Base de datos : BBO
Búsqueda : A01.111 [Categoria DeCS]
Referencias encontradas : 11 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   en el formato [Largo]

página 1 de 2 va a la página        

  1 / 11 BBO  
              next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-905295
Autor: Mello, Bianca Zeponi Fernandes de.
Título: Three-dimensional morphometric analysis of dental arches of children with cleft lip and palate: longitudinal study / Análise morfométrica tridimensional dos arcos dentários de crianças com fissura labiopalatina: estudo longitudinal.
Fuente: Bauru; s.n; 2018. 62 p. ilus, tab.
Idioma: en.
Tesis: Presentada en Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia de Bauru para obtención del grado de Doutor.
Resumen: This study aimed to present two papers that show the alterations in the dental arch dimensions of children with cleft lip and palate before and after the primary surgeries. The first study aimed to evaluate the dimensional alterations of the dental arches of neonates with unilateral complete cleft lip and palate before and after two different primary plastic surgeries. The sample was composed of 114 dental casts of 57 children, divided into two groups: Group 1 ­ 26 neonates whose lip closure was accomplished at 3 months of life by Millard´s technique and the anterior and posterior palate closure by von Langenback's technique (VL); Group 2 ­ 31 neonates whose lip closure, nose's ala correction, and anterior palate closure were accomplished of life by Millard´s technique, Mcomb's or Skoog's technique, and vomer's flap, respectively at 3 months of life; posterior palate closure was accomplished by VL at 12 months of life. The dental casts were analyzed at two phases: (T1) pre-cheiloplasty and (T2) one year after palatoplasty. The second study aimed to evaluate morphometrically and longitudinally the alterations of the dental arch dimensions of children with cleft lip and palate. The sample was composed by digital dental casts of children with complete cleft lip (Group 1), complete cleft lip and palate (Group 2), and complete cleft palate (Group 3), obtained at pre-cheiloplasty (T1), pre-palatoplasty (T2), and one year after palatoplasty (T3). The measurements of the dental arch dimensions of both studies were performed directly on the digitized models and analyzed by Appliance Designer software. The following dimensions were obtained: intercanine distance, inter-tuberosity distance, anterior arch length, and total arch length. A previously trained and calibrated examiner performed the assessments of both studies. To verify the alterations among groups, t test and ANOVA followed by Tukey was applied. In the first study, no statistically significant differences occurred at pre-cheiloplasty. At one year after palatoplasty, Group 1 had statistically significant greater anterior-posterior arch length (P=0.002) than Group 2. This suggested that the outcomes of the different surgical techniques may cause alterations in the dental arch growth and development of neonates with cleft lip and palate. In the second study, in Group 1, the distances C-C', T-T', and I-TT' were statistically greater at T2 than at T1. In Group 2, the distances C-C' and I-CC' were smaller at T3. T-T' distance decreased and I-TT' distance increased at all phases. In Group 3, the C-C', T-T', and I-TT' distances were statistically greater at T3. The intergroup comparisons showed that C-C' and T-T' distances were statistically greater in Group 1; C-C' and I-CC' distances were statistically smaller in Group 2; and I-TT' distance was statistically greater in Group 3. The longitudinal evaluation of the changes occurred in the dental arches of children with different oral cleft types showed that cheiloplasty and palatoplasty caused the most alterations in the growth and development of the maxillary dimensions of children with complete cleft lip and palate.(AU)

O propósito deste estudo foi apresentar dois artigos que mostram as alterações das dimensões dos arcos dentários de crianças com fissura labiopalatina antes e depois das cirurgias primárias. O primeiro estudo foi proposto para avaliar as alterações dimensionais dos arcos dentários de neonatos com fissura labiopalatina antes e após a realização de duas técnicas distintas de cirurgias plásticas primárias. A amostra foi composta de 114 modelos dentários em gesso de 57 crianças, divididos em dois grupos: Grupo I ­ 26 neonatos, fechamento do lábio realizado aos 3 meses de vida pela técnica de Millard e palato total aos 12 meses, pela técnica de von Langenback (VL); Grupo II ­ 31 neonatos, fechamento do lábio pela técnica de Millard aos 3 meses de vida, correção de asa nasal (técnicas de Mcomb ou Skoog) e palatoplastia anterior com retalho de vômer aos 3 meses. A palatoplastia posterior foi realizada aos 12 meses pela técnica VL. Os modelos foram analisados em 2 fases: (F1) pré-queiloplastia e (F2) 1 ano pós-palatoplastia. No segundo estudo o objetivo foi realizar uma avaliação longitudinal das alterações das dimensões dos arcos dentários de crianças com fissura labiopalatina. A amostra foi composta de modelos digitais de crianças com fissura completa de lábio (Grupo 1), completa de lábio e palato (Grupo 2), e completa de palato (Grupo 3), obtidos nas fases de pré-queiloplastia (Fase 1), pré-palatoplastia (Fase 2), 1 ano póspalatoplastia (Fase 3). As medidas das dimensões dos arcos dentários nos dois estudos foram realizadas nos modelos digitalizados e analisados utilizando software Appliance Designer. As seguintes dimensões foram obtidas: distância intercaninos, distância intertuberosidade, comprimento anterior do arco dentário e comprimento total do arco. Um avaliador previamente calibrado e treinado realizou as avaliações para os dois estudos. Foi aplicado o Teste t e a Análise de Variância, seguida do Teste de Tukey. Para o primeiro estudo não houve diferença estatisticamente significante na fase pré-queiloplastia entre os grupos. Na fase 1 ano pós-palatoplastia houve diferença para o comprimento anteroposterior do arco dentário (p=0,002), entre os grupos, com valores maiores para o grupo I. Para o segundo estudo, no Grupo 1, as distâncias C-C', T-T' e I-TT' apresentaram diferença estatisticamente significante entre a F1 e F2, com aumento na F2. Para o Grupo 2, houve diferença estatisticamente significante em todas as fases avaliadas. As distâncias C-C' e I-CC' apresentaram menor valor na F3, T-T' diminuiu em todas as fases, e I-TT' aumentou em todas as fases. No Grupo 3, as distâncias C-C', T-T' e I-TT' mostraram diferença estatisticamente significante com aumento na F3. Quando avaliadas as medidas entre os grupos e fases, C-C' e T-T' mostraram um valor maior para o Grupo 1. A comparação entre F2 e F3 mostraram para as distâncias C-C' e I-CC' valor menor para o Grupo 2, e I-TT' foi maior para o Grupo 3. As avaliações longitudinais nos arcos dentários mostraram que a queiloplastia e palatoplastia causam maiores alterações de crescimento e desenvolvimento maxilares de pacientes com fissura completa de lábio e palato.(AU)
Responsable: BR28.1 - Serviço de Biblioteca e Documentação Professor Doutor Antônio Gabriel Atta
BR28.1, M489t


  2 / 11 BBO  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-883116
Autor: Ikuta, Carla Renata Sanomiya.
Título: Foraminas acessórias da região anterior da maxila em tomografia computadorizada de feixe cônico / Additional foraminas in anterior maxilla through cone beam computed tomography.
Fuente: Bauru; s.n; 2017. 70 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tesis: Presentada en Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia de Bauru para obtención del grado de Doutor.
Resumen: Por meio do exame tridimensional de Tomografia computadorizada de feixe cônico (TCFC) é possível avaliar a área de interesse previamente aos procedimentos com maior precisão. As variações anatômicas são estruturas que devem ser consideradas para a realização de cirurgias, como a foramina acessória da região anterior da maxila (FARAM). O objetivo principal do presente estudo foi avaliar a FARAM, em 150 exames de TCFC, obtidas no aparelho ICat Classic®. Por meio do programa ICat Vision® foram mensuradas o diâmetro, a distância da FARAM ao forame incisivo (FARAM-FI), da FARAM ao rebordo alveolar vestibular (FARAM-RAV) e da FARAM a sutura intermaxilar (FARAM-SI). Também foi avaliada a trajetória dos canais ósseos formados a partir da FARAM. Nos pacientes dentados, foram localizados por meio da área dos dentes: incisivo central, incisivo lateral e caninos. Foi realizada a correlação entre a presença da FARAM e o gênero e a idade. Dos 150 exames, a FARAM estava presente em 21 exames (14%). Destes, dez pacientes eram edêntulos na região de interesse de estudo e não foi possível localizar a foramina em relação aos dentes. Nenhum exame apresentou a FARAM relacionada ao incisivo central, em sete estavam relacionadas ao incisivo lateral e em quatro estavam relacionadas ao canino. Nenhum exame apresentou a FARAM bilateralmente, sendo que treze foram localizadas no lado direito e oito do lado esquerdo. O diâmetro médio da FARAM foi de 1,57 ± 0,38 mm. As médias das distâncias de FARAM-RAV foi de 11,65 ± 3,34 mm, FARAM-FI foi de 8,86 ± 2,72 mm e FARAM-SI, foi de 6,37 ± 2,9 mm. A trajetória do canal ósseo mais comum foi ascendente/oblíqua em direção a região anterior do assoalho da cavidade nasal. A correlação entre a presença da FARAM e o gênero foi estaticamente significante para os homens (p=0,055) no teste do qui-quadrado. No entanto, não foi estatisticamente significante para a idade.(AU)

Through cone beam computed tomography (CBCT) is possible to evaluate the region of interest before surgical procedures in tridimensional view. Anatomical variations should be considered for performing surgeries, as the additional foraminas in anterior maxilla (AFAM). The main aim of the present study is evaluate AFAM in 150 CBCT exams, obtained through ICat Classic® device. In ICat Vision® software, the diameter, the distance from the AFAM to the incisive foramen (AFAM-IF), AFAM to the vestibular alveolar ridge (AFAM-VAR) and AFAM intermaxillary suture (AFAM-IS) were measured. It was also evaluated the trajectory of the bony canals related to AFAM. In dentate patients, AFAM was located through the teeth area: central incisor, lateral incisor and canines. The correlation between the presence of FARAM and gender and age was investigated. The AFAM was presented in 21 exams (14%). In the positive exams, 10 patients were edentulous in the region of study interest and it was not possible to locate the foramen in relation to the teeth. Any exam presented the AFAM related to the central incisor, in seven were related to the lateral incisor and in four were related to the canine. Any exam presented the AFAM bilaterally, of which thirteen were located on the right side and eight on the left side. The mean diameter of the AFAM was 1.57 ± 0.38 mm. The distance of the AFAM-VAR 11.65 ± 3.34 mm, AFAMIF was 8.86 ± 2.72 mm and AFAM-IS was 6.37 ± 2.9 mm. The most common bone canal trajectory was upward/ oblique to the anterior region of the floor of the nasal cavity. The correlation between the presence of AFAM and the gender was statically significant for males (p=0.055) in the chi-square test. However, it was not statistically significant for age.(AU)
Responsable: BR28.1 - Serviço de Biblioteca e Documentação Professor Doutor Antônio Gabriel Atta
BR28.1, Ik8f


  3 / 11 BBO  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-881296
Autor: Yatabe Ioshida, Marilia Sayako.
Título: Three-dimensional assessment of maxillary protraction with miniplates in patients with cleft lip and palate / Avaliação tridimensional da protração ortopédica da maxila com miniplacas em pacientes com fissura labiopalatina.
Fuente: Bauru; s.n; 2016. 81 p. ilus, tab.
Idioma: en.
Tesis: Presentada en Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia de Bauru para obtención del grado de Doutor.
Resumen: The aim of this study was to assess maxillary, mandibular and glenoid fossa changes after bone anchored maxillary protraction (BAMP) therapy in patients with unilateral complete cleft lip and palate (UCLP). Methods: The experimental group comprised 24 patients with UCLP and maxillary sagittal deficiency with a mean initial age of 11.8 years. Cone-beam computed tomography (CBCT) exams of 24 patients with UCLP taken before (T1) and 18 months (T1) after beginning BAMP therapy were selected from the files of the Hospital of Rehabilitation of Craniofacial Anomalies. CBCTs were superimposed at the cranial base. Three-dimensional displacements of landmarks placed in surface models were quantified and visualized in color-coded maps and semi-transparency superimpositions. Kolmogorov-smirnov test was used to calculate distribution of normality. Paired t test was used to compare cleft and non-cleft sides (p<0.05). Results: A point and non-cleft central incisor displaced toward anterior (1.66mm), inferior (1.21mm) and to the cleft side. Orbitale, Infraorbitale foramen and maxillary first permanent molar displaced similarly toward anterior, inferior and medial direction. The zygoma displaced similarly toward anterior and inferior, however the cleft side showed a significantly greater lateral displacement compared to the non-cleft side. The superior concavity of the glenoid fossa showed symmetrical displacement toward anterior, lateral and superior, while the anterior and posterior eminences showed symmetrical displacements toward anterior, lateral and inferior. The mandible showed an overall symmetrical inferior and posterior displacement except for the medial pole of the condyle, which showed a significantly greater lateral displacement on the cleft side. Conclusions: Maxilla showed an anterior and inferior displacement. The glenoid fossa and the overall mandible symmetrically displaced downward and backward. The zygoma of the cleft side was the only maxillary landmark to show significantly greater lateral displacement than the non-cleft side, as well as the medial pole of the condyle on the cleft side.(AU)

O objetivo deste trabalho foi avaliar as alterações da maxila, mandíbula e fossa glenóide após o tratamento com protração maxilar ancorada em osso (BAMP) em pacientes com fissura unilateral completa de lábio e palato (UCLP). Métodos: o grupo experimental foi composto por 24 pacientes com UCLP e deficiência sagital de maxila com idade inicial de 11,8 anos. Foram selecionados exames de tomografia computadorizada de feixe cônico (CBCT) de 24 pacientes com fissura UCLP realizadas antes e após 18 meses de terapia com BAMP pertencentes ao Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais. Os exames de CBCT foram sobrepostos pela base do crânio. Deslocamentos tridimensionais foram mensurados por meio de pontos colocados em modelos de superfície, bem como foram visualizados em mapas coloridos e sobreposições de semi-transparência. A distribuição de normalidade foi calculada por meio do teste de Kolmogorov-Smirnov. A comparação entre os lados com e sem fissura foi realizada por meio do teste t pareado (p<0.05). Resultados: O ponto A e o incisivo central superior do lado sem fissura deslocaram para anterior (1.66mm), inferior (1.21mm) e para o lado da fissura. Os pontos Orbitário, Forame Infra-orbitário e os primeiros molares permanentes superiores se deslocaram simetricamente para anterior, inferior e medial. O ponto Zigomático deslocou simetricamente para anterior e inferior, porém o lado da fissura apresentou um deslocamento significantemente maior para lateral comparado ao lado sem fissura. A concavidade superior da fossa glenóide apresentou um deslocamento simétrico para anterior, lateral e superior. As eminências anterior e posterior da fossa glenóide apresentaram um deslocamento simétrico para anterior, lateral e inferior. No geral, não houve diferença estatisticamente significante entre os lados com e sem fissura para o deslocamente inferior e posterior da mandíbula. O polo medial do côndilo foi o único ponto em que o lado da fissura apresentou um deslocamento significantemente maior para lateral quando comparado ao lado sem fissura. Conclusões: A maxila mostrou um deslocamento simétrico para anterior e inferior. A fossa glenóide e a mandíbula mostraram um deslocamento simétrico para inferior e para trás. Entretanto, os pontos zigomático e polo medial apresentaram um deslocamento lateral significantemente maior no lado da fissura.(AU)
Responsable: BR28.1 - Serviço de Biblioteca e Documentação Professor Doutor Antônio Gabriel Atta
BR28.1, Y27t


  4 / 11 BBO  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-879886
Autor: Bueno, Patrícia Sanches Kerges.
Título: Foraminas acessórias ao forame mandibular: variações e implicações clínicas e cirúrgicas / Accessory mandibular foramina: variations and clinical and surgical implications.
Fuente: Bauru; s.n; 2017. 54 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tesis: Presentada en Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia de Bauru para obtención del grado de Mestre.
Resumen: Objetivos: Determinar a prevalência das foraminas mandibulares acessórias (FMAs) e seus possíveis canais acessórios (CAs), bem como a direção e comprimento destes, por meio de análise macroscópica de mandíbulas maceradas e seus exames tomográficos. Métodos: Foram avaliados 200 exames de tomografia computadorizada de feixe cônico (TCFC), realizados a partir de 50 mandíbulas maceradas selecionadas aleatoriamente. As mandíbulas foram submetidas a exames no aparelho i-Cat® e Accuitomo®, em uma das aquisições em cada aparelho foi introduzido um fio metálico de 0,25mm na FMA para determinar comprimento e direção dos canais acessórios que algumas davam origem, foram realizados 100 exames em cada tomógrafo. Resultados: Foram observados macroscopicamente 134 FMA e 109 CA. A maioria dos CAs apresentaram comprimento entre 10 mm e 20 mm, 72/109 dos canais acessórios foram em direção a cortical lingual. Na análise estatística os exames realizados em ambos tomógrafos apresentaram alto índice de sensibilidade, baixo índice de especificidade, alto índice de acurácia na identificação das foraminas e médio índice de acurácia na identificação dos canais acessórios. Conclusões: A TCFC é um exame de imagem ideal na identificação da FMA e seus canais, visto que seja de extrema importância para o planejamento de procedimentos odontológicos, dada sua elevada incidência na população brasileira. (AU)

Objectives: To determine the prevalence of accessory mandibular foramina (AMF) and their possible accessory canals, as well as their direction and length, through macroscopic analysis of macerated mandibles and their tomographic examinations. Methods: were evaluated 200 CBCT exams performed from 50 randomly selected macerated mandibles. The mandibles were examined in the i-Cat® and Accuitomo® apparatus, in one of the acquisitions in each apparatus was introduced a 0,25mm metal wire in the AMF to determine length and direction of the accessory canals that some gave origin, 100 examinations were performed on each tomograph. Results: We observed macroscopically 134 AMF and 109 accessory canals. The majority of the AC had length between 10 mm and 20 mm, 72/109 of the accessory canals were towards the lingual cortical. In the statistical analysis, the examinations carried out in both tomographs had a high index of sensitivity, low specificity index, high accuracy index in the identification of foraminas and a average index of accuracy in the identification of accessory canals. Conclusions: The CBCT is an ideal imaging exam to identify AMF and its canals, seeing that it is extremely important for the planning of dental procedures, given its high incidence in the Brazilian population. (AU)
Responsable: BR28.1 - Serviço de Biblioteca e Documentação Professor Doutor Antônio Gabriel Atta
BR28.1, B62f


  5 / 11 BBO  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-879658
Autor: Fiamoncini, Eduardo Stedile.
Título: Análise tridimensional tomográfica das dimensões da cavidade nasal e do espaço aéreo nasal e faríngeo superior de indivíduos submetidos à expansão da maxila cirurgicamente assistida / Three-dimensional tomographic analysis of the dimensions of the nasal cavity and nasal and upper pharyngeal airway space in subjects submitted to surgically assisted rapid maxillary expansion.
Fuente: Bauru; s.n; 2017. 147 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tesis: Presentada en Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia de Bauru para obtención del grado de Mestre.
Resumen: A expansão da maxila cirurgicamente assistida (EMCA) tem como principal objetivo o aumento da dimensão transversal da arcada dentária superior em indivíduos com atresia maxilar. Seus efeitos não são restritos à maxila, atuando também sobre a cavidade nasal e espaço aéreo faríngeo. O presente estudo teve o objetivo de avaliar a ocorrência de alterações dimensionais da cavidade nasal e no espaço aéreo nasal e faríngeo superior em indivíduos submetidos a expansão maxilar cirurgicamente assistida, por meio de 2 osteotomias diferentes. As estruturas do espaço aéreo nasal e faríngeo foram analisadas por meio de tomografias computadorizadas de feixe cônico pré e pós-operatórias de 29 indivíduos adultos, submetidos à expansão de maxila cirurgicamente assistida. Mensuração volumétrica do espaço aéreo nasal e faríngeo superior e medidas lineares das dimensões da cavidade nasal foram realizadas por meio do uso do software Dolphin Imaging 11,7. Os dados obtidos foram tabulados e submetidos à análise estatística pelos testes de variância ANOVA e Tukey (p<0,05). Os resultados mostraram que ambas as osteotomias foram eficazes na correção da deficiência transversal da maxila e apresentaram efeitos semelhantes sobre a cavidade nasal e o espaço aéreo faríngeo. Foi verificado aumento de volume do espaço aéreo faríngeo, também na região da hipofaringe. Além disso observou-se que a EMCA promove um aumento na largura do assoalho da cavidade nasal após a expansão, e, consequentemente aumento no volume do espaço aéreo nasal.(AU)

The main objective of the surgically assisted rapid maxillary expansion (SARME) is to increase the transversal dimension of the upper dental arch in individuals with maxillary atresia. Its effects are not restricted to the maxilla, also acting on the nasal cavity and pharyngeal airway. The present study aimed to evaluate the occurrence of dimensional changes in the nasal cavity and nasal and upper pharyngeal airway space in individuals submitted to surgically assisted maxillary expansion using 2 different osteotomies. Nasal and pharyngeal airway space structures were analyzed by pre-and post-operative cone beam computed tomography scans of 29 adult subjects submitted to surgically assisted maxillary expansion. Volumetric measurement of the nasal and upper pharyngeal airway and linear measurements of the nasal cavity were performed using Dolphin Imaging 11,7 software. The data were tabulated and submitted to statistical analysis by ANOVA analysis of variance and Tukey test (p <0,05). The results showed that both osteotomies were effective in correcting the transverse maxillary deficiency and presented similar effects on the nasal cavity and pharyngeal airway space. There was an increase in the volume of pharyngeal airway, also observed in the hypopharynx region. In addition, it was observed that SARME promotes an increase in the floor width of the nasal cavity after expansion, and, consequently, an increase in nasal airway volume.(AU)
Responsable: BR28.1 - Serviço de Biblioteca e Documentação Professor Doutor Antônio Gabriel Atta
BR28.1, F442a


  6 / 11 BBO  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-867955
Autor: Silva, Vinicius Laranjeira Barbosa da.
Título: Posterior teeth angulations in anterior open-bite and normal occlusion / Angulação dos dentes posteriores na mordida aberta e na oclusão normal.
Fuente: Bauru; s.n; 2014. 72 p.
Idioma: en; pt.
Tesis: Presentada en Universidade de São Paulo, Faculdade de Odontologia de Bauru para obtención del grado de Mestre.
Responsable: BR28.1 - Serviço de Biblioteca e Documentação Professor Doutor Antônio Gabriel Atta
BR28.1; Si31p


  7 / 11 BBO  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-866953
Autor: Rodrigues, Vitor Hugo Leite de Oliveira.
Título: Avaliação tridimensional das vias aéreas de pacientes submetidos à expansão maxilar cirurgicamente assistida / Tridimensional assessment of airway in patients submitted to surgically assisted rapid maxillary expansion.
Fuente: Bauru; s.n; 2013. 66 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tesis: Presentada en Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia de Bauru para obtención del grado de Mestre.
Resumen: Neste estudo comparamos o volume dos seios maxilares dos pacientes submetidos à expansão rápida de maxila cirurgicamente assistida (EMCA), por meio da tomografia computadorizada de feixe cônico (TCFC). Foram avaliados 10 pacientes submetidos a expansão rápida de maxila cirurgicamente assistida (EMCA) pela técnica da osteotomia Le Fort I subtotal, que possuíam tomografias pré e pós-operatórias de 180 dias. As imagens foram analisadas utilizando software Dolphin Imaging® (versão 11.0.03.32) que permite a avaliação do espaço aéreo, delimitando-se áreas de interesse e realizando o calculo do volume correspondente. As imagens dos seios maxilares direito (SMD) e esquerdos (SME) foram analisadas nas tomografias pré e pós-operatórias. A média das medidas de volume foi de 13,760mm³ para o SMD e 14,499mm³ no SME, nas imagens pré-operatórias e de 14,779mm³ para o SMD e 14,435mm³ para o SME, nas pós-operatórias. Os volumes pré e pós-operatórios foram avaliados estatisticamente através do teste t pareado para significância maior que 0,05. Após as cirurgias, a média de volume dos SMD apresentou um aumento significante. Este aumento também foi observado nos SME, porem não foi estatisticamente significante. A partir destes resultados, é possível concluir que existe influencia da EMCA sobre o volume dos seios maxilares.

The aim of this study was to compare the volume of the maxillary sinuses of patients undergoing surgically assisted rapid maxillary expansion (SARME), by cone beam computed tomography (CBCT). Were evaluated 10 patients submitted to surgically assisted rapid maxillary expansion (SARME) by the technique of subtotal Le Fort I osteotomy, which had pre and postoperative CT scans of 180 days. The images were analyzed using Dolphin Imaging® (version 11.0.03.32) software that enables the assessment of airspace, delimiting up areas of interest and performing the calculation of the corresponding volume. The images of the right maxillary sinus (RMS) and left (LMS) were analyzed in the pre -and postoperative CT scans. The average measure of volume was 13.760mm³ for the RMS and 14.49mm³ in the LMS, for the preoperative images and 14.779mm³ for the RMS and 14.435mm³ for the LMS, in postoperative. The pre-and postoperative volumes were evaluated statistically by the "t" test. After surgery, the mean volume of RMS showed a significant increase. This increase was also observed in LMS, however it was not statistically significant. From these results, we conclude that there SARME influence on the volume of the maxillary sinuses.
Responsable: BR28.1 - Serviço de Biblioteca e Documentação Professor Doutor Antônio Gabriel Atta


  8 / 11 BBO  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-866937
Autor: Scomparin, Leandro.
Título: Estudo do risco de injúra ao canal mandibular em imagens de tomografia computadorizada por feixe cônico / Study of the injury risk to the mandibular canal bycone beam computed tomography images.
Fuente: Bauru; s.n; 2013. 91 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tesis: Presentada en Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia de Bauru para obtención del grado de Mestre.
Resumen: O conhecimento anatômico da mandíbula, do canal mandibular e outros reparos presentes na região mandibular são essenciais para o sucesso em vários procedimentos odontológicos, variando desde o mais básico como a anestesia, até procedimentos mais complexos, tais como a instalação de implantes, cirurgias ortognáticas e até mesmo cirurgias para correções estéticas de ângulo mandibular. O objetivo deste trabalho foi analisar as distâncias presentes da cortical vestibular mandibular, até a cortical vestibular do canal mandibular em 3 regiões específicas além da avaliação da região de fusão entre o córtex vestibular e lingual em exames de TCFC. Foram selecionadas 100 imagens de exames de TCFC pertencentes ao arquivo de imagens do Departamento de Estomatologia da Faculdade de Odontologia de Bauru. Para análise das medidas foi estudado o canal mandibular sendo investigadas as distâncias em pontos específicos que seriam de grande importância durante a realização de osteotomias em ramo e corpo mandibular, bem como a possibilidade de injúria neurosensorial. A distância da cortical vestibular do canal mandibular até a cortical vestibular da mandíbula foi de 2.95 mm na região da entrada do NAI na mandíbula, 3.88 mm na região de transição do ramo mandibular para corpo mandibular e 4,72 mm para a região mesial de segundos molares. A distância média da cortical lingual do canal mandibular até a cortical lingual da mandíbula foi de 2.07 mm na região de transição de ramo mandibular para corpo mandibular e 2.22 mm na região mesial de segundos molares. A distância da cortical do soalho do canal mandibular até a base mandibular foi correspondente a 8.54 mm na área de transição de ramo mandibular para corpo mandibular e de 6.97 mm na região mesial de segundos molares. A distância média da cortical do teto do canal mandibular até a cortical óssea superior da mandíbula na região de transição de ramo mandibular para corpo mandibular foi de 16.35 mm e de 16.08 mm para a zona...

The anatomical knowledge of the jaw, the mandibular canal and other anatomical landmarks in the mandibular region are essential for success in various dental procedures, from anesthesia to implants insertions, orthognatic surgery and aesthetic corrections of mandibular angle.The aim of this paper was to locate the mandibular canal to the mandibular corticals canal in 3 specific regions and to evaluate union between the buccal and lingual cortical. We selected 100 CBCT exams of belonging to the image files of the Stomatology Department of the School of Dentistry in Bauru - Brazil.The distance of the mandibular canal cortical to the buccal plate of the mandible was 2.95 mm in the area of the entrance to the alveolar inferior nerve (AIN) into the mandibula, 3.88 mm in the transition region of the mandibular ramus to mandibular body and 4.72 mm for mesial region of second molars.The average distance of mandibular canal corticalto the lingual plate of mandible was 2.07 mm in the transition region of mandibular ramus to mandibular body and 2.22 mm in the mesial of second molars. The distance from the floor of the cortical mandibular base canal was corresponding to 8.54 mm in the area of transition of mandibular ramus to mandibular body and 6.97 mm in the mesial of second molars.The average distance from the ceiling of the cortical mandibular canal until the upper bone in mandibular cortical transition region of mandibular ramus for mandibular body was 16.35 mm and 16.08 mm for zone corresponds to the mesial area of second molars. In the mandibular foramen, place of entry of AIN in the mandibular the average obtained for the diameter of the canal was of 2.78 mm, while in the transition region between mandibular ramus and mandibular body the average for the same diameter was 3.85 mm and in the mesial of second molar this measure was 2.99 mm. In 13 of the patients surveyed had some sort of anatomical variation present in the mandibular...
Responsable: BR28.1 - Serviço de Biblioteca e Documentação Professor Doutor Antônio Gabriel Atta


  9 / 11 BBO  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Ribeiro, José Luis Duarte
Silveira, Heloisa Emilia Dias da
Texto completo
Id: lil-786820
Autor: Delamare, Eduardo Luiz; Liedke, Gabriela Salatino; Vizzotto, Mariana Boessio; Silveira, Heraldo Luis Dias da; Padilha, Dalva Maria Pereira; Ribeiro, José Luís Duarte; Silveira, Priscila Fernanda da; Silveira, Heloisa Emilia Dias da.
Título: Impact of landmark identification and standard measurement error on cephalometric analysis using a mathematical simulation model / Impacto da identificação do ponto anatômico e do erro padrão de mensuração na análise cefalométrica utilizando um modelo de simulação matemática
Fuente: Rev. Fac. Odontol. Porto Alegre;53(3):1-5, set.-out. 2012. tab.
Idioma: en.
Resumen: Objective: To assess, using a mathematical simulation model, the participation of each coordinate involved in the formation of cephalometric angles and to determine the extent to which errors in the identification of cephalometric landmarks can, individually and collectively, influence the measurement of these angles. Material and Methods: The reference values and standard errors of 13 landmarks obtained from the analysis of 30 cephalograms were used. For each landmark, 1000 observations were simulated using the Monte Carlo method. On the basis of linear regression models, equations designed to estimate measurement errors due to landmark identification errors were obtained and analysed. Results: The coordinates most involved in the formation of the angles SNA, SNB, ANB, FMA, PPL, DFC, and AEF were Ny, Ny, Ax, Goy, Poy, Poy, and Ptmx, respectively, and the standard measurement errors for these angles were 1.2, 0.9, 0.8, 1.6, 1.5, 1.5, and 1.4, respectively. Conclusion: The standard measurement error of the angle depends on the geometric impact coefficient and the standard error of the coordinates involved in the formation of the angles, and the geometric impact coefficient varies according to the angle analysed.

Objetivos: Avaliar, empregando um modelo matemático de simulação, a participação de cada coordenada envolvida na formação de ângulos cefalométricos, assim como determinar a extensão da influência dos erros na identificação dos pontos cefalométricos, individual e coletivamente, na mensuração destes ângulos. Materiais e métodos: Foram utilizados os valores de referência e os erros padrão de 13 pontos anatômicos obtidos a partir da análise de 30 cefalogramas. Para cada ponto anatômico, foram simuladas 1000 observações utilizando o método de Monte Carlo. Com base em modelos de regressão linear, foram obtidas e analisadas equações destinadas a estimar os erros de medição devido a erros na identificação dos pontos cefalométricos. Resultados: As coordenadas mais envolvidas na formação dos ângulos SNA, SNB, ANB, FMA, PPL, DFC, e AEF foram Ny, Ny, Ax, Goy, Poy, Poy, e Ptmx, respectivamente, e os erros padrão de mensuração destes ângulos foram 1,2; 0,9; 0,8; 1,6; 1,5; 1,5 e 1,4, respectivamente. Conclusões: O erro padrão de mensuração de cada ângulo cefalométrico depende do coeficiente de impacto geométrico e do erro padrão das coordenadas dos pontos anatômicos envolvidos na formação dos mesmos, sendo que o coeficiente de impacto geométrico varia de acordo com o ângulo analisado.
Responsable: BR541.1 - Biblioteca


  10 / 11 BBO  
              first record previous record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Silveira, Heloisa Emilia Dias da
Texto completo
Id: lil-719549
Autor: Arús, Nádia Assein; Vizzotto, Mariana Boessio; Silveira, Priscila Fernanda da; Correa, Leticia Ruhland; Silveira, Heraldo Luis Dias; Silveira, Heloísa Emília Dias da.
Título: Avaliação da reprodutibilidade na identificação de pontos anatômicos obtidos em telerradiografias laterais de crânios secos com e sem identificadores metálicos / Assessment of reproducibility in the identification of anatomical landmarks obtained from lateral cephalogram of dry skulls with and without metal handles
Fuente: Rev. Fac. Odontol. Porto Alegre;52(1/3):15-17, jan.-dez. 2011. tab.
Idioma: pt.
Resumen: Objetivo: Este estudo “in vitro” avaliou comparativamente as medidas cefalométricas realizadas em telerradiografias laterais de crâniossecos sem e com identificadores metálicos nos pontos anatômicos.Materiais e métodos: Foram utilizados10 crânios secos para a realização de 20 telerradiografias divididas em dois grupos: 10 telerradiografias com identificadores metálicos nos pontos anatômicos (padrão-ouro) e 10 sem identificadores. Um especialista em radiologia odontológica, treinado e calibrado, realizou os traçadoscefalométricos nos dois grupos. As comparações das medidas foramrealizadas por meio do teste t pareado e coeficiente de repetibilidade de Bland&Altman. Resultados: Os resultados mostraram existir diferençasestatisticamente significativas, pela avaliação do coeficiente derepetibilidade, entre os valores de algumas medidas realizadas sobre as telerradiografias com os identificadores metálicos (padrão-ouro) daquelas realizadas na ausência destes.Conclusão: Pode-se concluir que, mesmo treinado e calibrado, o profissionalpode gerar valores incorretos para os fatores cefalométricos. Assim, a calibragem intra-examinador não reflete a certeza do acerto, e sim a repetição de erros.

Objectives: This study evaluated cephalometric measurements fromlateral chephalograms of dry skulls with and without metal points on anatomical landmarks. Materials and methods: Ten dry skulls were used for the acquisitionof twenty radiographs divided into two groups: ten radiographs with metal points on anatomical landmarks (gold standard) and ten without the identifiers. A specialist in oral radiology, trained and calibrated, carried out the cephalometric analysis in both groups. Comparisons were performed using paired t-test and Bland & Altman coefficient of repeatability. Results: The results of repeatability coefficient showed statistically differences in some cephalometric measurements performed in cephalograms without the metal markers. Conclusion: An examiner, even if calibrated, is subject to errors incephalometric measurements. Therefore, the intra-examiner calibration may not reflect certainty of accuracy but the repetition of errors.
Responsable: BR541.1 - Biblioteca



página 1 de 2 va a la página        
   


Refinar la búsqueda
  Base de datos : Formulario avanzado   

    Buscar en el campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPS/OMS - Centro Latinoamericano y del Caribe de Información en Ciencias de la Salud