Base de dados : LILACS
Pesquisa : Hanseníase
Referências encontradas : 2580 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 258 ir para página                         

  1 / 2580 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-870957
Autor: Alvarenga, Marcia Lanzoni de.
Título: Caracterização da resposta imune in situ nas lesões de hanseníase indeterminada / Characterization of the in situ immune response in indeterminate leprosy.
Fonte: São Paulo; s.n; 2015. [127] p. ilus, map, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A forma indeterminada é a fase inicial da hanseníase, que se caracteriza histologicamente pelo infiltrado inflamatório leve, não granulomatoso, de linfócitos e histiócitos ao redor de vasos, anexos e nervos. No local de entrada do M. leprae, as células apresentadoras de antígeno do tipo células dendríticas são as primeiras a encontrar o bacilo. Este, no interior de células dendríticas, desencadeia a produção local de citocinas e quimiocinas, que resultam em proliferação de linfócitos T helper 1 ou T helper 2, assim definindo uma resposta imune celular ou humoral, respectivamente. As lesões tuberculoides mostram predominância das citocinas de padrão Th1 como IL-2, TNF-alfa, IFN-y, IL-12 e IL-18, enquanto que nas lesões virchowianas predominam citocinas de padrão Th2, como IL-4, IL-5, IL-10 e TGF-beta. Na pele, as principais células dendríticas são células dendríticas mieloides, células de Langerhans e alguns dendrócitos dérmicos. São identificadas respectivamente pela expressão imuno-histoquímica de S100, CD1a e Fator XIIIa. Células de Langerhans e dendrócitos dérmicos Fator XIIIa positivos estão aumentados em quantidade nas lesões tuberculoides quando comparadas com lesões virchowianas. Os objetivos do presente estudo foram: 1) caracterizar a inflamação "in situ" na hanseníase indeterminada através da quantificação das marcações imuno-histoquímicas de: CD57, CD4, CD8, CD1a, S100, FXIIIa, CD68, Foxp3, CD123, IL-1, IL-2r, IL-4, IL-6, IL-8, IL-10, IL-12, IL-18, IFN-, TNF-alfa, TGF-beta, iNOS, granzima B, receptor Toll-like 2/4, e antígeno BCG, 2) comparar o perfil fenotípico e citocínico das lesões na hanseníase indeterminada entre grupos de reação de Mitsuda positiva e negativa, a fim de investigar se existem padrões que possam prever para qual forma a doença evoluiria, e 3) revisar a histopatologia da forma indeterminada através da análise semiquantitativa das alterações vistas à coloração de hematoxilina/eosina. Foram selecionadas 15 lesões de pacientes...

The indeterminate form is the initial stage of leprosy, which is characterized histologically by mild inflammatory infiltrate, non granulomatous, with lymphocytes and histiocytes around vessels, nerves and adnexals. When M. leprae enter the host, antigen-presenting cells of dendritic type are the first cells to find the bacillus. Once inside dendritic cells, the bacillus elicits local production of cytokines and chemokines, which result in proliferation of T lymphocytes helper 1 or T helper 2, thereby defining a cellular or humoral immune response, respectively. The tuberculoid lesions show predominance of Th1 cytokines such as IL-2, TNF-alfa, IFN-y, IL-12 and IL-18, whereas in the lepromatous lesions predominate cytokines of Th2 pattern such as IL-4, IL-5 IL-10 and TGF-beta. In the skin, main dendritic cells are myeloid dendritic cells, Langerhans cells, and some dermal dendrocytes. They are identified respectively by immunohistochemical expression of S100, CD1a and Factor XIIIa. Langerhans cells and dermal dendrocytes Factor XIIIa positive are increased in number in tuberculoid lesions compared with lepromatous lesions. The objectives of this study were: 1) to characterize "in situ" inflammation in indeterminate leprosy through the quantification of immunohistochemical markers: CD57, CD4, CD8, CD1a, S100, FXIIIa, CD68, Foxp3, CD123, IL-1, IL-2r, IL-4, IL-6, IL-8, IL-10, IL-12, IL-18, IFN-y, TNF-alfa, TGF-beta, iNOS, granzyme B, Toll-like receptor 2/4, and BCG antigen, 2) compare the phenotypic and cytokinic profile of indeterminate leprosy lesions between positive and negative Mitsuda reaction groups in order to investigate if there are patterns that can predict which way the disease may evolve, and 3 ) review the histopathology of the indetermate form by semi-quantitative analysis of changes seen in hematoxylin / eosin. Fifteen lesions of patients with indeterminate leprosy were selected. There was used control groups of Factor...
Descritores: Hanseníase Paucibacilar
Células Dendríticas
Células Apresentadoras de Antígenos
Fator VIIIa
CELULAS THTEMEFOS
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação
BR66.1


  2 / 2580 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-870611
Autor: Ferreira, Carlos Tadeu Maraston; Zaio, Helena; Cabral, Geórgia Fernandes; Paula, Gisela Gomes Borges Ranieri de.
Título: Oficina para reavaliação da classificação de incapacidades físicas em hanseníase / Workshop for reassessment of the classification of physical disability due leprosy.
Fonte: São Paulo; SMS; 13 abr. 2016. 2 p. graf.
Idioma: pt.
Conferência: Apresentado em: Congresso de Secretários Municipais da Saúde do Estado de São Paulo, 30, São Paulo, 13 abr. 2016.
Descritores: Hanseníase
-Prevenção de Doenças
Saúde Pública
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR58.1 - Biblioteca


  3 / 2580 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-870431
Autor: Brasil. Ministério da Saúde.
Título: O que é que eu faço doutor? com Drauzio Varella / What do I do doctor? Drauzio Varella with.
Fonte: Brasília; Brasil. Ministério da Saúde; s.d.
Idioma: pt.
Descritores: Hábito de Fumar
Hipertensão
Diabetes Mellitus
Vacinação
Atenção à Saúde
Hanseníase
Dengue
Doenças Sexualmente Transmissíveis
Alcoolismo
-Peso Corporal
Saúde Bucal
Doadores de Sangue
Gravidez na Adolescência
Automedicação
Exercício
Sexo Seguro
Saúde do Idoso
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública
BR526.1, B823f; V613


  4 / 2580 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-870154
Autor: Gomes, Fernanda Beatriz Ferreira.
Título: Indicadores epidemiológicos da hanseníase e sua relação com a cobertura da estratégia saúde da família e o índice de desenvolvimento humano em Minas Gerais - período: 1998-2013 / Epidemiological indicators of leprosy and its relationship to the family health coverage strategy and human development index in Minas Gerais period: 1998-2013.
Fonte: Belo Horizonte; s.n; 2016. 76 p. map, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal de Minas Gerais. Escola de Enfermagem para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A hanseníase é um problema de saúde pública de grande importância, devido sua magnitude e alto poder incapacitante, acometendo principalmente a população economicamente ativa. Ela se distribui de forma heterogênea no território, onde fatores socioeconômicos e ambientais se mostram importantes preditores da doença. Dados recentes mostram que o Brasil permanece na segunda posição em número absoluto de casos. O processo de descentralização das ações de controle da hanseníase para atenção primária à saúde busca alcançar a melhoria do acesso, resolutividade e superação das desigualdades que afetam a saúde da população. Diante disso, torna-se importante a avaliação dos reflexos desse processo nos resultados das ações dos serviços de saúde. O objetivo deste estudo foi analisar a relação entre os indicadores epidemiológicos da hanseníase, a cobertura da Estratégia da Saúde da Família (ESF) e o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) em Minas Gerais, no período de 1998 a 2013. Trata-se de um estudo ecológico. A forma de mensurar as condições de vida da população foi através do IDHM. Os dados sobre a doença foram retirados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) e da cobertura da ESF do Sistema de Informação da Atenção Básica (SIAB). Foram realizadas duas análises: uma considerando a média de cada indicador no período de 1998 a 2005, e outra de 2006 a 2013. Inicialmente, foi feita uma análise descritiva da situação epidemiológica da hanseníase, da cobertura da ESF e do IDHM em Minas Gerais. Em seguida, foi estabelecida uma relação entre as taxas de detecções geral, em menores de 15 anos e com grau 2 de incapacidade; com a cobertura da ESF e o IDHM, empregando-se os testes de Poisson com inflação de zeros e o de Deviance. As análises foram realizadas nos programas estatísticos SPSS versão 19.0 e Stata versão 10.0. Os resultados sugerem redução da endemia em Minas Gerais, identificada pela queda dos indicadores da doença...

