Base de dados : LILACS
Pesquisa : 394856 [Identificador único]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-394856
Autor: Fernandes Junior, A; Balestrin, E. C. D; Cunha, M. L. R. S.
Título: Atividade anti Staphylococcus aureus de extratos de própolis (EP) de Apis mellifera preparados com diferentes concentrações de etanol / Anti Staphylococcus aureus activity of bee propolis extracts prepared with different ethanol concentrations
Fonte: Rev. ciênc. farm;24(2):147-152, 2003. graf.
Idioma: pt.
Resumo: A própolis é muito utilizada na chamada medicina popular devido as suas propriedades terapêuticas, com destaque para a ação antibacteriana. Estudos mostram que a composição do extrato de própolis (EP) pode influenciar tal propriedade. Assim, a ação antibacteriana da própolis foi verificada em um total de 61 linhagens de Staphylococcus aureus, isoladas de recém-nascidos. Foram preparados onze EP, variando-se a proporção de etanol como agente extrator, desde 0 por cento (extrato aquoso) até etanol 100 por cento. Em todos os EP foram utilizados 25g de própolis bruta em 100 mL de solvente. O teste de sensibilidade foi o da diluição (por cento V/V) dos EP em ágar e obtenção da Concentração Inibitória Mínima (CIM). Foram realizados ensaios controle de ação antibacteriana do etanol. A ação antiestafilocócica foi diretamente proporcional ao etanol contido na solução solvente, atingindo valores não estatisticamente distintos e máximos para as soluções entre 70 e 90 por cento de etanol, sendo os valores de CIM 90 por cento entre 0,4 e 0,6 por cento V-V, com destaque para o EP preparado com etanol 70 por cento, que foi o mais eficiente (CIM 90 por cento = 0,42 por cento V/V). Assim concluiu-se que a ação antiestafilocócica da própolis é influenciada pela composição do extrato e, consequentemente, pela concentração do etanol usado para a sua preparação.
Descritores: Apis mellifica
Etanol
Testes de Sensibilidade Microbiana
Própole/farmacologia
Própole/uso terapêutico
Staphylococcus aureus
Limites: Humanos
Responsável: BR33.1 - Divisão Técnica de Biblioteca e Documentação



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde
WXIS|fatal error|unavoidable|recxref/read|