Base de datos : LILACS
Búsqueda : F01.100.150.500 [Categoria DeCS]
Referencias encontradas : 3076 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   en el formato [Largo]

página 1 de 308 va a la página                         

  1 / 3076 LILACS  
              next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Cavalcanti, Alessandro Leite
Texto completo
Id: biblio-874241
Autor: Granville-Garcia, Ana Flávia; Fernandes, Lígia Virgínio; Farias, Thiago Serpa Simões de; D'Avila, Sérgio; Cavalcanti, Alessandro Leite; Menezes, Valdenice Aparecida.
Título: Adolescents' knowledge of oral health: A population-based study / Conhecimento do adolescente em relação a saúde bucal: Um estudo de base populacional
Fuente: Rev. odonto ciênc;25(4):361-366, oct.-dec. 2010. tab.
Idioma: en.
Resumen: Purpose: To evaluate the knowledge on oral health of 10-19 year-old adolescents from the city of Campina Grande, PB, in the Northeast region of Brazil. Methods: A cross-sectional study was conducted with a random sample of 679 adolescents attending public schools in Campina Grande, PB, Brazil. Data were collected using a semi-structured questionnaire and analyzed with Chi-square and Fischer´s exact tests. Results: Most information received by the participants concerned dental diseases (81%, P=0.026), and the dentist (66%, P=0.475) was the most frequently cited source. Approximately half of the subjects brushed their teeth 3 to 4 times a day (50%, P=0.039). A total of 77% (P=0.037) had received information on how to brush their teeth and 46% (P=0.143) on what type of brush should be used; 51% (P<0.01) affirmed to use dental floss and 49% (P=0.201) had received information on how to use it. Most adolescents visited the dentist during the previous year (57%, P=0.312), and prevention was the most frequent reason (50%, P=0.115). Gender was significantly associated with some variables, especially those of behavioral nature. Conclusion: The findings of this survey demonstrate the importance of health strategies to positively influence adolescents who may serve as health multipliers.

Objetivo: Verificar o conhecimento do adolescente de 10 a 19 anos de escolas públicas de Campina Grande, PB, em relação à saúde bucal. Método: Foi realizado um estudo transversal com amostra probabilística de 679 adolescentes de escolas públicas de Campina Grande, PB. A coleta de dados foi feita por meio de questionário semiestruturado. Os dados foram estatisticamente analisados por testes Qui-Quadrado e Exato de Fischer, ao nível de significância de 5%. Resultados: A maioria recebeu informação sobre as doenças bucais (88%, P=0,026), sendo o cirurgião-dentista (66%, P=0,475) a fonte mais citada. Aproximadamente metade escovavam os dentes de 3 a 4 vezes por dia (50,1%, P=0,039). Um percentual de 77% (P=0,037) recebeu informação sobre como escovar os dentes e 46% (P=0,143) sobre qual o tipo de escova que se deve usar; 51% (P<0,01) utiliza o fio dental e 49% (P=0,201) recebeu informações de como usá-lo. A maioria visitou o cirurgião-dentista no último ano (57%, P=0,312) e a prevenção foi o motivo mais frequente (50%, P=0,115). O gênero apresentou associação significativa com algumas variáveis analisadas, em especial as comportamentais. Conclusão: Estudos desta natureza embasam estratégias de saúde na tentativa de influenciar positivamente os adolescentes que atuarão em última análise como agentes multiplicadores de saúde.
Responsable: BR97.1 - Serviço de Documentação Odontológica


  2 / 3076 LILACS  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-874175
Autor: Carvalho, Matheus Furtado de; Marlière, Daniel Amaral Alves; D'Addazio, Paulo Sergio dos Santos; Chaves, Maria das Graças Afonso Miranda; Assis, Neuza Maria Souza Picorelli.
Título: Nível de informação e conduta terapêutica dos acadêmicos e cirurgiões-dentistas sobre corticosteróides / Level of information and therapeutic behavior of students and dentists about corticosteroids
Fuente: Odontol. clín.-cient;9(3):229-234, jul.-set. 2010. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumen: Objetivo: avaliar o atual estágio de informação técnico-científica sobre farmacologia e terapêutica dos corticosteroides de acadêmicos e cirurgiões-dentistas da UFJF. Métodos: estudo de delineamento transversal, 60 participantes responderam a um questionário em que foram analisados os seguintes aspectos: média de prescrição de corticosteroides durante o período de 15 dias, indicações, vantagens quanto ao efeito, contraindicações e efeitos adversos dos corticosteroides, análise da conduta terapêutica de um caso clínico de exodontia de terceiro molar, no qual se poderia aplicar o uso de corticosteroides. Foram utilizadas técnicas de estatísitica descritiva e inferencial. Resultados: 21,6% dos particopantes utilizaram corticosteróides nesse período, o que representou 11,5% das prescrições de medicamentos. Quanto ao nível de informação, os resultados demonstram que os pesquisados sabem as indicações e os efeitos vantajosos desses medicamentos, mas há carência de conhecimentos teóricos quanto às contraindicações e aos efeitos indesejáveis. Cerca de 78% da amostra responderam ao caso clínico adequadamente, mas há restrição dos participantes em aplicar terapia com corticosteroides.Conclusão: a limitação dos participantes evidencia a necessidade de aprimoramento dos conhecimentos de estudantes e profissionais sobre o uso racional desses medicamentos.

Evaluate the degree of technical-scientific information on pharmacology and therapy of corticosteroids in students and dentists. Cross-sectional study, 60 participants answered a questionnaire, and some of the topics verified were: average for the prescription of corticosteroids during the 15 days, indications, advantages of the effect, contra-indications and adverse effects of corticosteroids, and behavior pattern prescription in a clinical case ofl mandibular third molar's removal,which could apply the use of corticosteroids. Techniques of descriptive and inferential statistics were used. It was found that only 21.6% of participants used corticosteroids during that period, which represented only 11.5% of prescreption for medicines. On the level of information, the results show that the participants know the indications and beneficial effects of these drugs, but lack of knowledge about contra-indications and undesirable effects. Approximately 78% of the sample responded properly to the case, but there was restriction of the participants to apply therapy with corticosteroids. It was observed that there is a clear need of improving the knowledge for appropriating use of these drugs in dentistry.
Responsable: BR310.1 - Biblioteca Professor Guilherme Simões Gomes


  3 / 3076 LILACS  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Menezes, Valdenice Aparecida de
Texto completo
Id: biblio-874078
Autor: Menezes, Valdenice Aparecida de; Lorena, Rachel Pollyana Falcão; Rocha, Liliane Cristina Barbosa; Leite, Angéllica Falcão; Ferreira, Jainara Maria Soares; Graville-Garcia, Ana Flavia.
Título: Oral hygiene practices, dental service use and oral health self-perception of schoolchildren from a rural zone in the Brazilian Northeast region / Práticas de higiene bucal, uso de serviço odontológico e autopercepção de saúde bucal de escolares da zona rural de Caruaru, PE, Brasil
Fuente: Rev. odonto ciênc;25(1):25-31, jan.-mar. 2010. tab.
Idioma: en.
Resumen: Purpose: To evaluate the oral hygiene practices, use of dental services and self-perception of oral health of school children from the rural areas of the city of Caruaru, PE, in the Northeast region of Brazil. Methods: An exploratory cross-sectional study was carried out using interviews with structured questionnaires aimed at students aged between 6 and 12 years (n=150). Demographic and socio-economic data on oral hygiene practices, the use of dental services and self-perception of oral health were collected and analyzed using descriptive and inferential statistics (chi-square and Fisher's exact tests). Results: Most of the students cleaned their teeth (82.0%) with toothpaste (98.0%), a toothbrush available at the market (93.2%) and dental floss (26.4%). All students (150) had a toothbrush, the majority (86.7%) for individual use, and performed three or more daily brushings (56.4%). A significant portion had visited the dentist (72.7%) due to the need for treatment (57.8%) and toothache (33.0%). Among those who had never been to the dentist, fear (36.6%) was the main reason. The majority (56.0%) considered their teeth to be in good condition. Conclusion: Despite the low socio-economic status of the evaluated population, changes in oral hygiene practices and the demand for dental care were observed.

Objetivo: Avaliar as práticas de higiene bucal, o uso de serviços odontológico e a autopercepção de saúde bucal de escolares da zona rural de Caruaru, PE, Brasil. Metodologia: Através de estudo transversal exploratório usando entrevistas com formulário estruturado dirigidas a escolares na faixa etária de seis a 12 anos (n=150), foram coletados dados demográficos e sócio-econômicos relativos as práticas de higiene bucal, uso de serviços odontológico e autopercepção de saúde bucal, analisados por meio de estatística descritiva e inferencial (Qui-quadrado e Exato de Fisher). Resultados: A maioria dos escolares limpava os dentes (82,0%) com dentifrício (98,0%), escova dentária disponível no mercado (93,2%) e fio dental (26,4%). Todos os escolares (150) tinham escova, a maioria (86,7%) de uso individual, e realizavam três ou mais escovações diárias (56,4%). Uma parcela significativa visitou o dentista (72,7%) devido à necessidade de tratamento (57,8%) e de dor de dente (33,0%). Dentre os que nunca foram ao dentista, o medo (36,6%) foi o principal motivo. A maioria (56,0%) avaliou que os seus dentes estão em bom estado. Conclusão: A maior parte dos escolares possuía boas práticas de higiene bucal, já fez uso do serviço odontológico para necessidades curativas e relatou boa percepção sobre sua saúde bucal.
Responsable: BR97.1 - Serviço de Documentação Odontológica


  4 / 3076 LILACS  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-873940
Autor: Fófano, Cristiane de Souza Neves; Mialhe, Fábio Luiz; Silva, Renato Pereira da; Brum, Sileno Corrêa.
Título: Conhecimentos, atitudes e práticas maternas em relação ao uso da chupeta / Maternal knowledge, attitudes and practices relative to the use of pacifiers
Fuente: Pesqui. bras. odontopediatria clín. integr;9(1):119-123, jan.-abr. 2009.
Idioma: pt.
Resumen: Objetivo: Avaliar os conhecimentos, atitudes e práticas materna sem relação ao uso da chupeta de crianças na faixa etária entre 0 a 48 meses do município de Paracambi (RJ).Método: A amostra foi constituída por 120 mães, constituindo10% da população-alvo cadastrada nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). Um único pesquisador aplicou um questionário semi estruturado às mães contendo dez questões sobre a oferta e conhecimentos dos responsáveis sobre a chupeta e o perfil psicossocial da criança. Resultados: Em relação ao tipo de aleitamento, não foi verificada correlação entre o tipo de aleitamento e o grau de instrução dos responsáveis. Contudo, 45,8% realizavam o aleitamento utilizando o leite materno com complemento de mamadeira, 33,6% somente leite materno e 21,5% somente mamadeira. Verificou-se que 84,2%das crianças utilizavam chupeta, apesar de 37,5% dos responsáveis acreditarem que a chupeta não deveria ser ofertada, e 65% delas receberam a primeira oferta pela própria mãe, com o objetivo de acalmá-las. A maioria das crianças (61,6%) recebeu a primeira chupeta quando ainda eram recém-nascidas, 19,2%recebeu antes de completar o seu primeiro ano de vida e 5%recebeu entre o segundo e o quarto ano de vida. A maioria dos entrevistados (69,2%) já recebeu algum tipo de orientação profissional quanto ao uso deste objeto e o médico foi citado como o profissional que mais transmitiu essas informações (47,0%),seguido do dentista (38,6%). Os outros 14,4% receberam informações por meio de jornais e revistas. Conclusão: A chupeta é um objeto comumente utilizado pelos responsáveis, influenciado por um forte caráter cultural.

Objective: To evaluate the maternal knowledge, attitudes and practices relative to the use of pacifiers in children aged 0 to 48 months, in the city of Paracambi, RJ, Brazil. Method: The sample comprised 120 mothers, which correspondsto 10% of the target population registered at the Basic Health Units(BHU) of the city. A single researcher applied to the mothers a semi structured questionnaire with 10 questions referring to the offeringof pacifiers, parental knowledge of pacifiers and children's psychosocial profile. Results: As regards feeding, no correlation was found betweenthe feeding modality and the parental schooling. Nevertheless, 45.8% used breast feeding complemented with bottle feeding, 33.6% usedonly breast feeding and 21.5% used only bottle feeding. It was observed that 84.2% of the children used pacifiers, although 37.5%of the parents believed that pacifiers should not be offered to thechildren and 65% of them had been offered their first pacifies bytheir own mothers. Most children (61.6%) started using pacifiersas newborns, 19.2% before the 1st year of life and 5% betweenthe 2nd and 4th year of life. Most interviewees (69.2%) had alreadyreceived some kind of professional guidance on the use of pacifiersand the physician (47.0%) was the most frequently cited professional that gave instructions followed by the dentist (38.6%).The other 14.4% of the subjects got information from newspapers and magazines. Conclusion: The pacifier is commonly offered to young children by parents and caregivers and its use is influenced by a strong cultural nature.
Responsable: BR1264.1 - Biblioteca Setorial Prof Alberto M Campos


  5 / 3076 LILACS  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-873771
Autor: Silva, Ricardo Henrique Alves da; Peres, Arsenio Sales.
Título: Conhecimento da atividade ilícita profissional em Odontologia: abordagem de estudantes e Magistrados do município de Bauru - SP / Knowledge of illicit profissional activity in dentistry: analysis of students and Judges in Bauru - SP
Fuente: J. Health Sci. Inst = Rev. Inst. Ciênc. Saúde;25(3):297-305, jul.-set. 2007.
Idioma: pt.
Resumen: Introdução - A atividade ilícita profissional ainda constitui uma preocupação na área odontológica, sendo observada de diversas formas na sociedade. O presente trabalho justifica-se por proporcionar à Odontologia e ao Direito, bem como à comunidade em geral, uma melhor visão deste problema, permitindo um melhor posicionamento das autoridades pertinentes. Material e Método - Desta maneira, o estudo teve como objetivo realizar uma análise do conhecimento de acadêmicos e uma consulta aos Magistrados, sobre a atividade ilícita profissional. Resultados - Observou-se um conhecimento superficial da inter-relação entre as situações do cotidiano e a deontologia específica por parte de acadêmicos, diferentemente dos Magistrados que apresentaram um bom nível de conhecimento. Conclusão - Conclui-se que há necessidade de uma maior ênfase aos aspectos da atividade ilícita em Odontologia, seja no ensino da graduação ou pós-graduação, bem como uma melhor regulamentação pelas autoridades pertinentes
Responsable: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  6 / 3076 LILACS  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-873643
Autor: Scavuzzi, Ana Isabel Fonseca; Nogueira, Priscila Moreno; Laporte, Marly Elaine; Castro Alves, Alessandra.
Título: Avaliação dos Conhecimentos e Práticas em Saúde Bucal deGestantes Atendidas no Setor Público e Privado, em Feira deSantana, Bahia, Brasil / Evaluation of Oral Health Knowledge and Practices of Pregnant Women
Fuente: Pesqui. bras. odontopediatria clín. integr;8(1):39-45, jan.-jun. 2008. tab.
Idioma: pt.
Resumen: Objetivo: Investigar conhecimentos e práticas em saúde bucal emgestantes do município de Feira de Santana/BA.Método: A amostra foi composta por 220 gestantes, das quais50 por cento realizavam o pré-natal no setor público e 50 por cento no setorprivado. Como instrumento de pesquisa foi utilizado um formuláriocom perguntas abertas e fechadas, a fim de se verificar dadospessoais, características socioeconômicas, conhecimentos epráticas da gestante com relação à própria saúde bucal questionário.A técnica de aplicação foi na forma de entrevista estruturada. Aanálise estatística foi feita através de distribuição de freqüências,obtenção de médias e desvio padrão, distribuições absolutas epercentuais e o nível de significância 5,0 por cento.Resultados: Um percentual de 51,4 por cento das gestantes tanto narede pública como na particular, conheciam a doença cárie dentária;gestantes do setor particular apresentaram característicassocioeconômicas melhoradas, o nível de conhecimento acerca desaúde bucal foi semelhante ao do setor público; relato de sintomascomo dor de dente e sangramento gengival, e a associação destesà gravidez, esteve presente nos dois grupos; 81,4 por cento da amostranão recebeu orientações sobre cuidados com a própria saúdebucal e a do filho que vai nascer; sendo evidente a disposição dogrupo em adquirir novos conhecimentos, para melhoria das suaspróprias condições de saúde bucal e a dos seus filhos.Conclusão: As gestantes apresentaram carência de informaçõesacerca da etiologia dos problemas bucais, métodos de prevençãoe possibilidade de tratamento odontológico durante a gravidez. Éde extrema importância observar a necessidade de um programade atenção odontológica que priorize as gestantes, já que o períodogestacional torna a mulher mais receptiva a adquirir novos hábitosque refletirão na promoção de saúde bucal de seus filhos.
Responsable: BR1264.1 - Biblioteca Setorial Prof Alberto M Campos


  7 / 3076 LILACS  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-873149
Autor: Coleta, Karina Eiras Dela; Pereira Neto, João Sarmento; Magnani, Maria Beatriz Borges de; Nouer, Darcy Flávio.
Título: The role of pediatrician in promoting oral health
Fuente: Braz. j. oral sci;4(15):904-910, Oct.-Dec. 2005. tab, graf.
Idioma: en.
Resumen: Many problems in the oral cavity that are common in childhood can be prevented with pediatrician guidance. Due to the strict relationship between the pediatrician and child parents, the objective of this study was to evaluate pediatrician knowledge about promoting oral health, correlating this information with the professional profile. For this, issues about fluoride application, oral habits and their consequences, diet and its relation with oral health, teething development, caries control, oral hygiene and forwarding to dentist were covered. Fiftyone pediatricians that do clinical care in two different cities of São Paulo State were evaluated. In 78.3% of the cases, a regular (10 or 11 correct answers) to appropriate (12 or more correct answers) knowledge level on oral health was verified. Although the results are positive, most pediatricians do not have some important information such as breast milk cariogenicity, when teeth formation starts and the appropriate age to remove a non-nutritive sucking habit. Based on the resulting data, we conclude that pediatricians' knowledge about oral health can and must be improved, provided that there is more integration with dentistry area, especially when doctors are still in Graduation or Post-graduation
Responsable: BR218.1 - Biblioteca Carlos Henrique Robertson Liberalli


  8 / 3076 LILACS  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-873004
Autor: Pinheiro, Helder Henrique Costa; Cardoso, Débora Gomes; Araújo, Marizeli Viana de Aragão; Araújo, Izamir Carnevali de.
Título: Avaliação do nível de conhecimento sobre saúde bucal dos professores da Creche Sorena, Belém, Pará / Knowledge level evaluation about oral health of Sorena day-care center's teachers, Belém, Pará
Fuente: J. Health Sci. Inst = Rev. Inst. Ciênc. Saúde;23(4):297-303, out.-dez. 2005. ilus, graf.
Idioma: pt.
Resumen: Introdução - Este estudo teve o objetivo de avaliar o nível de conhecimento dos professores da Creche Sorena sobre saúde bucal e que condutas tomariam frente aos problemas odontológicos que poderiam acometer seus alunos. Métodos - Foi utilizado um questionário com 25 perguntas, aplicado a 14 professores do sexo feminino da Creche Sorena que participaram do processo de implantação do Projeto Atenção Integral em Saúde Bucal, durante o mês de março de 2003. Trata-se de uma pesquisa qualitativa do tipo descritiva. Para a tabulação e análise dos dados foi utilizado o software Epi Info 604, com nível de significância de 5% (p<0,05). Resultados - O nível de conhecimentos dos professores sobre cárie dentária foi baixo, pois apesar de 86% terem afirmado conhecer a etiologia da cárie, quando solicitado que definissem a etiologia da cárie as respostas foram incorretas. Dos mestres, 71% não faziam atividades sobre saúde bucal com seus alunos e 88,23% orientavam escovações das crianças mesmo não tendo conhecimentos de como fazê-la. Conclusões - Os professores necessitavam de maiores esclarecimentos e orientações para a prevenção e controle da cárie, para poderem participar do projeto como promotores de saúde capazes de motivar hábitos adequados de higiene bucal nas crianças da creche.
Responsable: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  9 / 3076 LILACS  
              first record previous record next record last record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-871507
Autor: Levites, Marcelo Rozenfeld.
Título: Caracterização do perfil de residentes no enfrentamento das incertezas clínicas relacionadas com o atendimento médico / How do residents in a general hospital in Brazil react to clinical uncertainty?.
Fuente: São Paulo; s.n; 2015. [99] p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tesis: Presentada en Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina para obtención del grado de Doutor.
Resumen: Objetivo: Caracterizar o perfil de percepções e atitudes de médicos residentes frente às diferentes situações geradoras de incertezas na prática assistencial aos pacientes. Método: Estudo descritivo, comparativo e transversal. Amostra não aleatória de 90 residentes da instituição. O estudo foi conduzido entre abril e julho de 2013. Para a avaliação da percepção do enfrentamento da incerteza no cenário clínico foi realizada usando a escala "Physician Reaction's to Uncertainty", após realizados uma tradução transcultural para português do Brasil. A "Physician Reaction's to Uncertainty", contém 15 itens que são respondidos de acordo com a variante de escala de Likert de seis pontos (discorda completamente = 1; concorda plenamente = 6). Avaliamos os residentes de acordo com o gênero; idade, menores de 26 anos e 26 anos ou maiores; residentes de primeiro ano comparados com os segundo e terceiro anos e residentes clínicos comparados com os cirurgiões, ortopedistas e ginecologistas/obstetras. Resultados: As residentes mulheres mais jovens e os com menos tempo de treinamento (residentes do primeiro ano), tiveram uma pior percepção do enfrentamento da incerteza na atuação clínica quando comparados aos homens (p=0,002) aos >= 26 anos (p= 0,001) e com mais tempo de treinamento (p < 0,001). Não houve diferença entre os residentes clínicos comparados com os de ortopedia, cirurgia e ginecologia obstetrícia (p=0,792). Conclusões: Os médicos residentes mais jovens e com menor tempo de prática merecem um uma atenção especial para um melhor enfrentamento da incerteza na atuação clínica. São eles que apresentam as maiores dificuldades com o tema. Atuar junto a professores mais experientes e a inserção da formação humanística e filosófica podem ajudar aos colegas residentes com menos prática na medicina.

Purpose: The aim of this study was to develop a characterization profile of the perceptions and attitudes of resident physicians in a general hospital in São Paulo, Brazil addressing the uncertainties related to the care of patients. Methods: Descriptive, comparative and cross-sectional study conducted from April to July 2013 with a convenience sample of 90 medical residents who completed the Physicians´ Reactions to Uncertainty (PRU) scale and provided demographic variables of gender, age and specialty. Results: Comparing the Physician´s Reaction to Uncertainty score, authors identified a significant difference between age, year of residence and gender. Physicians who were female, less than 26 years old and who were in their first year of residency and had greater clinical uncertainty than men (p=0.002), older residents (p= 0,001), those in their second and third year of residency (p < 0,001). There were no significant differences by medical speciality (p=0,792). Conclusion: Practical experience and age are important factors in clinical uncertainty in residence groups. The longer physicians are in practice, the less uncertainty they will experience. Ways to decrease the anxiety of and reluctance to disclose uncertainty to patient can include: 1) Practice together with experience doctors; 2) Clinical epidemiology; 3) knowledge of philosophy and 4) Humanistic teaching.
Responsable: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação
BR66.1


  10 / 3076 LILACS  
              first record previous record
selecciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-871387
Autor: Hunziker, Carola I.
Título: Conocimiento y aplicación del enfoque de derechos en las prácticas de los profesionales del equipo de salud del servicio de Perinatología del Hospital Misericordia, Córdoba / Knowledge and application of the rights approach in the practice of professional health team Perinatology service of Mercy Hospital, Cordoba.
Fuente: Córdoba; s.n; 2015. 175 p.
Idioma: es.
Tesis: Presentada en Universidad Nacional de Córdoba. Facultad de Ciencias Médicas. Secretaría de Graduados en Ciencias de la Salud para obtención del grado de Maestría.
Responsable: AR32.1 - Biblioteca Prof. Dr. J. M. Allende
AR32.1, H-11 2015; TM



página 1 de 308 va a la página                         
   


Refinar la búsqueda
  Base de datos : Formulario avanzado   

    Buscar en el campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPS/OMS - Centro Latinoamericano y del Caribe de Información en Ciencias de la Salud