Base de dados : BDENF
Pesquisa : SP1.001.002.008 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 27 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Longo]

página 1 de 3 ir para página          

  1 / 27 BDENF  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: -891728
Autor: Pinho, Leandro Barbosa de; Wetzel, Christine; Schneider, Jacó Fernando; Olschowsky, Agnes; Camatta, Marcio Wagner; Kohlrausch, Eglê Rejane; Santos, Elitiele Ortiz dos; Eslabão, Adriane Domingues.
Título: Avaliação dos Recursos Intersetoriais na composição de redes para o cuidado ao usuário de crack / Evaluation of intersectoral resources in the composition of care networks for crack users
Fonte: Esc. Anna Nery Rev. Enferm;21(4):e20170149, 2017.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Avaliar os recursos intersetoriais na composição de redes para o cuidado ao usuário de crack. Método: Estudo avaliativo, qualitativo, baseado na Avaliação de Quarta Geração. Os participantes foram 10 usuários, 11 familiares, oito trabalhadores e sete gestores de um município da região metropolitana de Porto Alegre/Rio grande do Sul. Os dados foram coletados em 2014 por meio de observação e entrevistas semiestruturadas. A análise ocorreu pelo Método Comparativo Constante. Resultados: Os grupos de interesse problematizaram a forma como Ministério Público e a Brigada Militar estão inseridos na rede, pois desenvolvem ações que, muitas vezes, não condizem com a proposta da atenção psicossocial. Identificou-se a necessidade de ampliação e manutenção das articulações com os recursos comunitários. Conclusão: Constata-se a necessidade de integração dos setores e participação de todos os agentes sociais de diferentes esferas para fomentar, avaliar as práticas e políticas de atenção aos usuários de crack.
Responsável: BR442.1 - Biblioteca Setorial de Pós-Graduação
BR442.1


  2 / 27 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 33503
Autor: Zocche, Denise Antunes de Azambuja; Vendruscolo, Carine; Adamy, Edlamar Kátia; Ribeiro, Karine Pereira; Oliveira, Maíra Cássia Borges de.
Título: Percepções de enfermeiros acerca da integralidade da atenção à saúde feminina / Perceptions of nurses about the integrality of female health care
Fonte: Rev. enferm. UFPE on line;11(supl.11):4758-4766, nov.2017. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: analisar a produção científica brasileira acerca da adesão aos princípios da integralidade da atenção na consulta de Enfermagem à saúde da mulher. Método: revisão integrativa, de 2004 a 2014, na Biblioteca Virtual de Saúde (BVS). Os critérios de inclusão foram: trabalhos publicados no formato de artigos científicos relacionados a percepções de enfermeiros atuantes em Unidades Básicas de Saúde, no período de1984 a 2015, que abordassem o propósito do estudo. Após a análise temática, a amostra foi dividida em quatro categorias temáticas: atendimento integral às demandas de saúde; ser integral; as ações da intersetorialidade e integração de serviços, compondo, ao final, 19 artigos, que foram analisados a partir dos três grandes conjuntos de sentidos do princípio de integralidade (assistenciais, programáticos e políticos).Resultados: os estudos abordam a integralidade da atenção à saúde por meio das tecnologias leves. Destaca-se que foram mencionadas muitas fragilidades na formação e qualificação profissional e na organização de trabalho para a efetividade da integralidade da atenção. Conclusão: percebem-se os esforços relatados pelos profissionais para que a qualidade da assistência se efetue, no entanto, essa ainda é preciso ser melhor aplicada na prática profissional. (AU)
Responsável: BR9.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde Profa. Susana Schimidt


  3 / 27 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Lima, Maria Alice Dias da Silva
Texto completo
Id: 33371
Autor: Eslabão, Adriane Domingues; Pinho, Leandro Barbosa de; Lima, Maria Alice Dias da Silva; Santos, Elitiele Ortiz dos.
Título: Análise do processo de trabalho de uma equipe itinerante de saúde mental / Analysis of the work process of an itinerant mental health team
Fonte: Rev. enferm. UFPE on line;11(11):4369-4379, nov.2017.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: analisar o processo de trabalho de uma Equipe Itinerante de Saúde Mental. Método: estudo qualitativo, tipo estudo de caso, realizado com três profissionais de uma Equipe Itinerante de Saúde Mental deum município do Rio Grande do Sul, Brasil. Os dados foram produzidos a partir de observação participante das atividades da equipe, 180 horas, e pela entrevista semiestruturada. Para a análise das entrevistas, utilizou-se a técnica de Análise de Conteúdo Temática. Resultados: o funcionamento e a organização envolvem a importante atuação da equipe, coordenador e profissionais, as atividades de desburocratização e o diálogo e articulação em rede. Identificaram-se alguns avanços em relação ao trabalho intersetorial com o Judiciário, mas há a necessidade de maior clareza do papel de cada membro no cuidado em saúde. Conclusão: a análise do processo de trabalho evidenciou que a inovação assistencial do município possibilitou maior contato com os serviços de saúde mental, qualificando o cuidado. (AU)
Responsável: BR9.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde Profa. Susana Schimidt


  4 / 27 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 32750
Autor: Fernandes, Ana Paula Pereira.
Título: O enfermeiro na identificação das potencialidades e fragilidades do trabalho em rede de proteção contra a violência na infância / The nurse in identifying the potentialities and weaknesses of working in a network to protect against childhood violence.
Fonte: Curitiba; s.n; 20130305. 135 p. ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Paraná para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Trata-se de uma pesquisa com abordagem qualitativa, do tipo estudo de caso, comobjetivo de identificar potencialidades e fragilidades do trabalho em rede de proteçãocontra a violência na infância. O estudo foi realizado no município de Colombo, naregião metropolitana de Curitiba/PR. Participaram 46 profissionais que integram arede de proteção contra a violência na infância do município, inseridos nosdiferentes setores que compõem a rede de proteção (educação, saúde, judiciário esegurança pública, conselho tutelar, assistência social e terceiro setor) queaceitaram participar voluntariamente do estudo. A coleta de dados foi realizada noperíodo de abril a junho de 2011, por meio de entrevistas semiestruturadasgravadas. Para esta coleta, utilizou-se a técnica de bola de neve, o primeiro sujeitoentrevistado foi o coordenador da rede que indicou outros profissionais e serviçosque deveriam compor a amostra, e estes indicaram outros até a saturação teóricados dados. Utilizou-se a análise de conteúdo de Bardin na categoria temática à luzdas concepções teóricas de Fritjof Capra. Da análise emergiram três categorias: 1.Percepção da Rede de Proteção; 2. A Realimentação da Rede de Proteção; e 3.Conexões não Lineares da Rede de Proteção. A primeira categoria traz asconcepções de rede dos sujeitos. Estas estão correlacionadas às ações que sepercebem necessárias para o enfrentamento do problema. No entanto, é umprocesso em construção, com fragilidade nas políticas públicas. A segunda categoriatraz os laços de realimentação gerados pelas informações que permeiam as açõesda rede como a identificação e notificação dos casos, a visita domiciliar, a prevençãoda violência, o acolhimento institucional e a representação política na rede com adiscussão de estruturas inerentes a esta realimentação como pontos críticos,autoamplificação, autoequilíbrio e pontos de bifurcação...(AU)
Responsável: BR501.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde / Sede Botânico
BR501.1; 362.76, F363


  5 / 27 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: 32202
Autor: Santos, Walquiria Jesusmara dos; Freitas, Maria Imaculada de Fátima.
Título: Fragilidades e potencialidades da rede de atendimento às mulheres em situação de violência por parceiro íntimo / Weaknesses and potencialities of the healthcare network for women in situations of intimate partner violence
Fonte: REME rev. min. enferm;21, jan.2017.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo foi conhecer como ocorre a interação de mulheres em situação de violência com os serviços integrantes da rede institucional deatendimento à violência numa capital brasileira e as fragilidades e potencialidades desses serviços. Estudo qualitativo desenvolvido com 12 mulheresem situação de violência doméstica perpetrada por parceiro íntimo, acompanhadas em centro de referência no atendimento à mulher, em BeloHorizonte, Minas Gerais. A análise das entrevistas resultou em categorias relativas às fragilidades dos serviços da rede de atendimento, às dificuldadesencontradas pelas mulheres na busca por assistência e aos aspectos que facilitaram sua inserção na rede e que se constituíram em potencialidadesdos serviços na assistência a essa população. Os resultados mostram a importância da articulação entre os serviços da rede de atendimento e dacapacitação dos profissionais para a assistência a essas mulheres, bem como a interlocução do serviço de referência analisado com outras instituições.(AU)
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  6 / 27 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 30598
Autor: Assad, Suellen Gomes Barbosa; Santos, Silvia Cristina Pereira dos; Corvino, Marcos Paulo Fonseca; Cortez, Elaine Antunes; Souza, Florseny Leonardo de; Alves, Lauanna Malafaia da Silva.
Título: Saúde em roda: a experiência intersetorial entre saúde e educação / Health in rounds: intersectoral experience between health and education
Fonte: Rev. enferm. UFPE on line;11(supl.1):470-473, jan.2017.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: relatar sobre os problemas de saúde e educação que crianças do primeiro ciclo de aprendizagemapresentam, envolvendo família, profissionais da educação e da saúde. Método: relato de experiênciaadvindo da primeira reunião do Projeto Saúde em Roda que visa a discutir os problemas de saúde e educaçãoque as crianças do primeiro ciclo de aprendizagem apresentam, envolvendo família, profissionais da educaçãoe da saúde, e a partir daí, promover ações de orientação às famílias, problematizando tais situações.Resultados: foi selecionada uma turma da Educação Infantil com faixa etária entre cinco e seis anos devido àespecificidade do processo de construção da leitura e escrita que as crianças do último ano da educaçãoinfantil e do primeiro ano do ciclo começam a experimentar. Conclusão: a partir destes subsídios, foi notórioque ações voltadas para criança nesta fase escolar necessitam de atuação intersetorial entre Saúde eEducação. (AU)
Responsável: BR9.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde Profa. Susana Schimidt


  7 / 27 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: 30421
Autor: Santos, Dherick Fraga; Castro, Denise Silveira de; Lima, Eliane de Fátima Almeida; Albuquerque Neto, Leônidas; Moura, Maria Aparecida Vasconcelos; Leite, Franciéle Marabotti Costa.
Título: Percepção de mulheres acerca da violência vivenciada / Percepción de mujeres acerca de la violencia vivida / The women’s perception on the violence experienced
Fonte: Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online);9(1):193-199, jan.-mar. 2017. tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objective: To analyse the women’s perception on the violence experienced. Method: Qualitative study. Data was obtained through a semi-structured interview, and was analysed through the Content Analysis modality. Results: Four thematic categories were identified from the analysis of the accounts of the 14 participating women: 34.8% of the accounts fit in the category Perception and Feelings about violence; 26.1% presented accounts on the category Perception of the Motives for the Experience of Violence; and also in the category Freedom Cessation; and 13.0% in the category Reflex of Violence on Health. Conclusion: There is a need for policies and actions that support and contribute to women’s freedom from violence, as well as the strengthening of intersectoral support networks, as violence poses a number of problems not only of socio-economic nature, but also damages the health of their victims.(AU)

Objetivo: Analisar a percepção de mulheres acerca da violência vivenciada. Método: Estudo qualitativo. Os dados foram obtidos por meio de uma entrevista semiestruturada e analisados através da modalidade de Análise de Conteúdo. Resultado: A partir da análise dos relatos das 14 mulheres participantes do estudo foram identificadas 04 categorias temáticas. Sendo que 34,8% dos relatos se enquadram na categoria Percepção e sentimentos acerca da violência; 26,1% apresentaram relatos na categoria Percepção dos motivos da vivência da violência e na categoria Cessação da liberdade; e 13,0% na categoria Reflexo da violência sobre a saúde. Conclusão: Emerge a necessidade de políticas e ações que apoiem e contribuam para que as mulheres se desvencilhem da violência, bem como o fortalecimento das redes de apoio intersetoriais, já que a violência acarreta inúmeros problemas não apenas de caráter socioeconômico, mas também gera danos à saúde de suas vítimas.(AU)

Objetivo: Analizar la percepción de mujeres acerca de la violencia vivida. Método: Estudio cualitativo. Los datos fueron obtenidos por medio deuna entrevista cuasi-estructurada y analizados a través del Análisis del Contenido. Resultado: A partir del análisis y de relatos de las 14 mujeres participantes fueron identificadas 04 categorías temáticas. Siendo que 34,8% se encuadraran en la categoría Percepción y sentimientos sobre la violencia; 26,1% estaban en la categoría Percepción de los motivos de la vivencia de la violencia y en la categoría Cesación de la libertad; 13,0% en la categoría Reflejo de la violencia sobre la salud. Conclusión: Surge la necesidad de políticas que apoyen y que contribuyan para que las mujeres se libren de la violencia, así como el fortalecimiento de redes de apoyo intersectoriales, ya que la violencia acarrea inúmeros problemas, no apenas de carácter socio-económico, sino que también genera daños a la salud de las víctimas.(AU)
Responsável: BR1208.1 - Biblioteca Setorial de Enfermagem e Nutrição
BR1208.1


  8 / 27 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: 28804
Autor: Nascimento, Murilo César do; Rodrigues Júnior, Antonio Luiz.
Título: Dengue e intersetorialidade: representações sociais de enfermeiros da atenção primária à saúde / Dengue and intersectionality: social representations of nurses in primary health care
Fonte: Nursing (São Paulo);17(219):1140-1142, fev. 2016. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Tratou-se de uma Pesquisa de Representação Social sobre quem deveria fazer parte do enfrentamento da Dengue, segundo os Enfermeiros da Atenção Primária à Saúde de Alfenas-MG. As Representações Sociais foram: Todos; Educação; Saúde e a População; Saúde e outros Setores; Intra-Setor Saúde; Vigilância Epidemiológica; Empresas e Profissionais; Estratégia Saúde da Família e Agentes de Controle de Endemias; Setor Público e Privado; e, Gestores. O enfrentamento da Dengue foi representado como uma responsabilidade de todos, tanto do setor saúde como de diversos segmentos sociais.(AU)

This was a social representation research on people who should be coping with Dengue, from the perspective of primary health care nurses from Alfenas, in the state of Minas Gerais. The social representations identified were: Ali; Education; Health and population; Health and other sectors; Intra-Sector Health; Epidemiological surveillance; Companies and professionals; Family health strategy and endemic disease control agents; Public and private sectors; and, Managers. Coping with Dengue was represented as a responsibility of ali people, both in the health sector and in several social segments. (AU)

Se trató de una investigación de representación social sobre quién debería hacerse cargo del enfrentamiento del dengue, según la visión de los enfermeros de atención primaria de salud de Alfenas-MG. Las representaciones sociales identificadas fueron: Todos; Educación; Salud y la población, Salud y otros sectores; Intrasector de salud; Vigilancia epidemiológica; Empresas y profesionales; Estrategia Salud de la Familia Agentes de control de endemias; Sector público y privado; y Funcionarios. El enfrentamiento del dengue resultó representado como una responsabilidad de todos, tanto del sector salud como de diversos segmentos sociales.(AU)
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  9 / 27 BDENF  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: 27952
Autor: Gomes, Nadirlene Pereira; Bonfim, Aiara Nascimento Amaral; Barros, Rafael Damasceno; Silva Filho, Cláudio Claudino da; Diniz, Normélia Maria Freire.
Título: Enfrentamento da violência conjugal no âmbito da estratégia saúde da família / Addressing domestic violence through the family health strategy / Afrontamento de la violencia conyugal en la estrategia salud familiar
Fonte: Rev. enferm. UERJ;22(4):477-481, jul.-ago. 2014.
Idioma: pt.
Resumo: Estudo descritivo e qualitativo com o objetivo de identificar elementos que contribuem para o enfrentamento daviolência conjugal. Foram realizadas, em 2011, entrevistas com 14 profissionais que atuam nas unidades de saúde da família na Bahia, Brasil. Foram considerados todos os aspectos éticos. O estudo mostrou que a identificação da violência conjugal como agravo associado à demanda da mulher no serviço de saúde, a notificação dos casos suspeitos ou confirmados, a percepção por parte dos profissionais da complexidade do fenômeno e a articulação intersetorial com outras áreas de atenção são elementos que contribuem para o enfrentamento da problemática. Esses elementos poderão direcionar ações em saúde no sentido de sensibilizar, qualificar e comprometer os profissionais para o enfrentamento de questões que ameaçam a saúde pública, como a violência conjugal.(AU)

This qualitative descriptive study aimed to identify factors that contribute to addressing domestic violence. In 2011, 14 professionals working in family health facilities in Bahia, Brazil, were interviewed. All ethical considerations were addressed. The study showed that identifying harm from conjugal violence and injury in women approaching health services, reporting suspected or confirmed cases, mprofessionals’ perceiving the complexity of the phenomenon, and intersectoral coordination with other areas of care all contribute to combating the problem. These components can inform public health efforts to raise professionals’ awareness, and train and engage them to address problems, such as domestic violence, that threaten public health.(AU)

Estudio descriptivo y cualitativo con el objetivo de identificar los factores que contribuyen para hacer frente a la violencia doméstica. Se llevaron a cabo em 2011 entrevistas con 14 profesionales que trabajan en las unidades de salud familiar en Bahía, Brasil. Se consideraron todos los aspectos éticos. El estudio mostró que la identificación de la violencia conyugal y lesiones asociadas con la demanda de las mujeres en el servicio de salud, la notificación de casos sospechosos o confirmados, la percepción de los profesionales de la complejidad del fenómeno y la coordinación intersectorial con otras áreas de interés son elementos que contribuyen para hacer frente al problema. Estos elementos pueden dirigir los esfuerzos de salud pública para crear conciencia, capacitar y comprometer a los profesionales para abordar los problemas tales como la violencia doméstica.(AU)
Responsável: BR1366.1 - Serviço de Bibliotecas Biomédicas B - Odontologia e Enfermagem


  10 / 27 BDENF  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Camponogara, Silviamar
Texto completo
Id: 27821
Autor: Sari, Vanúzia; Camponogara, Silviamar.
Título: A procura de pontos de mutação na enfermagem: eles existem? / Looking for turning points in nursing: do they exist? / Buscando puntos de mutación en la enfermería: ¿ellos existen?
Fonte: Rev. enferm. UERJ;21(1,n.esp):665-670, 2013.
Idioma: pt.
Resumo: Nos últimos anos, é diária a veiculação de informações acerca de catástrofes ambientais e seus impactos ecológicos e sociais, o que torna relevante pesquisar a interface saúde e meio ambiente. O objetivo deste estudo foi discutir o estado da arte construído pela enfermagem na temática ambiental, na base de dados Medline, no período de 1997 a 2010. Trata-se de uma revisão sistemática qualitativa, processada em junho de 2010, e que resgatou 35 referências, sendo 16 delas analisadas. Construíram-se como categorias de análise: Riscos ambientais; Concepção de meio ambiente e ações de enfermagem; Meio ambiente como ambiente de trabalho da enfermagem; Interação indivíduo-meio ambiente e sua influência no processo saúde/doença; e A formação em enfermagem e sua relação com a questão ambiental. Concluiu-se que a produção na área é limitada, pontual, vinculada a entrevistas e reflexões, as quais funcionam como pontos de mutação; resta saber quantos são os sensibilizados. (AU)

Given the information about environmental disasters and their ecological and social impacts broadcast daily in recent years, it is important to research at the health-environment interface. This study aimed to discuss the state-of-the-art knowledge constructed by nursing on environmental issues in the Medline database from 1997 to 2010. This qualitative, systematic review, performed in June 2010, found 35 references, 16 of which were examined. The analytical categories constructed were: Environmental hazards; The conception of environment and nursing actions; Environment as nurses’ working environment; Interaction between individual and environment and its influence on health-disease processes; and Nursing training and its Relation to environmental issues. It was concluded that production in the field is limited, occasional, and connected with interviews and critical thinking, which function as “turning points”. It remains to know how many people are aware of them. (AU)

Actualmente, es diaria la vinculación de informaciones acerca de catástrofes ambientales y sus impactos ecológicos y sociales, lo que torna relevante investigar la interface salud y medio ambiente. Esa exploración bibliográfica pretende discutir el estado de la arte construido por la enfermería en la temática ambiental, en la base de datos Medline, en periodo de 1997 a 2010. Es una revisión sistemática cualitativa, procesada en junio de 2010, que rescató 35 referencias, siendo 16 de ellas analizadas. Las categorías de análisis: Riesgos ambientales; Concepción de medio ambiente y acciones de enfermería; Medio ambiente como ambiente de trabajo de enfermería; Interacción individuo-medio ambiente y su influencia en el proceso salud enfermedad; y La formación en enfermería y su relación con la cuestión ambiental. Se concluyó que la producción en esta área es limitada, puntual, vinculada a entrevistas y reflexiones, las cuales funcionan como puntos de mutación; falta saber cuantos son los sensibilizados. (AU)
Responsável: BR1366.1 - Serviço de Bibliotecas Biomédicas B - Odontologia e Enfermagem



página 1 de 3 ir para página          
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde