× Atenção: Esta versão do sistema de pesquisa será desativada em 01/12/2022. Recomendamos a utilização da nova versão disponível em pesquisa.bvsalud.org


Base de dados : LILACS
Pesquisa : 471490 [Identificador único]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Minayo, Maria Cecília de Souza
Texto completo
Id: lil-471490
Autor: Minayo, Maria Cecília de Souza.
Título: A inclusão da violência na agenda da saúde: trajetória histórica / The inclusion of violence in the health agenda: historical trajectory
Fonte: Ciênc. saúde coletiva;11(supl):1259-1267, 2006.
Idioma: pt.
Resumo: Neste texto, busco sistematizar e registrar a trajetória histórica de legitimação do tema dos acidentes e da violência na área da saúde. Mostro que se trata de um processo inconcluso, que ocorre pela pressão de atores e pela força dos acontecimentos. Inicialmente o tema se inclui de forma reduzida, por meio dos conceitos de acidentes, lesões e traumas. Já a partir da segunda metade do século 20, há a incorporação da pauta de direitos de vários sujeitos sociais, que vai desde a entrada da observação e notificação da violência contra crianças, mulheres e idosos, até a discussão da violência social, no seu sentido mais amplo, afetando a saúde das populações. No Brasil, esse processo, sem dúvida lento e intermitente, tem alguns logros e pioneirismos encenados pelo Ministério da Saúde, com a colaboração e a pressão de movimentos sociais, acadêmicos e profissionais: um documento de diagnóstico da situação de morbimortalidade por todos os tipos de violência; documento de uma Política Nacional de Redução de Acidentes e Violências e um Plano de Ação Nacional.

In this article, I seek to provide a systematic record of the historical trajectory of the inclusion of accidents and violence as a legitimate issue of the health area. It will be shown that the process is not concluded, and that it is going on under the pressure of actors and by force of the circumstances. In the beginning, the issue finds a restricted space in the health agenda through the concepts accidents, injuries and traumas. Since the second half of the 20th century, the rights of different social subjects are incorporated, ranging from observation and notification of violent acts against children,women, the elderly, to the discussion of social violence in its broadest sense, affecting the health of populations. In Brazil, this doubtlessly slow and intermittent process shows some attempts and a pioneer action of the Ministry of Health, carried out in cooperation with and under pressure of social, academic and professional movements: a diagnosis of morbidity and mortality from all kinds of violence, documenting a national policy towards reduction of accidents and violence on national level.
Descritores: Acidentes
Causas Externas
Gastos em Saúde
Impactos na Saúde
Política Pública
Violência
-Brasil
Fatores Socioeconômicos
Sistema Único de Saúde
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde
WXIS|fatal error|unavoidable|recxref/read|