Base de datos : LILACS
Búsqueda : B04.280.120.400.150 [Categoria DeCS]
Referencias encontradas : 6 [refinar]
Mostrando: 1 .. 6   en el formato [Largo]

página 1 de 1

  1 / 6 LILACS  
              next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Martins, N. R. S
Texto completo
Id: lil-660232
Autor: Rios, R. L; Marin, S. Y; Gomes, A. M; Resende, J. S; Bonfim, M. R. Q; Gomes, A. D; Resende, F. M. S; Horta, R. S; Resende, M; Martins, N. R. S.
Título: The occurrence of orthoreovirus, rotavirus and chicken anemia virus in chickens of the poultry industry in Minas Gerais, Brazil / Ocorrência de orthoreovirus, rotavirus e vírus da anemia das galinhas em frangos de corte da indústria avícola de Minas Gerais
Fuente: Arq. bras. med. vet. zootec;64(6):1613-1620, Dec. 2012. ilus.
Idioma: en.
Resumen: Fifty-four fecal samples taken from broiler chickens from 1 to 45 days of age, and of pullets from 10 to 13 weeks of age, original from eight different poultry regions in the state of Minas Gerais, Brazil, were collected from March 2008 to January 2010 for avian Orthoreovirus (ARV) and avian Rotavirus (AvRV) analyses. For the assay of ARV, RNA was immediately extracted (Trizolâ) and transcribed into cDNA for assaying in a nested-PCR with ARV-specific primers. For AvRV, polyacrylamide gel electrophoresis (PAGE) was performed with RNA extracts obtained by phenol-chloroform extraction. CAV was additionally investigated through a nested-PCR of thymus and spleen. Results found 5.55% positive for ARV and 9.25% for AvRV. Also, CAV and ARV genomes were detected in co-infection, in a highly prostrated and claudicating chicken flock. No ARV or AvRV infections were detected in pullets. Material of a clinically affected flock was inoculated into SPF embryos, resulting in embryonic hemorrhage, whitish foci in the chorio-allantoic membrane and death. Sequencing of ARV amplicons and isolate cDNA grouped local strains with the ARV S1133 strain, historically used in live vaccines, suggesting the continued circulation of this vaccine virus strain in intensive poultry regions. Detection rates for ARV and AvRV, as well as the presence of CAV, were additionally indicative of failing biosecurity strategies for the intensive poultry regions examined.

Avaliou-se a ocorrência de Orthoreovirus (ARV) e Rotavirus (AvRV) aviários na avicultura industrial de Minas Gerais. Foram colhidas cinquenta e quatro amostras de fezes de frangos de corte entre um e 45 dias e de frangas de postura de 10 a 13 semanas de idade. Para análise de ARV, o RNA foi imediatamente extraído (Trizol), transcrito em cDNA e avaliado em uma PCR com oligonucleotídeos iniciadores específicos para ARV. Para a investigação de AvRV, os extratos de RNA foram obtidos por fenol-clorofórmio e submetidos à eletroforese em gel de poliacrilamida. Todas as amostras foram também avaliadas para o DNA do vírus da anemia das galinhas (CAV) em uma nested-PCR específica. Em frangos de corte, a positividade encontrada para ARV foi de 5,55% e para AvRV de 9,25%. CAV foi detectado em coinfecção em um plantel com refugagem, claudicação e prostração. Nenhuma amostra de poedeiras foi positiva para ARV ou AvRV. Material de plantel com sinais clínicos foi purificado e inoculado em ovos SPF embrionados, sendo obtidas lesões hemorrágicas e focos brancos na membrana cório-alantóide. O sequenciamento dos produtos de PCR e de embrião agrupou os isolados de ARV com a estirpe S1133, historicamente usada como vacina viva. Os resultados sugerem a continuada circulação da infecção por estirpes assemelhadas a ARV S1133 nas regiões de avicultura industrial. Os índices de detecção de ARV, AvRV e CAV indicam que a intensificação nas regiões produtoras tem resultado em falhas de biosseguridade.
Responsable: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  2 / 6 LILACS  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-565526
Autor: Chacón, Jorge Luiz; Nogueira, Eliana Ottati; Bretano, Liana; Gomes, Cleide R; Astolfi-Ferreira, Claudete Serrano; Villarreal, Laura; Ferreira, Antonio José Piantino.
Título: Detection of chicken anemia virus and infectious bursal disease virus co-infection in broilers / Detecção do virus da anemia das galinhas em coinfecção com o vírus doença infecciosa bursal em frangos
Fuente: Braz. j. vet. res. anim. sci;47(4):293-297, out.-dez. 2010.
Idioma: en.
Resumen: This survey aimed to investigate chicken anemia virus (CAV) in broilers flocks experimenting retarded growth and increasing mortality since the fourth day of age. Clinically, chickens presented depression, paleness, depigmentation and retarded growth. At necropsy, chickens presented CAV-compatible lesions. Samples from liver, spleen and thymus were tested by PCR for a 675-bp fragment of the CAV VP-1 gene, and all tested samples were positive. Serological and molecular techniques did not detect other pathogens, such as adenovirus, reovirus, astrovirus, infectious bursal disease and avian infectious bronchitis virus. These results showed that chicken anemia virus (CAV) may occur since the first few days of life in broilers - a fact not as yet reported -, associated with high pathogenic Infectious Bursal Disease Virus (IBDV) vaccine strain may induce a persistent growth retarded for several weeks in broilers.

Este estudo investigou a manifestação do vírus da Anemia Infecciosa das Aves (VAIA) em lotes de frangos que apresentavam retardo no crescimento e aumento da mortalidade observado a partir do quarto dia de idade. Clinicamente, as aves apresentavam depresão, palidez, despigmentação e retardo de crescimento. À necropsia, as aves apresentavam lesões compatíveis com a infecção pelo vírus da Anemia infecciosa das aves (VAIA). Amostras de fígado, baço e timo foram examinadas por PCR que amplifica um frangmento de 675 pb do gene VP-1 do VAIA. Todos os órgãos examinados foram positivos para o vírus da Anemia Infecciosa das Aves. Os demais patógenos, como adenovírus, reovírus, astrovírus, vírus da doença infecciosa bursal e coronavírus aviário não foram detectados pelas diferentes técnicas laboratoriais, como sorologia, PCR ou PAGE. Os resultados mostraram que o vírus da Anemia Infecciosa das Aves (VAIA) pode manifestar-se clinicamente nos primeiros dias de vida dos frangos – um fato ainda não reportado – associado ao vírus vacinal da doença infecciosa bursal (DIB) cepa forte pode induzir um persistente retardo de crescimento, por várias semanas, em frangos.
Responsable: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  3 / 6 LILACS  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Venezuela
Texto completo
Id: lil-548507
Autor: Urdaneta-Vargas, Saulo H; Narváez-Bravo, Claudia A; Arzalluz-Fischer, Ana María; Mejía, William; Oviedo, Ana; García, Elita.
Título: Detección de títulos de anticuerpos contra anemia infecciosa aviar y su relación con otros virus inmunosupresores en pollos de engorde: estado Zulia Venezuela / Detection of chicken infectious Anemia antibodies and their relationship with other immunosuppressor virus in broilers chicken: Zulia state Venezuela
Fuente: Rev. cient. (Maracaibo);17(4):357-365, jul.-ago. 2007. tab, graf.
Idioma: es.
Resumen: En Venezuela, la incidencia de enfermedades respiratorias virales e inmunosupresoras son dos de los mayores problemas en la industria avícola nacional, y hasta el momento no se cuenta con suficiente información epidemiológica al respecto que ayude a establecer medidas de control, por lo que el objetivo de esta investigación fue determinar serológicamente la presencia de anemia infecciosa aviar, reovirus y gumboro, y su relación entre ellas, así como determinar el nivel de anemia en las aves evaluadas. Se tomaron muestras de aproximadamente 14 a 15 aves, de forma semanal a diferentes edades (1, 7, 14, 21, 28, 35 y 42 días), en tres granjas comerciales, tomándose un total de 295 aves. Los títulos de anticuerpos se midieron a través de la prueba ELISA, y el nivel de anemia, por la técnica de microhematocrito. Se detectaron porcentajes de anticuerpos séricos: 90,8 por ciento (268/295) para anemia infecciosa aviar; 82,4 por ciento (244/295) para reovirus y 97 por ciento (286/295) para la enfermedad infecciosa de la bursa. En cuanto a los valores de hematocrito se encontró en forma general que, el 19,6 por ciento (58/295) de las aves evaluadas presentaron anemia, mostrando valores de hematocrito entre 20 y 27 por ciento. Se observó una correlación positiva altamente significativa entre la anemia infecciosa aviar y los otros virus inmunosupresores estudiados, con gumboro (r=0,437; P<0,0001) y reovirus (r=0,312; P<0,0001). Los resultados obtenidos en este trabajo permiten demostrar la presencia del virus de la anemia infecciosa aviar en pollos de engorde en la región, de manera aislada o asociada con reovirus y gumboro, que pudiesen estar afectando en forma subclínica o clínica las granjas avícolas zulianas.

The incidence of viral respiratory and immunosuppressant diseases are two of the biggest problems in the Venezuelan poultry industry, however in the country, there is not enough epidemiological information that helps to establish control measures. The aim of this research was to determine the presence of serological chicken anemia virus, reovirus and gumboro, and it´s correlation between them as well as to determine the level of anemia in the evaluated birds. In this research, approximately fourteen or fifteen (14 or 15) birds were tested weekly and at different ages (1; 7; 14; 21; 28; 35 y 42 days), in three commercial farms. The samples were taken from a total of 295 birds. The viral antibodies were determined by ELISA test and the anemia levels by micro-hematocrit. The presence of seropositivity was 90.8% (268/295) for the chicken anemia virus, 82.4% (244/295) for reovirus and 97% (286/295) for gumboro. Of the total, 9.6% (58/295) of the evaluated birds presented anemia, showing values of hematocrits between 20% and 27%. A positive correlation was found between chicken anemia virus and the other immunosuppressor viruses studied, gumboro (r=0.437; P<0.0001) and reovirus (r=0.312; P<0.0001). The obtained results in this research demonstrated the presence of viral anemia, in broilers, in the Zulia Region, with or without the presence of reovirus and/or gumboro. That could have an effect, in either sub-clinical or clinical forms.
Responsable: VE1.1 - Biblioteca Humberto Garcia Arocha


  4 / 6 LILACS  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Brentano, L
Texto completo
Id: lil-432004
Autor: Nogueira, E. O; Brentano, L; Ferreira, A. J. P.
Título: A VP3/VP1 gene polymerase chain reaction assay for detection of chicken anemia virus in broiler samples
Fuente: Arq. bras. med. vet. zootec;57(supl.2):131-140, set. 2005. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumen: Desenvolveu-se uma reação em cadeia de polimerase (PCR) para amplificação do altamente conservado gene VP3 e da região 5 do gene VP1, para o diagnóstico do vírus da anemia das galinhas (CAV), diretamente em amostras de campo de órgãos de frangos de corte com suspeita clínica da doença. A comparação entre o PCR VP3/VP1 com isolamento viral in vivo indicou 100 de concordância dos resultados, com 13 amostras positivas e três negativas em ambos os testes. Órgãos de outros 24 lotes de frangos com lesões e história clínica compatível com CAV foram testados com o PCR VP3/VP1 e com um PCR de referência com primers conhecidos para o gene VP1. Dezenove amostras resultaram positivas e uma negativa em ambos os PCR e quatro foram positivas apenas no PCR VP3/VP1. Estes resultados indicam que o PCR VP3/VP1 é um teste de diagnóstico sensível e específico, aplicável como alternativa ao método caro e demorado de isolamento viral in vivo especialmente considerando-se amostras do CAV não adaptáveis a cultivos de células MSB-1.
Responsable: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  5 / 6 LILACS  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-414425
Autor: Simionatto, Simone; Lima-Rosa, Carlos André da Veiga; Rubin, Lauricio Librelotto; Canal, Cláudio Wageck.
Título: Um protocolo de "nested-PCR" para detecção do vírus da anemia das galinhas / A nested-PCR protocol for detection of the chicken anemia virus
Fuente: Pesqui. vet. bras;25(2):106-110, abr.-jun. 2005. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumen: Este trabalho descreve o estabelecimento de um pro!tocolo de nested-PCR para a detecção do vírus da anemia das galinhas (CAV, chicken anemia virus), agente causador da anemia infecciosa das galinhas. Para a extração de DNA a partir de amostras clínicas um método baseado no uso de tiocianato de guanidina mostrou-se mais sensível e prático, do que os demais avaliados. Para a PCR inicial foi selecionado um par de primers que amplifica uma região de 664 pares de bases (pb) do gene VP1. Para a nested-PCR propriamente dita, foi selecionado um segundo par que amplifica uma região interna de 520 pb. A especificidade dos primers foi avaliada utilizando amostras de lotes controlados para CAV. Outras trinta amostras vírus e bactérias, causadoras de doenças em aves, não geraram produto de amplificação. A sensibilidade do teste foi determinada a partir de diluições seriadas de uma amostra vacinal de CAV. A nested-PCR mostrou ser mais sensível do que a PCR e foi capaz de detectar pelo menos 0,16 TCID50 por cento da cepa vacinal. Além disso, detectou DNA viral em tecidos, soro e cama aviária de lotes com e sem sinais clínicos. Conclui-se que, como técnica para a detecção do CAV, o protocolo de nested-PCR aqui descrito, é mais sensível, rápido e menos trabalhoso do que o isolamento viral em cultivo celular.
Responsable: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  6 / 6 LILACS  
              first record previous record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-363804
Autor: Canal, Cláudio W; Ferreira, Danilo José; Macagnan, Marisa; Fallavena, Luiz C. B; Moraes, Hamilton L. S; Wald, Vera B.
Título: Prevalence of antibodies against chicken anaemia virus (CAV) in broiler breeders in Southern Brazil
Fuente: Pesqui. vet. bras;24(2):89-92, Apr.-June 2004. tab, graf.
Idioma: en.
Resumen: A doença clínica causada pelo vírus da anemia das galinhas (CAV) ocorre quando os pintos são infectados durante as primeiras duas semanas de vida e pode ser prevenida se as matrizes transferirem anticorpos suficientes para a sua progênie. Em vista disso, este estudo foi realizado visando determinar a prevalência de anticorpos contra o CAV em alguns lotes de matrizes pesadas no Brasil. Buscou-se ainda verificar em que fase da vida as reprodutoras seriam infectadas e quais seriam os títulos de anticorpos nessas aves. Um total de 1709 amostras de soro de 64 lotes de reprodutoras não vacinadas e 12 lotes de reprodutoras vacinadas contra o CAV foram analisados por ELISA. Todos os lotes de aves não vacinadas apresentaram anticorpos. Dentre esses, 89 por cento dos indivíduos foram positivos, 52 por cento com títulos de anticorpos capazes de conferir proteção a sua progênie contra o CAV. Igualmente, todos os lotes de matrizes vacinadas apresentaram anticorpos contra o CAV em títulos considerados protetores para a progênie. Conclui-se que a vacinação das reprodutoras parece capaz de conferir proteção aos pintinhos contra doença associada ao CAV.
Responsable: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice



página 1 de 1
   


Refinar la búsqueda
  Base de datos : Formulario avanzado   

    Buscar en el campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPS/OMS - Centro Latinoamericano y del Caribe de Información en Ciencias de la Salud