Leprosy is a public health problem of great importance, due to its magnitude and high crippling power, affecting mainly the economically active population. It is distributed unevenly in the territory, where socio-economic and environmental factors showed significant predictors of disease. Recent data show that Brazil remains in second place in absolute number of cases. The decentralization process of leprosy control activities for primary health care seeks to achieve improved access, solving and overcoming inequalities that affect health. Therefore, it is important to evaluate the consequences of this process on the results of the actions of health services. The objective of this study was to analyze the relationship between the epidemiological indicators of leprosy, coverage of the Family Health Strategy (ESF) and the Municipal Human Development Index (IDHM) in Minas Gerais from 1998 to 2013. It is an ecological study. The way to measure the living conditions of the population is through IDHM. Data on the disease were removed from the System for Notification Diseases Information System (SINAN) and the ESF coverage of the Primary Care Information System (SIAB). Two analyzes were conducted, one based on the average of each indicator in the periods 1998 to 2005 and another from 2006 to 2013. Initially it was made a descriptive analysis of the epidemiological situation of leprosy, the ESF coverage and IDHM in Minas Gerais. Then it was established a relationship between the rates of general detections, in children under 15 years and with grade 2 disabilities; with ESF coverage and IDHM, using the Poisson test with zero inflation and the Deviance. Analyses were performed in the statistical program SPSS version 19.0 and Stata version 10.0. The results suggest reducing endemic in Minas Gerais, identified by the fall of the disease indicators. The increased ESF coverage contributed to the increase in cases of detection of the disease, reduction of cases...
Descritores: Hanseníase/epidemiologia
Estratégia Saúde da Família
-Estudos Epidemiológicos
Estudos Retrospectivos
Indicadores de Desenvolvimento
Fatores Socioeconômicos
Limites: Humanos
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG
BR21.1, GOIN; T-WC335


  5 / 2580 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-870148
Autor: Niitsuma, Eyleen Nabyla Alvarenga.
Título: Análise da influência de polimorfismo do gene TLR1 na suscetibilidade a hanseníase per se: um estudo de caso - controle / Analysis of the influence of the TLR1 gene polymorphism in susceptibility to leprosy per se: A case-control.
Fonte: Belo Horizonte; s.n; 2016. 95 p. tab, graf, ilus, map.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal de Minas Gerais. Escola de Enfermagem para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Desde a década de 1960, há evidências da influência da arquitetura genética individual na suscetibilidade à hanseníase. Polimorfismos em genes que codificam citocinas e receptores envolvidos na resposta imune, como o receptor TLR1, capaz de reconhecer o patógeno,podem associar-se ao risco à doença. O objetivo deste trabalho foi analisar a influência do polimorfismo G743A no gene TLR1 com a suscetibilidade à hanseníase em um estudo caso controle na Microrregião de Almenara, Minas Gerais. O cenário envolveu os municípios de Almenara, Felizburgo, Jacinto, Jordânia, Palmópolis e Rubim. A amostra de casos foi selecionada por consulta aos indivíduos diagnosticados com hanseníase registrados no SINAN entre 2001 e 2014. Controles foram selecionados a partir dos contatos domiciliares desses casos, incluídos os que residiam nos municípios selecionados, com idade igual ou superior a sete anos e aceite na coleta de material biológico. Contatos com histórico ou suspeita de hanseníase e parentesco consanguíneo com casos foram excluídos. A coleta dedados envolveu visitas domiciliares com aplicação de questionário estruturado e coleta de sangue, realizadas em 2011 e 2014. A extração do DNA utilizou o kit Qiagen Flexigene e agenotipagem realizada por PCR em tempo real. O software Epi Info foi utilizado para aconstrução do banco de dados, sendo as análises feitas nos softwares SPSS e R com o pacote estatístico SNPassoc. Esta pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos da Universidade Federal de Minas Gerais. A amostra, composta por 234 casos e233 controles, totalizou 467 indivíduos, com a maioria de adultos do sexo feminino. Apenas entre os casos predominaram indivíduos do sexo masculino e uma maior proporção de jovens. Nas variáveis epidemiológicas, houve um número expressivo de indivíduos vivendo em domicílios de até quatro cômodos e com histórico de helmintoses, principalmente entre os casos da doença. A forma multibacilar foi frequente...

Since the 60s, there is evidence of the genetic architecture influence in susceptibility toleprosy. Polymorphisms in genes encoding cytokines and receptors involved in immuneresponse, such as TLR1 receptor that can recognize the pathogen, may be associated with therisk of disease. The objective of this study was to analyze the influence of the G743Apolymorphism in the TLR1 gene with susceptibility to leprosy in a case-control study in themicro-region of Almenara, Minas Gerais. The scenario involved the cities of Almenara,Felisburgo, Jacinto, Jordânia, Palmópolis and Rubim. The case sample was selected inconsultation with individuals diagnosed with leprosy registered in SINAN between 2001 and2014. Controls were selected from the household contacts of these cases. Including those wholived in the selected cities, age greater than or equal seven years old and who accepted the biological material collection. Contacts with a history or suspected leprosy and consanguinity with cases were excluded. Data collection involved home visits with a structuredquestionnaire and blood collection, carried out in 2011 and 2014. The DNA extraction usedthe Qiagen kit Flexigene and genotyping performed by Real-Time PCR. The Epi Infosoftware was used to build the database and the analysis done in SPSS software and R with the SNPassoc statistical package. This study was approved by the Ethics Committee of the Federal University of Minas Gerais. A sample of 234 cases and 233 controls amounted to 467individuals, most adult females. Only between cases predominated males and a higherproportion of young people. In epidemiological variables, there was a significant number of individuals living in houses with up to 4 rooms and helminths history, especially among the cases. The multibacillary form was common in the case group as well as physical disabilities, leprosy reactions and the absence of BCG...
Descritores: Hanseníase/epidemiologia
Polimorfismo Genético
-Inquéritos e Questionários
Fatores Socioeconômicos
Hanseníase/diagnóstico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG
BR21.1, NIAN; T-WC335


  6 / 2580 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-870115
Autor: Carloni, Maria Emília Oliveira Gomes.
Título: Aspectos sociodemográficos e epidemiológicos dos casos de hanseníase em uma área endêmica: conhecimentos e experiências de cirurgiões-dentistas / Demographic and epidemiological aspects of leprosy cases in an endemic area: knowledge and experience of dentists.
Fonte: Araçatuba; s.n; 2015. 65 p. tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Odontologia de Araçatuba para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A hanseníase é uma doença infecciosa crônica causada pelo Mycobacterium leprae, que acomete preferencialmente pele e nervos periféricos, com um grande potencial para desenvolver incapacidades físicas. A redução da transmissibilidade e do número de doentes com lesões incapacitantes depende do incremento do diagnóstico precoce da doença. Os objetivos do presente trabalho foram conhecer as principais características epidemiológicas de indivíduos notificados com hanseníase, no período de 2013 a 2014, e o conhecimento e atuação do cirurgião-dentista no controle da endemia, no município de Cuiabá-MT. Trata-se de um estudo epidemiológico transversal, dividido em duas etapas, que incluem: análise de 434 Ficha Individual de Notificação/Investigação de Hanseniase, inquérito com 242 cirurgiões-dentistas (CD's) atuantes no Sistema Único de Saúde (SUS) de Cuiabá, para analisar o conhecimento sobre a forma de contágio, características clínicas e tratamento; além das experiências em relação a suspeita diagnóstica e encaminhamento de casos. A análise de dados foi realizada através do Program Statistical Package for Social Sciense (SPSS) versão 21.0 e da análise bivariada utilizando o teste qui-quadrado e nível de significância de 5%. Do total de 434 Fichas de Investigação avaliadas a maior parte era do sexo feminino (52,5%), com idade acima de 60 anos (26,3%), pardos (48,4%), com ensino fundamental incompleto (32,7%). A forma clínica e classe operacional mais prevalentes foram dimorfa e multibacilar esta última mais frequente no sexo feminino. Quanto ao estudo dos CD's os resultados mostraram a predominância do sexo feminino (65,7%), idade entre 30 e 39 anos (43%) e profissionais com 6 a 10 anos de formados (23,6%). No tocante ao tempo de trabalho no SUS, o maior percentual (28,1%) apresentava mais de 10 anos de trabalho. Quanto ao conhecimento sobre a doença, 30,6% não sabiam a eficácia do tratamento da hanseníase, 47% não tinham conhecimento que a doença era de notificação...

Leprosy is a chronic infectious disease caused by Mycobacterium leprae, which mainly affects the skin and peripheral nerves, with great potential to develop physical disabilities. Reducing the transmission and the number of patients with disabling injuries depends on the increase in early diagnosis. The objectives of this study were to know the main epidemiological characteristics of individuals with leprosy reported in the period 2013-2014, and the knowledge and performance of the dentist in leprosy control in the city of Cuiaba-MT. It is an epidemiological study, divided into two steps, which include: analysis of 434 Individual Forms of Leprosy Notification/Investigation, and survey of 242 dentists (CDs) working at the Unified Health System (SUS) in Cuiabá, to analyze their knowledge about the ways of transmission, clinical features and treatment, besides analyzing their experiences in relation to diagnostic suspicion and referral of cases. Data analysis was performed using the Statistical Package Program for Social Sciences (SPSS), version 21.0, and bivariate analysis using the chi-square test and 5% significance level. Of the total of 434 Investigation forms analyzed, the majority of the patients were female (52.5%), aged over 60 (26.3%), of mixed race (48.4%), with incomplete primary education (32.7%). The most prevalent clinical form and operating class were borderline and multibacillary, the latter more frequent in females. As for the study of CDs, the results showed a predominance of females (65.7%), aged between 30 and 39 years old (43%) and professionals graduated 6-10 years earlier (23.6%). With regard to time working at SUS, the highest percentage (28.1%) had worked for over 10 years. Regarding knowledge about the disease, 30.6% did not know the effectiveness of the treatment of leprosy, 47% were unaware that the disease was reportable and only 8.3% obtained information about leprosy at work. It was concluded that there was a higher prevalence of...
Descritores: Hanseníase/epidemiologia
Hanseníase
Odontólogos
Conhecimento
Atitude do Pessoal de Saúde
-Perfil de Saúde
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto Jovem
Adulto
Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR186.1 - Biblioteca Honório Monteiro
BR186.1


  7 / 2580 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-869944
Autor: Uchôa, Rosa Emília Malta; Brito, Karen Krystine Gonçalves de; Santana, Emanuelle Malzac Freire de; Silva, Mirian Alves da; Oliveira, Simone Helena dos Santos; Soares, Maria Júlia Guimarães Oliveira.
Título: Distribuição dos casos de hanseníase com incapacidade física no estado da Paraíba de 2001 a 2011 / Distribución de los casos de lepra con discapacidad física en el estado de Paraíba, en Brasil, desde 2001 hasta 2011 / The distribution of leprosy cases with physical disability in the state of Paraiba, Brazil, from 2001 to 2011
Fonte: Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online);9(3):634-640, jul.-set. 2017. map, tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objective: To identify the spatial pattern of disabilities occurrence by leprosy in the state of Paraíba, Brazil, from 2001 to 2011. Methods: This is an ecological, retrospective and evidence-based study, which has as a unit of analysis the regions of the State of Paraiba, from aggregated data. 3,408 leprosy cases with physical disability, and their distribution from the construction of tables and thematic maps were analyzed. Results: The results showed high detection rates in the regions of Cajazeiras, Guarabira, Esperança, Itaporanga, João Pessoa and Eastern Seridó. Only Western Seridó had no reported cases of physical disability. Conclusion: It is suggested in the study the need for deeper studies about the pathology's spatial distribution.

Objetivo: Identificar o padrão espacial da ocorrência de incapacidades físicas por hanseníase no estado da Paraíba, entre os anos de 2001 a 2011. Métodos: Realizou-se um estudo ecológico, retrospectivo, de base documental, que apresenta como unidade de análise as microrregiões do estado da Paraíba, a partir de dados agregados. Foram analisados 3.408 casos de hanseníase com incapacidade física e sua distribuição a partir da construção de tabelas e mapa temático. Resultados: Os resultados evidenciaram altas taxas de detecção de casos com grau de incapacidade física I ou II nas microrregiões de Cajazeiras, Guarabira, Esperança, Itaporanga, João Pessoa e Seridó Oriental. Apenas a microrregião do Seridó Ocidental não teve registro de casos. Conclusão: Sugere-se com este estudo que há uma maior necessidade de vigilância nas áreas endêmicas da Paraíba com o intuito de enfatizar as ações de saúde para estas regiões.

Objetivo: Identificar el patrón espacial de la aparición de discapacidades por la lepra en el estado de Paraíba, entre los años 2001 y 2011.Métodos: Se realizó un estudio ecológico, la base documental retrospectivo, que tiene como unidad de análisis las microrregiones del estado de Paraiba, a partir de los datos agregados. Se analizaron 3.408 casos de lepra con discapacidad física y su distribución desde la construcción de tablas y mapas temáticos. Resultados: Los resultados mostraron tasas de detección de casos con un grado de discapacidad I o II en las regiones de Cajazeiras, Guarabira, Esperanza, Itaporanga, Joao Pessoa y Seridó Oriental. Sólo la micro-región de West Seridó no tenía constancia de casos. Conclusión: Se sugiere en este estudio que existe una mayor necesidad de vigilancia en las zonas endémicas de Paraiba con el fin de enfatizar las acciones de salud para estas regiones.
Descritores: Hanseníase/complicações
Hanseníase/epidemiologia
Hanseníase/prevenção & controle
Vigilância Epidemiológica
-Distribuição Espacial da População/estatística & dados numéricos
Brasil
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1208.1 - Biblioteca Setorial de Enfermagem e Nutrição


  8 / 2580 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-868998
Autor: Garbino, José Antonio.
Título: Tratamento clínico das reações da Hanseníase com repercussão neurológica – revisão histórica / Clinical treatment of leprosy reactions affecting nerves - historical review
Fonte: Hansen. int;37(1):69-77, 2012.
Idioma: pt.
Resumo: Foi realizada uma busca na literatura sobre o tratamento da neuropatia da hanseníase durante episódios reacionais, no tocante às reações tipo 1 e tipo 2. O levantamento refere-se ao período 1976-2010. Foram consultadas as bases de dados LILAU, MEDLINE e LILACS. O enfoque principal foi o tratamento das reações hansênicas, com esteróides via oral empregado nos Programas de Controle da Hanseníase.

An extensive search on the treatment of leprosy reactions in nerves is presented. It covers almost four decades, from 1976 to 2010. The data bases screened were the LILAU, MEDLINE and LILACS. The focal point was to review the steroid treatment indication in the Leprosy Control Programs.
Descritores: Hanseníase/quimioterapia
Hanseníase/complicações
-Doenças do Sistema Nervoso Periférico
Nervo Ulnar/efeitos de drogas
Prednisona/farmacologia
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR191.1 - Biblioteca e Centro de Documentação em Dermatologia Sanitária Luiza Keffer


  9 / 2580 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-868997
Autor: Xavier, Envando Monteiro; Ferreira, Juliana; Raniero, Leandro José; Batista, José de Ribamar Xavier; Freitas, Maria Lilian Lima; Sousa, Marinalda de; Arisawa, Emília Angela Lo Schiavo.
Título: Cicatrização de feridas decorrentes da hanseníase utilizando laser de baixa intensidade / Wound healing leprosy induced by low intensity laser
Fonte: Hansen. int;37(1):51-57, 2012. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: A hanseníase é causada pelo bacilo Mycobacterium leprae(M. leprae), apresentando grande capacidade de infectar vários indivíduos com contágio pelas vias aéreas superiores. A hanseníase considerada um problema de saúde pública, principalmente nos países subdesenvolvidos e nos em desenvolvimento, devido à presença de incapacidades e estigma social...

Leprosy is caused by the bacillus Mycobacterium leprae(M. leprae), presenting the capacity to infect multiple individuals with infection of the upper airways. Hansen considered a public health problem, especially in under developed countries and developing countries, due to the presence of disabilities and social stigma...
Descritores: Hanseníase/complicações
Hanseníase/reabilitação
Hanseníase/terapia
-Hanseníase/enfermagem
Terapia com Luz de Baixa Intensidade/utilização
Cicatrização
Pele/lesões
Pele/microbiologia
Pacientes
Limites: Humanos
Responsável: BR191.1 - Biblioteca e Centro de Documentação em Dermatologia Sanitária Luiza Keffer


  10 / 2580 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-868996
Autor: Moura, Luiza Taciana Rodrigues de; Fernandes, Tânia Rita Moreno de Oliveira; Bastos, Lívia Dias Mangueira; Luna, Igara Cavalcanti Feitosa; Machado, Lara Barreto.
Título: Hanseníase em menores de 15 anos na cidade de Juazeiro-BA / Leprosy in children under 15 years in the city of Juazeiro – BA
Fonte: Hansen. int;37(1):45-50, 2012. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A hanseníase é uma doença que requer atenção dos órgãos e profissionais de saúde. A alta endemicidade da doença em um local pode ser detectada através do coeficiente de detecção em menores de 15 anos, quando maior de 10 por 100.000 habitantes indica alta taxa de transmissibilidade da doença no meio. Em 2010 em Juazeiro, esse coeficiente foi de 41,89 por 100.000 habitantes. O presente estudo trata-se de um projeto vinculado ao Programa de Educação para o Trabalho em Saúde (PET-Vigilância em Saúde) e à Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), o qual visa identificar e analisar de acordo com dados do Sistema de Informação de Agravos e Notificações (SINAN) e o Sistema de Informação da Atenção Básica (SIAB) os casos de Hanseníase notificados em menores de 15 anos,no ano de 2010. Dentre os dados analisados, destaca-seque dos 183 casos de hanseníase notificados em 2010,10% (18 casos) ocorreram em menores de 15 anos, com ocorrência predominante em bairros periféricos, nas faixas etárias de 6 a 11 anos e de 12 a 14 anos, sendo prevalente o sexo feminino, a classificação operacional predominante foi paucibacilar. A implantação e a efetividade de novas ações vinculadas ao PET caracterizam-se como de extrema importância para município, dado a sua hiper endemicidade para hanseníase. Educação em saúde, treinamentos, incentivo a notificação correta dos casos e acompanhamento dos doentes e seus contatos são ações que podem melhorar os índices encontrados e qualidade de vida da população.

Leprosy is a disease that requires attention of agencies and health professionals. The high endemicity of the disease in one location can be detected through the detection rate in children under 15 years, when greater than 10 per 100,000 population indicates a high rate of transmissibility of the disease in the middle. Juazeiro in 2010, this rate was 41.89 per 100,000 inhabitants. The present study deals with a project linked to the Education Program for Health Work (PET-Health Surveillance)and the Federal University of São Francisco Valley(UNIVASF), which aims to identify and analyze the data according to Information System Diseases and Notifications (SINAN) and Information System of Primary Care(ISPC) reported cases of leprosy in children under 15 in2010. Among the data analyzed, it is emphasized that the 183 leprosy cases reported in 2010, 10% (18 cases)occurred in children younger than 15 years, occurring predominantly in the suburbs, in the age groups 6-11 years and 12 to 14 years, is prevalent among females, the predominant operational classification was paucibacillary. The implementation and effectiveness of new shares linked to PET are characterized as extremely important for the city, given its hyperendemicity for leprosy. Health education, training, encouraging proper notification of cases and monitoring of patients and their contacts are actions that can improve the indexes found and quality of life of the population.
Descritores: Hanseníase/epidemiologia
Hanseníase/transmissão
-Hanseníase/prevenção & controle
Sistemas de Informação em Saúde/utilização
Análise Socioeconômica
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Responsável: BR191.1 - Biblioteca e Centro de Documentação em Dermatologia Sanitária Luiza Keffer



página 1 de 258 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde