Base de dados : LILACS
Pesquisa : J. bras. nefrol [Revista]
Referências encontradas : 1528 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 153 ir para página                         

  1 / 1528 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1002430 LILACS-Express
Autor: Parente, Yuri de Deus Mont'alverne; Castro, Amanda Lopes de; Araújo, Flávio Bezerra de; Teixeira, André Costa; Lima, Ítalo Criszostomo; Daher, Elizabeth De Francesco.
Título: Acute renal failure by rapidly progressive glomerulonephritis with IgA deposition in a patient concomitantly diagnosed with multibacillary Hansen's disease: a case report / IRA por glomerulonefrite rapidamente progressiva com depósito de IgA em uma paciente com diagnóstico concomitante de hanseníase multibacilar: relato de caso
Fonte: J. bras. nefrol;41(1):152-156, Jan.-Mar. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Rapidly progressive glomerulonephritis (RPGN) is a renal disease with an extensive differential diagnosis. This paper reports the case of a 55-year-old female patient diagnosed with Hansen's disease with acute progressive renal impairment after developing lower limb pyoderma. The association between Hansen's and kidney disease has been well documented, with glomerulonephritis (GN) ranked as the most common form of renal involvement. Post-infectious glomerulonephritis (PIGN) in adults has been associated with a number of pathogens occurring in diverse sites. The patient described in this case report had RPGN and biopsy findings suggestive of PIGN with C3 and IgA detected on immunofluorescence and kidney injury secondary to recent infection by Staphylococcus, a well-documented manifestation of renal impairment in patients with Hansen's disease.

RESUMO A Glomerulonefrite Rapidamente Progressiva (GNRP) é um padrão de doença renal com amplo diagnóstico diferencial. O caso reporta uma paciente de 55 anos com deterioração aguda e progressiva da função renal após quadro de piodermite em membro inferior com diagnóstico concomitante de hanseníase. Associação da hanseníase com doença renal é bem descrita, sendo a GN a forma de acometimento renal mais comum. As glomerulonefrites pós-infecciosas (GNPIs) em adultos ocorrem devido a um grande número de patógenos, nos mais diversos sítios. A paciente do caso relatado apresentava quadro de GNRP e achados de biópsia que sugerem GNPI com marcação de C3 e IgA na imunofluorescência, sugestiva de lesão renal secundária a infecção recente por Staphylococcus, uma manifestação bem descrita de doença renal em pacientes com hanseníase.
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 1528 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1002429 LILACS-Express
Autor: Teles, Flávio; Santos, Renata Oliveira; Lima, Helder Marx Almeida de Moura; Campos, Rodrigo Peixoto; Teixeira, Eline Calumby; Alves, Ananda Camilla de Andrade; Costa, André Falcão Pedrosa; Coelho, Jorge Artur Peçanha de Miranda.
Título: The impact of dialysis on critically ill elderly patients with acute kidney injury: an analysis by propensity score matching / Impacto da diálise em pacientes críticos idosos com injúria renal aguda: uma análise por propensity-score matching
Fonte: J. bras. nefrol;41(1):14-21, Jan.-Mar. 2019. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Introduction: Aging is a global phenomenon. Recent forecasts indicate that Brazil will be the sixth country in population of elderly individuals in 2020. The incidence of acute kidney injury (AKI) among the elderly varies, but studies have indicated that older individuals are more prone to developing AKI and have higher mortality rates than the general population with renal disease. The impact of dialysis in elderly patients with AKI - and critically ill individuals with multiple dysfunctions - has been discussed for years. Evidence indicates that for this group of patients dialysis does not positively impact survival and, in some situations, it might even accelerate death. This study investigated a population of elderly individuals with AKI seen in intensive care units to assess, through Propensity Score Matching, the impact dialysis has had for them. Methods: Data from the charts of patients aged 60 years or older seen at the intensive care unit of a general hospital between January 2012 and December 2014 and diagnosed with AKI were collected. Results: The study included 329 patients with a mean age of 75.4 ± 9.3 years. Ischemic AKI was the most prevalent disease (54.7%) and 28.9% of the patients needed dialysis. No difference was seen in the death rates of dialysis and non-dialysis patients aged 70+ years. Conclusions: The data suggested that dialysis did not seem to impact the death rates of critically ill patients with AKI aged 70+ years.

RESUMO Introdução: O crescimento da população idosa é um fenômeno mundial. Projeções recentes demonstram que o Brasil será o sexto país do mundo em número de idosos no ano de 2020. A incidência de injúria renal aguda (IRA) nos idosos varia de acordo com a população estudada, mas vários estudos têm sugerido que os idosos são mais suscetíveis ao desenvolvimento de IRA e apresentam maior mortalidade que a população geral. Há anos se discute o real impacto da instituição da diálise em pacientes idosos com IRA, principalmente em pacientes críticos com múltiplas disfunções. Há evidências de que o início da diálise nesses indivíduos não tenha impacto positivo na sobrevida e, em algumas situações, até acelere o óbito. O objetivo deste estudo foi analisar uma população de idosos que desenvolveu IRA em unidades de terapia intensiva e avaliar, através do Propensity Score Matching, o impacto da diálise nesses indivíduos. Métodos: Foram coletados dados de prontuários de idosos acima dos 60 anos, internados na UTI de um hospital geral, de janeiro de 2012 a dezembro de 2014, e que evoluíram com IRA. Resultados: Foram incluídos 329 pacientes, com idade média de 75,4 ± 9,3 anos. A IRA isquêmica foi a mais prevalente (54,7%), e 28,9% necessitaram de diálise. Nos indivíduos acima de 70 anos, não foi observada diferença na mortalidade entre os pacientes que realizaram ou não diálise. Conclusões: Esses dados sugerem que a diálise parece não apresentar impacto sobre a mortalidade de pacientes críticos com IRA, acima de 70 anos.
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 1528 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1002428 LILACS-Express
Autor: Lascasas, Josefina Maria Sousa Santos; Fonseca, Isabel; Malheiro, Jorge; Santos, Sofia; Campos, Andreia; Castro, Ana; Moreira, Carla; Correia, Sofia; Beirão, Idalina; Lobato, Luísa; Cabrita, António.
Título: Demographic, clinical characteristics and cardiovascular disease burden in a Portuguese cohort of older chronic kidney disease patients / Dados demográficos, características clínicas e peso da doença cardiovascular em uma coorte portuguesa de pacientes idosos com doença renal crônica
Fonte: J. bras. nefrol;41(1):29-37, Jan.-Mar. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Introduction: Chronic kidney disease (CKD) is an independent risk factor for several unfavorable outcomes including cardiovascular disease (CVD), particularly in the elderly, who represent the most rapidly growing segment of the end-stage kidney disease (ESKD) population. Portugal has the highest European unadjusted incidence and prevalence rates of ESKD. In 2012, we started to follow a cohort of elderly CKD patients, we describe their baseline characteristics, risk profile, and cardiovascular disease burden. Methods: All CKD patients aged 65 years and older referred to our department during 2012 were enrolled. Baseline data included: demographic, CKD stage, medication, comorbid conditions. Estimated glomerular filtration rate (eGFR) was calculated by the CKD-EPI formula. Results: A total of 416 patients, 50% referred by primary care physicians, aged 77 ± 7 years, 52% male, with a median eGFR of 32 mL/min/1.73m2 participated in the study. Fifty percent had diabetes (DM), 85% dyslipidemia, 96% hypertension; 26% were current/former smokers, and 24% had a body mass index > 30 kg/m2. The prevalence of CVD was 62% and higher in stage 4-5 patients; in diabetics, it gradually increased with CKD progression (stage 3a < stage 3b < stage 4-5) (39, 58, 82%; p < 0.001). Conclusions: At baseline, our CKD elderly cohort had a higher burden of CVD. The prevalence of CVD was greater than in other European CKD cohorts. Lower level of eGFR was associated with a greater burden of CVD and was more pronounced in diabetics, highlighting the importance of strategically targeting cardiovascular risk reduction in these patients.

RESUMO Introdução: Doença renal crônica (DRC) é fator de risco independente para vários desfechos desfavoráveis, incluindo doença cardiovascular (DCV), particularmente em idosos, o segmento de crescimento mais rápido da população com doença renal terminal (DRT). Portugal tem a maior incidência europeia não-ajustada e a maior prevalência de DRT. Neste artigo caracterizamos uma coorte de idosos com DRC, referenciados para a nefrologia, com particular ênfase para o risco e carga de doença cardiovascular. Métodos: Foram incluídos todos os pacientes com DRC com 65 anos ou mais encaminhados ao nosso departamento em 2012. Os dados basais incluíram: demografia, estágio da DRC, medicação e comorbidades. A taxa de filtração glomerular (TFGe) foi calculada pela fórmula CKD-EPI. Resultados: Metade dos 416 pacientes incluídos foram encaminhados por médicos da atenção primária; sua idade era 77 ± 7 anos; 52% eram homens; a TFGe mediana era de 32 mL /min/1,73 m2. Metade tinha diabetes (DM), 85% dislipidemia, 96% hipertensão; 26% eram fumantes atuais/ antigos; 24% tinham índice de massa corporal > 30 kg/m2. A prevalência de DCV foi de 62%, sendo maior entre pacientes nos estágios 4-5; em diabéticos, aumentou gradualmente com a progressão da DRC (estágio 3a < estágio 3b < estágio 4-5) (39%, 58%, 82%; p < 0,001). Conclusões: A coorte de idosos com DRC apresentava inicialmente maior carga de DCV. A prevalência de DCV foi maior que em outras coortes europeias com DRC. Níveis menores de TFGe foram associados a carga maior de DCV e foram mais pronunciados entre diabéticos, destacando a importância de objetivar estrategicamente a redução do risco cardiovascular nesses pacientes.
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 1528 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Cuppari, Lilian
Texto completo
Id: biblio-1002427 LILACS-Express
Autor: Ramos, Christiane Ishikawa; Cuppari, Lilian.
Título: A new look at phosphorus intake: what do we eat here is what they eat there? / Novo olhar sobre a ingestão de fósforo: o que se come aqui se come lá?
Fonte: J. bras. nefrol;41(1):12-13, Jan.-Mar. 2019.
Idioma: en.
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 1528 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1002426 LILACS-Express
Autor: Vaisbich, Maria Helena; Satiro, Carla Aline Fernandes; Roz, Deborah; Nunes, Debora de Almeida Domingues; Messa, Ana Carola H Lobo; Lanetzki, Camila; Ferreira, Juliana Caires de Oliveira Achili.
Título: Multidisciplinary approach for patients with nephropathic cystinosis: model for care in a rare and chronic renal disease / Abordagem multidisciplinar para pacientes com cistinose nefropática: modelo para atendimento em uma doença renal rara e crônica
Fonte: J. bras. nefrol;41(1):131-141, Jan.-Mar. 2019. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Care for patients with chronic and rare diseases is complex, especially considering the lack of knowledge about the disease, which makes early and precise diagnosis difficult, as well as the need for specific tests, sometimes of high complexity and cost. Added to these factors are difficulties in obtaining adequate treatment when available, in raising patient and family awareness about the disease and treatment compliance. Nephropathic cystinosis is among these diseases. After more than 20 years as a care center for these patients, the authors propose a follow-up protocol, which has been used with improvement in the quality of care and consists of a multidisciplinary approach, including care provided by a physician, nurse, psychologist, nutritionist and social worker. In this paper, each field objectively exposes how to address points that involve the stages of diagnosis and its communication with the patient and their relatives or guardians, covering the particularities of the disease and the treatment, the impact on the lives of patients and families, the approach to psychological and social issues and guidelines on medications and diets. This protocol could be adapted to the follow-up of patients with other rare diseases, including those with renal involvement. This proposal is expected to reach the largest number of professionals involved in the follow-up of these patients, strengthening the bases for the creation of a national protocol, observing the particularities of each case.

Resumo A assistência a pacientes com doenças crônicas e raras é complexa, principalmente pela falta de disseminação de conhecimento sobre a doença, o que dificulta o diagnóstico preciso e precoce, além da necessidade da realização de exames específicos, por vezes de alta complexidade e custo. Somam-se a esses fatores dificuldades na obtenção de tratamento adequado quando disponível, na conscientização do paciente e da família sobre a doença e na aderência ao tratamento. A cistinose nefropática está entre essas doenças. Após mais de 20 anos como centro de atendimento a esses pacientes, os autores propõem um protocolo de seguimento, o qual vem sendo empregado com melhora na qualidade da assistência e consiste de uma abordagem multidisciplinar, incluindo, principalmente, atendimento prestado por médico, enfermeiro, psicólogo, nutricionista e assistente social. Neste artigo, cada área expõe de maneira objetiva como abordar pontos que envolvem as etapas do diagnóstico e sua comunicação ao paciente e a seus familiares ou responsáveis, abrangendo as particularidades da doença e do tratamento, o impacto na vida do paciente e de sua família, a abordagem das questões psicológicas e sociais e orientações quanto a medicamentos e dietas. Considera-se que este protocolo poderia ser adaptado ao seguimento de pacientes portadores de outras doenças raras, incluindo aquelas com envolvimento renal. Com essa proposta, espera-se alcançar o maior número de profissionais envolvidos no seguimento desses pacientes, fortalecendo as bases para a criação de um protocolo nacional, observando-se as particularidades de cada caso.
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 1528 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1002425 LILACS-Express
Autor: Nerbass, Fabiana Baggio; Canzi, Edcléia Regina; Araujo, Renata dos Anjos; Corrêa, Dyane; Santos, Rafaela Gonzaga dos; Vieira, Marcos Alexandre; Morais, Jyana Gomes.
Título: Differences in phosphatemia and frequency of consumption of dietary sources of phosphorus in hemodialysis patients in southern and northern Brazil / Diferenças na fosfatemia e na frequência de consumo de fontes alimentares de fósforo em pacientes em hemodiálise do sul e norte do Brasil
Fonte: J. bras. nefrol;41(1):83-88, Jan.-Mar. 2019. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction: Hyperphosphatemia is associated with unfavorable outcomes, and the percentage of patients presenting with this condition in hemodialysis (HD) in kidney foundation units in the state of Santa Catarina (SC) is historically higher than that of patients in the state of Tocantins (TO). Objective: To assess the frequency of consumption of the main dietary sources of phosphorus and to compare them between the two states. Methodology: A cross-sectional study was carried out involving 123 patients, 66 of SC and 57 of TO: 52% were men, average age was 46.9 ± 15.7 years, and mean HD time 48 (57-71) months. A food frequency questionnaire (FFQ) with 33 items that are dietary sources of phosphorus was applied. A consumption score was calculated for sources of organic, inorganic, and total phosphorus, and the six-month average of phosphatemia was obtained. Results: The mean phosphatemia of SC patients was higher (6.2 ± 1.5 vs 4.7 ± 1.3 mg/dL, p <0001) than TO patients, as well as the prevalence of hyperphosphatemia (62% vs 28%; p <10001). In the total sample, the foods most frequently consumed were milk and beans. Comparing the frequency of consumption between the two states, a significant difference was found in 17 items. In TO, beef and beans were the foods most frequently consumed, and in SC, fourteen other items of the FFQ (pork, sausages, dairy products, etc.) were the most frequently consumed. Phosphatemia correlated with the frequency of consumption of inorganic phosphorus sources. Conclusion: the frequency of consumption of several items was different between the states, and this explains the differences in phosphatemia between the two regions.

Resumo Introdução: A hiperfosfatemia está associada a desfechos desfavoráveis, e o percentual de pacientes que apresentam essa condição em unidades de hemodiálise (HD) de uma mesma instituição no estado de Santa Catarina (SC) é historicamente maior que o de pacientes do estado do Tocantins (TO). Objetivo: Conhecer a frequência do consumo das principais fontes dietéticas de fósforo e compará-las entre os dois estados. Metodologia: Estudo transversal do qual participaram 123 pacientes, 66 de SC e 57 do TO: 52% homens; idade=46,9±15,7 anos; tempo de HD=48 (57-71) meses. Foi aplicado um questionário de frequência alimentar (QFA) com 33 itens, fontes dietéticas de fósforo. Uma pontuação de consumo foi calculada para fontes de fósforo orgânico, inorgânico e total, e obtida a média semestral da fosfatemia. Resultados: A média da fosfatemia dos pacientes de SC foi maior (6,2±1,5 vs 4,7±1,3 mg/dl; p<0001), bem como a prevalência de hiperfosfatemia (62% vs 28%; p<0001). Na amostra total, os alimentos mais frequentemente consumidos foram leite e feijão. Comparando a frequência de consumo entre os dois estados, houve diferença significativa em 17 itens. Em TO, maior frequência de consumo de carne bovina e feijão, e em SC, de outros quatorze itens do QFA (carne suína, embutidos, laticínios, etc.). A fosfatemia se correlacionou com a pontuação de frequência de consumo de fontes de fósforo inorgânico. Conclusão: a frequência de consumo de vários itens foi diferente entre os estados, e esse achado pode ser uma das razões que explicam as disparidades na fosfatemia entre as duas regiões.
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 1528 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1002424 LILACS-Express
Autor: Schmidt, Debora Berger.
Título: Quality of life and mental health in hemodialysis patients: a challenge for multiprofessional practices / Qualidade de vida e saúde mental em pacientes em hemodiálise: um desafio para práticas multiprofissionais
Fonte: J. bras. nefrol;41(1):10-11, Jan.-Mar. 2019.
Idioma: en.
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 1528 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Bastos, Marcus Gomes
Texto completo
Id: biblio-1002423 LILACS-Express
Autor: Pereira, Priscila Moreira de Lima; Soares, Íris Teixeira; Bastos, Marcus Gomes; Cândido, Ana Paula Carlos.
Título: Thumb adductor muscle thickness used in the nutritional assessment of chronic kidney disease patients under conservative treatment / Espessura do músculo adutor do polegar para avaliação nutricional de portadores de doença renal crônica em tratamento conservador
Fonte: J. bras. nefrol;41(1):65-73, Jan.-Mar. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction: Evaluate the association between the thumb adductor muscle thickness and the patient's nutritional status, and propose cutoff points for muscle mass depletion in elderly patients with chronic kidney disease (CKD) under conservative treatment. Epidemiological and cross-sectional study, including patients with CKD stages 3 to 5, older than 60 years. Socioeconomic, clinical, physical activity and anthropometric data was obtained. TAMT was described and compared according to CKD stage, socioeconomic data, physical activity, nutritional status and correlated with age, glomerular filtration rate and anthropometric variables. Receiver Operating Characteristic (ROC) curves were produced, considering the lean tissue index classification as reference. The cut-off point was defined by the Youden index. Results: We evaluated 137 individuals. The TAMT was lower in malnourished and/or depleted muscle mass individuals; among males it was higher among those who practiced physical activities (p <0.05). This measure was moderately correlated with BMI, calf and brachial circumferences, lean body tissue, lean tissue index and body cell mass (r <0.7); negatively with age (r = -0.34). The ROC curve analysis determined cut points of 15.33 mm for females and 20.33 mm for males, with 72.22% and 62.50% accuracy, respectively. Conclusion: TAMT is used to estimate muscle mass and we suggest the cutoff point is useful to rule out the likelihood of muscle mass depletion. It is recommended that it be used in a complementary way in nutritional assessment.

Resumo Introdução: Avaliar a associação da espessura do músculo adutor do polegar (EMAP) com o estado nutricional e propor pontos de corte para depleção de massa muscular em idosos portadores da doença renal crônica (DRC) em tratamento conservador. Metodologia: Estudo epidemiológico, delineamento transversal, incluindo portadores de DRC estágios 3 a 5, acima de 60 anos. Obteve-se dados socioeconômicos, clínicos, prática de atividade física e antropométricos. A EMAP foi descrita e comparada de acordo com o estágio da DRC, dados socioeconômicos, atividade física e estado nutricional e correlacionada com idade, taxa de filtração glomerular e variáveis antropométricas. Foram produzidas curvas Receiver Operating Characteristic (ROC), considerando como padrão de referência a classificação do índice de tecido magro. O ponto de corte foi definido pelo índice Youden. Resultados: Avaliou-se 137 indivíduos. A EMAP foi inferior nos desnutridos e/ou com depleção de massa muscular; no sexo masculino foi superior nos praticantes de atividade física (p<0,05). A medida se correlacionou moderadamente com IMC, circunferência da panturrilha e braquial, tecido de massa magra, índice de tecido magro e massa celular corporal (r<0,7), e negativamente com a idade (r=-0,34). A análise da curva ROC determinou pontos de corte de 15,33 mm para o sexo feminino e 20,33 mm para o masculino, com acurácia de 72,22% e 62,50%, respectivamente. Conclusão: A EMAP serve para estimar a massa muscular, e o ponto de corte sugerido é útil para afastar a probabilidade de depleção de massa muscular. Recomenda-se que seja utilizada de forma complementar na avaliação nutricional.
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 1528 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1002422 LILACS-Express
Autor: Saour, Basil M.; Wang, Jeffrey H.; Lavelle, Michael P.; Mathew, Roy O.; Sidhu, Mandeep S.; Boden, William E.; Sacco, Joseph D.; Costanzo, Eric J.; Hossain, Mohammad A.; Vachharanji, Tuhsar; Alrefaee, Anas; Asif, Arif.
Título: TpTe and TpTe/QT: novel markers to predict sudden cardiac death in ESRD? / TpTe e TpTe/QT: novos marcadores para prever morte súbita cardíaca na DRT?
Fonte: J. bras. nefrol;41(1):38-47, Jan.-Mar. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: VA Information Resource Center.
Resumo: ABSTRACT Introduction: Reliable markers to predict sudden cardiac death (SCD) in patients with end stage renal disease (ESRD) remain elusive, but echocardiogram (ECG) parameters may help stratify patients. Given their roles as markers for myocardial dispersion especially in high risk populations such as those with Brugada syndrome, we hypothesized that the Tpeak to Tend (TpTe) interval and TpTe/QT are independent risk factors for SCD in ESRD. Methods: Retrospective chart review was conducted on a cohort of patients with ESRD starting hemodialysis. Patients were US veterans who utilized the Veterans Affairs medical centers for health care. Average age of all participants was 66 years and the majority were males, consistent with a US veteran population. ECGs that were performed within 18 months of dialysis initiation were manually evaluated for TpTe and TpTe/QT. The primary outcomes were SCD and all-cause mortality, and these were assessed up to 5 years following dialysis initiation. Results: After exclusion criteria, 205 patients were identified, of whom 94 had a prolonged TpTe, and 61 had a prolonged TpTe/QT interval (not mutually exclusive). Overall mortality was 70.2% at 5 years and SCD was 15.2%. No significant difference was observed in the primary outcomes when examining TpTe (SCD: prolonged 16.0% vs. normal 14.4%, p=0.73; all-cause mortality: prolonged 55.3% vs. normal 47.7%, p=0.43). Likewise, no significant difference was found for TpTe/QT (SCD: prolonged 15.4% vs. normal 15.0%, p=0.51; all-cause mortality: prolonged 80.7% vs. normal 66.7%, p=0.39). Conclusions: In ESRD patients on hemodialysis, prolonged TpTe or TpTe/QT was not associated with a significant increase in SCD or all-cause mortality.

RESUMO Introdução: Marcadores confiáveis para predizer morte súbita cardíaca (MSC) em pacientes com doença renal terminal (DRT) permanecem elusivos, mas os parâmetros do ecocardiograma (ECG) podem ajudar a estratificar os pacientes. Devido a seus papéis como marcadores para a dispersão miocárdica, especialmente em populações de alto risco, como aquelas com síndrome de Brugada, nós hipotetizamos que o intervalo pico da onda T ao final da onda T (TpTe) e TpTe/QT são fatores de risco independentes para MSC na DRT. Métodos: Revisão retrospectiva do prontuário foi realizada em uma coorte de pacientes com DRT iniciando a hemodiálise. Os pacientes eram veteranos de guerra americanos que utilizavam os centros médicos do Veterans Affairs para atendimento médico. A idade média de todos os participantes foi de 66 anos e a maioria era do sexo masculino, consistente com uma população veterana dos EUA. ECGs que foram realizados dentro de 18 meses após o início da diálise, e foram avaliados manualmente para TpTe e TpTe/QT. Os desfechos primários foram MSC e mortalidade por todas as causas, e estes foram avaliados até 5 anos após o início da diálise. Resultados: Após o critério de exclusão, foram identificados 205 pacientes, dos quais 94 com TpTe prolongado e 61 com intervalo TpTe/QT prolongado (não mutuamente exclusivo). A mortalidade geral foi de 70,2% em 5 anos e a MSC foi de 15,2%. Nenhuma diferença significativa foi observada nos desfechos primários ao se avaliar o TpTe (MSC: prolongado 16,0% versus normal 14,4%, p = 0,73; mortalidade por todas as causas: prolongado 55,3% vs. normal 47,7%, p = 0,43). Da mesma forma, nenhuma diferença significativa foi encontrada para TpTe/QT (MSC: prolongado 15,4% vs. normal 15,0%, p = 0,51; mortalidade por todas as causas: prolongado 80,7% vs. normal 66,7%, p = 0,39). Conclusões: Em pacientes com insuficiência renal terminal em hemodiálise, TpTe ou TpTe/QT prolongados não foram associados a um aumento significativo da morte súbita ou mortalidade por todas as causas.
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 1528 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1002421 LILACS-Express
Autor: Franco, Álvaro de Oliveira; Starosta, Rodrigo Tzovenos; Roriz-Cruz, Matheus.
Título: The specific impact of uremic toxins upon cognitive domains: a review / O impacto específico de toxinas urêmicas em domínios cognitivos: uma revisão
Fonte: J. bras. nefrol;41(1):103-111, Jan.-Mar. 2019. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT One of the mechanisms proposed for chronic kidney disease (CKD)-related cognitive impairment is the accumulation of uremic toxins due to the deterioration of the renal clearance function. Cognition can be categorized into five major domains according to its information processing functions: memory, attention, language, visual-spatial, and executive. We performed a review using the terms 'uric acid', 'indoxyl sulfate', 'p-cresyl sulfate', 'homocysteine', 'interleukins' and 'parathyroid hormone'. These are the compounds that were found to be strongly associated with cognitive impairment in CKD in the literature. The 26 selected articles point towards an association between higher levels of uric acid, homocysteine, and interleukin 6 with lower cognitive performance in executive, attentional, and memory domains. We also reviewed the hemodialysis effects on cognition. Hemodialysis seems to contribute to an amelioration of CKD-related encephalopathic dysfunction, although this improvement occurs more in some cognitive domains than in others.

RESUMO Um dos mecanismos propostos para explicar o comprometimento cognitivo relacionado à doença renal crônica (DRC) é o acúmulo de toxinas urêmicas devido à deterioração da função de depuração renal. A cognição pode ser categorizada em cinco domínios principais de acordo com suas funções de processamento de informações: memória, atenção, linguagem, visual-espacial e executiva. Realizamos uma revisão usando os termos "ácido úrico", "indoxil sulfato", "p-cresil sulfato", "homocisteína", "interleucinas" e "paratormônio". Estes são os compostos que se mostraram fortemente associados ao comprometimento cognitivo na DRC na literatura. Os 26 artigos selecionados apontam para uma associação entre níveis mais elevados de ácido úrico, homocisteína e interleucina-6 com menor desempenho cognitivo nos domínios executivo, atenção e de memória. Também revisamos os efeitos da hemodiálise na cognição. A hemodiálise parece contribuir para uma melhoria da disfunção encefalopática relacionada à DRC, embora essa melhora ocorra mais em alguns domínios cognitivos do que em outros.
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 153 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde