Base de dados : LILACS
Pesquisa : J. bras. nefrol [Revista]
Referências encontradas : 1577 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 158 ir para página                         

  1 / 1577 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1040260 LILACS-Express
Autor: Erken, Ertugrul.
Título: Geriatric assessment in elderly hemodialysis patients / Avaliação geriátrica em pacientes idosos em hemodiálise
Fonte: J. bras. nefrol;41(3):310-311, July-Sept. 2019.
Idioma: en.
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 1577 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Lugon, Jocemir Ronaldo
Texto completo
Id: biblio-1040259 LILACS-Express
Autor: Viana, Fernanda Siqueira; Boechat, Yolanda Eliza M.; Lugon, Jocemir Ronaldo; Matos, Jorge Paulo Strogoff de.
Título: Differences in quality of life and cognition between the elderly and the very elderly hemodialysis patients / Diferenças na cognição e na qualidade de vida entre os pacientes idosos e os muito idosos em hemodiálise
Fonte: J. bras. nefrol;41(3):375-383, July-Sept. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction: In the last decades, there was an expressive increase in the number of elderly patients with chronic kidney disease starting hemodialysis. Thus, our goal was to evaluate the profile of the elderly in chronic hemodialysis and to compare the cognition and quality of life of the younger elderly with those of the very elderly. Methods: Patients on hemodialysis for at least 3 months, who were 65 years of age or older when they started dialysis were invited to participate, and stratified according to age (under or over 80 years). The participants answered a clinical-epidemiological questionnaire and underwent cognitive tests (Mini Mental State Exam [MMSE], clock drawing test [CDT] and verbal fluency test [VFT]) and a quality of life assessment 36- Item Short Form Health Survey). Results: Of the 125 eligible patients, 124 agreed to participate. The mean age was 76 ± 6 years (28% ≥ 80 years), 56% were men and 55% had ≥ 8 years of schooling. Depression was suggested in 38%. The prevalence of cognitive deficit was 38%, 70% and 30%, by MEEM, CDT and VFT, respectively. The prevalence of any deficit was higher among the very elderly (94% vs. 72%, p = 0.007). Quality of life scores were similar between the two age groups, except for the functional capacity domain, worse in the group with ≥ 80 years (p = 0.033). Conclusion: Elderly patients on chronic hemodialysis have a high prevalence of cognitive deficits, especially the very elderly, but this group does not have a worse quality of life, except for functional capacity.

Resumo Introdução: Nas últimas décadas, houve um aumento expressivo no número de pacientes idosos com doença renal crônica iniciando hemodiálise. Assim, nosso objetivo foi avaliar o perfil de idosos em hemodiálise crônica e comparar a cognição e a qualidade de vida dos idosos com as de muito idosos. Métodos: Pacientes em hemodiálise havia pelo menos 3 meses, que tinham 65 anos ou mais quando começaram o tratamento dialítico foram convidados a participar, e estratificados de acordo com a idade (menores ou maiores de 80 anos). Os participantes responderam a um questionário clinico-epidemiológico e foram submetidos a testes cognitivos (miniexame do estado mental [MEEM], teste do relógio [TDR] e teste de fluência verbal [TFV]) e a uma avaliação de qualidade de vida 36-Item Short Form Health Survey). Resultados: Dos 125 pacientes elegíveis, 124 concordaram em participar. A idade média foi de 76 ± 6 anos (28% ≥ 80 anos), 56% eram homens e 55% tinham ≥ 8 anos de escolaridade. Depressão foi sugerida em 38%. A prevalência de déficit cognitivo foi 38%, 70% e 30%, pelo MEEM, TDR e TFV, respectivamente. A prevalência de qualquer déficit foi maior entre os muito idosos (94% vs. 72%, p = 0,007). Os escores de qualidade de vida foram semelhantes entre os dois grupos etários, exceto pelo domínio da capacidade funcional, pior no grupo com ≥ 80 anos (p = 0.033). Conclusão: Os pacientes idosos em hemodiálise crônica apresentam elevada prevalência de déficit cognitivo, especialmente os muito idosos, mas esse grupo não possui pior qualidade de vida, exceto pelo aspecto da capacidade funcional.
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 1577 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1040258 LILACS-Express
Autor: Ribeiro, Isabella Carvalho; Roza, Noemí Angelica Vieira; Duarte, Diego Andreazzi; Guadagnini, Dioze; Elias, Rosilene Motta; Oliveira, Rodrigo Bueno de.
Título: Clinical and microbiological effects of dialyzers reuse in hemodialysis patients / Efeitos clínicos e microbiológicos do reúso de dialisadores em pacientes em hemodiálise
Fonte: J. bras. nefrol;41(3):384-392, July-Sept. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: FAEPEX-UNICAMP.
Resumo: Abstract Introduction: Chronic kidney disease (CKD) has a high prevalence and is a worldwide public health problem. Reuse of dialyzers is a cost reduction strategy used in many countries. There is controversy over its effects on clinical parameters and microbiological safety. Methods: In this clinical crossover study, 10 patients performed consecutive hemodialysis (HD) sessions divided in two phases: "single use" sessions (N = 10 HD sessions) followed by "dialyzer reuse" sessions (N = 30 HD sessions). Clinical, laboratory, and microbiological parameters were collected in the following time points: "single use", 1st, 6th, and 12th sessions with reuse of dialyzers, including bacterial cultures, endotoxins quantification in serum and dialyzer blood chamber, and detection of hemoglobin and protein residues in dialyzers. Results: Mean age of the sample was 37 ± 16 years, 6 (60%) were men, and 5 (50%) were white. CKD and HD vintage were 169 ± 108 and 47 (23-111) months, respectively. Serum C-reactive protein (CRP) [4.9 (2.1) mg/mL], ferritin (454 ± 223 ng/mL), and endotoxin levels [0.76 (0.61-0.91) EU/mL] were high at baseline. Comparison of pre- and post-HD variations of serum levels of CRP and endotoxins in the "single use" versus "reuse" phases did not result in differences (p = 0.8 and 0.4, respectively). Samples of liquid in the dialyzer inner chamber were negative for the growth of bacteria or endotoxins. There was no significant clinical manifestation within and between the phases. Conclusion: Dialyzers reuse was safe from a clinical, microbiological, and inflammatory point of view. The dialyzer performance remained adequate until the 12th reuse.

Resumo Introdução: A doença renal crônica (DRC) é um problema de saúde pública mundial de alta prevalência. O reúso de dialisadores é uma estratégia de redução de custos empregada em muitos países. Seus efeitos sobre parâmetros clínicos e de segurança microbiológica são alvo de controvérsia. Métodos: No presente estudo clínico cruzado, 10 pacientes realizaram sessões consecutivas de hemodiálise (HD) divididas em duas fases: a primeira com sessões de "uso único" (N = 10 sessões de HD) e a segunda com sessões com "reúso de dialisadores" (N = 30 sessões de HD). Parâmetros clínicos, laboratoriais e microbiológicos foram registrados nos seguintes momentos: "uso único", 1a, 6a e 12a sessões com reúso de dialisadores, incluindo culturas bacterianas, quantificação de endotoxinas no soro e na câmara interna do dialisador e detecção de hemoglobina e resíduos de proteína nos dialisadores. Resultados: A idade média da amostra foi de 37 ± 16 anos seis (60%) eram homens e cinco (50%) eram brancos. Os tempos com DRC e em HD foram de 169 ± 108 e 47 (23-111) meses, respectivamente. Os níveis séricos de proteína C-reativa (PCR) [4,9 (2,1) mg/mL], ferritina (454 ± 223 ng/mL) e endotoxinas [0,76 (0,61-0,91) UE/mL] estavam elevados no início do estudo. A diferença dos níveis séricos de PCR e endotoxinas pré e pós-HD nas fases de "uso único" e "reúso" não foi significativa (p = 0,8 e 0,4, respectivamente). As amostras de líquido retiradas da câmara interna do dialisador foram negativas para crescimento de bactérias e endotoxinas. Não houve registro de manifestações clínicas significativas nas fases do estudo. Conclusão: O reúso de dialisadores foi seguro dos pontos de vista clínico, microbiológico e inflamatório. O desempenho do dialisador permaneceu adequado até o 12º reuso.
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 1577 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1040257 LILACS-Express
Autor: Lima, Helbert do Nascimento; Saibel, Tais; Colato, Gisele; Cabral, Norberto Luiz.
Título: The impact of acute kidney injury on fatality of ischemic stroke from a hospital-based population in Joinville, Brazil / O impacto da insuficiência renal aguda na letalidade do acidente vascular cerebral isquêmico de uma população de base hospitalar em Joinville, Brasil
Fonte: J. bras. nefrol;41(3):323-329, July-Sept. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction: The occurrence of acute kidney injury (AKI) after ischemic stroke has been associated to a worse prognosis. There is a lack of Brazilian studies evaluating this issue. This study aimed to describe the impact of AKI after a first-ever ischemic stroke in relation to fatality rate in 30 days. Methods: This was a retrospective hospital-based cohort. We included patients who had their first ischemic stroke between January to December 2015. AKI was defined by an increase of serum creatinine in relation to baseline value at admission ≥ 0.3 mg/dL or a rise in serum creatinine level by 1.5 times the baseline value at any point in the first week after admission. We performed a univariate and multivariate analysis to evaluate the presence of AKI with fatality in 30 days. Results: The final study population (n=214) had mean age of 66.46 ± 13.73 years, 48.1% were men, the mean NIHSS was 6.33 ± 6.27 and 20 (9.3%) presented AKI. Patients with AKI were older, had a higher score on the NIHSS, and had higher creatinine values on hospital discharge. The 30-day mortality was higher in the AKI subgroup compared to non-AKI (35% vs. 6.2%, p < 0.001). AKI was an independent predictor of fatality after an ischemic stroke but limited by severity of stroke (NIHSS). Conclusion: The presence of AKI is an important complication after ischemic stroke. Despite its impact on 30-day fatality, the predictive strength of AKI was limited by the severity of stroke.

Resumo Introdução: A ocorrência de insuficiência renal aguda (IRA) após acidente vascular cerebral isquêmico (AVCI) está associada a pior prognóstico. Há uma deficiência de estudos brasileiros a respeito dessa questão. O presente estudo teve como objetivo descrever o impacto da IRA após o primeiro episódio de AVCI em relação à taxa de letalidade em 30 dias. Métodos: A presente coorte retrospectiva de base hospitalar incluiu pacientes que sofreram seu primeiro AVCI entre janeiro e dezembro de 2015. IRA foi definida por elevações da creatinina sérica em relação ao valor basal na internação ≥ 0.3 mg/dL ou aumento da creatinina sérica equivalente a 1,5 vez o valor basal em qualquer instante durante a primeira semana após a internação. Foi realizada análise univariada e multivariada para avaliar a presença de IRA com letalidade em 30 dias. Resultados: A população final do estudo (n = 214) apresentou média de idade de 66,46 ± 13,73 anos; 48,1% eram homens; a média de pontuação no NIHSS foi 6,33 ± 6,27; e 20 (9,3%) apresentaram IRA. Pacientes com IRA tinham idade mais avançada, pontuação maior na NIHSS e valores mais elevados de creatinina no momento da alta hospitalar. A mortalidade em 30 dias foi maior no subgrupo com IRA em comparação ao grupo sem IRA (35% vs. 6,2%, p < 0,001). IRA foi preditor independente de mortalidade após AVCI, porém limitado pela gravidade do acidente vascular cerebral (NIHSS). Conclusão: A presença de IRA é uma complicação importante após AVCI. Apesar de seu impacto na letalidade de 30 dias, a força preditiva da IRA foi limitada pela gravidade do AVC.
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 1577 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Bastos, Marcus Gomes
Texto completo
Id: biblio-1040256 LILACS-Express
Autor: Bastos, Marcus Gomes; Dalamura, Ramon de Oliveira; Vieira, Ana Luisa Silveira; Pazeli Jr., José.
Título: Use of artisanal simulators in the ultrasound training for invasive procedures in nephrology: venous access and renal biopsy / Utilização de simuladores artesanais no treinamento ultrassonográfico de procedimentos invasivos em nefrologia: acesso venoso e biópsia renal
Fonte: J. bras. nefrol;41(3):423-426, July-Sept. 2019. graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Introduction: Vascular access and renal biopsy are common procedures in nephrology. In this study, two artisanal simulators of very low cost and excelent image quality are (prented) presented to guide, by ultrasound, the venous access and renal biopsy. Methods: The simulators are constructed using chicken breast slices, Penrose drain, plastic milk shake straw and pig kidney. Results: Both simulators enable immediate identification of the anatomical structures of interest, vessels and kidney, and enable spatial orientation and hand-eye coordination, essential for the development of the necessary skills to safely carry out invasive procedures. Conclusion: The simulators described, were extremely useful for simulating venous access and renal biopsy guided by ultrasonography, enabling training to reduce the failure rate in punctures and the potential complications associated with the described procedures.

RESUMO Introdução: O acesso vascular e a biópsia renal são procedimentos comuns na prática nefrológica. Neste estudo, são apresentados dois simuladores artesanais de baixo custo e excelente qualidade de imagem para guiar, ultrassonograficamente, o acesso venoso e a biópsia renal. Métodos: Os simuladores são construídos utilizando fatias de peito de frango, dreno de Penrose, canudo plástico milk shake e rim de porco. Resultados: Ambos os simuladores permitem a identificação imediata das estruturas anatômicas de interesse, vasos e rim, e possibilitam a orientação espacial e coordenação olho-mão, essenciais para o desenvolvimento das habilidades necessárias para realizar seguramente procedimentos invasivos. Conclusão: Os simuladores descritos, extremamente úteis para as simulações do acesso venoso e a biópsia renal guiados por ultrassonografia, possibilitam o treinamento objetivando a redução do insucesso das punções e das complicações potenciais associadas aos procedimentos descritos.
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 1577 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1040255 LILACS-Express
Autor: Aristizabal-Alzate, Arbey; Nieto-Rios, John Fredy; Ocampo-Kohn, Catalina; Serna-Higuita, Lina Maria; Bello-Marquez, Diana Carolina; Zuluaga-Valencia, Gustavo Adolfo.
Título: Successful multiple-exchange peritoneal dialysis in a patient with severe hematological toxicity by methotrexate: case report and literature review / Diálise peritoneal com múltiplas trocas bem-sucedida em paciente com grave toxicidade hematológica por metotrexato: relato de caso e revisão de literatura
Fonte: J. bras. nefrol;41(3):427-432, July-Sept. 2019. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Methotrexate is an effective medication to control several diseases; however, it can be very toxic, being myelosuppression one of its main adverse effects, which increases in severity and frequency in patients with renal failure. We present the case of a 68-year-old man with chronic, end-stage renal disease associated with ANCA vasculitis, under treatment with peritoneal dialysis, who received the medication at a low dose, indicated by disease activity, which presented as a complication with severe pancytopenia with mucositis that improved with support measures and multiple-exchange peritoneal dialysis. We reviewed 20 cases published to date of pancytopenia associated with methotrexate in patients on dialysis and found high morbidity and mortality, which is why its use in this type of patient is not recommended. However, when this complication occurs, a therapeutic option could be the use of multiple-exchange peritoneal dialysis in addition to supportive therapy for drug-related toxicity, although it is recognized that studies are required to show the role of multiple-exchange peritoneal dialysis in the removal of this medication.

Resumo Apesar de sua toxicidade, o metotrexato é um medicamento eficaz no controle de várias doenças. A mielossupressão, um de seus principais efeitos adversos, aumenta em gravidade e frequência nos pacientes com insuficiência renal. Apresentamos o caso de um homem de 68 anos de idade com doença renal terminal relacionada à vasculite associada ao ANCA em diálise peritoneal, que recebeu a medicação em dose baixa em função da atividade da doença e que teve como complicação pancitopenia grave com mucosite, tratada com medidas de suporte e diálise peritoneal com múltiplas trocas. Revisamos 20 casos publicados até o presente momento sobre pancitopenia associada a metotrexato em pacientes em diálise. Foi identificada alta morbidade e mortalidade, razão pela qual seu uso nesse tipo de paciente não é recomendado. No entanto, quando esta complicação ocorre, uma opção terapêutica pode ser o uso de diálise peritoneal com múltiplas trocas, além da terapia de suporte para toxicidade medicamentosa. Maiores estudos são necessários para demonstrar o papel da diálise peritoneal com múltiplas trocas na remoção desse medicamento.
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 1577 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1040254 LILACS-Express
Autor: Upadhyay, Ashish.
Título: Dialyzer reuse: is it safe and worth it? / Reutilização do dialisador: é seguro e vale a pena?
Fonte: J. bras. nefrol;41(3):312-314, July-Sept. 2019.
Idioma: en.
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 1577 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1040253 LILACS-Express
Autor: Bucharles, Sérgio Gardano Elias; Wallbach, Krissia K.S.; Moraes, Thyago Proença de; Pecoits-Filho, Roberto.
Título: Hypertension in patients on dialysis: diagnosis, mechanisms, and management / Hipertensão em pacientes em diálise: diagnóstico, mecanismos e tratamento
Fonte: J. bras. nefrol;41(3):400-411, July-Sept. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Hypertension (blood pressure > 140/90 mm Hg) is very common in patients undergoing regular dialysis, with a prevalence of 70-80%, and only the minority has adequate blood pressure (BP) control. In contrast to the unclear association of predialytic BP recordings with cardiovascular mortality, prospective studies showed that interdialytic BP, recorded as home BP or by ambulatory blood pressure monitoring in hemodialysis patients, associates more closely with mortality and cardiovascular events. Although BP is measured frequently in the dialysis treatment environment, aspects related to the measurement technique traditionally employed may be unsatisfactory. Several other tools are now available and being used in clinical trials and in clinical practice to evaluate and treat elevated BP in chronic kidney disease (CKD) patients. While we wait for the ongoing review of the CKD Blood Pressure KIDGO guidelines, there is no guideline for the dialysis population addressing this important issue. Thus, the objective of this review is to provide a critical analysis of the information available on the epidemiology, pathogenic mechanisms, and the main pillars involved in the management of blood pressure in stage 5-D CKD, based on current knowledge.

Resumo A hipertensão (pressão arterial > 140/90 mmHg) é muito comum em pacientes submetidos à diálise regular, com uma prevalência de 70-80%, e apenas a minoria tem controle adequado da pressão arterial (PA). Em contraste com a associação incerta entre de PA pré-dialítica com mortalidade cardiovascular, estudos prospectivos mostraram que a PA interdialítica, registrada como PA domiciliar ou pela monitorização ambulatorial da pressão arterial em pacientes em hemodiálise, está mais relacionada à mortalidade e eventos cardiovasculares. Embora a PA seja medida com frequência no ambiente de tratamento de diálise, aspectos relacionados à técnica de medição tradicionalmente empregada podem ser insatisfatórios. Várias outras ferramentas estão agora disponíveis, e estão sendo usadas em ensaios clínicos e na prática clínica para avaliar e tratar a PA elevada em pacientes com doença renal crônica (DRC). Enquanto esperamos pela revisão das diretrizes do KIDGO para a pressão sanguíneana DRC, não há nenhuma diretriz para a população em diálise abordando essa importante questão. Assim, o objetivo desta revisão é fornecer uma análise crítica das informações disponíveis sobre a epidemiologia, os mecanismos patogênicos e os principais pilares sustentadores do manejo da pressão arterial no estágio 5-D da DRC, com base no conhecimento atual.
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 1577 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1040252 LILACS-Express
Autor: Costa, Susilena Arouche; Souza, Soraia de Fátima Carvalho; Nunes, Ana Margarida Melo.
Título: Oral manifestations of renal tubular acidosis associated with secondary rickets: case report / Manifestações bucais da acidose tubular renal associada ao raquitismo secundário: relato de caso
Fonte: J. bras. nefrol;41(3):433-435, July-Sept. 2019. graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT This report describes the oral manifestations of renal tubular acidosis (RTA) associated with secondary rickets and discusses the biological plausibility of these findings. The characteristic electrolyte changes during RTA or genetic mutations that trigger RTA may be responsible for impaired amelogenesis, dental malocclusion, impacted teeth, and absent lamina dura. This report reinforces the possibility of an association between RTA and the oral manifestations described.

RESUMO Este relato de caso descreve as manifestações bucais da acidose tubular renal (ATR) associada ao raquitismo secundário e discute a plausibilidade biológica desses achados. As alterações eletrolíticas características da ATR ou as mutações genéticas que a desencadeiam podem ser responsáveis pela amelogênese imperfeita, maloclusão dentária, dentes impactados e ausência de lâmina dura. Este relato reforça a possibilidade de uma associação entre ATR e as manifestações bucais descritas.
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 1577 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1040251 LILACS-Express
Autor: Cambruzzi, Eduardo; Pêgas, Karla Lais.
Título: Pathogenesis, histopathologic findings and treatment modalities of lipoprotein glomerulopathy: A review / Patogênese, achados histopatológicos e modalidades de tratamento da glomerulopatia por lipoproteínas: Uma revisão
Fonte: J. bras. nefrol;41(3):393-399, July-Sept. 2019. graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Lipoprotein glomerulopathy (LPG) is an uncommon cause of nephrotic syndrome and/or kidney failure. At microscopy, LPG is characterized by the presence of lipoprotein thrombi in dilated glomerular capillaries due to different ApoE mutations. ApoE gene is located on chromosome 19q13.2, and can be identified in almost all serum lipoproteins. ApoE works as a protective factor in atherosclerosis due its interaction with receptor-mediated lipoprotein clearance and cholesterol receptor. Most common polymorphisms include ApoE2/2, ApoE3/2, ApoE3/3, ApoE4/2, ApoE4/3, and ApoE4/4. All age-groups can be affected by LPG, with a discrete male predominance. Compromised patients typically reveal dyslipidemia, type III hyperlipoproteinemia, and proteinuria. LPG treatment includes fenofibrate, antilipidemic drugs, steroids, LDL aphaeresis, plasma exchange, antiplatelet drugs, anticoagulants, urokinase, and renal transplantation. Recurrence in kidney graft suggests a pathogenic component(s) of extraglomerular humoral complex resulting from abnormal lipoprotein metabolism and presumably associated to ApoE.

Resumo A glomerulopatia por lipoproteínas (GLP) é uma patologia rara que causa síndrome nefrótica e/ou insuficiência renal. Na microscopia, a GLP é caracterizada pela presença de trombos de lipoproteínas em capilares glomerulares dilatados devido a diferentes mutações no gene da ApoE. O gene da ApoE está localizado no cromossomo 19q13.2 e pode ser identificado em quase todas as lipoproteínas séricas. A ApoE age como fator de proteção na arterioesclerose por conta de sua interação com a depuração de lipoproteínas mediada por receptores e com o receptor de colesterol. Dentre os polimorfismos mais comuns destacam-se ApoE2/2, ApoE3/2, ApoE3/3, ApoE4/2, ApoE4/3 e ApoE4/4. A GLP pode acometer indivíduos de todas as faixas etárias, com discreta predominância do sexo masculino. Pacientes afetados tipicamente apresentam dislipidemia, hiperlipoproteinemia tipo III e proteinúria. O tratamento da GLP é conduzido com fenofibrato, antilipêmicos, corticosteroides, LDL-aferese, troca de plasma, antiplaquetários, anticoagulantes, uroquinase e transplante renal. Recidiva no enxerto renal indica a existência de componentes patogênicos do complexo humoral extraglomerular resultante de metabolismo lipoproteico anômalo, possivelmente associado a ApoE.
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 158 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde