Base de datos : BDENF
Búsqueda : F01.100.150.500 [Categoria DeCS]
Referencias encontradas : 276 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   en el formato [Largo]

página 1 de 28 va a la página                         

  1 / 276 BDENF  
              next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: 31951
Autor: Oliveira, Adriana Delmondes de; Reiners, Annelita Almeida Oliveira; Mendes, Priscila Aguiar; Azevedo, Rosemeiry Capriata Souza; Gaspar, Ana Carolina Macri.
Título: VACINAÇÃO CONTRA INFLUENZA: CONHECIMENTOS, ATITUDES E PRÁTICAS DE IDOSOS / VACUNACIÓN CONTRA LA INFLUENZA: CONOCIMIENTOS, ACTITUDES Y PRÁCTICAS DE LOS ANCIANOS / INFLUENZA VACCINATION: KNOWLEDGE, ATTITUDES AND PRACTICES OF THE ELDERLY
Fuente: Rev. enferm. UFSM;6(4):462-470, out.-dez. 2016. tab.
Idioma: pt.
Resumen: Objetivo: Investigar os conhecimentos, atitudes e práticas de idosos sobre a influenza e a vacina contra a doença. Metodologia: Estudo descritivo com 71 idosos entrevistados com o uso de questionário baseado em inquérito CAP (Conhecimento, Atitude e Práticas). Os dados foram coletados no período de fevereiro a abril de 2015 e analisados com base nas recomendações do Ministério da Saúde. Resultados: A maioria dos idosos conhece apenas algum sinal ou sintoma da influenza, acredita que a vacina reduz os sintomas e riscos de complicações da gripe, crê que, mesmo a tomando, pode gripar, mas não a considera um meio de prevenção da doença. Quase 77% dos idosos referem tomar a vacina. Conclusão: O conhecimento dos idosos em relação à influenza é insatisfatório, porém suas atitudes são favoráveis e, provavelmente, isso tenha influência sobre suas práticas positivas em relação à vacinação. (AU)

Aim: To investigate the knowledge, attitudes and practices of elderly patients about influenza and the vaccine used to prevent the disease. Methodology: Descriptive study with 71 seniors who were interviewed by way of a questionnaire based on KAP survey (Knowledge, Attitude and Practices). Data were collected from February to April 2015 and its analysis was based on recommendations made from the Ministry of Health. Results: Most seniors know only some signs or symptoms of influenza. They believe that the vaccine reduces the symptoms and risks of influenza complications, and that, even if one takes the vaccine, there is the possibility of falling ill, but they do not consider the vaccine a way of preventing the disease. Almost 77% of the elderly referred take the vaccine. Conclusion: The knowledge of the elderly in relation to influenza is unsatisfactory, but their attitudes are favorable and probably this has influence on their good practices in relation to vaccination. (AU)

Objetivo: Investigar los conocimientos, actitudes y prácticas de los ancianos sobre la gripe y la vacuna contra la enfermedad. Metodología: Estudio descriptivo con 71 ancianos entrevistados con el uso de cuestionario basado en encuesta CAP. Resultados: La mayoría de los ancianos conocen solo algunos signos o síntomas de la gripe, creen que la vacuna reduce los síntomas y el riesgo de complicaciones de la influenza, incluso creen que tomándola, pueden griparse, pero no consideran la vacuna una forma de prevenir la enfermedad. Casi 77% de los ancianos se refieren a tomar la vacuna. Conclusión: El conocimiento de los ancianos sobre la gripe no es satisfactorio, pero sus actitudes son favorables y probablemente estas tienen influencia positiva en sus prácticas con relación a la vacunación. (AU)
Responsable: BR568.1
BR568.1


  2 / 276 BDENF  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: 31887
Autor: Lima, Raquel Faria da Silva; Turrini, Ruth Natalia Teresa; Silva, Leila Rangel; Melo, Lilian Dornelles Santana de; Augusto, Susie Imbiriba.
Título: Práticas populares de cura e o uso de plantas medicinais pormães ribeirinhas no cuidado infantil / Prácticas populares de cura y plantas medicinales usados por las madresribereñas en el cuidado infantil / Popular healing practices and medical plants use for riparian mothers in early childhood care
Fuente: Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online);9(4):1154-1163, out.-dez. 2017.
Idioma: en; pt.
Resumen: Objetivo: Analisar as praticas populares de cura com plantas medicinais pelas mães ribeirinhas durante o cuidado dos filhos. Métodos: Trata-se de uma pesquisa qualitativa, de etnoenfermagem, com coleta de dados por meio de entrevista semiestruturada e observação participante. Participaram do estudo 15 mães da comunidade ribeirinha Vila Nova Maringá, Amazonas. Para análise dos dados foi utilizada a análise temática. Pesquisa aprovada pelo CEP EEAN/HESFA n°54/08. Resultados: Constatou-se que as praticas populares de cura variam de acordo com a etiologia; que 17 problemas físicos de saúde infantis podem ser tratados com 37 plantas medicinais; e que grande parte das plantas utilizadas encontram respaldo no saber científico. Conclusão: Acredita-se que a pesquisa tenha relevância para a enfermagem e comunidade, pois permitiu o intercâmbio de saberes popular e científico, bem como apontou uma necessidade de investimentos que trabalhem com esta temática.(AU)

Objectives: To analyze the popular healing practices with the use of medicinal plants by the riverside mothers during child care. Methods: This is a qualitative research, ethnonursing with data collection through semi-structured interview and participant observation.Study participants were 15 mothers of the riverside community Vila Nova Maringa, Amazonas, Brazil. For data analysis it was used the thematic analysis. Research approved by the CEP EEAN/HESFA n°54/08. Results: It was found that the popular healing practices vary according to the etiology; 17 that infant physical health problems can be treated with 37 medicinal plants; and that many of the plants used are supported by the scientific knowledge. Conclusion: It is believed that research has relevance for nursing and community, because it allowed the exchange of popular and scientific knowledge, and pointed to a need for investment into works with this theme.(AU)

Objetivo: Analizar las practicas de curacion populares con el uso de plantas medicinales por las madres de ribera durante el cuidado del nino. Métodos: Se trata de una investigacion cualitativa, etnoenfermeria con la recopilacion de datos a traves de entrevistas semiestructuradas y observacion participante. Los participantes del estudio fueron 15 madres de la comunidad riberena Vila Nova Maringa, Amazonas. Para el analisis de datos se utilizo el analisis tematico. De investigacion aprobado por el CEP EEAN/HESFA n°54/08. Resultados: Se encontro que las practicas de curacion populares varian de acuerdo a la etiologia; 17 que los problemas de salud fisica para ninos pueden ser tratados con 37 plantas medicinales; y que muchas de las plantas utilizadas estan basadas en el conocimiento cientifico. Conclusión: Se cree que la investigacion tiene relevancia para el mal gema y la comunidad debido a que permitia el intercambio de conocimiento popular y cientifica, y senalo una necesidad de inversion para trabajar con este tema.(AU)
Responsable: BR1208.1 - Biblioteca Setorial de Enfermagem e Nutrição
BR1208.1


  3 / 276 BDENF  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 31837
Autor: Oliveira, Adélia Dalva da Silva(aut); Nery, Inez Sampaio(aut).
Título: Mulheres que fazem sexo com mulheres: atitudes e práticas sobre prevenção ao HIV/AIDS / Women who have sex with women: attitudes and practices on prevention of HIV/AIDS
Fuente: Rev. enferm. UFPI;5(3):10-17, jul.-set.2016. Tabelas.
Idioma: pt.
Resumen: Objetivo: identificar a associação entre atitudes e práticas sobre prevenção ao HIV/Aids das mulheres que fazem sexo com mulheres com a faixa etária, grau de escolaridade, renda mensal e religião. Metodologia: estudo epidemiológico, transversal, desenvolvido por meio de um inquérito CAP (Conhecimentos, Atitudes e Práticas). Os dados foram coletados por meio de um questionário disponibilizado tanto em formato físico quanto eletrônico. Fizeram parte da amostra 91 mulheres com idade igual ou superior a 18 anos, residentes em Teresina. O software SPSS for windows (Statistical Package for the Social Sciences), versão 20.0 foi utilizado para processamento dos dados e identificação de associações com significância estatística para p<0,05. Resultados: as associações foram avaliadas por meio do teste qui quadrado com níveis de significância de 5%. Houve associação estatística significativa das atitudes e práticas com o grau de escolaridade e religião (p<0,05). Conclusão: as mulheres que fazem sexo com mulheres pesquisadas possuem práticas e atitudes que as vulnerabiliza ao HIV/Aids. É de fundamental importância o diagnóstico desses aspectos para o planejamento das políticas públicas,no intuito de contribuir para a formulação de ações efetivas e eficientes envolvendo as formas de prevenção e de transmissão do HIV/Aids voltadas para essa população. (AU)

Objective: to identify the association between attitudes and practices on prevention of HIV/AIDS for women who have sex with women with age, education level, monthly income and religion. Methodology: epidemiological, cross-sectional study, developed through a KAP survey (Knowledge, Attitudes and Practices). Data were collected through a questionnaire available in both physical and electronic format. The sample included 91 women aged over 18 years living in Teresina. The SPSS for Windows (Statistical Package for Social Sciences) version 20.0 was used for data processing and identification of associations with statistical significance at p <0.05. Results: the associations were evaluated using the chi-square test with significance level of 5%. There was a statistically significant association between attitudes and practices with the level of education and religion (p <0.05). Conclusion: women who have sex with women surveyed have practices and attitudes that vulnerabiliza HIV/AIDS. It is vital to the diagnosis of these aspects for the planning of public policies in order to contribute to the formulation of effective and efficient actions involving forms of prevention and transmission of HIV/AIDS focused on this population. (AU)
Responsable: BR5.1


  4 / 276 BDENF  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 31681
Autor: Rodríguez-Renobato, Ricardo; Esparza-Acosta, Guadalupe del Rocío; González-Flores, Silva Patricia.
Título: Conocimientos del personal de enfermería sobre la prevención y el tratamiento de las úlceras por presión / Nursing staff knowledge concerning prevention and treatment of pressure ulcers
Fuente: Rev. enferm. Inst. Mex. Seguro Soc;25(4):245-256, Octubre.-Dic. 2017. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumen: Resumen

Introducción: la presencia de úlceras por presión (UPP) en pacientes hospitalizados se evalúa como indicador de calidad en el cuidado de enfermería. Al respecto diversos estudios establecen que el nivel de conocimientos, el nivel académico y la actitud del personal influye en la aparición de estas heridas, que incrementan los gastos del sistema de salud.

Objetivo: determinar el nivel de conocimientos del personal de enfermería en prevención y tratamiento de las úlceras por presión.

Metodología: estudio descriptivo, correlacional y transversal en una muestra aleatoria no probabilística por conveniencia de 102 enfermeros de cinco servicios de un hospital público. Se aplicó el instrumento ReAc-PUKT, que es de estructura dicotómica falso/verdadero y está basado en recomendaciones y evidencias de la guía de práctica clínica mexicana (alfa = 0.73).

Resultados: el 62.7% fueron mujeres; 70.4% contaban con formación básica de enfermería. El puntaje global de conocimiento fue de 60.4%. Por categoría, en generalidades 56%, en prevención 63% y en tratamiento 62.2%. A mayor grado de estudios, mayores son los conocimientos sobre UPP (r= 0.238, p = 0.008).

Conclusiones: el nivel de conocimiento fue insuficiente. Hay una notable falta de actualización sobre el tema. Son relevantes los resultados obtenidos para implementar cursos de actualización y mejoras en la atención hospitalaria mediante la evaluación de la disminución de la incidencia de UPP.(AU)

Abstract

Introduction: The presence of pressure ulcers (PU) in hospitalized patients is evaluated as an indicator of quality in nursing care. Several studies have established that the level of knowledge, academic level and attitude of the staff influences the appearance of these wounds that increase the costs of the health system.

Objective: To determine the level of knowledge of nursing staff in prevention and treatment of pressure ulcers.

Methods: descriptive, correlational and cross-sectional study. A non-probability random sample of 102 nurses of five services was obtained at a public hospital in Aguascalientes, Mexico. The ReAc-PUKT instrument (of false/true dichotomous structure) was applied based on recommendations and evidences from the Mexican practice guideline (alpha = 0.73).

Results: 62.7% of nursing staff were female, 70.4% had basic training in nursing. The overall score in the assessment of knowledge was 60.4%. By category, 56% was obtained in general, 63% in prevention and 62.2% in treatment. The higher degree of studies implies a higher knowledge on pressure ulcers (r = 0.238, p = 0.008).

Conclusions: The level of knowledge was insufficient. There is a noticeable lack of updating on the subject. The results obtained are relevant to implement courses of updating and improvements in the protocols for hospital care by assessing the decrease in the incidence of PU.(AU)
Responsable: MX346.1


  5 / 276 BDENF  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Id: 31622
Autor: Biscegli, Terezinha Soares; Hamade, Ahmad Mohamad Ali; Gomes, Aline Suzie; Oliveira, Mariana Penitenti; Fernandes, Mariana Pugnaghi; Gonsaga, Ricardo Alessandro Teixeira.
Título: Adesão dos alunos de um curso de medicina às ações recomendadas no manual de práticas sustentáveis de uma instituição de ensino superior / Adhesión de los alumnos de un curso de medicina a las acciones recomendadas en el manual de prácticas sostenibles de una institución de enseñanza superior / Medicine students adherence to actions recommended in the sustainable practices manual of a higher education institution
Fuente: CuidArte, Enferm;11(1):31-37, jan.2017.
Idioma: pt.
Resumen: Introdução: A adoção de práticas sustentáveis pode ser entendida como uma ação rumo a um consumo sustentável, diretamenteconectado às práticas cotidianas. Entendendo a necessidade de uma ação contínua e participativa, as Faculdades Integradas Padre Albino(FIPA) lançaram o “Manual de Práticas Sustentáveis”. Objetivos: Avaliar o conhecimento dos alunos do curso de Medicina sobre o Manual esua adesão às ações nele recomendadas. Material e Método: Estudo transversal, descritivo, realizado através da aplicação de questionárioaos alunos de todas as séries do curso de Medicina das FIPA, de Catanduva-SP, no período de junho a outubro/2016. As variáveisanalisadas foram: série em curso, idade, sexo e 13 questões relacionadas à prática de ações recomendadas no Manual e 01 ao seuconhecimento e leitura. Os resultados foram expressos em número, porcentagem, média e desvio-padrão. Resultados: Os participantesrepresentaram 89,1% dos matriculados, sendo 59,9% mulheres. A média de idade foi 23±3,2 anos e 86,8% desconheciam o Manual.Declararam ter preocupação diária de: economizar água (81,3%), economizar energia elétrica (84,8%), comprar eletrodomésticos maiseconômicos (73,4%), optar pelo uso de combustível mais econômico (64%), praticar carona solidária (70,2%), resolver assuntos evitandodeslocamentos desnecessários (85,4%), usar mídias regraváveis (79,2%), evitar imprimir material desnecessário (59,9%), evitar trocarequipamentos eletrônicos em bom estado (44,1%), preservar a vegetação (83%), evitar usar material descartável (26,9%), separar lixopara reciclagem (35,3%) e evitar usar sacolas descartáveis (22,5%). Conclusões: embora os alunos declarem não terem conhecimentodo Manual, em seu cotidiano, geralmente praticam as ações de sustentabilidade ambiental recomendadas nele.(AU)

Introduction: The adoption of sustainable practices can be understood as an action towards a sustainable consumption, directly connectedto daily practices. Understanding the need for a continuous and participatory action, the Integrated Faculties Padre Albino (FIPA), havelaunched the "Manual of Sustainable Practices". Objectives: To evaluate the medical students' knowledge about the Manual and theiradherence to the recommended actions. Material and Method: It was a a cross-sectional, descriptive study conducted through theapplication of a questionnaire to students of all the FIPA medical series, from Catanduva-SP, from June through October 2016. Theanalyzed variables were: current series, age, sex and 13 questions related to the practice of actions recommended in the Manual, as well01 to their knowledge and reading. The results were expressed in number, percentage, mean and standard deviation. Results: Participantsaccounted for 89.1% of the enrolled, being women 59.9% of them. The mean age was 23 ± 3.2 years and 86.8% were unaware ofthe Manual. They stated that they had a daily worry of saving water (81.3%), saving electricity (84.8%), buying more economicalappliances (73.4%), choosing to use cheaper fuel (64%), giving rides one to the other (70.2%), solving problems avoiding unnecessarydisplacements (85.4%), using rewritable media (79.2%), avoiding printing unnecessary material (59.9%), avoiding changing electronicequipment in good condition (1%), preserving vegetation (83%), avoiding using disposable material (26.9%), separating garbage forrecycling (35.3%) and avoiding using disposable bags (22.5%). Conclusions: Although students declare not knowing the Manual, theygenerally practice the environmental sustainability actions recommended in it.(AU)

Introducción: La adopción de prácticas sostenibles puede ser entendida como una acción hacia un consumo sustentable, directamenteconectado a las prácticas cotidianas. Entendiendo la necesidad de una acción continua y participativa, las Facultades Integradas PadreAlbino (FIPA) lanzaron el "Manual de Prácticas Sostenibles". Objetivos: Evaluar el conocimiento de los alumnos del curso de Medicinasobre el Manual y su adhesión a las acciones en él recomendadas. Material y método: Estudio transversal, descriptivo, realizado a travésde la aplicación de cuestionario a los alumnos de todas las series del curso de Medicina de las FIPA, de Catanduva-SP, en el período dejunio a octubre / 2016. Las variables analizadas fueron: serie en curso, edad, sexo y 13 cuestiones relacionadas a la práctica de accionesrecomendadas en el Manual y 01 a su conocimiento y lectura. Los resultados se expresaron en número, porcentaje, media y desviaciónestándar. Resultados: Los participantes representaron el 89,1% de los matriculados, siendo 59,9% mujeres. El promedio de edad fuede 23 ± 3,2 años y el 86,8% desconocía el Manual. Informó preocupación diaria: ahorrar agua (81.3%), ahorrar electricidad (84.8%),comprar electrodomésticos más económicos (73,4%), optar por el uso de combustible más económico (64%), compartir (70.2%), laresolución de problemas evitando desplazamientos innecesarios (85,4%), usar los medios regrabables (79,2%), evitar la impresión dematerial innecesario (59,9%), evitar el intercambio de equipos electrónicos en buen estado (44 , 1%) preservar la vegetación (83%)para evitar el uso de material desechable (26,9%), residuos por separado para su reciclaje (35,3%) y evitar el uso de bolsas desechables(22,5%). Conclusiones: Aunque los alumnos declaran no tener conocimiento del Manual, en su cotidiano, generalmente practican lasacciones de sustentabilidad ambiental recomendadas en él.(AU)
Responsable: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  6 / 276 BDENF  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 31524
Autor: Rosado, Sara Rodrigues; Silva, Natália Michelato; Filipini, Cibelle Barcelos; Teles, André Aparecido da Silva; Sonobe, Helena Megumi; Dázio, Eliza Maria Rezende.
Título: Viva bem com uma estomia: relato de experiência sobre a elaboração de uma cartilha / Living well with a stoma: experience report on the preparation of a booklet
Fuente: Rev. enferm. UFPE on line;11(supl.5):2242-2249, maio 2017. ilus.
Idioma: pt.
Resumen: Objetivo: descrever a experiência da elaboração de uma cartilha para crianças estomizadas, seus pais e profissionais da saúde. Método: estudo descritivo, tipo relato de experiência, sobre a elaboração de cartilha para crianças estomizadas para utilização como uma estratégia educativa. A elaboração foi fundamentada no referencial teórico contemplando as etapas sugeridas. Resultados: a produção da cartilha foi elaborada para fornecer informações às crianças com estomia, seus pais e profissionais da saúde. Para isso, foram abordados temas sobre etiologia/patologia, habilidades para os cuidados/autocuidado, prevenção de complicações, promoção da saúde e direitos da criança estomizada. Conclusão: a cartilha favorece o desenvolvimento de habilidades para os cuidados e promoção da autonomia dos pais e da criança com estomia, para os cuidados domiciliares, bem como para o convívio social e escolar. Além disso, poderá beneficiar profissionais da saúde e da educação básica, capacitando-os para melhorar sua atuação profissional perante essas crianças e familiares. (AU)
Responsable: BR9.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde Profa. Susana Schimidt


  7 / 276 BDENF  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 31513
Autor: Cassimiro, Gabriele Nogueira; Mata, Júnia Aparecida Laia da.
Título: Adesão ao uso de sulfato ferroso por gestantes atendidas no Sistema Único de Saúde / Adhesion to the use of ferrous sulphate by pregnant women served in the Unified Health System
Fuente: Rev. enferm. UFPE on line;11(supl.5):2156-2167, maio 2017. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumen: Objetivo: identificar os fatores que influenciam na adesão de gestantes ao uso de sulfato ferroso durante o pré-natal no Sistema Único de Saúde. Método: estudo descritivo, exploratório, de abordagem qualitativa. Foram entrevistadas 11 gestantes com idade gestacional de 20 semanas ou mais, adstritas a uma unidade de Estratégia de Saúde da Família. A análise dos dados fundamentou-se na Análise Temática de Conteúdo. Resultados: emergiram três categorias: I - Conhecimentos das gestantes acerca da prescrição do sulfatoferroso; II - Fatores que influenciam negativamente na adesão ao uso de sulfato ferroso; III - Fatores que contribuem para a boa adesão ao uso de sulfato ferroso. Conclusão: o esquecimento e a dificuldade de acesso ao suplemento mostraram-se como fatores que prejudicam a adesão das gestantes. A influência do pré-natalista revelou contribuir positivamente na adesão. (AU)
Responsable: BR9.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde Profa. Susana Schimidt


  8 / 276 BDENF  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 31508
Autor: Parreira, Bibiane Dias Miranda; Mendes, Lorena Campos; Canton, Heloisa Pelisser; Gomes, Nathália Silva; Soares, Maurícia Brochado Oliveira; Silva, Sueli Riul da.
Título: Conhecimento, atitudes e práticas de universitárias sobre prevenção do câncer cervicouterino / Knowledge, attitudes and university practices on prevention of cervical cancer
Fuente: Rev. enferm. UFPE on line;11(supl.5):2116-2121, maio 2017.
Idioma: en.
Resumen: Objetivo: descrever o conhecimento, atitudes e práticas de acadêmicas sobre a prevenção do câncer cervicouterino. Método: estudo seccional, com abordagem quantitativa, realizado com 298 alunas do primeiro período dos cursos de graduação de uma universidade federal, a partir da aplicação de questionário. A análise das variáveis se deu pela estatística descritiva expressa em frequências absolutas e percentuais. Resultados: a maioria das acadêmicas é jovem, dependente financeiramente, solteira, apresenta conhecimento adequado sobre o exame Papanicolau e sua importância. Metade apresenta conhecimento adequado em relação à periodicidade de realização do exame, população-alvo prioritária e importância da utilização de preservativos. Quanto a atitudes e práticas de realização do exame, a minoria o realiza regularmente. Conclusão: é necessária a criação de estratégias que despertem nas acadêmicas o interesse sobre a prevenção do câncer cervicouterino e realização periódica do exame Papanicolau. (AU)
Responsable: BR9.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde Profa. Susana Schimidt


  9 / 276 BDENF  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 31380
Autor: Nogueira, Karla Regina Celestino; Moraes, Marilúcia Mota de.
Título: Prevenção do câncer cervical: o conhecimento das usuárias em uma equipe de saúde da família / Cervical cancer prevention: the knowledge of users in a family health team
Fuente: Rev. enferm. UFPE on line;11(5):1892-1901, mai.2017. ilus, graf.
Idioma: pt.
Resumen: Objetivo: analisar o conhecimento das usuárias acerca do exame preventivo em uma equipe de saúde da família. Método: estudo de campo, descritivo, transversal, de prevalência, com abordagem quantitativa, com143 mulheres na faixa etária dos 25 aos 50 anos, a partir de entrevista com aplicação de questionário em domicílio. Os dados foram submetidos à análise por meio da estatística descritiva, com a realização do teste qui-quadrado e apresentados em figuras. Houve a discussão com a literatura. Conclusão: as usuárias tinham o nível de conhecimento baixo devido ao estilo de vida, pois a maioria tinha baixo nível de escolaridade e baixa renda. (AU)
Responsable: BR9.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde Profa. Susana Schimidt


  10 / 276 BDENF  
              first record previous record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 31225
Autor: Ferraciolli, Clarissa Jesus; Noronha, Regina Ramos da Cruz; Godoy, Solange Cervinho Bicalho; Paula, Mercia Lima de; Matos, Selme Silqueira de.
Título: Conhecimentos e atitudes de servidores públicos sobre o câncer de próstata / Knowledge and attitudes of public servants about prostate cancer
Fuente: Rev. enferm. UFPE on line;11(4):1659-1668, abr.2017.
Idioma: pt.
Resumen: Objetivo: conhecer o nível de informação de servidores públicos acerca do câncer de próstata. Método: estudo descritivo, de abordagem qualitativa, realizado com 16 servidores públicos lotados em uma instituição pública de ensino superior. Os dados foram coletados por meio de uma entrevista gravada, orientada por um roteiro. Em seguida, eles foram analisados pela técnica de Análise de Conteúdo. Resultados: foram estabelecidas duas categorias analíticas: <> e <>. Das categorias analíticas, emergiram subcategorias definidas como e . Conclusão: a partir da análise dos resultados, considera-se que o sucesso da prevenção do câncer de próstata depende de um conjunto de ações que envolvam o cuidado da saúde masculina. Para isso, deve-se possibilitar o acesso aos serviços de saúde e às informações, como a importância da realização dos exames de detecção precoce, buscando maior chance de cura. (AU)
Responsable: BR9.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde Profa. Susana Schimidt



página 1 de 28 va a la página                         
   


Refinar la búsqueda
  Base de datos : Formulario avanzado   

    Buscar en el campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPS/OMS - Centro Latinoamericano y del Caribe de Información en Ciencias de la Salud