Base de datos : BDENF
Búsqueda : F01.100.150.500 [Categoria DeCS]
Referencias encontradas : 324 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   en el formato [Largo]

página 1 de 33 va a la página                         

  1 / 324 BDENF  
              next record last record
selecciona
para imprimir
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: -883726
Autor: Organização Pan-Americana da Saúde.
Título: Ampliação do papel dos enfermeiros na Atenção Primária à Saúde / Expanding the roles of nurses in Primary Health Care / Ampliación del rol de las enfermeras y enfermeros en la Atención Primaria de Salud.
Fuente: Washington; OPAS; 2018. 54 p. ilus.
Idioma: pt.
Responsable: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  2 / 324 BDENF  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: -883488
Autor: Costa, Marinna Maria de Andrade.
Título: Conhecimento, atitude e prática de mulheres acerca de medidas de controle para o câncer de mama / Knowledge, attitude and practice of women about control actions for cancer breast.
Fuente: Fortaleza; s.n; abr. 2017. 100 p.
Idioma: pt.
Tesis: Presentada en Universidade Federal do Ceará. Departamento de Enfermagem. Faculdade de farmácia, Odontologia e Enfermagem para obtención del grado de Mestre.
Resumen: O câncer de mama é o tipo de câncer que mais acomete as mulheres em todo o mundo, respondendo por 22% dos casos novos a cada ano. O enfermeiro assume papel essencial nas ações de controle do câncer de mama. Porém o sucesso do programa de controle do câncer de mama é diretamente dependente, entre outros fatores, da participação das usuárias, já que as mesmas devem comparecer às consultas ginecológicas, realizar os exames, participar de atividades educativas e colocar em prática os conhecimentos adquiridos. Tendo em vista a importância de estratégias para redução da mortalidade por câncer de mama e o papel das mulheres assistidas na atenção primária, o estudo teve como objetivo avaliar o conhecimento, atitude e prática das mulheres acerca de ações de controle para o câncer de mama. Trata-se de um estudo avaliativo, de corte transversal, com a utilização do Inquérito Conhecimento, Atitude e Prática (CAP). O estudo foi desenvolvido no município de Fortaleza-CE. Foram elencadas 43 Unidades de Atenção Primária à Saúde distribuídas entre as seis Secretarias Executivas Regionais. As usuárias que são acompanhadas pela ESF e que estão na faixa etária de risco para incidência do câncer de mama (> 20 anos), segundo o Ministério da Saúde, compuseram a amostra, que totalizou 387 mulheres. Os dados foram coletados a partir de uma entrevista utilizando dois instrumentos: o questionário adaptado de Oliveira (2014) e o questionário que corresponde ao Critério de Classificação Econômica Brasil da Associação Brasileira de Empresa de Pesquisa (ABEP). Os dados foram analisados com base na estatística analítica e apresentados através de tabelas e gráficos com frequências absolutas e relativas. Os resultados nos mostraram que 368 mulheres (94,8%) tiveram conhecimento adequado, porém 214 (55,1%) apresentaram atitude inadequada e 279 (71,9%) prática inadequada em relação aos métodos de detecção precoce do câncer de mama. Esses fatores foram influenciados pela idade e Secretária Regional Executiva (SER) em que as mulheres residiam. Esse conhecimento acerca das características da população, com identificação das lacunas no saber, dificuldades para a adesão aos exames e o comportamento cultural das mulheres subsidia as ações dos profissionais da saúde, guiando-lhes no desenvolvimento de técnicas e estratégias para mobilização da população para adoção e manutenção de um comportamento saudável que direcionem ao autocuidado e promoção da saúde.(AU)
Responsable: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde
BR6.1, C874c; 610.73


  3 / 324 BDENF  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: -883472
Autor: Benevides, Jordana Prado.
Título: Conhecimento, atitude e prática dos enfermeiros no controle do câncer de mama na estratégia saúde da família / Knowledge, attitude and practice of nurses in the control of breast cancer in the family health strategy.
Fuente: Fortaleza; s.n; mar. 2017. 82 p.
Idioma: pt.
Tesis: Presentada en Universidade Federal do Ceará. Departamento de Enfermagem. Faculdade de farmácia, Odontologia e Enfermagem para obtención del grado de Mestre.
Resumen: Objetivou-se avaliar o conhecimento, a atitude e a prática dos enfermeiros atuantes na Estratégia Saúde da Família (ESF) de Fortaleza-CE acerca da detecção precoce do câncer de mama; trata-se de um estudo descritivo, de corte transversal, com a utilização do Inquérito Conhecimento, Atitude e Prática (CAP) realizado no período de setembro a novembro de 2015 com 122 enfermeiros que compõem as equipes da ESF do sistema de saúde de Fortaleza. Para a coleta dos dados foi utilizado um instrumento de Oliveira (2015), que caracteriza e avalia o conhecimento, atitude e prática dos enfermeiros nas Unidades de Atenção Primária à Saúde (UAPS) no que se refere à detecção precoce do câncer de mama. Os dados foram organizados em tabelas e gráficos. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética e Pesquisa da Universidade Federal do Ceará (COMEPE/UFC) com o protocolo de nº 1.233.383/15. Quanto ao perfil dos enfermeiros, verificou-se que a maioria pertence a uma faixa etária de 30 a 49 anos, sendo 92,6% do sexo feminino, 62,3% entre 10 a 20 anos de graduado e 82,1% são especialistas, 75,4% atua há mais de 5 anos na ESF e 60,3% tem alguma capacitação sobre a temática. Em relação ao conhecimento dos enfermeiros, a maioria (46,7%) foi classificada como regular, (41,8%) como inadequado e apenas (11,5%) apresentaram um conhecimento adequado. Quanto à atitude e à prática, observou-se que (73,8%) apresentaram uma atitude adequada e a maioria (57,4%) resultou em uma prática inadequada. Apesar das associações entre conhecimento, atitude e prática não terem alcançado uma relevância estatística, sabe-se da influência do conhecimento na percepção do valor em adotar medidas de prevenção à saúde (atitude), na transformação e desenvolvimento de habilidades pessoais (prática) para a conquista da promoção da saúde. Frente ao exposto, a falta de conhecimento, das atitudes e práticas inadequadas à detecção precoce do câncer de mama revelam a necessidade de capacitação permanente dos profissionais envolvidos no controle do câncer de mama. (AU)
Responsable: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde
BR6.1, B413c; 610.73


  4 / 324 BDENF  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: -849520
Autor: Borges, Giselle Gomes.
Título: Manual de boas práticas sobre o risco químico na central de quimioterapia do INCA a partir dos conhecimentos, atividades e práticas dos enfermeiros / Manual of good practices on chemical risk at the plant of INCA chemotherapy based on the knowledge, activities and practices of nurses.
Fuente: Niterói; s.n; 2015. 134 f p.
Idioma: pt.
Tesis: Presentada en Universidade Federal Fluminense. Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa para obtención del grado de Mestre.
Resumen: O câncer é um evidente problema de saúde pública mundial. A quimioterapia trouxe uma maior taxa de cura para muitos tumores através da utilização de agentes químicos. Durante o manuseio dos quimioterápicos antineoplásicos (QA) é recomendado que o profissional utilize equipamentos de proteção individual (EPI) já que estes agentes oferecem efeitos indesejados e podem vir a constituir risco ocupacional. Este estudo tem como objeto o risco químico a que estão expostos os enfermeiros que desenvolvem suas atividades laborais em Centrais de Quimioterapia (CQT). Objetivo geral: implantar um manual de boas práticas com a finalidade de minimizar a exposição ao risco químico na CQT. Objetivos específicos: analisar os Conhecimentos, Atitudes e Práticas (CAP) dos enfermeiros a respeito do risco químico na CQT e elaborar um manual de boas práticas para os enfermeiros na CQT sobre a exposição ao risco químico a partir dos resultados do inquérito CAP. Trata-se de uma pesquisa descritiva com abordagem quantitativa, do tipo inquérito CAP. O estudo teve como amostra 26 enfermeiros de duas CQT. Utilizado para a coleta de dados um questionário autoadministrativo sem identificação, misto, contendo perguntas em que se utiliza uma escala de resposta paramétrica tipo Likert. Antecedendo a coleta dos dados o trabalho foi submetido ao Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) com aprovação nº 12361613.4.00005274 em 12/09/2014. Resultados: Constatou-se que o conhecimento constituído a respeito do risco químico foi adequado nas duas CQT. Contudo, as atitudes e práticas diante do risco químico não foram coerentes. Dos enfermeiros, 96,2% consideram-se vulneráveis ao risco químico; o uso de EPI é considerado por 76,9% como um cuidado para que ocorra o manuseio seguro dos QA; quanto aos cuidados dispensados pelo Instituto aos que manuseiam QA, 53,8% citam os exames periódicos. O manual foi elaborado a partir dos resultados do inquérito CAP e implantado no Instituto, cenário do estudo, através do sistema Intranet. Para complementar, o manual de boas práticas, foram confeccionados sinalizadores com o intuito de embasar os enfermeiros a minimizarem a exposição ao risco. Conclusão: os profissionais que trabalham em CQT conhecem e consideram-se expostos ao risco químico. São necessárias intervenções para ampliar a adesão às medidas preventivas como o uso de EPI e subsídios com infraestrutura estratégica para a segurança do trabalhador

Cancer is an obvious problem of global public health. The chemotherapy brought greater cure rate for many tumors through the use of chemical agents. During handling of antineoplastic drugs (QA) is recommended that professionals use personal protective equipament (PPE) as these agents provide unwanted effects and are liable to occupational risk. This paper studied the chemical risk they are exposed to nurses who develop their work activities on Chemotherapy Centers (CQT). Overall objective: to implement a manual of good practices in order to minimize exposure to chemical risk in the CQT. Specific objectives: to analyze the Knowledge, Attitudes and Practices (KAP) of nurses about the chemical risk in the CQT and prepare a manual of good for nurses in CQT on exposure to chemical risk from the KAP survey results. It is a descriptive research with a quantitative approach, the KAP. The study had as sample 26 nurses from two CQT. Used to collect data one auto administrative questionnaire unmarked, mixed, containing questions which uses a parametric response Likert scale. Preceding data collection work was submitted to the Research Ethics Committee (CEP) with approval number 12361613.4.00005274 on 09/12/2014. Results: It was found that knowledge made about chemical risk was adequate in both CQT. Yet attitudes and practices before the chemical risk were not consistent. 96,2% of nurses consider themselves vulnerable to chemical risk; the use of PPE is considered by 76,9% as a caution to occur safe handling of QA; as the care provided by the Institute to handling QA 53,8% cite the periodic examinations. The manual has been prepared from the KAP survey results and implanted in the study setting Institute through the Intranet system. In addition to the manual of good practice were made flags in order to base nurses to minimize exposure to risk. Conclusion: professionals working in CQT know and consider themselves exposed to chemical risk. Interventions are needed to increase the adherence to preventive measures such as the use of PPE and subsidies to strategic infrastructure for worker safety
Responsable: BR1342.1 - Biblioteca da Escola de Enfermagem BENF
BR 1342.1, B732; D 610.73698


  5 / 324 BDENF  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: -840454
Autor: Christoffel, Marialda Moreira; Castral, Thaíla Corrêa; Daré, Mariana Firmino; Montanholi, Liciane Langona; Gomes, Ana Leticia Monteiro; Scochi, Carmen Gracinda Silvan.
Título: Atitudes dos profissionais de saúde na avaliação e tratamento da dor neonatal / Attitudes of healthcare professionals regarding the assessment and treatment of neonatal pain
Fuente: Esc. Anna Nery Rev. Enferm;21(1):e20170018, 2017. tab.
Idioma: pt.
Proyecto: Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico.
Resumen: Objetivos: Descrever e analisar as atitudes dos profissionais de saúde em relação à avaliação e ao tratamento da dor em recém-nascido, submetido a procedimentos dolorosos na unidade neonatal. Métodos: Estudo descritivo, exploratório, com análise quantitativa, realizado em uma maternidade do Município do Rio de Janeiro. Participaram 42 auxiliares/técnicos de enfermagem, 22 enfermeiros, 20 médicos e dois fisioterapeutas. Os dados foram coletados por um questionário autoaplicável referente ao perfil dos profissionais de saúde e atitudes na avaliação e tratamento da dor. Resultados: Verificou-se que profissionais referem avaliar a dor do RN por parâmetros comportamentais, mas não utilizam escalas e não realizam essa avaliação de maneira sistemática. A maioria dos profissionais de enfermagem utilizam medidas não farmacológicas para o alívio da dor, sendo o enrolamento o mais utilizado. Conclusão: Há divergência entre o que é considerado prescrito e o administrado, apontando a existência de uma lacuna entre a prática e o conhecimento existente. As atitudes precisam ser mudadas e instrumentalizadas pela melhor evidência disponível.
Responsable: BR1.1 - BIREME


  6 / 324 BDENF  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 33235
Autor: Hanum, Samira dos Passos; Mattos, Diego Vieira de; Matão, Maria Eliane Liégio; Martins, Cleusa Alves.
Título: Estratégias não farmacológicas para o alívio da dor no trabalho de parto: efetividade sob a ótica da parturiente / Non-pharmacological strategies for pain relief in labor: effectiveness in the perspective of the parturient
Fuente: Rev. enferm. UFPE on line;11(supl.8):3303-3309, ago.2017. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumen: Objetivo: identificar métodos não farmacológicos empregados para o alívio da dor durante o trabalho de parto, bem como sua eficácia segundo a percepção de puérperas. Método: estudo descritivo, transversal, com abordagem quantitativa, realizado em uma maternidade pública. A coleta de dados aconteceu por meio de análise de questionários aplicados em mulheres que tiveram parto natural. Resultados: foram aplicados 103 questionários. A taxa de uso dos métodos não farmacológicos foi de 81,6% (84), tendo o banho morno como o método mais utilizado pelas parturientes durante o trabalho de parto. Conclusão: a técnica mais utilizada, considerada eficiente e confortável, foi o banho morno, que reduziu e amenizou a sensação de dor, provocando relaxamento nas parturientes. (AU)
Responsable: BR9.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde Profa. Susana Schimidt


  7 / 324 BDENF  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 33232
Autor: Azevedo, Ana Maria Gomes de Brito; Silva, Daniele Oliveira da; Gomes, Liane Oliveira Souza.
Título: Educação em saúde como ferramenta no conhecimento do usuário com hipertensão arterial / Health education as a tool in the patient knowledge with arterial hypertension
Fuente: Rev. enferm. UFPE on line;11(supl.8):3279-3289, ago.2017. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumen: Objetivo: analisar as ações de educação em saúde dos usuários portadores de Hipertensão Arterial Sistêmica no programa de HIPERDIA desenvolvidas na sala de espera da Unidade de Saúde da Família. Método: estudo descritivo, de abordagem qualitativa, ancorada na pesquisa-ação, realizada com 20 usuários do programa de HIPERDIA. Na produção de dados, utilizou-se a entrevista semiestruturada, sendo os dados analisados por meio da técnica de análise de conteúdo na modalidade análise temática. Resultados: os usuários ampliaram a compreensão em relação aos cuidados no domicílio para melhor controle da HAS, entretanto, em relação ao conhecimento pré-existente e realizado, não identificamos mudanças. Conclusão: as atividades de educação em saúde realizadas no segundo momento da pesquisa tornaram-se insuficientes, pois diante de alguns fatores como idade e nível educacional, alguns idosos não mudaram seus hábitos de vida para o controle da HAS. (AU)
Responsable: BR9.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde Profa. Susana Schimidt


  8 / 324 BDENF  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 33224
Autor: Costa, Maria Cláudia Maia; Melo, Cynthia de Freitas; Baião, Darli Chahine; Cavalcante, Ana Karine Sousa.
Título: Comunicação de uma má notícia: o diagnóstico de câncer na perspectiva de pacientes e profissionais / Communication of a new message: the diagnosis of cancer in the perspective of patients and professionals
Fuente: Rev. enferm. UFPE on line;11(supl.8):3214-3221, ago.2017.
Idioma: pt.
Resumen: Objetivo: compreender a percepção dos pacientes e profissionais da saúde sobre o diagnóstico de câncer e sua relação com a morte. Método: estudo descritivo e exploratório, de cunho qualitativo, com quatro profissionais da saúde e quatro pacientes, que responderam a um roteiro de entrevista semiestruturado, avaliado por meio da técnica de Análise de conteúdo. Resultados: o corpus geral foi dividido em dois blocos de análises. No primeiro, as entrevistas dos pacientes contabilizaram 273 Unidades de Contexto Elementar (UCEs), distribuídas em seis categorias, que evidenciam que os pacientes no momento em que foram diagnosticados com câncer pensaram na morte como prognóstico. O segundo, as entrevistas com os profissionais, contabilizou 452 UCEs, distribuídas em seis categorias e quatro subcategorias, mostrando que os profissionais reconhecem a associação câncer-morte. Conclusão: o cuidado na notificação e esclarecimento sobre o diagnóstico é importante no processo de aceitação da doença e tratamento do câncer. (AU)
Responsable: BR9.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde Profa. Susana Schimidt


  9 / 324 BDENF  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Baruffi, Lenir Maria
Texto completo
Id: 33223
Autor: Grando, Amanda Saraiva; Rosa, Laís da; Bortoluzzi, Emanuelly Casal; Baruffi, Lenir Maria; Doring, Marlene.
Título: Conhecimento e prática do exame citopatológico de colo uterino entre acadêmicas de diferentes áreas / Knowledge and practice of the cytopathological examination of colter uterine among academics of different areas
Fuente: Rev. enferm. UFPE on line;11(supl.8):3206-3213, ago.2017. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumen: Objetivo: verificar o conhecimento e a cobertura de exame citopatológico de colo uterino entre acadêmicas das áreas da saúde e de humanas e os motivos da não realização. Método: estudo descritivo, com abordagem quantitativa, com acadêmicas de uma Instituição de Ensino Superior. Coletaram-se os dados por meio de questionário semiestruturado. Realizou-se análise descritiva dos dados. Resultados: participaram 317acadêmicas; 75,1% tinham entre 18 e 24 anos. A cobertura do exame foi de 80,6% na área da saúde e de 75,8%na área de humanas. O principal motivo da não realização foi a falta de tempo e não consultar o ginecologista. Conclusão: cerca de um quarto das acadêmicas não realizou o exame. Logo, sugere-se que estratégias de educação preventiva sejam abordadas em todas as áreas do conhecimento visando à prevenção e detecção precoce do câncer de colo uterino. (AU)
Responsable: BR9.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde Profa. Susana Schimidt


  10 / 324 BDENF  
              first record previous record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 33215
Autor: Lima, Géssica Kyvia Soares de; Santos, Amuzza Aylla Pereira dos; Silva, Jovânia Marques de Oliveira e; Comassetto, Isabel; Correia, Suzyenney Rodrigues; Ferreira, Daniela Cristina da Silva.
Título: Autocuidado de adolescentes no período puerperal: aplicação da teoria de Orem / Self-care of adolescents in the puerperal period: application of the Orem theory
Fuente: Rev. enferm. UFPE on line;11(supl.10):4217-4225, out.2017.
Idioma: pt.
Resumen: Objetivo: identificar o conhecimento de puérperas adolescentes sobre o autocuidado. Método: estudo qualitativo, descritivo, realizado a partir da entrevista com sete puérperas adolescentes primíparas. A amostra foi definida pelo critério de saturação e os dados foram analisados de acordo com a técnica de Análise de Conteúdo, na modalidade Análise Categorial, e discutidos com base no referencial teórico de Dorothea Orem. Resultados: na categoria central, Autocuidado para o não desvio de Saúde, observou-se o conhecimento positivo sobre os cuidados com as mamas, a higiene íntima e a ferida operatória; déficit no autocuidado por meio do conhecimento negativo sobre a prática de exercícios físicos, a anticoncepção e os benefícios da amamentação; a influência sociocultural nas ações de autocuidado. Conclusão: pôde-se inferir que as adolescentes necessitam de melhorias em seu preparo para a execução das ações de autocuidado no puerpério. (AU)
Responsable: BR9.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde Profa. Susana Schimidt



página 1 de 33 va a la página                         
   


Refinar la búsqueda
  Base de datos : Formulario avanzado   

    Buscar en el campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPS/OMS - Centro Latinoamericano y del Caribe de Información en Ciencias de la Salud