Base de datos : LILACS
Búsqueda : F01.100.150.500 [Categoria DeCS]
Referencias encontradas : 3151 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   en el formato [Largo]

página 1 de 316 va a la página                         

  1 / 3151 LILACS  
              next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-884962
Autor: Henriques, Cláudio Maierovitch Pessanha.
Título: A dupla epidemia: febre amarela e desinformação / Two epidemics: the yellow fever and a lack of information / La dupla epidemia: la fiebre amarilla y la falta de información
Fuente: RECIIS (Online);12(1):1-5, jan.-mar. 2018.
Idioma: pt.
Resumen: Esta nota apresenta um breve histórico da origem da febre amarela no Brasil, das medidas de controle e das dificuldades para que orientações de saúde pública cheguem à população. Nela analisam-se alguns episódios de geração de boatos, assim como informações mentirosas e suas consequências muitas vezes danosas.Aponta-se a necessidade de oferecer e divulgar fontes confiáveis para os profissionais e a comunidade, em especial por meio do fortalecimento das instituições e de suas áreas de comunicação social. Assinala-se também a importância do trabalho de campo das equipes de atenção básica, para localizar pessoas expostas a risco, levando-lhes informações e vacinas.(AU)

This paper presents a brief history of yellow fever origin in Brazil, of the control measures and of the difficulties to the public health guidance to reach the population. It analyzes some cases of rumour propagation, as wellas fake information and its often damaging consequences. It points out the need to offer and disseminatereliable sources to professionals and the community, especially through the strengthening of institutions and their areas of social communication. It also highlights the importance of the fieldwork of the primary health care teams, so that they can find people at risk and bring information and vaccines to them.

Esta nota presenta una breve historia del origen de la fiebre amarilla en Brasil, de las medidas de control yde las dificultades de las orientaciones de salud pública para llegar a la población. Analiza algunos casos degeneración de rumores, así como informaciones falsas y sus consecuencias a menudo perjudiciales. Señalala necesidad de ofrecer y difundir fuentes confiables a los profesionales y a la comunidad, en especial a través del fortalecimiento de las instituciones y sus áreas de comunicación social. También destaca la importancia del trabajo de campo de los equipos de atención primaria de salud, para localizar personas expuestas alriesgo y así llevar a ellas informaciones y vacunas.
Responsable: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  2 / 3151 LILACS  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-884834
Autor: Jovel López, Luis E.
Título: El plan de estudios orientado a la solución de problemas / The curriculum aimed at solving problems
Fuente: Acta pediátr. hondu;1(2):48-48, oct,-2010.
Idioma: es.
Responsable: HN1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  3 / 3151 LILACS  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-883549
Autor: Gandhi, Sailaxmi; Poreddi, Vijayalakshmi; Nagarajaiah, N; Palaniappan, Marimutthu; Reddy, S. Sai; BadaMath, Suresh.
Título: Conocimientos, actitudes y prácticas de las enfermeras hindúes sobre el uso de restricciones físicas en pacientes psiquiátricos / Conhecimentos, atitudes e práticas das enfermeiras hindus sobre o uso de restrições físicas em pacientes psiquiátricos / Indian nurses' Knowledge, Attitude and Practice towards use of physical restraints in psychiatric patients
Fuente: Invest. educ. enferm;36(1):[E10], Feb 15 2018. Tab 1, Tab 2, Tab 3, Tab 4.
Idioma: en.
Resumen: Objective. To assess nurses' knowledge, attitude and practice towards using physical restraints among psychiatric patients. Methods. A descriptive cross sectional survey was carried out among conveniently selected sample of nurses working in psychiatry departments at a tertiary care center. The data was collected using self reported questionnaires of Suen. Results. The findings revealed that nurses had good knowledge (7.2±1.7, maximum posible=11), favorable attitudes 30.8± 3.3 (maximum posible=48) and good practice 31.2±6.2 (maximun posible=42) about use of physical restraints in psychiatric patients. Females had better knowledge (p<0.001), attitudes (p<0.05) than males towards use of physical restraints. Nurses those had more than ten years of experience found to have more favorable attitudes towards using physical restraints than nurses with less experience (p<0.05) and nurses with higher education differed significantly on practice score than nurses with basic education in nursing (p<0.05). Conclusion. This study revealed good knowledge, positive attitudes and good practices among nurses about using physical restraints in mental health services. However there is need to improve even more nurses practice through continuing education programs on this topic.(AU)

Objetivo. Evaluar los conocimientos, las actitudes y las prácticas de las enfermeras hacia el uso de restricciones físicas en los pacientes psiquiátricos. Métodos. Se realizó un estudio descriptivo de corte transversal en una muestra por conveniencia de enfermeras que laboraban en departamentos de psiquiatría de un hospital de atención terciaria al sur de la India. Los datos se recolectaron utilizando el cuestionario de Suen, el cual fue contestado por autorreporte. Resultados. Los hallazgos revelaron que en cuanto al uso de restricciones físicas en pacientes psiquiátricos las enfermeras tenían buen conocimiento (media =7.2±1.7, máximo posible=11), actitudes favorables (media=30.8±3.3, máximo posible=48) y buenas prácticas (media=31.2 ± 6.2, máximo posible=42). Las mujeres tenían mejores conocimientos (p<0.001) y actitudes (p<0.05) que los varones hacia el uso de restricciones físicas. Las enfermeras con más de diez años de experiencia tuvieron actitudes más favorables hacia el uso de estas restricciones que las de menor experiencia (p<0.05) y las enfermeras con educación superior difirieron significativamente en el puntaje de la práctica comparadas con aquellas con educación básica en enfermería (p<0.05). Conclusión. Este estudio reveló buenos conocimientos, actitudes positivas y buenas prácticas de las enfermeras sobre el uso de restricciones físicas en los servicios de salud mental. Sin embargo, es necesario mejorar aún más las prácticas de las enfermeras a partir de programas de educación continua sobre este tema (AU)

Objetivo. Avaliar os conhecimentos, as atitudes e as práticas das enfermeiras para o uso de restrições físicas nos pacientes psiquiátricos. Métodos. Se realizou um estudo descritivo de corte transversal numa amostra por conveniência de enfermeiras que trabalhavam em departamentos de psiquiatria de um hospital de atenção terciaria no sul da Índia. Os dados foram recolhidos utilizando o questionário de Suen, o qual foi contestado por auto-reporte. Resultados. As descobertas revelaram que em quanto ao uso de restrições físicas em pacientes psiquiátricos as enfermeiras tinham bom conhecimento (media =7.2±1.7, máximo possível=11), atitudes favoráveis (media=30.8±3.3, máximo possível=48) e boas práticas (média=31.2 ± 6.2, máximo possíveis=42). As mulheres tinham melhores conhecimentos (p<0.001) e atitudes (p<0.05) que os homens para o uso de restrições físicas. As enfermeiras com mais de dez anos de experiência tiveram atitudes mais favoráveis para o uso destas restrições que as de menor experiência (p<0.05) e as enfermeiras com educação superior deferiram significativamente na pontuação da prática comparadas com aquelas com educação básica na enfermagem (p<0.05). Conclusão. Este estudo revelou bons conhecimentos, atitudes positivas e boas práticas das enfermeiras sobre o uso de restrições físicas nos serviços de saúde mental. Embora, seja necessário melhorar ainda mais as práticas das enfermeiras através de programas de educação continua sobre este assunto. (AU)
Responsable: CO103.1 - Biblioteca


  4 / 3151 LILACS  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-883488
Autor: Costa, Marinna Maria de Andrade.
Título: Conhecimento, atitude e prática de mulheres acerca de medidas de controle para o câncer de mama / Knowledge, attitude and practice of women about control actions for cancer breast.
Fuente: Fortaleza; s.n; abr. 2017. 100 p.
Idioma: pt.
Tesis: Presentada en Universidade Federal do Ceará. Departamento de Enfermagem. Faculdade de farmácia, Odontologia e Enfermagem para obtención del grado de Mestre.
Resumen: O câncer de mama é o tipo de câncer que mais acomete as mulheres em todo o mundo, respondendo por 22% dos casos novos a cada ano. O enfermeiro assume papel essencial nas ações de controle do câncer de mama. Porém o sucesso do programa de controle do câncer de mama é diretamente dependente, entre outros fatores, da participação das usuárias, já que as mesmas devem comparecer às consultas ginecológicas, realizar os exames, participar de atividades educativas e colocar em prática os conhecimentos adquiridos. Tendo em vista a importância de estratégias para redução da mortalidade por câncer de mama e o papel das mulheres assistidas na atenção primária, o estudo teve como objetivo avaliar o conhecimento, atitude e prática das mulheres acerca de ações de controle para o câncer de mama. Trata-se de um estudo avaliativo, de corte transversal, com a utilização do Inquérito Conhecimento, Atitude e Prática (CAP). O estudo foi desenvolvido no município de Fortaleza-CE. Foram elencadas 43 Unidades de Atenção Primária à Saúde distribuídas entre as seis Secretarias Executivas Regionais. As usuárias que são acompanhadas pela ESF e que estão na faixa etária de risco para incidência do câncer de mama (> 20 anos), segundo o Ministério da Saúde, compuseram a amostra, que totalizou 387 mulheres. Os dados foram coletados a partir de uma entrevista utilizando dois instrumentos: o questionário adaptado de Oliveira (2014) e o questionário que corresponde ao Critério de Classificação Econômica Brasil da Associação Brasileira de Empresa de Pesquisa (ABEP). Os dados foram analisados com base na estatística analítica e apresentados através de tabelas e gráficos com frequências absolutas e relativas. Os resultados nos mostraram que 368 mulheres (94,8%) tiveram conhecimento adequado, porém 214 (55,1%) apresentaram atitude inadequada e 279 (71,9%) prática inadequada em relação aos métodos de detecção precoce do câncer de mama. Esses fatores foram influenciados pela idade e Secretária Regional Executiva (SER) em que as mulheres residiam. Esse conhecimento acerca das características da população, com identificação das lacunas no saber, dificuldades para a adesão aos exames e o comportamento cultural das mulheres subsidia as ações dos profissionais da saúde, guiando-lhes no desenvolvimento de técnicas e estratégias para mobilização da população para adoção e manutenção de um comportamento saudável que direcionem ao autocuidado e promoção da saúde.(AU)
Responsable: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde
BR6.1, C874c; 610.73


  5 / 3151 LILACS  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-883472
Autor: Benevides, Jordana Prado.
Título: Conhecimento, atitude e prática dos enfermeiros no controle do câncer de mama na estratégia saúde da família / Knowledge, attitude and practice of nurses in the control of breast cancer in the family health strategy.
Fuente: Fortaleza; s.n; mar. 2017. 82 p.
Idioma: pt.
Tesis: Presentada en Universidade Federal do Ceará. Departamento de Enfermagem. Faculdade de farmácia, Odontologia e Enfermagem para obtención del grado de Mestre.
Resumen: Objetivou-se avaliar o conhecimento, a atitude e a prática dos enfermeiros atuantes na Estratégia Saúde da Família (ESF) de Fortaleza-CE acerca da detecção precoce do câncer de mama; trata-se de um estudo descritivo, de corte transversal, com a utilização do Inquérito Conhecimento, Atitude e Prática (CAP) realizado no período de setembro a novembro de 2015 com 122 enfermeiros que compõem as equipes da ESF do sistema de saúde de Fortaleza. Para a coleta dos dados foi utilizado um instrumento de Oliveira (2015), que caracteriza e avalia o conhecimento, atitude e prática dos enfermeiros nas Unidades de Atenção Primária à Saúde (UAPS) no que se refere à detecção precoce do câncer de mama. Os dados foram organizados em tabelas e gráficos. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética e Pesquisa da Universidade Federal do Ceará (COMEPE/UFC) com o protocolo de nº 1.233.383/15. Quanto ao perfil dos enfermeiros, verificou-se que a maioria pertence a uma faixa etária de 30 a 49 anos, sendo 92,6% do sexo feminino, 62,3% entre 10 a 20 anos de graduado e 82,1% são especialistas, 75,4% atua há mais de 5 anos na ESF e 60,3% tem alguma capacitação sobre a temática. Em relação ao conhecimento dos enfermeiros, a maioria (46,7%) foi classificada como regular, (41,8%) como inadequado e apenas (11,5%) apresentaram um conhecimento adequado. Quanto à atitude e à prática, observou-se que (73,8%) apresentaram uma atitude adequada e a maioria (57,4%) resultou em uma prática inadequada. Apesar das associações entre conhecimento, atitude e prática não terem alcançado uma relevância estatística, sabe-se da influência do conhecimento na percepção do valor em adotar medidas de prevenção à saúde (atitude), na transformação e desenvolvimento de habilidades pessoais (prática) para a conquista da promoção da saúde. Frente ao exposto, a falta de conhecimento, das atitudes e práticas inadequadas à detecção precoce do câncer de mama revelam a necessidade de capacitação permanente dos profissionais envolvidos no controle do câncer de mama. (AU)
Responsable: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde
BR6.1, B413c; 610.73


  6 / 3151 LILACS  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-882222
Autor: Beker, Karine Kyomi; Feliciano, Adriana Barbieri; Machado, Maria Lúcia Teixeira.
Título: Atuação como apoiadores em saúde: reflexões sobre a formação na residência multiprofissional / Acting as health supporters: reflections about graduation in multidisciplinary residence / Actuación como apoyadores en salud: pensamientos sobre la formación en la residencia multiprofesional
Fuente: Tempus (Brasília);10(4):151-169, out.-dez. 2016.
Idioma: pt.
Resumen: O estudo objetivou compreender as interfaces entre a atuação como apoiadores e a formação vivenciada na residência. Os cenários de aprendizagem, bem como as ferramentas da educação permanente, favorecem a formação de trabalhadores aptos às ações coletivas, apresentando elementos potencializadores para ambos os apoios. O projeto político pedagógico e o arranjo organizacional da residência foram elaborados de forma a favorecer o aprendizado sobre o apoio matricial. O mesmo não ocorre com relação ao apoio institucional, para o qual algumas lacunas devem ser analisadas. Discute-se a importância da aproximação entre a instituição formadora e a rede de saúde, proporcionando um aprendizado complementar entre a prática e a teoria, favorecendo a formação de trabalhadores ao Sistema Único de Saúde. Pode-se afirmar que há interface entre a formação na residência e a prática de ambos os apoios, com melhor embasamento do apoio matricial.

The study aimed to understand the interfaces between their action as supporters and their experiences during the residency. Learning scenarios as well as the tools of continue learning process create a favorable scenario for the development of workers devoted to collective action, showing synergy from both support elements. The political pedagogical project and the organizational arrangement of the residence were drawn up in order to promote learning about the matrix support. The same does not occur with the institutional support, for which some gaps should be analyzed. It discusses the importance of the close relation between the educational institution and the health system network, providing a complementary learning between practice and theory, favoring the formation of workers for the Health System. It is possible to affirm that there is an interface between training in residence and the practice, with better basis of matrix support.

El estudio tuvo como objetivo comprender las interfaces entre los partidarios y el rendimiento que experimentó en la residencia. Los escenarios de aprendizaje, así como las herramientas de educación permanente, contribuyen a la formación de trabajadores aptos para la acción colectiva, con dosis de refuerzo para ambos elementos de apoyo. El proyecto pedagógico político y la disposición de la organización de la residencia se han elaborado con el fin de promover el aprendizaje sobre el soporte de la matriz. No sucede lo mismo en relación al apoyo institucional, en la cual se deben analizar algunas lagunas. Se discute la importancia del acercamiento entre la institución educativa y la red de salud, proporcionando un aprendizaje complementario entre la práctica y la teoría, lo que favorece la formación de trabajadores del sistema de salud. Podría argumentarse que no hay interfaz entre la formación en residencia y la práctica de los dos soportes, con una mejor base de apoyo de la matriz.
Responsable: BR246.1 - Biblioteca Professor Eleutério Rodriguez Neto


  7 / 3151 LILACS  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-881511
Autor: Souza, Neila Paula de.
Título: Infecção pelo vírus da hepatite C: conhecimento dos acadêmicos de odontologia e dos pacientes infectados / Infection with hepatitis C: knowledge of dentistry's students and infected patients.
Fuente: Araçatuba; s.n; 2016. 58 p. tab.
Idioma: pt.
Tesis: Presentada en Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho". Faculdade de Odontologia de Araçatuba para obtención del grado de Doutor.
Resumen: A infecção pelo vírus da hepatite (HCV) é um grave problema mundial de saúde pública. Os graduandos do curso de Odontologia apresentam alto risco de exposição à infecção pelo vírus por meio de lesões percutâneas ocupacionais e exposição dos olhos, vias de infecção já estabelecida na literatura científica. Estudos têm apontado o potencial de transmissão do HCV por vias não parentais, tal como por meio do compartilhamento de objetos contaminados, como as escovas de dente. Assim, toda a população e, principalmente, os indivíduos infectados devem ter conhecimento sobre a infecção viral e precisam executar os cuidados com as escovas de dente, com o propósito de prevenir a transmissão do patógeno. Por essas razões, o objetivo deste estudo foi avaliar o conhecimento sobre a infecção entre os graduandos do curso de Odontologia e suas atitudes frente aos pacientes infectados; e investigar o conhecimento sobre a transmissão viral entre os indivíduos infectados e as atitudes em relação aos cuidados com as escovas de dente. Para avaliar o conhecimento sobre a infecção pelo HCV entre os estudantes e suas atitudes frente aos pacientes infectados foi realizado um estudo transversal com 340 indivíduos de duas universidades públicas. Utilizouse um instrumento contendo informações sobre: características sociodemográficas, conhecimento sobre o HCV e atitudes frente aos pacientes infectados. Os procedimentos de estatística descritiva e os testes: exato de Fisher, t de Student, U de Mann-Whitney e regressão logística múltipla (RLM) foram realizados (p <0,05 foi considerado significativo). Com o propósito de investigar o conhecimento sobre a transmissão viral dos pacientes, realizou-se um estudo com 112 indivíduos infectados pelo HCV de uma cidade do noroeste do estado de Minas Gerais. Os dados foram coletados por meio de um questionário composto por perguntas sobre: dados sociodemográficos, conhecimento da transmissão do HCV e atitudes em relação aos cuidados com escovas de dente. As variáveis foram expressas como frequências, porcentagens, médias e desvios-padrão. A análise estatística incluiu os testes: Qui-quadrado, exato de Fisher e estimação de máxima verossimilhança (p <0,05 foi considerado significativo). Os resultados demonstraram que 46% dos graduandos não tinham alto nível de conhecimento e 97,7% deles demonstraram atitudes positivas. Já em relação aos pacientes infectados com o HCV, os resultados demonstraram que 46% dos indivíduos não tinham bom nível de conhecimento sobre a transmissão do HCV, 43,5% não identificaram a transmissão do vírus por meio de escovas de dente e 80% não acreditavam na transmissão do HCV pela saliva. Em relação aos cuidados com as escovas de dente, 35,3% apresentaram atitudes inadequadas em relação aos cuidados com as escovas de dente. Conclui-se que os estudantes de Odontologia e os pacientes demonstraram um conhecimento insatisfatório sobre a infecção pelo HCV, foram observadas algumas lacunas, sugerindo a importância da educação continuada sobre a infecção pelo vírus nessas populações, a fim de prevenir a transmissão da hepatite C, bem como reduzir a discriminação e o preconceito contra pacientes que apresentam a doença(AU)

Hepatitis C virus (HCV) infection is a worldwide health problem. Dental students are at high risk of exposure to infection with HCV through occupational percutaneous injuries and eye exposure, infection routes established in the scientific literature. Some studies have pointed the potential of transmission by sharing infected instruments, like toothbrushes. Thus, the population and mostly infected patients must be made aware of the infection and execute care with toothbrushes, in order to prevent transmission of the pathogen. Thus, the aim of this study was to evaluate the knowledge about HCV infection amongst dental students and their attitudes towards patients infected with HCV and, to investigate the knowledge about viral transmission among HCV infected individuals and attitudes regarding toothbrush care. In order to evaluate the knowledge about HCV infection and their attitudes amongst dental students, a cross-sectional survey was conducted amongst 340 Brazilian dental students from two public universities using an instrument containing information regarding demographic characteristics, knowledge of HCV and attitudes towards patients with HCV infection. Descriptive statistics, Fisher's exact test, Student's t-tests, Mann­Whitney U-test and multiple logistic regression (MLR) were carried out (P < 0.05 was considered significant). For purposes of to investigate the knowledge about viral transmission among HCV infected individuals, a cross-sectional study was conducted among 112 HCV-infected individuals from Uberlandia City, Minas Gerais State (Southeast Brazil). Data were collected through a questionnaire containing demographic data, questions about knowledge of HCV transmission and, attitudes regarding toothbrush care. Variables were expressed as frequencies, percentages, means, and standard deviations. The statistical analysis included Chi-square test, Exact Fisher's test and Maximum Likelihood Estimation (p < 0.05 was considered significant). Forty six percent of participants had low knowledge level, 97.7% demonstrated positive attitudes. Regarding HCV infected patients, 46% showed poor Knowledge level of HCV transmission; 43.5% percent did not identify HCV transmission through toothbrushes, 80% did not believe in HCV transmission by saliva and, 35.3% had inappropriate attitudes towards care with toothbrushes. In conclusion, dental students and HCV infected patients demonstrated an unsatisfactory knowledge of HCV infection, some gaps were observed, suggesting the importance of continuous education about HCV in this population in order to prevent HCV infection as well as discrimination and prejudice towards patients with hepatitis C(AU)
Responsable: BR186.1 - Biblioteca Honório Monteiro
BR186.1


  8 / 3151 LILACS  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-881293
Autor: Melo, Andrisa; Barbosa, Tatiane Muniz.
Título: Atuação do Núcleo de Apoio à Saúde da Família: o entendimento de profissionais da estratégia de saúde da família de um município catarinense / Activities of the family health support core: the understanding of the family health strategy professionals of a municipality of santa catarina / Actividades del núcleo de apoyo a la salud de la familia: el entendimiento de profesionales de la estrategia de salud de la familia de un municipio catarinense
Fuente: Tempus (Brasília);11(2):25-39, abr.-jun. 2017.
Idioma: en; pt.
Resumen: A pesquisa teve como objetivo investigar o entendimento de profissionais da Estratégia em Saúde da Família (ESF) sobre a atuação do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF). Configurou-se como um estudo qualitativo descritivo, realizado em um município da região serrana de Santa Catarina, em 2 unidades de saúde da família. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com 12 profissionais com formação em nível superior (medicina, odontologia e enfermagem), das quatro equipes de ESF, pertencentes às 2 Unidades de Saúde da Família. Os dados coletados foram tratados por meio da análise de conteúdo, decompondo-se as falas e construindo categorias temáticas, por meio da semelhança dos conteúdos. Percebeu-se que os profissionais entendem a atuação do NASF afastada das práticas realizadas pelos profissionais da ESF, resultando no trabalho em equipe como algo desafiador para as equipes multiprofissionais. Observou-se que as práticas em saúde se mostram fragmentadas e restritas à prática clínica, dificultando o cuidado integral. Entretanto, a atuação do NASF se mostra relevante para a transformação dos processos e das práticas de trabalho nos serviços de saúde.

The current research aimed to investigate the level of understanding of the Family Health Strategy (ESF) professionals on the activities of the Family Health Support Core (NASF). Set up as a descriptive qualitative study, it was conducted in a municipality of the highland region of Santa Catarina, in 2 family health units. Semi-structured interviews were conducted with 12 professionals with superior education degrees (medicine, dentistry and nursing), of the four teams of ESF, belonging to the 2 family health units. Collected data was subjected to content analysis, decomposing the interviews and constructing thematic categories through content likeness. It transpired that professionals understand the activities of the NASF as being separate and apart from the practices that they carry out in the ESF, resulting in challenges to achieve teamwork in multiprofessional teams. Health practices were deemed fragmented and restricted to the clinical practice, hindering integral care. However, the NASF's activities are shown to be relevant to processes and work practice transformations in the health services.

La investigación tuvo como objetivo averiguar el nivel de entendimiento de profesionales de la Estrategia de Salud Familiar (ESF) acerca de las actividades del Núcleo de Apoyo a la Salud de la Familia (NASF). Configurado como un estudio descriptivo cualitativo, se llevó a cabo en un municipio de la región serrana de Santa Catarina, en 2 unidades de salud de la familia. Se realizaron entrevistas semi-estructuradas con 12 profesionales con formación de nivel superior (medicina, odontología y enfermería), de los cuatro equipos de ESF, pertenecientes a las 2 unidades de salud de la familia. Los datos obtenidos fueron tratados mediante análisis de contenido, descomponiendo las entrevistas y construyendo categorías temáticas a través de semejanza de contenidos. Se observó que los profesionales entienden las acciones de la NASF como distanciadas de las prácticas realizadas por profesionales de la ESF, dando como resultado dificultades para conciliar el trabajo en equipo en los equipos multiprofesionales. Se observó fragmentación en las prácticas de salud, que parecen estar restringidas a la práctica clínica, lo que dificulta la atención integral. Sin embargo, las acciones de la NASF muestran relevancia en los procesos de transformación y en las prácticas de trabajo en los servicios de salud.
Responsable: BR246.1 - Biblioteca Professor Eleutério Rodriguez Neto


  9 / 3151 LILACS  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-881262
Autor: Pacagnelli, Francis Lopes; Freire, Ana Paula Coelho Figueira; Muchiut, Andressa Pereira do Lago; Costa Junior, Paulo; Digiovani, Renata Augusta Beloni; Romanholi, Mariana Palma; Vanderlei, Luiz Carlos Marques; de Freitas, Carlos Eduardo Assumpção; Cecílio, Michel Jorge; Cavalcante, Margaret Assad.
Título: Perfil de atividade física e doenças cardiovasculares em moradores de bairros periféricos de Presidente Prudente (SP) / Profile of physical activity and cardiovascular diseases in residents of peripheral neighborhoods in Presidente Prudente (SP)
Fuente: Rev. bras. hipertens;22(2):48-52, abr.-jun.2015.
Idioma: pt.
Resumen: Fundamentos: A inatividade física é um dos principais fatores de risco para surgimento de doenças cardiovasculares (DCV). Os benefícios da atividade física regular são alcançados quando executado respeitando normas adequadas de prescrição. Objetivo: Verificar o perfil de moradores de bairros periféricos da cidade de Presidente Prudente estado de São Paulo, enfatizando quesitos relacionados à prática de atividade física e presença de DCV. Materiais e Métodos: Participaram deste estudo 449 indivíduos que procuraram serviços multiprofissionais de atendimento à comunidade em mutirões de saúde. Os dados foram coletados por meio de um questionário elaborado pela própria equipe de profissionais que organizaram os mutirões de saúde que abordava: presença de DCV no entrevistado e em familiares e questões a respeito da realização de atividade física regular. Resultados: 43% dos entrevistados praticaram atividade física, sendo a modalidade física mais relatada a caminhada. Dos entrevistados 67% possuem histórico familiar de antecedentes cardiovasculares e 48% possuem alguma DCV instalada, sendo a mais prevalente a Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS). Conclusão: Muitos indivíduos que relataram ser fisicamente ativos realizam atividade física de maneira inadequada e sem acompanhamento de profissionais especializados. A realização de atividade física de forma inadequada pode repercutir em riscos cardiovasculares principalmente no que se refere a indivíduos hipertensos.

Background: Physical inactivity is a major risk factor for the incidence of Cardiovascular Diseases (CVDs). The benefits of practicing physical activities regularly are achieved when executed respecting appropriate prescription guidelines. Objective: To verify the profile of residents of the outskirts in the city of Presidente Prudente, in the state of São Paulo, emphasizing items related to physical activity and the presence of CVDs. Materials and Methods: Theparticipants were composed of 449individuals who sought multidisciplinary care services offered to the community in joint efforts for health. Datawere collected through a questionnaire prepared by the team of professionals who organized health task forces that addressed: the presence of CVDs in interviewees and their family members and questions about the accomplishment of regular physical activities. Results: 43% of the respondents practiced physical activities, of which most of them reported to do jogging. Of the respondents, 67% have a family history of cardiovascular antecedents and 48% have one CVD, being the most prevalent Systemic Arterial Hypertension. Conclusion: Many individuals who reported being physically active perform physical activities improperly and without the support of specialized professionals. The improper practice of physical activities may lead to cardiovascular risks, mainly in regard to hypertensive individuals.
Responsable: BR1066 - DHA - Departamento de Hipertensão Arterial


  10 / 3151 LILACS  
              first record previous record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-880965
Autor: Freitas, George Borja de; Silva, Alessandra de Freitas e; Lopes, Gustavo Tadeu Rocha; Manhães Jr, Luiz Roberto Coutinho; Bernardon, Paula.
Título: Conhecimento dos cirurgiões-dentistas sobre o uso de bifosfonatos e sua repercussão no tratamento no programa de atenção básica em Patos (PB) / Dentists knowledge about the use of bisphosphonates and its repercussion on dental treatment in the basic care program in Patos (PB)
Fuente: ImplantNewsPerio;2(6):1061-1068, nov.-dez. 2017. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumen: Objetivo: avaliar o grau de conhecimento dos cirurgiões-dentistas que atuam na atenção básica do município de Patos (PB) sobre os bifosfonatos e sua repercussão no tratamento odontológico. Material e métodos: neste estudo observacional transversal, 34 cirurgiões-dentistas responderam ao questionário sobre conhecimentos gerais dessa medicação. Resultados: os resultados do estudo evidenciaram um baixo conhecimento acerca dos bifosfonatos (52,9%). De modo geral, o estudo apontou o desconhecimento acerca da droga e sua repercussão no tratamento odontológico pelos cirurgiões-dentistas do município de estudo. Conclusão: é necessária a aquisição de conhecimentos por parte dos profi ssionais da Odontologia em relação a esses fármacos, a fi m de oferecerem aos seus pacientes um tratamento mais amplo e completo, com todas as informações e alternativas necessárias

Objective: to evaluate the degree of dental surgeons knowledge who work in the basic care of the municipality of Patos (PB) on bisphosphonates and its repercussion in dental treatment. Material and methods: in this cross-sectional observational study, 34 dental surgeons answered the questionnaire about the general knowledge of this medication. Results: the results of the study showed low knowledge about bisphosphonates (52.9%). In general, the study pointed out the unknowledge about the drug and its repercussion on dental treatment by the dental surgeons of the study municipality. Conclusion: it is necessary to acquire knowledge from dental professionals in relation to these drugs, so that they can offer their patients a wider and complete treatment, with all the necessary information and alternatives.
Responsable: BR510.1 - Biblioteca Setorial da Clínica Odontológica



página 1 de 316 va a la página                         
   


Refinar la búsqueda
  Base de datos : Formulario avanzado   

    Buscar en el campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPS/OMS - Centro Latinoamericano y del Caribe de Información en Ciencias de la Salud