Base de dados : LILACS
Pesquisa : A01.378.610 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 768 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 77 ir para página                         

  1 / 768 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-909288
Autor: Wolosker, Nelson; Faustino, Carolina Brito.
Título: Abordagem do paciente com diabetes mellitus e doença ateromatosa em outros territórios: membros inferiores / Approach to the patient with diabetes mellitus and atheromatous disease in other territories: lower limbs
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;28(2):187-192, 2018.
Idioma: en; pt.
Resumo: O diabetes mellitus (DM) tem incidência de 2 a 5% nas populações ocidentais, além disso, 40 a 45% de todos os amputados são diabéticos. O DM consiste em fator de risco para aterosclerose e apresenta alta prevalência de doença arterial oclusiva. A macroangiopatia é acometida de forma mais difusa, mais grave e em idade mais precoce, conforme os mecanismos: alteração dos lipídeos e lipoproteínas, alteração da função plaquetária e alteração da função endotelial. O quadro clínico é variável e depende do nível de acometimento vascular e nervoso, podendo variar de claudicação intermitente à isquemia crítica (dor de repouso e lesão trófica). A anamnese e o exame físico são suficientes para determinarem a lesão arterial, o grau de neuropatia periférica e se há ou não infecção. Os exames complementares são importantes para o planejamento da conduta terapêutica: detector ultrassônico de fluxo para mensuração de índice pressórico tornozelo- braço (ITB), ecografia doppler, angiorressonância nuclear magnética, angiotomografia e arteriografia. O tratamento é baseado no quadro clínico e pode variar entre tratamento clínico, tratamento das feridas e tratamento cirúrgico para revascularização do membro

Diabetes mellitus (DM) has an incidence of 2 to 5% in Western populations, and 40 to 45% of all amputees are diabetic. DM is a risk factor for atherosclerosis and presents with a high prevalence of occlusive arterial disease. Macroangiopathy is more diffuse, more severe, and presents at an earlier age, depending on the mechanisms: changes in lipids and lipoproteins, changes in platelet function and changes in endothelial function. The clinical symptoms are variable and depend on the level of vascular and nerve involvement, and may range from intermittent claudication to critical ischemia (resting pain and trophic lesion). Anamnesis and physical examination are sufficient to determine the arterial lesion, the degree of peripheral neuropathy and whether or not there is infection. Complementary exams are important for planning the therapeutic management: ultrasound flow detector for measuring the ankle brachial index (ABI), Doppler ultrasound, magnetic resonance angiography, angiotomography and arteriography. Treatment is based on the clinical symptoms, and may range from clinical treatment, wound treatment, and surgical treatment to limb revascularization.
Descritores: Diabetes Mellitus/etiologia
Diabetes Mellitus/fisiopatologia
Diabetes Mellitus/prevenção & controle
Doença Arterial Periférica/patologia
-Angiografia
Ultrassonografia Doppler
Extremidade Inferior/patologia
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  2 / 768 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1023253
Autor: Isper, Karen Favaretto Sposito; Arakaki, Rodrigo Norio; Rosseto, Fabio; Ebaid, Henrique Issa Artoni.
Título: Relato de endomiocardiofibrose de ventrículo direito em paciente nonagenária / Case history of right ventricular endomyocardial fibrosis in a nonagenarian patient
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;29(3 Supl):324-37, jul.-set. 2019. ilus.
Idioma: en; pt.
Resumo: A endomiocardiofibrose é uma cardiopatia restritiva, pouco comum, com descrição recente. Foi descrita pela primeira vez em 1938, por Williams e estudada do ponto de vista anatomopatológico pelo patologista Davies, na África do Sul, recebendo o epônimo Doença de Davies em 1948. Considerando a história natural dessa doença, há maior incidência de diagnósticos nas terceiras e quartas décadas da vida, com média de 32 anos. Queremos chamar a atenção da comunidade científica, relatando o caso de uma senhora com diagnóstico inicial de endomiocardiofibrose aos 90 anos e indagar sobre a incidência e o subdiagnóstico dessa doença, bem como sua evolução

Endomyocardial fibrosis is a rare, recently-described, restrictive cardiopathy. It was first described in 1938 by Williams and studied from an anatomopathological perspective by pathologist Davies in South Africa, receiving the eponym Davies Disease in 1948. In terms of the natural history of this disease, there is a higher incidence of diagnoses in the third and fourth decades of life, at a mean age of 32 years. We want to raise the awareness of the scientific community by reporting the case of a woman who was first diagnosed with endomyocardial fibrosis at 90 years of age and pose questions about the incidence and subdiagnosis of this disease, as well as about its evolution
Descritores: Idoso de 80 Anos ou mais
Fibrose Endomiocárdica/história
Insuficiência Cardíaca
-Ecocardiografia/métodos
Espectroscopia de Ressonância Magnética/métodos
Fatores Sexuais
Extremidade Inferior
Endocárdio
Átrios do Coração
Cardiopatias
Ventrículos do Coração
Limites: Humanos
Feminino
Idoso de 80 Anos ou mais
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  3 / 768 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-875344
Autor: Précoma, Dalton B.
Título: Terapia anticoagulante no tromboembolismo venoso / Anticoagulant therapy in venous thromboembolism
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;27(3):211-216, jul.-set. 2017. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: O tromboembolismo venoso (TEV), incluindo a embolia pulmonar (EP) e a trombose venosa profunda (TVP), é a terceira causa de mortalidade em todo o mundo. O diagnóstico ainda é subestimado nas emergências. Os fatores desencadeantes são bem definidos, o que auxilia a estratificação de risco e o diagnóstico de TEV provocada ou não e influenciará muito o tempo de tratamento. O aumento do ventrículo direito e de marcadores biológicos tem desempenhado grande papel no prognóstico. O quadro clínico é bem definido e tem várias ferramentas, tanto para o diagnóstico como para a estratificação de risco, tais como os critérios de Wells e de Genebra, além de outros. Os exames complementares atualmente estão bem definidos, com a angiografia pulmonar sendo o padrão de referência; porém, com a melhora da tecnologia e a alta sensibilidade e especificidade, a angiotomografia computadorizada ocupou um lugar de destaque. Outros exames ainda são importantes em várias situações, como o D-dímero e outros biomarcadores, a radiografia de tórax, a cintilografia de perfusão/ventilação, eletrocardiograma, ecocardiografia e doppler venoso de membros inferiores. Método: Neste artigo, revisamos aspectos básicos de epidemiologia, diagnóstico e estratificação de risco. O foco principal foi o tratamento com a terapia anticoagulante, sobre a qual revisamos os seis estudos clínicos descritos entre 2009 e 2013, que abordam os novos anticoagulantes orais, hoje denominados anticoagulantes orais diretos. Esses estudos têm desenhos diferentes, com três deles começando com anticoagulantes orais desde o início do quadro agudo de TVP e EP (rivaroxabana e edoxabana). Os outros três iniciaram com enoxaparina e varfarina durante os primeiros dias e depois seguiram com a medicação do grupo em avaliação (dabigatrana e apixabana). Resultados: Nos estudos analisados, todos obtiveram uma redução (valor de p de não inferioridade) dos eventos de recorrência de TEV com relação à varfarina. Nos desfechos de segurança, definidos como sangramento fatal, clinicamente relevante e outros, os novos anticoagulantes orais obtiveram uma diminuição significativa. Conclusões: Os anticoagulantes orais diretos tiveram redução da recorrência de eventos tromboembólicos (periférico e pulmonar), com redução significativa dos índices de sangramentos fatais ou não. A segurança coloca-os como opção segura e eficaz para o tratamento desses pacientes com risco baixo e intermediário de TEV

Introduction: Venous thromboembolism (VTE), including pulmonary embolism (PE) and deep vein thrombosis (DVT), is the third leading cause of death worldwide. The diagnosis is still underestimated in emergencies. The triggering factors are well defined, which assists in the stratification of risk and in the diagnosis of VTE, whether provoked or not, and will greatly influence the treatment time. Increased right ventricle and biological markers have played a large role in the prognosis. The clinical features are well defined, and there are various tools for diagnosis and for risk stratification, such as the Wells and Geneva criteria, among others. Complementary exams are now well defined, with pulmonary angiography being the gold standard, but with improved technology and high sensitivity and specificity, computerized angiotomography has played a prominent role. Other exams are still important in certain situations, such as D-dimer and other biomarkers, chest radiography, perfusion/ventilation scintigraphy, electrocardiogram, echocardiography, and lower limb venous Doppler. Method: In this article we review basic aspects of epidemiology, diagnosis, and risk stratification. The main focus was treatment with anticoagulant therapy, under which we reviewed the six clinical studies described between 2009 and 2013 that address the new oral anticoagulants, now called direct oral anticoagulants. These studies have different designs; three of them start with oral anticoagulants from the onset of acute DVT and PE (rivaroxaban and edoxaban), and the other three start with enoxaparin and warfarin during the first days and then with the medication of the study group being evaluated (dabigatran and apixaban). Results: In the analyzed studies, all of them obtained a reduction (non-inferiority p-value) of the events of VTE recurrence in relation to warfarin. In the safety outcomes, defined as clinically relevant fatal bleeding and others, the new oral anticoagulants achieved a significant reduction. Conclusions: Direct oral anticoagulants had a reduction in the recurrence of thromboembolic events (peripheral and pulmonary), with a significant reduction in rates of fatal or non-fatal bleeding. Their safety makes them a reliable and effective option for the treatment of these patients, with low and intermediate risk of VTE
Descritores: Embolia Pulmonar/diagnóstico
Embolia Pulmonar/terapia
Tromboembolia Venosa/mortalidade
Tromboembolia Venosa/terapia
Anticoagulantes/uso terapêutico
-Prognóstico
Varfarina/uso terapêutico
Heparina/uso terapêutico
Radiografia Torácica/métodos
Fatores de Risco
Fatores Etários
Extremidade Inferior/diagnóstico por imagem
Eletrocardiografia/métodos
Angiografia por Tomografia Computadorizada/métodos
Ventrículos do Coração/fisiopatologia
Hemorragia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  4 / 768 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-847754
Autor: Silva, Jaíza Aparecida Dias; Silva, Alisson Gomes da; Ferreira, Fabrícia Geralda; Marins, João Carlos Bouzas.
Título: Comportamento da frequência cardíaca máxima em exercício no remoergômetro / Maximum heart rate behavior in rowing ergometer exercise
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;27(1 (Supl)):16-19, jan.-mar. 2017. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: A utilização da frequência cardíaca máxima (FCM) para controle de carga de trabalho é uma prática comum no meio esportivo. Objetivos: Estabelecer equações de estimativa da FCM específicas por sexo em remoergômetro e comparar os valores obtidos entre homens e mulheres. Métodos: Foram avaliados 56 indivíduos saudáveis (23 homens e 23 mulheres). Todos os indivíduos foram submetidos a uma avaliação dividida em quatro etapas: avaliação diagnóstica, medidas antropométricas, familiarização com o remoergômetro e realização do teste de 2000 metros. Utilizou-se o teste t de Student não pareado para comparar a FCM entre homens e mulheres e a análise de regressão para estabelecer as equações de estimativa. Resultados: As mulheres apresentaram valores de FCM significativamente maiores (p < 0,05) em comparação com os homens (189,8 ± 7,4 vs. 187,9 ± 5,7). As equações geradas foram, respectivamente, para mulheres e homens: y = -1,2967x + 220,93 e y = -0,7473x + 205,86. Conclusão: É necessário gerar equações de estimativa da FCM específicas por sexo para o exercício em remoergômetro, uma vez que homens e mulheres apresentam diferentes valores de FCM

Introduction: The use of maximum heart rate (MHR) to control workload is a co mmon practice in sports. Objective: To establish gender-specific MHR estimation equations in the rowing ergometer, and to compare the values obtained between men and women. Methods: Fifty-six healthy individuals were evaluated (23 men and 23 women). All the subjects were submitted to an evaluation divided into four stages: diagnostic evaluation, anthropometric measurements, familiarization to the rowing ergometer, and the performing of a 2000-meter test. The unpaired Student's t-Test was used to compare the MHR between men and women, and regression analysis was used to establish the estimation equations. Results: Women presented significantly (p < 0.05) higher MHR values than men (189.8 ± 7.4 vs. 187.9 ± 5.7). The equations generated were, for women and men respectively: y= -1.2967x + 220.93 and y= -0.7473x + 205.86. Conclusion: It is necessary to generate gender-specific MHR estimation equations for the rowing ergometer exercise, as men and women present different MHR values
Descritores: Exercício Físico
Fatores Sexuais
Teste de Esforço
Frequência Cardíaca/fisiologia
-Fenômenos Fisiológicos Cardiovasculares/genética
Índice de Massa Corporal
Diagnóstico da Situação de Saúde
Análise Estatística
Extremidade Inferior
Extremidade Superior
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  5 / 768 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-847747
Autor: Shirane, Henrique Yassuhiro; van Belle, Bonno.
Título: Índice tornozelo-braquial falso negativo / False negative ankle-brachial index
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;27(1 (Supl)):12-15, jan.-mar. 2017. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: O índice de pressão tornozelo-braquial (ITB) é um excelente método para identificação de doença arterial obstrutiva periférica (DAOP). Os índices baixos frequentemente são associados à coronariopatia grave, entretanto, podem apresentar resultados falsos negativos. O objetivo do trabalho é identificar a prevalência de ITB falso negativo por ultrassom Doppler, com registro gráfico de ondas contínuas ou teste arterial (TA). Foram analisados 382 prontuários de pacientes, submetidos ao exame do TA no período de janeiro de 2014 a dezembro de 2015. Os valores de referência foram considerados de acordo com a Diretriz Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, ITB anormal <0,90 e >1,30; ITB normal entre 0,91 a 1,29. Obtivemos como resultado 46 (6,02%) exames que passariam como normais se apenas o ITB fosse levado em consideração, pois os valores encontram-se entre 0,9 e 1,3; porém, ao analisar o aspecto da velocidade das ondas arteriais, concluímos que são portadores de DAOP e, portanto, não seriam diagnosticados como portadores de doença somente com o ITB. Logo, o ITB é um excelente exame de triagem para pacientes portadores de DAOP, porém é passível de resultados falsos negativos, como o que ocorreu em 6% dos pacientes que foram analisados aleatoriamente quanto à curva de velocidade.

The ankle-brachial pressure index (ABPI) is an excellent method for identifying peripheral arterial obstructive disease (PAOD). Low indices are co mmonly associated with severe coronary disease, however, they may present false negative results. The objective of this study was to identify the prevalence of false negative ABPI by Doppler ultrasound with continuous wave chart recording or arterial test (AT). Methods: We analyzed 382 medical records of patients submitted to the TA exam, performed from January 2014 to December 2015. The reference values were considered, according to the Brazilian Guideline on Angiology and Vascular Surgery, as abnormal ABPI <0.90 and >1.30; Normal ABPI between 0.91 and 1.29. We obtained 46 (6.02%) tests that would pass as normal if the ABPI alone were taken into account, as the values were between 0.9 and 1.3, but when analyzing the aspect of the arterial wave velocity, we concluded that these patients have PAOD, therefore, they would not be diagnosed as having the disease through the ABPI alone. The ABPI is, therefore, an excellent screening test for patients with PAOD, but false negative results are possible, as occurred in 6% of the patients randomly analyzed by the velocity curve.
Descritores: Ultrassonografia Doppler/métodos
Reações Falso-Negativas
Índice Tornozelo-Braço/métodos
Doença Arterial Periférica/mortalidade
-Doença da Artéria Coronariana/complicações
Estudos Retrospectivos
Fatores de Risco
Fatores Etários
Extremidade Inferior
Diagnóstico Precoce
Diabetes Mellitus/diagnóstico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  6 / 768 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-494399
Autor: Pereira, Gustavo(edt); El Kik, Soraya(edt).
Título: Impotencia funcional de miembros inferiores / Funcional weakness in the lower limbs
Fonte: Med. infant;15(2):159-164, jun. 2008.
Idioma: es.
Descritores: Escorbuto/diagnóstico
Escorbuto/terapia
Extremidade Inferior/patologia
Ácido Ascórbico/uso terapêutico
Limites: Feminino
Pré-Escolar
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  7 / 768 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-891463
Autor: Santana, André Junior; Debastiani, Jean Carlos; Buratti, Pâmela; Peretti, Ana Luiza; Kunz, Regina Inês; Brancalhão, Rose Meire Costa; Ribeiro, Lucinéia de Fátima Chasko; Torrejais, Márcia Miranda; Bertolini, Gladson Ricardo Flor.
Título: Sericin and swimming on histomorphometric parameters of denervated plantar muscle in Wistar rats / Sericina e natação sobre parâmetros histomorfométricos de músculo plantar desnervado de ratos Wistar
Fonte: Einstein (Säo Paulo);16(1):eAO4137, 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Objective To analyze the combined effects of the silk protein sericin and swimming exercise on histomorphometry of the plantar muscle in Wistar rats. Methods Forty adult rats were randomly allocated into 5 groups comprising 8 animals each, as follows: Control, Injury, Sericin, Swim, and Swim plus Sericin. Three days after crushing of the sciatic nerve the rats in the Swim and Swim plus Sericin Groups were submitted to swimming exercise for 21 days. Rats were then euthanized and the plantar muscle harvested and processed. Results Cross-sectional area, peripheral nuclei and muscle fiber counts, nucleus/fiber ratio and smallest muscle fiber width did not differ significantly between groups. Morphological analysis revealed hypertrophic fibers in the Swim Group and evident muscle damage in the Swim plus Sericin and Injury Groups. The percentage of intramuscular collagen was apparently maintained in the Swim Group compared to remaining groups. Conclusion Combined treatment with sericin and swimming exercise did not improve muscle properties. However, physical exercise alone was effective in maintaining intramuscular connective tissue and preventing progression of deleterious effects of peripheral nerve injury.

RESUMO Objetivo Analisar o efeito da proteína sericina associada ao exercício físico de natação na histomorfometria do músculo plantar de ratos Wistar. Métodos Foram utilizados 40 ratos adultos divididos aleatoriamente em 5 grupos, com 8 animais cada: Controle, Lesão, Sericina, Natação, Natação e Sericina. Três dias após a compressão do nervo isquiático, os Grupos Natação e Exercício e Sericina foram submetidos ao exercício físico de natação durante 21 dias. Após, os animais foram sacrificados, e o músculo plantar foi processado. Resultados Não houve diferença da área da secção transversa entre os grupos, quantidade de núcleos periféricos, quantidade de fibra, relação núcleo/fibra e diâmetro menor. A análise morfológica revelou que no Grupo Natação ocorreu hipertrofia das fibras, assim como nos Grupos Exercício e Sericina e Lesão, o dano muscular foi evidente. O percentual de conjuntivo intramuscular parece ter sido mantido no Grupo Exercício em relação aos demais grupos. Conclusão A associação da proteína sericina e exercício físico de natação não foi eficiente na melhora das propriedades musculares, embora a aplicação do exercício físico tenha sido eficiente na manutenção do conjuntivo intramuscular, e no não agravamento dos efeitos deletérios consequentes da lesão nervosa periférica.
Descritores: Condicionamento Físico Animal/fisiologia
Natação/fisiologia
Músculo Esquelético/inervação
Extremidade Inferior/inervação
Sericinas/farmacologia
-Distribuição Aleatória
Ratos Wistar
Músculo Esquelético/lesões
Músculo Esquelético/patologia
Extremidade Inferior/lesões
Extremidade Inferior/patologia
Modelos Animais de Doenças
Compressão Nervosa
Limites: Animais
Ratos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 768 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1011996
Autor: Tavares, Óscar M; Duarte, João P; Werneck, André O; Costa, Daniela C; Sousa-e-Silva, Paulo; Martinho, Diogo; Luz, Leonardo G. O; Morouço, Pedro; Valente-dos-Santos, João; Soles-Gonçalves, Rui; Conde, Jorge; Casanova, José M; Coelho-e-Silva, Manuel J.
Título: Body composition, strength static and isokinetic, and bone health: comparative study between active adults and amateur soccer players / Composição corporal, força estática e isocinética, e saúde óssea: estudo comparativo entre adultos ativos e futebolistas amadores
Fonte: Einstein (Säo Paulo);17(3):eAO4419, 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Fundação para a Ciência e a Tecnologia; . Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP).
Resumo: ABSTRACT Objective: To compare tissue composition, total and regional bone mineral content and bone mineral density, static hand grip and knee joint isokinetic strength between amateur soccer players and Control Group. Methods: Cross-sectional study. Air displacement plethysmography was used to estimate body volume and, in turn, density. Body composition, bone mineral content and bone mineral density were assessed for the whole body and at standardized regions using dual energy X-ray absorptiometry. Static grip strength was assessed with an adjustable dynamometer, and peak torque derived from isokinetic strength dynamometer (concentric muscular knee actions at 60°/s). Magnitude of the differences between groups was examined using d-Cohen. Results: Compared to healthy active adults, soccer players showed larger values of whole body bone mineral content (+651g; d=1.60; p<0.01). In addition, differences between groups were large for whole body bone mineral density (d=1.20 to 1.90; p<0.01): lumbar spine, i.e. L1-L4 (+19.4%), upper limbs (+8.6%) and lower limbs (+16.8%). Soccer players attained larger mean values in strength test given by static hand grip protocol (+5.6kg, d=0.99; p<0.01). Conclusion: Soccer adequately regulates body composition and is associated better bone health parameters (bone mineral content and density at whole-body and at particular sites exposed to mechanical loadings).

RESUMO Objetivo: Comparar a composição de tecidos, o conteúdo mineral ósseo e a densidade mineral óssea totais e por regiões do corpo, a força de preensão manual estática, e força isocinética da articulação do joelho, entre um grupo de jogadores de futebol amadores e um Grupo Controle. Métodos: Estudo transversal utilizando pletismografia de ar deslocado para estimar o volume corporal, para subsequente cálculo da densidade corporal. A composição de tecidos, o conteúdo mineral ósseo e a densidade mineral óssea foram avaliados para o corpo todo e regiões padronizadas através da absorciometria de raios-X de dupla energia. A força de preensão manual estática foi avaliada por um dinamômetro ajustável. Os momentos máximos de força das ações musculares concêntricas para os extensores e flexores do joelho foram avaliados pela dinamometria isocinética (60°/s). Foi calculado o valor d-Cohen para apreciar a magnitude do efeito das diferenças entre grupos. Resultados: Os futebolistas apresentaram níveis superiores de conteúdo mineral ósseo em comparação com os adultos ativos do Grupo Controle (+651g; d=1,60; p<0,01) e obtiveram valores superiores de densidade mineral óssea (d: 1,20 a 1,90; p<0,01) para a coluna lombar, L1-L4 (+19,4%), membros superiores (+8,6%) e membros inferiores (+16,8%). Para a força de preensão (estática) a diferença foi moderada (d=0,99; p<0,01) com valores mais elevados apresentados pelo futebolistas (+5,6kg; d=0,99; p<0,01). Conclusão: A prática de futebol promove uma regulação adequada da composição corporal (tecidos magro e gordo) e ganhos na densidade mineral óssea, mais acentuada em partes do corpo com maior exposição aos impactos mecânicos da atividade motora.
Descritores: Futebol/fisiologia
Composição Corporal/fisiologia
Densidade Óssea/fisiologia
Força Muscular/fisiologia
Articulação do Joelho/fisiologia
-Pletismografia/métodos
Valores de Referência
Absorciometria de Fóton
Estudos Transversais
Estatísticas não Paramétricas
Força da Mão/fisiologia
Extremidade Inferior/fisiologia
Extremidade Superior/fisiologia
Dinamômetro de Força Muscular
Atletas
Limites: Humanos
Masculino
Adolescente
Adulto
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 768 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-859630
Autor: Almeida, Bruno Lorenção de; Rossi, Fabio Henrique; Rodrigues, Thiago Osawa; Ahouagi, Leandro Berutto; Cavalcante, Sthefanie Fauve Andrade; Beteli, Camila Bauman; Pedra, Carlos Augusto Cardoso; Kambara, Antônio Massamitsu.
Título: Tratamento endovascular de aneurisma de aorta abdominal com fístula aorto-cava utilizando oclusor vascular concomitante a endoprótese bifurcada: relato de caso / Endovascular treatment of an abdominal aortic aneurysm with aortocaval fistula using a vascular occluder and a bifurcated endograft in a single intervention: case report
Fonte: J. vasc. bras;16(2):168-173, abr.-jun. 2017. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: As fístulas aorto-cava são entidades raras e de etiologia variada, estando frequentemente associadas a significativa morbimortalidade. Acredita-se que o aumento da tensão da parede nos grandes aneurismas resulte em reação inflamatória e aderência à veia adjacente, culminando na erosão das camadas aderidas e na formação da fístula. O tratamento cirúrgico convencional tem altas taxas de mortalidade. Embolia pulmonar paradoxal e o vazamento são complicações temidas do tratamento endovascular. O uso de oclusor vascular associado a endoprótese bifurcada é boa opção no tratamento do aneurisma de aorta abdominal com fístula aorto-cava

Aortocaval fistulae are rare entities with a variety of etiologies and are very often associated with significant morbidity and mortality. It is believed that increased tension in the walls of large aneurysms can cause an inflammatory reaction resulting in adhesion to the adjacent vein and culminating in erosion of the adherent layers and fistula formation. Conventional surgical treatment has high mortality rates. Paradoxical pulmonary embolism and endoleaks are the most concerning complications linked with endovascular treatment. Using a vascular occluder in combination with a bifurcated endograft is a good option for the treatment of an abdominal aortic aneurysm with aortocaval fistula
Descritores: Aneurisma da Aorta Abdominal/complicações
Aneurisma da Aorta Abdominal/diagnóstico
Procedimentos Endovasculares/métodos
Fístula/complicações
Dispositivos de Oclusão Vascular
-Próteses e Implantes
Trombose/diagnóstico
Trombose/terapia
Ecocardiografia/métodos
Ultrassonografia Doppler/métodos
Extremidade Inferior
Artéria Femoral
Cateteres
Limites: Humanos
Masculino
Idoso
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  10 / 768 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1156454
Autor: Candia Lujan, Ramón; Candia Sosa, Kevin Fernando; Ortiz Gomez, Omar Ricardo; Najera Longoria, Raúl Josue.
Título: Índice de asimetría bilateral morfológica de extremidades inferiores y superiores en jugadores de baloncesto universitario / The upper and lower limb bilateral morphological asymmetry index in university basketball players
Fonte: Rev. cuba. invest. bioméd;39(4):e567, oct.-dic. 2020. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: El baloncesto es objeto de múltiples estudios que incluye la valoración mediante tecnologías actuales como la bioimpedancia. Objetivo: Comparar los índices de asimetría (IA) de las extremidades superiores e inferiores en jugadores de baloncesto universitario por nivel deportivo. Método: Se evaluaron 24 jugadores de baloncesto de diferente nivel competitivo, representativo 1) universitario (n = 12) y 2) facultad (n = 12). Se determinó la circunferencia de brazos y piernas, además de masa magra y grasa por bioimpedancia. Se determinó el índice de asimetría de los miembros inferiores y superiores y se compararon por nivel deportivo. Resultados: La comparación de los índices de asimetría entre brazos y piernas en el grupo total identificó diferencias estadísticamente significativas (p < 0,05) en lo referente a la masa grasa, con mayor adiposidad en extremidades superiores, y un índice de asimetría de -10,8. Cuando se compararon las mismas variables en función del nivel deportivo, los jugadores representantes de la universidad mostraron mayores valores (p < 0,05) en el índice de asimetría de la masa total, circunferencias, masa magra y masa grasa. Las comparaciones intergrupales señalan diferencias en los índices de asimetría del brazo vs. la pierna en masa magra para ambos grupos (p < 0,05) mientras que los de la facultad mostraron diferencia también para grasa con índice de asimetría de 18,3 (p < 0,05). Conclusiones: Indistintamente del nivel deportivo, existen diferentes niveles del índice de asimetría entre extremidades superiores e inferiores en el componente de masa grasa, aunque menores valores del índice de asimetría fueron característicos de los individuos de mayor nivel deportivo(AU)

Introduction: Basketball has been the object of many studies, including assessments based on current technologies such as bioimpedance. Objective: Compare the asymmetry indices (AI) for upper and lower limbs in university basketball players. Methods: An evaluation was conducted of 24 basketball players from different competitive levels, representing 1) the university (n = 12) and 2) the school (n = 12). Determination was made of arm and leg circumference, as well as lean mass and fat by bioimpedance. The lower and upper limb asymmetry index was estimated and compared between the competitive levels. Results: Comparison of the arms and legs asymmetry indices in the total group revealed statistically significant differences (p < 0.05) as to fat mass, with greater adiposity in the upper limbs and an asymmetry index of 10.8. Comparison of the same variables between the sports levels found that players representing the university displayed higher values (p < 0.05) in the asymmetry index for total mass, circumferences, lean mass and fat mass. Comparison between the groups found differences in the arm vs. leg asymmetry indices for lean mass in both groups (p < 0.05), whereas the school players also showed differences for fat, with an asymmetry index of 18.3 (p < 0.05). Conclusions: Regardless of the sports level, different asymmetry indices are found between upper and lower limbs as to fat mass, though smaller asymmetry index values were characteristic of individuals from a higher sports level(AU)
Descritores: Basquetebol/fisiologia
Impedância Elétrica
Extremidade Inferior/fisiologia
Extremidade Superior/fisiologia
-Universidades/ética
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional



página 1 de 77 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde