Base de dados : BBO
Pesquisa : B01.650.940.800.575.912.250.583.520.757 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 10 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Longo]

página 1 de 1

  1 / 10 BBO  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-997098
Autor: Oliveira, Jonatas Rafael de; Santana-Melo, Gabriela De Fátima; Camargo, Samira Esteves Afonso; Vasconcellos, Luana Marotta Reis de; Oliveira, Luciane Dias de.
Título: Total protein level reduction of odontopathogens biofilms by Rosmarinus officinalis L. (rosemary) extract: an analysis on Candida albicans and Streptococcus mutans / Redução do nível de proteína total de biofilmes de odontopatógenos por extrato de Rosmarinus officinalis L. (alecrim): uma análise sobre Candida albicans e Streptococcus mutans
Fonte: Braz. dent. sci;22(2):260-266, 2019. ilus.
Idioma: en.
Resumo: Objective: The resistance of fungi and bacteria to the available antimicrobials has increased and the development of alternative products to control them has become a very requirement. The use of plant products could be a viable option due to the efficacy, viability, and availability they present. Thereby, this study evaluated the effect of R. officinalis L. extract on C. albicans and S. mutans biofilms, by the total protein level analysis presented by the microorganisms. Material and Methods: For this purpose, monomicrobial biofilms were formed for 48 h and exposed to the R. officinalis L. extract for 5 min. Then, total protein quantification was performed by Lowry method. Results: The analysis showed significant total protein reduction of the biofilms after exposure to the plant extract, with 39 ± 11%, for C. albicans, and 32 ± 11%, for S. mutans. Conclusion: R. officinalis L. extract decreased the total protein level in both biofilms. Thus, C. albicans and S. mutans protein composition could be a target for action of antimicrobial agents. (AU)

Objetivo: A resistência de fungos e bactérias aos antimicrobianos disponíveis tem se elevado e o desenvolvimento de produtos alternativos para controlar micróbios tem se tornado uma necessidade real. A utilização de produtos de origem vegetal poderia ser uma opção viável, devido à eficácia, viabilidade e disponibilidade que apresentam. Sendo assim, este estudo avaliou o efeito do extrato de R. officinalis L. (alecrim) sobre biofilmes de C. albicans and S. mutans, analisando o nível de proteína total apresentada pelos micro-organismos. Material e Métodos: Para tanto, biofilmes monomicrobianos foram formados por 48 h e expostos ao extrato de R. officinalis L. por 5 min. Então, a quantificação de proteína total foi realizada por método de Lowry. Resultados: A análise demonstrou reduções significativas de proteína total de cada biofilme após exposição ao extrato, sendo 39 ± 11% no biofilme de C. albicans e 32 ± 11%, no caso de S. mutans. Conclusão: O extrato de R. officinalis L. diminuiu o nível de proteína total em ambos os biofilmes. Com isso, a composição proteica de C. albicans e S. mutans poderia ser um alvo para ação de agentes antimicrobianos. (AU)
Responsável: BR243.1 - Serviço Técnico de Biblioteca e Documentação


  2 / 10 BBO  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-870212
Autor: Oliveira, Jonatas Rafael de.
Título: Avaliação de atividades biológicas dos extratos de Rosmarinus officinalis L. (alecrim) e Thymus vulgaris L. (tomilho) / Assessment of biological activities of Rosmarinus officinalis L. (rosemary) and Thymus vulgaris L. (thyme) extracts.
Fonte: São José dos Campos; s.n; 2016. 156 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Estadual Paulista. Instituto de Ciência e Tecnologia para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: No presente estudo foram avaliadas algumas atividades biológicas dos extratos de R. officinalis L. (alecrim) e T. vulgaris L. (tomilho), verificando:I. Atividade antimicrobiana sobre biofilmes monomicrobianos de Candida albicans, Staphylococcus aureus, Enterococcus faecalis, Streptococcus mutans e Pseudomonas aeruginosa e associações de C. albicans com cada uma destas bactérias, após determinação da concentração inibitória mínima (CIM) e concentração microbicida mínima (CMM) sobre culturas planctônicas destes micro-organismos; II. Viabilidade celular sobre macrófagos de camundongo (RAW 264.7), fibroblastos gengivais humanos (FMM-1), linhagem tumoral de carcinoma mamário (MCF-7) e linhagem tumoral de carcinoma cervical (HeLa); III. Atividade antiinflamatória sobre RAW 264.7 estimulada por lipopolissacarídeo (LPS) de Escherichia coli; e IV. Atividade genotóxica. Após verificação da capacidade antimicrobiana dos extratos, por método de microdiluição em caldo, as concentrações mais efetivas foram aplicadas nos demais testes.Sobre os biofilmes mono e polimicrobianos, formados por 48 h em poços de placa de microtitulação, a ação dos extratos foi analisada após exposição de 5 min, com quantificação de UFC/mL e analise de suaviabilidade. Da mesma forma, sobre as linhagens celulares (RAW 264.7,FMM-1, MCF-7 e HeLa), cultivadas por 24 h em placas de microtitulação,os extratos foram analisados com os ensaios de MTT, vermelho neutro(VN) e cristal violeta (CV). Foi analisado o efeito anti-inflamatório dos extratos com ensaio imunoenzimático ELISA, pela quantificação de citocinas pró-inflamatórias (TNF-α e IL-1β). A genotoxicidade dos extratos foi verificada pela frequência de micronúcleos (MN) formados em 1000 células. Os resultados foram analisados por T-Test ou ANOVA e Tukey Test (p ≤ 0,05). Em relação ao extrato de R. officinalis L. foi observada redução significativa de todos os biofilmes após exposição de 5 min, bem como, redução de sua viabilidade.Quanto às células...

This study performed some biological activities of R. officinalis L.(rosemary) and T. vulgaris L. (thyme) extracts, such as: I. Antimicrobial activity on monomicrobial biofilms of Candida albicans, Staphylococcus aureus, Enterococcus faecalis, Streptococcus mutans and Pseudomonas aeruginosa and C. albicans association with each of these bacteria, after determination of the minimum inhibitory concentration (MIC) and minimum microbicidal concentration (MMC) on planktonic cultures of these microorganisms; II. Cell viability on mouse macrophages (RAW 264.7),human gingival fibroblasts (FMM-1), human breast carcinoma cells (MCF-7) and cervical carcinoma cells (HeLa); III. Anti-inflammatory activity on lipopolysaccharide (LPS)-stimulated RAW 264.7; and IV. Genotoxic activity. After checking the antimicrobial capacity of the extracts by broth microdilution method, the most effective concentrations were applied in the other tests. On mono- and polymicrobial biofilms formed by 48 h in microtitre plate wells, the action of the extracts was analyzed after 5 min exposure, with counting of CFU/mL and analysis of their viability. Likewise, in the cell lines (RAW 264.7, FMM-1, MCF-7 and HeLa cells) cultured for 24 h in microtitre plates, the extracts were analyzed by MTT, neutral red (NR) and crystal violet (CV) assays. By ELISA assay, anti-inflammatory effect of the extracts was analyzed with quantification of pro inflammatory cytokines (TNF-α and IL-1β). The genotoxicity of the extracts was verifiedby the micronuclei frequency (MN) formed in 1000 cells. The results were analyzed by T-Test or ANOVA and Tukey test (p ≤ 0.05). Regarding the R.officinalis L. extract was observed significant reduction of all biofilms after 5 min of exposure, as well as reduction their viability. Additionally, cellviability above 50% to ≤ 50 mg/mL was observed on lineages. The IL-1βlevel did not change with the concentrations of the extract, but when RAW 264.7 was stimulated by LPS...
Responsável: BR243.1 - Serviço Técnico de Biblioteca e Documentação
BR243.1; D691, O4a


  3 / 10 BBO  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-867675
Autor: Oliveira, Jonatas Rafael de.
Título: Avaliação de atividades biológicas dos extratos de Rosmarinus officinalis L. (alecrim) e Thymus vulgaris L. (tomilho) / Assessment of biological activities of Rosmarinus officinalis L. (rosemary) and Thymus vulgaris L. (thyme) extracts.
Fonte: São José dos Campos; s.n; 2016. 156 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a UNESP-Univ Estadual Paulista-Instituto de Ciência e Tecnologia-CSJC para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: No presente estudo foram avaliadas algumas atividades biológicas dos extratos de R. officinalis L. (alecrim) e T. vulgaris L. (tomilho), verificando:I. Atividade antimicrobiana sobre biofilmes monomicrobianos de Candida albicans, Staphylococcus aureus, Enterococcus faecalis, Streptococcus mutans e Pseudomonas aeruginosa e associações de C. albicans com cada uma destas bactérias, após determinação da concentração inibitória mínima (CIM) e concentração microbicida mínima (CMM) sobre culturas planctônicas destes micro-organismos; II. Viabilidade celular sobre macrófagos de camundongo (RAW 264.7), fibroblastos gengivais humanos (FMM-1), linhagem tumoral de carcinoma mamário (MCF-7) e linhagem tumoral de carcinoma cervical (HeLa); III. Atividade antiinflamatória sobre RAW 264.7 estimulada por lipopolissacarídeo (LPS) de Escherichia coli; e IV. Atividade genotóxica. Após verificação da capacidade antimicrobiana dos extratos, por método de microdiluição em caldo, as concentrações mais efetivas foram aplicadas nos demais testes.Sobre os biofilmes mono e polimicrobianos, formados por 48 h em poços de placa de microtitulação, a ação dos extratos foi analisada após exposição de 5 min, com quantificação de UFC/mL e analise de suaviabilidade. Da mesma forma, sobre as linhagens celulares (RAW 264.7,FMM-1, MCF-7 e HeLa), cultivadas por 24 h em placas de microtitulação,os extratos foram analisados com os ensaios de MTT, vermelho neutro(VN) e cristal violeta (CV). Foi analisado o efeito anti-inflamatório dos extratos com ensaio imunoenzimático ELISA, pela quantificação de citocinas pró-inflamatórias (TNF-α e IL-1β). A genotoxicidade dos extratos foi verificada pela frequência de micronúcleos (MN) formados em 1000 células. Os resultados foram analisados por T-Test ou ANOVA e Tukey Test (p ≤ 0,05). Em relação ao extrato de R. officinalis L. foi observada redução significativa de todos os biofilmes após exposição de 5 min, bem como, redução de sua viabilidade.Quanto às células, ...

This study performed some biological activities of R. officinalis L.(rosemary) and T. vulgaris L. (thyme) extracts, such as: I. Antimicrobial activity on monomicrobial biofilms of Candida albicans, Staphylococcus aureus, Enterococcus faecalis, Streptococcus mutans and Pseudomonas aeruginosa and C. albicans association with each of these bacteria, after determination of the minimum inhibitory concentration (MIC) and minimum microbicidal concentration (MMC) on planktonic cultures of these microorganisms; II. Cell viability on mouse macrophages (RAW 264.7),human gingival fibroblasts (FMM-1), human breast carcinoma cells (MCF-7) and cervical carcinoma cells (HeLa); III. Anti-inflammatory activity on lipopolysaccharide (LPS)-stimulated RAW 264.7; and IV. Genotoxic activity. After checking the antimicrobial capacity of the extracts by broth microdilution method, the most effective concentrations were applied in the other tests. On mono- and polymicrobial biofilms formed by 48 h in microtitre plate wells, the action of the extracts was analyzed after 5 min exposure, with counting of CFU/mL and analysis of their viability. Likewise, in the cell lines (RAW 264.7, FMM-1, MCF-7 and HeLa cells) cultured for 24 h in microtitre plates, the extracts were analyzed by MTT, neutral red (NR) and crystal violet (CV) assays. By ELISA assay, anti-inflammatory effect of the extracts was analyzed with quantification of pro inflammatory cytokines (TNF-α and IL-1β). The genotoxicity of the extracts was verifiedby the micronuclei frequency (MN) formed in 1000 cells. The results were analyzed by T-Test or ANOVA and Tukey test (p ≤ 0.05). Regarding the R.officinalis L. extract was observed significant reduction of all biofilms after 5 min of exposure, as well as reduction their viability. Additionally, cellviability above 50% to ≤ 50 mg/mL was observed on lineages. The IL-1βlevel did not change with the concentrations of the extract, but when RAW 264.7 was stimulated by LPS ...
Responsável: BR243.1 - Serviço Técnico de Biblioteca e Documentação
BR243.1; D691, O4a


  4 / 10 BBO  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-850087
Autor: Cavalcanti, Yuri Wanderley; Almeida, Leopoldina de Fátima Dantas de; Padilha, Wilton Wilney Nascimento.
Título: Atividade antifúngica e antiaderente do óleo essencial de Rosmarinus officinalis sobre Candida / Antifungal and antiadherent activity of the essential oil from Rosmarinus officinalis on Candida
Fonte: Arq. odontol;47(03):146-152, 2011. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Avaliar a atividade antifúngica e antiaderente do óleo essencial de Rosmarinus officinalis (Alecrim) sobre Candida albicans (ATCC289065) e C. tropicalis (ATCC40042). Materiais e Métodos: Determinou-se a atividade antifúngica pela Concentração Inibitória Mínima (CIM) e Concentração Fungicida Mínima (CFM), obtidas através das técnicas de microdiluição e de esgotamento, respectivamente. Os produtos foram avaliados da concentração inicial de 72mg/mL até 0,5625mg/mL. A atividade antiaderente foi avaliada segundo as concentrações CIM, 2CIM e 4CIM. Em tubos de vidro estéreis, foram adicionados: 1 corpo de prova de resina acrílica estéril; 2mL de Caldo Sabouraud-Dextrose estéril; 0,2mL do inoculo fúngico e 2mL do óleo essencial de R. officinalis nas concentrações testadas, ou água destilada estéril (Controle de Crescimento), ou nistatina (100.000UI/mL – Controle Positivo). Os produtos testados foram adicionados em duas condições: junto aos demais componentes do dispositivo de aderência (t=0h); e após 24h da inserção desses componentes (t=24h). Os microrganismos que aderiram aos corpos de prova foram dispersos, diluídos 10 e 100 vezes em água destilada estéril e transferidos, em triplicata, para placas de agar Sabouraud Dextrose 4%. Após 48 horas de incubação a 37ºC, o número de Unidades Formadoras de Colônia por mililitro (UFC/mL) foi determinada para cada espécime. Aplicaram-se os testes Mann Whitney e ANOVA (pós-testes deTukey e Dunnet). Resultados: A CIM e CFM foram determinadas na concentração 0,5625mg/mL. Quando comparado ao controle de crescimento, o óleo essencial de R. officinalis provocou inibição da aderênciaem todas as concentrações testadas, porém com efeito inferior à nistatina. Observou-se maior atividade antiaderente para t=24h (p<0,001) e maior concentração do produto natural (p<0,05). Conclusão: O óleo essencial de R. officinalis exerceu atividade antifúngica e antiaderente sobre C. albicans e C. tropicalis...
Responsável: BR365.1 - BIB - Biblioteca
BR365.1


  5 / 10 BBO  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Queiroz, Lélia Maria Guedes
Texto completo
Id: biblio-849976
Autor: Alves, Polliana Muniz; Pereira, Jozinete Vieira; Higino, Jane Sheila; Pereira, Maria do Socorro Vieira; Queiroz, Lélia Maria Guedes.
Título: Atividade antimicrobiana e antiaderente in vitro do extrato de rosmarinus officinalis linn. (alecrim) sobre microrganismos cariogênicos / Antimicrobial and antiadherent activity, in vitro, of rosmarinus officinalis linn. (alecrim) extract tested on cariogenic microrganisms
Fonte: Arq. odontol;44(02):5-10, 2008. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A atividade antimicrobiana e antiaderente in vitro do extrato do alecrim (Rosmarinus officinalis Linn.) foram avaliadas sobre Streptococcus mitis, S. mutans, S. sanguis, S. sobrinus e L. casei. O estudo foi realizado utilizando-se técnicas bacteriológicas. Os ensaios foram realizados pelas técnicas de ágar difusão em placas para determinação da Concentração Inibitória Mínima (CIM) e técnica dos tubos inclinados para a Concentração Inibitória Mínima de Aderência (CIMA). Os resultados mostraram a potencialidade daRosmarinus officinalis Linn. na inibição do crescimento bacteriano e síntese de glucano, sugerindo a sua utilização, como meio alternativo, no controle de bactérias cariogênicas.
Responsável: BR365.1 - BIB - Biblioteca


  6 / 10 BBO  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-846444
Autor: Freire, Fernanda; Pereira, Cristiane Aparecida; Oliveira, Luciane Dias; Junqueira, Juliana Campos; Jorge, Antonio Olavo Cardoso.
Título: Antibiofilm activity in vitro of Rosmarinus officinalis and Syzygium cumini glycolic extracts on Staphylococcus spp. of dentistry interest / Atividade antibiofilme in vitro dos extratos glicólicos de Rosmarinus officinalis e Syzygium cumini em Staphylococcus spp. de interesse odontológico
Fonte: Braz. dent. sci;20(2):122-131, 2017. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: Objectives: The aim of this study was to identify the slime production and evaluate the effects of Rosmarinus officinalis (rosemary) and Syzygium cumini (jambolan) glycolic extracts, and 0.12% chlorhexidine (CHX) in biofilms formed by strains of coagulase-positive Staphylococcus - CPS and coagulase negative Staphylococcus - CNS isolated from the oral cavity. Material and Methods: Slime production was evaluated by two methods: the color of colony presented in Congo red agar, and through the amount of slime adhered to polystyrene. Biofilms were grown in acrylic resin discs immersed in broth, inoculated with microbial suspension (106 cells/ml) and incubated at 37°C/48 h. After formation, the biofilms were exposed for 5 minutes to glycol extracts, CHX or saline solution. The viability of biofilms was determined by counting the colony-forming units per milliliter (CFU/ml) in agar, and analyzed statistically by Tukey test (p< 0.05). Results: The strains S. aureus, S. schleiferi and S. epidermidis obtained the highest values of slime adhered to polystyrene. R. officinalis promoted reductions ranging from 12.1% to 78.7% in biofilms formed by isolates of CPS, and 9.2% to 73.7% in the biofilms of CNS. S. cumini reduced 12% to 55.7% in biofilms of CPS, and 7.9% to 71.5% in biofilms of CNS. With exception of S. saprophyticus, glycol extracts produced significant reductions in biofilms. For five isolates studied, R. officinalis produced greater reductions than CHX. Conclusion: R. officinalis and S. cumini showed effective antibiofilm activity against isolates that showed slime production.(AU)

Objetivos: O objetivo deste estudo foi identificar a produção de slime e avaliar os efeitos dos extratos glicólicos de Rosmarinus officinalis (alecrim), Syzygium cumini (jambolão) e 0,12% de clorexidina (CLX) em biofilmes formados por cepas de Staphylococcus coagulase positivo (SCP) e Staphylococcus coagulase negativo (SCN) da cavidade oral. Material e Métodos: A produção de slime foi avaliada por dois métodos: a cor da colônia apresentada em ágar vermelho Congo e pela quantidade de slime aderido ao poliestireno. Os biofilmes foram crescidos em discos de resina acrílica imersos em caldo, inoculados com suspensão microbiana (106 células/ml) e incubados a 37°C/48h. Após a formação, os biofilmes foram expostos durante 5 minutos aos extractos glicólicos, CLX ou solução salina. A viabilidade dos biofilmes foi determinada pela contagem das unidades formadoras de colônias por mililitro (UFC/ml) em ágar e analisada estatisticamente pelo teste de Tukey (p< 0,05). Resultados: As cepas S. aureus, S. schleiferi e S. epidermidis obtiveram os maiores valores de aderência ao poliestireno. R. officinalis promoveu reduções variando de 12,1% a 78,7% em biofilmes formados por isolados de SCP e 9,2% a 73,7% nos biofilmes de SCN. S. cumini reduziu de 12% a 55,7% nos biofilmes de SCP, e 7,9% a 71,5% nos biofilmes de SCN. Com exceção de S. saprophyticus, os extratos glicólicos produziram reduções estatísticas nos biofilmes. Para cinco isolados estudados, R. officinalis produziu maiores reduções do que CLX. Conclusão: R. officinalis e S. cumini mostraram atividade antibiofilme efetiva contra isolados que apresentaram produção de slime.(AU)
Responsável: BR243.1 - Serviço Técnico de Biblioteca e Documentação


  7 / 10 BBO  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-836732
Autor: Oliveira, Jonatas Rafael de; Jesus, Daiane de; Oliveira, Luciane Dias de.
Título: Extrato de Rosmarinus Officinalis l. (Alecrim) reduz a viabilidade de biofilmes de interesse para saúde bucal / Rosmarinus officinalis l. (Rosemary) extract decreases the biofilms viability of oral health interest
Fonte: Braz. dent. sci;20(1):64-69, 2017. ilus.
Idioma: en.
Resumo: Objetivo: No presente estudo foi avaliado o efeito do extrato de alecrim sobre a viabilidade de biofilmes monomicrobianos de Candida albicans, Staphylococcus aureus, Enterococcus faecalis, Streptococcus mutans e Pseudomonas aeruginosa, bem como, sobre biofilmes polimicrobianos de C. albicans associada com S. aureus, E. faecalis, S. mutans ou P. aeruginosa. Material e métodos: Em placa de microtitulação foram formados os biofilmes mono e polimicrobianos por 48 h. Em seguida, foram expostos por 5 min ao extrato de alecrim (200 mg/mL). Solução salina (NaCl 0,9%) foi utilizada como controle. Após, foram realizadas lavagens com salina para remoção de células não aderidas. Para verificação da viabilidade dos biofilmes, após o tratamento, foi aplicado o teste colorimétrico MTT. A absorbância dos poços foi lida em espectrofotômetro de microplacas (570 nm) e os dados foram convertidos em percentual de redução e analisados estatisticamente por ANOVA e Tukey Test (P ≤ 0,05). Resultados: Após aplicação do extrato de alecrim, com exceção do biofilme de E. faecalis, foram observadas reduções significativas da viabilidade dos biofilmes monomicrobianos e polimicrobianos. Conclusão: Biofilmes monomicrobianos de C. albicans, S. aureus, S. mutans e P. aeruginosa, foram afetados pelo extrato de alecrim, bem como, os biofilmes polimicrobianos de C. albicans associada com S. aureus, E. faecalis, S. mutans ou P. aeruginosa em biofilmes polimicrobianos, apresentando significativas reduções de viabilidade.(AU)

Objective: This study evaluated the effect of rosemary extract on Candida albicans, Staphylococcus aureus, Enterococcus faecalis, Streptococcus mutans and Pseudomonas aeruginosa monomicrobial biofilms viability, as well as on C. albicans associated with S. aureus, E. faecalis, S. mutans or P. aeruginosa in polymicrobial biofilms. Material and Methods: In microtiter plate, mono- and polymicrobial biofilms for 48 h were formed. Then, they were exposed for 5 min to rosemary extract (200 mg/mL). Saline (0.9% NaCl) was used as control. After, washes were done with saline to remove the non-adhered cells. Biofilm viability was checked by MTT colorimetric assay, after treatment. Absorbance of the wells was read in microplate spectrophotometer (570 nm) and data were converted to reduction percentage and statistically analyzed by ANOVA and Tukey test (P ≤ 0.05). Results: After application of rosemary extract, with exception of the E. faecalis biofilm, significant reductions in mono- and polymicrobial biofilms viability were observed. Conclusion: C. albicans, S. aureus, S. mutans and P. aeruginosa monomicrobial biofilms were affected by rosemary extract, as well as C. albicans associated with S. aureus, E. faecalis, S. mutans or P. aeruginosa in polymicrobial biofilms, presenting significant viability reductions. (AU)
Responsável: BR243.1 - Serviço Técnico de Biblioteca e Documentação


  8 / 10 BBO  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-620886
Autor: Cavalcanti, Yuri Wanderley; Almeida, Leopoldina de Fátima Dantas de; Padilha, Wilton Wilney Nascimento.
Título: Atividade antifúngica e antiaderente do óleo essencial de Rosmarinus officinalis sobre Candida / Antifungal and antiadherent activity of the essential oil from Rosmarinus officinalis on Candida
Fonte: Arq. odontol;47(3):146-152, 2011. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Avaliar a atividade antifúngica e antiaderente do óleo essencial de Rosmarinus officinalis (Alecrim) sobre Candida albicans (ATCC289065) e C. tropicalis (ATCC40042). Materiais e Métodos: Determinou-se a atividade antifúngica pela Concentração Inibitória Mínima (CIM) e Concentração Fungicida Mínima (CFM), obtidas através das técnicas de microdiluição e de esgotamento, respectivamente. Os produtos foram avaliados da concentração inicial de 72mg/mL até 0,5625mg/mL. A atividade antiaderente foi avaliada segundo as concentrações CIM, 2CIM e 4CIM. Em tubos de vidro estéreis, foram adicionados: 1 corpo de prova de resina acrílica estéril; 2mL de Caldo Sabouraud-Dextrose estéril; 0,2mL do inoculo fúngico e 2mL do óleo essencial de R. officinalis nas concentrações testadas, ou água destilada estéril (Controle de Crescimento), ou nistatina (100.000UI/mL – Controle Positivo). Os produtos testados foram adicionados em duas condições: junto aos demais componentes do dispositivo de aderência (t=0h); e após 24h da inserção desses componentes (t=24h). Os microrganismos que aderiram aos corpos de prova foram dispersos, diluídos 10 e 100 vezes em água destilada estéril e transferidos, em triplicata, para placas de agar Sabouraud Dextrose 4%. Após 48 horas de incubação a 37ºC, o número de Unidades Formadoras de Colônia por mililitro (UFC/mL) foi determinada para cada espécime. Aplicaram-se os testes Mann Whitney e ANOVA (pós-testes deTukey e Dunnet). Resultados: A CIM e CFM foram determinadas na concentração 0,5625mg/mL. Quando comparado ao controle de crescimento, o óleo essencial de R. officinalis provocou inibição da aderênciaem todas as concentrações testadas, porém com efeito inferior à nistatina. Observou-se maior atividade antiaderente para t=24h (p<0,001) e maior concentração do produto natural (p<0,05). Conclusão: O óleo essencial de R. officinalis exerceu atividade antifúngica e antiaderente sobre C. albicans e C. tropicalis...
Responsável: BR365.1 - BIB - Biblioteca


  9 / 10 BBO  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-611660
Autor: Cavalcanti, Yuri Wanderley; Almeida, Leopoldina de Fátima D. de; Padilha, Wilton Wilney Nascimento.
Título: Anti-adherent activity of Rosmarinus officinalis essential oil on Candida albicans: an SEM analysis / Atividade antiaderente do óleo essencial de Rosmarinus officinalis em Candida albicans: uma análise por MEV
Fonte: Rev. odonto ciênc;26(2):139-144, 2011. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: PURPOSE: To evaluate the anti-adherent activity of Rosmarinus officinalis (Rosemary) essential oil on Candida albicans (ATCC289065). METHODS: The effect of the essential oil of R. officinalis at concentrations of 0.56 mg/mL,1.12 mg/mL and 2.25 mg/mL on C. albicans adherence was examined using Scanning Electron Microscopy (SEM) analysis. A test piece of acrylic resin, 2 mL of Sabouraud Dextrose broth,0.2 mL of fungal inoculum and 2 mL of R. officinalis essential oil in the various test concentrations were combined in sterile glass tubes. Sterile distilled water and nystatin (100.000 IU/mL) were used as controls. The essential oil test products were combined with the fungal samples under two different conditions: at the same time as the other components of the adhesion device(t=0 h) or 24 h after the combination of the other components (t=24 h). The tubes were incubated at 37 °C for 48 h. The specimens were fixed and prepared for SEM analysis. RESULTS: At 0.56 mg/mL, the effect of R. officinalis essential oil was similar to that of nystatin (t=0h and t=24 h). At 2.25 mg/mL, the essential oil caused significant cell disruption and inhibition of adhesion. An intermediate effect was observed at 1.12 mg/mL. Greater inhibition of adhesion was observed at t = 24 h. CONCLUSION: The essential oil of R. officinalis had an anti-adherent effect on C. albicans. Greater inhibition of adhesion was observed in cultures undergoing cellular aggregation (t=24 h) and at higher concentrations of the natural product.

OBJETIVO: Avaliar a atividade antiaderente do óleo essencial de Rosmarinus officinalis (Alecrim) sobre Candida albicans (ATCC289065). METODOLOGIA: O óleo essencial de R. officinalis foi avaliado nas concentrações 0,56 mg/mL;1,12 mg/mL e 2,25 mg/mL, através de Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV). Adicionou-se, em tubos de vidro estéreis: 1 corpo de prova de resina acrílica; 2 mL de caldo Sabouraud-Dextrose; 0,2 mL do inoculo fúngico e 2 mL do óleo essencial de R. officinalis nas concentrações testadas. Água destilada estéril e nistatina (100.000 UI/mL) funcionaram como controle. Os produtos testados foram adicionados em duas condições: junto aos demais componentes do dispositivo de aderência (t=0h); e após 24 h da inserção desses componentes (t=24 h). Os tubos foram incubados a 37 ºC durante 48 h. Os espécimes foram fixados e preparados para análise em MEV. RESULTADOS: Na concentração 0,56 mg/mL o óleo essencial de R. officinalis, foi semelhante a nistatina (t=0 h e t=24 h). Na concentração 2,25 mg/mL, o produto natural provocou inibição significativa da aderência e rompimento celular. Efeito intermediário foi observado em 1,12 mg/mL. Maior inibição da aderência foi observada em t=24 h. CONCLUSÃO: O óleo essencial de R. officinalis apresentou atividade antiaderente sobre C. albicans. Maior inibição da aderência foi observada para o estado de agregação celular (t=24 h) e maior concentração do produto natural.
Responsável: BR97.1 - Serviço de Documentação Odontológica


  10 / 10 BBO  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Queiroz, Lélia Maria Guedes
Id: lil-544394
Autor: Alves, Polliana Muniz; Pereira, Jozinete Vieira; Higino, Jane Sheila; Pereira, Maria do Socorro Vieira; Queiroz, Lélia Maria Guedes.
Título: Atividade antimicrobiana e antiaderente in vitro do extrato de rosmarinus officinalis linn. (alecrim) sobre microrganismos cariogênicos / Antimicrobial and antiadherent activity, in vitro, of rosmarinus officinalis linn. (alecrim) extract tested on cariogenic microrganisms
Fonte: Arq. odontol;44(2):5-10, 2008. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A atividade antimicrobiana e antiaderente in vitro do extrato do alecrim (Rosmarinus officinalis Linn.) foram avaliadas sobre Streptococcus mitis, S. mutans, S. sanguis, S. sobrinus e L. casei. O estudo foi realizado utilizando-se técnicas bacteriológicas. Os ensaios foram realizados pelas técnicas de ágar difusão em placas para determinação da Concentração Inibitória Mínima (CIM) e técnica dos tubos inclinados para a Concentração Inibitória Mínima de Aderência (CIMA). Os resultados mostraram a potencialidade daRosmarinus officinalis Linn. na inibição do crescimento bacteriano e síntese de glucano, sugerindo a sua utilização, como meio alternativo, no controle de bactérias cariogênicas.
Responsável: BR365.1 - BIB - Biblioteca



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde