Base de dados : BDENF
Pesquisa : Hanseníase
Referências encontradas : 243 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 25 ir para página                         

  1 / 243 BDENF  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Lana, Francisco Carlos Felix
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-998556
Autor: Carvalho, Ana Paula Mendes; Fabri, Angélica da Conceição Oliveira Coelho; Lanza, Fernanda Moura; Lopes, Fabiana Nascimento; Lana, Francisco Carlos Félix.
Título: Integração das ações de controle da hanseníase sob a perspectiva dos profissionais da saúde / Integration of leprosy control activities from the perspective of health professionals
Fonte: Rev. enferm. UFPE on line;9(1):114-120, jan. 2015.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: analisar os fatores que influenciam a integração das ações de controle da hanseníase na Atenção Primária à Saúde. Método: estudo qualitativo, na perspectiva dos profissionais da saúde, em seis municípios da microrregião de Araçuaí do Vale do Jequitinhonha/MG. Utilizou-se a entrevista semiestruturada e pesquisa documental. Para tratamento e análise dos dados, foi utilizada a Técnica de Análise de Conteúdo, na modalidade Temática. O estudo teve o projeto de pesquisa aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa, parecer 149/07. Resultados: os discursos evidenciaram que os seguintes aspectos influenciam a integração das ações de controle da hanseníase: a formação profissional, a realização de capacitações, o perfil do profissional, o processo de contratação dos profissionais e a alta rotatividade. Conclusão: evidenciou-se a importância de investimentos em atualizações das equipes uma vez que as dificuldades operacionais do programa de controle estão principalmente relacionadas à ausência de profissionais treinados e comprometidos com a hanseníase.(AU)
Descritores: Pessoal de Saúde
Hanseníase
-Atenção Primária à Saúde
Pesquisa Qualitativa
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR9.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde Profa. Susana Schimidt


  2 / 243 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-998471
Autor: Bueno, Isabela de Caux.
Título: Influência de marcadores sorológicos de infecção para predição do adoecimento em hanseníase em uma população de uma região endêmica / Influence of serological markers of infection for prediction of disease in leprosy in a population of an endemic region.
Fonte: Belo Horizonte; s.n; 2019. 88 p. ilus, tab, mapa.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal de Minas Gerais. Escola de Enfermagem para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A hanseníase é uma doença infectocontagiosa que apresenta longo período de incubação, em média 2 a 7 anos. O diagnóstico é essencialmente clínico e, apesar da redução do número de casos, persiste como um problema de saúde pública. Os testes sorológicos para detecção de anticorpos específicos do Mycobacterium leprae têm se mostrado úteis na identificação dos indivíduos que apresentam maior risco de adoecer e da infecção subclínica, que pode também estar envolvida ativamente na disseminação e propagação do bacilo para indivíduos suscetíveis. Assim, o uso de marcadores sorológicos específicos da hanseníase pode contribuir na estratégia de vigilância epidemiológica da doença e na detecção precoce de novos casos. O estudo tem como objetivo analisar a influência de marcadores sorológicos específicos para predição do adoecimento em hanseníase em uma população de uma região endêmica de Minas Gerais. Trata-se de um estudo de coorte retrospectivo realizado com uma amostra populacional de 2.553 indivíduos em sete municípios da microrregião de Almenara. Foram realizadas visitas domiciliares para aplicação de questionário e coleta de sangue para análise de marcadores sorológicos de infecção em hanseníase, realizada pela técnica Enzyme-linked Immunosorbent Assay. Para análise estatística foi realizada, inicialmente, a análise univariada via teste Qui-quadrado de Pearson, Exato de Fisher e Mann-Whitney e, posteriormente, modelos multivariados de Regressão Logística. Para verificar se os quatro modelos ajustados testados estavam adequados e se possuíam boa capacidade preditiva foram calculadas medidas de qualidade de ajuste. O software utilizado nas análises foi o Stata e o R. O estudo foi aprovado pelo COEP-UFMG, parecer nº ETIC 158/09. Na análise univariada, as variáveis soropositividade, presença de cicatriz BCG, idade, estado civil, escolaridade e renda familiar se associaram significativamente ao adoecimento por hanseníase. Estas compuseram o modelo inicial da análise multivariada, que mostrou uma melhor qualidade na predição do adoecimento quando comparado aos demais modelos testados. O modelo final, o qual foi composto somente pela idade, teve associação significativa na análise multivariada, porém apresentou uma queda na qualidade da predição do adoecimento e menor homogeneidade na sensibilidade e especificidade. O modelo alternativo 1, composto pelas variáveis sorologia e idade, apresentou melhora da qualidade quando comparado ao modelo final. Já o modelo alternativo 2, composto somente pela sorologia, apresentou a pior qualidade em comparação aos demais modelos testados. Assim, o uso de marcadores sorológicos específicos da hanseníase pode melhorar o potencial de predição do adoecimento em uma população de uma região endêmica. Entretanto, faz-se necessário o uso concomitante das ações de vigilância epidemiológica, melhora das condições socioeconômicas da população e vacinação da BCG para alcançar a meta de eliminação da hanseníase.(AU)

Leprosy is a contagious infectious disease that has a long incubation period, 2 to 7 years on average. The diagnosis is essentially clinical and, despite the reduction in the number of cases, it persists as a public health issue. Serological tests for the detection of Mycobacterium leprae's specific antibodies have been shown to be useful in identifying individuals at higher risk of disease and subclinical infection, which may also be actively involved in the dissemination and propagation of bacilli to susceptible individuals. Thus, the use of specific serological markers of leprosy may contribute to the strategy of epidemiological surveillance of the disease and the early detection of new cases. The objective of this study was to analyze the influence of specific serological markers to predict disease in leprosy in a population of an endemic region of Minas Gerais. This is a retrospective cohort study done with a population sample of 2,553 individuals in seven counties in the Almenara microregion. Home visits were done with a questionnaire application and blood collection for the analysis of serological markers of leprosy infection, performed by the Enzyme-linked Immunosorbent Assay technique. For statistical analysis, initially, was performed the univariate analysis using Chi-square test of Pearson, Fisher's exact test and Mann-Whitney test, and later, multivariate Logistic Regression models. In order to verify if the four adjusted models tested were suitable and if they had a good predictive capacity, adjustment quality measures were calculated. The software used in the analyzes was Stata and R. The study was approved by COEP-UFMG, opinion no. ETIC 158/09. In the univariate analysis, the variables seropositivity, the presence of BCG scar, age, marital status, schooling, and family income were significantly associated with leprosy. These variables composed the initial model of the multivariate analysis, which showed better quality in the prediction of illness when compared to the other models tested. The final model, which was composed only by age, had a significant association in the multivariate analysis but showed a decrease in the quality of the prediction of illness and lower homogeneity in sensitivity and specificity. The alternative model 1, composed of the variables serology and age, showed improvement of quality when compared to the final model. The alternative model 2, composed only by the serology, presented the worst quality in comparison to the other models tested. Thus, the use of specific serological markers of leprosy may improve the predictive potential of disease in a population in an endemic region. However, it is necessary to concomitantly use of epidemiological surveillance actions, improve the socioeconomic conditions of the population and vaccinate BCG to reach the goal of eliminating leprosy.(AU)
Descritores: Biomarcadores
Hanseníase/diagnóstico
Hanseníase/epidemiologia
-Fatores Socioeconômicos
Testes Sorológicos
Inquéritos e Questionários
Dissertações Acadêmicas
Monitoramento Epidemiológico
Hanseníase/prevenção & controle
Mycobacterium leprae
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG
BR21.1; T-WA950, BUIN


  3 / 243 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1005618
Autor: Mendonça, Manuelle Alves; Andrade, Yara Nayá Lopes de; Rolim, Isaura Letícia Tavares Palmeira; Aquino, Dorlene Maria Cardoso de; Soeiro, Vanessa Moreira da Silva; Santos, Leonardo Hunaldo dos.
Título: Perfil epidemiológico dos contatos intradomiciliares de casos de hanseníase em capital hiperendêmica no Brasil / Epidemiological profile of in-house contacts of leprosy cases in a brazilian hypertendemic capital / Perfil pidemiológico de los contactos em casa de casos de leprosa em uma capital hipertendémica brasileña
Fonte: Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online);11(4):873-879, jul.-set. 2019. tab, graf.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: Avaliar a situação dos contatos intradomiciliares dos casos de hanseníase notificados no ano de 2012 em São Luís/Maranhão. Métodos: Estudo quantitativo-descritivo-transversal, com coleta de dados utilizando-se instrumento estruturado. Resultados: A maioria dos contatos intradomiciliares eram mulheres (51,87%), idade entre 0 e 20 anos (40,29%), parentesco consanguíneo de 1º grau (54,92%), forma dimorfa (59,78%) e multibacilares (75,53%). Do total, 1880 (67,96%) não realizaram o exame dermatoneurológico. Entre os examinados, houve maior frequência no distrito Bequimão (28,48%), no qual 59,82% eram mulheres, idade entre 0 a 20 anos (44,77%). Ao exame, 91,27% apresentou-se normal. Dentre os suspeitos, 36,73% tinham hanseníase, 58,21% possuíam cicatriz da 1ª dose da BCG e 59,98% foram encaminhados a vacinação. A prevalência da doença entre os contatos foi de 1,62%. As ações da vigilância de contatos classificaram-se como precárias em São Luís. Conclusão: A maioria dos contatos registrados não foi examinada, evidenciando necessidade de fortificação das ações da vigilância no município

Objective: To evaluate the situation of in-house contacts of the cases of leprosy reported in 2012 in São Luis, Maranhão. Methods: Quantitative cross-sectional descriptive study, with data collection using a structured instrument. Results: The majority of in-house contacts were women (51.87%), from 0 to 20 years of age (40.29%), first-degree kinship (54.92%), dimorphic shape (59.78) and multibacillary (75.53%). In total, 1880 (67.96%) did not take the dermato-neurological exam. Among those tested, there was a greater frequency in the Bequimão district (2.48%), 59.82% were women, from 0 to 20 years of age (44.77%). On the exam, 91.27% were normal. Among those suspected of carrying the disease, 36.73% had leprosy, 58.21% had scars from the first dose of BCG and 59.98% were sent to receive vaccination. The prevalence of the disease among the contacts was 1.62%. The actions of contact monitoring were classified as precarious in São Luis. Conclusion: The majority of registered contacts were not examined, highlighting the need for strengthening of monitoring efforts in the city

Objetivo: Evaluar la situación de los contactos intradomiciliares de los casos de hanseniasis notificados en el año 2012 en São Luis - MA. Métodos: Estudio cuantitativo-descriptivo-transversal, con recolección de datos utilizando instrumento estructurado. Resultados: La mayoría de los contactos intradomiciliares eran mujeres (51,87%), edad entre 0 y 20 años (40,29%), parentesco consanguíneo de primer grado (54,92%), forma dimorfa (59,78%), multibacilares (75,53%). Del total, 1880 (67,96%) no realizaron el examen dermatoneurológico. Entre los examinados, hubo mayor frecuencia en el distrito de Bequimão (28,48%), el 59,82% eran mujeres, entre 0 a 20 años (44,77%). En el examen, el 91,27% se presentó normal. Entre los sospechosos, el 36,73% tenían hanseniasis, el 58,21% tenía cicatriz de la 1ª dosis de BCG y el 59,98% fueron encaminados a la vacunación. La prevalencia de la enfermedad entre los contactos fue del 1,62%. Las acciones de la vigilancia de contactos se clasificaron como precarias en San Luis. Conclusión: La mayoría de los contactos registrados no fueron examinados, evidenciando necesidad de fortificación de las acciones de la vigilancia en el municipio
Descritores: Notificação de Doenças/estatística & dados numéricos
Hanseníase/transmissão
Hanseníase/epidemiologia
-Contaminação/prevenção & controle
Registros Eletrônicos de Saúde/estatística & dados numéricos
Monitoramento Epidemiológico
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto
Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR1208.1 - BSEN - Biblioteca Setorial de Enfermagem e Nutrição
BR1208.1


  4 / 243 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-969689
Autor: Loiola, Hermaiza Angélica do Bonfim; Aquino, Dorlene Maria Cardoso de; Cardoso, Luciane Sousa Pessoa; Paiva, Maria de Fátima Lires; Coutinho, Nair Portela Silva; Dias, Rosilda Silva.
Título: Perfil epidemiológico, clínico e qualidade de vida de crianças com hanseníase em um município hiperendêmico / Epidemiological, clinical and quality of life profiling of children with leprosy in a hyperendemic municipality / Perfil epidemiológico, clínico y calidad de vida de niños con hanseniasis en un municipio hiperendémico
Fonte: Rev. enferm. UERJ;26:e32251, jan.-dez. 2018. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: analisar o perfil epidemiológico, clinico e qualidade de vida de crianças com hanseníase em um município hiperendêmico. Métodos: estudo descritivo e epidemiológico, com crianças de 5 a 14 anos, notificadas com hanseníase. Dados coletados entre 2015 e 2016, a partir de análise documental (Ficha de Notificação da Hanseníase) e aplicação do Children's Dermatology Life Quality Index (CDLQI). População constituída por 48 crianças, sendo 40 entrevistadas. Análise estatística dos dados com apresentação em frequências absolutas e percentuais e, escores do CDQLI. Projeto aprovado por Comitê de Ética em Pesquisa. Resultados: maiores frequências do sexo masculino, idade entre 12 a 14 anos, cor parda, classificação operacional multibacilar, forma clínica dimorfa e Grau 0 de incapacidade no diagnóstico. Mais da metade com algum grau de comprometimento pelo CDQLI. Conclusão: elevada frequência das formas transmissíveis da doença e do comprometimento da qualidade de vida dos menores de 15 anos investigados.

Objective: to examine the epidemiological, clinical and quality of life profile of children with leprosy in a hyperendemic municipality. Methods: In this descriptive study of children from 5 to 14 years old notified with leprosy, data were collected between 2015 and 2016, by documentary analysis of Leprosy notification records and application of CDLQI. Of the study population of 48 children, 40 were interviewed. Descriptive data analysis results were presented in absolute and percentage frequencies, and CDQLI scores. The project was approved by the research ethics committee. Results: mostly males, aged from 12 to 14 years, brown skin color, multibacillary operational classification, dimorphic clinical form, and disability grade zero at diagnosis more than half with some impairment by CDQLI. Conclusion: transmissible forms of tuberculosis were present in high frequencies, and the quality of life of the under-15s studied was impaired.

Objetivo: analizar el perfil epidemiológico, clínico y calidad de vida de niños con hanseniasis en un municipio hiperendémico. Métodos: estudio descriptivo y epidemiológico, con niños de 5 a 14 años, con notificación de hanseniasis. Datos recolectados entre 2015 y 2016, a partir de análisis documental (Ficha de Notificación de la Hanseniasis) y aplicación del Children's Dermatology Life Quality Index (CDLQI). Población constituida por 48 niños, siendo 40 entrevistados. Análisis estadístico de los datos con presentación en frecuencias absolutas y porcentuales y puntuaciones del CDQLI. Proyecto aprobado por el Comité de Ética en Investigación. Resultados: mayores frecuencias del sexo masculino, edad entre 12 a 14 años, color pardo, clasificación operacional multibacilar, forma clínica dimorfa y Grado 0 de incapacidad en el diagnóstico. Más de la mitad con algún grado de compromiso por el CDQLI. Conclusión: elevada frecuencia de las formas transmisibles de la enfermedad y del compromiso de la calidad de vida de los menores de 15 años investigados.
Descritores: Saúde da Criança
Perfil de Impacto da Doença
Hanseníase/epidemiologia
-Perfil de Saúde
Brasil
Epidemiologia Descritiva
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)
BR1366.1


  5 / 243 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Lana, Francisco Carlos Felix
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-963608
Autor: Vieira, Nayara Figueiredo; Lanza, Fernanda Moura; Lana, Francisco Carlos Félix; Martínez-Riera, José Ramón.
Título: Avaliação dos atributos da atenção primária à saúde nas ações de controle da hanseníase / Assessment of the attributes of primary health care in leprosy control actions / Evaluación de los atributos de la atención primaria a la salud en las acciones de control de la lepra
Fonte: Rev. enferm. UERJ;26:e31925, jan.-dez. 2018. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: avaliar a presença e extensão dos atributos da atenção primária nas ações de controle da hanseníase, na visão dos profissionais de saúde. Método: estudo transversal, envolvendo 251 profissionais da atenção primária de Betim. Utilizou-se o Instrumento de avaliação de desempenho da atenção primária nas ações de controle da hanseníase, mediante entrevistas, sendo o escore calculado por meio da média das respostas dadas pelas Escala de Likert. Foi aprovado pelo Comitê de Ética e Pesquisa da Universidade Federal de Minas Gerais. Resultados: forte orientação do serviço (≥6,6) nos atributos porta de entrada, integralidade dos serviços disponíveis e prestados, e orientação familiar; e fragilidades (<6,6) no acesso, orientação comunitária e profissional. Conclusão: ao avaliar a presença e extensão dos referidos atributos, os profissionais constataram deficiências que prejudicam a qualidade das ações de controle da hanseníase. Torna-se necessário integrar as ações da endemia na atenção primária para eliminar esse grave problema de saúde pública. Descritores: Hanseníase; atenção primária à saúde; pesquisa sobre serviços de saúde; enfermagem.

Objective: to evaluate the presence and extent of the attributes of primary health care in leprosy control measures in the view of health professionals. Method: this cross-sectional study involved 251 primary health care personnel in Betim. The Assessment Instrument primary care performance in leprosy control measures was used through interviews, with scores calculated as means of Likert Scale responses. The study was approved by the research ethics committee of Minas Gerais Federal University. Results: strengths (≥ 6.6) were service orientation to gateway attributes, comprehensiveness of services available and provided, and the family; and weaknesses (<6.6) were access, and orientation towards the community and health professionals. Conclusion: when evaluating the presence and extent of the attributes, the health professionals found deficiencies that impaired the quality of leprosy control measures. Measures to address the endemic must be integrated into primary care in order to eliminate this serious public health problem.

Objetivo: evaluar la presencia y extensión de los atributos de la atención primaria en las acciones de control de la lepra desde el punto de vista de profesionales de salud. Método: estudio transversal, involucrando a 251 profesionales de la atención primaria de Betim. Se utilizó el Instrumento de evaluación de rendimiento de la atención primaria en las acciones de control de la lepra, a través de entrevistas, siendo la puntuación calculada a través del promedio de las respuestas dadas por la escala de Likert. Estudio aprobado por el Comité de Ética en Investigación de la Universidad Federal de Minas Gerais. Resultados: fuerte orientación del servicio (≥6,6) en los atributos puerta de entrada, integralidad de los servicios disponibles y ofrecidos, orientación familiar y fragilidades (<6.6) en el acceso, orientación comunitaria y profesional. Conclusión: al evaluar la presencia y extensión de los mencionados atributos, los profesionales constataron deficiencias que perjudican la calidad de las acciones de control de la lepra. Se hace necesario integrar las acciones de la endemia en la atención primaria para eliminar este grave problema de salud pública.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Enfermagem em Saúde Pública
Pesquisa sobre Serviços de Saúde
Hanseníase/prevenção & controle
-Equipe de Assistência ao Paciente
Brasil
Estudos Transversais
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)
BR1366.1


  6 / 243 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-960700
Autor: Moura, Ana Débora Assis; Albuquerque, Eliane Regina de Oliveira; Chaves, Emilia Soares; Souza, Adriano Rodrigues de; Lima, Guldemar Gomes de; Chaves, Cristanne Soares.
Título: Perfil dos portadores de hanseníase de um centro de referência de um estado brasileiro / Profile of leprosy patients at a reference center in a Brazilian state / Perfil de los portadores de lepra de un centro de referencia de un estado brasileño
Fonte: Rev. enferm. UERJ;24(6):e9625, nov.-dez. 2016. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: traçar o perfil dos portadores de hanseníase de um Centro de Referência em Dermatologia. Métodos: pesquisa descritiva, com 469 prontuários de portadores, em Fortaleza, Ceará, Brasil. O estudo foi aprovado por Comitê de Ética em Pesquisade (n°68/2011). Resultados: a hanseníase atingiu mais homens que mulheres; a forma clínica predominante foi a Dimorfa; a faixa etária de maior incidência foi entre 37 e 53 anos; prevaleceram os pacientes sem ensino fundamental; 63.8% tinham renda entre zero e dois salários mínimos; a maioria era constituída de aposentados; com relação ao grau de incapacidade física inicial, 66.7% apresentaram Grau 0; 21.5% Grau 1; e 11.8% Grau 2; para o grau de incapacidade física final, 62.7% apresentaram Grau 0; 9.8% Grau 1; 4.3% Grau 2. Conclusão: devem ser desenvolvidas ações para capacitação dos profissionais de saúde para diagnóstico precoce, tratamento e acompanhamento dos casos, bem como esclarecimento da população para prevenir o aparecimento de incapacidades.

Objective: to describe the profile of leprosy patents in a Dermatology Referral Center. Methods: this is a descriptive research with 469 medical records in Fortaleza, Ceará, Brazil. Thestudy was approved by Ethics Committee (n°68 / 2011). Results: leprosy was most incident among males than in females; the Borderline clinical form predominated; the predominant age ranged from 37 to 53 years; patents without primary education predominated; 63.8% had an income between zero and two minimum wages; most were retired; as regards to the degree of physical disability, 66.7% had Degree 0, 21.5% Degree 1, and 11.8% Degree 2; and as for the final physical disability, 62.7% had Degree 0; 9.8% Degree 1 and 4.3% Degree 2. Conclusions: it is expected the development of actions for the training of health professionals seeking an early diagnosis, treatment and follow-up of cases, as well as enlighten the public to prevent the onset of disabilities.

Objetivo: describir el perfil de personas con lepra de un Centro de Referencia en Dermatología. Métodos: investigación descriptiva, con 469 registros médicos en Fortaleza, Ceará, Brasil. La investigación fue aprobada por Comité de Ética (número 68/2011). Resultados: la lepra fue más predominante en hombres que en mujeres, la forma clínica prevalente fue la Dimorfa; edad entre 37 y 53 años; pacientes sin educación primaria; 63,8% tenían sueldo entre cero y dos salarios mínimos; la mayoría era de jubilados; cuanto al grado de discapacidad física, 66,7% tenían Grado cero; 21,5% Grado 1; y 11,8% Grado 2; para el grado de discapacidad física final, 62,7% tenía Grado 0; 9,8% Grado 1; 4,3% Grado 2. Conclusión: se espera que sean llevadas a cabo acciones para la formación de profesionales de salud para diagnóstico precoz, tratamiento y seguimiento de los casos, así como aclaraciones a la población para prevenir la aparición de discapacidades.
Descritores: Perfil de Saúde
Saúde
Assistência
Hanseníase/complicações
Hanseníase/diagnóstico
Hanseníase/fisiopatologia
-Processo Saúde-Doença
Epidemiologia Descritiva
Hanseníase
Hanseníase/prevenção & controle
Hanseníase/terapia
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Adulto Jovem
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)
BR1366.1


  7 / 243 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-910925
Autor: Pinheiro, Mônica Gisele Costa; Simpson, Clélia Albino.
Título: Preconceito, estigma e exclusão social: trajetória de familiares influenciada pelo tratamento asilar da hanseníase / Prejudice, stigma and exclusion: relatives' lives affected by asylum-based treatment of leprosy / Prejuicio, estigma y exclusión social: historia familiar influenciada por el tratamiento de la enfermedad de Hansen en asilo
Fonte: Rev. enferm. UERJ;25:[e13332], jan.-dez. 2017. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: identificar se familiares de pacientes com hanseníase, tratados em hospitais colônia, eram atingidos pelo preconceito, estigma e exclusão que permeava a vida dos doentes. Método: estudo qualitativo, com uso da história oral temática, realizado com 10 familiares de ex-doentes de hanseníase segregados no Hospital Colônia São Francisco de Assis, de ambos os sexos, e idade de 44 a 76 anos. A coleta de dados ocorreu em Natal, entre junho e julho de 2014. Entrevistas foram realizadas, gravadas, transcritas e submetidas à análise temática de conteúdo. O projeto de pesquisa foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, CAAE 25922214.3.0000.5537. Utilizou-se instrumento de identificação da rede e perguntas abertas. Resultados: dois eixos temáticos - estigma e preconceito e exclusão social ­ desvelam a influência da hanseníase no estabelecimento de relações sociais. Conclusão: os resultados apontam para os empecilhos nas relações vivenciadas pelos familiares de ex-doentes de lepra.

Objective: to identify whether relatives of patients with Hansen's disease treated in colony-hospitals were affected by the prejudice, stigma and exclusion that permeated the patients' lives. Method: this qualitative study, using thematic oral history, involved 10 relatives of former leprosy patients of both genders, aged 44 to 76 years, segregated in the São Francisco de Assis Colony Hospital in Natal. Data were collected, in June and July 2014, by interviews that were recorded, transcribed and the content subjected to thematic analysis. The research project was approved by the Research Ethics Committee of Rio Grande do Norte Federal University (CAAE 25922214.3.0000.5537). A network identification tool and open-ended questions were used. Results: two thematic dimensions ­ stigma and prejudice and social exclusion ­ revealed the influence of leprosy in how social relations were established. Conclusion: the results point to the obstacles that relatives of former leprosy patients experienced in social relations.

Objetivo: identificar si los familiares de pacientes portadores de la enfermedad de Hansen en hospitales colonia habían sido afectados por el prejuicio, el estigma y la exclusión que están presentes en la vida de los pacientes. Método: estudio cualitativo, utilizando la historia oral temática, realizado junto a 10 familiares de ex e3nfermos de enfermedad de Hansen segregados en el Hospital Colonia São Francisco de Assis, de ambos sexos y cuya edad estaba entre 44 y 76 años. La recolección de datos tuvo lugar en Natal, entre junio y julio de 2014. Las entrevistas fueron realizadas, transcritas y sometidas a análisis temático de contenido. El proyecto de investigación fue aprobado por el Comité de Ética en Investigación de la Universidad Federal de Rio Grande do Norte, CAAE 25922214.3.0000.5537. Se ha utilizado la herramienta de identificación de la red y preguntas abiertas. Resultados: dos temas principales el estigma y el prejuicio y la exclusión social muestran la influencia de la enfermedad de Hansen al establecer relaciones sociales. Conclusión: los resultados apuntan hacia los obstáculos vividos por los familiares de los ex pacientes de lepra.
Descritores: Preconceito
Família
Enfermagem
Estigma Social
Marginalização Social
Hanseníase
-Pesquisa Metodológica em Enfermagem
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Meia-Idade
Idoso
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)
BR1366.1


  8 / 243 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-996168
Autor: Almeida, Kaic Trindade; Menezes, Ana Maria Fernandes; Alves, Kelle Araújo Nascimento; Carmo Filho, José Rodrigues; Costa, Ana Karla Araújo Nascimento.
Título: Recidiva da hanseníase entre os anos 2005-2015 / Leprosy relapse between the years 2005-2015
Fonte: Rev. enferm. UFPE on line;12(10):2528-2534, out. 2018. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: descrever os casos de recidiva da hanseníase entre os anos de 2005-2015. Método: estudo quantitativo, descritivo, transversal dos casos confirmados de recidiva em hanseníase, no período de 2005 a 2015, no SINAN. Os dados foram tabulados no Bioestat 5.0 gerando-se as tabelas e se realizou a análise descritiva e o teste do Qui-quadrado de Pearson ao nível de significância de 5% (p<0,05). Resultados: foram notificados 1.351 (7,87%,) casos de recidiva da hanseníase no Estado da Bahia, com prevalência no sexo masculino (61,1%), em pardos (57,7%) e com idade maior ou igual a 15 anos (99,6%). A forma clínica dimorfa, o grau zero de incapacidade e a classificação operacional para MB foram os mais frequentes, tendo a PQT/MB/12 utilizada em 82,1% dos casos. Conclusão: há baixa efetividade no controle da hanseníase no Estado da Bahia, uma vez que se observa uma prevalência relativamente alta de casos de recidiva no período em estudo.(AU)
Descritores: Recidiva
Hanseníase Multibacilar
Doenças Negligenciadas
Hanseníase
Mycobacterium leprae
-Epidemiologia Descritiva
Estudos Transversais
Sistemas de Informação em Saúde
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR9.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde Profa. Susana Schimidt


  9 / 243 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-963784
Autor: Araújo, Kleane Maria da Fonseca Azevedo.
Título: Epidemiologia da hanseníase na Paraíba e sua relação com a cobertura da atenção primária à saúde e condições socioeconômicas / Epidemiology of leprosy in Paraíba and its relationship with the coverage of primary health care and socioeconomic conditions.
Fonte: Belo Horizonte; s.n; 2018. 138 p. tab, graf, mapa.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal de Minas Gerais. Escola de Enfermagem para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A hanseníase é uma doença curável, de elevada transcendência devido às incapacidades físicas oriundas do problema não tratado. Permanece como problema de saúde pública em vários países. Determinada socialmente, ultrapassa as barreiras biológicas, sendo fundamental compreender sua ocorrência nos diferentes contextos. O objetivo deste estudo é analisar a epidemiologia da hanseníase e sua relação com a cobertura da Atenção Primária à Saúde e as condições socioeconômicas na Paraíba, no período de 2001 a 2016. Estudo ecológico misto de múltiplos grupos e de séries temporais que tem os municípios como unidade de análise. Utilizaram-se dados de hanseníase do Sistema de Informação de Agravos de Notificação. Foi realizada análise de tendência por regressão linear generalizada pelo método de Prais-Winsten dos indicadores: taxa de detecção anual de casos novos de hanseníase na população geral e em menores de 15 anos; taxa e proporção de casos diagnosticados com grau 2 de incapacidade física. Analisou-se a distribuição espacial do risco para o adoecimento de hanseníase, por meio de um índice composto de indicadores epidemiológicos que classificou os municípios em alto, médio, baixo e muito baixo risco. Verificou-se a relação da cobertura da Atenção Primária à Saúde e do Índice de Desenvolvimento Humano Municipal com os indicadores epidemiológicos da hanseníase pela regressão de Poisson com inflação de zeros. Foram analisados 12.134 casos novos de hanseníase. Observou-se na Paraíba tendência decrescente para a taxa de detecção geral (-4,8%), em menores de 15 anos (-6,7%) e estacionária para a taxa (-2,1%) e proporção (2,7%) de casos diagnosticados com grau 2 de incapacidade física. Ressalta-se que a tendência desses indicadores é heterogênea entre as macrorregiões de saúde do estado, apenas a quarta macrorregião apresenta redução na magnitude da endemia. A distribuição espacial é dessemelhante no território paraibano, apresenta clusters de alto risco nas regiões leste e oeste do estado. O aumento da cobertura da Estratégia de Saúde da Família contribuiu significativamente para incremento na taxa de detecção na população geral, mas não apresentou relação com a detecção em menores de 15 anos e taxa de grau 2 de incapacidade física. A melhora do Índice de Desenvolvimento Humano Municipal contribuiu para aumento de casos da doença na população geral e redução em menores de 15 anos. A hanseníase apresenta-se em declínio na Paraíba, contudo evidencia-se que diagnósticos ocorrem tardiamente e a transmissão permanece ativa. Embora tenha ocorrido aumento na cobertura dos serviços de saúde e dos Índices de Desenvolvimento Humano Municipal, e isso tenha influenciado na melhoria dos indicadores epidemiológicos da hanseníase, persistem situações de pobreza e desigualdades municipais e estas contribuem para permanência da hanseníase. Reforça-se a importância de investimentos nas ações de saúde e políticas inclusivas, com vistas a minimizar as iniquidades existentes e consequentemente controlar a endemia.(AU)

Resumo em língua estrangeira Leprosy is a curable disease of high significance, given to physical disabilities from the untreated problem. It remains a public health problem in several countries. Socially determined, it overcomes the biological barriers, being fundamental to understand its occurrence in different contexts. The aim of this study is to assess the epidemiology of leprosy and its relationship with the coverage of Primary Health Care and socio-economic conditions in the State of Paraiba, in the period from 2001 to 2016. This mixed ecological study of multiple groups and time series has the municipalities as unit of analysis. Leprosy data were used and of the System of Information of Reportable Diseases. Trend analysis was performed by generalized linear regression by the Prais Winsten indicators: annual detection rate of new cases of leprosy in the general population and in children under 15; rate and proportion of cases diagnosed with grade 2 physical disability. We analyzed the spatial distribution of risk for illness by leprosy, through an index formed by epidemiological indicators that ranked the municipalities in high, medium, low, and very low risk. It was found that the ratio of the coverage of Primary Health Care and Municipal Human Development Index with the leprosy epidemiological indicators for Poisson regression with zeros inflation. There were analyzed 12,134 new cases of leprosy. It was observed in Paraiba downward trend for overall detection rate (-4.8%), in children under 15 (-6.7%) and stationary for rate (-2.1%) and proportion (2.7%) of cases diagnosed with grade 2 of physical disability. It should be noted that the trend of these indicators is heterogeneous among the macro-regions of health in the State, only the fourth macro-region presents reduced magnitude of endemy. The spatial distribution is different in the State of Paraiba territory; it presents high-risk clusters in the Eastern and Western regions of the State with time reduction in the Western region. The increase in the coverage of the Family Health Strategy has contributed significantly to increase the detection rate in the general population, but did not show relationship with the detection in children under 15 and grade rate 2 of disability. The improvement of the Municipal Human Development Index contributed to increased cases of the disease in the general population and reduction in children under 15. Leprosy presents itself in decline in Paraiba; however, it is evidenced that diagnoses occur late and the transmission remains active. Although there has been an increase in the coverage of health services and Municipal Human Development Indexes, and this has influenced the improvement of leprosy epidemiological indicators, poverty and municipal inequalities persist, and these contribute to permanence of leprosy. It reinforces the importance of investments in health actions and inclusion policies, in order to minimize existing inequalities and consequently to control the endemy.(AU)
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Indicadores de Desenvolvimento
Determinantes Sociais da Saúde
Hanseníase/epidemiologia
-Fatores Socioeconômicos
Brasil
Estudos Retrospectivos
Fatores de Risco
Dissertações Acadêmicas
Disparidades nos Níveis de Saúde
Iniquidade Social
Análise Espacial
Hanseníase/diagnóstico
Limites: Seres Humanos
Criança
Adolescente
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG
BR21.1; T-WC335, AREP


  10 / 243 BDENF  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-984293
Autor: Araújo, Érica Juliana Benício; Araújo, Olívia Dias de; Araújo, Telma Maria Evangelista de; Almeida, Priscilla Dantas; Sena, Inara Viviane de Oliveira; Neri, Érica de Alencar Rodrigues.
Título: Pós-alta de hanseníase: prevalência de incapacidades físicas e sobreposição de doenças / Post-alta de lepra: prevalencia de discapacidades físicas y superposición de enfermedades / Post-discharge of subjects with leprosy: prevalence of physical disabilities and overlapping of other diseases
Fonte: Cogitare enferm;23(4):e58080, 2018. tab.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO: Objetivo: caracterizar a prevalência de incapacidades físicas em indivíduos acometidos por hanseníase no pós-alta e sua relação com as doenças crônicas. Método: a população da pesquisa foi de 603 casos novos de hanseníase notificados entre 2001 e 2014 em municípios endêmicos no Piauí. Os dados foram coletados mediante aplicação de questionários e avaliação neurológica simplificada. Análises estatísticas foram realizadas por distribuição de frequência, testes Qui-quadrado de Pearson e Exato de Fisher. Resultados: observou-se a prevalência de incapacidade física de 70,43%, e associação significativa com a forma clínica multibacilar, sexo masculino, idade avançada e baixa escolaridade (p<0,01). Conclusão: a sobreposição de doenças não se comportou como um fator de risco, mas constatou-se frequência importante de pessoas. Registra-se a necessidade de planejamento de ações de saúde mais adequadas à população, fortalecendo a longitudinalidade do cuidado frente às condições crônicas.

RESUMEN: Objetivo: Caracterizar la prevalencia de discapacidades físicas en individuos afectados por lepra luego del alta y su relación con las enfermedades crónicas. Método: La población del estudio fue de 603 casos nuevos de lepra notificados entre 2001 y 2014 en municipios endémicos de Piauí. Datos recolectados mediante aplicación de cuestionarios y evaluación neurológica simplificada. Se realizaron análisis estadísticos de distribución de frecuencia, tests de Chi-cuadrado de Pearson y Exacto de Fisher. Resultados: Se observó prevalencia de discapacidad física del 70,43%, y asociación significativa con la forma clínica multibacilar, sexo masculino, edad avanzada y baja escolarización (p<0,01). Conclusión: La superposición de enfermedades no constituyó un factor de riesgo, aunque se la constató en importante cantidad de personas. Se registra la necesidad de planificación de acciones de salud más adecuadas a la población, fortaleciendo la atención longitudinal frente a las condiciones crónicas.

ABSTRACT: Objective: To characterize the prevalence of physical disabilities in individuals affected by post-discharge leprosy and its relationship with chronic diseases. Method: The study population consisted of 603 new cases of leprosy reported between 2001 and 2014 in endemic municipalities in the state of Piauí. Data was collected through questionnaires and simplified neurological evaluation. Statistical analyzes were performed by frequency distribution, Pearson's Chi-square test and Fisher's Exact test. Results.The prevalence of physical disability was 70.43%, and there was a significant association with the multibacillary clinical form, male gender, old age and low educational level (p <0.01). Conclusion: Overlapping of diseases was not a risk factor for the development of physical disabilities, but there was a higher frequency of diabetic and hypertensive subjects in the group with physical disabilities. It is necessary to plan health actions that are more suitable to the population, strengthening the longitudinality of care to chronic conditions.
Descritores: Saúde Pública
Doença Crônica
Epidemiologia
Pessoas com Deficiência
Hanseníase
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR501.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde / Sede Botânico



página 1 de 25 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde