Base de dados : BDENF
Pesquisa : Hanseníase
Referências encontradas : 162 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 17 ir para página                         

  1 / 162 BDENF  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 29713
Autor: Araújo, Daniella Azevêdo Lobo de; Brito, Karen Krystine Gonçalves de; Santana, Emanuelle Malzac Freire de; Soares, Valéria Leite; Soares, Maria Júlia Guimarães Oliveira.
Título: Caracterização da qualidade de vida de pessoas com hanseníase em tratamento ambulatorial / Características de la gente de la calidad de vida con la lepra en tratamiento ambulatorio / Characteristics of people of quality of life with leprosy in outpatient treatment
Fonte: Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online);8(4):5010-5016, out.-dez. 2016. tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objective: To characterize the quality of life of people with leprosy in outpatient treatment. Method: Exploratory-descriptive quantitative study with 59 subjects. To obtain the socioeconomic and clinical data of individuals used the questionnaire, and for the quality of life, the Short Medical Outcomes Study 36 - Item Short-Form Health Survey SF-36. Data analysis was adopted IBM SPSS statistical software. Results: 78% multibacillary; males 54.3%; mean age 45.9 years; economically active 67%. The SF-36 shows average scores calculated values up to score 50, but the physical and emotional aspects (score <50) Age was correlated to the areas of functional capacity and physical aspects, while sex was associated with mental health. Conclusion: The investigated population has adequate quality of life, though, it is observed that this is affected by the disease.(AU)

Objetivo: Caracterizar a qualidade de vida de pessoas com hanseníase em tratamento ambulatorial. Método: Estudo quantitativo exploratório descritivo com 59 sujeitos. Para obtenção dos dados socioeconômicos e clínicos dos indivíduos utilizou-se formulário próprio e para a qualidade de vida, o questionário Short Medical Outcomes Study 36 - Item Short-Form Health Survey, o SF-36. Para análise dos dados adotou-se o software estatístico IBM SPSS. Resultados: 78% multibacilares; sexo masculino 54,3%; idade média de 45,9 anos; economicamente ativos 67%. O SF-36 aponta escores médios calculados em valores acima ao escore 50, exceto os aspectos físicos e emocionais (escore < 50) A idade esteve correlacionada aos domínios de capacidade funcional e aspectos físicos, enquanto o sexo esteve associado à saúde mental. Conclusão: A população investigada apresenta qualidade de vida adequada, embora, observa-se que esta se encontra afetada pela doença.(AU)

Objetivo: Caracterizar la calidad de vida de las personas con lepra en tratamiento ambulatorio. Método: Estudio cuantitativo exploratorio descriptivo con 59 temas. Para obtener los datos socioeconómicos y clínicos de los individuos utilizaron el cuestionario, y para la calidad de vida, el Short Medical Outcomes Study 36 - Artículo Short-Form Health Survey SF-36. Se aprobó el análisis de datos de IBM SPSS software estadístico. Resultados: 78% multibacilar; varones 54.3%; edad media de 45,9 años; económicamente activa de 67%. El SF-36 muestra las puntuaciones medias calculadas valores de hasta anotar 50, pero los aspectos físicos y emocionales (puntuación <50) La edad se correlacionó con las áreas de la capacidad funcional y los aspectos físicos, mientras que el sexo se asocia con la salud mental. Conclusión: La población investigada ha adecuada calidad de vida, sin embargo, se observa que esta se ve afectada por la enfermedad.(AU)
Descritores: Hanseníase
Qualidade de Vida
Assistência Ambulatorial
-Brasil
Limites: Humanos
Responsável: BR1208.1 - Biblioteca Setorial de Enfermagem e Nutrição
BR1208.1


  2 / 162 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 28262
Autor: Brito, Karen Krystine Gonçalves; Andrade, Smalyanna Sgren da Costa; Diniz, Iraktânia Vitorino; Matos, Suellen Duartede Oliveira; Oliveira, Simone Helena dos Santos; Oliveira, Maria Júlia Guimarães Oliveira.
Título: Caracterização dos casos de hanseníase diagnostica dos através do exame de contato / Characteristics of leprosy cases diagnosed through the exam contact
Fonte: Rev. enferm. UFPE on line;10(2):435-441, fev. 2016. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo:analisar os casos de hanseníase notificados na Paraíba, no período de 2001 a 2011, considerando o modo de detecção e as variáveis sociodemográficas e clínicas da doença. Método:estudo epidemiológico de série temporal, retrospectivo e de base documental, realizado a partir dos casos de hanseníasenotificados pelo Sistema de Informação de Agravos de Notificação no estado da Paraíba, no período de 2001 a 2011. Os 9.375 casos notificados foram submetido à aplicação de teste Qui-quadrado e teste Exato de Fisher. Os dados foram condensados e apresentados em tabelas. Resultados:os casos diagnosticados através do exame de contatos representam 3,4% do total de diagnósticos. Comparando-se as formas de detecção, a baixa escolaridade e presença de incapacidades estiveram significativamente associadas. Conclusão:sugere-se a importância do exame de contato na diminuição dos casos de hanseníase, bem como das formas mais graves da doença(AU)
Descritores: Hanseníase/diagnóstico
Estudos Epidemiológicos
-Estudos Retrospectivos
Fatores Epidemiológicos
Fatores Socioeconômicos
Cuidados de Enfermagem
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR9.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde Profa. Susana Schimidt


  3 / 162 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 28246
Autor: Gomes, Fernanda Beatriz Ferreira.
Título: Indicadores epidemiológicos da hanseníase e sua relação com a cobertura da estratégia saúde da família e o índice de desenvolvimento humano em Minas Gerais - período: 1998-2013 / Epidemiological indicators of leprosy and its relationship to the family health coverage strategy and human development index in Minas Gerais period: 1998-2013.
Fonte: Belo Horizonte; s.n; 2016. 76 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal de Minas Gerais. Escola de Enfermagem para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A hanseníase é um problema de saúde pública de grande importância, devido sua magnitude e alto poder incapacitante, acometendo principalmente a população economicamente ativa. Ela se distribui de forma heterogênea no território, onde fatores socioeconômicos e ambientais se mostram importantes preditores da doença. Dados recentes mostram que o Brasil permanece na segunda posição em número absoluto de casos. O processo de descentralização das ações de controle da hanseníase para atenção primária à saúde busca alcançar a melhoria do acesso, resolutividade e superação das desigualdades que afetam a saúde da população. Diante disso, torna-se importante a avaliação dos reflexos desse processo nos resultados das ações dos serviços de saúde. O objetivo deste estudo foi analisar a relação entre os indicadores epidemiológicos da hanseníase, a cobertura da Estratégia da Saúde da Família (ESF) e o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) em Minas Gerais, no período de 1998 a 2013. Trata-se de um estudo ecológico. A forma de mensurar as condições de vida da população foi através do IDHM. Os dados sobre a doença foram retirados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) e da cobertura da ESF do Sistema de Informação da Atenção Básica (SIAB). Foram realizadas duas análises: uma considerando a média de cada indicador no período de 1998 a 2005, e outra de 2006 a 2013. Inicialmente, foi feita uma análise descritiva da situação epidemiológica da hanseníase, da cobertura da ESF e do IDHM em Minas Gerais. Em seguida, foi estabelecida uma relação entre as taxas de detecções geral, em menores de 15 anos e com grau 2 de incapacidade; com a cobertura da ESF e o IDHM, empregando-se os testes de Poisson com inflação de zeros e o de Deviance. As análises foram realizadas nos programas estatísticos SPSS versão 19.0 e Stata versão 10.0. Os resultados sugerem redução da endemia em Minas Gerais, identificada pela queda dos indicadores da doença...(AU)

Leprosy is a public health problem of great importance, due to its magnitude and high crippling power, affecting mainly the economically active population. It is distributed unevenly in the territory, where socio-economic and environmental factors showed significant predictors of disease. Recent data show that Brazil remains in second place in absolute number of cases. The decentralization process of leprosy control activities for primary health care seeks to achieve improved access, solving and overcoming inequalities that affect health. Therefore, it is important to evaluate the consequences of this process on the results of the actions of health services. The objective of this study was to analyze the relationship between the epidemiological indicators of leprosy, coverage of the Family Health Strategy (ESF) and the Municipal Human Development Index (IDHM) in Minas Gerais from 1998 to 2013. It is an ecological study. The way to measure the living conditions of the population is through IDHM. Data on the disease were removed from the System for Notification Diseases Information System (SINAN) and the ESF coverage of the Primary Care Information System (SIAB). Two analyzes were conducted, one based on the average of each indicator in the periods 1998 to 2005 and another from 2006 to 2013. Initially it was made a descriptive analysis of the epidemiological situation of leprosy, the ESF coverage and IDHM in Minas Gerais. Then it was established a relationship between the rates of general detections, in children under 15 years and with grade 2 disabilities; with ESF coverage and IDHM, using the Poisson test with zero inflation and the Deviance. Analyses were performed in the statistical program SPSS version 19.0 and Stata version 10.0. The results suggest reducing endemic in Minas Gerais, identified by the fall of the disease indicators. The increased ESF coverage contributed to the increase in cases of detection of the disease, reduction of cases...(AU)
Descritores: Hanseníase/epidemiologia
Estratégia Saúde da Família
-Estudos Epidemiológicos
Estudos Retrospectivos
Indicadores de Desenvolvimento
Fatores Socioeconômicos
Limites: Humanos
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG
BR21.1; T-WC335, GOIN


  4 / 162 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 28209
Autor: Niitsuma, Eyleen Nabyla Alvarenga.
Título: Análise da influência de polimorfismo do gene TLR1 na suscetibilidade a hanseníase per se: um estudo de caso - controle / Analysis of the influence of the TLR1 gene polymorphism in susceptibility to leprosy per se: A case-control.
Fonte: Belo Horizonte; s.n; 2016. 95 p. tab, graf, ilus, mapas.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal de Minas Gerais. Escola de Enfermagem para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Desde a década de 1960, há evidências da influência da arquitetura genética individual na suscetibilidade à hanseníase. Polimorfismos em genes que codificam citocinas e receptores envolvidos na resposta imune, como o receptor TLR1, capaz de reconhecer o patógeno,podem associar-se ao risco à doença. O objetivo deste trabalho foi analisar a influência do polimorfismo G743A no gene TLR1 com a suscetibilidade à hanseníase em um estudo caso controle na Microrregião de Almenara, Minas Gerais. O cenário envolveu os municípios de Almenara, Felizburgo, Jacinto, Jordânia, Palmópolis e Rubim. A amostra de casos foi selecionada por consulta aos indivíduos diagnosticados com hanseníase registrados no SINAN entre 2001 e 2014. Controles foram selecionados a partir dos contatos domiciliares desses casos, incluídos os que residiam nos municípios selecionados, com idade igual ou superior a sete anos e aceite na coleta de material biológico. Contatos com histórico ou suspeita de hanseníase e parentesco consanguíneo com casos foram excluídos. A coleta dedados envolveu visitas domiciliares com aplicação de questionário estruturado e coleta de sangue, realizadas em 2011 e 2014. A extração do DNA utilizou o kit Qiagen Flexigene e agenotipagem realizada por PCR em tempo real. O software Epi Info foi utilizado para aconstrução do banco de dados, sendo as análises feitas nos softwares SPSS e R com o pacote estatístico SNPassoc. Esta pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos da Universidade Federal de Minas Gerais. A amostra, composta por 234 casos e233 controles, totalizou 467 indivíduos, com a maioria de adultos do sexo feminino. Apenas entre os casos predominaram indivíduos do sexo masculino e uma maior proporção de jovens. Nas variáveis epidemiológicas, houve um número expressivo de indivíduos vivendo em domicílios de até quatro cômodos e com histórico de helmintoses, principalmente entre os casos da doença. A forma multibacilar foi frequente...(AU)

Since the 60s, there is evidence of the genetic architecture influence in susceptibility toleprosy. Polymorphisms in genes encoding cytokines and receptors involved in immuneresponse, such as TLR1 receptor that can recognize the pathogen, may be associated with therisk of disease. The objective of this study was to analyze the influence of the G743Apolymorphism in the TLR1 gene with susceptibility to leprosy in a case-control study in themicro-region of Almenara, Minas Gerais. The scenario involved the cities of Almenara,Felisburgo, Jacinto, Jordânia, Palmópolis and Rubim. The case sample was selected inconsultation with individuals diagnosed with leprosy registered in SINAN between 2001 and2014. Controls were selected from the household contacts of these cases. Including those wholived in the selected cities, age greater than or equal seven years old and who accepted the biological material collection. Contacts with a history or suspected leprosy and consanguinity with cases were excluded. Data collection involved home visits with a structuredquestionnaire and blood collection, carried out in 2011 and 2014. The DNA extraction usedthe Qiagen kit Flexigene and genotyping performed by Real-Time PCR. The Epi Infosoftware was used to build the database and the analysis done in SPSS software and R with the SNPassoc statistical package. This study was approved by the Ethics Committee of the Federal University of Minas Gerais. A sample of 234 cases and 233 controls amounted to 467individuals, most adult females. Only between cases predominated males and a higherproportion of young people. In epidemiological variables, there was a significant number of individuals living in houses with up to 4 rooms and helminths history, especially among the cases. The multibacillary form was common in the case group as well as physical disabilities, leprosy reactions and the absence of BCG...(AU)
Descritores: Hanseníase/epidemiologia
Polimorfismo Genético
-Inquéritos e Questionários
Fatores Socioeconômicos
Hanseníase/diagnóstico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG
BR21.1; T-WC335, NIAN


  5 / 162 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 28155
Autor: Brito, Karen Krystine Gonçalves de.
Título: Análise epidemiológica e temporal da hanseníase na Paraíba / Epidemiological and temporal analysis of leprosy in Paraíba.
Fonte: João Pessoa; s.n; 2014. 80 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal da Paraíba. Centro de Ciências da Saúde para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Introdução: A hanseníase é uma doença infectocontagiosa, crônica, incapacitante, com alta contagiosidade e baixa morbidade, que afeta as terminações nervosas, a partir da qual o número de complicações e lesões secundárias se aprofundam, levando ao aparecimento de deformidades, deficiências, limitação de atividades ou restrição de participação social. É considerada uma doença de notificação compulsória no Brasil, e seus aspectos epidemiológicos exprimem um dos principais fatores para tratá-la como um problema de saúde pública. O desenvolvimento desta pesquisa visa contribuir para a clarificação da situação epidemiológica na qual se apresenta a hanseníase no estado da Paraíba, bem como subsidiar o planejamento de ações que visem conter e minimizar os efeitos negativos da endemia nesta população. Objetivos: Analisar a associação entre as variáveis sociodemográfico e clínico-epidemiológicas e as séries temporais 2001-2006 e 2007-2011, para os portadores de hanseníase no estado da Paraíba; Caracterizar a evolução temporal, segundo indicadores epidemiológico e operacional, da endemia da hanseníase no estado da Paraíba no período de 2001 a 2011; Caracterizar associação entre as variáveis sociodemográficas e clínicas segundo detecção de casos por exame de contato e/ou busca espontânea. Método: Realizou-se um estudo epidemiológico de série temporal, retrospectivo e base documental; a partir dos casos de hanseníase notificados e residentes no estado da Paraíba entre os anos de 2001 e 2011. Os dados de caráter secundários foram obtidos através da Secretaria Estadual de Saúde (SES) localizada no município de João Pessoa/PB. A pesquisa fez parte de um projeto maior aprovado pelo comitê de Ética CCS/UFPB através de parecer protocolo n° 203.485, CAAE 11076312.1.0000.5188.(AU)

Introduction: Leprosy is an infectious and contagious disease, chronic, disabling, with high infectiousness and low morbidity, which affects the nerve endings, from which the number of complications and secondary lesions intensify, leading to the appearance of deformities, disabilities, limitation or restriction of activities in social participation. It is considered a notifiable disease in Brazil, and its epidemiological aspects of expressing one of the main factors to treat it as a public health problem. The development of this research aims to contribute to the clarification of the epidemiological situation of leprosy in the State of Paraíba, as well as to subsidize the planning of actions aiming to contain and minimize the negative effects of endemic disease in this population. Objectives: Analyzing the association between socio-demographic variables and clinical-epidemiological and temporal series 2001-2006 and 2007-2011, for patients with Hansen's disease in the State of Paraíba; characterize the temporal evolution, according to epidemiological and operational indicators of leprosy endemic in the State of Paraíba in the period from 2001 to 2011; characterize the association between socio-demographic variables and clinics according to detection of case by contact exam and/or spontaneous search. Methods: This was an epidemiological study of temporal time series, retrospective and documentary base; from the leprosy cases reported and residents in the State of Paraíba between 2001 and 2011. The data of secondary character were obtained through the State Department of Health (SES) located in the city of João Pessoa / Paraíba. The research is part of a larger project approved by the Ethics Committee of CCS / UFPB in a report Protocol n° 203.485, CAAE 11076312.1.0000.5188.(AU)
Descritores: Hanseníase
Epidemiologia
Limites: Humanos
Responsável: BR8.1 - Biblioteca Central
BR8.1; 616-083(043), B862a


  6 / 162 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 28131
Autor: Rodrigues, Rayssa Nogueira.
Título: Análise espacial da hanseníase no município de Belo Horizonte e sua relação com o índice de vulnerabilidade da saúde / Spatial analysis of leprosy in the city of Belo horizonte and its relationship with the Health Vulnerability Index.
Fonte: Belo Horizonte; s.n; 2015. 89 p. mapas, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal de Minas Gerais. Escola de Enfermagem para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A hanseníase configura até hoje um importante problema de saúde pública no Brasil. Dados recentes apontam que o país permanece na segunda posição em número absoluto de casos. Dentro do país, o quadro é ainda mais diversificado, havendo uma maior concentração entre as camadas mais pobres da população. Dessa forma, o conhecimento de sua distribuição espacial e de suas relações com as condições de vida adversas torna-se fundamental na formulação e implementação de estratégias visando o seu controle. O objetivo deste estudo foi analisar a distribuição espacial dos casos de hanseníase no município de Belo Horizonte e sua relação com o Índice de Vulnerabilidade da Saúde (IVS). Trata-se de um estudo ecológico. Para refletir as condições de vida adversas, utilizou-se o IVS 2012, indicador composto elaborado pela Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte (SMSA-BH). Os dados sobre a doença foram retirados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) e as coordenadas geográficas do Sistema de Vigilância Epidemiológica (SISVE). A base cartográfica em formato digital e georreferenciada foi disponibilizada pela SMSA-BH. Inicialmente foi feita uma análise considerando o município como unidade indivisível. Comparou-se indicadores epidemiológicos e operacionais da hanseníase com os parâmetros estabelecidos pelo Ministério da Saúde e aos resultados descritos em outros trabalhos sobre o tema existentes na literatura científica. Em seguida, foram georreferenciados os endereços de residência dos casos e calculado o coeficiente de detecção por setor censitário. O método Bayesiano Empírico Global foi utilizado para se obter uma taxa de detecção de hanseníase suavizada. Essas análises e a confecção dos mapas foram feitas no software R, versão 3.2.1. O software Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) for Windows versão 19 foi utilizado para o tratamento estatístico: estatística....(AU)

Leprosy is, until today, an important issue for Brazilian public health. Recent data point to the country remaining in second position in the absolute number of cases. Within the country, the condition is even more diversified, with a higher concentration of among the poorer layers of the population. Thus, the knowledge of its spatial distribution, and its relations with adverse life conditions, is fundamental for formulating and implementing control strategies. The objective of this study was to analyze the spatial distribution of leprosy cases in the municipality of Belo Horizonte, Minas Gerais, and its relations to the Health Vulnerability Index (HVI). This is an ecological study. To reflect the adverse life conditions, we used the HVI 2012, composite indicator elaborated by the Municipal Secretariat of Health of Belo Horizonte (SMSA-BH). The data regarding this disease were obtained from the Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN), and the geographical coordinates, obtained from the Sistema de Vigilância Epidemiológica (SISVE). The cartographic basis, in digital and georeferenced formats, was made available by the SMSA-BH. Initially, we conducted an analysis considering the municipality as an indivisible unit. We compared the epistemological and operational indicators of leprosy to the parameters established by the Ministry of Health and to other results described in other papers concerning this theme. Subsequently, the home addresses of the cases were georeferenced and calculated the rate of detection by census tract. The Global Empirical Bayesian method was used in order to obtain a mellowed leprosy detection rate. These analyses, as well as the confection of the maps, were done using the R software, version 3.2.1. Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) for Windows version 19 was used for statistical analysis: descriptive statistics...(AU)
Descritores: Hanseníase/epidemiologia
Vulnerabilidade em Saúde
-Brasil
Análise Espacial
Estudos Ecológicos
Limites: Humanos
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG
BR21.1; T-WC335, ROAN


  7 / 162 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 28121
Autor: Fabri, Angélica da Conceição Oliveira Coelho.
Título: Análise comparativa da reatividade anti-LID-1, NDO-LID, NDO-HSA e PGL-1 em hanseníase / Comparative analysis of the reactivity anti-LID-1, NDO-LID, NDO-HSA and PGL-1 in leprosy.
Fonte: Belo Horizonte; s.n; 2015. 124 p. tab, ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal de Minas Gerais. Escola de Enfermagem para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A infecção subclínica pode ser avaliada por meio de teste sorológico, que determina imunoglobulinas circulantes. O objetivo do presente estudo foi analisar a reatividade de diferentes antígenos em casos novos de hanseníase, contatos domiciliares de casos e em população de área endêmica, com o intuito de identificar o melhor antígeno para o diagnóstico sorológico da hanseníase e detecção de indivíduos infectados pelo Mycobacterium leprae.Trata-se de um estudo transversal de natureza exploratória e analítica. A reatividade anti-LID-1, NDO-LID, NDO-HSA e PGL-1 foi avaliada por meio do enzyme-linked immunosorbentassay. Foram analisadas amostras de sangue total em papel de filtro Whatman de 2494indivíduos da população de sete municípios da microrregião de Almenara e de soro de 94casos novos de hanseníase e 104 contatos domiciliares de casos residentes no município de Uberlândia. O Banco de Dados foi criado no Software Epi Info versão 3.5.1 e análise realizada no software Statistical Package for the Social Sciences for Windows 18 e no GraphPad Prism versão 5. Para análise estatística foram utilizados os seguintes testes:Kolmogorov-Smirnov, Kruskal-Wallis one-way (H), Mann-Whitney (U) com correção de Bonferroni, kappa, Spearman (rho), teste Qui-quadrado de Pearson e regressão logística binária. Foi observado maior soropositividade no grupo de casos multibacilares (MB), em contatos domiciliares de casos MB e nos indivíduos residentes nos municípios de Almenara e Jequitinhonha. Obteve-se correlação positiva entre a sorologia e o índice baciloscópico,concordância substancial e significativa no grupo de casos novos de hanseníase e correlação positiva para todos os antígenos testados. Os testes anti-LID-1 e anti-NDO-LID apresentaram melhor performance para identificar os contatos domiciliares e ou indivíduos da população...(AU)

The subclinical infection can be evaluated by serologic test which determine circulating immunoglobulins. The aim of this study was to analyze the reactivity of different antigens inleprosy cases, household contacts of index cases and the population of the endemic area toidentify the best antigen for the diagnosis of leprosy and detection of individuals infected with Mycobacterium leprae. It is a cross-sectional study of exploratory and analytical nature. There activity anti-LID-1, NDO-LID, NDO-HAS e PGL-1 were evaluated using the enzyme linke dimmunosorbent assay. The whole blood in What man filter paper of 2494 individuals from the general population of seven municipalities in the micro-Almenara and serum of 94 patients with leprosy and 104 household contacts of patients residing in Uberlândia were analyzed. The database was created in Epi Info software version 3.5.1 and analysis in the software Statistical Package for Social Sciences for Windows 18 and GraphPad Prism version5. For statistical analysis the following tests were used: Kolmogorov-Smirnov, Kruskal Wallisone-way (H), Mann-Whitney (U) with Bonferroni correction, kappa, Spearman (rho), chisquaretest of Pearson and binary logistic regression. Identied higher seropositivity in the group of MB patients, household contacts of MB patients and in individuals living in the municipalities of Almenara and Jequitinhonha. Observed positive correlation between serology test and bacterial index, substantial agreement and significant in patients positive and positive correlation for all antigens. The LID-1 and NDO-LID antigens showed greater ability to identify household contacts or the general population infected with M. leprae, but the performance of the NDO-LID was better. The native PGL-1 had higher seropositivity than the NDO-HSA for all clinical forms of leprosy and household contacts. The seropositivity prevalence in the general population was higher than the detection rate of leprosy...(AU)
Descritores: Hanseníase/diagnóstico
Mycobacterium leprae
-Testes Sorológicos
Fatores Socioeconômicos
Hanseníase/epidemiologia
Limites: Humanos
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG
BR21.1; T-WC335, FAAN


  8 / 162 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 27924
Autor: Oliveira, João Carlos Fialho de; Leão, Ana Maria Machado; Britto, Fernanda Vasconcelos Spitz.
Título: Análise do perfil epidemiológico da hanseníase em Maricá, Rio de Janeiro:uma contribuição da enfermagem / Analysis of the epidemiological profile of leprosy at Maricá, Rio de Janeiro: a contribution from nursing / Análisis del perfil epidemiológico de la lepra en Maricá, Rio de Janeiro: una contribuición de la enfermeria
Fonte: Rev. enferm. UERJ;22(6):865-871, nov.-dez. 2014. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo da pesquisa foi analisar o perfil epidemiológico da hanseníase no município de Maricá, Rio de Janeiro. Estudo epidemiológico retrospectivo, com abordagem quantitativa. Utilizou dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação, de pacientes com hanseníase, no período entre 2000-2013. Incluiu as variáveis: número de casos notificados; idade; sexo; formas clínicas; classificação operacional; o grau de incapacidade dos acometidos e saída do sistema. Totalizaram 191 casos de hanseníase, sendo a maioria constituída de homens 54%, maiores de 15 anos - 96%, multibacilares - 63% e alta por cura como principal tipo de saída do sistema - 87,5%. A taxa de detecção anual permaneceu média entre os maiores de 15 anos. Todos os examinados apresentaram algum grau de incapacidade física, durante o diagnóstico. Conclui-se que o conhecimento epidemiológico da doença na cidade implicará mais suporte para o controle de saúde pública local.(AU)

The study aimed at analyzing epidemiological profile of leprosy in the city of Maricá, Rio de Janeiro, Brazil, from 2000 to 2013. This is a retrospective epidemiological study with quantitative approach. Data collected of all leprosy cases from Notifiable Diseases Information System Database through the notification of patients with leprosy. The variables included were: new cases diagnosed within the 2000-2013 span; age; clinic forms; operational classification; degree of physicaldisability and system output. 191 patients were reported: 54% males, 96% are older than 15 years old, 34% were in the virchowian leprosy, tuberculoid (30%), dimorphic (19%) and indeterminate (13%), 63% multibacillary forms, 87.5% had had discharges after cure as main type of system output. Annual detection rate remained medium for those over 15. All those examined showed physical disability to a certain extent at diagnosis time. We concluded that the epidemiological knowledge of leprosy in the city must require stronger support for disease control.(AU)

El objetivo del estudio fue analisar el perfil epidemiológico de la lepra en Maricá, Rio de Janeiro - Brasil. Estudio epidemiológico retrospectivo, con enfoque cantitativo. Fueron usados dados del Sistema de Información para Enfermedades de Declaración Obligatoria, a través de la notificación de los pacientes con lepra, de 2000 a 2013. Las variables incluídas fueron: número de casos notificados; edad; sexo; formas clínicas; clasificación operacional y el grado de discapacidad de los afectados y salida del sistema. Totalizaron 191 casos, con prevalencia de 54% de hombres, 96% mayores de 15 años, 63% de multibacilares y 87,5% de curación como el principal tipo de salida. La tasa de detección anual se mantuvo media paralos > de 15 años. Todos los pacientes presentaron alguno grado de discapacidad en el momento del diagnóstico. Se concluye que el conocimiento epidemiológico de la enfermadad en la ciudad significará más apoyo para el control de la salud.(AU)
Descritores: Hanseníase/enfermagem
Hanseníase/prevenção & controle
Hanseníase/epidemiologia
Cuidados de Enfermagem
Saúde Pública
-Estudos Epidemiológicos
Brasil
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto Jovem
Adulto
Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR1366.1 - Serviço de Bibliotecas Biomédicas B - Odontologia e Enfermagem


  9 / 162 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Lopes, Marcos Venícios de Oliveira
Texto completo
Id: 27865
Autor: Fernandes, Camila; Beltrão, Beatriz Amorim; Chaves, Daniel Bruno Resende; Leandro, Tânia Alteniza; Silva, Viviane Martins da; Lopes, Marcos Venícios de Oliveira.
Título: Avaliação do grau de resiliência de adolescentes com hanseníase / Assesment of the resilience level of adolescents with leprosy / Evaluación del nivel de resiliencia de adolescentes con lepra
Fonte: Rev. enferm. UERJ;21(4):496-501, out.-dez. 2013. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo do estudo foi avaliar o grau de resiliência em adolescentes entre 10 e 15 anos de idade, portadores de hanseníase, atendidos em um centro de referência em dermatologia na cidade de Fortaleza. Estudo exploratório descritivo com abordagem quantitativa, realizado em 2010, no qual foram utilizados um questionário e três escalas. Do total de 19 adolescentes, 14(73,7%) apresentaram escores entre 111 e 154 na escala de resiliência, de um máximo de 175. Na escala de autoestima, 16(84,2%) jovens apresentaram de 23 a 30 escores de um máximo de 40. A maioria dos valores da escala de rede social de apoio variou entre 55 e 100, de um máximo de 100 escores. Foi identificada relação direta entre os escores da escala de resiliência e da escala de rede social de apoio e autoestima. Ressalta-se a importância de novos estudos de enfermagem que avaliem o grau de resiliência de grupos específicos. (AU)

The aim of the study was to evaluate the resilience level from 19 adolescents between 10 and 15 years old with leprosy, assisted in a reference center in dermatology in the city of Fortaleza. Exploratory and descriptive study with quantitative approach, happened in 2010, in which used one questionnaire and three scales. From total adolescents, 14(73,7%) presented scores between 111 and 154 in the resilience scale from a maximum of 175. On the self-esteem scale, 16(84,2%) of teenagers presented from 23 to 30 scores from a maximum of 40. Most of the values of the social support network scale ranged between 55 and 100 from a maximum of 100 scores. The adolescents showed direct relationship between the resilience scale scores and the scored of the social support network and self-esteem scale. The results emphasize the importance of new nursing studies that assess the resilience level of specific groups. (AU)

El objetivo del estudio fue evaluar el nivel de resiliencia de 19 adolescentes entre 10 y 15 años, portadores de lepra, atendidos en un centro de referencia en dermatología en la ciudad de Fortaleza-CE-Brasil. Estudio exploratorio descriptivo, con enfoque cuantitativo realizado en 2010, en lo cual se utilizaron un cuestionario y tres escalas. Del total de 19 adolescentes, 14(73,7%) presentaron escores entre 111 y 154 en la escala de resiliencia,de un máximo de 175. En la escala de autoestima, 16(84,2%) de los jóvenes presentaron de 23 a 30 escores de un máximo de 40. La mayoría de los valores encontrados en la escala de la red de apoyo social osciló entre 55 y 100 de un máximo de 100 escores. Los adolescentes mostraron relación directa entre los resultados de la escala de resiliencia y los escores de la escala de la red de apoyo social y autoestima. Se destaca la importancia de nuevos estudios de enfermería que evalúan el nivel de resiliencia de grupos específicos. (AU)
Descritores: Hanseníase
Resiliência Psicológica
Adolescente
Cuidados de Enfermagem
-Epidemiologia Descritiva
Brasil
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Responsável: BR1366.1 - Serviço de Bibliotecas Biomédicas B - Odontologia e Enfermagem


  10 / 162 BDENF  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 27797
Autor: Uchôa, Rosa Emília Malta Nascimento.
Título: Incapacidades físicas por hanseníase no período de 2001 a 2011 no estado da Paraíba / Physical disabilities by leprosy in the period from 2001 to 2011 on state of Paraíba.
Fonte: João Pessoa; s.n; 2014. 82 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal da Paraíba. Centro de Ciências da Saúde para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A hanseníase é uma doença crônica granulomatosa, proveniente de infecção causada pelo Mycobacterium leprae. O bacilo tem a capacidade de infectar grande número de indivíduos, no entanto poucos adoecem, o que decorre não apenas de suas características intrínsecas, mas, sobretudo, de sua relação com o hospedeiro e o grau de endemicidade do meio, entre outros aspectos. Visto que a hanseníase realmente trata-se de um problema de saúde pública, apresentando elevada incidência não apenas no Brasil como também em outros países e pode acarretar danos físicos e o comprometimento funcional, é válida a realização de estudos que identifiquem a prevalência das deficiências e incapacidades, bem como as áreas de maior concentração destas, de forma a direcionar ações mais específicas pelos órgãos e profissionais de saúde no sentido de atuar preventivamente e conter o avanço de complicações decorrentes do diagnóstico e intervenções tardias. Objetivos: Identificar o perfil dos casos de hanseníase com incapacidades físicas diagnosticados na Paraíba, entre os anos de 2001 a 2011; Determinar a prevalência das incapacidades físicas em pacientes hansênicos no período de 2001 a 2011 no estado da Paraíba; Identificar o padrão espacial da ocorrência de incapacidades físicas por hanseníase no estado da Paraíba. Metodologia: Estudo epidemiológico, retrospectivo e de base documental, a partir dos casos de hanseníase notificados pelo Sinan no Estado da Paraíba no período de 2001 a 2011. Para o estudo foram selecionados todos os casos diagnosticados de hanseníase na Paraíba que apresentaram grau de incapacidade física I ou II no momento do diagnóstico, registrados no período, correspondendo a um total de 3.408 casos.(AU)

Leprosy is a chronic granulomatous disease, from infection caused by Mycobacterium leprae. The bacillus has the ability to infect large numbers of individuals, however few sick that these properties are not only a function of its intrinsic characteristics but depend mainly on their relationship with the host and degree of endemicity of the environment, among other aspects. Since leprosy is really about is a public health problem, with high incidence not only in Brazil but worldwide, which causes physical harm and hence functional impairment, it is valid to conduct studies to identify the prevalence of disabilities and disabilitie, as well as the areas of highest concentration of these in order to target more specific actions by health professionals. Objectives: To identify the profile of leprosy cases diagnosed with physical disabilities in Paraíba, between the years 2001-2011 ; To determine the prevalence of physical disability in leprosy patients in the period 2001 to 2011 in the state of Paraíba; Identify spatial patterns of occurrence of leprosy by physical disabilities in the state of Paraíba , between the years 2001-2011. Methodology: We conducted an epidemiological study of temporal, retrospective and documentary based series, from the leprosy cases reported by Sinan in the state of Paraíba in the period 2001-2011. Selected for the study were all new cases of leprosy, who had physical disability I and / or II at diagnosis, registered in the period from 2001 to 2011, diagnosed in the state Paraíba, corresponding to a total of 3,408 cases detected in the period.(AU)
Descritores: Hanseníase
Epidemiologia
Estatísticas de Sequelas e Incapacidade
Limites: Humanos
Responsável: BR8.1 - Biblioteca Central
BR8.1



página 1 de 17 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde