Base de datos : LILACS
Búsqueda : F01.100.125 [Categoria DeCS]
Referencias encontradas : 735 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   en el formato [Largo]

página 1 de 74 va a la página                         

  1 / 735 LILACS  
              next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-871178
Autor: Vásquez Condori, Evelin Verónica.
Título: Actitudes del profesional de enfermería de la segunda especialización de la UNMSM ante la muerte y el proceso de morir 2014 / Attitudes of the professional of nursing of the second specialization of the UNMSM by death and the process of dying 2014.
Fuente: Lima; s.n; 2015. 98 p. tab, graf.
Idioma: es.
Tesis: Presentada en Universidad Nacional Mayor de San Marcos. Facultad de Medicina para obtención del grado de Especialista.
Resumen: Estudio descriptivo correlacionado cuyo propósito fue valorar la actitud de los profesionales de enfermería ante la muerte de pacientes, relacionándola con factores que la condicionan, como también identificar instancias de preparación en esta temática. La muestra estuvo constituida por 56 profesionales de enfermería de la Segunda Especialidad de Enfermería de la UNMSM. Este estudio se sustentó en los conceptos actitud y muerte. Para recolectar la información se utilizó un instrumento validado y modificado en base a la Escala de Medición de Actitud ante la Muerte, creado. Los resultados principales muestran que la edad, la preparación de pregrado acerca de la temática, la edad de su primer contacto con la muerte y los años de experiencia profesional influyen significativamente en la actitud del profesional de enfermería ante la muerte de pacientes. Esto permitió crear un modelo estadístico óptimo de factores predictores de la actitud del profesional de enfermería ante la muerte de pacientes. Se concluye que es muy importante que exista un espacio físico adecuado en los hospitales para la atención del paciente moribundo, así como también instancias de apoyo psicoemocional para los profesionales que enfrentan frecuentemente la muerte de pacientes. También es de relevancia, mejorar la preparación de pregrado y durante el desarrollo profesional, para reafirmar una actitud positiva que se refleje en una mejor atención y que disminuyan temores y ansiedad de las personas.

Correlated descriptive study whose purpose was to value the attitude of nurses to the death of patients, relating to factors that condition as well as identify instances of preparation in this area. The sample consisted of 56 nurses of the second nursing specialty of San Marcos. This study was based on concepts attitude and death. To collect the information a validated instrument used and modified based on the measurement scale of attitude towards death, created. The main results show that age, preparing undergraduates about the subject, the age of his first contact with death and years of professional experience significantly influence the attitude of the nurse to the death of patients. This allowed to create an optimal statistical model of predictors of the attitude of the nurse to the death of patients. We conclude that it is very important that an adequate physical space in hospitals for the care of the dying patient, as well as instances of psycho-emotional support for professionals who often face the death of patients. Also of relevance, better prepare for undergraduate and professional development, to reinforce a positive attitude that is reflected in better care and decrease fear and anxiety of people.
Responsable: PE13.1 - Oficina de Biblioteca, Hemeroteca y Centro de Documentación
PE13.1. 010000100333, ej.1, V35; EE, WY, 154.2; PE13.1. 010000100334, ej.2, V35; EE, WY, 154.2


  2 / 735 LILACS  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-871175
Autor: Rojas Casas, Rocio Lizhet.
Título: Actitud de la enfermera hacia la muerte del paciente en el Servicio de Emergencia del Hospital Félix Mayorca Soto de Tarma - 2013 / Attitude of the nurse towards the death of the patient in the Emergency Service of the Hospital Felix Mayorca Soto in Tarma - 2013.
Fuente: Lima; s.n; 2015. 106 p.
Idioma: es.
Tesis: Presentada en Universidad Nacional Mayor de San Marcos. Facultad de Medicina para obtención del grado de Especialista.
Responsable: PE13.1 - Oficina de Biblioteca, Hemeroteca y Centro de Documentación
PE13.1. 010000100623, ej.1, R78; EE, WY, 154.2; PE13.1. 010000100624, ej.2, R78; EE, WY, 154.2


  3 / 735 LILACS  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-870774
Autor: Boldrini, Erica.
Título: Percepção dos sintomas e sofrimento no fim da vida das crianças com câncer e repercussões nos cuidadores / Symptom perception and end of life suffering of cancer children and the repercussion on caregivers.
Fuente: São Paulo; s.n; 2014. [268] p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tesis: Presentada en Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina para obtención del grado de Doutor.
Resumen: Introdução: Apesar do progresso da oncologia pediátrica, ainda existem pacientes que não atingem a cura. Estudos mostram que estes recebem tratamento agressivo no fim da vida, sem controle efetivo dos sintomas, com sofrimento significativo. O cuidador familiar é fonte preciosa de informações conforme a morte da criança se aproxima. No entanto, as impressões parentais podem não refletir precisamente a experiência da criança, pois presenciar sofrimento pressupõe sofrimento. Talvez isso explique a discordância entre o relato dos pais e os registros médicos. A convivência com o sofrimento do filho morrendo permanece gravado na memória dos pais. Acreditar que o filho morreu sofrendo pode levar a morbidade psicológica e interferir no futuro deles. Avaliou-se a percepção dos pais sobre os sintomas que afetaram o bem estar dos seus filhos no fim da vida, comparou-se com os dados da equipe médica e relacionaram-se as circunstâncias em que a morte ocorreu com transtornos de humor e presença de luto complicado. Material e métodos: em 2012 entramos em contato com 250 famílias que perderam o filho no período de 2000 a 2010, em um Hospital especializado, no interior do Brasil, que realiza atendimento através do sistema governamental. A pesquisa foi conduzida através de questionários auto-aplicáveis enviados pelos correios. Resultados: tivemos a participação de 60 cuidadores com tempo de luto variando entre 14 e 80 meses. Esses relataram média de 12 sintomas que afetaram o bem estar dos filhos na última semana de vida, sem concordância quando comparado com os dados registrados pela equipe médica, até mesmo para o sintoma dor. Esses pais apresentam altos níveis de ansiedade e depressão (74,0% e 81,0% respectivamente) e altos níveis de luto complicado (38,0% com luto baixo/ausente, 12,0% com luto adiado e 34,0% como luto prolongado). Os maiores escores de luto atual foram evidenciados entre os cuidadores casados, com idade variando entre 30-39 anos, analfabetos, assalariados,...

Introduction: Despite all the progress in pediatric oncology, there are still patients who cannot achieve cure. Studies show that they receive aggressive treatment in the end of life, with no effective control of symptoms, and endure considerable suffering. The family caregiver is a precious source of information as the death of the child approaches. Parental impressions may not reflect accurately the child's experience due to the fact that witnessing suffering implies in suffering. This may explain the discrepancy between the parents' reports and the medical records. Living with a dying child remains engraved in the parents' memories. Believing that their child died in pain may lead to psychological morbidity and interfere in their future. Parental perception on the symptoms that affected the well- being of the child in the end of life was evaluated and compared with medical data, and the circumstances in which death occurred were related with mood swings and the presence of complicated grief. Material and methods: In 2012, 250 families that had lost a child between the years of 2000 and 2010, in a specialized, public hospital in Brazil, were contacted. A survey was carried out through self- applied questionnaires sent by mail. Results: 60 caregivers with time of mourning ranging between 14 and 80 months reported, on average, 12 symptoms that affected the well-being of their children on their last week of life, and these reports did not agree with the data recorded by the medical team. These parents present with high levels of anxiety and depression (74.0% and 81.0% respectively), as well as complicated grief (38.0% absent/ low grief, 12.0% delayed grief and 34.0% prolonged grief). The highest grief scores were seen among the caregivers who met the following parameters: married, age range between 30 and 39, illiterate, minimum wage and social class C/D/E. They had also been mourning the loss of their only child, who was between 12 and 18 years old...
Responsable: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação
BR66.1


  4 / 735 LILACS  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-868924
Autor: Cordeiro, Franciele Roberta; Pinheiro, Monalisa da Silva; Correio, Dayane de Aguiar Cicollela.
Título: Sobre o envelhecimento, a mídia e a morte no contemporâneo / About the aging, the media and death in contemporary times
Fuente: Estud. interdiscip. envelhec;20(3):975-990, dez. 2015. ilus.
Idioma: pt.
Resumen: Este artigo tem como objetivo dialogar com os discursos circulantes sobre a morte na mídia. As problematizações são realizadas sob a ótica dos Estudos Culturais. Aponta-se um breve histórico a respeito da mídia e o modo como se da visibilidade a morte. Os discursos que os meios de comunicação fazem circular interpelam os sujeitos para a produção da morte pacifica e controlada, facilitando o governo dos processos vitais, por parte do sujeito, da família e dos profissionais de saúde. Controlar a vida e a morte, minimizando riscos e sofrimentos, torna-se um imperativo sob o qual os indivíduos estão expostos e são subjetivados. Dessa forma, a constituição de sujeitos que governam suas vidas torna-se produtivo devido aos comportamentos de segurança e proteção que somos levados a adotar. Para além, as responsabilidades e cuidados que assumimos repercutem para a boa organização social.

This article aims to discuss the discourses about death in the media. The discussion is conducted from the perspective of cultural studies. We present a short history about the media and how it gives visibility to death. The discourses the media circulate invite subjects to produce a peaceful and controlled death, facilitating the government of vital processes, by the subject, the person's family and health professionals. To control life and death, minimizing risks and sufferings, it might be an imperative individuals are exposed to and subjectified. Thus, the constitution of subjects who control their lives becomes productive because of safety and security activities that we tend to adopt. In addition, the responsibilities and care we made have an impact for good social organization.
Responsable: BR574.2 - Biblioteca


  5 / 735 LILACS  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-868298
Autor: Salum, Maria Eduarda Grams; Kahl, Carolina; Cunha, Kamylla Santos da; Koerich, Cintia; Santos, Thiago Oliveira dos; Erdmann, Alacoque Lorenzini.
Título: Processo de morte e morrer: desafios no cuidado de enfermagem ao paciente e família / The process of death and dying: challenges in nursing care for patients and family members
Fuente: Rev Rene (Online);18(4):535-535, jul - ago 2017.
Idioma: en.
Resumen: Objetivo: compreender as ações e interações suscitadas por enfermeiros no cuidado ao paciente e família em processo de morte e morrer. Métodos: pesquisa qualitativa com aporte teórico-metodológico da Teoria Fundamentada nos Dados. Foi realizada entrevista individual com 18 participantes, divididos em três grupos amostrais. Resultados: ressalta-se fragilidade na formação do enfermeiro sobre o processo de morte-morrer, importância do vínculo enfermeiro-paciente, apoio aos familiares e respeito ao processo de luto. Como estratégias de enfrentamento, a educação permanente, compartilhamento de experiências com pares e apego às crenças espirituais. A empatia aparece como principal desafio, considerando a influência de fatores pessoais e burocráticos. Conclusão: destaca-se nas ações e interações suscitadas no cuidado ao paciente e família em processo de morte e morrer a maneira como os enfermeiros respondem aos desafios da atuação profissional, buscando construir vínculo com pacientes e familiares, apoiando e respeitando o processo de luto com base na empatia. (AU)
Responsable: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  6 / 735 LILACS  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-868064
Autor: Tamada, Jacqueline Kaori Tozaki; Dalaneze, Aline Skawinski; Bonini, Luci Mendes de Melo; Melo, Tatiana Ribeiro de Campos.
Título: Relatos de médicos sobre a experiência do processo de morrer e a morte de seus pacientes / Medical reports about the experience of the dying process and the death of his/her patients
Fuente: Rev. med. (Säo Paulo);96(2):87-87, 2017.
Idioma: pt.
Resumen: A morte é concebida diferentemente em cada cultura, e, sendo assim, cada povo tem uma forma de abordar, estudar e debater seus conceitos. Entre os médicos não é diferente, pois ela faz parte de sua profissão, principalmente nas especialidades que lidam com as situações terminais. O objetivo dessa pesquisa foi compreender como os médicos, de diferentes especialidades, encaram a morte iminente ou constatada de pacientes e identificar se houve, na sua formação acadêmica, algum preparo para isso. Esta pesquisa foi descritiva, de abordagem qualitativa e de corte transversal. Através de uma entrevista semiestruturada, cada um dos 9 profissionais abordados expressou o seu entendimento sobre a morte e relatou seu preparo para lidar com ela. Para análise dos dados quantificou-se gênero, idade e tempo de formação. Para as respostas abertas, criaram-se três categorias: 1) como cada profissional encara a morte do seu paciente; 2) se houve algum preparo para lidar com a morte de seus pacientes (formal ou não); 3) renovação de energias.

Death is conceived differently in every culture, every people has a way to address, study and discuss their concepts. Among physicians, it is no different, for it is part of their profession, specifically the specialties that deal with the terminal patients. The objective of this research was to understand how physicians from different specialties, face imminent or established patient's death and identify whether there was, in his academic background, some preparation for it. This research is descriptive qualitative approach, cross-sectional. Through a semi-structured interview, 9 professionals from different specialties expressed, in different ways, how they understand death and how they prepare to deal with it. For the later analysis, it was quantified: gender, age and training time. And as for the opened answers, 3 categories were created: 1) How each professional deal with the death of their patient; 2) if there was any kind preparation to deal with their patient's death (formal or not); 3) Energy's renovation.
Responsable: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação


  7 / 735 LILACS  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-846666
Autor: Lima, Roberta de.
Título: Conversação sobre a morte no processo de cuidar: uma contribuição para a formação do enfermeiro / Talking about death in the caring process: a contribution to the formation of the Nurse.
Fuente: Rio de Janeiro; s.n; maio 2017. 156 f p. ilus, graf, tab.
Idioma: pt.
Tesis: Presentada en Universidade Federal do Rio de Janeiro. Escola de Enfermagem Anna Nery para obtención del grado de Doutor.
Resumen: O objeto é a morte e o processo de morrer nas experiências de vida e de formação profissional de estudantes de enfermagem. Objetivo geral: Propor uma tecnologia de processo de ensino-aprendizagem na formação do enfermeiro sobre a morte e o processo de morrer. Objetivos específicos: Identificar os sentidos atribuídos à morte e ao processo de morrer pelo estudante de graduação; caracterizar suas dificuldades em lidar com o processo de morte e morrer e aos respectivos cuidados; analisar a aplicabilidade da tecnologia aplicada no ensino sobre a morte e ao morrer. Método: Pesquisa qualitativa, participativa e de validação da tecnologia aplicada. Campo: universidade pública, federal, na cidade do Rio de Janeiro. Participantes: estudantes do Curso de Graduação em Enfermagem. Critérios de inclusão: matrícula ativa, a partir do sexto período; de exclusão: estar afastado das atividades do curso. Participaram 25 estudantes, divididos em três grupos. Produção de dados: questionário sobre o perfil sócio-econômico-demográfico e cultural dos participantes; tecnologia de processo de ensino composta por desenho relacionado à temática; simulação de cuidado em caso de morte; grupo focal; observação participante. Avaliação: formulário e Escala de Medo da Morte de Collet-Lester (EMMC-L) em pré e pós-teste. Registros: áudio e fotográfico. Encerramento por saturação teórica e empírica. Análise: Dados do perfil por estatística descritiva/percentual; dados textuais por análise temática de conteúdo; dados da EMMC-L pelo software IBM® SPSS® Statistics for Windows, versão 24. Conclusão: A morte se relaciona a crenças religiosas, tristeza pela perda e ansiedade pela morte dos pacientes. Os cuidados mais evidentes foram: com o corpo, família e aspectos religiosos, ampliação do conhecimento real dos estudantes sobre o tema, reduzindo informações fragmentadas e/ou imaginárias que ampliam a preocupação com a morte, aguçamento da percepção dos sentimentos e crenças pessoais que influenciam comportamentos no cuidado. Houve diminuição do medo da morte de si e do outro. A tecnologia de processo de ensino mostrou ser um recurso potente para a aprendizagem sobre o cuidar no processo de morte-morrer, viabilizando a educação para a morte, com ampliação do conhecimento sobre o cuidado de si e o cuidado do outro relacionado ao fim de vida.(AU)
Responsable: BR442.1 - Biblioteca Setorial de Pós-Graduação
BR442.1; D383 EEAN


  8 / 735 LILACS  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-836477
Autor: Guttieres-Green, Litza.
Título: O tempo dinâmico da análise e o tempo imóvel da eternidade / El tiempo dinámico en el análisis y el tiempo inmóvil de la eternidad / The dynamic time of analysis and the still time of eternity
Fuente: Rev. psicanal;20(1):17-28, abr. 2013.
Idioma: pt.
Resumen: Este artigo trata do caso de Pierre, um rapaz que apresenta dificuldade nos seus relacionamentos amorosos, angústias de morte e crises desencadeadas por situações fobogênicas: apresentações públicas, viagens, relações sexuais. Além disso, ele se impõe verificações obsessivas. A rememoração revela-se ineficaz por conta de uma clivagem dos afetos. As lembranças permanecem intelectuais. A análise vai ajudálo na organização de uma vida melhor, no desaparecimento das fobias que o debilitavam e dos sintomas obsessivos, à custa de um distanciamento relativo das relações afetivas.

This article presents Pierre's case, a young man with difficulties in love relations, death anxiety, and crisis triggered by phobia-generating situations: public presentations, trips, sexual relations. Also he imposes himself obsessive verifications. Recalling is inefficient due to affect splitting. Memories remain intellectual. Analysis will help him in the organization of a better life, in the disappearance of phobias that handicapped him, and of the obsessive symptoms, due to a relative distancing from affective relations.

Este artículo trata del caso de Pierre, un muchacho que presenta dificultad en sus relaciones amorosas, angustias de muerte y crisis desencadenadas por situaciones fobogénicas: presentaciones públicas, viajes, relaciones sexuales. Además, él se impone verificaciones obsesivas. La rememoración se revela ineficaz debido a un clivaje de los afectos. Los recuerdos permanecen intelectuales. El análisis lo ayudará a una mejor organización de la vida, al desaparecimiento de las fobias que lo debilitaban y de los síntomas obsesivos, a costo de un distanciamiento relativo de las relaciones afectivas.
Responsable: BR18.1 - Biblioteca FAMED/HCPA


  9 / 735 LILACS  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-836429
Autor: Falcão, Luciane.
Título: A pulsão de morte na dinâmica transferencial / Death drive in the dynamics of transference
Fuente: Rev. psicanal;19(1):123-153, abr. 2012.
Idioma: pt.
Resumen: O autor propõe reflexões sobre o papel da pulsão de morte na transferência. Demosntra como essa pulsão age na análise,construindo um paralelo entre a formação do aparelho psíquico e o trabalho analítico. Descreve como esse trabalho está permanentemente intrincado com a questão da dualidade pulsional. Articula questões teóricas embasadas em pensamentos da psicanálise francesa contemporânea. Retoma o conceito de pulsão de morte e sua importância no edifício metapsicológico freudiano. Discute a questão referente ao que significa o estado anterior e o biologismo de Freud. Essa reflexões levam a refletir também sobre a função desobjetalizante na dinâmica da transferência e o par sujeito e na relação transferencial, será preciso considerar a forma como a separação sujeito/objeto ocorreu. Finaliza assinalando a necessidade da ligação para existir o ser psíquico.

The author proposes some reflections on the role of the death drive in transference. She demonstrates that this drive acts the analysis establishing a parallel between the creation of the psychic apparatus and the analytical work. It is shown how this work is permanently interwoven with the issue of the pulsional duality. The author approaches theoretical questions based in thoughts of the current French psychoanalytic school. Revisits the concept of death drive and its importance in the Freudian metapsychological construction. Discusses the issue concerning the meaning of the previous state and Freud's biologism. Such reflections make us think about the deobjectalization function in the dynamics of transference and the pair subject-object, considering that, to think the issue of deobjectalization in the transferential relationship, it will be necessary to consider the way by which the separation subject/object occurred. The author finalizes showing the need of bonding for the psychic being to exist.

EI autor propone reflexiones acerca del papel de muerte en la transferencia. Demuestra como esa pulsión actúa en el análisis construyendo un paralelo entre la Formación del aparato psíquico y el trabajo analítico. Describe como este trabajo está permanentemente intrincado con el tema de la dualidad pulsional. Articula aspectos teóricos basados en pensamientos del psicoanálisis francés contemporáneo. Retoma el concepto de pulsión de muerte y su importancia en el edificio metapsicológico freudiano. Discute el tema referente a lo que significa el estado anterior y el biologismo de Freud. Esas reflexiones llevan a reflexionar también sobre la función desobjetalizante en la dinámica de la transferencia y el par sujeto y objeto, considerando que, para pensar el tema de la desobjetalización en la relación transferencial, será necesario considerar la manera como ocurrió la separación sujeto/objeto. Finaliza señalando la necesidad de la ligación para que exista el ser psíquico.
Responsable: BR18.1 - Biblioteca FAMED/HCPA


  10 / 735 LILACS  
              first record previous record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-836415
Autor: Falcão, Luciane.
Título: O pulsional, a destrutividade e a cultura / The drive, the destructiveness and the culture
Fuente: Rev. psicanal;18(3):623-645, 2011.
Idioma: pt.
Resumen: O autor propõe uma retomada da ideia de que nenhum progresso psíquico é possível se não for admitida a hipótese de uma destrutividade primária que se apresenta aliada e antagônica às formas organizacionais de vida, tanto para o indivíduo quanto para a sociedade e a cultura. Discute a questão pulsional e como o coeficiente não elaborável de destruição permanece presente também na cultura. Apresenta algumas ideias freudianas que colaboram na compreensão da ação da pulsão de morte, entendo-a como uma força destrutiva que age tanto no interior do sujeito quanto no exterior, no campo social e cultural. Também articula alguns aspectos da psicanálise contemporânea a respeito do assunto utilizando autores como André Green e Jean Luc Donnet, autores esses que têm colaborado com essas reflexões aprofundando o entendimento da intrincação pulsional e cultura.

The author proposes a revival of the idea in which no psychic progress is possible if the hypothesis of a primary destructiveness is not allowed and which presents itself as antagonistic and as an ally, to the organized forms of life, for the individual as much as for the society and culture. She discusses the drive issue and how the non-elaborating coefficient of destruction also remains present in culture. The author presents some Freudian ideas which collaborate with the comprehension of the action of the death drive, understanding it as a destructive force that acts inside the individual as well as in the outside, in the social and cultural field. She also articulates some contemporary psychoanalytical aspects regarding the subject, utilizing authors like Andre Green and Jean Luc Donnet, authors who have collaborated with these reflections deepening the understanding of the entangled drive and culture.

El autor propone una retomada de la idea de que ningún progreso psíquico es posible si no se admite la hipótesis de una destructividad primaria que se presenta aliada y antagónica a las formas organizativas de vida, tanto para el individuo como para la sociedad y la cultura. Discute el tema pulsional y como el coeficiente no elaborable de destrucción permanece presente también en la cultura. Presenta algunas ideas freudianas que colaboran para la comprensión de la acción de la pulsión de muerte, entendiéndola como una fuerza destructiva que actúa tanto en el interior del sujeto como en el exterior, en el campo social y cultural. También articula algunos aspectos del psicoanálisis contempor áneo acerca del tema, utilizando autores como André Green e Jean Luc Donnet, autores que han colaborado con esas reflexiones profundizando el entendimiento de la intrincación pulsional y cultural.
Responsable: BR18.1 - Biblioteca FAMED/HCPA



página 1 de 74 va a la página                         
   


Refinar la búsqueda
  Base de datos : Formulario avanzado   

    Buscar en el campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPS/OMS - Centro Latinoamericano y del Caribe de Información en Ciencias de la Salud