Base de dados : BDENF
Pesquisa : Hanseníase
Referências encontradas : 176 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 18 ir para página                         

  1 / 176 BDENF  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: 31173
Autor: Carneiro, Daiane Freitas; Silva, Mila Michele Batista da; Pinheiro, Mariana; Palmeira, Iací Proença; Matos, Everson Vando Melo; Ferreira, Angela Maria Rodrigues.
Título: Itinerários terapêuticos em busca do diagnóstico e tratamento da hanseníase / Therapeutic itineraries in search of diagnosis and treatment of leprosy
Fonte: Rev. baiana enferm;31(2), 2017.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: analisar o itinerário terapêutico de usuários em busca do diagnóstico e tratamento da hanseníase, suas dificuldades e percepções acerca da doença. Método: estudo qualitativo e descritivo. Participaram da pesquisa 20 usuários com hanseníase em registro ativo até março de 2016 em um Centro de Saúde Escola no município de Belém, Pará. Foi realizada entrevista semiestruturada e aplicada a técnica de análise de conteúdo temática. Resultado: emergiram duas categorias temáticas “Percepção sobre a doença” e “Percalços da suspeição ao diagnóstico e tratamento”. Ainda existem percepções negativas sobre a patologia e muitos percalços a percorrer até o diagnóstico da hanseníase. Conclusão: a busca pelo diagnóstico da hanseníase apontou uma sucessão de erros diagnósticos, da rede privada à rede básica de saúde, delineando um percurso tortuoso. As percepções dos usuários atrelam-se ao preconceito, seja de outras pessoas, seja o autopreconceito. (AU)

Objective: to analyze the therapeutic itinerary of patients in search of the diagnosis and treatment of leprosy, its difficulties, and perceptions about the disease. Method: this is a qualitative and descriptive study. Twenty patients with leprosy in the active registry until March 2016 participated in the study in a Health Center School in the city of Belém, Pará. A semistructured interview was applied, and the technique of thematic content analysis was applied. Results: two thematic categories emerged: “Perception of the disease” and “Mishaps of the suspicion to the diagnosis and treatment”. There are still negative perceptions about the pathology and many steps to go through to the diagnosis of leprosy. Conclusion: the search for the leprosy diagnosis showed a succession of diagnostic errors, from the private network to the basic health network, delineating a tortuous path. The perceptions of patients are linked to prejudice, whether of other people or self-prejudice. (AU)

Objetivo: analizar el itinerario terapéutico de usuarios en busca del diagnóstico y tratamiento de la hanseniasis, sus dificultades y percepciones acerca de la enfermedad. Método: estudio cualitativo y descriptivo. Participaron de la investigación 20 usuarios con hanseniasis en registro activo hasta marzo de 2016 en un Centro de Salud Escuela en el municipio de Belém, Pará. Fue realizada una entrevista semi-estructurada y aplicada la técnica de análisis de contenido temático. Resultado: surgieron dos categorías temáticas “Percepción sobre la enfermedad” y “Percances de la sospecha al diagnóstico y tratamiento”. Aún existen percepciones negativas sobre la patología y muchos percances a andar hasta el diagnóstico de la hanseniasis. Conclusión: la búsqueda por el diagnóstico de la hanseniasis mostró una sucesión de errores diagnósticos, de la red privada a la red básica de salud, delineando un curso de tortura. Las percepciones de los usuarios están unidas al perjuicio, sea de otras personas o del auto-perjuicio. (AU)
Descritores: Hanseníase
Diagnóstico Tardio
Efeitos Psicossociais da Doença
Adaptação Psicológica
Saúde Pública
Vigilância em Saúde Pública
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Adulto Jovem
Adulto
Meia-Idade
Idoso
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR342.1 - Biblioteca


  2 / 176 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: 31167
Autor: Pinheiro, Joselia de Jesus Garcia; Gomes, Sâmea Cristina Santos; Aquino, Dorlene Maria Cardoso de; Caldas, Arlene de Jesus Mendes.
Título: Aptidões cognitivas e atitudinais do enfermeiro da atenção básica no controle da hanseníase / Primary care nurses’ cognitive and attitudinal ability in leprosy control
Fonte: Rev. baiana enferm;31(2), 2017.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: investigar as aptidões cognitivas e atitudinais dos enfermeiros da Atenção Básica para o controle da hanseníase. Método: estudo descritivo quantitativo, realizado entre janeiro e dezembro de 2012, com 101 enfermeiros dos sete distritos sanitários de São Luís, Maranhão, Brasil. Utilizou-se um questionário estruturado com cinco categorias de respostas, ordenadas de acordo com a escala de Likert. Às respostas foram atribuídos escores que levaram à formação de um conceito (excelente; muito bom; bom; regular; ruim). Resultados: consideraram-se capacitados 71,2%, porém 63,3% não se sentem aptos para desenvolver ações de prevenção de incapacidades e 83,1% seguiam o protocolo padronizado. Quanto às aptidões cognitivas e atitudinais, a maioria apresentou conceito muito bom (58,4% e 67,3%, respectivamente). Conclusão: os enfermeiros, segundo a classificação adotada, possuem boas aptidões cognitivas e atitudinais. No entanto, as capacitações em hanseníase não atendem às reais necessidades de conduta desses profissionais nas ações de diagnóstico e tratamento do agravo. (AU)

Objective: to investigate Primary Care nurses’ cognitive and attitudinal abilities for leprosy control. Method: this is a quantitative descriptive study, conducted between January and December 2012, with 101 nurses from the seven sanitary districts of São Luis, Maranhão, Brazil. A structured questionnaire was used with five categories of answers, ranked according to the Likert scale. Scores were assigned scores to the answers, which led to the formation of a concept (excellent, very good, good, fair, poor). Results: 71.2% considered themselves capable, but 63.3% did not feel able to develop disability prevention actions and 83.1% followed the standardized protocol. Regarding cognitive and attitudinal abilities, the majority presented a very good concept (58.4% and 67.3%, respectively). Conclusion: nurses, according to the adopted classification, have good cognitive and attitudinal abilities. However, training in leprosy does not meet the real needs of these professionals in the actions of diagnosis and treatment of the disease. (AU)

Objetivo: investigar las aptitudes cognitivas y actitudinales de los enfermeros de la Atención Básica para el control de la hanseníasis. Método: estudio descriptivo cuantitativo, realizado entre enero y diciembre de 2012, con 101 enfermeros de los siete distritos sanitarios de São Luís, Maranhão, Brasil. Se utilizó un cuestionario estructurado con cinco categorías de respuestas, ordenadas de acuerdo con la escala de Likert. Las respuestas fueron atribuidos puntos que llevaron a la formación de un concepto (excelente; muy bueno; bueno; regular; malo). Resultados: se consideraron capacitados 71,2%, sin embargo 63,3% no se sienten aptos para desarrollar acciones de prevención de incapacidades y 83,1% seguían el protocolo padronizado. Sobre las aptitudes cognitivas y actitudinales, la mayoría presentó concepto muy bueno (58,4% y 67,3%, respectivamente). Conclusión: los enfermeros, según la clasificación adoptada, poseen buenas aptitudes cognitivas y actitudinales. Sin embargo, las capacitaciones en hanseníasis no atienden a las reales necesidades de conducta de esos profesionales en las acciones de diagnóstico y tratamiento del problema. (AU)
Descritores: Aptidão
Competência Profissional
Papel do Profissional de Enfermagem
Enfermagem de Atenção Primária
Hanseníase
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR342.1 - Biblioteca


  3 / 176 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: 31111
Autor: Alves, Eliracema Silva; Oliveira, Layze Braz de; Araújo, Telma Maria Evangelista de; Melo, Ivone Venâncio de; Araújo, Rosineidia do Perpétuo Socorro; Marques, Lindalva Maria Ferreira.
Título: Perfil epidemiológico da hanseníase em um município do nordeste brasileiro: uma análise retrospectiva / Perfil epidemiológico de la lepra en una ciudad del noreste de Brasil: un análisis retrospectivo / Epidemiological profile of leprosy in a municipality in the Brazilian Northeast: a retrospective analysis
Fonte: Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online);9(3):648-652, jul.-set. 2017. graf.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objective: To analyze leprosy epidemiological profile in the state of Piauí, Brazil. Methods: Cross-sectional epidemiological study with retrospective collection. It was used data from the SUS Notifiable Diseases Information System of leprosy patients, for the period from 2005 to 2014. We evaluated the detection rate, degree of disability in the diagnosis and cure, and the proportion of healing. Results: It was totaled 13,787 leprosy cases, the detection rate has decreased over the years, the degree of disability to be evaluated in the diagnosis and cure showed a downward trend assessment, the cure rate was regular (%?). Conclusion: The proportion of cases detected with degree of disability and the prevalence of passive forms of detection suggest late diagnosis and confirm the importance of integrating leprosy control actions in primary care.(AU)

Objetivo: Analisar o perfil epidemiológico da hanseníase no estado do Piauí. Métodos: Estudo epidemiológico transversal, com coleta retrospectiva. Utilizaram-se dados do Departamento de Informática do SUS, de pacientes com hanseníase, referentes ao período de 2005 a 2014. Foram avaliadas a taxa de detecção, grau de incapacidade física no diagnóstico e na cura e a proporção da cura. Resultados: Totalizaram 13.787 casos de hanseníase. O coeficiente de detecção diminuiu ao longo dos anos, o grau de incapacidade física a ser avaliado no diagnóstico e na cura apresentou uma tendência de redução de avaliação, o percentual de cura foi regular (%?). Conclusão: A proporção de casos detectados com grau de incapacidade e o predomínio de formas passivas de detecção sugerem diagnóstico tardio e corroboram a importância da integração das ações de controle da hanseníase na atenção básica.(AU)

Objetivo: Analizar el perfil epidemiológico de la lepra en el estado de Piauí. Métodos: Estudio epidemiológico transversal con recolección retrospectiva. Se utilizaron datos de las enfermedades de declaración obligatoria del Sistema de Información de los enfermos de lepra, para el período comprendido entre 2005 y 2014. Se evaluó la tasa de detección, grado de discapacidad en el diagnóstico y la cura y la proporción de curación. Resultados: Asciende a 13,787 casos de lepra, la tasa de detección ha disminuido con el paso de los años, el grado de incapacidad para ser evaluados en el diagnóstico y la cura mostró una tendencia a la baja de evaluación, la tasa de curación fue regular (%?). Conclusión: La proporción de casos detectados con el grado de discapacidad y la prevalencia de las formas pasivas de detección sugieren un diagnóstico tardío y confirmar la importancia de integrar las acciones de control de la lepra en atención primaria.(AU)
Descritores: Hanseníase/complicações
Hanseníase/epidemiologia
Hanseníase/prevenção & controle
Hanseníase/terapia
Atenção Primária à Saúde
Assistência à Saúde
-Brasil
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1208.1 - Biblioteca Setorial de Enfermagem e Nutrição
BR1208.1


  4 / 176 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: 31109
Autor: Uchôa, Rosa Emília Malta; Brito, Karen Krystine Gonçalves de; Santana, Emanuelle Malzac Freire de; Silva, Mirian Alves da; Oliveira, Simone Helena dos Santos; Soares, Maria Júlia Guimarães Oliveira.
Título: Distribuição dos casos de hanseníase com incapacidade física no estado da Paraíba de 2001 a 2011 / Distribución de los casos de lepra con discapacidad física en el estado de Paraíba, en Brasil, desde 2001 hasta 2011 / The distribution of leprosy cases with physical disability in the state of Paraiba, Brazil, from 2001 to 2011
Fonte: Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online);9(3):634-640, jul.-set. 2017. ilus, tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objective: To identify the spatial pattern of disabilities occurrence by leprosy in the state of Paraíba, Brazil, from 2001 to 2011. Methods: This is an ecological, retrospective and evidence-based study, which has as a unit of analysis the regions of the State of Paraiba, from aggregated data. 3,408 leprosy cases with physical disability, and their distribution from the construction of tables and thematic maps were analyzed. Results: The results showed high detection rates in the regions of Cajazeiras, Guarabira, Esperança, Itaporanga, João Pessoa and Eastern Seridó. Only Western Seridó had no reported cases of physical disability. Conclusion: It is suggested in the study the need for deeper studies about the pathology’s spatial distribution.(AU)

Objetivo: Identificar o padrão espacial da ocorrência de incapacidades físicas por hanseníase no estado da Paraíba, entre os anos de 2001 a 2011. Métodos: Realizou-se um estudo ecológico, retrospectivo, de base documental, que apresenta como unidade de análise as microrregiões do estado da Paraíba, a partir de dados agregados. Foram analisados 3.408 casos de hanseníase com incapacidade física e sua distribuição a partir da construção de tabelas e mapa temático. Resultados: Os resultados evidenciaram altas taxas de detecção de casos com grau de incapacidade física I ou II nas microrregiões de Cajazeiras, Guarabira, Esperança, Itaporanga, João Pessoa e Seridó Oriental. Apenas a microrregião do Seridó Ocidental não teve registro de casos. Conclusão: Sugere-se com este estudo que há uma maior necessidade de vigilância nas áreas endêmicas da Paraíba com o intuito de enfatizar as ações de saúde para estas regiões.(AU)

Objetivo: Identificar el patrón espacial de la aparición de discapacidades por la lepra en el estado de Paraíba, entre los años 2001 y 2011.Métodos: Se realizó un estudio ecológico, la base documental retrospectivo, que tiene como unidad de análisis las microrregiones del estado de Paraiba, a partir de los datos agregados. Se analizaron 3.408 casos de lepra con discapacidad física y su distribución desde la construcción de tablas y mapas temáticos. Resultados: Los resultados mostraron tasas de detección de casos con un grado de discapacidad I o II en las regiones de Cajazeiras, Guarabira, Esperanza, Itaporanga, Joao Pessoa y Seridó Oriental. Sólo la micro-región de West Seridó no tenía constancia de casos. Conclusión: Se sugiere en este estudio que existe una mayor necesidad de vigilancia en las zonas endémicas de Paraiba con el fin de enfatizar las acciones de salud para estas regiones.(AU)
Descritores: Hanseníase/complicações
Hanseníase/epidemiologia
Hanseníase/prevenção & controle
Vigilância Epidemiológica
-Distribuição Espacial da População/estatística & dados numéricos
Brasil
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1208.1 - Biblioteca Setorial de Enfermagem e Nutrição
BR1208.1


  5 / 176 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 31027
Autor: Uchôa, Rosa Emília Malta Nascimento; Brito, Karen Krystine Gonçalves de; Santana, Emanuelle Malzac Freire; Soares, Valéria Leite; Silva, Mirian Alves da.
Título: Perfil clínico e incapacidades físicas em pacientes com hanseníase / Clinical profile and physical disabilities in patients with leprosy
Fonte: Rev. enferm. UFPE on line;11(supl.3):1464-1472, mar.2017. ilus, graf, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: delinear o perfil clínico dos pacientes e a prevalência dos casos de hanseníase com incapacidades físicas. Método: estudo epidemiológico, descritivo, série temporal, retrospectivo e base documental, a partir dos casos de hanseníase diagnosticados com grau I ou II de incapacidade física notificados pelo Sistema nacional de agravos de notificação na Paraíba no período de 2001 a 2011. Foram analisados 3.408 casos a partir da construção de tabelas cruzadas com aplicação de teste Qui-quadrado. Resultados: os resultados mostraram que para todas as variáveis estudadas houve diferenças estatísticas significativas entre os graus I e II de incapacidade. Conclusão: sugere-se com o estudo a necessidade de ações mais efetivas no controle da hanseníase e, consequentemente, de suas sequelas. (AU)
Descritores: Hanseníase
Estatísticas de Sequelas e Incapacidade
Pessoas com Deficiência
Perfil de Saúde
-Epidemiologia Descritiva
Estudos Retrospectivos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR9.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde Profa. Susana Schimidt


  6 / 176 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 30989
Autor: Araújo, Telma Maria Evangelista de(aut).
Título: Hanseníase: Endemia persistente no Brasil com tendência hiperendêmica em regiões do Piauí / Leprosy: persistent endemic disease in Brazil with hyperendemic trend in areas of Piaui
Fonte: Rev. enferm. UFPI;4(2):1-3, abr.-jun. 2015.
Idioma: pt.
Resumo: A hanseníase configura-se como uma bacteriose crônica que remete a antes de Cristo. É causada pelo Mycobacterium leprae, também chamado de bacilo de Hansen, podendo ocasionar lesões na pele,cavidade nasal, e nervos periféricos, deformidades,dor, disfunção e óbito. Trata-se de um sério problema de saúde pública, que ainda persiste entre os países em desenvolvimento, inclusive no Brasil.Fatores como baixo nível socioeconômico e cultural,serviços de saúde deficitários, diagnóstico tardio e busca insuficiente das fontes de infecção, sustentam a endemia em nosso país.A transmissão da doença ocorre por meio do contato direto entre uma pessoa sadia com uma pessoa doente e não tratada, que elimina o bacilo para o meio exterior, principalmente, por meio das vias aéreas superiores. O bacilo de Hansen possui alta infectividade, porém, baixa patogenicidade, ou seja,apesar de ser capaz de infectar um grande número de pessoas, poucas desenvolvem a doença. O seu período de incubação é longo, com duração média de dois a sete anos, e por isso é menos frequente na infância. (AU)

Leprosy is characterized as a chronic bacterial disease that goes back to before Christ. It is causedby Mycobacterium leprae, also called Hansen'sbacillus, which can cause skin, nasal cavity, and peripheral nerves lesions, deformities, pain, dysfunction and death. This is a serious public health problem that still persists among developing countries, including Brazil. Factors such as low socioeconomic and cultural level, deficit in the health services, late diagnosis and inadequate search of the sources of infection, sustain the endemic disease in our country. The transmission of the disease occurs throughdirect contact between a healthy person with a sickand untreated one, which eliminates the bacillus to the external environment, mainly through the upperairway. Hansen bacillus has high infectivity, however, low pathogenicity, that is, although being able toinfect a large number of people, a few develop the disease. Its incubation period is long, lasting anaverage of two to seven years, and is there fore less frequent in childhood. (AU)
Descritores: Hanseníase
Dermatopatias
Enfermagem
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: BR5.1


  7 / 176 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 30958
Autor: Saho, Mari; Santana, Rozeana Matos de.
Título: Promovendo o auto-cuidado no controle da hanseníase / Promoting self-care in hansen control
Fonte: Rev. baiana enferm;14(1), 2001.
Idioma: pt.
Resumo: Este trabalho descreve a experiência de enfermeiras e estudantes de graduação desenvolvida num ambulatório de atendimento aos portadores de hanseníase, promovendo atividades que tentam engajar os participantes no processo de auto-cuidado. Para avaliar esta atuação de enfermagem, realizaram-se entrevistas com 50 participantes do Programa de Controle da Hanseníase entre 20.10.1997 e 18. 03.1998, seguindo um roteiro de perguntas. Entre os fatores que interferem na tomada de decisão individual para o auto-cuidado, considerou-se importante a democratização do conhecimento. No atendimento mensal dos participantes, foram abordados assuntos relacionados à doença, tratamento medicamentoso, prevenção de incapacidades e controle dos contatos. O resultado da avaliação mostra que a maioria dos participantes usa corretamente a quimioterapia (96%), nunca interromperam o tratamento (74%) e têm noção de complicações ao avançar da doença (62%). Entre as orientações recebidas durante a consulta de enfermagem, referiram, freqüentemente, o uso correto de medicações, a assiduidade ao tratamento, a proteção da pele e a restrição de bebidas alcoólicas. (AU)

This papers describes the nurses and undergraduates experience at a leper ambulatory assistance where engaging activities were performed focusing on self-care. Fifty participants in the Leprosy Control Program were interviewed through a semi-structured questionnaire from October 20, 1997 to March 18, 1998 to evaluate this nursing intervention. Among the factors interfering in the individual decision-making about self-care, knowledge democratization has been found to be relevant. At monthly visits to the ambulatory, a number or issues related to the disease were addressed including pharmacological treatment, prevention of disabilities and contiguousness control. Evaluation results show that 96% of the participants make proper use of chemotherapy, 74% has never discontinued the treatment and 62% is aware of complications as the disease advances. The guidance received at the visits was reported to include proper use of the medication, adherence to treatment, skin protection and abstention from alcohol. (AU)
Descritores: Cuidados de Enfermagem
Assistência Ambulatorial
Pacientes Ambulatoriais
Hanseníase
Autocuidado
Educação de Pacientes como Assunto
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto Jovem
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR342.1 - Biblioteca


  8 / 176 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 30701
Autor: Pereira, Karine Chaves.
Título: Tendências da detecção de casos novos de hanseníase com incapacidade física em Minas Gerais - Período: 1995 - 2015 / Trend of the detection of new cases of leprosy with physical disability in Minas Gerais - period: 1995 - 2015.
Fonte: Belo Horizonte; s.n; 2016. 89 p. ilus, tab, mapas.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal de Minas Gerais. Escola de Enfermagem para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A hanseníase é uma doença infectocontagiosa crônica que pode provocar incapacidades físicas, se não diagnosticada e tratada precocemente. A doença ainda persiste como um relevante problema de saúde pública em diversos países, entre eles o Brasil. A hanseníase não se distribui de forma homogênea no país, apresentando maiores taxas de prevalência e de detecção de casos novos no Centro-Oeste, Norte e Nordeste. No entanto, alguns estados do Sudeste também possuem regiões endêmicas, o qual se enquadra Minas Gerais. Este apresentou, em 2013, taxas de detecção de hanseníase geral e em menores de 15 anos de idade acima dos parâmetros recomendados (6,04/100 mil habitantes e 1,10 casos novos/100 mil habitantes, respectivamente), uma taxa de detecção de casos novos com grau 2 de incapacidade física de 0,59 por 100 mil habitantes e uma proporção alta de casos novos com grau 2 de incapacidade física (9,8%). Diante desse contexto, torna-se importante analisar o comportamento epidemiológico da hanseníase em Minas Gerais, com foco nas incapacidades físicas, visto que a doença está sendo diagnosticada tardiamente no estado, o que sugere também a existência de pessoas doentes sem diagnóstico, o que contribui para a permanência da cadeia de transmissão da doença e de seu impacto negativo na população. O objetivo do estudo foi analisar a tendência epidemiológica da hanseníase em Minas Gerais no período de 1995 a 2015, com foco na incapacidade física grau 2. A pesquisa refere-se a um estudo ecológico de séries temporais. A população foi composta pelos casos novos de hanseníase registrados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação residentes em Minas Gerais na data do diagnóstico, no período de 1995 a 2015. Para a análise de tendência foi utilizado a regressão de Prais-Winsten, com significância estatística de 5% (p < 0,05). As análises foram realizadas nos programas Stata versão 12 e Excel versão 10.... (AU)

Leprosy is a chronic infectious disease that can cause physical disabilities, if not diagnosed and treated early. The disease still persists as a relevant public health problem in several countries, including Brazil. Leprosy is not homogeneously distributed in the country, with higher prevalence rates and detection of new cases in the Midwest, North and Northeast. However, some states in the Southeast also have endemic regions, which is part of Minas Gerais. In 2013 this state presented general leprosy detection rates and in children under 15 years of age above the recommended parameters (6.04/100 thousand inhabitants and 1.10 new cases /100 thousand inhabitants, respectively), a detection rate of new cases with grade 2 disability of 0.59 per 100 thousand inhabitants and a high proportion of new cases with grade 2 disability (9.8%). In this way, it is important to analyze the epidemiological behavior of leprosy in Minas Gerais, focusing on physical disabilities, since the disease is being diagnosed late in the state, which also suggests the existence of diseased persons without diagnosis, which contributes for the continuation of the chain of transmission of the disease and its negative impact on the population. The objective of the study was to analyze the epidemiological trend of leprosy in Minas Gerais from 1995 to 2015, focusing on grade 2 disability. The research refers to an ecological study of time series. The population was composed of the new cases of leprosy registered in the Information System of Notification Diseases resident in Minas Gerais at the date of diagnosis, from 1995 to 2015. For the trend analysis was used the Prais-Winsten regression, with a statistical significance of 5% (p <0.05). The analyzes were performed in the Stata version 12 and Excel version 10 software... (AU)
Descritores: Hanseníase/epidemiologia
Hanseníase/diagnóstico
-Brasil
Fatores Socioeconômicos
Estudos de Séries Temporais
Pessoas com Deficiência
Estudos Retrospectivos
Limites: Humanos
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG
BR21.1; T-WC335, PETE


  9 / 176 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Lana, Francisco Carlos Felix
Texto completo
Texto completo
Id: 30567
Autor: Rodrigues, Rayssa Nogueira; Niitsuma, Eyleen Nabyla Alvarenga; Bueno, Isabela de Caux; Baquero, Oswaldo Santos; Jardim, Cassius Catão Gomes; Lana, Francisco Carlos Félix.
Título: Hanseníase e vulnerabilidade da saúde em Belo Horizonte, Minas Gerais / Leprosy and health vulnerability in Belo Horizonte, Minas Gerais
Fonte: REME rev. min. enferm;21, 2017. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste estudo foi analisar a distribuição espacial da hanseníase e sua relação com o Índice de Vulnerabilidade da Saúde (IVS). Tratasede estudo ecológico de múltiplos grupos de caráter analítico, realizado em Belo Horizonte, Brasil, utilizando os setores censitários comounidades de análise. Os dados dos casos de hanseníase, notificados entre 2004 e 2013, foram obtidos do Sistema de Informação de Agravosde Notificação. Para refletir as condições de vida adversas, utilizou-se o IVS 2012, indicador composto elaborado pela Secretaria Municipalde Saúde de Belo Horizonte. Por meio do método bayesiano empírico global, obteve-se uma taxa suavizada. Os resultados revelam que asmedianas das taxas de detecção de hanseníase tenderam a ser maiores à medida que se aumentava a vulnerabilidade segundo o IVS, sendoque nos setores pertencentes à categoria de risco muito elevado e elevado risco as medianas das taxas foram significativamente superiores àsdos setores classificados em baixo e médio risco (p<0,001). As evidências oferecidas demonstram a necessidade de se intensificar medidas quevisem à melhora das condições de vida da população, pois a hanseníase no município está diante de um padrão construído sob a marca dedesigualdades, como atesta sua relação com IVS.(AU)
Descritores: Hanseníase
Vulnerabilidade em Saúde
Epidemiologia
Vigilância Epidemiológica
Análise Espacial
Limites: Humanos
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  10 / 176 BDENF  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 30474
Autor: Corrêa, Cristal Marinho.
Título: Avaliação do Programa de Controle da Hanseníase no município de Governador Valadares, Minas Gerais, Brasil / Evaluation for Leprosy Control Program in Governador Valadares, Minas Gerais, Brazil.
Fonte: Belo Horizonte; s.n; 2016. 157 p. graf, ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal de Minas Gerais. Escola de Enfermagem para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: O presente estudo teve como objetivo avaliar o Programa de Controle da Hanseníase (PCH) no município de Governador Valadares e a descentralização das ações de controle para a atenção primária. Utilizou-se como referencial teórico-metodológico a Avaliação de Quarta Geração, segundo Guba e Lincoln (1989), de abordagem qualitativa. Participaram do estudo 30 sujeitos municipais, divididos em quatro grupos de interesse: gestores, profissionais do centro de referência (CR), profissionais da atenção básica (AB) e usuários dos serviços de saúde. Os dados foram coletados por meio de entrevistas individuais, utilizando-se a técnica do Círculo Hermenêutico-Dialético e, posteriormente, foram realizadas 3 Oficinas de Negociação com os atores municipais. Os resultados evidenciaram a permanência do modelo vertical de atenção à hanseníase no município, expresso pela concentração das ações de controle no CR e passividade da AB no desempenho das atividades do programa, demonstrando a insuficiência das estratégias de descentralização. Como determinantes que interferem no processo de descentralização no município, observou-se a influência de aspectos sócio-histórico-culturais como a imagem do CR no ideário social como local apropriado de atendimento à hanseníase, o estigma e a postura de distanciamento dos profissionais da AB, além da consolidação de práticas de saúde e gestão que reforçam a centralização do programa na atenção secundária. Além desses determinantes, observou-se, também, a influência de aspectos operacionais da rede municipal de saúde como problemas de acesso nas unidades básicas de saúde, instabilidade do quadro de recursos humanos, dificuldade de realizar a supervisão das equipes da AB e escassez de recursos financeiros do programa. Conclui-se que a problemática da descentralização em Governador Valadares envolve a tensão entre modelos de atenção distintos que coexistem no município, gerando disputas simbólicas no campo dos saberes e das práticas de saúde e de...(AU)

This present study aimed to evaluate the Leprosy Control Program (LCP) in Governador Valadares and the decentralization of control measures. This research used as theoretical and methodological reference the Fourth Generation Evaluation, Guba and Lincoln (1989), a qualitative approach. The study included 30 municipal subjects, divided into four interest groups: managers, professionals from the reference center (RC), primary care professionals (PC) and users of health services. Data were collected through individual interviews, using the technique of Hermeneutic-Dialectical Circle and later were performed 3 Trading Workshops, using group technique. The results showed the failure of decentralization strategies and maintenance of vertical LCP model in the city, characterized by passivity PC in leprosy control actions (LCA) and its concentration in municipal RC. Was observes a strong influence of socio-historical-cultural determinants in decentralization, as well as operational aspects of LCP and municipal health. Among the socio-historical and cultural aspects stood out: the historical reference of the secondary care service in the county, the distancing attitude of professionals PC, to the detriment of stigma and consolidating health and management practices that reinforce the centralization of LCP. Among the operational aspects, there were problems related to the access to the basic health units, frame instability of human resources, lack of resources for the program and difficulties in performing the supervision of teams of PC. We conclude that the issue of decentralization in Governador Valadares involves the tension between different models of care that exist in the city, generating symbolic disputes in the knowledge area besides health and management's practices. The sustainability of the decentralization process requires greater political involvement and institutional support, focusing on strengthening primary care, supervision of...(AU)
Descritores: Hanseníase/prevenção & controle
Avaliação de Programas e Projetos de Saúde
Descentralização
-Brasil
Atenção Primária à Saúde
Limites: Humanos
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG
BR21.1; T-WC335, COAV



página 1 de 18 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde