Base de dados : BDENF
Pesquisa : C16.614 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 14 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Longo]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 14 BDENF  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-877217
Autor: Pieszak, Greice Machado; Paust, Andressa Moreira; Gomes, Giovana Calcagno; Arrué, Andrea Moreira; Neves, Eliane Tatsch; Machado, Letícia Martins.
Título: Internação de recém-nascidos prematuros: percepções dos pais e revelações acerca do cuidar de enfermagem / Hospitalization of premature infants: parents' perceptions and revelations about nursing care
Fonte: Rev Rene (Online);18(5):591-597, set. - out. 2017.
Idioma: en.
Resumo: Objetivo: descrever as percepções dos pais acerca da internação de recém-nascidos prematuros e dos cuidados prestados pela equipe de enfermagem. Métodos: estudo qualitativo em uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal com 14 pais. Foi realizada consulta aos prontuários, entrevista com os participantes e análise de conteúdo temática. Resultados: os pais relataram surpresa, medo, insegurança e culpa pela internação e prematuridade. Referiram como dificuldades estar em outra cidade, deixar os outros filhos e problemas financeiros, e as facilidades foram confiança e bom relacionamento com a equipe e a disponibilidade de tecnologias de cuidado. Apontaram medo da alta hospitalar, entretanto, receberam orientações da equipe para o cuidado no domicílio. Conclusão: a internação motiva diferentes sentimentos relacionados à prematuridade, às questões de ordem financeira e social e o distanciamento dos lares e familiares. Evidenciaram o aprendizado, por meio do vínculo e da confiança como uma atividade importante da equipe de enfermagem. (AU)
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  2 / 14 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 29905
Autor: Araujo, Gabriella Carvalho; Miranda, Juliana de Oliveira Freitas; Santos, Deisy Vital dos; Camargo, Climene Laura de; Nascimento Sobrinho, Carlito Lopes; Santa Rosa, Darci de Oliveira.
Título: Dor em recém-nascidos: identificação, avaliação e intervenções / Pain in newborn: identification, assessment and intervention
Fonte: Rev. baiana enferm;29(3), 2015.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste artigo é descrever as estratégias das equipes de enfermagem para a identificação, avaliação e intervenções da dor em recém-nascidos internados em Unidades de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN). Estudo quantitativo, descritivo, com 62 profissionais das duas UTIN na cidade de Feira de Santana, Bahia, em 2010. Os dados foram coletados mediante a aplicação de questionário estruturado. Para a análise, utilizou-se a estatística descritiva. Os resultados apontaram que a estratégia mais referida para a identificação da dor foi a observação em relação ao tipo de choro, todavia não foram utilizadas escalas para a avaliação da dor de forma sistematizada. Sobre as intervenções de enfermagem para alívio da dor, predominou a solicitação da avaliação do profissional médico antes de qualquer ação. Concluiu-se que a abordagem da dor pelos profissionais de enfermagem ainda não estava sendo realizada de forma sistematizada nas UTIN estudadas e tampouco estava baseada em evidências científicas.(AU)

The purpose of this article is to describe the strategies of nursing teams for the identification, assessment and intervention of pain in hospitalized newborns in intensive care units (NICU). A quantitative, descriptive study, with 62 professionals from two intensive care units in the city of Feira de Santana, Bahia, in 2010. Data was collected from the application of a structured questionnaire. Descriptive statistics were used for analysis. The results demonstrated that the most referred to strategy to identify pain was observation regarding the type of crying; nevertheless scales are not used to systematically assess the pain. In relation to nursing interventions for pain relief, the request for evaluation by the medical professional prevailed before any action. It was concluded that the approach to pain by nursing professionals is not yet being conducted in a systematic way in the studied NICU, nor is it based on scientific evidence.(AU)

El objetivo del presente artículo es describir las estrategias de los equipos de enfermería para la identificación, evaluación e intervenciones del dolor en recién nacidos hospitalizados en unidades de cuidados intensivos (UCIN). Estudio cuantitativo, descriptivo, con 62 profesionales de dos UCIN en la ciudad de Feira de Santana, Bahía, en 2010. Los datos se obtuvieron de la aplicación de un cuestionario estructurado. Para el análisis, se utilizó estadística descriptiva. Los resultados apuntaron que la estrategia más referida para la identificación del dolor fue la observación en relación al tipo de llanto, pero no se utilizan escalas para evaluar sistemáticamente el dolor. Acerca de las intervenciones de enfermería para aliviar el dolor, predominó la solicitación de evaluación del profesional médico antes de cualquier acción. Se concluye que el abordaje del dolor por los profesionales de enfermería aún no está ocurriendo de manera sistemática en las UCIN estudiadas ni basada en evidencias científicas.(AU)
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 14 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: 26212
Autor: Gaíva, Maria Aparecida Munhoz; Bittencourt, Rossana Marchese; Fujimori, Elizabeth.
Título: Óbito neonatal precoce e tardio: perfil das mães e dos recém-nascidos / Early and late neonatal death: characteristics of mothers and newborn / Muerte neonatal temprana y tardía: características de las madres y de los recién nacidos
Fonte: Rev. gaúch. enferm;34(4):91-97, dez. 2013. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo do estudo foi analisar o perfil das mães e dos recém-nascidos que foram a óbito no período neonatal precoce e tardio. Estudo descritivo-exploratório de corte transversal, que utilizou dados secundários obtidos dos sistemas de informação de mortalidade, de nascidos vivos e prontuários hospitalares de mães residentes em Cuiabá (MT), que deram à luz no ano de 2010. Foram estudados 77 óbitos, sendo que 72,7% ocorreram no período neonatal precoce. Os coeficientes de mortalidade neonatal, precoce e tardio foram, respectivamente, 8,2, 6,0 e 2,2/1.000 nascidos vivos. Não se constatou diferença no perfil materno e dos recém-nascidos que foram a óbito no período neonatal precoce ou tardio. Características que prevaleceram entre os óbitos neonatais foram: realização de menos de 7 consultas pré-natais, prematuridade, baixo peso e Apgar menor que 7 no 1º minuto. Tais resultados indicam a necessidade de investimentos, especialmente na melhoria da qualidade da assistência pré-natal no município.(AU)

The aim of the study was to analyze the profile of mothers and newborns who died in the early and late neonatal period. Descriptive, exploratory cross-sectional study that used secondary data obtained from the information systems of mortality, births and hospital records of mothers living in Cuiabá, who gave birth in 2010. We studied 77 deaths, of which 72.7% occurred in the early neonatal period. The early and late neonatal mortality rates were, respectively, 8.2, 6,0 and 2,2/1,000 live births. No difference was found in the profile of mothers and newborns who died in the early or late neonatal period. Characteristics that prevailed among the neonatal deaths were less than 7 prenatal visits, prematurity, low birth weight and Apgar score less than 7 at 1 minute. These results indicate the need for investment, especially in improving the quality of prenatal care in the city.(AU)

El objetivo del estudio fue analizar el perfil de las madres y los recién nacidos que murieron en el período neonatal precoz y tardíamente. Estudio exploratorio descriptivo de corte transversal que utilizó datos secundarios obtenidos de los sistemas de información de mortalidad, nacimientos y los registros hospitalarios de las madres que viven en Cuiabá, que dieron la luz en 2010. Se estudiaron 77 muertes, el 72,7% se produjo en el período neonatal temprano. Las tasas de mortalidad neonatal, precoz y tardía, fueron, respectivamente 8,2, 6,0 y 2,2/1.000 nacidos vivos. No hubo diferencias en el perfil materno y de recién nacidos que murieron en el período neonatal temprano o más tarde. Características que prevalecieron entre las muertes neonatales fueron: se realizaron menos de 7 visitas prenatales, partos prematuros, bajo peso al nacer y la puntuación de Apgar inferior a 7 al 1 minuto. Estos resultados indican la necesidad de inversión, sobre todo en la mejora de la calidad de la atención prenatal en la ciudad.(AU)
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 14 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Alves, Joäo Guilherme Bezerra
Texto completo
Id: 26047
Autor: Ventura, Claudiane Maria Urbano; Alves, João Guilherme Bezerra; Meneses, Jucille do Amaral.
Título: Eventos adversos em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal / Adverse events in a Neonatal Intensive Care Unit / Eventos adversos en Unidad de Cuidados Intensivos Neonatales
Fonte: Rev. bras. enferm;65(1):49-55, jan.-fev. 2012. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Estudo observacional, prospectivo, para determinar a incidência de eventos adversos (EAs) em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN). Utilizou-se um "instrumento" específico, adaptado do modelo americano utilizado pela Rede Vermont-Oxford. Dos 218 recém-nascidos, 183 (84%) apresentaram EAs, correspondendo a 2,6 EA/paciente. Distúrbios da termorregulação (29%), distúrbios da glicemia (17,1%) e Infecção Relacionada à Assistência à Saúde (IRAS) de origem hospitalar (13,5%) foram os mais frequentes. Alguns EAs apresentaram associação com peso de nascimento (p < 0,05). O percentual de IRAS e a extubação não programada foi diretamente proporcional ao tempo de internamento. A incidência de EAs em UTIN é elevada entre os recém-nascidos de muito baixo peso. A qualidade da assistência torna-se primordial na elaboração das estratégias preventivas.(AU)

This was a prospective, observational study conducted in a neonatal intensive care unit to determine the incidence of adverse events. A specific trigger tool instrument was used, based on the one from Vermont-Oxford Network. A total of 218 neonates were followed and AEs were detected in 183 (84%) of them, with a rate of 2,6 AE/patient. Thermoregulation disorders (29%), disorders of glycemic control (17,1%) and nosocomial infections (13,5%) were the most frequent. Some AE were associated with birth weight (p<0.05). The accidental extubations and nosocomial infections were associated with hospital days. The incidence of AEs is high, especially among neonates with very low birth weight. Best practices regarding preventive strategies are necessary to improve quality of health care for these infants.(AU)

Estudio observacional, prospectivo para determinar la incidencia de eventos adversos (EAs) en la Unidad Neonatal de Cuidados Intensivos (UNCI). Fue utilizado un instrumento específico adaptado del modelo americano Vermont-Oxford. De los 218 recién nacidos, el 84% presentaron EA, lo que corresponde a 2,6 EA / paciente. Trastornos de la termorregulación (29%), trastornos de la glicemia (17,1%) e infección relacionada con el cuidado de la salud (IRCS) nosocomiales (13,5%) fueron los más frecuentes. Algunos presentaron asociación con el peso al nacer (p<0,05). El porcentaje de IRCS y la extubación no programada fue directamente proporcional a la duración de la estancia hospitalaria. La incidencia de EAs en la UNCI es alta entre los recién nacidos de muy bajo peso al nacer. La calidad de la asistencia es fundamental en el desarrollo de estrategias de prevención.(AU)
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 14 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: 23150
Autor: Costa, Roberta; Padilha, Maria Itayra.
Título: A Unidade de Terapia Intensiva Neonatal possibilitando novas práticas no cuidado ao recém-nascido / La Unidad de Terapia Intensiva Neonatal posibilitando nuevas prácticas en el cuidado al recién nacido / The Neonatal Intensive Care Units giving new practices to newborns care
Fonte: Rev. gaúch. enferm;32(2):248-255, jun. 2011.
Idioma: pt.
Resumo: Pesquisa qualitativa, com abordagem sócio-histórica. O objetivo é compreender como se instituíram as práticas de cuidado ao recém-nascido na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) em Florianópolis, na década de 1980. O contexto do estudo foi o Hospital Infantil Joana de Gusmão. Os sujeitos foram profissionais de saúde que participaram da implantação da UTIN. Para análise dos dados utilizamos o método genealógico proposto por Foucault. Identificamos quatro agrupamentos discursivos: Muita criança saiu ganhando com isso; A gente aprendeu a cuidar do recém-nascido, cuidando; Faltava um olhar mais científico para a assistência; Cuidado sensível, humanizado e individualizado. A implantação de uma unidade específica para o cuidado do recém-nascido resultou numa redução da morbi-mortalidade neonatal e na aquisição do conhecimento científico. Os discursos dos profissionais de saúde revelam que, desde os primórdios da UTIN, já havia uma preocupação com o cuidado sensível, humanizado e individualizado ao recém-nascido.(AU)

Investigación cualitativa, con abordaje socio-histórica, objetivo comprender como se instituyeron las prácticas de cuidado al recién nacido en la Unidad de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) en Florianópolis, Brasil, en la década de 1980. El contexto del estudio fue el Hospital Infantil Joana de Gusmão. Los sujetos fueron profesionales de salud que participaron de la implantación de la UTIN. Para análisis de los datos fue utilizado el método genealógico propuesto por Foucault. Identificamos 4 formaciones discursivas: Muchas niños salieron ganando con eso; Aprendimos a cuidar del recién nacido, cuidando; Faltaba un mirar más científico para la asistencia; Cuidado sensible, humanizado e individualizado. La implantación de una unidad para cuidado del recién nacido resultó en reducción de la morbimortalidad neonatal y adquisición del conocimiento científico. Los discursos de los profesionales de salud revelan que desde los primordios de la UTIN, existía preocupación con el cuidado sensible, humanizado e individualizado al recién nacido.(AU)

A qualitative research with a socio-historical approach. The aim is to understand how the established practices of the newborn Intensive Care Units Neonatal (ICUN) in Florianopolis, Brazil, in the 1980's. The study's context was the Child's Hospital Joana de Gusmão. The interviewed for this research were health professionals that had a role in the ICUN implantation. Data analysis was performed using the genealogical method proposed by Foucault. Four discursive groups were identified: Many children won with that; It was learned how to care of newborns; A more scientific view to assistance was lacking; Sensitive, humanized and individualized care. The establishment of a specific unit directed to the newborns resulted in a reduction in the neonatal mortality and scientific knowledge acquisition. The health professionals' speeches reveal that since the beginning of the ICUN, a concern with the sensible, humanized and individualized care with the newborn was present.(AU)
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 14 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: 22413
Autor: Azevedo, Sued Moura; Castro, Maristela da Matta de; Lins, Kelly Cristina da Silveira; Silva, Danilo Mattos; GóeS, Fernanda Garcia Bezerra.
Título: A relação entre enfermeiro e pais de recém-nascidos internados na unidade de terapia intensiva neonatal / The relationship between nurse and parents of newly born interned in the unit of intensive neonatal therapy
Fonte: Enferm Atual;11(62):27-24, 20100700.
Idioma: pt.
Resumo: Os riscos que englobam a internação de um RN (recém-nascido) prematuro ou doente em Unidade de Terapia Intensiva (UTIN) levam os pais a manifestarem diferentes tipos de comportamentos perante esta realidade que, por muitas das vezes, não são devidamente interpretadas pelos profissionais que os assistem neste contexto. O presente estudo tem como ojetivo. Identificar a relação entre enfermeiro e pais, de RNs internados na UTIN, buscando minimizar o desconforto no processo de internação. O problema investigado foi: Como a relação entre enfermeiro e pais de RNs internados na UTIN pode minimizar o desconforto da internação? Tivemos como objetivos identificar a relação do enfermeiro e pais de RNs na UTIN e buscar descrever a importânciada relação, minimizando o desconforto do processo de internação. A pesquisa é de caráter descrito e exploratório, por meio de uma bordagem qualitativa. Foi realizada uma leitura crítica, com o objetivo de identificar os fatores de risco. Foi realizada uma análise temática, com o intuito de identificar a idéia central e as secundárias AU.

The risks surrounding the premature intermment of just born or a just-born sick in Unit of Intensive Therapy, take the parents to reveal different types of behaviors facing this reality, wich are not well interpreted by the professionals attending. The present study has as objective identy the relation ship between nurse and parents of just born babies intermed in the Unit of Intensive Therapy looking ways to minimize the discomfort in the internment process. The investigated problem was: How the relationship between nurses and parents of just born babies in the Unit of Intensive Therapy can minimize the disconfort of the intermmed? Was had as objective identify the relationship between nurse and parents of just bom babies in the Unit of Intensive Therapy and describe the importance of this relationship, minimizing the discomfort of the intermment process. The research is of descriptive and exploratory character, by qualitative boarding. To identify risk factors was carried out to identify the central idea and secondary aspects Au.
Responsável: BR512.1 - Biblioteca Setorial do Centro de Ciências da Saúde


  7 / 14 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Barros, Sônia Maria Oliveira de
Texto completo
Texto completo
Id: 21216
Autor: Graner, Viviane Rodrigues; Barros, Sonia Maria Oliveira de.
Título: Complicações maternas e ocorrências neonatais associadas às gestações múltiplas resultantes de técnicas de reprodução assistida / Maternal complications and neonatal events associated to multiple pregnancies resulting from assisted reproduction techniques / Complicaciones maternas e eventos neonatales asociados con gestaciones múltiples resultantes de técnicas de reproducción asistida
Fonte: Rev. Esc. Enferm. USP;43(1), mar. 2009. tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: A gestação múltipla é a mais freqüente e a mais séria complicação iatrogênica das técnicas de reprodução assistida. O objetivo do estudo foi conhecer as complicações maternas e as ocorrências neonatais associadas às gestações múltiplas resultantes de reprodução assistida em um centro de referência na área de reprodução assistida. Trata-se de uma pesquisa observacional, transversal, descritiva e retrospectiva que foi realizada no Hospital e Maternidade Santa Joana, centro de referência na área de reprodução humana localizado no município de São Paulo, Brasil. A população estudada foi constituída por 131 prontuários de gestantes internadas com patologias clínicas e trabalho de parto, advindas de gestações múltiplas resultantes de técnicas de reprodução assistida. As complicações maternas predominantes foram: o trabalho de parto prematuro (65,5%), a amniorrexe prematura (42%). As ocorrências neonatais mais freqüentes foram as doenças respiratórias (65,1%), a icterícia (38,4%), os distúrbios metabólicos (13%) e as doenças neurológicas (9%).(AU)

Multiple pregnancy is the most frequent and serious iatrogenic complication of the assisted reproduction techniques. The purpose of this study was to know the maternal complications and neonatal events associated to multiple pregnancies, resulting from assisted reproduction in a reference center in the field of assisted reproduction. This was an observational, cross-section, descriptive and retrospective study performed at Hospital e Maternidade Santa Joana, a reference center in the area of human reproduction in the city of São Paulo, Brazil. The studied population consisted of 131 medical records of pregnant women admitted with clinical pathologies and in labor, resulting from multiple pregnancies resulting from assisted reproduction techniques. The predominant maternal complications were: premature labor (65.5%) and premature amniorrhexis (42%), The most frequent neonatal occurrences were respiratory diseases (65.1%), jaundice (38.4%), metabolic disorders (13%) and neurological diseases (9%).(AU)

La gestación múltiple es la más frecuente y corresponde a la más seria complicación iatrogénica de las técnicas de reproducción asistida. El objetivo del estudio fue conocer las complicaciones maternas y los eventos neonatales asociados a las gestaciones múltiples resultantes de la reproducción asistida en un centro de referencia en el área de reproducción asistida. Se trata de una investigación observacional, transversal, descriptiva y retrospectiva que fue realizada en el Hospital y Maternidad Santa Joana, centro de referencia en el área de reproducción humana, localizado en el municipio de São Paulo, Brasil. La población estudiada fue constituida por 131 registros de gestantes internadas con patologías clínicas y trabajo de parto, provenientes de gestaciones múltiplas resultantes de técnicas de reproducción asistida. Las complicaciones maternas predominantes fueron: el trabajo de parto prematuro (65,5%) y la ruptura prematura del saco amniótico (42%). Los eventos neonatales más frecuentes fueron las enfermedades respiratorias (65,1%), la ictericia (38,4%), los disturbios metabólicos (13%) y las enfermedades neurológicas (9%).(AU)
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 14 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 21000
Autor: Salge, Ana Karina Marques; Vieira, Aline Vaz da Costa; Aguiar, Anne Kelly Araújo; Lobo, Sara Fleury; Xavier, Raphaela Maioni; Zatta, Laidilce Teles; Correa, Rosana Rosa Miranda; Siqueira, Karina Machado; Guimarães, Janaína Valadares; Rocha, Karlla Morgana Nunes; Chinem, Brunella Mendonça; Silva, Renata Calciolari Rossi e.
Título: Fatores maternos e neonatais associados à prematuridade / Maternal and neonatal factors associated with prematurity / Factores maternos y neonatales asociados a prematuridad
Fonte: Rev. eletrônica enferm;11(3), set. 2009.
Idioma: pt.
Resumo: A prematuridade representa a causa mais freqüente de morbidade neonatal. O objetivo desse estudo foi realizar um levantamento dos nascimentos de recém-nascidos vivos com menos de 37 semanas completas de gestação e relacionar com as alterações patológicas encontradas. Foram coletados dados referentes à história clínica materna e do neonato. A média da idade gestacional dos 104 RNs estudados foi de 31 semanas ± 4 dias. A média de peso dos prematuros foi de 2350 gramas. Os grupos de doenças de base maternas encontradas foram: hipertensão materna 51 casos (49%), alterações útero-placentárias 21 casos (20,1%), doenças infecciosas 12 casos (11,5%), cardiopatias 9 casos (5,7 %), diabetes 2 casos (1,9%), Síndrome da Imunodeficiência Adquirida 1 caso (0,9%) ainda 8 casos (7,6%) em que não havia registro de doença de base. Entre os grupos de doenças de base fetais o mais frequente foi o grupo de doenças do aparelho respiratório, com 81 casos (78%). Em nosso estudo, houve diferença estatisticamente significante entre idade gestacional e doença de base materna (p=0,038). A prematuridade continua sendo a principal causa de morbidade e mortalidade neonatal, representando um dos maiores desafios para o fornecimento de uma assistência profissional de qualidade.(AU)

The prematurity is the most frequent cause of neonatal morbidity. The aim of this search was to perform a survey of thenewborns with less than 37 completed weeks of gestation and related with the pathological alterations found. The data wascollected from the maternal and neonatal medical record. The mean gestational age of the 104 newborns studied was 31weeks ± 4 days. The mean weight of the premature infants in our study was 2350 grams. The groups with maternal baselinediseases were: maternal hypertension 51 cases (49%), uterus-placental disorders 21 cases (20.1%), infectious diseases 12cases (11.5%), heart diseases 9 cases (5.7 %), diabetes 2 cases (1.9%), Acquired Immune Deficiency Syndrome 1 case(0.9%) and 8 cases (7.6%) with no record of the baseline disease. Among the groups with fetal baseline diseases the mostfrequent diseases were of the respiratory tract, with 81 cases (78%). In our study, there was statistically significantdifference between gestational age and maternal baseline disease (p=0038). The prematurity remains the main cause ofneonatal morbidity and mortality, being one of the biggest challenges for the provision of professional high quality assistance.(AU)

El nacimiento prematuro representa la causa más frecuente de morbilidad neonatal. Objetivo: realizar un levantamiento delos nacimientos de recién nacidos vivos con menos de 37 semanas completas de gestación y relaciona con las modificacionespatológicas encontradas. Se recolectaron los datos referentes a historia clínica materna y del neonato. La media de la edadgestacional de los 104 recién nacidos estudiados fue de 31 semanas±4 días. De los 104 casos estudiados, 82 casos (78,8 %)habían sido acompañados durante el prenatal. La media de peso de los prematuros fue de 2350 gramos. Los grupos deenfermedades de base maternas encontradas fueron: hipertensión materna 51 casos (49%), alteraciones útero-placentarias21 casos (20,1%), enfermedades infecciosas 12 casos (11,5%), cardiopatías 9 casos (5,7 %), diabetes 2 casos (1,9%),Síndrome de Inmunodeficiencia Adquirida 1 caso (0,9%) además de 8 casos (7,6%) en que no habían registros deenfermedades de base. Entre los grupos de enfermedades de base fetales las más frecuentes fueron las del grupo deenfermedades del sistema respiratorio, con 81 casos (78%). En nuestro estudio, hubo diferencias estadísticamentesignificativas entre edad gestacional y enfermedad de base materna (p=0,038). La prematuridad continúa siendo la principalcausa de morbilidad y mortalidad neonatal.(AU)
Responsável: BR584.1 - Biblioteca Central BSCAN


  9 / 14 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Torres, Gilson de Vasconcelos
Id: 16444
Autor: Torres, Gilson de Vasconcelos; Torres, Sandra Maria da Soledade G. S. de O; Viana, Maria Cleia de Oliveira.
Título: Triagem neonatal em hospital infantil municipal de Natal/RN / Newborn screening in municipal infantile hospital in Natal/RN
Fonte: Nursing (São Paulo);8(83):185-189, abr. 2005. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Trata-se de um estudo exploratório-descritivo desenvolvido em hospital infantil municipal de Natal. Cinquenta familiares foram entrevistados no momento da triagem neonatal. 68 por cento dos pesquisadores referiram compreender o que significa triagem neonatal, enquanto 32 por cento não possuem informações sobre o exame. 34 por cento afirmaram que o teste é feito para saber se a criança apresentará alguma doença futuramente e 21 por cento, prevenção de doenças. no tocante às doenças detectadas pelo teste, 82 por cento desconhecem, enquanto 10 por cento citaram doença mental. O pediatra foi a principal fonte de informação sobre o teste e a maioria dos pesquisadores gostaria de saber quais doenças podem ser prevenidas com a triagem.(AU)
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  10 / 14 BDENF  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Id: 9219
Autor: Alves Filho, Navantino; Corrêa, Mário Dias.
Título: Manual de perinatologia / Handbook of perinatology.
Fonte: Rio de Janeiro; MEDSI; 1995. 1117 p. ilus, tab.
Idioma: Pt.
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG
BR21.1/WQ210*ALMA



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde