Base de dados : BBO
Pesquisa : I01.240.600.525.500 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 2 [refinar]
Mostrando: 1 .. 2   no formato [Longo]

página 1 de 1

  1 / 2 BBO  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-855846
Autor: Reis, Lyria Maria dos; Lisboa.
Título: Migração, aculturação e saúde bucal de brasileiras e brasileiros residentes em lisboa, portugal / Migration, acculturation and dental health of brazilian immigrants living in Lisbon, Portugal
Fonte: Rev. Ciênc. Plur;2(1):56-68, jun. 2016. graf, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: Milhões de pessoas são migrantes internacionais no mundo contemporâneo. Desde 2007 osbrasileiros são a maior comunidade imigrante em Portugal. Atualmente residem legalmente no país 82.590indivíduos, 31.700 homens (38,38%) e 50.890 mulheres (61,62%). O aprendizado e manutenção de práticaspreventivas são muito importantes para a saúde bucal e para a saúde em geral. As crenças, os valores e aspolíticas de saúde bucal são fundamentais para o desenvolvimento de hábitos saudáveis nesta área. A prevenção dos principais problemas de saúde bucal deve começar precocemente e ser mantida ao longo de toda a vida. Objetivo: Conhecer e compreender os efeitos da migração internacional e da aculturação sobre os hábitos, os comportamentos e as práticas preventivas em saúde bucal de imigrantes brasileiros em Portugal. Métodos: Realizou-se um estudo exploratório com metodologia quantitativa e qualitativa utilizando um inquérito por entrevista com questões fechadas e abertas especialmente construído para esta pesquisa. Foram entrevistados 120 imigrantes brasileiros, 67 mulheres e 53 homens, residentes em Portugal há um ano ou mais, com 18 anos ou idade superior que, após esclarecimento, concordaram em participar. Resultados Os principais resultados indicaram que a maioria dos entrevistados realiza escovação dental 2 a 3 vezes ao dia e usa o fio/fita dental 1 vez ao dia, sendo as mulheres que a fazem em maior número. Em contexto migratório ocorreu uma alteração/diminuição na procura por serviços de saúde bucal. Conclusão: A mudança de país leva a uma rupturadas relações sociais dos imigrantes. O processo de aculturação, o desconhecimento da nova realidade social e cultural, do modo de funcionamento das instituições do país de acolhimento, sobretudo dos serviços de saúde e a falta de relações de confiança influenciam a saúde bucal de imigrantes brasileiros residentes em Lisboa

Intodução: Nowadays millions of people are international migrants in the world. Since 2007 Brazilians are the largest immigrant community in Portugal. Currently residing legally in the country 82,590 individuals, 31,700 men(38.38%) and 50,890 women (61.62%). The learning and preventive maintenance practices are very important for oral and general health. Beliefs, values and oral health policies are fundamental to the development of healthy habits in this area. The prevention of major oral health problems should begin early and be maintained throughout life. Objectives: To know and understand the effects of international migration and acculturation on the habits,behaviors and preventive practices in oral health of Brazilian immigrants in Portugal. Methods: This was anexploratory study with a quantitative and qualitative methodology using an interview survey with closed and openquestions specially constructed for this study. We interviewed 120 Brazilian immigrants, 67 women and 53 men,living in Portugal more than a year, age 18 or more, that agreed to participate after elucidation. Results: Resultsindicated that most respondents performs tooth brushing 2 to 3 times a day and uses dental floss once a day and are the women who are in greater numbers. There was a change / decrease in demand for oral health services. Conclusion: The international migration leads to a breakdown of social relations of immigrants. The process ofacculturation, ignorance of the new reality, the mode of operation of the health institutions in the host country and the lack of trust relationships influence the oral health of Brazilian immigrants living in Lisbon
Responsável: BR1264.1 - Biblioteca Setorial Prof Alberto M Campos
BR1264.1


  2 / 2 BBO  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-849088
Autor: Reis, Lyria Maria dos; Ramos, Natália.
Título: Migração, aculturação e saúde bucal de brasileiras e brasileiros residentes em Lisboa, Portugal / Migration, acculturation and dental health of brazilian immigrants living in Lisbon, Portugal
Fonte: Rev. Ciênc. Plur;2(1):56-68, 2016. graf, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: Milhões de pessoas são migrantes internacionais no mundo contemporâneo. Desde 2007 os brasileiros são a maior comunidade imigrante em Portugal. Atualmente residem legalmente no país 82.590 indivíduos, 31.700 homens (38,38%) e 50.890 mulheres (61,62%). O aprendizado e manutenção de práticas preventivas são muito importantes para a saúde bucal e para a saúde em geral. As crenças, os valores e as políticas de saúde bucal são fundamentais para o desenvolvimento de hábitos saudáveis nesta área. A prevenção dos principais problemas de saúde bucal deve começar precocemente e ser mantida ao longo de toda a vida. Objetivo: Conhecer e compreender os efeitos da migração internacional e da aculturação sobre os hábitos, os comportamentos e as práticas preventivas em saúde bucal de imigrantes brasileiros em Portugal. Métodos: Realizou-se um estudo exploratório com metodologia quantitativa e qualitativa utilizando um inquérito por entrevista com questões fechadas e abertas especialmente construído para esta pesquisa. Foram entrevistados 120 imigrantes brasileiros, 67 mulheres e 53 homens, residentes em Portugal há um ano ou mais, com 18 anos ou idade superior que, após esclarecimento, concordaram em participar. Resultados Os principais resultados indicaram que a maioria dos entrevistados realiza escovação dental 2 a 3 vezes ao dia e usa o fio/fita dental 1 vez ao dia, sendo as mulheres que a fazem em maior número. Em contexto migratório ocorreu uma alteração/diminuição na procura por serviços de saúde bucal. Conclusão: A mudança de país leva a uma ruptura das relações sociais dos imigrantes. O processo de aculturação, o desconhecimento da nova realidade social e cultural, do modo de funcionamento das instituições do país de acolhimento, sobretudo dos serviços de saúde e a falta de relações de confiança influenciam a saúde bucal de imigrantes brasileiros residentes em Lisboa (AU).

Intodução: Nowadays millions of people are international migrants in the world. Since 2007 Brazilians are the largest immigrant community in Portugal. Currently residing legally in the country 82,590 individuals, 31,700 men (38.38%) and 50,890 women (61.62%). The learning and preventive maintenance practices are very important for oral and general health. Beliefs, values and oral health policies are fundamental to the development of healthy habits in this area. The prevention of major oral health problems should begin early and be maintained throughout life. Objectives: : To know and understand the effects of international migration and acculturation on the habits, behaviors and preventive practices in oral health of Brazilian immigrants in Portugal. Methods: This was an exploratory study with a quantitative and qualitative methodology using an interview survey with closed and open questions specially constructed for this study. We interviewed 120 Brazilian immigrants, 67 women and 53 men, living in Portugal more than a year, age 18 or more, that agreed to participate after elucidation. Results: Results indicated that most respondents performs tooth brushing 2 to 3 times a day and uses dental floss once a day and are the women who are in greater numbers. There was a change / decrease in demand for oral health services. Conclusion: The international migration leads to a breakdown of social relations of immigrants. The process of acculturation, ignorance of the new reality, the mode of operation of the health institutions in the host country and the lack of trust relationships influence the oral health of Brazilian immigrants living in Lisbon (AU).
Responsável: BR1264.1 - Biblioteca Setorial Prof Alberto M Campos



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde