Base de datos : BBO
Búsqueda : C10.228.140.300.800 [Categoria DeCS]
Referencias encontradas : 2 [refinar]
Mostrando: 1 .. 2   en el formato [Largo]

página 1 de 1

  1 / 2 BBO  
              next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Laganá, Dalva Cruz
Yamada, Maria Cecília Miluzzi
Id: biblio-855252
Autor: Pigozzo, Mônica Nogueira; Marotti, Juliana; Laganá, Dalva Cruz; Campos, Tomie Toyota de; Tortamano Neto, Pedro; Yamada, Maria Cecília Miluzzi.
Título: Escalas subjetivas de dor e índices de prevalência de disfunção temporomandibular / Pain assessment tools and temporomandibular dysfunction prevalence indexes
Fuente: RPG, Rev. Pós-Grad;17(1):13-18, jan.-mar. 2010.
Idioma: pt.
Resumen: Em Odontologia, o estudo da dor é muito importante, embora atue sobre uma área restrita. A sintomatologia dolorosa apresenta variações individuais e temporais, dificultando a sua caracterização e, consequentemente, sua avaliação. Tal avaliação é fundamental para acompanhar a evolução clínica do paciente, para então realizar os ajustes necessários ao tratamento. O objetivo deste estudo foi realizar uma revisão da literatura sobre as escalas subjetivas de dor, a fim de apresentar o seu uso mais comum e esclarecer suas características e formas de aplicação focando em estudos sobre a disfunção temporomandibular
Responsable: BR501.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde / Sede Botânico
BR501.1; 00567


  2 / 2 BBO  
              first record previous record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Laganá, Dalva Cruz
Yamada, Maria Cecília Miluzzi
Id: lil-590684
Autor: Pigozzo, Mônica Nogueira; Marotti, Juliana; Laganá, Dalva Cruz; Campos, Tomie Toyota de; Tortamano Neto, Pedro; Yamada, Maria Cecília Miluzzi.
Título: Escalas subjetivas de dor e índices de prevalência de disfunção temporomandibular / Pain assessment tools and temporomandibular dysfunction prevalence indexes
Fuente: RPG rev. pos-grad;17(1):13-18, jan.-mar. 2010.
Idioma: pt.
Resumen: Em Odontologia, o estudo da dor é muito importante, embora atue sobre uma área restrita. A sintomatologia dolorosa apresenta variações individuais e temporais, dificultando a sua caracterização e, consequentemente, sua avaliação. Tal avaliação é fundamental para acompanhar a evolução clínica do paciente, para então realizar os ajustes necessários ao tratamento. O objetivo deste estudo foi realizar uma revisão da literatura sobre as escalas subjetivas de dor, a fim de apresentar o seu uso mais comum e esclarecer suas características e formas de aplicação focando em estudos sobre a disfunção temporomandibular.
Responsable: BR501.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde / Sede Botânico



página 1 de 1
   


Refinar la búsqueda
  Base de datos : Formulario avanzado   

    Buscar en el campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPS/OMS - Centro Latinoamericano y del Caribe de Información en Ciencias de la Salud