Base de dados : BBO
Pesquisa : D09.400.430.937 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 6 [refinar]
Mostrando: 1 .. 6   no formato [Longo]

página 1 de 1

  1 / 6 BBO  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-999058
Autor: Santos, Caroline de Moura Martins Lobo dos.
Título: Função endotelial e tratamento periodontal não cirúrgico de pacientes diabéticos com periodontite / Endothelial function and non-surgical periodontal treatment in diabetic patients with periodontitis.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2016. 122 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Faculdade de Odontologia para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O objetivo desse estudo foi investigar alterações na função endotelial, além de realizar meta-análises sobre o uso de antibióticos adjuvantes ao tratamento periodontal não cirúrgico em relação aos possíveis benefícios em termos de parâmetros clínicos periodontais e controle glicêmico nos pacientes diabéticos com periodontite. Quarenta e oito pacientes foram avaliados quanto aos parâmetros periodontais e função endotelial. Desses 48, 11 não tinham doença periodontal e não eram diabéticos (grupo A), 17 tinham periodontite crônica e não eram diabéticos (grupo B), e 20 tinham periodontite crônica e diabetes mellitus tipo 2 (grupo C). Dois revisores independentes examinaram ensaios clínicos controlados em 6 bases de dados eletrônicas, registros de ensaios clínicos, resumos de reuniões e 4 principais revistas odontológicas. A vasodilatação dependente do endotélio (fluxo de hiperemia) foi significantemente menor no grupo C quando comparado com os grupos A e B, assim como foi significantemente menor no grupo B quando comparado com o grupo A (p<0,05). As meta-análises mostraram um efeito significativo favorecendo tratamento periodontal associado a antibióticos para reduções na média de profundiade de sondagem (-0,22 mm [-0,34, -0,11]) e na média de porcentagem de sangramento a sondagem (4% [-7, -1]). Não houve efeito significativo no ganho de nível de inserção clínica e redução do índice de placa. Além disso, a associação de antibióticos e tratamento periodontal não reduziu os valores de hemoglobina glicada média (-0,11% [-0,35, 0,13]), e um intervalo de previsão estimado variando de -0,45 a 0,23. Também não houve efeito significativo favorecendo o uso adjuvante de doxiciclina sub-antimicrobiana na redução média da hemoglobina glicada (-0,19% [-1,07, 0,68]). Sendo assim, pode-se concluir que a periodontite crônica está associada a diminuição da vasodilatação dependente do endotélio do indivíduo, assim como diminui ainda mais quando associada ao diabetes mellitus. O antibiótico sistêmico adjuvante ao tratamento periodontal proporciona benefícios estatisticamente significantes em termos de reduções de média de profundidade de bolsa a sondagem e o percentual de sangramento a sondagem, porém não proporciona um benefício significativo em termos de melhoria de nível de inserção clínico, índice de placa e hemoglobina glicada.

The aim of this study was to investigate alterations in endothelial function, besides performing meta-analyzes on the use of adjuvant antibiotics to non-surgical periodontal treatment in relation to the possible benefits in terms of periodontal clinical parameters and glycemic control in diabetic patients with periodontitis. Forty-eight patients were evaluated for periodontal parameters and endothelial function. Of these, 11 h ad no periodontal disease and were not diabetic (group A), 17 had chronic periodontitis and were not diabetic (group B), and 20 had chronic periodontitis and type 2 diabetes mellitus (group C). Two independent reviewers examined controlled clinical trials in 6 electronic databases, clinical trial records, meeting summaries, and 4 major dental journals. Endothelium-dependent vasodilation (hyperemia flow) was significantly lower in group C when compared to groups A and B, as well as significantly lower in group B when compared to group A (p <0.05). The meta-analyzes showed a significant effect favoring antibiotic-associated periodontal treatment for reductions in the mean probing pocket depth (-0,22 mm [-0,34; -0,11]) and the mean percentage of bleeding probing ( 4% [-7, -1]). There was no significant effect on gain of clinical attachment level and reduction of plaque index. In addition, the association of antibiotics and periodontal treatment did not reduce mean glycated hemoglobin values (-0,11% [-0,35, 0,13]), and an estimated prediction interval ranging from -0,45 to 0,23. There was also no significant effect favoring the adjuvant use of sub-antimicrobial doxycycline in the mean reduction of glycated hemoglobin (-0,19% [-1,07, 0,68]). Thus, it may be concluded that chronic periodontitis is associated with decreased vasodilatation dependent on the endothelium of the individual, as well as decreases even more when associated with diabetes mellitus. The systemic antibiotic adjuvant to periodontal treatment provides statistically significant benefits in terms of reductions of mean probing pocket depth and % of bleeding on probing, but does not provide a significant benefit in terms of improvement of clinical attachment level, plaque index and glycated hemoglobin.
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)
BR1366.1; 616.314, S237, TO822


  2 / 6 BBO  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-970624
Autor: Velasco-Corredor, Wendy Esther; Moya, Gloria Cristina Aranzazu; Hernández Castañeda, Anne Alejandra; Johanna, Otero; Queluz, Dagmar de Paula.
Título: Assessment of glycosylated hemoglobin (HbA1c) in type 2 diabetics before and after non-surgical periodontal treatment. A short-term follow-up study
Fonte: Braz. j. oral sci;17:e18154, 2018. ilus.
Idioma: en.
Resumo: Aim: To evaluate glycosylated hemoglobin (HbA1c) before and after non-surgical periodontal treatment in patients with type 2 diabetes mellitus (DM-2). Methods: Twenty subjects diagnosed with periodontitis and DM-2 were treated using an NSPT protocol. Periodontal examination and blood measurements were performed at baseline and after three months. Patients with DM-2 treated for at least a year, with at least 10 teeth and with probing depths between 4-6 mm in more than three regions were included. The variables evaluated were HbA1c in blood and periodontal measures (probing depths, insertion level, gingival bleeding on probing, dental plaque, calculus, inflammation, clinical attachment and mobility). All patients were informed of the conditions of the therapy used. Scaling and root planning (SRP) of the full mouth was performed using an ultrasonic scaler and hand instrument under local anesthesia, supragingival prophylaxis and oral hygiene instruction. Also, 0.12% chlorhexidine digluconate was formulated twice a day for two weeks. Statistical analyses were performed using StataIC 14. The values are shown as the mean, median and standard deviation (SD) or interquartile rank (IR), and p<0.05 was considered significant. Results: Twenty subjects completed the three-month follow-up and were included in the analysis. Three months after the non-surgical periodontal treatment, most periodontal parameters had a meaningful reduction (p< 0.05) and a large effect size >0.8. Clinical attachment level showed no improvement. The HbA1c values were not significantly decreased (p=0.94). Conclusions: Although non-surgical periodontal therapy eliminates local inflammation, it is insufficient to significantly reduce HbA1c levels in a short time period
Responsável: BR218.1 - Biblioteca Carlos Henrique Robertson Liberalli


  3 / 6 BBO  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-655285
Autor: Bello, Darcyla Maria de Aguiar; Araújo, Natália Costa; Gusmão, Estela Santos; Souza, Paulo Roberto Eleutério de; Donos, Nikos; Cimões, Renata.
Título: Condição Periodontal e Marcadores do Controle Metabólico em Pacientes Diabéticos / Periodontal Conditions and Metabolic Control Markers in Diabetic Patients
Fonte: Pesqui. bras. odontopediatria clín. integr;11(03), 2011.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Avaliar a condição periodontal dos pacientes diabéticos tipo 2, relacionando com o controle de marcadores metabólicos.Método: Para este estudo foram selecionados 92 pacientes diabéticos que recebiam tratamento em dois centros de referência em Recife, Brasil. Foram realizados exames clínicos periodontais em seis sítios de cada dente, avaliando a profundidade de sondagem, sangramento à sondagem, perda de inserção, índice de placa dentária e número de dentes presentes. A doença periodontal foi definida pela presença de mais de 4 sítios com perda de inserção ≥ 5 mm, sendo um ou mais destes sítios com profundidade de sondagem de 4 mm ou mais. Foram realizados exames hematológicos para avaliar os marcadores metabólicos (hemoglobina glicosilada, glicemia de jejum, triglicérides, colesterol total, colesterol HDL e LDL). Foi realizada análise estatística bi-variada para verificar a associação entre as variáveis em estudo.Resultados: A avaliação da condição periodontal dos pacientes avaliados mostrou que 59,8% dos pacientes diabéticos eram portadores de doença periodontal, caracterizada por periodontite. A média de idade observada foi de 54,8 anos com DP = 9,3, o sangramento gengival à sondagem e o índice de placa foram de 33,8% e 61,07%, respectivamente. A maioria dos pacientes com níveis elevados de glicemia (≥ 126 mg / dL) apresentaram doença periodontal (62,3%),o perfil lipídico dos pacientes com doença periodontal se mostrou controlado.Conclusão: Não foi observada associação entre a condição periodontal e os marcadores do controle metabólico dos pacientes diabéticos

Objective: Evaluate the periodontal condition in diabetic patients type 2, relating to markers of metabolic control.Methods: 92 diabetic patients who received treatment in two centers in Recife, Brazil, had been invited to participate in this study. It was carried through periodontal clinical examinations in six sites of each tooth, evaluating the depth probing, bleeding probing, attachment loss, dental plaque and the number of teeth present. Periodontal disease was defined as the presence of 4 + sites with attachment loss of ≥ 5 mm with one or more than these sites with depth probing of 4 + mm. Hematologic examinations were carried out to evaluate the metabolic markers (Glycosylated Hemoglobin, fasting blood glucose, triglycerides, total cholesterol, cholesterol HDL and LDL). Bi-variate analysis were used to verified the association between variables.Results: Evaluation of periodontal condition in the sample have shown 59.8% of diabetic patients had periodontal diseases, characterized as periodontitis. The average of age observed was 54.8 years with DP= 9.3, average of bleed on probing and plaque index were 33.8% and 61.07%, respectively. The majority of patients with raised glicemic levels (≥126 mg/dL) had presented DP (62,3%), in relation to the lipidic profile the patients with periodontal disease had been presented controlled. Conclusion: In the studied population there were no signs of any association between the periodontal condition and the markers of metabolic control
Responsável: BR1264.1 - Biblioteca Setorial Prof Alberto M Campos


  4 / 6 BBO  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-642578
Autor: Pereira, Dário da Rocha; Soares, Léo Guimarães; Falabella, Márcio Eduardo Vieira; Silva, Denise Gomes da; Tinoco, Eduardo Muniz Barretto.
Título: A influência do tratamento periodontal no controle glicêmico em pacientes diabéticos tipo 2 não insulino-dependentes: artigo original / Influence of periodontal treatment on glycemic control in diabetic patients type 2 non-insulin dependent: original paper
Fonte: Periodontia;21(1):34-42, 2011. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: O diabetes mellitus abrange um grupo de distúrbios metabólicos que levam à hiperglicemia e tem sido proposto que o tratamento periodontal em pacientes diabéticos pode contribuir para a redução dos níveis glicêmicos. O objetivo deste trabalho foi investigar os efeitos do tratamento periodontal usando-se a técnica de “desinfecção de boca total” sobre os níveis de glicose em pacientes diabéticos tipo 2 não insulino-dependentes. Um total de 20 indivíduos foram randomicamente divididos em grupo experimental e controle. Os resultados deste estudo demonstram que indivíduos com diabetes tipo 2, não insulino-dependentes, que receberam tratamento periodontal não cirúrgico, apresentaram uma redução significativa nos níveis de hemoglobina glicosilada após 3 meses de terapia, enquanto indivíduos do grupo controle não apresentaram uma redução estatisticamente significante. Os dados sugerem um possível efeito adjunto da terapia periodontal no controle glicêmico de pacientes diabéticos.

Diabetes mellitus comprises a group of metabolic disorders that lead to hyperglycemia and its main symptoms are polydipsia, polyuria, polyphagia and weight loss. Some authors suggested that periodontal treatment in diabetic patients may contribute to the reduction of blood glucose levels. The aim of this study was to investigate the effectsof periodontal treatment using “full mouth disinfection” on glucose levels in type 2 diabetic non-insulin-dependent patients. A total of 20 individuals were randomly divided into experimental and control groups. The results of this study demonstrate that individuals with type 2 diabetes, insulin-dependent, which received non-surgical periodontal treatment, showed a significant reduction in levels of glycated hemoglobin after 3 months of therapy, while the control group did not show a statistically significant reduction. Data suggest a possible effect of periodontal therapy assistant in glycemic control in diabetic patients.
Responsável: BR243.1 - Serviço Técnico de Biblioteca e Documentação


  5 / 6 BBO  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-590750
Autor: Corrêa, Fernanda de Oliveira Bello.
Título: Avaliação do efeito do tratamento periodontal não-cirúrgico sobre parâmetros clínicos e imunológicos em pacientes portadores de diabetes mellitus tipo 2: estudo clínico e imunológico / Evaluation of the effect of non-surgical periodontal treatment on clinical and immunological parameters in patients with type 2 diabetes.
Fonte: Araraquara; s.n; 2008. 99 p. ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Odontologia para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Objetivos: dois estudos prospectivos comparativos de intervenção foram realizados para avaliar o efeito do tratamento periodontal não-cirúrgico sobre parâmetros clínicos periodontais e imunológicos do fluido sulcular gengival e do plasma sanguíneo de pacientes com periodontite crônica portadores ou não de Diabetes mellitus Tipo 2. Material e Método: Vinte e três indivíduos com Diabetes mellitus Tipo 2 com controle metabólico inadequado e periodontite crônica (grupo diabetes) e 26 indivíduos sistemicamente saudáveis com periodontite crônica (grupo controle) foram avaliados quanto a parâmetros periodontais, marcadores inflamatórios do fluido sulcular gengival (interleucinas, metaloproteinases de matriz e atividade de elastase), marcadores inflamatórios no plasma sanguíneo (interleucinas, fator de necrose tumoral alfa, proteína C-reativa e fibrinogênio) e perfil lipídico, antes e após 3 meses do tratamento periodontal. Adicionalmente foi avaliada a influência do tratamento periodontal no controle glicêmico do grupo com diabetes. Resultados: houve redução significativa de todos os marcadores inflamatórios avaliados no fluido gengival, exceto a interleucina 18, após tratamento periodontal, associado a uma melhora da condição clínica periodontal em ambos os grupos. Sistemicamente, o grupo diabetes apresentou maiores níveis de proteina C reativa e triglicérides em ambos os períodos ao se comparar com o grupo controle. O tratamento periodontal foi efetivo em reduzir os níveis de TNF-_ e fibrinogênio no grupo diabetes. Houve melhora no controle glicêmico embora não significativa. Conclusão: os resultados do presente estudo sugerem que os pacientes portadores de Diabetes mellitus Tipo 2 com controle metabólico inadequado apresentam boa resposta ao tratamento periodontal nãocirúrgico, com redução de marcadores inflamatórios no fluido gengival.

Objetive: Two prospective comparative interventional studies were performed in order to evaluate the effect of non-surgical periodontal therapy on periodontal clinical and immunological parameters in gingival crevicular fluid (CGF) and plasma of patients with chronic periodontitis with or without type 2 Diabetes mellitus (T2DM). Material and Method: Twenty three individuals with inadequately controlled T2DM and chronic periodontitis (diabetes group) and 26 systemically healthy individuals with periodontitis (control group) were assessed for clinical parameters, inflammatory biomarkers in GCF (interleukins, matrix metalloproteinases and elastase activity), circulating markers of inflammation (interleukins, tumor necrosis factor alpha, C-reactive protein and fibrinogen and lipid profile before and 3 months after periodontal therapy. Additionally, the influence of periodontal treatment on glycemic control was evaluated in the diabetes group. Results: There was a significant reduction of all inflammatory biomarkers in GCF after therapy, except for interleukin 18 levels, and it was associated with improvement on periodontal status in both groups. Systemically, the diabetes group showed high levels of C-reactive protein and triglycerides compared with the control group in both periods. The periodontal therapy was effective in reducing TNF-_ circulating and fibrinogen in the diabetes group. The treatment did not change the glycemic control significantly. Conclusion: The results of the present study suggest that patients with inadequately controlled T2DM present a good response to nonsurgical periodontal treatment, with reduction of inflammatory biomarkers in GCF. However, 3 months after therapy, its influence on systemic inflammatory condition is limited.
Responsável: BR39.2 - Biblioteca Professora Maria Dilma de Oliveira Gonçalves
BR39.2


  6 / 6 BBO  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-509976
Autor: Corrêa, Fernanda de Oliveira Bello.
Título: Avaliação do efeito do tratamento periodontal não-cirúrgico sobre parâmetros clínicos e imunológicos em pacientes portadores de Diabetes mellitus tipo 2 / Evaluation of the effect of non-surgical periodontal treatment on clinical and immunological parameters in patients with type 2 diabetes.
Fonte: Araraquara; s.n; mar. 2008. 92 p. tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Odontologia de Araraquara para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Objetivos: dois estudos prospectivos comparativos de intervenção foram realizados para avaliar o efeito do tratamento periodontal não-cirúrgico sobre parâmetros clínicos periodontais e imunológicos do fluido sulcular gengival e do plasma sanguíneo de pacientes com periodontite crônica portadores ou não de Diabetes mellitus Tipo 2. Material e Método: Vinte e três indivíduos com Diabetes mellitus Tipo 2 com controle metabólico inadequado e periodontite crônica (grupo diabetes) e 26 indivíduos sistemicamente saudáveis com periodontite crônica (grupo controle) foram avaliados quanto a parâmetros periodontais, marcadores inflamatórios do fluido sulcular gengival (interleucinas, metaloproteinases de matriz e atividade de elastase), marcadores inflamatórios no plasma sanguíneo (interleucinas, fator de necrose tumoral alfa, proteína C-reativa e fibrinogênio) e perfil lipídico, antes e após 3 meses do tratamento periodontal. Adicionalmente foi avaliada a influência do tratamento periodontal no controle glicêmico do grupo com diabetes. Resultados: houve redução significativa de todos os marcadores inflamatórios avaliados no fluido gengival, exceto a interleucina18, após tratamento periodontal, associado a uma melhora da condição clínica periodontal em ambos os grupos. Sistemicamente, o grupo diabetes apresentou maiores níveis de proteina C reativa e triglicérides em ambos os períodos ao se comparar com o grupo controle. O tratamento periodontal foi efetivo em reduzir os níveis de TNF-_ e fibrinogênio no grupo diabetes. Houve melhora no controle glicêmico embora não significativa. Conclusão: os resultados do presente estudo sugerem que os pacientes portadores de Diabetes mellitus Tipo 2 com controle metabólico inadequado apresentam boa resposta ao tratamento periodontal não cirúrgico, com redução de marcadores inflamatórios no fluido gengival. Entretanto, após 3 meses do tratamento periodontal, a influência deste na condição inflamatória sistêmica é limitada.
Responsável: BR39.2 - Biblioteca Professora Maria Dilma de Oliveira Gonçalves
BR39.2, C824a



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde