Base de dados : LILACS
Pesquisa : 498112 [Identificador único]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: 498112
Autor: Fujiki, Edson Noburo; Furlan, Cleber; Soutello, Henrique Pellacani Fernandes; Yamagushi, Eduardo Nagashigue; Valesin Filho, Edgar Santiago.
Título: Bursite peritrocantérica: descrição de nova manobra semiológica para auxílio diagnóstico / Peritrochanteric bursits: a description of a new semiologic maneuver for diagnostic assistance
Fonte: Acta ortop. bras;16(5):296-300, 2008. ilus, tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: O estudo tem como objetivo testar a validade de nova manobra semiológica no diagnóstico de bursite peritrocantérica. Foram avaliados 30 pacientes, com diagnóstico clínico de bursite do grande trocanter. Todos os pacientes foram submetidos à radiografia de bacia AP e Perfil. Quando necessário, outros exames de imagem foram realizados, com a finalidade de descartar doenças associadas; os pacientes foram submetidos a duas manobras semiológicas no quadril são e afetado. TESTE 1: paciente em decúbito dorsal, o membro examinado é aduzido em extensão cruzando sobre o membro contralateral, com o calcâneo em contato com a maca, faz-se a flexão do quadril até aproximadamente 90º, o quadril ao final da manobra estará em flexão, adução e leve rotação externa, durante a manobra poderá ser referida dor na região do trocanter maior. TESTE 2: a posição final do TESTE 1, é a posição inicial desta, faz-se a adução forçada do quadril, pode haver referencia de dor ou exacerbação. Os resultados das manobras foram submetidos ao estudo estatístico, que demonstrou serem os exames diferentes entre si, porém complementares. O teste 2 mostrou ser positivo em 96,6 por cento. As manobras semiológicas denominadas de TESTE 1 e 2, podem ser utilizadas como auxiliares nos diagnósticos clínicos das bursites peritrocanterianas.

The objective of the present study was to test the validity of a semiologic maneuver on the diagnosis of peritrochanteric bursitis. Thirty patients with a clinical diagnosis of great trochanter bursitis were assessed. All patients were submitted to X-ray studies at AP and LP. Whenever necessary, other imaging tests were performed, intending to rule out any associated diseases; the patients were submitted to two semiologic maneuvers on both hips, the affected and the normal one. TEST 1: with patient at supine position, the examined limb is adduced in extension and crossing it over the contralateral limb, with the calcaneus touching the bed, a hip flexion is produced at approximately 90º; at the end of this maneuver, the hip will be flexed, adduced and slightly externally rotated; during this maneuver, the patient may report pain at major trochanter region. TEST 2: the final position of TEST 1 is the initial position of TEST 2, with a forced hip adduction where pain or exacerbation may be reported. The maneuver results were submitted to statistical analysis, with both tests showing to be different from each other while supplementary. Test 2 was shown to be positive in 96.6 percent. Semiologic maneuvers referred as TEST 1 and TEST2 may be used to assist on providing a clinical diagnosis of peritrochanteric bursitis.
Descritores: Bursite/diagnóstico
Fraturas do Fêmur/diagnóstico
Artropatias
-Análise Estatística
Modalidades de Posição
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Meia-Idade
Responsável: BR734.1 - Biblioteca Central Cesar Lattes



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde