Base de datos : BBO
Búsqueda : F01.829.316.616.625 [Categoria DeCS]
Referencias encontradas : 2 [refinar]
Mostrando: 1 .. 2   en el formato [Largo]

página 1 de 1

  1 / 2 BBO  
              next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Id: -541733
Autor: Campos, Juliana Alvares Duarte Bonini; Lima, Natália Apolinário de.
Título: Desordens alimentares: o cirurgião-dentista pode ajudar / Eating disorders: the dentist can help
Fuente: Rev. bras. odontol;62(3/4):166-167, 2005.
Idioma: pt.
Resumen: Sabendo-se das implicações das desordens alimentares na cavidade bucal e na saúde geral dos indivíduos acometidos, e da importância do tratamento, este estudo foi realizado com o objetivo de conceituar a anorexia e a bulimia nervosa, discutindo o papel do cirurgião-dentista em seu diagnóstico e tratamento.
Responsable: BR1141.1 - Biblioteca Central


  2 / 2 BBO  
              first record previous record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: -1699
Autor: Leôncio, Larissa Lima; Batista, Édila Pablizia Cavalcante; Queiroz, Faldryene de Sousa; Nóbrega, Carolina Bezerra Cavalcanti; Costa, Luciana Ellen Dantas.
Título: Diagnóstico e encaminhamento de pacientes com doenças bucais no serviço público de saúde de PatosPB: atuação do cirurgião-dentista na referência e contra referência / Diagnosis and referral of patients with oral diseases in public health services of Patos, Pernambuco, Brazil: role of the dentist in references and counter-references
Fuente: Arq. odontol;51(4):210-215, out.-dez. 2015. tab.
Idioma: pt.
Resumen: Objetivo: Esta pesquisa objetivou avaliar a conduta de cirurgiões-dentistas (CDs) do Sistema Público de Saúde do município de Patos­PB, frente ao diagnóstico de doenças bucais. Material e Métodos: O estudo foi desenvolvido por meio de um questionário aplicado a 50 CDs que trabalham no Sistema Público de Saúde. A análise estatística foi realizada de modo descritivo por meio de frequências relativas e absolutas para as variáveis categóricas. Os testes foram calculados por meio do programa SPSS® (Statistical Package for the Social Sciences) versão 21.0 para Microsoft Windows. Resultados: Observou-se que 38% dos CDs não realizam exame clínico extrabucal. Entretanto, 96% informam aos pacientes sobre fatores de risco para o câncer bucal e 72% orientam sobre o autoexame da boca. De todos os CDs entrevistados, 80% não conhecem o laboratório anatomopatológico conveniado à prefeitura para encaminhamento de peças cirúrgicas e 36% não conhecem centros de referência para encaminhar o paciente com lesão maligna bucal. Conclusão: Os CDs avaliados possuem posturas relativamente satisfatórias quanto à prevenção de doenças bucais, visto que a maioria informa os fatores de risco aos pacientes e os orientam quanto ao autoexame da boca. Entretanto, observou-se também que, ao detectarem alguma alteração bucal, não havia um protocolo específico que eles poderiam utlizar para o encaminhamento e/ou tratamento desses pacientes, ou locais para encaminhamento e análise de peças cirúrgicas.(AU)

Aim: This study aimed to evaluate the conduct of dentists (DS) from the Public Health System of Patos, Pernambuco, Brazil, concerning the diagnosis of oral diseases. Methods: This study was conducted through a questionnaire applied to 50 DS who work in the Public Health System in this region. Statistical analyses were descriptively performed through absolute and relative frequencies for categorical variables. The tests were calculated using the Statistical Package for Social Sciences (SPSS), version 21.0 for Microsoft Windows. Results: It was observed that 38% of the DS do not perform intra- or extra-oral clinical examinations. However, 96% do inform their patients about the risk factors for oral cancer, and 72% provide advice about mouth self-examinations. Among all DS, 80% knew nothing about the official anatomopathological laboratory for the submission of surgical specimens, and 36% had no knowledge regarding referral centers to forward patients with oral malignancy. Conclusion: All of the evaluated DS presented relatively satisfactory stances on the prevention of oral diseases, since most of them commonly report the risk factors to their patients and advise them about mouth self-examinations. However, it was also observed that when they detect oral alterations, they do not have a specific protocol to be followed regarding the referral and/or treatment of these patients, nor for the analysis of surgical specimens.(AU)
Responsable: BR365 - Faculdade de Odontologia



página 1 de 1
   


Refinar la búsqueda
  Base de datos : Formulario avanzado   

    Buscar en el campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPS/OMS - Centro Latinoamericano y del Caribe de Información en Ciencias de la Salud