process regarding sociodemographic conditions and general and oral health. Methods: Descriptive cross-sectional study conducted in a recovery center for drug addiction in Alfenas, Minas Gerais, Brazil, in 2015, with 39 men aged over 18 years old. Data were collected using a semi-structured questionnaire that addressed: socioeconomic status, selfperception of general and oral health, access to dental care, relationship with the dentist, and other issues. In order to assess the self-perception of oral health, the variable was dichotomized into satisfactory and unsatisfactory, which refer to what the individual acknowledges as a good or poor condition of oral health, using Fishers exact test with 5% significance level. Results: Most frequent diseases were depression, 35.90% (n=14), insomnia, 35.9%, (n=14) and recurring headache (23.1%; n=9); however, 61.50% (n=24) of the participants reported not getting sick easily, which contrasts with their self-perception. Regarding oral health, only 30.50% (n=12) of the participants reported brushing their teeth three times a day; 53.80% (n=21) had dentinal hypersensitivity; 41.00% (n=16) had dry mouth and bad breath; 30.80% (n=12) claimed to have bruxism and reported having one or more loose teeth; 28.20% (n=11) reported clenching the teeth in an exaggerated way, and 33.30% (n=13) reported feeling tooth pain. Conclusion: The self-perception of individuals under 30 years old, single, white or mulattos regarding their general health was contradictory, as they rated it as good but have reported depression, insomnia and weight loss; additionally, oral health was considered poor with unsatisfactory conditions, which highlights the harmful effects of substance abuse.

Objetivos: Relatar a autopercepção de indivíduos drogaditos que se encontravam em estágio recuperatório, quanto às condições sociodemográficas, de saúde geral e bucal. Métodos: Estudo descritivo e transversal realizado em 2015 em um centro de triagem de recuperação de dependentes químicos, em Alfenas, MG, Brasil, com 39 internos do sexo masculino e acima de 18 anos. Por meio de um questionário semi-estruturado, investigaram-se temas referentes à condição socioeconômica, percepção dos internos em relação à própria saúde geral e bucal, acesso ao tratamento odontológico, relacionamento com o cirurgião-dentista, entre outros. A variável autopercepção em saúde bucal foi dicotomizada em satisfatória e insatisfatória para aplicação do teste Exato de Fisher, com nível de significância de 5%. Resultados: As doenças mais frequentes foram depressão, 35,90% (n=14), insônia, 35,9%, (n=14) e dor de cabeça recorrente (23,1%; n=9), apesar de 61,50% (n=24) dos internos afirmarem não ficar doentes, indicando autopercepção conflitante. Ao serem questionados sobre a frequência de escovação diária, apenas 30,50% (n=12) mencionaram três vezes ao dia, 53,80% (n=21) com sensibilidade dentinária; 41,00% (n=16) com sensação de boca seca e mal hálito; 30,80% (n=12) bruxismo, 28,20% (n=11) apertamento dental e 33,30% (n=13) dor em algum dente. Conclusão: A autopercepção dos internos analisados com menos de 30 anos, solteiros, brancos ou mulatos, quanto ao seu estado geral de saúde era contraditória, já que classificaram como boa, mas relataram depressão, insônia e perda de peso; e saúde bucal foi considerada ruim com condições insatisfatórias, que destacam os efeitos nocivos do uso de drogas.

Objetivo: Relatar la auto percepción de individuos drogadictos que estaban en proceso de recuperación, respecto las condiciones socio-demográficas y la salud general y bucal. Métodos: Estudio transversal y descriptivo realizado en un centro de recuperación para drogadicción en Alfenas, Minas Gerais, Brasil, en 2015, com 39 hombres con más de 18 años. Los datos fueron recogidos a través de un cuestionario semiestructurado que investigaba la posición socioeconómica, la auto percepción de la salud general y bucal, El acceso al cuidado dental, la relación con el dentista y otros temas. Para evaluar la auto percepción de la salud bucal la variable fue dividida en satisfactoria y no satisfactoria la cual refiere a los conocimientos del individuo sobre la buena o mala condición de salud bucal utilizando la prueba de Exacto de Fisher con El 5% de nivel de significancia. Resultados: Las enfermedades más frecuentes fueron la depresión con el 35,90% (n=14), el insomnio con el 35,9%, (n=14) y dolor de cabeza recurrente (23,1%; n=9); sin embargo, el 61,50% (n=24) de los participantes relataron no enfermarse con facilidad lo que contrasta con su auto percepción. Respecto a la salud bucal, solamente el 30,50% (n=12) de los participantes relataron cepillar los dientes tres veces al día; El 53,80% (n=21) tuvieron hipersensibilidad dental; el 41,00% (n=16) tuvieron la sensación de boca seca y mal aliento; El 30,80% (n=12) reclamaron de bruxismo y relataron tener uno o más dientes perdidos; el 28,20% (n=11) relataron apretar los dientes de manera exagerada y el 33,30% (n=13) relataron tener dolor de diente. Conclusión: La auto percepción de los individuos - por abajo de los 30 años, solteros, blancos o mulatos - respecto su salud general fue contradictoria ya que clasificaron como buena aunque reportaron la depresión, el insomnio y La pérdida de peso; además, la salud bucal fue considerada pobre con condiciones no satisfactorias, las cuales resalta los efectos nocivos de la substancia abusiva.
Responsável: BR1881.9


  5 / 8923 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 798277
Autor: Rocha, Sandra Regina Ayres; Mendes, Ana Magnólia; Morrone, Carla Faria.
Título: Sofrimento, distúrbios osteomoleculares e depressão no contexto de trabalho: uma abordagem psicodinâmica / Suffering, muscolosketal disorders and depression at work context: psychodynamic approach
Fonte: Estud. pesqui. psicol. (Impr.) = Estud. pesqui. psicol;12(2):379-394, maio-ago. 2012.
Idioma: pt.
Resumo: Neste artigo, busca-se compreender as relações entre sofrimento psíquico, distúrbios ostemusculares e depressão, a partir do arcabouço teórico da psicodinâmica do trabalho. Propõem-se compreender o processo de acometimento de DORT, e da depressão, pela análise da dinâmica intersubjetiva existente no contexto de trabalho. Apresenta-se reflexões sobre as estratégias de enfrentamento, adotadas pelos trabalhadores, para fazer frente ao seu processo de adoecimento; pontua-se também aspectos a serem evidenciados em ações de prevenção e assistência.(AU)

The paper has as objective to articulate theoretically the interrelations between suffering, muscolosketal disorders and depression at the work context. It privileges the approach of psychodynamic of work to interpret the interrelations. It proposes as explanation, to understand muscolosketal disorders and depression, the dynamics that it involves the pleasure-suffering existences at the work. The pleasure assumes an essential character for psychic structuring for allowing the construction of the identity. The suffering is generated at the adversities of work conditions, organization and social relationships especially it is happening when the recognition of the effort and the own pleasure as affective investment at the work is denied. It explains the process of health-illness as a result of the inherent contradictions to the production context. It contributes to show that the suffering is not something pathological and to clarify the depression as an occupational disease.(AU)
Descritores: Psicoterapia Psicodinâmica
Trabalho/psicologia
Estresse Psicológico
Transtornos Traumáticos Cumulativos/psicologia
Depressão/psicologia
Limites: Humanos
Responsável: BR1691.1 - Biblioteca CEH/A


  6 / 8923 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
(texto :
EN)
Id: 798100 LILACS-Express
Autor: Costa, Juliana Maria de Freitas Trindade; Ranzolin, Aline; Costa Neto, Cláudio Antônio da; Marques, Claudia Diniz Lopes; Duarte, Angela Luzia Branco Pinto.
Título: High frequency of asymptomatic hyperparathyroidism in patients with fibromyalgia: random association or misdiagnosis? / Frequência elevada de hiperparatireoidismo assintomático em pacientes com fibromialgia: associação ao acaso ou erro diagnóstico?
Fonte: Rev. bras. reumatol;56(5):391-397, Sept.-Oct. 2016. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Fibromyalgia (FM) and hyperparathyroidism may present similar symptoms (musculoskeletal pain, cognitive disorders, insomnia, depression and anxiety), causing diagnostic confusion. Objectives: To determine the frequency of asymptomatic hyperparathyroidism in a sample of patients with FM and to evaluate the association of laboratory abnormalities to clinical symptoms. Methods: Cross-sectional study with 100 women with FM and 57 healthy women (comparison group). Parathyroid hormone (PTH), calcium and albumin levels were accessed, as well as symptoms in the FM group. Results: In FM group, mean serum calcium (9.6 ± 0.98 mg/dL) and PTH (57.06 ± 68.98 pg/mL) values were considered normal, although PTH levels had been significantly higher than in the comparison group (37.12 ± 19.02 pg/mL; p = 0.001). Hypercalcemic hyperparathyroidism was diagnosed in 6% of patients with FM, and 17% of these women exhibited only high levels of PTH, featuring a normocalcemic hyperparathyroidism, with higher frequencies than those expected for their age. There was no significant association between hyperparathyroidism and FM symptoms, except for epigastric pain, which was more frequent in the group of patients concomitantly with both diseases (p = 0.012). Conclusions: A high frequency of hyperparathyroidism was noted in women with FM versus the general population. Normocalcemic hyperparathyroidism was also more frequent in patients with FM. Longitudinal studies with greater number of patients are needed to assess whether this is an association by chance only, if the increased serum levels of PTH are part of FM pathophysiology, or even if these would not be cases of FM, but of hyperparathyroidism.(AU)

RESUMO A fibromialgia (FM) e o hiperparatireoidismo podem apresentar sintomas semelhantes (dores osteomusculares, distúrbios cognitivos, insônia, depressão e ansiedade) e causar confusão diagnóstica. Objetivos: Determinar a frequência de hiperparatireoidismo assintomático em uma amostra de pacientes com FM e avaliar a associação das alterações laboratoriais com a sintomatologia. Metodologia: Estudo transversal com 100 mulheres portadoras de FM e 57 mulheres saudáveis (grupo de comparação). Foram pesquisados os níveis de paratormônio (PTH), cálcio e albumina, além da pesquisa de sintomas no grupo com FM. Resultados: No grupo com FM, os valores médios de cálcio sérico (9,6 ± 0,98 mg/dL) e de PTH (57,06 ± 68,98pg/mL) foram considerados normais, embora os níveis de PTH tivessem sido significativamente maiores do que no grupo de comparação (37,12 ± 19,02 pg/mL; p = 0,001). O hiperparatireoidismo hipercalcêmico foi diagnosticado em 6% das pacientes com FM e 17% delas apresentaram apenas PTH elevado, o que caracterizou o hiperparatireoidismo normocalcêmico, frequências maiores do que esperada para a faixa etária. Não houve associação significativa entre hiperparatireoidismo e sintomas da FM, com exceção da epigastralgia, que foi mais frequente no grupo de pacientes com as duas doenças concomitantes (p = 0,012). Conclusões: Houve frequência elevada de hiperparatireoidismo em portadoras de FM quanto à população geral. Hiperparatireoidismo normocalcêmico também foi mais frequente em pacientes com FM. Estudos longitudinais e com maior número de pacientes são necessários para avaliar se trata-se apenas de uma associação ao acaso, se as elevações séricas do PTH fazem parte da fisiopatologia da FM ou, ainda, se não seriam casos de FM, e sim de hiperparatireoidismo.(AU)
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 8923 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
(texto :
EN)
Id: 798007 LILACS-Express
Autor: Valente, Fabrício L.; Ferreira, Anna Paula B.R.; Costa, Leonardo D. da; Louzada, Mário J.Q.; Patarroyo, Joaquin H.; Vargas, Marlene I..
Título: Effects of chronic mild stress on parameters of bone assessment in adult male and female rats / Efeito do estresse moderado crônico sobre parâmetros de avaliação óssea em ratos adultos machos e fêmeas
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;36(supl.1):106-112, June 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract: Osteoporosis is a multifactorial disease of high prevalence and has great impact on quality of life, because the effects on bone structure increase the risk of fractures, what may be very debilitating. Based on the observation that patients with depression have lower bone mineral density than healthy individuals, many studies have indicated that stress could be an aggravating factor for bone loss. This study evaluates the effect of a protocol of chronic mild stress (CMS) on parameters of bone assessment in male and female rats. Five 5-monh-old rats of each sex underwent a schedule of stressor application for 28 days. Stressors included cold, heat, restraint, cage tilt, isolation, overnight illumination, and water and food deprivation. Five rats of each sex were kept under minimum intervention as control group. The animals were weighed at beginning and end of the period, and after euthanasia had their bones harvested. Femur, tibia and lumbar vertebrae were analyzed by bone densitometry. Biomechanical tests were performed in femoral head and diaphysis. Trabecular bone volume was obtained from histomorphometric analysis of femoral head and vertebral body, as well as of femoral midshaft cross-sectional measures. Not all parameters analyzed showed effect of CMS. However, tibial and L4 vertebral bone mineral density and cross-sectional cortical/medullar ratio of femoral shaft were lower in female rats submitted to the CMS protocol. Among male rats, the differences were significant for femoral trabecular bone volume and maximum load obtained by biomechanical test. Thus, it could be confirmed that CMS can affect the balance of bone homeostasis in rats, what may contribute to the establishment of osteopenia or osteoporosis.(AU)

Resumo: A osteoporose é uma doença multifatorial, de alta prevalência e que tem um grande impacto na qualidade de vida, principalmente porque os efeitos sobre a estrutura do osso aumentam o risco de fraturas, que podem ser muito debilitantes. Com base na observação de que pacientes com depressão têm menor densidade mineral óssea que indivíduos saudáveis​​, muitos estudos têm indicado que o estresse pode ser um fator agravante para a perda óssea. Este estudo avalia o efeito de um protocolo de estresse moderado crônico (EMC) em parâmetros de avaliação óssea em ratos machos e fêmeas. Cinco animais de cada sexo, com cinco meses de idade, foram submetidos a um cronograma de aplicação de estressores durante 28 dias. Os estressores incluídos foram: frio, calor, contenção, inclinação da gaiola, isolamento, iluminação durante a noite e privação de água e ração. Cinco animais de cada sexo foram mantidos com um mínimo de intervenção como grupo controle. Os animais foram pesador no início e no final do período, e após eutanásia tiveram seus ossos coletados. Fêmur, tíbia e vértebra lombar foram analisados por densitometria óssea. Testes biomecânicos foram realizados na cabeça e na diáfise do fêmur. Volume trabecular ósseo foi obtido a partir de análise histomorfométricas da cabeça do fêmur e do corpo vertebral, bem como medidas da seção transversal diáfise femoral. Nem todos os parâmetros avaliados sofreram efeito do protocolo de EMC. No entanto, a densidade mineral óssea da tíbia e da vértebra L4 e a razão osso cortical/medula da seção transversal da diáfise femoral foram menores nas fêmeas submetidas ao protocolo. Entre os ratos machos, as diferenças foram significativas no volume trabecular ósseo da cabeça femoral e na carga máxima obtida no teste biomecânico. Assim, confirma-se que o protocolo de EMC pode afetar o equilíbrio da homeostase óssea em ratos, o que pode contribuir para o estabelecimento de osteopenia ou osteoporose.(AU)
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 8923 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
(texto :
PT)
Id: 797937 LILACS-Express
Autor: Vicente, Schwanny Roberta Costa Rambalducci Mofati; Paula, Kely Maria Pereira de; Silva, Franciane Figueiredo da; Mancini, Camila Nasser; Muniz, Sarah Almeida.
Título: Estresse, ansiedade, depressão e coping materno na anomalia congênita / Maternal stress, anxiety, depression and coping in congenital anomaly / El estrés, la ansiedad, la depresión y el coping materno en anomalía congénita
Fonte: Estud. psicol. (Natal);21(2):104-116, abr.-jun. 2016. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O nascimento de um filho com Anomalia Congênita (AC) poderá repercutir na organização familiar, comprometendo aspectos afetivos e a interação da nova díade. Este estudo identificou níveis de estresse, ansiedade e depressão, bem como estratégias de enfrentamento (EE) ou coping adotado por 25 mães de bebês com AC, internados em três UTIN da região; sendo aplicados inventários de estresse (ISSL), ansiedade (BAI) e depressão (BDI), além de entrevista para identificação das EE. A maioria (n = 12) estava na fase de resistência do estresse, com nível moderado de ansiedade (n = 8), e níveis leve (n = 7) e moderado (n = 7) de depressão. As mães relataram, nesse período, o uso de EE adaptativas positivas como Autoconfiança e Busca de Suporte, e de EE negativas como Delegação e Desamparo, estas associadas à depressão. Sugere-se a adoção de intervenções dirigidas a essa população a fim de reduzir o impacto gerado pela condição do bebê e sua hospitalização.(AU)

Abstract The birth of a child with a congenital anomaly (CA) may have an impact on the familiar organization, disturbing affective aspects and the new dyad interaction. This study identified levels of stress, anxiety, depression, as well as the coping adopted by 25 mothers of babies with CA, admitted in three regional NICU. It was applied inventories for stress (ISSL), for anxiety (BAI) and for depression (BDI) and interview to identify coping strategies. Most of the sample (n = 12) was in the resistance level of stress, with moderate level of anxiety (n = 8), and mild (n = 7) and moderate (n = 7) levels of depression. Mothers reported, during this period, the use of positive adaptive coping strategies like Self-reliance and Support Seeking, and negative coping strategies like Delegation and Helplessness, which are associated with depression. It is suggested the adoption of interventions targeted to these mothers in order to reduce the impact created by the babies' condition and by their hospitalization.(AU)

Resumen El nacimiento de un hijo con anomalía congénita (AC) puede reverberar en la organización familiar, comprometiendo aspectos afectivos y la interacción de la nueva díada. Este estudio identificó niveles de estrés, ansiedad y depresión, así como las estrategias de afrontamiento (EA) o coping adoptado por 25 madres de bebés con AC, hospitalizados en tres UCIN en la región; siendo aplicado inventarios de estrés (ISSL), ansiedad (BAI) y depresión (BDI), además de entrevista para identificar las EA. La mayoría (n = 12) estaban en la etapa de la resistencia del estrés, con niveles moderados de ansiedad (n = 8), e niveles leve (n = 7) y moderado (n = 7) de depresión. Las madres reportaron, en este período, el uso de EA positivas como Confianza en sí Mismo y Búsqueda de Apoyo, y EA negativas como Delegación y Desamparo, estas asociadas con la depresión. Se sugiere la adopción de intervenciones dirigidas a esta población para reducir el impacto emocional negativo generada por el estado del bebé y la hospitalización.(AU)
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 8923 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
(texto :
PT)
Id: 797935 LILACS-Express
Autor: Antunes, Helmer Magalhães; Campos, Claudinei José Gomes; Lima, Gerusa Marcondes Pimentel de Abreu; Ferraz, Isabel Luisa Gomes.
Título: Motivos e crenças de familiares frente ao tratamento do transtorno depressivo na infância: Estudo qualitativo / Statements and beliefs of family face of treatment of depressive disorder in childhood: Qualitative study / Declaración y creencias de la família ante el tratamento del transtorno depressivo en la infancia: Estudo Cualitativo
Fonte: Estud. psicol. (Natal);21(2):157-166, abr.-jun. 2016.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Objetivou-se nesta pesquisa analisar os processos e as motivações que levaram os pais e responsáveis à percepção da depressão em suas crianças e à consequente procura de cuidado especializado, além de compreender a influência das crenças em saúde e dos hábitos culturais na procura de tratamento. Foram analisadas cinco entrevistas realizadas em um ambulatório de psiquiatria de um hospital universitário estatal. Utilizou-se metodologia qualitativa, estudo de caso, sob-referencial teórico do "Modelo de Crenças em Saúde". O estigma acerca da psiquiatria e loucura; a não aceitação da existência de depressão em crianças; o desconhecimento acerca da depressão e seus sintomas e as dificuldades diagnosticadas nesta idade são exemplos de fatores que retardam a procura ao tratamento. Em contrapartida, o conhecimento prévio acerca da doença; a ação de profissionais de saúde e educadores e a crença na efetividade do tratamento psiquiátrico possibilitam início precoce do tratamento.(AU)

Abstract The objective of this research was to examine the processes and motivations that lead parents and caregivers to the perception of depression in their children and the consequent demand for specialized care and understand the influence of health belief and cultural habits in seeking treatment. We analyzed interviews conducted in five psychiatric outpatient clinic in a state university hospital, 2005. We used qualitative methodology - case study - under the theoretical reference of the "Health Belief Model". The stigma about psychiatry and madness; not accepting the existence of depression in children; ignorance about depression and its symptoms and the diagnostic difficulties in this age are examples of factors that delay seeking treatment. In contrast, the prior knowledge about the disease, the action of health professionals and educators and the belief in the effectiveness of psychiatric treatment, allow early treatment.(AU)

Resumen El objetivo de esta investigación era examinar los procesos y las motivaciones qué llevan a los padres y cuidadores a la percepción de la depresión en sus hijos y la consiguiente demanda de atención especializada y comprender la influencia de las creencias y los hábitos culturales en la búsqueda de tratamiento. Se utilizó metodología cualitativa - estudio de caso - e referencia teórica del "Modelo de Creencias en Salud". El estigma de la psiquiatría y la locura; no aceptar la existencia de la depresión en niños; la ignorancia acerca de la depresión y sus síntomas y las dificultades de diagnóstico en esta edad son ejemplos de factores que retardan la busca de tratamiento. Por el contrario, el conocimiento previo acerca de la enfermedad, la acción de los profesionales sanitarios y educadores y la creencia en la eficacia del tratamiento psiquiátrico propician el tratamiento temprano.(AU)
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 8923 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 797836 LILACS-Express
Autor: Lucci, Tania Kiehl; Otta, Emma; David, Vinicius Frayze; Chelini, Marie-Odile Monier.
Título: Maternal depression and offspring's cortisol concentrations in a Brazilian sample / Depressão materna e concentração de cortisol de recém-nascidos em uma amostra brasileira / La depresión materna y la concentración de cortisol del recién nacido en una muestra brasilieira
Fonte: Psico (Porto Alegre);47(2):140-147, 2016. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: Postpartum depression (PPD) is believed to cause a variety of child developmental problems, including alterations of the hypothalamic-pituitary-adrenal (HPA) axis function. The association of maternal depression with children's salivary cortisol level was investigated in three different moments: at birth (N=58), at four (N=64) and 36-month (N=81) after delivery. Mothers were screened for PPD at four months and for depression at 36-months after delivery using Edinburgh Postnatal Depression Scale (EPDS). Through ANOVA analysis results revealed a marginal difference of moderate effect size on cortisol concentration with higher levels for newborns whose mothers would be later screened for PPD when compared with control group. Contrary to our hypothesis we did not find this difference at four and neither at 36-months. Assuming that infants of mothers at risk for depression are born with slightly higher cortisol baseline, this difference among groups could not be verified on subsequent analysis at four and 36-months.(AU)

Acredita-se que a depressão pós-parto (DPP) possa prejudicar diversos aspectos do desenvolvimento infantil, incluindo alterações das funções do eixo Hipotálamo-pituitária-adrenal (HPA). A associação entre depressão materna e nível de cortisol salivar dos filhos foi investigada em três amostras brasileiras diferentes: ao nascimento (N=58), aos quatro (N=64) e 36 meses (N=81) após o parto. Mães preencheram a Escala de Depressão Pós-parto de Edinburgh aos 4 e 36 meses após o parto. Por meio da ANOVA resultados indicaram diferença marginal com tamanho de efeito moderado na concentração de cortisol com maiores concentrações em recém-nascidos cujas mães desenvolveram depressão pós-parto em comparação ao grupo controle. Contrariando nossa hipótese, esta diferença no nível de cortisol basal não foi encontrada aos quatro e aos 36 meses. Admitindo que os filhos de mães com sinais de DPP nascem com níveis basais de cortisol ligeiramente mais altos, esta diferença não foi verificada em momentos posteriores.(AU)

Se cree que la depresión post-parto (DPP) causa una variedad de problemas del desarrollo, incluyendo alteraciones funcionales en el eje hypotálamo-hipofisario-adrenal (HHA). Nuestro objetivo era el investigar la posible asociación entre niveles de cortisol salivar en hijos y depresión materna en tres momentos distintos: 2 días después del parto (N=58), cuatro meses después (N=64) y 36 meses después (N=81). Las madres completaron la Escala de Depresión Postparto de Edimburgo a las 4 y 36 meses después del parto. Un test de ANOVA mostró diferencias marginales de efecto moderado en los niveles de cortisol en hijos de madres con DPP comparados con grupo de control. Suponiendo que los hijos de madres con DPP tienen niveles de cortisol ligeramente elevados al nacer, no se observaron estas diferencias en otros momentos..(AU)
Responsável: BR85.1 - Biblioteca Dante Moreira Leite



página 1 de 893 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde