Base de dados : BDENF
Pesquisa : SP1.001 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 137 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Longo]

página 1 de 14 ir para página                         

  1 / 137 BDENF  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: -881962
Autor: Maia, Ana Carolina Mendes Soares Benevenuto.
Título: Promoção da saúde à mulher na atenção ao parto: comportamentos específicos e atuação da enfermeira no programa cegonha carioca / Promotion of health to women in care of care: specific behaviors and nurse's activities in the stork carioca program.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; dez. 2017. 141 f p. tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Rio de Janeiro. Escola de Enfermagem Anna Nery para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: As Enfermeiras do Programa Cegonha Carioca (PCC) atuam no atendimento direto à mulher, seja em sua residência com o módulo transporte ou no acolhimento das maternidades. Entende-se que essas profissionais de saúde exercem influências e impactam nos comportamentos da mulher durante o parto. Sendo assim, a enfermeira torna-se um agente promocional de saúde, conforme defendido por Nola Pender. O estudo teve por objetivos descrever as influências narradas pelas enfermeiras na Atenção ao Parto no PCC; caracterizar os comportamentos que determinam a atuação das enfermeiras do PCC na promoção da saúde da mulher na atenção ao parto e analisar a atuação da enfermeira do PCC na promoção da saúde da mulher na atenção ao parto. Foi utilizado o método de narrativas de vida, com a realização de 20 entrevistas com enfermeiras que atuam no Programa Cegonha Carioca nos módulos de transporte (ambulância) e acolhimento em duas maternidades municipais. A entrevista contou com a seguinte pergunta norteadora "Fale-me a respeito de sua história de vida que tenha relação com a atenção ao parto e nascimento no Programa Cegonha Carioca", sendo todas gravadas, transcritas e examinadas por meio de análise comparativa e compreensiva das narrativas. A pesquisa teve aprovação dos Comitês de Ética em Pesquisa da EEAN/HESFA/UFRJ CAAE nº 55254116.3.0000.5238, e da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro (SMS/RJ) CAAE nº 55254116.3.3001.5279. Como resultados, obtiveram-se duas categorias, a saber: 1) Panorama da assistência obstétrica no Rio de Janeiro - um modelo em transição na atenção ao parto; 2) Atuação da Enfermeira na perspectiva promocional de saúde: fatores e influências para a maternidade segura. Nesse sentido, conclui-se que a promoção da saúde na atenção obstétrica se expressa por meio das políticas públicas, nas quais a Enfermeira assume a responsabilidade de desenvolver ações individuais e coletivas, de sua competência legal e ética, visando à qualidade de vida, autonomia e estímulo ao autocuidado, principalmente através da educação em saúde como prática aplicada em todos os níveis de atenção e voltada à mulher, família e comunidade. Por sua vez, isso motiva mudanças de um paradigma tecnocrático para um paradigma humanizado na perspectiva da maternidade segura da atenção ao parto normal.(AU)
Responsável: BR442.1 - Biblioteca Setorial de Pós-Graduação
BR442.1; D392 EEAN


  2 / 137 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: -859194
Autor: Bossato, Hércules Rigoni.
Título: A política de financiamento do SUS no Conselho Municipal de Saúde de Niterói: uma abordagem sócio-histórica / The financing policy of SUS in the Municipal Health Council of Niterói: a socio-historical approach.
Fonte: Niterói; s.n; 2011. 142 f p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal Fluminense. Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Análise da política de financiamento do SUS em Niterói focando as discussões e negociações que envolvem os gastos com saúde no cenário do Conselho Municipal de Saúde. Ao longo da histórica do nosso país, o financiamento para o setor saúde tem sido insuficiente para atender as necessidades e demandas dos usuários comprometendo a resolutividade tornando-se um desafio para SUS. Desse modo, o objeto da pesquisa é a reflexão sobre os mecanismos políticos adotados para realizar os gastos com saúde municipal a partir da dinâmica do Conselho Municipal de Saúde. Para tanto, os objetivos da pesquisa são: Analisar os arranjos políticos relacionados ao financiamento da saúde produzidos no Município, no período de 2009 e Identificar as instituições presentes nas discussões do Conselho Municipal de Saúde relacionada ao gasto com saúde em Niterói. Trata-se de uma pesquisa descritiva com a abordagem qualitativa, referenciada na vertente sócio-histórica da Análise Institucional. Analisamos as Atas do Conselho Municipal Saúde de Niterói, Plano Municipal de Saúde e utilizamos o banco de dados das entrevistas com gestores públicos da cidade. Os resultados evidenciaram os determinantes da política neoliberal no financiamento da saúde, evidenciada pelo "analisador dinheiro", gerando a categoria especifica os recursos humanos e os gastos com trabalhadores da saúde pública municipal e o movimento do modelo médico-hegemônico que institui a focalização da rede de serviços de saúde, formada pelo analisador "o não acesso", trazendo como categoria especifica: a judicialização da Saúde que institui "o acesso das ações medicalizantes", além da institucionalização do Hospital Universitário Antônio Pedro mais atuante em receber a demanda da rede municipal de Niterói. Conclui-se que as instituições presentes na política de financiamento de Niterói se referem aos modelos de política neoliberal e manutenção do modelo médico-hegemônico. Por fim, o financiamento da saúde é grande desafio para ser torná-lo compatível as necessidades de saúde. Dessa forma, as mudanças devem ocorrer também no campo micropolítico, para que se reconheçam os processos de disputas

Análisis de la política de financiamiento del SUS (Sistema Único de Salud) en Niterói enfocando las discusiones y negociaciones que envuelven los gastos con salud en el ámbito del Consejo Municipal de Salud. A lo largo de la historia de nuestro país, el financiamiento para el sector de la salud ha sido insuficiente para atender las necesidades y demandas de los usuarios comprometiendo la resolución, volviéndose un desafío para el SUS. De ese modo, el objeto de la investigación es la reflexión sobre los mecanismos políticos adoptados para realizar los gastos con la salud pública municipal a partir de la dinámica del Consejo Municipal de Salud. Para eso, los objetivos de la investigación son: analizar los arreglos políticos relacionados al financiamiento de la salud, producidos en el municipio en el período de 2009, e identificar las instituciones presentes en las discusiones del órgano analizado relacionadas al gasto con salud en Niterói. Es una investigación descriptiva de corte cualitativo, que hace referencia a la vertiente socio-histórica Análisis Institucional. Analizamos las Altas del Consejo Municipal de Salud, Plan Municipal de Salud y utilizamos la base de datos de las entrevistas con los gestores de la ciudad. Los resultados evidenciaron los determinantes de la política neoliberal en el financiamiento de la salud, evidenciado por el "analizador dinero", generando la categoría especifica: los recursos humanos y los gastos con trabajadores de la salud pública municipal y el movimiento del modelo médico-hegemónico que instituye la focalización de la red de servicios de salud, formada por el analizador "el no acceso", trayendo como categoría específica: la judicialización de la Salud que instituye el acceso de las acciones medicalizantes, además de la institucionalización del Hospital Universitario Antônio Pedro, más activo en el recibimiento de la demanda de la red municipal de Niterói. Se concluye en que las instituciones presentes en la política de financiamiento de Niterói se refieren a los modelos de política neoliberal e mantenimiento del modelo médico- hegemónico. Finalmente, el financiamiento es el grande desafío para satisfacer las necesidades de la salud. De esa forma, los cambios deben ocurrir también en el campo micropolítico, para que se reconozcan los procesos de disputas
Responsável: BR1342.1 - Biblioteca da Escola de Enfermagem BENF
BR 1342.1, B745; D 614.098153


  3 / 137 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: -840494
Autor: Pereira, Maria Odete; Oliveira, Márcia Aparecida Ferreira de; Pinho, Paula Hayasi; Claro, Heloísa Garcia; Gonçalves, Alda Martins; Reinaldo, Amanda Márcia dos Santos.
Título: Qual é a tônica da política de drogas brasileira: ressocialização ou internamento? / What is the emphasis of Brazilian drug policy: resocialization or internment?
Fonte: Esc. Anna Nery Rev. Enferm;21(3):e20170044, 2017.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Analisar os discursos de gestoras públicas, nos âmbitos municipal e estadual do Município de São Paulo - Brasil e de serviços comunitários que atendem usuários dependentes de drogas com transtornos mentais, para confrontá-los com as atuais políticas públicas do Ministério da Saúde brasileiro e verificar se as mesmas avançaram ou retrocederam. Métodos: Pesquisa transversal, interpretativa e de natureza qualitativa, realizada com quatro gestores públicos e de serviços comunitários que atendem usuários de drogas. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas. Resultados: Os discursos sinalizaram que apesar dos gestores de saúde participantes indicarem qual direção deveria seguir o cuidado aos usuários de drogas, sob alguns aspectos, as políticas públicas retrocederam nos últimos seis anos. Conclusão: A Política avançou com a estruturação da rede de atenção psicossocial e articulação com a Rede única de assistência social, entre outras, mas retrocedeu quando introduziu as comunidades terapêuticas na Rede de saúde e promoveu as internações com financiamento público.
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR442.1


  4 / 137 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: -840482
Autor: Campos, Fredy Hernán Polo; Zeitoune, Regina Célia Gollner; Iparraguirre, Henry Alfonso Rebaza; Aguilar, Rosa María Pretell; Souza, Ana Ines.
Título: Cuidado humanizado como Politica Publica. El caso peruano / Humanized care as a Public Policy. The peruvian case
Fonte: Esc. Anna Nery Rev. Enferm;21(2):e20170029, 2017.
Idioma: en.
Resumo: An experience of knowledge exchange strengthened the implementation process of public policy for humanized care in the region of La Libertad, Peru, between 2007 and 2014. The aim of this intervention was to remodel power relationships between state and civil society as they relate to caring for life and freedom. These concepts that give meaning and purpose to a social and health policy. The experience consisted in developing and implementing a care model, beginning with the questioning of the current healthcare model in order to propose a model oriented towards health preservation and the development of citizenship. To this end, modeling processes of social and health care were implemented, structures were modified and healthcare management processes were re-invented. This experience must be further assessed, strengthened and improved, and its efficacy and efficiency must be determined and its impact on this population's health and development of the region must be evaluated to ensure sustainability and investment from the technical and political class.
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 137 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: -834085
Autor: Amaral, Isabela Barboza da Silva Tavares.
Título: A consulta do enfermeiro na estratégia de saúde da família na cidade do Rio de Janeiro: um recorte da prática em quatro unidades de atenção básica / The nurse's consultation on the family health strategy in the city of Rio de Janeiro: a practice cut in four basic care units.
Fonte: Niterói; s.n; 2015. 102 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal Fluminense. Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: O objetivo geral do presente estudo é analisar a consulta do enfermeiro na Estratégia de Saúde da Família em uma determinada área da cidade do Rio de Janeiro, tendo como objetivos específicos: caracterizar o processo de trabalho do Enfermeiro durante a consulta de Enfermagem e descrever as ferramentas envolvidas nesse processo de trabalho. Configura-se em uma pesquisa descritiva de abordagem qualitativa que tem por campo de pesquisa quatro unidades de atenção básica que trabalham com a Estratégia de Saúde da Família na cidade do Rio de Janeiro. A técnicas de produção de dados utilizadas foram a observação simples e a entrevista focalizada. O período de coleta de dados foram os meses de abril e maio de 2015.Cada Enfermeiro foi observado por um turno de consultas, e as entrevistas foram aplicadas no mesmo turno. Os dados foram avaliados através da técnica Hermenêuticodialética. A consulta do enfermeiro se caracterizou como meio de construção de um cuidado que abrange família, território e indivíduo, porém, não modificam de forma criativa os modos de abordagem do indivíduo, pois mantém uma reprodução de modelos verticais de atenção à saúde. Apesar de haver explicações das orientações realizadas nos consultórios elas ainda são em algum nível, impositivas e refletem talvez um pouco da herança militar da história da Enfermagem com a presença das falas: "Não pode", "Tem que fazer." Verificou-se que presença do vínculo entre usuário e profissional contribui para uma abordagem diferenciada nas consultas, pois o conhecimento do usuário a quem o cuidado é destinado pode direcionar a personalização do plano de cuidados, entretanto, a qualidade da consulta é prejudicada devido ao número de interrupções que acontecem de forma bastante naturalizada, por usuários e por outros profissionais, na maioria das vezes, com vistas ao atendimento de demandas espontâneas, culminando na sobreposição dos atendimentos e na simultaneidade de ações. Questiona-se a legitimidade desse espaço da consulta do enfermeiro, enquanto gerador de um cuidado efetivo, e potencial agente de mudança do modelo assistencial, pois há reprodução de modelo centrado na figura do médico enquanto detentor da clínica. Além disso, o imediatismo enquanto paradigma social do mundo contemporâneo configura o principal pano de fundo onde a estratégia saúde da família acontece de forma viva em ato nas unidades pesquisadas. Porém, em alguns momentos o caráter vivo se sobrepõe à protocolização do atendimento, e neles, consegue-se perceber o acontecimento de encontros "vivos", onde saberes são compartilhados e o indivíduo é posto enquanto centro do plano de cuidados. Conclui-se que é preciso refletir sobre o modo como o enfermeiro tem se permitido deixar ser conduzido em seu processo de trabalho no consultório; por uma "ditadura da modernidade" imediatista, normalizadora, e que castra do enfermeiro e do usuário, a possibilidade de produção de vida nos seus encontros. Reafirma-se que a sobreposição de atendimentos traz graves prejuízos a qualidade do atendimento prestado ao usuário no consultório, e deslegitima o trabalho do enfermeiro

The overall objective of this study is to analyzing the nurse's consultation at the Family Health Strategy in a particular area of the city of Rio de Janeiro, having as main objectives: characterizing the working process of the nurse during the Nursing consultation and describing the tools involved in this work process. Set in a descriptive research of a qualitative approach whose field are four primary health care units that work with the Family Health Strategy in the city of Rio de Janeiro. The data production techniques used were simple observation and focused interview. The data collection periods were the months of April and May 2015. Each nurse was observed by a round of consultations; and the interviews were applied in the same shift. Data were evaluated by Hermeneutic-dialectical technique. The consultation of the nurse was characterized as a means of care that covers family planning and individual; however, does not change creatively the approach modes of the individual, because it keeps a reproduction of vertical models of health care.Although there are explanations about the instructions given in the offices they still are at some level, impositive and reflect perhaps a bit of military heritage of the history of nursing in the presence of the speeches: "It cannot"; "It has to do". It was found that presence of the link between user and professional contributes to a differentiated approach in the consultations because the knowledge of the user to whom the care is intended can direct the personalization of care plan; however, quality of consultation is impaired due to the number of interruptions that happen quite naturalized way, by users and by other professionals, in most cases, in view to meet spontaneous demands, culminating in the overlap of attendances and simultaneous actions. It questions the legitimacy of this nurse's consultation space while generating an effective care, and potential health care change agent of the model of assistance, because there is a model centered on the figure of the doctor as an owner of the clinic. In addition, the immediacy as a social paradigm of the contemporary world sets the main backdrop where the family health strategy happens vividly in action in the surveyed units. However, in some moments, the living character overlaps the protocol of attention, and in them, it can be seen the dating "alive" events, where knowledge is shared and is set the individual's position as a center of the care plan. In conclusion, it must reflect about how the nurse has been allowed to leave be conducted in his work process in the office; by a "dictatorship of modernity" immediacy, normalizing, and which castrates of the nurse and the user the possibility of life production in their meetings. It reaffirms that the overlapping appointments poses danger to the quality of care provided to the user in the office, and delegitimize the work of the nurse
Responsável: BR1342.1 - Biblioteca da Escola de Enfermagem BENF
BR 1342.1, A485; D 610.73


  6 / 137 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: -555752
Autor: Figueiredo, Mariangela Aparecida Gonçalves.
Título: Bons exemplos / Good examples
Fonte: Esc. Anna Nery Rev. Enferm;14(3):444-444, jul.-set. 2010.
Idioma: pt.
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 137 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: -757
Autor: Bushatsky, Magaly(edt); Barros, Mariana Boulitreau Siqueira Campos(edt); Campos, Mariana Boulitreau Siqueira(edt); Filho, Jabiael Carneiro da Silva(edt); Bezerra, Jéssica Rayanne da Silva(edt); Morais, Paula Christine Monteiro(edt); Trajano, Lorena Souza Leão(edt).
Título: Câncer de pele: conhecimento, práticas e atitudes de pescadores / Skin cancer: knowledge, practices and attitudes of fishermen and fisherwomen regarding skin cancer / Cáncer de piel: conocimiento, prácticas y actitudes de pescadores
Fonte: Cogitare enferm;21(1):01-09, jan.-mar.2016.
Idioma: pt.
Resumo: The present study aimed to describe fishermen's knowledge, attitudes and practices regarding skin cancer. It is a transversal, descriptive, exploratory and quantitative study using an interview script. It was undertaken in the Colônia de Pescadores do Pina (Pina Fishing Community), Recife, in the state of Pernambuco, in January ­ November 2014. Excel 2013 was used for the quantitative analysis of the data, with the support of the Epi Info software version 3.5.2. Of the 100% (90) fishermen and fisherwomen interviewed, 78% (71) were male, with a mean age of 28.4 years old, and 64.4% (58) had never participated in any educational event on the issue. In the sample, 84.4% (76) are exposed to the sun for five hours per day or over, and 62.2% (56) do not protect themselves against the sun. The fishermen and fisherwomen do not use effective measures for protecting themselves. As a result, access to means of protection and education and health may be instruments for encouraging practices for prevention against skin cancer (AU).

O presente estudo tem por objetivo descrever o conhecimento, as atitudes e as práticas a respeito da prevenção do câncer de pele em pescadores. Estudo transversal, descritivo, exploratório, quantitativo, utilizando roteiro de entrevista. Foi desenvolvido na Colônia de Pescadores do Pina, Recife, estado de Pernambuco, entre janeiro e novembro de 2014. Para análise quantitativa dos dados, foi utilizado o Excel 2013, com o suporte do Epi Info versão 3.5.2. Dos 100% (90) pescadores entrevistados, 78% (71) eram do sexo masculino, com média de idade de 28,4 anos, 64,4% (58) nunca participaram de um momento educativo. Na amostra, 84,4% (76) se expõem ao sol cinco horas ou mais por dia e 62,2% (56) não se protegem. Os pescadores não utilizavam medidas eficazes para sua proteção. Dessa forma, o acesso às medidas de proteção e a educação em saúde podem ser instrumentos de estímulo às práticas preventivas de câncer de pele (AU).

Este estudio tuvo por objetivo describir el conocimiento, las actitudes y las prácticas de prevención del cáncer de piel en pescadores. Estudio transversal, descriptivo, exploratorio, cuantitativo, que utilizó guión de entrevista. Fue desarrollado en la Colonia de Pescadores de Pina, Recife, estado de Pernambuco, entre enero y noviembre de 2014. Para análisis cuantitativo de los datos, fue utilizado Excel 2013, con el soporte de Epi Info versión 3.5.2. De los 100% (90) pescadores entrevistados, 78% (71) eran del sexo masculino, con media de edad de 28,4 años, 64,4% (58) nunca participaron de un momento educativo. En la muestra, 84,4% (76) se exponen al sol cinco horas o más por día y 62,2% (56) no se protegen. Los pescadores no utilizaban medidas eficaces para su protección. Así, el acceso a las medidas de protección y la educación en salud pueden ser herramientas de estímulo a las prácticas preventivas de cáncer de pie (AU).
Responsável: BR1508.9 - Departamento de Enfermagem


  8 / 137 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 32551
Autor: Leal, Giseli Campos Gaioski.
Título: Avaliação da atenção perinatal na perspectiva dos direitos das mulheres em maternidades de risco habitual / Evaluation of perinatal care in the perspective of women's rights in maternity at usual risk.
Fonte: Curitiba; s.n; 20141217. 145 p. ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Paraná para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A Atenção Perinatal de qualidade, livre de danos e que minimize as chances demorte materna e infantil requer a garantia dos direitos das mulheres previstos naspolíticas públicas de saúde brasileiras. Trata-se de pesquisa avaliativa, transversal,de abordagem quantitativa, realizada nas maternidades de risco habitual do SistemaÚnico de Saúde (SUS) em um município do sul do Brasil. O objetivo foi avaliar aAtenção Perinatal na perspectiva das usuárias, com foco no atendimento de seusdireitos. A amostra foi probabilística, baseada no número de partos realizadosmensalmente em cada maternidade, em 2013. Constituiu-se de 95 participantes quetiveram parto normal sem intercorrências, internadas no Alojamento Conjunto com oseu recém-nascido. A pesquisa foi aprovada por Comitês de Ética da UniversidadeFederal do Paraná e da Secretaria Municipal de Saúde do município. A coleta dedados desenvolveu-se entre maio a julho de 2014, mediante entrevista estruturadaocorrida entre a 24ª e a 48ª hora após o parto, nas instalações das maternidades.Dados foram organizados em planilhas eletrônicas e procedeu-se à análisedescritiva univariada. Resultados foram descritos e apresentados mediante tabelas,quadros e gráficos. Como parâmetros para avaliação dos processos da AtençãoPerinatal foram utilizadas as boas práticas de atenção ao parto e nascimento,recomendadas pela OMS e estabelecidos pela Rede Cegonha. As maternidadesforam avaliadas conjuntamente e os resultados cogitados com o referencial teórico eliteratura nacional e internacional correlata ao tema. Na maioria, as participantes sãomultíparas, sob união consensual, submetidas as seis consultas de pré-natal econtaram com o companheiro durante a gestação. Quanto aos direitos dasmulheres, a maioria foi chamada pelo nome durante o trabalho de parto, parto epuerpério imediato; os profissionais de saúde se identificaram...(AU)
Responsável: BR501.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde / Sede Botânico
BR501.1; 618.24, L435


  9 / 137 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Silva, Maria Josefina da
Braga, Violante Augusta Batista
Texto completo
Id: 32408
Autor: Freitas, Cibelly Aliny Siqueira Lima; Silva, Maria Josefina da; Brito, Maria da Conceição Coelho; Braga, Violante Augusta Batista; Bessa, Maria Eliana Peixoto.
Título: Políticas de saúde para o idoso e sua família: revisão integrativa da literatura / Health policies for the elderly and their families: an integrative literature review
Fonte: Rev. enferm. UFPE on line;5(9):2300-2308, nov. 2011. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: analisar as tendências na produção científica sobre as políticas públicas voltadas ao idoso e família. Método:trata-se de uma revisão integrativa da literatura que se norteou pelo seguinte questionamento: quais as evidências dasproduções científicas sobre as Políticas Públicas voltadas ao idoso e a família? Foram utilizadas quatro bases de dados:LILACS; MEDLINE; Scielo e Biblioteca COCHRANE. O período da busca foi entre os meses de fevereiro a junho de 2010.Resultados: de uma amostra de 603 artigos selecionaram-se apenas seis, onde se evidenciou um aumento dasincapacidades em idosos simultaneamente ao acréscimo da expectativa de vida. Há também um aumento nos encargos daPrevidência Social, sendo um desafio às políticas públicas a promoção de um envelhecimento ativo, sendo necessário paraeste, uma reconfiguração do setor saúde. Conclusão: o estudo evidenciou uma complexidade em implementar políticaspúblicas, bem como um literatura escassa, de acordo com a abordagem adotada. Instiguem-se, então, novas produçõescientíficas na área da enfermagem, de maneira a fomentar a construção de novas estratégias, bem como a realaplicabilidade das existentes, de modo a tornar o idoso parte ativa da sociedade.(AU)
Responsável: BR9.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde Profa. Susana Schimidt


  10 / 137 BDENF  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 32394
Autor: Martins, Lucas Amaral; Silva, Luzia Wilma Santana da; Santos, Ninalva de Andrade; Nunes, Emanuelle Caires DiasAraújo; Aguiar, Aline Cristiane de Souza Azevedo.
Título: Opinião de profissionais da saúde sobre a humanização no parto e nascimento e sua operacionalização / Opinion of health professionals on the humanization in delivery and birth and its operationalization
Fonte: Rev. enferm. UFPE on line;5(9):2189-2196, nov. 2011.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: conhecer as percepções dos profissionais de saúde acerca da humanização no parto e no nascimento e aoperacionalização no contexto de sua práxis em saúde. Metodologia: estudo descritivo-exploratório, de abordagemqualitativa, realizada nas dependências de uma maternidade pública, com 21 sujeitos, por meio de entrevistasemiestruturada individuais gravadas em fitas magnéticas, e, posteriormente, transcritas na íntegra e identificadas comnomes fictícios. A análise de conteúdo foi guiada pelo modelo interativo, configurando-se em categorias, que se traduziunum procedimento minucioso até alcançar sua compreensão. Esse estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética daUniversidade Estadual do Sudoeste da Bahia, com número de protocolo nº 123/2009. Resultados: da análise dos dadosresultaram dois eixos temáticos: As condutas utilizadas para realização do parto: contraposto entre o parto preconizadopelo PHPN e o executado, e A família no acompanhamento do parto: percepções da equipe. Considerações finais: ahumanização é um processo amplo, demorado e complexo ao qual se oferecem resistências, pois envolve mudanças decomportamento que despertam receio e medo. O novo é sempre desafiante, ou seja, o PHPN é um programa jovem aindacom pouquíssimas inserções no meio acadêmico e o sistema de assistência à mulher ainda carece de recursos humanos,estruturais e materiais para a sua efetiva inserção.(AU)
Responsável: BR9.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde Profa. Susana Schimidt



página 1 de 14 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde