Base de dados : BDENF
Pesquisa : Hanseníase
Referências encontradas : 192 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 20 ir para página                         

  1 / 192 BDENF  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Lana, Francisco Carlos Felix
Texto completo
Id: -880452
Autor: Leano, Heloisy Alves de Medeiros; Araújo, Kleane Maria da Fonseca Azevedo; Rodrigues, Rayssa Nogueira; Bueno, Isabela de Caux; Lana, Francisco Carlos Félix.
Título: Indicadores relacionados a incapacidade física e diagnóstico de hanseníase / Indicators related to physical disability and diagnosis of leprosy
Fonte: Rev Rene (Online);18(6):832-839, nov. - dez 2017.
Idioma: en.
Resumo: Objetivo: analisar a tendência dos indicadores epidemiológicos da hanseníase relacionados ao diagnóstico e incapacidade física. Métodos: estudo ecológico de séries temporais. Os dados secundários foram extraídos do Sistema de Informação de Agravos de Notificação brasileiro. Utilizou-se análise linear generalizada de PraisWinsten para análise de tendência. Resultados: analisou-se 240.028 casos novos de hanseníase. O Nordeste apresenta tendência anual decrescente (-2,9%) para detecção geral. Quanto à incapacidade há diferenças entre os estados: Bahia (4,9%), Alagoas (4,1%), Piauí (2,5%), Maranhão (2,2%) e Ceará (2,1%) que apresentam tendência crescente para proporção de grau 2 na população geral. Bahia (9,5%), Sergipe (6,6%) e Maranhão (4,9%) também apresentam tendência crescente para grau 2 entre crianças. Conclusão: o Nordeste se mantém em nível de muito alta endemicidade para hanseníase com diferença na distribuição da doença entre os estados. Evidencia-se transmissão ativa do bacilo, diagnóstico tardio e subnotificação na região. (AU)
Descritores: Hanseníase
Criança
Pessoas com Deficiência
Medidas em Epidemiologia
Doenças Negligenciadas
Limites: Humanos
Criança
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  2 / 192 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Lana, Francisco Carlos Felix
Texto completo
Id: -877573
Autor: Araújo, Kleane Maria da Fonseca Azevedo; Leano, Heloisy Alves de Medeiros; Rodrigues, Rayssa Nogueira; Bueno, Isabela de Caux; Lana, Francisco Carlos Félix.
Título: Tendência de indicadores epidemiológicos da hanseníase em um estado endêmico / Epidemiological trends of leprosy in an endemic state
Fonte: Rev Rene (Online);18(6):771-778, nov. - dez 2017.
Idioma: en.
Resumo: Objetivo: analisar a tendência de indicadores epidemiológicos da hanseníase em um estado endêmico. Métodos: estudo ecológico de tendência temporal. Os dados foram retirados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação e a análise realizada por regressão linear generalizada pelo método de Prais Winsten. Resultados: foram analisados 12.134 casos novos de hanseníase. Observou-se tendência decrescente para taxa de detecção geral de -4,8% e para taxa de detecção em menores de 15 anos de -6,7%. A proporção de casos novos de hanseníase com grau 2 de incapacidade física no diagnóstico apresentou tendência estacionária de 2,7%. Ressalta-se que a tendência dos indicadores de hanseníase é heterogênea entre as macrorregiões de saúde. Conclusão: a incidência da hanseníase apresentou-se em decréscimo na população geral, em menores de 15 anos e estabilidade na proporção de grau 2 de incapacidade. Embora apresente declínio, evidencia-se que diagnósticos ocorrem tardiamente e a transmissão permanece ativa. (AU)
Descritores: Hanseníase
Epidemiologia
Atenção Primária à Saúde
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  3 / 192 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: -877003
Autor: Garcês, Eduarda Penha; Lima Neto, Pedro Martins; Silva, Roberta de Araújo; Santos, Francisco Dimitre Rodrigo Pereira; Serra, Maria Aparecida Alves de Oliveira.
Título: Fatores influenciadores do conhecimento dos estudantes de enfermagem sobre hanseníase: estudo transversal / Factors influencing nursing students' knowledge about hansen's disease: a cross-section study
Fonte: Online braz. j. nurs. (Online);16(2):179-187, 2017. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Aim: to identify the factors that influence Nursing students' knowledge about Hansen's disease. Method: this is a cross-section study with a quantitative approach, performed from May to June 2016. The sample was composed by 167 Nursing students of a public university located in the Northeastern region of Brazil. Result: the majority of students knows the main aspects of the disease. Factors such as being single, not having another occupation or income, to live with few other people, and search for information with professor were associated to a higher level of understanding about leprosy. Female students demonstrated less chances to know about Hansen's disease. Conclusion: Nursing students know about leprosy, however there are still questions regarding the transmission of the illness.(AU)

Objetivo: identificar os fatores que influenciam o conhecimento de estudantes de Enfermagem sobre hanseníase. Método: estudo transversal, com abordagem quantitativa, realizado no período de maio a junho de 2016. A amostra foi constituída por 167 estudantes de Enfermagem de uma universidade pública do Nordeste do Brasil. Resultado: a maioria dos estudantes conhece os principais aspectos da doença. Fatores como ser solteiro, não possuir outra ocupação nem atividade remunerada, morar com poucas pessoas e buscar informações com os professores estavam associados ao maior conhecimento sobre hanseníase. Estudantes do sexo feminino demonstraram menores chances de conhecer a doença. Conclusão: os estudantes de Enfermagem possuem conhecimento sobre hanseníase, porém ainda existem dúvidas quanto ao modo de transmissão da doença.(AU)
Descritores: Hanseníase
Estudantes de Enfermagem
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR13.9 - Departamento Médico-Cirúrgico
BR1342.1


  4 / 192 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: -859839
Autor: Flach, Diana Mary Araújo de Melo.
Título: Análise do protocolo complementar de investigação diagnóstica dos casos de hanseníase em menores de 15 anos nos municípios prioritários do estado do Rio de Janeiro em 2009 e 2010 / Analysis of the supplementary protocol for research diagnosis of leprosy cases in children under 15 years of age in the priority municipalities of the state of Rio de 2009 and 2010.
Fonte: Niterói; s.n; 2011. 77 f p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal Fluminense. Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: O presente estudo pretendeu analisar criticamente as informações contidas nas fichas do protocolo complementar de investigação diagnóstica dos casos de hanseníase em menores de 15 anos (PCID < 15), nos municípios prioritários do estado do Rio de janeiro. Contextualizaram-se aspectos históricos e epidemiológicos, política pública, o sistema de informação de agravos de notificação, avaliação das incapacidades envolvendo a doença. Foi realizado estudo seccional descritivo e retrospectivo, utilizando análise estatística descritiva, a partir da avaliação das informações contidas nos registros dos casos de hanseníase feitos nos PCID < 15 nos anos de 2009 e 2010. Para análise da qualidade dos registros, foi analisada a completitude dos campos incluindo a consistência das informações de campos referentes à classificação operacional e número de lesões de pele, contidos nas 172 fichas incluídas no estudo. O percentual de preenchimento excelente, segundo os parâmetros do SINAN, ocorreu na grande maioria dos campos, sendo apenas 15,4% de campos com percentual de preenchimento regular. O estudo revelou, segundo o coeficiente de Kappa uma forte concordância (k = 0,76, p < 0,0001) entre os campos número de lesões de pele e classificação operacional, com apenas 7% de casos inconsistentes. Conclui-se que a análise destas fichas proporcionou um "retrato" da situação epidemiológica dos casos de hanseníase em menores de 15 anos nos municípios prioritários, no entanto uma vez mantido o PCID < 15 pelo Ministério da Saúde consideramos ser importante o aprimoramento das fragilidades observadas neste estudo

The present study aimed to critically analyze the information contained in the files of the Additional Protocol to the diagnostic investigation of leprosy cases in children under 15 years, in priority municipalities of the state of Rio de Janeiro. It contextualizes historical and epidemiological aspects, public policy, the information system of notification of diseases evaluation of, disabilities involving the disease. We conducted descriptive and retrospective cross-sectional study using descriptive statistics, based on the evaluation of the information contained in the records of leprosy cases registered in PCID <15 years in 2009 and 2010. To analyze the quality of records, we analyzed the completeness of fields including the consistency of the information fields for operational classification and number of skin lesions, contained in 172 records included in the study. Excellent percentage of completion, according to the parameters of SINAN occurred in most fields, with only 15.4% of fields with regular percentage of completion. The study revealed, according to the Kappa coefficient a strong concordance (k = 0.76, p <0.0001) between the fields number skin lesions and operational classification, with only 7% of cases inconsistent. It is concluded that the analysis of these records provides a "snapshot" of the epidemiological situation of cases of leprosy in children under 15 years in priority municipalities, however once the PCID <15 is maintained by the Ministry of Health it is important to consider the improvement of the weaknesses detected in this study
Descritores: Hanseníase
Criança
Adolescente
Saúde Pública
Epidemiologia
Responsável: BR1342.1 - Biblioteca da Escola de Enfermagem BENF
BR 1342.1, F571; D 616.998


  5 / 192 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: -836771
Autor: Silva, Maria Cristina Dias da.
Título: Experiências de cuidado às pessoas atingidas pela hanseníase: contribuições da hermenêutica filosófica / Experiences of care for people affected by Hansen's disease: contributions of philosophical hermeneutics.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; dez. 2016. 129 f p. ilus, graf, mapas.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Rio de Janeiro. Escola de Enfermagem Anna Nery para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O presente estudo que abordou a vivência de pessoas com hanseníase e a experiência dos enfermeiros que prestam assistência no Programa de Controle da Hanseníase foi desenvolvido em serviços de saúde primários e secundários do Município do Rio de Janeiro. Teve como objetivos compreender os sentidos da vivência dos usuários que receberam diagnóstico de hanseníase no que se refere ao cuidado empreendido durante e após o tratamento; analisar a experiência de enfermeiros dos serviços de saúde primários e especializados no cuidado às pessoas com hanseníase; e discutir como o sentido dessas vivências e experiências se expressam na dinâmica de Atenção à Saúde em Hanseníase. Utilizou-se a hermenêutica filosófica de Gadamer para interpretação analítica dos significados para usuários e enfermeiros. Os resultados foram organizados em quatro categorias para os usuários: 1-a doença e o tratamento tornam a vida tumultuada e dolorosa; 2- a rotatividade de profissionais para o atendimento à pessoa com hanseníase é fator de preocupação que gera insegurança quanto à evolução da doença e ao tratamento; 3- para se protegerem do preconceito as pessoas com hanseníase adotam atitudes que visam reduzir tensões nas relações sociais; 4- o usuário cria vínculo com o enfermeiro e o considera uma referência no tratamento da hanseníase. Em relação aos enfermeiros, foram organizadas três categorias: 1- o atendimento da pessoa com hanseníase perdeu em qualidade; 2- os enfermeiros reconhecem o estigma como um problema importante que compromete o tratamento e a cura; 3- A atenção à família das pessoas com hanseníase fortalece o apoio social que elas necessitam. Concluiu-se que a produção de um cuidado não direcionado apenas à doença, mas também para a pessoa acometida por ela, se fará quando houver o estabelecimento de um diálogo produtivo entre os gestores, trabalhadores da saúde e usuários nos serviços de saúde. A fusão de horizontes entre as partes, que convivem no espaço assistencial, é fundamental para alcance dos objetivos assistenciais.(AU)
Descritores: Hanseníase/enfermagem
Cuidados de Enfermagem
Serviços de Saúde
Limites: Humanos
Responsável: BR442.1 - Biblioteca Setorial de Pós-Graduação
BR442.1; D376 EEAN


  6 / 192 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Lana, Francisco Carlos Felix
Texto completo
Id: -576810
Autor: Lana, Francisco Carlos Félix; Carvalho, Ana Paula Mendes; Davi, Raquel Ferraz Lopez.
Título: Perfil epidemiológico da hanseníase na microrregião de araçuaí e sua relação com ações de controle / Epidemiological profile of leprosy at the microregion of araçuaí and its relation with actions control
Fonte: Esc. Anna Nery Rev. Enferm;15(1):62-67, jan.-mar. 2011. graf, tab.
Idioma: pt.
Resumo: A hanseníase representa um problema de saúde pública no Brasil pelos altos índices de prevalência e incidência. O objetivo deste estudo é analisar a situação epidemiológica da hanseníase e sua relação com o desenvolvimento das ações de controle na microrregião de Araçuaí. Trata-se de estudo epidemiológico, descritivo, cujos dados foram coletados das fichas de notificação de casos de hanseníase de municípios da microrregião, período 1998-2007, disponibilizados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação - SINAN. Foram construídos e analisados indicadores epidemiológicos e operacionais preconizados pelo Ministério da Saúde. Foram notificados 343 casos, resultando em uma detecção geral média de 28,5 casos/100.000 habitantes/ano. A proporção de casos detectados com grau II de incapacidade e o predomínio de formas passivas de detecção sugerem diagnóstico tardio e corroboram a importância da integração das ações de controle da hanseníase na atenção básica.
Descritores: Hanseníase/enfermagem
Epidemiologia/estatística & dados numéricos
Atenção Primária à Saúde/estatística & dados numéricos
Saúde Pública/estatística & dados numéricos
Cuidados de Enfermagem
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 192 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 33011
Autor: Goiabeira, Yara Naya Lopes de Andrade; Rolim, Isaura Letícia Tavares Palmeira; Aquino, Dorlene Maria Cardoso de; Santos, Leonardo Hunaldo dos; Lima, Alice Bianca Santana; Soeiro, Vanessa Moreira da Silva.
Título: Programa de controle da hanseníase em capital hiperendêmica: uma avaliação operacional / Leprosy control program in a hyperendemic capital: an operational assessment
Fonte: Rev. baiana enferm;32, 2018.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: avaliar o Programa de Controle da Hanseníase em capital hiperendêmica no Brasil. Método: pesquisa deavaliação, realizada em todas as instituições de saúde que operacionalizavam o programa de controle da hanseníaseno município de São Luís, Maranhão, Brasil, abrangendo todos os casos novos e contatos de casos de hanseníasenotificados no ano de 2012. Resultados: o programa foi classificado como “Bom” quanto às taxas de abandono(3,4%) e quanto ao grau de incapacidade física no diagnóstico (94,6%). Os indicadores proporção de alta por cura(42,5%) e proporção de contatos examinados (29,1%) foram classificados como “Precários”. O indicador proporçãode casos curados no ano com grau de incapacidade física avaliado na alta foi classificado como “Regular” (82,5%).Conclusão: o Programa de Controle da Hanseníase no município não vem atuando de maneira efetiva e resolutiva,sugerindo uma deficiência na qualidade do acompanhamento dos casos até a completude do tratamento. (AU)

Objective: assess the Leprosy Control Program in a hyperendemic capital in Brazil. Method: assessment study, developedin all health institutions that operated in the Leprosy control program in the city of São Luís, Maranhão, Brazil, coveringall new and contact cases of leprosy notified in 2012. Results: the program was classified as “Good” when consideringthe abandonment rates (3.4%) and the degree of physical disability in the diagnosis (94.6%). The indicators proportionof discharge due to cure (42.5%) and proportion of examined contacts (29.1%) were ranked as “Precarious”. Theindicator proportion of cured cases per year with assessment of degree of physical disability upon discharge was classified as “Regular” (82.5%). Conclusion: The Leprosy Control Program in the city has not been working in an effective andproblem-solving manner, suggesting that the quality of the case monitoring until the completion of treatment is deficient. (AU)

Objetivo: evaluar el Programa de Control de la Lepra en una capital hiperendémica en Brasil. Método: estudiode evaluación, realizada en todas las instituciones de salud que operaban el programa de control de la lepra enel municipio de São Luís, Maranhão, Brasil, abarcando todos los nuevos casos y los contactos de casos de lepranotificados durante el año de 2012. Resultados: el programa fue clasificado como “Bueno” con relación a las tasasde abandono (3,4%) y al grado de incapacidad física en el diagnóstico (94,6%). Los indicadores proporción de altapor cura (42,5%) y proporción de contactos examinados (29,1%), fueron clasificados como “Precarios”. El indicadorproporción de casos curados en ese año con grado de incapacidad física evaluado en el alta, fue clasificado como“Regular” (82,5%). Conclusión: el Programa de Control de la Lepra en el municipio, no viene actuando de maneraefectiva y resuelta, sugiriendo una deficiencia en la calidad del acompañamiento de los casos hasta la conclusióndel tratamiento.(AU)
Descritores: Hanseníase
Avaliação em Saúde
Indicadores de Qualidade em Assistência à Saúde
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR342.1 - Biblioteca Universitária de Saúde


  8 / 192 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 32948
Autor: Naufal, Gabriela Garcia Agra; Pegorari, Letícia Galbier Ricetto; Kestenbaum, Thaís; Lopes, Rafaela Marega Frigério.
Título: Dados epidemiológicos da hanseníase no município de Catanduva, 2001-2016 / Hanseniasis epidemiological data in the municipality of Catanduva, 2001-2016
Fonte: CuidArte, Enferm;11(2):209-214, jul.-dez.2017. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: A Hanseníase, doença causada por Mycobacterium leprae, é um desafi ante problema de saúde pública, por conta desua condição infectocontagiosa, impacto socioeconômico e repercussão psicológica, advinda das deformidades e incapacidades físicasfrequentes no processo do adoecimento. Objetivo: Devido à importância que os indicadores epidemiológicos possuem para contribuircom a avaliação dos programas de controle da Hanseníase em determinado local, este estudo teve como objetivo analisar as tendênciasdos indicadores e dados epidemiológicos da Hanseníase nos indivíduos residentes no município de Catanduva-SP entre os anos 2001-2016, atendidos no Hospital-Escola Emilio Carlos. Método: Estudo observacional transversal do tipo descritivo. Resultados: No períodoe local selecionado foram detectados 217 novos casos de Hanseníase, dentre esses, 106 casos foram multibacilares (48,84%) e 111paucibacilares (51,15%), com prevalência do sexo masculino (n= 118; 54,37%) em comparação ao sexo feminino (n=99; 45,62%). Aforma clínica mais prevalente foi tuberculoide com 85 casos dentre os casos novos, chegando ao percentual de 39,17%, enquanto que aforma virchowiana...(AU)

Introduction: Leprosy, a disease caused by Mycobacterium leprae, is a challenging public health problem, due to its contagious condition,socioeconomic impact and psychological repercussion due to deformities and frequent physical inabilities in the illness process. Objective:Due to the importance of epidemiological indicators to contribute to the evaluation of leprosy control programs in a specifi c location, thisstudy aimed to analyze the trends of leprosy indicators and epidemiological data in individuals living in the municipality of Catanduva-SPbetween the years from 2001 through 2016, attended at the Emilio Carlos School Hospital. Method: It is a cross-sectional observationalstudy of the descriptive type. Results: A total of 217 new leprosy cases were detected in the selected period and site, 106 of which weremultibacillary (48.84%) and 111 paucibacillary (51.15%), with a prevalence of males (n = 118; 54, 37%) compared to females (n = 99;45.62%). The most prevalent clinical form was the...(AU)

Introducción: La lepra es un desafío problema de salud pública, debido a su condición infecciosa, el impacto socioeconómico y larepercusión psicológica, derivada de las deformidades e incapacidades físicas frecuentes en el proceso de la enfermedad. Objetivo:Debido a la importancia que los indicadores epidemiológicos poseen para contribuir con la evaluación de los programas de control de laHanseniasis en determinado local, este estudio tuvo como objetivo analizar las tendencias de los indicadores y datos epidemiológicosde la Hanseniasis en los individuos residentes en el municipio de Catanduva-SP entre los años 2001-2016, atendidos en el HospitalEscuelaEmilio Carlos. Método: Estudio observacional transversal del tipo descriptivo. Resultados: En el período y lugar seleccionado sedetectaron 217 nuevos casos de Hanseniasis, entre los cuales 106 casos fuero...(AU)
Descritores: Hanseníase/epidemiologia
Hanseníase/prevenção & controle
Fatores Epidemiológicos
Limites: Humanos
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  9 / 192 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 32684
Autor: Bezerra, Francimar Nipo; Brandão, Careli Pereira; Vasconcelos, Eliane Maria Ribeiro de; Torres, Analucia de Lucena; Ramos, Vânia Pinheiro.
Título: Impacto do diagnóstico da hanseniase / Impact of the diagnosis of leprosy
Fonte: Rev. enferm. UFPE on line;5(11,n.esp):2624-2634, dez.2011.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: identificar o impacto do diagnóstico da Hanseníase. Método: trata-se de um estudo exploratório, descritivocom abordagem qualitativa. A coleta de dados foi realizada em Unidade de Saúde do Distrito Sanitário IV, situada nomunicípio de Recife–PE, após aprovação do projeto de pesquisa pelo Comitê de Ética em Pesquisa do Hospital AgamenonMagalhães sob número de protocolo 21. A amostra foi composta por treze clientes do Sistema Único de Saúde (SUS) queatenderam aos critérios desta pesquisa. Os dados foram analisados por categorização temática. Resultados: oito foram dosexo masculino e cinco do feminino; as categorias que emergiram após a análise das informações foram: conhecimento dosusuários quanto à Hanseníase; mudanças ocorridas na vida após o diagnóstico de Hanseníase; enfrentamento das mudançasocorridas; preconceito sofrido pelos clientes; sugestões para melhoria da qualidade de vida dos portadores de Hanseníase;mensagem para os portadores. Conclusão: as mudanças citadas pelos clientes estavam relacionadas às limitaçõescausadas pela doença, isto é, resultantes das incapacidades físicas e neurológicas identificadas em casos que não tiveramo diagnóstico precoce. O preconceito relacionado ao diagnóstico da Hanseníase não é inerente apenas à sociedade, mastambém ao próprio portador. (AU)
Descritores: Hanseníase
Preconceito
Adaptação Psicológica
-Hanseníase/psicologia
Pesquisa Qualitativa
Epidemiologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR9.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde Profa. Susana Schimidt


  10 / 192 BDENF  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Lana, Francisco Carlos Felix
Texto completo
Texto completo
Id: 32672
Autor: Gomes, Fernanda Beatriz Ferreira; Lana, Francisco Carlos Félix; Oliveira, Rodrigo Corrêa de; Rodrigues, Rayssa Nogueira.
Título: Indicadores da hanseníase no Estado de Minas Gerais e sua relação com o índice de desenvolvimento humano municipal e a cobertura da Estratégia da Saúde da Família / Indicators of leprosy in the state of Minas Gerais and its relationship with the municipal human development index and the coverage of the Family Health Strategy
Fonte: REME rev. min. enferm;21, jan.2017. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste estudo foi analisar a relação entre os indicadores epidemiológicos da hanseníase, a cobertura da Estratégia da Saúde da Família (ESF) e o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) em Minas Gerais – Brasil, no período de 1998 a 2013. Trata-se de um estudo ecológico. A forma de mensurar as condições de vida foi a partir do IDHM. Foram realizadas duas análises: uma considerando a média de cada indicador no período de 1998 a 2005, e outra de 2006 a 2013. Foi feita análise descritiva da situação epidemiológica da hanseníase, da cobertura da ESF e do IDHM em Minas Gerais. Em seguida, foi estabelecida uma relação geral entre as taxas de detecções, em menores de 15 anos e com grau 2 de incapacidade e a cobertura da ESF e o IDHM, utilizando os testes de Poisson com inflação de zeros e de Deviance. As análises foram realizadas no programa estatístico SPSS versão 19.0 e Stata versão 10.0. Os resultados sugerem redução da endemia no estado, identificado pela queda dos indicadores da doença. O aumento da cobertura da ESF contribuiu para o aumento da detecção de casos da doença, redução de casos em menores de 15 anos e com grau 2 de incapacidade. Além disso, o aumento do IDHM contribuiu para a redução de casos da doença e de incapacidade grau 2. Apesar das políticas de melhoria do acesso aos serviços de saúde e das condições de vida da população, observa-se a persistência de municípios hiperendêmicos no estado.(AU)
Descritores: Hanseníase/diagnóstico
Hanseníase/epidemiologia
Hanseníase/prevenção & controle
INDICADORES
Desigualdades em Saúde
Atenção Primária à Saúde
Assistência à Saúde
-Fatores Socioeconômicos
Limites: Humanos
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG



página 1 de 20 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde