Base de dados : LILACS
Pesquisa : A02.835.583.443 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 26 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 3 ir para página          

  1 / 26 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-686280
Autor: Barclay, Fernando; Arcuri, Francisco; Nacul, Iván; Cavallo, Jorge; Paparatto, Andrea.
Título: Capsulitis adhesiva de hombro: características histológicas y correlación con los hallazgos artroscópicos y el estadío clínico / Adhesive capsulitis of the shoulder: histological characteristics and correlation between clinical diagnosis and arthroscopic findings
Fonte: Artrosc. (B. Aires);20(2):48-53, jun. 2013.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: La capsulitis adhesiva se caracteriza por presentar un cuadro clínico de insidiosa y progresiva pérdida de la movilidad activa y pasiva del hombro, que en general se acompaña de dolor e incapacidad funcional para realizar las actividades de la vida diaria. Histológicamente se define como una fibrodisplasia pancapsular, con un posible sitio de origen en el intervalo rotador. La vimentina, es una proteína citocontractil que se encuentra fuertemente expresada por fibroblastos, especialmente en los nódulos fibróticos. Material y Métodos: Entre enero del 2010 y diciembre de 2012, prospectivamente realizamos 10 capsulotomías artroscópicas, en 10 pacientes con diagnóstico de capsulitis adhesiva idiopática. Durante este procedimiento se tomaron biopsias de: 1- Sinovial y Cápsula del Intervalo de los Rotadores (Ligamento Coracohumeral), 2- Sinovial y Cápsula Antero-Inferior (Ligamento Glenohumeral Inferior), 3- Sinovial y Cápsula Posterior. Se evaluó cuantitativamente el infiltrado linfocitario, la proliferación vascular, la proliferación de fibroblastos, la metaplasia condroide y la expresión de la proteína citocontráctil vimentina. Correlacionamos estos hallazgos con el estadio clínico preoperatorio y los hallazgos por visión artroscópica directa. Resultado: Histológicamente las muestras del intervalo rotador eran similares en todos los hombros biopsiados; hiperplasia sinovial, infiltrado linfocitario (intersticial y perivascular), proliferación de fibroblastos y fibrosis. Las biopsias capsulares presentaron menores cambios histológicos. En todos los casos, en el intervalo rotador se observó positividad intensa de vimentina en las células endoteliales de los vasos de neo formación y en el estroma, y moderada en los fibroblastos. No se pudo hallar correlación entre los hallazgos histológicos, la apariencia artroscópica de la cápsula y el estadio clínico de evolución. Conclusión: El estudio de la histología nos demuestra que, la displasia fibrosa en las capsulitis adhesivas idiopáticas es pancapsular, la vimentina solo se expresa en el intervalo rotador y el ligamento coracohumeral, reflejando contractura capsular, por lo que su liberación seria la llave para la recuperación del rango de movilidad y que no hay correlación entre los hallazgos histológicos, la apariencia artroscópica de la cápsula y el estadio clínico de evolución. Tipo de Estudio: Estudio pronóstico. Nivel de evidencia: IV
Descritores: Articulação do Ombro/patologia
Artroscopia/métodos
Bursite/diagnóstico
Bursite/patologia
Cápsula Articular/lesões
Vimentina
-Estudos Prospectivos
Seguimentos
Limites: Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: AR337.1 - Biblioteca A.A.O.T.


  2 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-959170
Autor: Santos, Ricardo Barreto Monteiro dos; Prazeres, Cleber Maciel de Morais; Fittipaldi, Ricardo Mertens; Monteiro Neto, João; Nogueira, Tiago Cerqueira Lima; Santos, Saulo Monteiro dos.
Título: Bankart lesion repair: biomechanical and anatomical analysis of Mason-Allen and simple sutures in a swine model / Reparo da lesão de Bankart: análise biomecânica e anatômica das suturas tipo Mason-Allen e simples em modelo suíno
Fonte: Rev. bras. ortop;53(4):454-459, July-Aug. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: To evaluate the labral height and pullout resistance after the repair of Bankart lesions in the glenohumeral joint of swine models, using double-loaded anchors with two suture configurations: simple and Mason-Allen. Methods: Ten swine shoulders were used, in which Bankart lesions were created. For each specimen, the lesion was sutured randomly with Mason-Allen sutures or simple sutures. The labral height was measured before the lesion was created and after the labral repair. The specimens were submitted to a tensile test for biomechanical evaluation. Results: In specimens submitted to simple suture (n = 5), the mean labral height observed before the lesion was 3.86 mm, and after suturing, 3.33 mm. In specimens submitted to Mason-Allen suture (n = 5), it was observed that the mean labral height before the lesion was 3.92 mm, and after suturing, 3.48 mm. When comparing the labral height after simple suture and Mason-Allen suture, no significant difference was observed. The pullout force at the end of the tensile test on specimens with single suture was 130 N, and in specimens with Mason-Allen suture, 128.6 N. No statistically significant differences were observed between the shoulders treated with single suture and Mason-Allen suture; p = 0.885. Conclusions: Repair of Bankart lesions with Mason-Allen suture provides increased labrum height; however, it does not increase the pullout strength.

RESUMO Objetivo: Avaliar a altura labral e a resistência ao arrancamento do reparo da lesão de Bankart em articulação glenoumeral de suínos, com âncoras duplamente carregadas com duas configurações de sutura: simples e tipo Mason-Allen. Métodos: Foram usados dez ombros suínos, nos quais foram criadas as lesões de Bankart. Para cada espécime foi feita a sutura da lesão com suturas tipo Mason-Allen e simples de forma aleatória. A altura labral foi mensurada previamente à confecção da lesão e após o reparo labral. Os espécimes foram submetidos ao ensaio de tração para avaliação biomecânica. Resultados: Nos espécimes submetidos a sutura simples (n = 5), observou-se altura média previamente à confecção da lesão de 3,86 mm e após a sutura, de 3,33 mm. Nos espécimes submetidos a sutura Mason-Allen (n = 5), observou-se que a altura média previamente à confecção da lesão era de 3,92 mm e após a sutura, de 3,48 mm. Ao comparar a altura labral após a sutura simples e Mason-Allen, não foram observadas diferenças significantes. A força de arrancamento no fim do ensaio de tração nos espécimes com sutura simples foi de 130 N e nos espécimes com sutura Mason-Allen, 128,6 N. Não houve diferença estatisticamente significante entre os ombros com suturas simples e Mason-Allen, p = 0,885. Conclusões: O reparo das lesões de Bankart com sutura Mason-Allen proporciona aumento da altura do labrum, mas não eleva a força de resistência ao arrancamento.
Descritores: Luxação do Ombro
Cápsula Articular
Interface Osso-Implante
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-849876
Autor: Pereira, Luciano J; Gavião, Maria Beatriz D.
Título: Avaliação ultra-sonográfica da articulação temporomandibular em adolescentes / Ultrasonographic evaluation of the temporomandibular joint in adolescents
Fonte: Arq. odontol;40(1):99-110, jan.-mar. 2004. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: O objetivo deste estudo foi avaliar imagens da articulação temporomandibular (ATM) de indivíduos portadores e não portadores de DTM, através da ultra-sonografia estática. Métodos: Foram avaliados 217 adolescentes entre 12 e 18 anos de idade através do Craniomandibular Index (CMI) e do questionário de sintomas subjetivos. Foram selicionados 40, que apresentaram escores extremos, distribuídos em: GrupoI- 20 adolescentes sem DTM e GrupoII- 20 adolescentes com Disfunção Temporomandibular (DTM). Utilizou-se o ultra-som digital Just Vision 200 (Toshiba Corporation, USA), com transdutor linear de 10 MHz, mensurando-se nas imagens a distância entre a cápsula articular e a superfície lateral do côndilo mandibular, na posição de repouso. Os dados foram analisados pelo teste T de Student, correlação de Pearson. Resultados: Os sintomas subjetivos mais prevalentes no Grupo II foram os ruídos articulares, a dor na face e/ou mandíbula e a dor de cabeça. As médias de espaços na ultra-sonografia foram de 1,90mm para o grupo I e 1,85mm para o grupo II, não se correlacionando com os escores do CMI (p>0,05). Conclusão: A avaliação da ATM pela ultra-sonografia não se correlacionou com o diagnóstico de DTM. Concluímos que a ultra-sonografia, segundo a metodologia utilizada não é eficaz para o diagnóstico de DTM
Descritores: Articulação Temporomandibular/crescimento & desenvolvimento
Articulação Temporomandibular
-Cápsula Articular/crescimento & desenvolvimento
Côndilo Mandibular/crescimento & desenvolvimento
Transtornos da Articulação Temporomandibular
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Responsável: BR365.1 - BIB - Biblioteca


  4 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-829999
Autor: Nascimento, Alexandre Tadeu do; Claudio, Gustavo Kogake.
Título: Functional evaluation of repairs to circumferential labral lesions of the glenoid - Case series / Avaliação funcional do reparo de lesões labrais circunferenciais da glenoide - Série de casos
Fonte: Rev. bras. ortop;51(5):555-560, Sept.-Oct. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT OBJECTIVE: To evaluate the clinical results among patients undergoing arthroscopic repair of circumferential labral lesions. METHODS: This was a retrospective study on 10 patients who underwent arthroscopic repair to circumferential labral lesions of the shoulder, between September 2012 and September 2015. The patients were evaluated by means of the Carter-Rowe score, DASH score, UCLA score, visual analog scale (VAS) for pain and Short-Form 36 (SF36). The average age at surgery was 29.6 years. The mean follow-up was 27.44 months (range: 12-41.3). RESULTS: The mean score was 16 points for DASH; 32 points for UCLA, among which six patients (60%) had excellent results, three (30%) good and one (10%) poor; 1.8 points for VAS, among which nine patients (90%) had minor pain and one (10%) moderate pain; 79.47 for SF-36; and 92.5 for Carter-Rowe, among which nine patients (90%) had excellent results and one (10%) good. Joint degeneration was present in one case (10%), of grade 1. We did not observe any significant complications, except for grade 1 glenohumeral arthrosis, which one patient developed after the operation. CONCLUSION: Arthroscopic repair of circumferential labral lesions of the shoulder through use of absorbable anchors is effective, with improvements in all scores applied, and it presents low complication rates. Cases associated with glenohumeral dislocation have lower long-term residual pain.

RESUMO OBJETIVO: Avaliar os resultados clínicos dos pacientes submetidos a reparo artroscópico de lesão labral circunferencial. MÉTODOS: Estudo retrospectivo de 10 pacientes submetidos ao reparo artroscópico de lesão labral circunferencial do ombro de setembro de 2012 a setembro de 2015. Os pacientes foram avaliados pelo escore de Carter-Rowe, pelo escore de Dash, pelo escore de Ucla, pela classificação visual analógica de dor (EVA) e pelo Short-Form 36 (SF36). A média de idade na cirurgia foi de 29,6 anos. O seguimento médio foi de 27,44 (variação de 12-41,3) meses. RESULTADOS: A média dos escores foi de 16 pontos no Dash; 32 pontos no Ucla, seis (60%) resultados excelentes, três (30%) bons e um ruim (10%); 1,8 ponto na EVA, nove (90%) dores leves e um (10%) dores moderadas; SF-36 de 79,47; e na escala de Rowe 92,5 pontos, nove (90%) resultados excelentes e um (10%) bom. Degeneração articular esteve presente em um (10%) caso, de grau 1. Não observamos complicações significativas, a não ser a artrose glenoumeral grau 1, desenvolvida no pós-operatório de um paciente. CONCLUSÃO: O reparo artroscópico da lesão labral circunferencial do ombro com o uso de âncoras absorvíveis é eficaz, com melhoria de todos escores aplicados, e apresenta baixos índices de complicação. Os casos associados a luxação glenoumeral apresentam menor dor residual em longo prazo.
Descritores: Artroscopia
Cápsula Articular
Instabilidade Articular
Articulação do Ombro
-Estudos Retrospectivos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-789869
Autor: Borges, Priscila Fernanda Figueiredo; Rossi, Priscila Abbári; Vasconcelos, Elaine Cristine Lemes Mateus de; Pezolato, Adriano; Vasconcelos, Everaldo Encide de.
Título: Efeitos da mobilização articular sustentada na flexibilidade das estruturas posteriores do ombro / Effects of sustained joint mobilization on the fl exibility of shoulder
Fonte: Fisioter. Bras;11(2):109-114, mar.-abr. 2010.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste estudo foi verificar se a técnica de mobilização articular ântero-posterior sustentada potencializa o ganho de flexibilidade das estruturas posteriores do ombro quando associada à técnica de auto alongamento comparando somente com o auto alongamento. O estudo contou com a participação dos acadêmicos do Curso de Fisioterapia, incluindo os voluntários que apresentava massimetria na flexibilidade das estruturas posteriores do ombro, observada pela redução da amplitude de movimento de rotação medial do ombro. Após avaliação, os voluntários foram divididos em dois grupos de tratamento: grupo alongamento e grupo mobilização/alongamento. O membro contra lateral foi o controle. Para avaliara flexibilidade das estruturas posteriores do ombro foi realizada goniometriade rotação medial passiva e ativa do ombro. Após quatro semanas de tratamento observamos ganhos para o movimento derotação medial do ombro de ambos os grupos, verificando-se uma diferença significativa entre o grupo alongamento e o grupo mobilização/alongamento, tanto para o movimento ativo como passivo, com os melhores resultados para o grupo mobilização/alongamento. Concluímos que a técnica de auto alongamento mostrou-se efetiva para o aumento da flexibilidade das estruturas posteriores do ombro, porém a associação do auto alongamento com a mobilização articular sustentada promoveu ganho adicional na flexibilidade das estruturas posteriores do ombro.

Th e purpose of this study was to verify whether the technique of sustained mobilization of the posterior joint improved gains infl exibility of the shoulder posterior structures when associated withself-stretching technique compared to the self-stretching techniquealone. Physical therapy students participated in the study, includingvolunteers with asymmetry in fl exibility of shoulder posterior structuresnoticed by the decrease of shoulder internal rotation range ofmotion. After assessment, volunteers were randomly divided in twogroups: stretching-group and mobilization/stretching-group. Th econtralateral limb was the control limb. To assess the fl exibility ofthe shoulder posterior structures, passive and active internal rotationgoniometry of the shoulder was performed. After four weeksof treatment, some gain was noticed in both groups in relation toshoulder internal rotation. However, a significant difference betweenthe stretching-group and the mobilization/stretching group forboth active motion and passive motion was observed, with better results for the mobilization/stretching group. In conclusion, theself-stretching technique was effective in improving the flexibility of shoulder posterior structures although the combination of selfstretchingand sustained articular mobilization additionally improvedthe flexibility of the shoulder posterior structures.
Descritores: Cápsula Articular
Ombro
Limites: Humanos
Responsável: BR1561.1 - Biblioteca Virtual AMMG


  6 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: lil-780515
Autor: Fuentes, Ramón; Ottone, Nicolás Ernesto; Bucchi, Cristina; Cantín, Mario.
Título: Análisis de los términos utilizados en la literatura científica para referirse a la cápsula articular y ligamentos articulares de la articulación temporomandibular / Analysis of terms used in the literature to refer to temporomandibular joint capsule and joint ligaments
Fonte: Int. j. morphol;34(1):342-350, Mar. 2016. ilus.
Idioma: es.
Resumo: La identificación de las estructuras anatómicas con un término único, informativo y con ausencia de homónimos, entre otros principios, es la tarea primordial que lleva adelante la Federación Internacional de Programas de Terminologia Anatomica (FIPAT) perteneciente a la International Federation of Anatomical Associations (IFAA). Sin embargo, en la literatura científica, sobre todo con orientación clínica y quirúrgica, existen aún dificultades para adoptar la Terminologia Anatomica Internacional (TAI), generándose múltiples denominaciones para una misma estructura anatómica, complicando la comunicación científica. El objetivo de este trabajo fue analizar los términos utilizados en la literatura científica en relación a la cápsula articular y los ligamentos articulares de la articulación temporomandibular. Se revisaron artículos científicos y también libros de texto de anatomía general y específicos de la articulación temporomandibular. Se compararon los términos adoptados en la literatura especializada con la establecida en la TAI, identificándose los términos de la TAI más utilizados, como así también aquellos mencionados en artículos científicos y libros de texto pero no presentes en la TAI. El análisis realizado en esta investigación permitió identificar el uso de términos presentes y ausentes en la TAI, analizando su denominación, origen, inserción y función específica.

The identification of anatomical structures with a single, informative term and absence of homonyms, among other principles, the primary task is being conducted by the International Federation of programs Anatomical Terminology (FIPAT) belonging to the International Federation of Anatomical Associations (IFAA). However, in the literature, particularly with clinical and surgical direction, there is still difficulty in adopting the Terminologia Anatomica Internacional (TAI), generating multiple names for the same anatomical structure, complicating scientific communication. The aim of this study was to analyze the terms used in the literature in relation to the joint capsule and joint ligaments of the temporomandibular joint. Scientific papers and textbooks on general and specific anatomy, of the temporomandibular joint is reviewed. We compared the terms adopted with TAI literature specialized terms, identifying the TAI terms most used, as well as those mentioned in scientific and textbook literature, but not present in the TAI. The analysis in this study identified the use of terms present and absent in TAI, analyzing their name, origin, insertion and specific function.
Descritores: Cápsula Articular/anatomia & histologia
Ligamentos Articulares/anatomia & histologia
Articulação Temporomandibular/anatomia & histologia
Terminologia como Assunto
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  7 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-769996
Autor: Cavalheiro, Cristina Schmitt; Razuk Filho, Mauro; Rozas, João; Wey, João; Andrade, Antonio Marcos de; Caetano, Edie Benedito.
Título: Anatomical study on the innervation of the elbow capsule / Estudo anatômico da inervação da cápsula do cotovelo
Fonte: Rev. bras. ortop;50(6):673-679, Nov.-Dec. 2015. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: To put forward an anatomical description of the innervation of the elbow capsule, illustrated through morphological analysis on dissections. METHODS: Thirty elbows from fresh fixed adult cadavers aged 32-74 years, of both sexes, were dissected. RESULTS: Among the dissected arms, we observed that the median nerve did not have any branches in two arms, while it had one branch in five arms, two branches in two arms, three branches in ten arms, four branches in nine arms and five branches in two arms. The radial nerve did not have any branches in two arms, while it had one branch in two arms, two branches in nine arms, three branches in ten arms, four branches in five arms and five branches in two arms. The ulnar nerve did not have any branches in three arms, while it had one branch in six arms, two branches in four arms, three branches in five arms, four branches in seven arms, five branches in four arms and six branches in one arm. CONCLUSIONS: We observed branches of the radial, ulnar and medial nerves in the elbow joint, and a close relationship between their capsular and motor branches.

Promover a descrição anatômica da inervação da cápsula do cotovelo com ilustração por meio da morfologia das dissecações. MÉTODOS: Foram dissecados 30 cotovelos de cadáveres adultos frescos e fixados, com idade entre 32 e 74 anos, de ambos os sexos. RESULTADOS: Observamos, dentre os braços dissecados, dois com nenhum ramo do nervo mediano, cinco com um ramo, dois com dois ramos, 10 com três ramos, nove com quatro ramos e dois com cinco ramos. Quando se trata do nervo radial, dois braços não apresentaram ramos, dois mostraram dois ramos, nove continham dois ramos, 10 contaram com três ramos, cinco tinham quatro ramos e dois tinham cinco ramos. Em relação ao nervo ulnar, tivemos três braços sem ramos articulares, seis com um ramo, quatro com dois ramos, cinco com três ramos, sete com quatro ramos, quatro com cinco ramos e um com seis ramos. CONCLUSÕES: Constatamos ramos do nervo radial, ulnar e medial na articulação do cotovelo, assim como a relação próxima entre os seus ramos capsulares e motores.
Descritores: Anatomia
Cadáver
Articulação do Cotovelo
Cápsula Articular
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto Jovem
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR26.1 - Biblioteca Central


  8 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Cohen, Moisés
Texto completo
Id: lil-732908
Autor: Belangero, Paulo Santoro; Leal, Mariana Ferreira; Pochini, Alberto de Castro; Andreoli, Carlos Vicente; Ejnisman, Benno; Cohen, Moises.
Título: Profile of collagen gene expression in the glenohumeral capsule of patients with traumatic anterior instability of the shoulder / Perfil de expressão de genes do colágeno na cápsula glenoumeral de pacientes com instabilidade traumática anterior do ombro
Fonte: Rev. bras. ortop;49(6):642-646, Nov-Dec/2014. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Research Support Foundation of the State of São Paulo (FAPESP).
Resumo: Objective: To evaluate the expression of the genes COL1A1, COL1A2, COL3A1 and COL5A1 in the glenohumeral capsule of patients with traumatic anterior instability of the shoulder. Methods: Samples from the glenohumeral capsule of 18 patients with traumatic anterior instability of the shoulder were evaluated. Male patients with a positive grip test and a Bankart lesion seen on magnetic resonance imaging were included. All the patients had suffered more than one episode of shoulder dislocation. Samples were collected from the injured glenohumeral capsule (anteroinferior region) and from the macroscopically unaffected region (anterosuperior region) of each patient. The expression of collagen genes was evaluated using the polymerase chain reaction after reverse transcription with quantitative analysis (qRT-PCR). Results: The expression of COL1A1, COL1A2 and COL3A1 did not differ between the two regions of the shoulder capsule. However, it was observed that the expression of COL5A1 was significantly lower in the anteroinferior region than in the anterosuperior region (median ± interquartile range: 0.057 ±0.052 vs. 0.155 ±0.398; p = 0.028) of the glenohumeral capsule. Conclusion: The affected region of the glenohumeral capsule in patients with shoulder instability presented reduced expression of COL5A1...

Objetivo: Avaliar a expressão dos genes COL1A1, COL1A2, COL3A1 e COL5A1 na cápsula glenoumeral de pacientes com instabilidade anterior traumática do ombro. Métodos: Foram avaliadas amostras de cápsula glenoumeral de 18 pacientes com instabilidade anterior traumática do ombro. Foram incluídos pacientes masculinos, com teste de apreensão positivo e lesão de Bankart no exame de ressonância magnética. Todos os pacientes sofreram mais de um episódio de luxação do ombro. Foram coletadas amostras da cápsula glenoumeral lesionada (região anteroinferior) e da região macroscopicamente não afetada (região anterossuperior) de cada paciente. A expressão dos genes de colágeno foi avaliada por reação em cadeia da polimerase após transcrição reversa com análise quantitativa (qRT-PCR). Resultados: A expressão de COL1A1, COL1A2 e COL3A1 não diferiu entre as duas regiões da cápsula do ombro. No entanto, foi observado que a expressão de COL5A1 estava significantemente reduzida na região anteroinferior em relação à região anterossuperior (mediana ± intervalo interquartílico: 0,057 ± 0,052 vs 0,155 ± 0,398; p = 0,028) da cápsula glenoumeral. Conclusão: A região afetada da cápsula glenoumeral de pacientes com instabilidade do ombro apresentou uma expressão reduzida de COL5A1...
Descritores: Colágeno
Matriz Extracelular
Expressão Gênica
Cápsula Articular
Ombro/patologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto Jovem
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR26.1 - Biblioteca Central


  9 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-705846
Autor: Bianchi, Pedro K F C; Martins, Edvaldo A N; Portugal, Eloi; Kfoury Júnior, José Roberto; Gonçalez, Patrícia O.
Título: Descrição anatômica da articulação metacarpo-falângica em ovinos / Anatomical description of the metacarpal phalangeal joint in sheep
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;33(supl.1):15-19, dez. 2013. ilus, graf, tab.
Idioma: pt.
Resumo: A descrição anatômica articular evidencia os fatores padrões para as condições biomecânicas que devem ser consideradas na seleção do animal de uma determinada espécie. Dessa forma, objetivou-se descrever a articulação metacarpo-falângica na espécie ovina, em relação a sua arquitetura, considerando o volume, recessos, comunicações e relações no aspecto anatômico macroscópico. Para tanto, foram utilizados dez animais adultos da espécie ovina, raça Santa Inês, machos e fêmeas, escolhidos aleatoriamente. A cápsula articular teve uma dimensão média de 3,05 cm e uma capacidade volumétri-ca média de 3,99 ml; as comunicações ocorreram em um grau médio de expansão do Látex nas faces dorsal (56,7%) e palmar (53,3%); as comunicações proximais nas faces dorsal, palmar e dorso-palmar apareceram em 100,0% dos casos; os recessos estiveram presentes nas extremidades distais. Nesse contexto, conclui-se, que a articulação metacarpo-falângica de ovinos apresenta-se com relações topográficas semelhantes à descrita para os demais ruminantes, possuindo comunicações em sua porção proximal e recessos distalmente.

The joints anatomical description highlights the standards for biomechanical conditions that must be considered in the selection of a particular animal species. Thus, the objective was to describe the metacarpal phalangeal joint in sheep, for its architecture and adjacent structures. For this purpose, we used ten adult sheep, Santa Ines breed, males and females, randomly chosen. The anatomical specimens for the study were collected by the disarticulation of the distal row of carpal and metacarpal bone of an sheep's forelimb. To observe the joint capsule, adjacent structures were overruled and their topographical relationships with such joint analyzed. The longitudinal measures of the joint capsule and the III-IV metacarpal bones, proximal phalanges III and IV proximal phalanx were taken. Through the results, it is concluded that the metacarpal phalangeal joint in sheep presents similar topographical relationships described for other ruminants, with connections at the proximal and recesses at the distal areas.
Descritores: Articulações/anatomia & histologia
Cápsula Articular/anatomia & histologia
Ovinos/anatomia & histologia
-Modelos Anatômicos
Limites: Animais
Adulto
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  10 / 26 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Conti, Paulo Cesar Rodrigues
Texto completo
Id: lil-662442
Autor: Cunha, Carolina Ortigosa; Pinto, Lívia Maria Sales; Mendonça, Luana Menezes de; Saldanha, Aline Dantas Diógenes; Conti, Ana Cláudia de Castro Ferreira; Conti, Paulo César Rodrigues.
Título: Bilateral asymptomatic fibrous-ankylosis of the temporomandibular joint associated with rheumatoid arthritis: a case report
Fonte: Braz. dent. j;23(6):779-782, 2012. ilus.
Idioma: en.
Resumo: The American Academy of Orofacial Pain (AAOP) defines ankylosis of the temporomandibular joint (TMJ) as a restriction of movements due to intracapsular fibrous adhesions, fibrous changes in capsular ligaments (fibrous-ankylosis) and osseous mass formation resulting in the fusion of the articular components (osseous-ankylosis). The clinical features of the fibrous-ankylosis are severely limited mouth-opening capacity (limited range of motion during the opening), usually no pain and no joint sounds, marked deflection to the affected side and marked limitation of movement to the contralateral side. A variety of factors may cause TMJ ankylosis, such as trauma, local and systemic inflammatory conditions, neoplasms and TMJ infection. Rheumatoid arthritis (RA) is one of the systemic inflammatory conditions that affect the TMJ and can cause ankylosis. The aim of this study is to present a case of a female patient diagnosed with bilateral asymptomatic fibrous-ankylosis of the TMJ associated with asymptomatic rheumatoid arthritis. This case illustrates the importance of a comprehensive clinical examination and correct diagnosis of an unusual condition causing severe mouth opening limitation.

A Academia Americana de Dor Orofacial (AAOP) define anquilose da Articulação Temporomandibular (ATM) como restrição dos movimentos devido à adesão fibrosa intracapsular, alterações fibrosas nos ligamentos capsulares (fibroanquilose) e formação de massa óssea resultando na fusão dos componentes articulares (anquilose óssea). As características clínicas da Fibroanquilose são: capacidade severamente limitada de abertura bucal geralmente sem dor e sem ruídos articulares, com marcada deflexão para o lado afetado e marcada limitação de movimentos para o lado contralateral. Uma variedade de fatores pode causar anquilose da ATM, como trauma, condições inflamatórias locais e/ou sistêmicas, neoplasias e infecção na ATM. A artrite reumatóide (AR) é uma dessas condições sistêmicas inflamatórias que pode afetar a ATM e causar anquilose. O objetivo desse estudo é apresentar um caso de uma paciente, diagnosticada com Fibroanquilose da ATM bilateral e assintomática associada à AR. Esse caso ilustra a importância de um exame clínico bem realizado com exames complementares pode levar a um diagnóstico correto de Fibroanquilose da ATM e da importância do diagnóstico diferencial em casos de abertura bucal restrita.
Descritores: Anquilose/diagnóstico
Artrite Reumatoide/diagnóstico
Transtornos da Articulação Temporomandibular/diagnóstico
-Doenças Assintomáticas
Tomografia Computadorizada de Feixe Cônico/métodos
Fibrose
Cápsula Articular/patologia
Imageamento por Ressonância Magnética/métodos
Côndilo Mandibular/patologia
Amplitude de Movimento Articular/fisiologia
Osso Temporal/patologia
Articulação Temporomandibular/patologia
Aderências Teciduais/diagnóstico
Limites: Feminino
Humanos
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 3 ir para página          
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde