Base de dados : BBO
Pesquisa : E01.370.388.100 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 100 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Longo]

página 1 de 10 ir para página                        

  1 / 100 BBO  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Queiroz, Lélia Maria Guedes
Texto completo
Id: biblio-1007362
Autor: Pinheiro, Juliana Campos; Moreira, Deborah Lambert Gondim; Morais, Everton Freitas de; Silva, Gabriel Gomes da; Lima, Jabes Genndedyr da Cruz; Barboza, Carlos Augusto Galvão; Medeiros, Ana Miryam Costa de; Queiroz, Lélia Maria Guedes.
Título: Aspectos clínico-patológicos de queilite granulomatosa: relato de caso / Clinical and pathological aspects of Granulomatosis Queilite: Case Report
Fonte: Rev. Ciênc. Plur;5(1):102-112, jun. 2019. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução:A queilite granulomatosa (QG) é uma lesão oral rara, apresentando clinicamente inchaço de aspecto granulomatoso no lábio.Objetivo:O presente estudo, tem como objetivo apresentar um relato de caso de QG, tendo em vista, a dificuldade do diagnóstico e tratamento de condições inflamatórias com etiologias desconhecidas que acometem a cavidade oral.Relato de caso:Paciente do sexo feminino, apresentou aumento de volume no lábio superior exibindo sintomatologia dolorosa, porém, sem relatar associações com alterações sistêmicas. Durante o exame clínico notou-se que o lábio superior apresentava fissuras profundas, observando tambémedema que se estendia da comissura labial, atravessando a linha média. Levantou-se então, a hipótese diagnóstica de QG. Foi realizada uma biópsia incisional para confirmação do diagnóstico. A análise histopatológica evidenciou, presença de granulomas não caseosos e infiltrado inflamatório linfoplasmocitário perivascular. De acordo com os dados clínicos e análise histopatológica foi dado o diagnóstico inicial de QG. Após o diagnóstico inicial de QG, a paciente foi encaminhada para uma avaliação médica, a fim de avaliar possíveis alterações intestinais que pudessem caracterizar a síndrome de Melkersson-Rosenthal ou Cronh, como também possível reação de hipersensibilidade tardia. Conclusões:O cirurgião-dentista deve estar preparado para diagnosticar aumentos de volume significativos nos lábios, a fim de manejar corretamente o tratamento do paciente, estabelecendo desta forma, prognósticos favoráveis para essas condições (AU).

Introduction:Granulomatous cheilitis (HQ) is a rare oral lesion, presenting clinically granulomatous swelling on the lip. Objective: This study aims to present a case report of HG, considering the difficulty of diagnosis and treatment of inflammatory conditions with unknown etiologies that affect the oral cavity.Objective:This study aims to present a case report of HG, considering the difficulty of diagnosis and treatment of inflammatory conditions with unknown etiologies that affect the oral cavity.Case report:A female patient presented increased volume in the upper lip showing painful symptoms, but without reporting associations with systemic alterations. During the clinical examination it was observed that the upper lip presented deep fissures, also observing edema that extended from the labial commissure, crossing the middle line. The diagnostic hypothesis of GQ was then raised. An incisional biopsy was performed to confirm the diagnosis. Histopathological analysis revealed the presence of non-caseous granulomas and perivascular lymphoplasmacytic inflammatory infiltrate. According to the clinical data and histopathological analysis the initial diagnosis of GH was given. After initial diagnosis of HG, the patient was referred for medical evaluation to evaluate possible intestinal changes that could characterize Melkersson-Rosenthal syndrome or Cronh, as well as possible late hypersensitivity reactions.Conclusions:The dentist should be prepared to diagnose significant volume increases in the lips in order to correctly manage the patient's treatment, thus establishing favorable prognoses for these conditions (AU).
Responsável: BR1264.1 - Biblioteca Setorial Prof Alberto M Campos


  2 / 100 BBO  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-995188
Autor: Silva, Thalia Cristina Gomes da; Gonnelli, Fernanda Aurora Stabile; Rocha, Lilia Alves; Palma, Luiz Felipe.
Título: Estudo epidemiológico de biópsias realizadas em uma clínica odontológica universitária no período entre 2011 e 2018 / Epidemiological survey of biopsies performed in a dental school clinic in the period from 2011 to 2018
Fonte: Rev. Odontol. Araçatuba (Impr.);40(1):52-55, jan.-abr. 2019. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: A grande quantidade de patologias com características clínicas semelhantes possibilita a coexistência de vários diagnósticos diferenciais frente a uma única lesão na mucosa bucal. Muitas vezes a realização de exames complementares, como a biópsia, torna-se mandatória para confirmação do diagnóstico sugestivo. Realizar levantamento dos laudos histopatológicos provenientes de biópsias executadas em uma clínica-escola odontológica no período entre 2011 e 2018. A partir dos prontuários odontológicos, as informações foram coletadas e tabuladas. Foram determinadas a frequência de cada lesão em relação ao total e ao seu próprio grupo de doenças e as características dos indivíduos. Um total de 106 diagnósticos de 105 pacientes (idade média 47,5 anos), sendo a maioria do sexo feminino (68 indivíduos - 64,8%) e leucoderma (67 indivíduos - 63,8%), foram avaliados. Em relação aos grupos de doenças, o mais representativo foi o das neoplasias benignas epiteliais ou mesenquimais (35 casos - 33%), seguido pelo dos processos proliferativos não neoplásicos (30 casos - 28,3%). Quanto aos diagnósticos, foram observados 25 diferentes, nos quais se destacaram o fibroma (30 casos - 28,3%) e a hiperplasia fibrosa inflamatória (22 casos - 20,8%). Não foi constatada nenhuma patologia maligna. Traçar o perfil epidemiológico de certo grupo de indivíduos pode muitas vezes facilitar os diagnósticos, além de auxiliar na implementação de medidas de prevenção e na orientação dos assuntos a serem abordados nos cursos das instituições de ensino superior(AU)

A large number of pathologies with similar clinical features may allow coexistence of several differential diagnoses in a single lesion on the buccal mucosa. According to the clinical picture, complementary exams such as biopsy are often mandatory to confirm the suggestive diagnosis. To carry out a survey of histopathological diagnoses from biopsies performed in a dental school clinic in the period from 2011 to 2018. Information from dental records was gathered and tabulated. The frequency of each lesion was determined in relation to the total and its own group of diseases as well as the epidemiological characteristics of the individuals. A total of 106 diagnoses from 105 patients (mean age 47.5 years) were evaluated, being the majority of them female (68 individuals - 64.8%) and white (67 individuals - 63.8%). In relation to the groups of diseases, epithelial or mesenchymal benign neoplasms (35 cases - 33%) were the most representative, followed by nonneoplastic proliferative processes (30 cases - 28.3%). Regarding the diagnoses, 25 different ones were observed, in which fibroma (30 cases - 28.3%) and inflammatory fibrous hyperplasia (22 cases - 20.8%) were more prevalent. No malignant pathology was found. To describe the epidemiological profile of a population can often facilitate diagnoses, besides assisting in the implementation of preventive measures and in the definition of graduate and post-graduate courses' scope(AU)
Responsável: BR186.1 - Biblioteca Honório Monteiro
BR186.1


  3 / 100 BBO  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-916216
Autor: Araújo, André Vitor Alves; Cerqueira, Daniel de Assunção; Cesconetto, Lorenzzo De Angeli; Albuquerque Neto, Antonio Dionízio de; Provenzano, Nilton.
Título: Tratamento cirúrgico de lipoma em região maxilofacial ­ relato de caso / Surgical treatment of lipoma in maxillofacial region ­ case report
Fonte: Full dent. sci;8(32):47-51, 2017. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: O lipoma é a neoplasia mesenquimal de maior prevalência, sendo raro na região maxilofacial. Geralmente são lesões assintomáticas e se manifestam como massas nodulares, de superfície lisa e macia a palpação. Ao exame histopatológico, observa-se proliferação de células trapezoidais, de citoplasma claro, volumoso e exibindo núcleo deslocado para periferia. Este artigo tem por objetivo relatar um caso de um lipoma em mucosa jugal na região de corpo mandibular esquerdo, com paciente apresentando queixa estética. O tratamento cirúrgico instituído foi a biópsia excisional da lesão, com acompanhamento de 12 meses sem recidiva (AU).

Lipoma is the most prevalent mesenchymal neoplasm, being rare in the maxillofacial region. They are usually asymptomatic lesions and manifest as nodular masses, with smooth surface, and soft palpation. Histopathological examination shows proliferation of trapezoidal cells, clear cytoplasm, bulky and showing nucleus displaced to the periphery. This article aims to report a case of a lipoma in jugal mucosa in the region of the left mandibular body, with patient presenting aesthetic complaint. The surgical treatment instituted was the excisional biopsy of the lesion, with follow-up of 12 months without relapse (AU).
Responsável: BR1264.1 - Biblioteca Setorial Prof Alberto M Campos


  4 / 100 BBO  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-909484
Autor: Moraes, Poliana Rodrigues; Bernardes, Amanda de Oliveira; Diniz, Pâmela Aparecida; Bertocoo, Marcelo Soares.
Título: Manifestações Orais e Sistêmicas de carcinoma epidermóide de orofaringe em estádio avançado / Oral and systemic manifestations of advanced oropharyngeal squamous cell carcinoma
Fonte: Odonto (Säo Bernardo do Campo);24(48):55-60, jul.-dez. 2016. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Racional ­ Tumor maligno pode comprometer a cavidade oral e promover alterações sistêmicas muito graves que podem levar à morte. Objetivo ­ Descrever como um tumor pode atingir a cavidade oral de um indivíduo de forma a modificar sua qualidade de vida até culminar com seu óbito. Material e Métodos ­ Adulto do sexo masculino, desempregado, usuário de drogas como: maconha, cocaína, crack, álcool e tabaco, apresentou, durante a fase aguda, pequeno nódulo em região de hemiarco superior esquerdo, na altura dos pré-molares. No exame físico, apresentava dor à palpação com pequeno nódulo não flutuante, localizada em região cervical esquerda. A biópsia evidenciou células tumorais malignas. Resultados ­ Observado progressão rápida, com debilidade adstrita do paciente; resultando em óbito. Conclusão ­ Conclui-se com base no caso acima relatado e tendo a literatura como aliada, que os tumores avançados de orofaringe podem progredir de forma rápida e devastadora, sendo sua taxa de sobrevida muito baixa, além de causar ao paciente constrangimento sócio emocional.(AU)
Responsável: BR28.1 - Serviço de Biblioteca e Documentação Professor Doutor Antônio Gabriel Atta
BR28.1


  5 / 100 BBO  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-874685
Autor: Takashima, Marcos Rogério; Etges, Adriana.
Título: Epidemiological survey of biopsy performed in a residency program in bucco maxillofacial surgery / Levantamento epidemiológico das biópsias realizadas em uma residência emcirurgia e traumatologia bucomaxilofacial
Fonte: RGO (Porto Alegre);60(3):337-342, jul.-set. 2012. graf, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objective: To analyze the frequency of oral lesions and their characteristics in patients seen in the residency program at Santa Casa de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brazil. Methods: Reports of biopsies performed in the residency program at Santa Casa de Pelotas, during a period of three years, obtained from the Archives of the Center for Diagnosis of Diseases of the Mouth. From these, data were collected and analyzed with respect to histological diagnosis of the lesion, gender, age, ethnicity, lesion location, type of biopsy, and agreement between clinical and histopathology diagnosis. Results: A total of 221 reports were analyzed, from which 55 different diagnoses were observed. Inflammatory fibrous hyperplasia was the lesion most commonly found, appearing in 38 reports (17%), followed by squamous cell carcinoma and mucocele in 17 reports, and radicular cyst in 15 reports. The main demographic characteristics shown were: Females in 59.09% of cases; the fifth decade of life in 29%, and caucasian ethnicity representing 85% of cases. As regards location, the lesions were concentrated mainly in the maxillary and mandibular soft tissues (29%). The number of excisional biopsies was higher, representing 91.4%. Agreement between clinical and histopathologic diagnosis was slightly higher (111 reports) than disagreements. Conclusion: The results of this study were similar to those of the majority of the articles reviewed with regard to the most frequent oral lesions and their characteristics, in spite of the shortcomings found in the way requisition forms for histopathological examinations had been filled out.

Objetivo: Analisar a frequência das lesões bucais e suas características nos pacientes atendidos na residência em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial da Santa Casa de Pelotas, Rio Grande do Sul. Métodos: Foram coletados e analisados os dados dos laudos das biópsias realizadas na residência em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial da Santa Casa de Pelotas durante um período de três anos, obtidos dos Arquivos do Centro de Diagnóstico das Doenças da Boca, em relação ao diagnóstico histológico da lesão, gênero, idade, etnia, localização da lesão, tipo de biópsia, e concordância entre o diagnóstico clínico e o histopatológico. Resultados: Foram analisados 221 laudos, sendo observados 55 diagnósticos diferentes. A hiperplasia fibrosa inflamatória foi a lesão mais comumente encontrada com 38 laudos (17%), seguida de mucocele e carcinoma espinocelular com 17 laudos, e cisto radicular com 15 laudos. O gênero feminino com 59,09%, a quinta década de vida com 29% e a etnia leucoderma representando 85% foram as principais características demográficas. Com relação à localização, as lesões se concentraram mais nos tecidos moles da maxila e mandíbula (29%). As biópsias excisionais foram superiores e representaram um percentual de 91,4%. A concordância entre o diagnóstico clínico e o histopatológico foi levemente superior (111 laudos) em relação à discordância. Conclusão: Os resultados obtidos neste estudo são semelhantes aos da maioria dos artigos revisados no que se refere às lesões bucais mais frequentes e suas características, apesar das falhas verificadas no preenchimento das fichas de requisição dos exames histopatológicos.
Responsável: BR1354.1 - Biblioteca São Leopoldo Mandic
br1354.1


  6 / 100 BBO  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-874138
Autor: Aquino, Sibele Nascimento de; Martelli, Daniella Reis Barbosa; Borges, Sabina Pena; Bonan, Paulo Rogério Ferreti; Martelli Júnior, Hercílio.
Título: Concordância entre diagnóstico clínico e histopatológico de lesões bucais / Agreement between clinical and histopathological diagnoses of oral lesions
Fonte: RGO (Porto Alegre);58(3):345-349, jul.-set. 2010. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Aferir a concordância entre diagnóstico clínico e histopatológico de lesões bucais de pacientes da clínica de Estomatologia da Universidade Estadual de Montes Claros, Minas Gerais, Brasil. Métodos: Realizou-se um estudo retrospectivo, entre março de 2006 e dezembro de 2007, utilizando 200 prontuários clínicos de pacientes atendidos, biopsiados e tratados entre os anos de 2004-2006. As dimensões avaliadas foram: gênero, idade, diagnóstico clínico, realização de biópsias, localização da lesão e diagnóstico histopatológico. A análise estatística foi feita pelo programa SPSS 15.0 e submetidas à estatística descritiva. Resultados: Os sítios anatômicos mais comuns das lesões foram mucosa jugal (16,0%) e gengiva (16,0%), enquanto o mais incomum foi o fundo de vestíbulo (3,5%). O grupo mais comum de lesões foi representado pelos processos proliferativos não neoplásicos (39,0%). Em relação às hipóteses diagnósticas foram aferidas a concordância entre as três primeiras hipóteses clínicas e a histopatologia. Em 78,5% dos diagnósticos finais houve concordância entre uma das três hipóteses clínicas e o diagnóstico microscópico, enquanto em 21,5% dos casos não houve correspondência entre a clínica e a histopatologia. Conclusão: Observou-se uma expressiva concordância (78,5%) entre o diagnóstico clínico e histopatológico, sendo importante a realização de mais estudos para se entender melhor a relação entre estes dois importantes exames de rotina.

Objective: The objective of this study was to measure the agreement between the clinical and histopathological diagnoses of oral lesions in patients seen at the Stomatological Clinic of the State University of Montes Claros, Minas Gerais, Brazil. Methods: A retrospective study was done from March 2006 to December 2007 with 200 medical records of patients that had undergone biopsy and treatment between 2004 and 2006. The assessed parameters were: gender, age, clinical diagnosis, biopsies, lesion site and histopathological diagnosis. Statistical analysis was done by the software SPSS 15.0 and submitted to descriptive statistics. Results: The most common lesion sites were the buccal mucosa (16.0%) and gingiva (16.0%) while the most uncommon was the base of the vestibule (3.5%). The most common group of lesions was represented by the non-neoplastic proliferative processes (39.0%). Agreement occurred between the three first clinical hypotheses and histopathology. In 78% of the final diagnoses, there was agreement between one of the three clinical hypotheses and the microscopic diagnosis and no agreement between the clinical and histopathological diagnoses in 21.5% of the cases. Conclusion: The agreement between clinical and histopathological diagnoses was high (78.5%). More studies are necessary in order to better understand the relationship between these two important routine tests.
Responsável: BR1354.1 - Biblioteca São Leopoldo Mandic
BR541.1


  7 / 100 BBO  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-874048
Autor: Conceição, Luciana Domingues; Magrin, Tânia; Gomes, Ana Paula Neutzling; Araújo, Lenita Maria Aver de.
Título: Estudo retrospectivo de biópsias em língua: aspectos epidemiológicos / Retrospective study in tongue biopsies: epidemiologic aspects
Fonte: RFO UPF;15(1):11-19, jan.-abr. 2010. graf, tab.
Idioma: pt.
Resumo: A cavidade bucal é acometida por diversas enfermidades,muitas das quais ocorrem na língua. O objetivo do presente trabalho foi analisar os aspectos clínico-eoidemiológicos de lesões biopsiadas em língua e identificar suas caracterídticas mais prevalentes. Dos 17.611 laudos histopatológicos do Centro de Diagnóstico das Doenças da Boca da Faculdade de Odontologia da UFPEL foram selecionadas 806 fichas referentes ao tatal de biópsias realizadas em língua , das quais 50,5 por cento em pacientes do gênero feminino e 49,3 por cento do masculino. As lesões reativas, dando destaque ao fibroma, foram as enfermidades mais comuns (27,4 por cento), seguidas pelas lesões epiteliais malígnas, na quase totalidade representadas pelo carcinoma espinocelular (22,7 por cento). As lesões fundamentais de nódulo (43,4 por cento) e úlcera (21,3 por cento), com tamanho de até 5mm (34,7 por cento) e com evolução de um a cinco anos (18,2 por cento), mostraram-se as mais prevalentes. A faixa etária mais acometida foi a sexta década de vida (21 por cento). Os diagnósticos clínicos registrados nas fichas de biópsias foram concordantes em relação ao diagnóstico histopatológico em 57,72 por cento dos casos. Em relação ao carcinoma espinocelular, a maior prevalência foi observada em indivíduos do gênero masculino e na sexta década de vida. Este estudo busca contribuir para traçar um perfil das lesões da língua e, sobretudo, instrumentalizar o cirurgião-dentista quanto ao seu conhecimento de estomatologia, visando aprimorar estratégias de promoção e prevenção em saúde
Responsável: BR337.1 - Biblioteca
BR337.1


  8 / 100 BBO  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-873991
Autor: Utumi, Estevam Rubens; Bernabé, Daniel Galera; Zambon, Camila Eduarda; Pedron, Irineu Gregnanin; Peres, Maria Paula Siqueira Melo; Rocha, André Caroli.
Título: Adenoma pleomórfico em palato mole / Pleomorphic adenoma of the soft palate
Fonte: J. Health Sci. Inst = Rev. Inst. Ciênc. Saúde;27(1):77-80, jan.-mar. 2009. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Adenoma pleomórfico (AP) é a neoplasia de glândula salivar mais comum. A lesão apresenta-se como uma massa firme de crescimento lento e indolor. Pode ocorrer em qualquer idade, sendo mais comum em adultos jovens entre 30 e 50 anos. A diversidade do padrão morfológico histopatológico é um dos seus aspectos mais característicos. Este artigo relata um caso de adenoma pleomórfico de palato mole, enfatizando aspectos diagnósticos e terapêuticos
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde
BR501.1; 00532


  9 / 100 BBO  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-872974
Autor: Caubi, Antônio Figueiredo; Xavier, Ruth Lopes de Freitas; Lima Filho, Manoel Alvino de; Chalegre, Juliana Ferreira.
Título: Biópsia / Biopsy
Fonte: Rev. cir. traumatol. buco-maxilo-fac;4(1):39-46, jan.-mar. 2004. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: A biópsia de uma lesão bucal é um meio confiável e de fácil execução, que contribui para o diagnóstico definitivo da grande maioria das lesões bucais. Os riscos de realizá-la são mínimos e superam, em muito, as conseqüências de um diagnóstico errôneo e inadequado. Esse artigo visa esclarecer aos Cirurgiões Dentistas e acadêmicos de Odontologia, as indicações, contra-indicações, a técnica e os cuidados para se realizar uma biópsia e, ainda, desmistificá-la, tanto para o profissional que, às vezes, tem receio de executá-la quanto para o paciente que a associa com tumor maligno.
Responsável: BR310.1 - Biblioteca Professor Guilherme Simões Gomes
BR310.1; BR97.1


  10 / 100 BBO  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Lopes, Fernanda Ferreira
Texto completo
Id: biblio-872704
Autor: Cruz, Maria Carmen F.N. da; Almeida, Karoline Guará Brusaca; Lopes, Fernanda Ferreira; Bastos, Eider Guimarães; Freitas, Roseana de Almeida.
Título: Levantamento das biopsias da cavidade oral realizadas no Hospital Universitário - Unidade Presidente Dutra-UFMA da cidade de São Luís - MA, no período de 1992 a 2002 / Survey oral cavity biopsies in the University Hospital(UFMA)- Presidente Dutra's Unity, in São Luis, During the periodo of 1992 -2002
Fonte: Rev. bras. patol. oral;4(3):185-188, jul.-set. 2005. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste trabalho foi realizar um levantamento das lesões orais do Hospital Universitário - Unidade Presidente Dutra, da UFMA, no período de 1992 a 2002, sendo analisadas 295 fichas clínicas com seus respectivos laudos de diagnóstico histopatológico. Foram avaliadas a freqüência das lesões orais examinadas, a localização anatômica e a distribuição das mesmas quanto ao tipo, sexo e idade. Cada caso foi classificado em onze diferentes grupos, apresentando-se número e índice percentual das lesões de maiores ocorrências. Os resultados demonstraram um predomínio das lesões proliferativas não neoplásicas, com sessenta casos; a hiperplasia fibrosa inflamatória representou a entidade mais comum, sendo o sexo feminino mais envolvido e na primeira década de vida ocorreu um maior percentual de casos
Responsável: BR1264.1 - Biblioteca Setorial Prof Alberto M Campos
BR1264.1



página 1 de 10 ir para página                        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde