Base de dados : LILACS
Pesquisa : depressao
Referências encontradas : 8841 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 885 ir para página                         

  1 / 8841 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 794215
Autor: Vilardi, Taisa Maria Rodrigues.
Título: Influência dos anti-inflamatórios não esteroidais e seletivos COX-2 em osteoblastos durante a movimentação dentária induzida em ratos / Influence of anti-inflammatory non steroidal and selective COX-2 in osteoblasts during the tooth movement induced in rats.
Fonte: Bauru; s.n; 2015. 111 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia de Bauru para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Os anti-inflamatórios não esteroidais (AINEs) são medicamentos utilizados no alívio da dor após a ativação dos aparelhos ortodônticos, mas estas substâncias podem influenciar a formação óssea ou remodelação. Diante da possibilidade de interferência dos medicamentos durante o tratamento ortodôntico, foi avaliado o efeito á curto prazo de AINEs e anti-inflamatório seletivo COX-2, em doses terapêuticas, sobre osteoblastos durante a movimentação dentária induzida. Os fármacos foram determinados através de questionários aplicados a ortodontistas, os quais mais selecionaram os mais prescritos para alívio da dor durante o tratamento ortodôntico. Os medicamentos selecionados e a nimesulida (seletivo COX-2) foram administrados em uma amostra de 80 ratos albinos da linhagem Wistar, nos quais foi realizada a instalação de dispositivos constituídos por uma mola de secção fechada ancorada aos incisivos centrais superiores, movimentando mesialmente o primeiro molar superior esquerdo. Os animais foram distribuídos em quatro grupos de 20 de acordo com a administração medicamentosa diária: paracetamol, ibuprofeno, nimesulida e um grupo controle (animais não medicados). E divididos em subgrupos de 5 de acordo com o tempo de tratamento da movimentação dentária induzida: 3, 5 e 7 dias. Posteriormente, os animais receberam doses letais da mistura de relaxante muscular e anestésico por via intramuscular para coleta do material, o qual foi devidamente processado, corado com hematoxilina-eosina e submetido à análise microscópica óptica para avaliar a quantidade de osteoblastos, na área de tensão, do osso adjacente de cada raiz distovestibular dos primeiros molares superiores esquerdo. Os resultados mostraram que o uso de paracetamol até 5 dias pode gerar interferências na formação óssea, pois diminuiu o número de osteoblastos e que o ibuprofeno foi a droga que melhor agiu por apresentar menor ação de inibição sobre os osteoblastos num período de uso de até...(AU)

The nonsteroidal anti-inflammatory drugs (NSAIDs) are drugs used to relieve pain after activation of orthodontic appliances, but these substances can influence bone remodeling and formation. Faced with the possibility of interference of drugs in treatments, the effects will be short-term NSAIDs and COX-2 selective antiinflammatory in therapeutic doses on osteoblasts during induced tooth movement. The drugs were determined through questionnaires given to orthodontists, selecting then, the most commonly prescribed for pain relief during orthodontic treatment. The selected drugs and nimesulide (selective COX-2) were administered in a sample of 80 albino Wistar rats, in which the installation of devices consisted of an enclosed section spring anchored to the upper central incisors, moving out mesially the first upper left molar. The animals were divided into four groups of 20 according to the daily drug administration: acetaminophen, ibuprofen, nimesulide and a control group (animals not treated). Then, divided into subgroups of 5 according to the treatment time of the induced tooth movement, 3, 5 and 7 days. Subsequently, the animals received lethal doses of the mixture of anesthetic and muscle relaxant intramuscularly for the collection of the material, which has been properly processed, stained with hematoxylin-eosin and subjected to microscopic analysis to assess the amount of osteoblasts in the stressed area of the adjacent bone of each distobuccal root of the first left molars. The results showed that the use of acetaminophen up to 5 days will cause interference in bone formation decreasing the number of osteoblasts and ibuprofen was the drug that best acted by having less inhibiting action on osteoblasts in a usage period of up to 7 days. It is suggested that the ideal to relieve pain and/or discomfort caused by orthodontic movement without prejudice to the bone repair would be the use of the associated medication. On the first day, use acetaminophen...(AU)
Descritores: Anti-Inflamatórios não Esteroides/farmacologia
Sulfonamidas/farmacologia
Ciclo-Oxigenase 2/farmacologia
Osteoblastos/efeitos de drogas
Movimentação Dentária
-Ratos Wistar
Acetaminofen/farmacologia
Osteogênese/efeitos de drogas
Fatores de Tempo
Ibuprofeno/farmacologia
Limites: Animais
Masculino
Ratos
Responsável: BR28.1 - Serviço de Biblioteca e Documentação Professor Doutor Antônio Gabriel Atta


  2 / 8841 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: 793928 LILACS-Express
Autor: Tavares-Filho, João Medeiros; Franco, Diogo; Moreto, Laércio; Porchat, Carlos; Franco, Talita.
Título: Utilização do retalho miocutâneo de grande dorsal, com extensão adiposa, nas reconstruções mamárias: uma opção para preenchimento do polo superior / Use of the myocutaneous latissimus dorsi flap with fat extension in breast reconstruction: an option for filling the upper pole
Fonte: Rev. bras. cir. plást;30(3):428-428, 2015. ilus.
Idioma: en; pt.
Resumo: INTRODUÇÃO: As sequelas de mastectomia se apresentam de formas variadas exigindo, do cirurgião, experiência e criatividade para obter o melhor resultado na reconstrução de uma nova mama. Dentre as dificuldades para que este objetivo seja alcançado, está o desafio de um melhor preenchimento do polo superior da mama. O objetivo deste trabalho é apresentar uma opção terapêutica alternativa para correção do polo superior dentre as técnicas já existentes com este propósito. MÉTODO: A técnica cirúrgica utilizou o retalho de músculo grande dorsal com extensão gordurosa para preenchimento do polo superior da neomama durante sua reconstrução. A técnica descrita foi utilizada em 8 pacientes durante a reconstrução mamária tardia, com idades variando entre 39 e 70 anos. O tamanho desta extensão gordurosa variou entre 4,0 × 10,0 e 7,0 × 13,0 cm. O componente gorduroso do retalho foi avaliado após 3 meses através de ressonância magnética. RESULTADOS: Foram usados implantes mamários que variavam entre 270 e 435 ml. O acompanhamento pós operatório variou entre 3 meses a 1 ano. Ocorreram 2 casos de epidermólise (28%) na junção do retalho cutâneo com a área receptora. Não houve perda ou sofrimento do retalho. Os resultados demonstram clinicamente ou visualmente que a correção da depressão do polo superior da neomama foi alcançada adequadamente, bem como a viabilidade do retalho gorduroso, observada nos exames de imagem (ressonância magnética). CONCLUSÃO: A técnica proposta é uma alternativa adequada para o tratamento da maioria dos casos de reconstrução mamária em que se busca o preenchimento da depressão existente no polo superior da mama.

INTRODUCTION: The sequelae of mastectomy presents in numerous ways, requiring the experience and creativity of the surgeon to achieve the best result in the reconstruction of a new breast. One of the difficulties in achieving this objective is the challenge of adequately filling the upper pole of the breast. The objective of this work was to present an alternative therapeutic option for correction of the upper pole of the neobreast. METHODS: In our surgical technique, a latissimus dorsi muscle flap with fat extension is used for filling the upper pole of the neobreast during its reconstruction. The described technique was used in 8 patients during late breast reconstruction. The patients' ages ranged from 39 and 70 years. The size of the fat extension ranged from 4.0 × 10.0 cm to 7.0 × 13.0 cm. The fat component of the flap was evaluated after 3 months by using magnetic resonance imaging (MRI). RESULTS: Breast implants that varied in volume between 270 and 435 mL were used. The follow-up period after surgery ranged from 3 months to 1 year. Two patients had epidermolysis (28%) at the junction of the cutaneous flap and the receiver area. No graft loss or other complications occurred. Our results demonstrate clinically or visually that correction of the depression in the upper pole of the neobreast was satisfactorily achieved. The viability of the fat flap, as observed on MRI, was adequate. CONCLUSION: The proposed technique is a suitable alternative method for filling the depression in the upper pole of the neobreast in most cases of breast reconstruction.
Responsável: BR1874.9


  3 / 8841 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: 793903 LILACS-Express
Autor: Salerno, Michelle Couto(aut); Bolina, Alisson Fernandes(aut); Dias, Flavia Aparecida(aut); Martins, Nayara Paula Fernandes(aut); Tavares, Darlene Mara dos Santos(aut).
Título: Autoestima de idosos comunitários e fatores associados: estudo de base populacional / Self-esteem of community-based elderly and associated factors: a population-based study / Autoestima de ancianos comunitarios y factores asociados: estudio de base populacional
Fonte: Cogitare enferm;20(4):07-07, Out.-Dez. 2015.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivou-se avaliar autoestima de idosos comunitários e verificar sua associação com variáveis sociodemográficas e de saúde. O inquérito epidemiológico ocorreu na zona urbana de Uberaba, estado de Minas Gerais, no qual participaram 980 idosos. Utilizaram-se Escalas de Autoestima de Rosenberg, Katz, Lawton e Depressão Geriátrica Abreviada e análise descritiva com testes de Mann Whitney, Kruskal Wallis, correlação de Spearman e regressão linear múltipla (p<0,05). A coleta de dados ocorreu entre agosto de 2012 e março de 2013. Predominou o sexo feminino, 70-80 anos, casados, renda de um salário mínimo, quatro a sete anos de estudo, que moravam com filhos. A mediana foi de cinco doenças. Os escores de autoestima apresentaram mediana de 10. Os preditores dos piores níveis de autoestima foram maior idade (p<0,01), menor escolaridade (p=0,021) e indicativo de depressão (p<0,001). Os idosos comunitários apresentaram elevada autoestima e o indicativo de depressão foi o preditor principal da baixa autoestima (AU).

The aim was to assess the self-esteem of community-based elderly and verify its association with socio-demographic and health variables. The epidemiological survey was held in the urban region of Uberaba, a city in the state of Minas Gerais, with 980 elderly people. The Rosenberg Self-Esteem, Katz, Lawton and Short Geriatric Depression Scales were used and, for descriptive analysis, the Mann-Whitney and Kruskal-Wallis tests, Spearmans correlation and multiple linear regression were used (p<0.05). The data were collected between August 2012 and March 2013. The female gender was predominant, 70-80 years, married, income one minimum wage, between four and seven years of education, who lived with their children. The median number of illnesses was five. The median self-esteem score was ten. The predictors of worse levels of self-esteem were higher age (p<0.01), lower education (=0.021) and signs of depression (<0.001). The community-based elderly presented high self-esteem and signs of depression were the main predictor of low self-esteem (AU).

Estudio cuyo objetivo fue evaluar la autoestima de ancianos comunitarios y verificar su asociación con variables sociodemográficas y de salud. La investigación epidemiológica ocurrió en la zona urbana de Uberaba, estado de Minas Gerais. Participaron 980 ancianos. Fueron utilizadas Escalas de Autoestima de Rosenberg, Katz, Lawtone Depresión Geriátrica Abreviada y análisis descriptivo con testes de Mann Whitney, Kruskal Wallis, correlación de Spearman y regresión linear múltipla (p<0,05). Los datos fueron obtenidos entre agosto de 2012 y marzo de 2013. Fueron predominantes el sexo femenino, 70-80 años, casados, renta de un salario mínimo, cuatro a siete años de estudio, que vivían con hijos. La mediana fue de cinco enfermedades. Los scores de autoestima presentaron mediana de 10. Los predictores de los peores niveles de autoestima fueron mayor edad (p<0,01), menor escolaridad (=0,021) e indicativo de depresión (<0,001). Los ancianos comunitarios presentaron elevada autoestima y el indicativo de depresión fue el predictor principal de la baja autoestima (AU).
Responsável: BR1508.9


  4 / 8841 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 793875 LILACS-Express
Autor: Schenkel, Maiara; Colet, Christiane de Fátima.
Título: USO DE ANTIDEPRESSIVOS EM UM MUNICÍPIO DO RIO GRANDE DO SUL / USE OF ANTIDEPRESSANTS IN A CITY OF RIO GRANDE DO SUL
Fonte: Arq. ciências saúde UNIPAR;20(1), jan-abr. 2016.
Idioma: pt.
Resumo: Estudo transversal, realizado na Unidade Básica de Saúde (UBS) do município de São José do Inhacorá/RS com o objetivo de realizar um levantamento quanto ao uso de medicamentos antidepressivos e os fatores associados ao seu uso. A amostragem e o tempo de coleta foi do tipo intencional, entre os meses de dezembro de 2013 a janeiro de 2014 foram identificados os pacientes que retiraram antidepressivos no município no ano de 2013 e entre janeiro a julho de 2014, os quais foram entrevistados nas residências. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Unijuí sob parecer consubstanciado nº 508.920/2013.9. Dos 88 pacientes elegíveis para amostra, pode-se observar maior consumo de antidepressivos por mulheres (75%), e entre idosos. Os clínicos gerais realizaram a maioria das prescrições de antidepressivos, o que justifica-se pelo fato do município não apresentar serviço especializado e a classe farmacológica mais frequente foi ISRS (69,6%) e o antidepressivo mais prescrito foi a sertralina (31,8%). Apenas 18,2% dos usuários relataram efeitos adversos, conforme autorrelato. Não houve diferença significativa com: estado civil (p = 0,193; p > 0,005; ANOVA/Tuckey) e escolaridade (p = 0,543; p > 0,005; ANOVA/Tuckey), mas foi verificada quanto a idade (p = 0,0032; p > 0,005; ANOVA/Tuckey) e com sexo dos entrevistados (p = 0,0045; p > 0,005; Qui-quadrado), sendo mais utilizado por mulheres. Observou-se que em relação aos medicamentos antidepressivos utilizados pelos usuários apenas a Fluoxetina, Amitriptilina, Nortriptilina, Bupropiona estão incluídos na RENAME (BRASIL, 2013). Dos 12 medicamentos antidepressivos utilizados, oito não pertencem a RENAME (BRASIL, 2013), sendo estes sertralina, citalopram, imipramina, paroxetina, trazodona, venlafaxina, mirtazapina e escitalopram. O que se pode observar dos três antidepressivos mais utilizados apenas a fluoxetina encontra-se na RENAME (BRASIL, 2013), e o mais utilizado, a sertralina, não está presente nesta relação, mostrando a importância da reavaliação dos critérios de prescrição, criação da Relação de Medicamentos Municipais (REMUME) e elaboração de protocolos clínicos que amparem o uso destes medicamentos. Os dados mostram que a amostra usou antidepressivos distintos, sendo em sua maioria idosos e usuários de politerapia, sendo que estes dados mostram a necessidade de acompanhamento destes pacientes. Quanto ao relato de eventos adversos verifica-se que é necessário o desenvolvimento da cultura da farmacovigilância. Destaca-se, que este trabalho serviu de subsídio para a formação de grupo de saúde mental na UBS de São José do Inhacorá/RS, com objetivo potencializar as trocas dialógicas, compartilhar experiências e melhorar a adaptação individual e do convívio coletivo, buscando mais segurança no uso de medicamentos e indivíduos com mais qualidade de vida.

In order to research the use of antidepressant medications and factors associated with their use in the public health service of a municipality in the northwestern region of the state of Rio Grande do Sul, a cross-sectional study was performed in the Basic Health Unit (BHU) in the city of São José do Inhacorá/RS. The sampling and collection time were intentional, with patients who withdrew antidepressants being identified in the period from December 2013 to January 2014, and between January and July 2014, these patients were interviewed in their homes. The project was approved by the Research Ethics Committee of Unijuí under substantiated opinion No. 508 920/2013.9. From the 88 patients eligible for the sample, a higher consumption of antidepressants could be observed by women (75%), and the elderly. General practitioners performed most of the antidepressant prescriptions, which is justified by the fact that the municipality does not provide specialized service. The most common pharmacological drug class was SSRI (69.6%) and the most frequently prescribed antidepressant was sertraline (31.8 %). Only 18.2% of users reported adverse effects, according to their self-report. There were no significant differences in marital status (p = 0.193; p> 0.005; ANOVA/Tukey) and education (p = 0.543; p> 0.005; ANOVA/Tukey) but significant differences were observed for age (p = 0.0032; p> 0.005; ANOVA/Tukey) and gender of respondents (p = 0.0045; p> 0.005; Chi-squared), being more frequently used by women. It was observed that compared to antidepressant medications used by users, only fluoxetine, amitriptyline, nortriptyline and bupropion are included in RENAME (BRAZIL, 2013). Among the 12 antidepressant drugs used, eight do not belong to RENAME (BRAZIL, 2013), namely sertraline, citalopram, imipramine, paroxetine, trazodone, venlafaxine, mirtazapine and escitalopram. It can be observed that among the three most widely used antidepressants, only fluoxetine is in RENAME (BRAZIL, 2013), and the most commonly used one sertraline - is not present in this list, showing the importance of reassessment of prescription criteria, as well as the creation of List of Municipal Drugs (REMUME) and preparation of clinical protocols that support the use of these drugs. These data show that the sample used different antidepressants, being composed mostly of elderly and poly-therapy users, as well as showing the need to monitor these patients. Regarding the report of adverse events, it could be noted that the development of a Pharmacovigilance culture is needed. It is noteworthy that this work served as a subsidy for the mental health training group at UBS São José do Inhacorá/RS, in order to enhance the dialogic exchanges, share experiences and enhance their individual and collective living adaptation, seeking more security in the use of medication and individuals, providing a better quality of life.
Responsável: BR1532.9


  5 / 8841 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 793859 LILACS-Express
Autor: Falcão, Lydia Teófilo de Moraes; Martinelli, Valéria Ferreira.
Título: Associação de doença inflamatória intestinal com ansiedade e depressão: avaliação dos fatores de risco / Inflammatory bowel disease and association with anxiety and depression: evaluation of the risk factors
Fonte: GED gastroenterol. endosc. dig;35(2):[52-58]-58, abr.-jun. 2016.
Idioma: en; pt.
Resumo: Contexto: Doenças Inflamatórias Intestinais - DII (Doença de Crohn - DC e Retocolite Ulcerativa - RCU) - são desordens crônicas, de etiologia indefinida, de curso imprevisível, com necessidade de tratamento a longo prazo. Por vários fatores, estão associadas a sintomas psicológicos e estigmatização dos portadores. Objetivo: estimar a prevalência de ansiedade e depressão nos pacientes acompanhados em hospital universitário de Pernambuco e avaliar a relação com gênero, faixa etária, estado civil, gravidade, tipo e duração da doença, além de internamentos ou cirurgias prévias. Método: estudo transversal realizado no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco, com coleta de dados de maio a setembro de 2013. Foi utilizada a Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão (HAD). Resultados: participaram do estudo 82 pacientes. Ansiedade e depressão foram diagnosticadas em 42 (51,2%) e 31 (37,8%), respectivamente. Obteve-se maior prevalência em mulheres (61,4% e 41,5%), casados (55,3% e 42,6%), portadores de Doença de Crohn (52,4% e 38,1%), com atividade moderada/grave (58,3% e 58,3%), diagnóstico há mais de dez anos (59,3% e 48,1%), com internamento prévio (58,1% e 44,2%). Encontrou-se associação significativamente estatística entre ansiedade e sexo feminino (p=0,025) e entre depressão e atividade da doença (p=0,025). Conclusão: a prevalência de ansiedade e depressão no grupo populacional estudado foi compatível com a literatura. O sexo feminino esteve relacionado significativamente à maior prevalência de ansiedade, bem como a gravidade da doença esteve relacionada à depressão.

Background: Inflammatory Bowel Diseases (IBD): Crohns disease (CD) and Ulcerative Colitis (UC) are chronic disorders of unknown etiology, unpredictable course, requiring long term treatment. For many reasons, they are associated with psychological symptoms and stigmatizations of the patients. Purpose: to estimate the prevalence of anxiety and depression among the patients treated at a university hospital in Pernambuco and evaluate the relationship with gender, age, marital status, severity, type and duration of the disease and previous surgeries or hospitalizations. Material and methods: this is a cross-sectional study performed at Clinic Hospital of the Federal University of Pernambuco, from May to September 2013. Questionnaires to assess anxiety and depression were used by the Hospital Anxiety and Depression Scale (HAD). Results: the study included 82 patients. Anxiety and depression were diagnosed in 42 (51.2%) and 31 (37.8%) of them, respectively. There was a higher prevalence among women (61.4% and 41.5%), married (55.3% and 42.6%), patients with Crohns disease (52.4% and 38.1%), with moderate/severe activity (58.3% and 58.3%), diagnosed for more than ten years (59.3% and 48.1%), with previous hospitalization (58.1% and 44.2%). It was found a significant association between anxiety and females (p=0.025) and between depression and a moderate/severe disease activity (p=0.025). Conclusion: the prevalence of anxiety and depression in this study was consistent with the literature. Females were significantly related to higher prevalence of anxiety as disease severity was related to depression.
Responsável: BR146.2


  6 / 8841 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: 793454 LILACS-Express
Autor: Paula, Paulo Renato de; Freitas-Júnior, Ruffo; Prado, Marcelo; Neves, Carlos Gustavo Lemos; Arruda, Fabiano Calixto Fortes de; Vargas, Vladmir Eduardo Bermudes; Fernandes, Fábio Silva.
Título: Transtornos depressivos em pacientes que buscam cirurgia plástica estética: uma visão ampla e atualizada / Depressive disorders in patients who seek cosmetic surgery: a broad and updated view
Fonte: Rev. bras. cir. plást;31(2):268-268, 2016. ilus.
Idioma: en; pt.
Resumo: INTRODUÇÃO: A cirurgia estética pode melhorar a qualidade de vida de pacientes, porém alguns que se apresentam para o procedimento são portadores de transtornos depressivos (TD) e podem evoluir, no pós-operatório, de forma desastrosa do ponto de vista psicológico e até mesmo evoluir para o suicídio. A prevalência de TD em pacientes de cirurgia plásticaestética é em média de 20%, podendo chegar até 70%. Este artigo tem por objetivo fazer uma revisão sobre depressão e cirurgia estética bem como alertar e conscientizar os cirurgiões plásticos sobre o crescente aumento destes pacientes nos consultórios. Objetiva, ainda, orientar os cirurgiões quanto a abordagem adequada e condutas específicas perante estes. MÉTODOS: Realizou-se busca nos bancos de dados MEDLINE/PubMed e Embase e cruzamento de palavras chaves, incluindo "cirurgia plástica estética", "depressão"; "transtornos de humor", "transtorno depressivo", "sintomas depressivos", "suicídio e cirurgia plástica". RESULTADOS: O sucesso de uma cirurgia plástica depende em muito da seleção dos pacientes para o procedimento. Pacientes suspeitos, pacientes com sintomas depressivos elevados nos questionários (como o BDI) e pacientes com "marcadores" de psicopatologia deverão ser encaminhados ao psiquiatra para avaliação adequada. CONCLUSÃO: Pela elevada prevalência de TD em cirurgia plástica estética, todo paciente de cirurgia plástica deverá ser avaliado adequadamente para identificação daqueles com possíveis TD no pré-operatório e encaminhado ao psiquiatra, para assim tentar se evitar evolução psicológica desfavorável pós-operatória.

INTRODUCTION: Aesthetic surgery can improve the quality of life of patients, but some candidates for the procedure have depressive disorders (DDs) that may develop, in the postoperative period, in a disastrous manner from a psychological point of view and even progress to suicide. The prevalence of DDs in cosmetic surgery patients is 20% on average and reaches 70%. This article aims to review depression and aesthetic surgery as well as to alert and educate plastic surgeons on the growing number of these patients in clinical settings. It also aims to guide surgeons to the appropriate approach and specific behaviors with these patients. METHODS: A search was performed in MEDLINE/PubMed and Embase, and key words were entered, including "cosmetic surgery," "depression," "mood disorders," "depressive disorder," "depressive symptoms," and "suicide and plastic surgery." RESULTS: The success of plastic surgery depends a great deal on the selection of patients for the procedure. Suspect patients, patients with elevated depressive symptoms in questionnaires (such as the BDI), and patients with psychopathology "markers" should be forwarded to a psychiatrist for proper evaluation. CONCLUSION: Due to the high prevalence of DDs in aesthetic plastic surgery patients, every plastic surgery patient should be evaluated properly to identify those with possible DDs in the preoperative period, and those should be forwarded to a psychiatrist, thus avoiding an unfavorable postoperative psychological evolution.
Responsável: BR1874.9


  7 / 8841 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: 793183 LILACS-Express
Autor: Porcu, Mauro(aut); Franzin, Ricardo(aut); Abreu, Paulo Belmonte de(aut); Previdelli, Isolde Terezinha Santos(aut); Astolfi, Mateus(aut).
Título: Prevalência de transtornos depressivos e de ansiedade em pacientes obesos submetidos à cirurgia bariátrica / Prevalence of depression and anxiety disorders in obese patients who underwent bariatric surgery
Fonte: Acta sci., Health sci;33(2):[165-171]-171, jul.-dez. 2011.
Idioma: pt.
Resumo: A obesidade mórbida está relacionada a muitos transtornos psiquiátricos e possui como opção terapêutica a cirurgia bariátrica. Objetivo: caracterizar a prevalência de transtornos depressivos e de ansiedade em pacientes submetidos à cirurgia bariátrica no Hospital Universitário Regional de Maringá e do Centro de Cirurgia de Obesidade de Maringá. Métodos: o estudo foi realizado com 50 pacientes obesos mórbidos submetidos à Cirurgia Bariátrica em diferentes períodos: pré-operatório, um mês de pós-operatório, três meses de pós-operatório e seis meses de pós-operatório. A avaliação do Transtorno Depressivo foi realizada pela aplicação do Inventário de Depressão de Beck, sendo outro instrumento utilizado neste trabalho a Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão (HAD). Resultados: a prevalência de quadros sugestivos de ansiedade foi: 40% (20 pacientes) no pré-operatório, 18% no primeiro mês pós-operatório, 8% no terceiro mês pós-operatório e 14% no sexto mês pós-operatório. Quadros sugestivos de depressão foram encontrados em: 26% (13 pacientes) no pré-operatório, 10% no primeiro mês pós-operatório e no terceiro mês pós-operatório e 8% no sexto mês pós-operatório. Conclusão: Os níveis de Ansiedade foram altos no pré-operatório, diminuíram no 1º e 3º mês pós-operatório e voltaram a subir no sexto mês, atingindo níveis mais altos que no terceiro mês.

Morbid obesity is associated to several psychiatric disorders and bariatric surgery is a therapeutic option. Current research characterizes the prevalence of depression and anxiety disorders in patients who underwent bariatric surgery at the Regional Hospital of Maringá and at the Obesity Surgery Center of Maringá, Maringá PR Brazil. Study was undertaken with 50 morbid obese patients who underwent bariatric surgery and comprised different periods, namely, pre-surgery, one month after surgery, three months after surgery and six months after surgery. Depressive disorder was evaluated by Becks Depression Inventory and by the Hospital Scale of Anxiety and Depression (HAD). Results show prevalence of anxiety in 40% (20) of patients during the pre-surgery period; 18% during the 1st post-surgery month; 8% during the 3rd post-surgery month and 14% during the 6th post-surgery month. High rates of depression were found in 26% (13) of patients in the pre-surgery period; 10% in the 1st and 3rd post-surgery month and 8% in the 6th post-surgery month. Levels of anxiety were actually high in the pre-operative period but they decreased in the 1st and 3rd months after surgery. However, a rise during the 6th month was reported which reached higher levels than that during the 3rd month.
Responsável: BR513.2


  8 / 8841 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
(texto :
PT)
Id: 792912 LILACS-Express
Autor: Barbosa, Diego Grasel; Andrade, Rubian Diego; Teixeira, Clarissa Stefani; Gomes Filho Neto, Manoel; Felden, Érico Pereira Gomes.
Título: Sintomas depressivos em adolescentes em situação de vulnerabilidade social / Depressive symptoms in adolescents in situation of social vulnerability
Fonte: Cad. saúde colet., (Rio J.);24(2):221-227, abr.-jun. 2016. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Objetivo Identificar os principais indicadores de depressão de amostra de adolescentes em vulnerabilidade social e associar com variáveis sociodemográficas e comportamentais. Método: A amostra foi composta por 135 adolescentes em vulnerabilidade social de Florianópolis, Santa Catarina. Indicadores de depressão foram investigados por meio do Children’s Depression Inventory (CDI). Para comparação entre os sexos, utilizou-se o teste U de Mann-Whitney. Com o objetivo de identificar os fatores de agrupamento entre os sintomas depressivos, recorreu-se à análise fatorial com rotação ortogonal varimax normalized. Além disso, a Regressão de Poisson foi utilizada no sentido de identificar as razões de prevalências, tendo como variável desfecho o tercil superior da pontuação do CDI. Resultados: Os indicadores “perda ou ganho de peso”, “baixa autoestima” e “fadiga” apresentaram maior poder explicativo dos escores do CDI. Os meninos atingiram maior pontuação média (24,9 pontos). Os índices do CDI foram altos independentemente de questões sociodemográficas, como etnia, e comportamentais, tempo em frente à televisão e ao computador ou videogame. Conclusão: Foram observadas altas prevalências de sintomatologia depressiva nos adolescentes em situação de vulnerabilidade social, com destaque para os meninos, que possuíram 2,24 vezes maior probabilidade de apresentar pontuação elevada no CDI em comparação às meninas.(AU)

Abstract Objective To identify the main indicators of depression in a sample of adolescents living under social vulnerability conditions and associate it with sociodemographic and behavioral variables. Method: The sample was composed 135 adolescents in social vulnerability in Florianopolis, Santa Catarina state, Brazil. Indicators of depression were investigated by the Children's Depression Inventory (CDI). The Mann-Whitney test was used for comparison between genders, whereas factor analysis with varimax normalized orthogonal rotation was used to identify grouping factors between depressive symptoms. In addition, Poisson regression was used to identify the prevalence ratios, with the top third of CDI score as the outcome variable. Results: The indicators “weight loss or gain,” “low self-esteem”, and “fatigue” had greater explanatory power among the CDI scores. Males reached a higher average score (24.9 points) compared with females (23.6 points). The CDI scores were high regardless of sociodemographic and behavioral issues such as ethnicity and time in front of the television, computer, or video game. Conclusion: A high prevalence of depressive symptoms was observed in adolescents in situations of social vulnerability, and males are 2.24 times more likely to achieve high scores on the CDI compared with females.(AU)
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 8841 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
(texto :
EN)
Id: 792896 LILACS-Express
Autor: Rossetin, Liliana Laura; Rodrigues, Elisangela Valevein; Gallo, Luiza Herminia; Macedo, Darla Silvério; Schieferdecker, Maria Eliana Madalozzo; Pintarelli, Vitor Last; Rabito, Estela Iraci; Gomes, Anna Raquel Silveira.
Título: Indicators of sarcopenia and their relation to intrinsic and extrinsic factors relating to falls among active elderly women / Indicadores de sarcopenia e sua relação com fatores intrínsecos e extrínsecos às quedas em idosas ativas
Fonte: Rev. bras. geriatr. gerontol;19(3):399-414, May-June 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Universidade Tecnológica Federal do Paraná. 308696/2012-3.
Resumo: Abstract Introduction: Musculoskeletal aging can impair functional performance increasing the risk of falls. Objective: To analyze the correlation between sarcopenia and the intrinsic and extrinsic factors involved in falls among community-dwelling elderly women. Method: A cross-sectional study evaluated the number of falls of 85 active community-dwelling elderly women in the previous year and then divided them into two groups: non-fallers (n=61) and fallers (n=24). The sarcopenia indicators assessed were gait speed (GS, 10m); handgrip strength (HS); calf circumference; appendicular muscle mass index (DXA). Intrinsic factors: Mental State Examination (MSE); visual acuity; depression (GDS-30); hip , knee (Lequesne) and ankle/foot (FAOS) pain/function; vestibular function (Fukuda test); functional mobility and risk of falls (TUG); power (sitting and standing five times); gait (treadmill); fear of falling (FES-I-Brazil). Extrinsic factors: risk/security features in homes. The independent t test was applied for comparisons between groups and the Pearson and Spearman tests were used for correlations (p<0.05). Results: There was a moderate correlation between HS and GS in non-fallers (r=0.47; p=0.001) and fallers (r= 0.54; p=0.03). There was a moderate negative correlation (r= -0.52; p=0.03) between FES-I-Brazil and gait cadence in fallers. There was a greater presence of stairs (p=0.001) and throw rugs (p=0.03) in the homes of fallers than non-fallers. Conclusion: The elderly women were not sarcopenic. Elderly fallers presented inferior gait cadence and a greater fear of falling. Residential risks were determining factors for falls, and were more relevant than intrinsic factors in the evaluation of falls among active community-dwelling elders.(AU)

Resumo Introdução: O envelhecimento musculoesquelético pode prejudicar o desempenho funcional aumentando o risco de quedas. Objetivo: Analisar a correlação entre indicadores de sarcopenia e fatores extrínsecos e intrínsecos às quedas em idosas da comunidade. Método: Estudo transversal, 85 idosas ativas da comunidade foram questionadas sobre número de quedas no último ano e divididas em dois grupos: não caidoras (n=61) e caidoras (n=24). Indicadores de sarcopenia verificados: velocidade da marcha (VM, 10m); força de preensão manual (FPM); circunferência panturrilha; índice de massa muscular apendicular (DXA). Fatores intrínsecos: estado mental (MEEM); acuidade visual; depressão (GDS-30); dor/função quadril, joelho (Lequesne) e tornozelo/pé (FAOS); função vestibular (teste Fukuda); mobilidade funcional e risco de quedas (TUG); potência (teste sentar e levantar cinco vezes); marcha (esteira); medo de cair (FES-I-Brasil). Fatores extrínsecos: riscos/recursos de segurança nas residências. Teste t independente para comparações entre grupos e correlação de Pearson e Spearman (p<0,05). Resultados: Correlação moderada entre FPM e VM para não caidoras (r=0,47; p=0,001) e caidoras (r=0,54; p=0,03). Correlação moderada negativa (r=-0,52; p=0,03) entre medo de cair e cadência da marcha de caidoras. Maior presença de escadas (p=0,001); tapetes soltos (p=0,03) nas residências das caidoras comparados com não caidoras. Conclusão: As idosas não apresentaram sarcopenia. Idosas caidoras apresentaram pior cadência da marcha e maior medo de cair. Riscos residenciais foram determinantes para cair, indicando maior relevância do que fatores intrínsecos na avaliação de quedas em idosas ativas da comunidade.(AU)
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 8841 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
(texto :
PT)
Id: 792844 LILACS-Express
Autor: Atem, Lou Muniz.
Título: Aspectos psicopatológicos da clínica com bebês: a função da pulsão ativa na constituição psíquica precoce em casos de depressão materna
Fonte: Rev. latinoam. psicopatol. fundam;6(3):30-42, jul.-set. 2003.
Idioma: pt.
Resumo: Este artigo pretende investigar a clínica com bebês desde o ponto de vista da depressão materna. Primeiro, avaliando os efeitos da depressão materna e de crises agudas de angústia da mãe sobre o bebê recémnascido. Segundo, investigando as reações do bebê à depressão, partindo da observação de que, ao contrário do que se pensa normalmente, os bebês são capazes de reagir, defender-se e oferecer saídas em condições de intensa carga afetiva, tal como o são a depressão ou crises de angústia excessiva, como o pânico. Elabora-se, então, a hipótese de o bebê funcionando como um “anteparo à angústia materna” e minimizando os efeitos da angústia para a mãe e para si. Tal hipótese traz novas e importantes aberturas para a clínica, uma vez que permite que novas formas de intervenção sejam realizadas diretamente com os bebês, ampliando assim o horizonte clínico e criando indagações ainda incipientes no tocante à psicopatologia e metapsicologia psicanalíticas.(AU)

Este artículo pretende investigar la clínica con bebés desde el punto de vista de la depresión materna. Primero, evaluando los efectos de la depresión materna y de crisis agudas de angustia de la madre sobre el bebé recién nacido. Segundo, investigando las reacciones del bebe a la depresión, partiendo de la observación de que, al contrario de lo que se piensa normalmente, los bebés son capaces de reaccionar, defenderse y ofrecer salidas, en condiciones de intensa carga afectiva, como lo son la depresión o las crisis de angustia excesivas como el pánico. Se elabora así la hipótesis del bebé funcionando como una “pantalla a la angustia materna”, minimizando los efectos de la angustia para la madre y para sí. Tal hipótesis trae nuevas e importantes aperturas para la clínica, una vez que permite que las nuevas formas de intervención sean realizadas directamente con los bebés, ampliando así el horizonte clínico y criando indagaciones aún incipientes en lo que se refiere a la psicopatología y la metapsicología psicoanalítica.(AU)

Cet article vise à investiguer la clinique des bébés du point de vue de la dépression maternelle. Premièrement, en évaluant les effets de la dépression maternelle et des crises d’angoisse aigues de la mère sur le nouveau né. Deuxièmement, en investiguant les réactions du bébé à la dépression, en partant de l’observation que, au contraire de ce que l’on pense habituellement, les bébés sont capables de réagir, de se défendre et de trouver des issues en cas de surcharge affective, telle que la dépression ou les crise d’angoisse excessive, comme la panique. On élabore alors l’hypothèse d’un bébé fonctionnant comme une “paroi contre l’angoisse maternelle” et minimisant les effets de l’angoisse pour lui-même et pour sa mère. Une telle hypothèse apporte de nouvelles et importantes ouvertures pour la clinique, dès lors qu’elle permet que de nouvelles formes d’interventions soient directement réalisées avec les bébés, élargissant de la sorte l’horizon clinique et créant des interrogations sur la psychopathologie et la métapsychologie psychanalytiques.(AU)

This article describes research in the area of clinical work with babies from the perspective of the mother’s depression. First the article evaluates the effects of maternal depression and of acute anxiety crises suffered by mothers regarding their newborn babies. Second, the baby’s reactions to its mother’s depression is analyzed, based on the observation that, in contrast to what is usually thought, babies are able to react, defend themselves, and come up with solutions under conditions of intense affective atmospheres, such as depression, anxiety crises or panic. The author posits the hypothesis that the baby functioning as a “shield against its mother’s anxiety,” minimizing the effects of the anxiety for the mother and for itself. This hypothesis brings up new and important inroads for the clinical work, since it enables new forms of intervention to be carried out directly with babies, thus expanding the horizon of clinical work and bringing up still incipient questions regarding psychopathology and psychoanalytic metapsychology.(AU)
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 885 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde