Base de datos : BBO
Búsqueda : F01.100.150.500 [Categoria DeCS]
Referencias encontradas : 145 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   en el formato [Largo]

página 1 de 15 va a la página                         

  1 / 145 BBO  
              next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Cavalcanti, Alessandro Leite
Texto completo
Texto completo
Id: -911340
Autor: Sousa, Rayanne Izabel Maciel de; Sousa, Robson Thiago Alves de; Godoy, Gustavo Pina; Cavalcanti, Alessandro Leite; Nonaka, Cassiano Francisco Weege; Alves, Pollianna Muniz.
Título: Knowledge of Brazilian Dentists about Oral Cancer
Fuente: Pesqui. bras. odontopediatria clín. integr;16(1):177-184, jan.-dez. 2016. tab.
Idioma: en.
Resumen: Objective: To evaluate the knowledge level of dentists about oral cancer (OC) in Campina Grande, Paraiba, Brazil. Material and Methods: It was an observational, transversal, descriptive and analytical study. It was applied 200 structured forms. The sample was chosen for convenience. Statistical associations were performed using the Chi-square and Fisher's exact tests (P<0.05). Results: Of the 200 interviewed dentists, 66% (n=132) were women, the prevalent age group was 21-40 years (49.5%), 47% work at the private sector and 39% concluded their graduation 20 years ago. Oral squamous cell carcinoma was cited as the most common histopathologic type of OC (65.5%), and the most common anatomical site of OC was tongue (53.4%). The main risk factors cited for the developing of OC were licit and/or illicit drugs (99%), heredity (75.9%), dental problems (74.9%) and sun exposure (74.4%). There was a significant statistically association between the variables tobacco and/or alcohol use and gender of the dentists (P=0.001), between the knowledge level about OC and its histopathologic type and the more affected anatomical site (p=0.012 and p=0.034, respectively). Conclusion: The level of knowledge of dentists about OC is still insufficient for the performance of early diagnosis. Therefore, further discussions about this theme in dentistry schools should be conducted in order to train qualified professionals for this type of diagnosis.
Responsable: BR1822.9 - Associação de Apoio à Pesquisa em Saúde Bucal


  2 / 145 BBO  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: -911093
Autor: Rodrigues, Simone da Silva; Caminha, Maria de Fátima Costa; Ferraz, Marília Gomes Guimarães; Arruda, Marília Andreza de; Kozmhinshy, Veronica Maria da Rocha; Guerra, Cândida Augusta Rebêlo de Moraes; Figueirôa, José Natal.
Título: Knowledge, Attitude and Practice of the Nursing Team Regarding Oral Health Care in Intensive Care Units in a Reference Hospital of Recife, Brazil
Fuente: Pesqui. bras. odontopediatria clín. integr;16(1):129-139, jan.-dez. 2016. tab.
Idioma: en.
Resumen: Objective: To assess knowledge, attitude and practice of nurses regarding oral health care in intensive care units. Material and Methods: Developed in a Reference Hospital of Recife, Brazil carried out from July to September 2013. Overall, 282 professionals participated through a questionnaire to evaluate KAP on oral health care. Data were analyzed using Stata 12.0. For comparison, the Student t test and ANOVA with 0.05 significance level were used. Results: 45 (16 %) were professional nurses and 237 (84 %) belonged to the nursing team. 71.1 % of nurses and 72 % of nursing technicians failed to adequately respond as to know the daily frequency of oral hygiene performance, 75.6% of the surveyed nurses were aware of the use of chlorhexidine; however, only 37.7% of technicians considered this substance appropriate. Regarding attitude among nursing technicians, from the 11 questions, only two reached more than 90% of requirements. Regarding practice, when it came to items of medical record entries about the care provided, the percentage of inadequacy was 35.6 % among nurses and 26.2 % among nursing technicians, and the oral cavity conditions of patients, the frequency was 35.6 % and 26.2 % respectively. The average practice among nursing technicians was higher among those who had technical expertise in oral care (p = 0.031). Conclusion: For nursing technicians in practice section, oral health activity can be compromised by those without technical expertise.
Responsable: BR1822.9 - Associação de Apoio à Pesquisa em Saúde Bucal


  3 / 145 BBO  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: -909222
Autor: Andrade, Carolina Barbosa de; Pomarico, Luciana; Perez Requejo, Maria da Encarnação; Fonseca-Gonçalves, Andréa.
Título: Conhecimento de pais/responsáveis sobre a cárie dentária na primeira infância / Knowledge of the parents/guardians about dental caries in early childhood
Fuente: Odonto (Säo Bernardo do Campo);23(45/46):29-36, jan.-dez. 2015. tab.
Idioma: pt.
Resumen: Objetivo: Objetivou-se avaliar o conhecimento dos pais/responsáveis (P/R) de crianças atendidas na Clínica de Bebês da Faculdade de Odontologia da UFRJ, a respeito da cárie precoce na infância (CPI). Método: Um questionário relacionado à CPI foi aplicado na sala de espera, aos P/R (n=150) de pacientes entre 0 e 5 anos de idade com diagnóstico de presença ou ausência de lesões de cárie. Os dados foram analisados descritivamente e o teste χ2 foi utilizado para associação entre o conhecimento sobre CPI e variáveis relacionadas à: higiene bucal, grau de parentesco dos P/R, amamentação e sentimento de culpa dos P/R. O Coeficiente alfa de Cronbach (α) demonstrou consistência interna satisfatória do instrumento (α=0,878). Resultados: A média de idade dos P/R foi de 34,11±9,26 anos e das crianças, 3,63±1,26 anos. A maioria dos entrevistados (68,7%) foi representada por mães. Dentre os P/R, 88,7% apresentam lesões de cárie e 74% das crianças são acometidas. A maioria das crianças (72,0%) não é amamentada, assim não houve associação entre o tipo de aleitamento e o relato de cárie (p=0,125). A frequência da escovação (65,8% escovam 3 ou mais vezes ao dia) também não apresentou associação com a doença (p=0,352). Entre os participantes, 47,2% afirmaram realizar a escovação da criança e 36,7% a supervisionam. Somente 30,0% relataram ter conhecimento sobre cárie e 36,7% afirmaram que a doença é causada por escovação deficiente e dieta rica em açúcar. Dos entrevistados, 96,0% afirmaram saber que a cárie traz prejuízo à saúde. Destes, 22,0% indicam que a principal alteração é o prejuízo estético. A maioria dos responsáveis (70,0%) declarou sentir culpa pela cárie de seu filho (p=0,009). Conclusão: Conclui-se que novas estratégias que abordem a educação em saúde devam ser elaboradas, visando o maior esclarecimento aos pais/responsáveis sobre CPI, o que consequentemente auxiliará na prevenção da doença.(AU)
Responsable: BR28.1 - Serviço de Biblioteca e Documentação Professor Doutor Antônio Gabriel Atta


  4 / 145 BBO  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: -909199
Autor: Silva, Cristiam Velozo da.
Título: Avaliação do conhecimento de professores do ensino fundamental da rede pública de Ouro Preto do Oeste ­ RO sobre saúde bucal / Evaluation Of public elementary education teachers' knowledge about oral health In Ouro Preto do Oeste ­ RO
Fuente: Odonto (Säo Bernardo do Campo);23(45/46):1-10, jan.-dez. 2015. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumen: Introdução: Sendo as escolas locais de reunião de crianças em faixas etárias propícias à aquisição de hábitos, o professor se torna um importante aliado na educação em saúde bucal para os alunos e, para isso, é importante que esses professores conheçam bem esse tema. Objetivo: Assim, este estudo objetivou avaliar o conhecimento de professores do ensino fundamental da rede pública de Ouro Preto do Oeste ­ RO sobre saúde bucal. Materiais e Métodos: A amostra consistiu de 30 professores, entrevistados através de um questionário autoaplicável de múltipla escolha, abordando o ensino sobre saúde bucal nas escolas, odontologia preventiva e o conhecimento da etiologia da doença cárie. A partir da quantidade de respostas certas, o conhecimento dos professores sobre saúde bucal foi classificado como "Bom" ou "Ruim". Os dados coletados foram analisados através de estatística descritiva simples e apresentados em gráficos. Resultados: 73% dos professores tiveram conhecimento considerado Bom e 27% Ruim. Conclusões: Os professores apresentaram alto interesse no assunto e mais da metade teve o conhecimento sobre saúde bucal considerado Bom. Porém, observaram-se dúvidas com relação a conceitos importantes, que devem ser sanadas através de uma maior abordagem do assunto nos cursos de pedagogia, capacitação dos professores já atuantes nas escolas e uma formalização do tema nos currículos escolares.(AU)

Introduction: The schools are strategic spots for a child's health education because they reunite children of favorable ages to acquire habits. Therefore, since the teacher becomes an important partner in diffusing information about oral health to the students, it is important that they know about this subject. Objective: So this study evaluated the level of public elementary education teachers' knowledge about oral health in Ouro Preto do Oeste ­ RO. Methods: The sample consisted of 30 teachers interviewed by a self-administered multiple-choice questionnaire that consisted of questions regarding oral health teaching at schools, preventive dentistry and knowledge about caries. From the amount of correct answers, the teachers' oral health knowledge was classified as "Good" or "Bad". The data collected were analyzed using simple descriptive statistics and presented in graphs. Results: 73% of the teachers had their knowledge classified as Good and 27% Bad. Conclusions: The teachers showed high level of interest about the subject and most had a good knowledge about oral health. However, they showed doubts regarding important concepts that must be elucidated by a greater approach of the subject in pedagogy courses, qualification of teachers already working at schools and a formal inclusion of this subject in the educational curricula.(AU)
Responsable: BR28.1 - Serviço de Biblioteca e Documentação Professor Doutor Antônio Gabriel Atta
BR28.1


  5 / 145 BBO  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: -908788
Autor: Fernandes, Tamiris Bonfim; Rocha, Mayara Pedroso; Losso, Ana Regina da Silva; Sonego, Fernanda Guglielmi Faustini.
Título: Notificação de violência: conhecimento de cirurgiões-dentistas que atuam na Região Carbonífera, SC / Notification of violence: knowledge of dentists working in the coal-mining region, SC
Fuente: Rev. ABENO;18(2):124-134, maio 2018. tab.
Idioma: pt.
Resumen: O objetivo do estudo foi analisar o conhecimento e conscientizar cirurgiões-dentistas sobre a notificação compulsória de violência interpessoal/autoprovocada. Tratou-se de um estudo quantitativo, do tipo transversal e de análise descritiva, desenvolvido nos doze municípios da Região Carbonífera, localizada no sul catarinense, com os cirurgiões-dentistas da rede pública. Da população de 134 cirurgiões-dentistas, 108 (80,6%) responderam ao questionário. Destes, 56 (52,8%) eram do sexo masculino; 61 (56,5%) estudaram em universidade pública; 27 (25%) estão formados há mais de 21 anos e 21 (19,6%) possuem especialização em Saúde Coletiva. Sobre o conhecimento dos profissionais acerca da ficha de notificação de violência, apenas 21,3% (n=23) relataram conhecê-la. Em relação aos tipos de violência, a física foi a mais citada pelos dentistas. No teste de Qui-quadrado de Pearson, observou-se significância estatística na associação do gênero feminino com possuir mais conhecimento sobre a ficha de notificação (p=0,036). Verificou-se que os profissionais desconhecem tanto a ficha de notificação quanto o banco de dados desse instrumento (p=<0,001), revelando, também, que a maioria nunca participou de atividade educativa sobre a temática (p=<0,001). Conclui-se que os cirurgiões-dentistas que atuam na rede pública dos municípios da região carbonífera demostraram pouco conhecimento quanto aos tipos de violência, a notificação compulsória de violência e ao encaminhamento das vítimas, porém, eles demonstraram interesse em aprender sobre o tema, pois participaram ativamente da atividade educativa realizada posteriormente à coleta de dados (AU).

The objective of the study was to analyze the knowledge and to make dental surgeons aware of the compulsory notification of interpersonal/selfinflicted violence. This was a quantitative, crosssectional and descriptive analysis study carried out in the twelve municipalities in the coalmining region located in the south of Santa Catarina, with public health dentists. Out of 134 dentists, 108 (80.6%) answered the questionnaire. Among these, 56 (52.8%) were male; 61 (56.5%) studied in a public university; 27 (25%) have been graduated for more than 21 years and 21 (19.6%) have attended postgraduation course in Public Health. Regarding the professionals' knowledge about the violence notification form, only 21.3% (n = 23) reported knowing it. Concerning the types of violence, physical violence was mentioned the most by dentists. In the Pearson's Chi-squared Test, statistical significance was observed associating the female gender with more knowledge about the notification form (p = 0.036). Results showed that the professionals are not aware of either the notification form or the database of this instrument (p = <0.001), also showing that the majority of them have never participated in any educational activities on the subject (p = 0.001). In conclusion, dental surgeons who work in the public health network in municipalities in the coal-mining region have shown little knowledge about the types of violence, compulsory notification of violence and referral of victims, but they have shown interest in learning about it, since they participated actively in the educational activity carried out after the data collection (AU).
Responsable: BR1264.1 - Biblioteca Setorial Prof Alberto M Campos


  6 / 145 BBO  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: -881511
Autor: Souza, Neila Paula de.
Título: Infecção pelo vírus da hepatite C: conhecimento dos acadêmicos de odontologia e dos pacientes infectados / Infection with hepatitis C: knowledge of dentistry's students and infected patients.
Fuente: Araçatuba; s.n; 2016. 58 p. tab.
Idioma: pt.
Tesis: Presentada en Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho". Faculdade de Odontologia de Araçatuba para obtención del grado de Doutor.
Resumen: A infecção pelo vírus da hepatite (HCV) é um grave problema mundial de saúde pública. Os graduandos do curso de Odontologia apresentam alto risco de exposição à infecção pelo vírus por meio de lesões percutâneas ocupacionais e exposição dos olhos, vias de infecção já estabelecida na literatura científica. Estudos têm apontado o potencial de transmissão do HCV por vias não parentais, tal como por meio do compartilhamento de objetos contaminados, como as escovas de dente. Assim, toda a população e, principalmente, os indivíduos infectados devem ter conhecimento sobre a infecção viral e precisam executar os cuidados com as escovas de dente, com o propósito de prevenir a transmissão do patógeno. Por essas razões, o objetivo deste estudo foi avaliar o conhecimento sobre a infecção entre os graduandos do curso de Odontologia e suas atitudes frente aos pacientes infectados; e investigar o conhecimento sobre a transmissão viral entre os indivíduos infectados e as atitudes em relação aos cuidados com as escovas de dente. Para avaliar o conhecimento sobre a infecção pelo HCV entre os estudantes e suas atitudes frente aos pacientes infectados foi realizado um estudo transversal com 340 indivíduos de duas universidades públicas. Utilizouse um instrumento contendo informações sobre: características sociodemográficas, conhecimento sobre o HCV e atitudes frente aos pacientes infectados. Os procedimentos de estatística descritiva e os testes: exato de Fisher, t de Student, U de Mann-Whitney e regressão logística múltipla (RLM) foram realizados (p <0,05 foi considerado significativo). Com o propósito de investigar o conhecimento sobre a transmissão viral dos pacientes, realizou-se um estudo com 112 indivíduos infectados pelo HCV de uma cidade do noroeste do estado de Minas Gerais. Os dados foram coletados por meio de um questionário composto por perguntas sobre: dados sociodemográficos, conhecimento da transmissão do HCV e atitudes em relação aos cuidados com escovas de dente. As variáveis foram expressas como frequências, porcentagens, médias e desvios-padrão. A análise estatística incluiu os testes: Qui-quadrado, exato de Fisher e estimação de máxima verossimilhança (p <0,05 foi considerado significativo). Os resultados demonstraram que 46% dos graduandos não tinham alto nível de conhecimento e 97,7% deles demonstraram atitudes positivas. Já em relação aos pacientes infectados com o HCV, os resultados demonstraram que 46% dos indivíduos não tinham bom nível de conhecimento sobre a transmissão do HCV, 43,5% não identificaram a transmissão do vírus por meio de escovas de dente e 80% não acreditavam na transmissão do HCV pela saliva. Em relação aos cuidados com as escovas de dente, 35,3% apresentaram atitudes inadequadas em relação aos cuidados com as escovas de dente. Conclui-se que os estudantes de Odontologia e os pacientes demonstraram um conhecimento insatisfatório sobre a infecção pelo HCV, foram observadas algumas lacunas, sugerindo a importância da educação continuada sobre a infecção pelo vírus nessas populações, a fim de prevenir a transmissão da hepatite C, bem como reduzir a discriminação e o preconceito contra pacientes que apresentam a doença(AU)

Hepatitis C virus (HCV) infection is a worldwide health problem. Dental students are at high risk of exposure to infection with HCV through occupational percutaneous injuries and eye exposure, infection routes established in the scientific literature. Some studies have pointed the potential of transmission by sharing infected instruments, like toothbrushes. Thus, the population and mostly infected patients must be made aware of the infection and execute care with toothbrushes, in order to prevent transmission of the pathogen. Thus, the aim of this study was to evaluate the knowledge about HCV infection amongst dental students and their attitudes towards patients infected with HCV and, to investigate the knowledge about viral transmission among HCV infected individuals and attitudes regarding toothbrush care. In order to evaluate the knowledge about HCV infection and their attitudes amongst dental students, a cross-sectional survey was conducted amongst 340 Brazilian dental students from two public universities using an instrument containing information regarding demographic characteristics, knowledge of HCV and attitudes towards patients with HCV infection. Descriptive statistics, Fisher's exact test, Student's t-tests, Mann­Whitney U-test and multiple logistic regression (MLR) were carried out (P < 0.05 was considered significant). For purposes of to investigate the knowledge about viral transmission among HCV infected individuals, a cross-sectional study was conducted among 112 HCV-infected individuals from Uberlandia City, Minas Gerais State (Southeast Brazil). Data were collected through a questionnaire containing demographic data, questions about knowledge of HCV transmission and, attitudes regarding toothbrush care. Variables were expressed as frequencies, percentages, means, and standard deviations. The statistical analysis included Chi-square test, Exact Fisher's test and Maximum Likelihood Estimation (p < 0.05 was considered significant). Forty six percent of participants had low knowledge level, 97.7% demonstrated positive attitudes. Regarding HCV infected patients, 46% showed poor Knowledge level of HCV transmission; 43.5% percent did not identify HCV transmission through toothbrushes, 80% did not believe in HCV transmission by saliva and, 35.3% had inappropriate attitudes towards care with toothbrushes. In conclusion, dental students and HCV infected patients demonstrated an unsatisfactory knowledge of HCV infection, some gaps were observed, suggesting the importance of continuous education about HCV in this population in order to prevent HCV infection as well as discrimination and prejudice towards patients with hepatitis C(AU)
Responsable: BR186.1 - Biblioteca Honório Monteiro
BR186.1


  7 / 145 BBO  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Id: -880965
Autor: Freitas, George Borja de; Silva, Alessandra de Freitas e; Lopes, Gustavo Tadeu Rocha; Manhães Jr, Luiz Roberto Coutinho; Bernardon, Paula.
Título: Conhecimento dos cirurgiões-dentistas sobre o uso de bifosfonatos e sua repercussão no tratamento no programa de atenção básica em Patos (PB) / Dentists knowledge about the use of bisphosphonates and its repercussion on dental treatment in the basic care program in Patos (PB)
Fuente: ImplantNewsPerio;2(6):1061-1068, nov.-dez. 2017. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumen: Objetivo: avaliar o grau de conhecimento dos cirurgiões-dentistas que atuam na atenção básica do município de Patos (PB) sobre os bifosfonatos e sua repercussão no tratamento odontológico. Material e métodos: neste estudo observacional transversal, 34 cirurgiões-dentistas responderam ao questionário sobre conhecimentos gerais dessa medicação. Resultados: os resultados do estudo evidenciaram um baixo conhecimento acerca dos bifosfonatos (52,9%). De modo geral, o estudo apontou o desconhecimento acerca da droga e sua repercussão no tratamento odontológico pelos cirurgiões-dentistas do município de estudo. Conclusão: é necessária a aquisição de conhecimentos por parte dos profi ssionais da Odontologia em relação a esses fármacos, a fi m de oferecerem aos seus pacientes um tratamento mais amplo e completo, com todas as informações e alternativas necessárias

Objective: to evaluate the degree of dental surgeons knowledge who work in the basic care of the municipality of Patos (PB) on bisphosphonates and its repercussion in dental treatment. Material and methods: in this cross-sectional observational study, 34 dental surgeons answered the questionnaire about the general knowledge of this medication. Results: the results of the study showed low knowledge about bisphosphonates (52.9%). In general, the study pointed out the unknowledge about the drug and its repercussion on dental treatment by the dental surgeons of the study municipality. Conclusion: it is necessary to acquire knowledge from dental professionals in relation to these drugs, so that they can offer their patients a wider and complete treatment, with all the necessary information and alternatives.
Responsable: BR510.1 - Biblioteca Setorial da Clínica Odontológica


  8 / 145 BBO  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: -877984
Autor: SEDREZ-PORTO, José Augusto; SARKIS-ONOFRE, Rafael; MORAES, Aline Pinheiro de; CORREA, Marcos Britto; CENCI, Maximiliano Sérgio; PEREIRA-CENCI, Tatiana.
Título: Knowledge and attitudes of students and dentists about the use and cementation of intra-radicular posts / Conhecimentos e atitudes de estudantes e dentistas sobre o uso e cimentação de pinos intrarradiculares
Fuente: Braz. dent. sci;20(4):93-99, 2017. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumen: Objectives: The aim of the study was assess the knowledge and attitudes of students and dentists about the use and cementation of intra-radicular posts. Material and Methods: This cross-sectional study interviewed 150 students and 150 dentists in the city of Pelotas (Brazil). A questionnaire containing questions regarding restorative choice in teeth with large coronal destruction, level of confidence for the use of post and resin cement, function of intra-radicular posts and social-demographic characteristics was applied. Data were analysed using descriptive analysis and associations were tested through logistic regression using 95% confidence intervals. Results: The analysis showed that students presented an odd to choose prefabricated posts 127% greater than the dentists for anterior teeth, 105% greater to choose self-adhesive resin cement and 46% greater to choose conventional resin cement. Considering posterior teeth, students presented an odd to choose prefabricated posts 40% smaller than the dentists and an odd 51% greater to choose conventional resin cement. Conclusion: The formation level (students or dentists) was directly related to clinical choices of the interviewed. The use of prefabricated posts seems to be related to the location of the tooth in the arch, with pre-fabricated posts being more indicated for anterior teeth. Use of pre-fabricated posts in teeth with large coronal destruction is accepted in the literature. However, dentists are still not confident to use of pre-fabricated fiber posts especially in posterior teeth with large coronal destruction. (AU)

Objetivo: o objetivo do estudo foi avaliar o conhecimento e as atitudes dos alunos e dentistas sobre o uso e cimentação de pinos intra-radiculares. Material e Métodos: este estudo transversal entrevistou 150 estudantes e 150 dentistas na cidade de Pelotas (Brasil). Foi aplicado um questionário contendo perguntas sobre a escolha restauração em dentes com grande destruição coronária, nível de confiança para o uso de pinos e cimento resinoso, função dos pinos intra-radiculares e características sociodemográficas. Os dados foram analisados utilizando análise descritiva e as associações foram testadas através de regressão logística usando intervalos de confiança de 95%. Resultados: A análise mostrou que os alunos apresentaram uma chance para escolher pinos pré-fabricados 127% maior que os dentistas para dentes anteriores, 105% maior para escolher cimento resinoso autoadesivo e 46% maior para escolher o cimento resinoso convencional. Considerando os dentes posteriores, os estudantes apresentaram uma chance para escolher os pinos pré-fabricados 40% menor do que os dentistas e uma chance 51% maior para escolher o cimento resinoso convencional. Conclusão: O nível de formação (estudantes ou dentistas) está diretamente relacionado às escolhas clínicas dos entrevistados. O uso de pinos pré- fabricados parece estar relacionado à localização do dente no arco, com pinos pré-fabricados sendo mais indicados para os dentes anteriores. O uso de pinos pré-fabricados em dentes com grande destruição coronária é aceito na literatura. No entanto, os dentistas ainda não estão confiantes para o uso de pinos pré-fabricados de fibra, especialmente em dentes posteriores com grande destruição coronária. (AU)
Responsable: BR243.1 - Serviço Técnico de Biblioteca e Documentação


  9 / 145 BBO  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Cavalcanti, Alessandro Leite
Texto completo
Id: -874241
Autor: Granville-Garcia, Ana Flávia; Fernandes, Lígia Virgínio; Farias, Thiago Serpa Simões de; D'Avila, Sérgio; Cavalcanti, Alessandro Leite; Menezes, Valdenice Aparecida.
Título: Adolescents' knowledge of oral health: A population-based study / Conhecimento do adolescente em relação a saúde bucal: Um estudo de base populacional
Fuente: Rev. odonto ciênc;25(4):361-366, oct.-dec. 2010. tab.
Idioma: en.
Resumen: Purpose: To evaluate the knowledge on oral health of 10-19 year-old adolescents from the city of Campina Grande, PB, in the Northeast region of Brazil. Methods: A cross-sectional study was conducted with a random sample of 679 adolescents attending public schools in Campina Grande, PB, Brazil. Data were collected using a semi-structured questionnaire and analyzed with Chi-square and Fischer´s exact tests. Results: Most information received by the participants concerned dental diseases (81%, P=0.026), and the dentist (66%, P=0.475) was the most frequently cited source. Approximately half of the subjects brushed their teeth 3 to 4 times a day (50%, P=0.039). A total of 77% (P=0.037) had received information on how to brush their teeth and 46% (P=0.143) on what type of brush should be used; 51% (P<0.01) affirmed to use dental floss and 49% (P=0.201) had received information on how to use it. Most adolescents visited the dentist during the previous year (57%, P=0.312), and prevention was the most frequent reason (50%, P=0.115). Gender was significantly associated with some variables, especially those of behavioral nature. Conclusion: The findings of this survey demonstrate the importance of health strategies to positively influence adolescents who may serve as health multipliers.

Objetivo: Verificar o conhecimento do adolescente de 10 a 19 anos de escolas públicas de Campina Grande, PB, em relação à saúde bucal. Método: Foi realizado um estudo transversal com amostra probabilística de 679 adolescentes de escolas públicas de Campina Grande, PB. A coleta de dados foi feita por meio de questionário semiestruturado. Os dados foram estatisticamente analisados por testes Qui-Quadrado e Exato de Fischer, ao nível de significância de 5%. Resultados: A maioria recebeu informação sobre as doenças bucais (88%, P=0,026), sendo o cirurgião-dentista (66%, P=0,475) a fonte mais citada. Aproximadamente metade escovavam os dentes de 3 a 4 vezes por dia (50,1%, P=0,039). Um percentual de 77% (P=0,037) recebeu informação sobre como escovar os dentes e 46% (P=0,143) sobre qual o tipo de escova que se deve usar; 51% (P<0,01) utiliza o fio dental e 49% (P=0,201) recebeu informações de como usá-lo. A maioria visitou o cirurgião-dentista no último ano (57%, P=0,312) e a prevenção foi o motivo mais frequente (50%, P=0,115). O gênero apresentou associação significativa com algumas variáveis analisadas, em especial as comportamentais. Conclusão: Estudos desta natureza embasam estratégias de saúde na tentativa de influenciar positivamente os adolescentes que atuarão em última análise como agentes multiplicadores de saúde.
Responsable: BR97.1 - Serviço de Documentação Odontológica
BR541.1


  10 / 145 BBO  
              first record previous record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Id: -874175
Autor: Carvalho, Matheus Furtado de; Marlière, Daniel Amaral Alves; D'Addazio, Paulo Sergio dos Santos; Chaves, Maria das Graças Afonso Miranda; Assis, Neuza Maria Souza Picorelli.
Título: Nível de informação e conduta terapêutica dos acadêmicos e cirurgiões-dentistas sobre corticosteróides / Level of information and therapeutic behavior of students and dentists about corticosteroids
Fuente: Odontol. clín.-cient;9(3):229-234, jul.-set. 2010. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumen: Objetivo: avaliar o atual estágio de informação técnico-científica sobre farmacologia e terapêutica dos corticosteroides de acadêmicos e cirurgiões-dentistas da UFJF. Métodos: estudo de delineamento transversal, 60 participantes responderam a um questionário em que foram analisados os seguintes aspectos: média de prescrição de corticosteroides durante o período de 15 dias, indicações, vantagens quanto ao efeito, contraindicações e efeitos adversos dos corticosteroides, análise da conduta terapêutica de um caso clínico de exodontia de terceiro molar, no qual se poderia aplicar o uso de corticosteroides. Foram utilizadas técnicas de estatísitica descritiva e inferencial. Resultados: 21,6% dos particopantes utilizaram corticosteróides nesse período, o que representou 11,5% das prescrições de medicamentos. Quanto ao nível de informação, os resultados demonstram que os pesquisados sabem as indicações e os efeitos vantajosos desses medicamentos, mas há carência de conhecimentos teóricos quanto às contraindicações e aos efeitos indesejáveis. Cerca de 78% da amostra responderam ao caso clínico adequadamente, mas há restrição dos participantes em aplicar terapia com corticosteroides.Conclusão: a limitação dos participantes evidencia a necessidade de aprimoramento dos conhecimentos de estudantes e profissionais sobre o uso racional desses medicamentos.

Evaluate the degree of technical-scientific information on pharmacology and therapy of corticosteroids in students and dentists. Cross-sectional study, 60 participants answered a questionnaire, and some of the topics verified were: average for the prescription of corticosteroids during the 15 days, indications, advantages of the effect, contra-indications and adverse effects of corticosteroids, and behavior pattern prescription in a clinical case ofl mandibular third molar's removal,which could apply the use of corticosteroids. Techniques of descriptive and inferential statistics were used. It was found that only 21.6% of participants used corticosteroids during that period, which represented only 11.5% of prescreption for medicines. On the level of information, the results show that the participants know the indications and beneficial effects of these drugs, but lack of knowledge about contra-indications and undesirable effects. Approximately 78% of the sample responded properly to the case, but there was restriction of the participants to apply therapy with corticosteroids. It was observed that there is a clear need of improving the knowledge for appropriating use of these drugs in dentistry.
Responsable: BR310.1 - Biblioteca Professor Guilherme Simões Gomes
BR310.1



página 1 de 15 va a la página                         
   


Refinar la búsqueda
  Base de datos : Formulario avanzado   

    Buscar en el campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPS/OMS - Centro Latinoamericano y del Caribe de Información en Ciencias de la Salud