Base de datos : BBO
Búsqueda : F01.100.150 [Categoria DeCS]
Referencias encontradas : 4 [refinar]
Mostrando: 1 .. 4   en el formato [Largo]

página 1 de 1

  1 / 4 BBO  
              next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-911453
Autor: Bordin, Danielle.
Título: Determinantes da condição percebida de saúde bucal e da adesão ao autocuidado em adultos brasileiros / Determinants of the perceived condition of oral health and adherence to self care in Brazilian adults.
Fuente: Araçatuba; s.n; 2017. 95 p. tab.
Idioma: pt.
Tesis: Presentada en Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho". Faculdade de Odontologia de Araçatuba para obtención del grado de Doutor.
Resumen: Introdução: O acesso à informação oriunda dos inquéritos vem sendo reconhecido como um dos mais importantes recursos para o planejamento e gestão em saúde, favorecendo a tomada assertiva de decisões, subsidiando a orientação das políticas públicas de saúde e induzindo à melhora na qualidade em saúde de uma maneira mais equânime. A presente tese objetiva realizar uma análise dos fatores que determinam a condição percebida de saúde bucal e variáveis relacionadas à adesão ao autocuidado em saúde bucal na população adulta brasileira, sob base metodológica multidimensional. Metodologia: Trata-se de um estudo transversal, quantitativo, com dados provenientes de inquérito em âmbito nacional - Pesquisa Nacional de Saúde. Utilizou-se uma amostra selecionada em múltiplos estágios de 60.202 adultos, sendo representativa de todo o território brasileiro. A coleta de dados ocorreu por meio de entrevista domiciliar com profissionais previamente treinados. Considerou-se a condição percebida de saúde bucal e o indicador criado 'autocuidado em saúde bucal' como variável desfecho. Os dados foram analisados empregando-se o teste de redução de dimensionalidade e as variáveis que apresentaram relação passaram pelo teste de regressão logística. Resultados: Foram verificadas associações para a condição percebida de saúde bucal junto as variáveis: dificuldade para se alimentar (OR=5.81), avaliação do atendimento recebido durante a última consulta odontológica (OR=2.50), autopercepção da condição de saúde geral (OR=1.91), utilização de fio dental (OR=1.88), perda dental superior (OR=1.49) e motivo da última consulta com o cirurgião dentista (OR=1.21). As variáveis mais fortemente relacionadas ao autocuidado em saúde bucal inadequado ou parcialmente adequado foram: analfabetismo (OR=11.20; OR=4.81), baixa escolaridade, autopercepção de saúde bucal negativa (OR=3.73; OR=1.74), ausência de dentes naturais (OR=4.98; OR=2.60), edentulismo inferior (OR=3.09), número de dentes superiores perdidos (OR=1.14; OR=1.05), ausência de plano de saúde (OR=2.23; OR=2.07), sedentarismo (OR=2.77; OR=1.51) e tabagismo (OR=2.18; OR=1.40). Conclusão: A condição percebida de saúde bucal foi pouco associada às situações objetivas e mais relacionada a fatores subjetivos, e não apresentou associação com fatores sociodemográficos. Para o autocuidado em saúde bucal, o nível de instrução do indivíduo constitui-se um dos principais fatores para a sua adesão, seguido da condição percebida de saúde bucal e perda dentária. Ainda, a utilização de base metodológica multidimensional foi capaz de (re)desenhar modelos explicativos para a condição percebida de saúde bucal e de autocuidado de adultos brasileiros, devendo, os seus resultados serem considerados na implementação, avaliação e qualificação da rede de saúde bucal(AU)

Introduction: The information access from surveys has been recognized as one of the most important resources for the health planning and management, favoring assertive decisionmaking, subsidizing the orientation of public health policies and inducing improvements in health quality in a more equitable way. The present thesis aims to analyze the factors which determine the perceived condition of oral health and variables related to adherence to oral health self care in the Brazilian adult population, based on a multidimensional methodology. Methodology: This is a cross-sectional, quantitative study with data arose from a national survey ­ National Health Survey. A sample selected in multiple stages of 60202 adults was used, as representative of the entire Brazilian territory. Data were collected through a home interview with previously trained professionals. The perceived condition of oral health and the indicator created 'self-care in oral health' were considered as a variable outcome. The data were analyzed using the dimensionality reduction test and the variables which showed a relationship were submitted to the logistic regression test. Results: Associations for oral health status were verified with the following variables: difficulty to eat (OR=5.81), evaluation of the care received during the last dental visit (OR=2.50), self-perception of the general health condition (OR=1.91), dental flossing (OR=1.88), upper dental loss (OR=1.49) and reason for the last dental surgeon's appointment (OR=1.21). Regarding the variables most strongly related to selfcare in inadequate or partially adequate oral health were: illiterate (OR=11.20, OR=4.81), low educational level, negative oral health self-perception (OR=3.73, OR=1.74), absence of natural teeth (OR=4.98, OR=2.60), lower edentulous (OR=3.09), number of upper teeth lost (OR=1.14, OR=1.05), absence of health plan (OR=2.23; OR=2.07), sedentary lifestyle (OR=2.77, OR=1.51) and smoking (OR=2.18, OR=1.40). Conclusion: the perceived condition of oral health was weackly associated with objective situations and more related to subjective factors and didn't present association with sociodemographic factors. For self-care in oral health, the level of education of the individual is one of the main factors for its adherence, followed by a perceived condition of oral health and tooth loss. Furthermore, the multidimensional methodological basis usage was able to (re)design explanatory models for the perceived condition of oral health and self-care of Brazilian adults, and their results should be considered in the implementation, evaluation and qualification of the oral health network(AU)
Responsable: BR186.1 - Biblioteca Honório Monteiro
BR186.1


  2 / 4 BBO  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-412577
Autor: Santos, Patrícia Aleixo dos; Rodrigues, Jonas de Almeida; Garcia, Patrícia Petromilli Nordi Sasso.
Título: Avaliação do conhecimento e comportamento de saúde bucal de professores de ensino fundamental da cidade de Araraquara / Evaluation of the knowledge and behavior of oral health of elementary schoolteachers from Araraquara city, Brazil
Fuente: JBP rev. Ibero-am. odontopediatr. odontol. bebê;6(33):389-397, set.-out. 2003. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumen: O presente trabalho teve como objetivo avaliar o conhecimento de saúde bucal de professores de ensino fundamental da rede pública, da cidade de Araraquara, SP, Brasil, bem como seu comportamento de retorno. O instrumento de análise baseou-se em um questionário composto de questões fechadas e abertas relativas à etiologia, prevenção e evolução da cárie dental e doença periodontal, bem como o comportamento de retorno. Conclui-se que 85,5% da população estudada consideraram o Cirurgião-dentista principal fonte de informações e 10,4% afirmaram ser a escola; 46,9% associaram a placa bacteriana a restos alimentares; 9% dos indivíduos souberam relatar a multifatoriedade da cárie dental; apenas 25% souberam definir a doença periodontal adequadamente; 34% mencionaram a idade de 6 anos; 68,1% haviam procurado o Cirurgião-dentista num período de até 6 meses; 70,8% retornaram ao consultório odontológico da última vez para revisão periódica. Embora as atitudes relacionadas à saúde bucal da população estudada tenhams e mostrado positivas, o conhecimento odontológico apresentou limitações, havendo, portanto, a necessidade de estabelecer programas educativos direcionados a esta população
Responsable: BR501.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde / Sede Botânico


  3 / 4 BBO  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Silva, Angela Maria Monteiro da
Id: lil-312587
Autor: Vasconcellos, Izabel Copello de; Silva, Angela Maria Monteiro da; Vasconcellos, Maurício Ferreira de.
Título: Como obter a colaboraçäo do paciente? / How to obtain the patient's collaboration?
Fuente: Rev. bras. odontol;59(1):28-31, jan.-fev. 2002.
Idioma: pt.
Resumen: O objetivo deste trabalho de revisäo é colocar em discussäo tanto a relevância como as questöes que envolvem a obtençäo da colaboração do paciente, entendendo-se necessário que o profissional de saúde oral tem capacidade de motivar seu paciente a preservar sua saúde. Conclui-se que existem diversos recursos psicológicos que podem ajudar no trabalho de motivaçäo, que envolve afeto, empatia, responsabilidade, conhecimento técnico-científico, disponibilidade e prazer
Responsable: BR1141.1 - Biblioteca Central


  4 / 4 BBO  
              first record previous record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-168201
Autor: Menino, Roseli Teixeira Miranda.
Título: Necessidade de saúde bucal em gestantes dos Núcleos de Saúde em Bauru: conhecimentos com relaçäo à própria saúde bucal e à da criança / Oral health needs of the pregnants at the Health Center in Bauru: their knowledge about their Children's oral helth and their own.
Fuente: Bauru; s.n; 1995. 82 p. tab. (BR).
Idioma: pt.
Tesis: Presentada en Universidade de Säo Paulo. Faculdade de Odontologia de Bauru para obtención del grado de Doutor.
Resumen: Com o objetivo de avaliar a necessidade de saúde bucal, a prática, o conhecimento sobre a sua própria saúde e a saúde de suas crianças, foi realizada uma entrevista com um grupo de gestantes cadastradas nos Núcleos de Saúde de Bauru, Säo Paulo. A amostra constou de 150 gestantes, com idades entre 13 e 44 anos, com nível sócio-econômico baixos. Várias questöes foram abordadas sobre o que elas entendiam sobre o processo saúde/doença bucal, os meios de prevençäo, cultura popular e gravidez, valor atribuído à saúde bucal, hábitos e práticas de auto-cuidado e busca de tratamento odontológico. Com relaçäo à intençäo das gestantes em saúde bucal da criança, foram elaboradas questöes sobre amamentaçäo, uso de mamadeira, preparo desta mamadeira, importância dos dentes decíduos, cuidados e prática sobre higiene bucal. Os resultados foram analisados na forma freqüência e porcentagem sendo possível concluir :1) as grávidas entrevistadas têm noçäo sobre a doença cárie e os meios de prevení-la; 2) existe uma certa valorizaçäo da saúde bucal, pois a perda dos dentes näo é uma situaçäo inevitável se as pessoas tiverem os devidos cuidados e tratamento; 3) a procura do tratamento odontológico näo é prioridade neste grupo. Há um certo receio das grávidas e do próprio dentista; 4) a maioria das gestantes já recebeu informaçöes sobre prevençäo, mas durante o período pré-natal elas näo receberam nenhuma informaçäo sobre saúde bucal; 5) o grupo de gestantes entrevistadas tem pouco conhecimento sobre a saúde bucal de seu filhos, em decorrência disso, ocorre o uso indevido da mamadeira, o consumo de açúcar e de quando levar ao cirurgiäo dentista pela primeira vez; 6) as gestantes entrevistadas mostraram grande interesse em adquirir conhecimentos sobre as questöes formuladas e sugeriu-se, portanto, a formaçäo de equipe pré-natal com participaçäo do cirurgiäo-dentista
Responsable: BR28.1 - Serviço de Biblioteca e Documentação Professor Doutor Antônio Gabriel Atta
BR28.1



página 1 de 1
   


Refinar la búsqueda
  Base de datos : Formulario avanzado   

    Buscar en el campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPS/OMS - Centro Latinoamericano y del Caribe de Información en Ciencias de la Salud