Base de dados : LILACS
Pesquisa : A05.360.319.679.490.373 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 26 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 3 ir para página          

  1 / 26 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-888953
Autor: Li, N; Wu, HM; Hang, F; Zhang, YS; Li, MJ.
Título: Women with recurrent spontaneous abortion have decreased 25(OH) vitamin D and VDR at the fetal-maternal interface
Fonte: Braz. j. med. biol. res = Rev. bras. pesqui. méd. biol;50(11):e6527, 2017. graf.
Idioma: en.
Projeto: National Natural Science Foundation.
Resumo: Immunological mechanisms have been proposed to underlie the pathogenesis of recurrent spontaneous abortion (RSA). Vitamin D has a potent immunomodulatory effect, which may affect pregnancy outcome. The objective of this study was to investigate 25-hydroxyvitamin D [25(OH) D] concentration and vitamin D receptor (VDR) expression in the decidual tissues of RSA patients. Thirty women with RSA (RSA group) and thirty women undergoing elective abortion (control group) were recruited during 2016 from gynecology outpatient clinics. We measured 25(OH) D, interleukin (IL)-17, IL-23, transforming growth factor β (TGF-β), VDR and 1-α-hydroxylase (CYP27B1) in decidual tissues collected during the abortion procedure. In the RSA group, 25(OH) D and TGF-β were significantly decreased while IL-17 and IL-23 were significantly increased compared with the control group. VDR expression was significantly decreased in the RSA group compared with the control group. Logistic regression analysis showed a significant negative correlation between 25(OH) D in decidual tissues and RSA. These results indicated that vitamin D concentrations in the decidua are associated with inflammatory cytokine production, suggesting that vitamin D and VDR may play a role in the etiology of RSA.
Descritores: Vitamina D/análogos & derivados
Aborto Habitual/metabolismo
Receptores de Calcitriol/análise
Decídua/química
25-Hidroxivitamina D3 1-alfa-Hidroxilase/análise
-Terceiro Trimestre da Gravidez
Vitamina D/análise
Vitamina D/metabolismo
Deficiência de Vitamina D/complicações
Modelos Logísticos
Fatores de Risco
Aborto Habitual/etiologia
Fator de Crescimento Transformador beta/análise
Receptores de Calcitriol/metabolismo
Estatísticas não Paramétricas
Interleucina-17/análise
Interleucina-23/análise
25-Hidroxivitamina D3 1-alfa-Hidroxilase/metabolismo
Limites: Seres Humanos
Feminino
Gravidez
Adulto
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-895515
Autor: Souza, Cíntia A; Silva, Juneo F; Silva, Camila L. R; Ocarino, Natália M; Serakides, Rogéria.
Título: Thyroid hormones affect decidualization and angiogenesis in the decidua and metrial gland of rats / Hormônios tireoidianos afetam a decidualização e a angiogênese na decídua e glândula metrial de ratas
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;37(9):1002-1014, Sept. 2017. graf, ilus.
Idioma: en.
Resumo: This study aimed to evaluate the effects of thyroid hormone on the decidua and metrial gland of rats and to examine the expression of angiogenic factors. 72 adult, female rats were divided into hypothyroid, T4-treated2, and control groups. At 10, 14 and 19 days of gestation (DG), the decidua and metrial gland were collected for histomorphometric and immunohistochemical evaluation of the expression of VEGF, Flk-1 and Tie-2. Hypothyroidism reduced the area of the decidua at 10 and 19 DG. Furthermore, VEGF was increased at 10 and 14 DG, and Flk-1 only at 14 DG, but both was reduced at 19 DG in the metrial gland without significantly changing the area occupied by blood vessels. Rats treated with T4 showed an increase in the decidua blood vessels at 10 and 19 DG. However, at 10 DG, excess T4 resulted in increased of Flk-1 in the decidua and metrial gland. Hypothyroidism increased the Tie-2 at 10 and 19 DG in the decidua and metrial gland. In conclusion, hypothyroidism reduces the area of the decidua and increases the expression of VEGF, Tie-2 and Flk-1. The excess of T4 promotes tissue angiogenesis by increasing the number of vessels in the decidua because of the increased expression of Flk-1.(AU)

Este estudo teve como objetivo avaliar os efeitos dos hormônios tireoidianos sobre a decídua e a glândula metrial pela análise da expressão de fatores angiogênicos em ratas. 72 ratas adultas, fêmeas foram distribuídas nos grupos hipotiroideo, tratado com T4 e controle. Aos 10, 14 e 19 dias de gestação (DG), a decídua e a glândula metrial foram coletadas para avaliação histomorfométrica e imunoistoquímica da expressão de VEGF, Flk-1 e Tie-2. O hipotireoidismo reduziu a área da decídua aos 10 e 19 DG. Além disso, o VEGF aumentou aos 10 e 14 DG e o Flk-1 apenas aos 14 DG, mas ambos foram reduzidos aos 19 DG na glândula metrial sem alterar significativamente a área ocupada pelos vasos sanguíneos. As ratas tratadas com T4 apresentaram aumento do número de vasos sanguíneos na decídua aos 10 e 19 DG. Além disso, aos 10 DG, o excesso de T4 resultou no aumento de Flk-1 na decídua e na glândula metrial. O hipotireoidismo aumentou o Tie-2 em 10 e 19 DG na decídua e na glândula metrial. Desta forma, pode-se concluir que o hipotireoidismo reduz a área da decídua e aumenta a expressão de VEGF, Tie-2 e Flk-1. O excesso de T4 promove a angiogênese tecidual ao aumentar o número de vasos na decídua devido ao aumento da expressão de Flk-1.(AU)
Descritores: Feniltioureia/análise
Hormônios Tireóideos/análise
Decídua
Indutores da Angiogênese/análise
Glândula Metrial
Limites: Animais
Feminino
Ratos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  3 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-633232
Autor: Godosevicius Katz, Sima.
Título: Extracellular breakdown of collagen by mice decidual cells. A cytochemical and ultrastructural study
Fonte: Biocell;29(3):261-270, Aug.-Dec. 2005. ilus.
Idioma: en.
Projeto: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo.
Resumo: The interaction of antimesometrial decidual cells and collagen fibrils was studied by light microscopy and ultrastructural cytochemistry in fed and acutely fasted mice on days 9-11 of pregnancy. Fibrillar elements in the extracellular space consisted of collagen fibrils and filamentous aggregates (disintegrating collagen fibrils). Intracellular vacuoles exhibited typical collagen immersed in electron-translucent material (clear vacuoles) and faint cross-banded collagen immersed in electron-opaque material (dark vacuoles). Fibrillar elements showed extracellular acid phosphatase activity which was stronger in the region of mature decidua than in predecidual cells region in all animals; it was conspicuous in mature decidua of fasted animals. Intracellular acid phosphatase activity was observed in dark vacuoles and lysosomes, and was absent in clear vacuoles in all cells studied. Since acid phosphatase activity reflects the presence of lysosomal hydrolases in general, the results indicate that breakdown of extracellular collagen occurs by release of lysosomal enzymes by decidual cells and also by internalization of collagen for intracellular degradation in fed and fasted mice. Collagen breakdown may be part of the process of tissue remodeling in mature and predecidual regions, however, in mature decidua, collagen breakdown is enhanced and may therefore contribute to nutrition of the fetus, specially in acutely fasted mice.
Descritores: Colágeno/metabolismo
Decídua/metabolismo
Decídua/ultraestrutura
Matriz Extracelular/metabolismo
Histocitoquímica
-Fosfatase Ácida/metabolismo
Fosfatase Ácida/ultraestrutura
Matriz Extracelular/enzimologia
Jejum
Lisossomos/metabolismo
Lisossomos/ultraestrutura
Microscopia Eletrônica
Limites: Animais
Feminino
Camundongos
Gravidez
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: AR1.2 - Instituto de Investigaciónes Epidemiológicas


  4 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-465018
Autor: Agüero, Oscar.
Título: Primer corioepitelioma diagnosticado y publicado en Venezuela / First corioepitelioma diagnosed and publicated in Venezuela
Fonte: Gac. méd. Caracas;106(2):280-286, abr.-jun. 1998.
Idioma: es.
Descritores: Carcinoma Embrionário
Decídua
Circulação Placentária
Neoplasias Uterinas
-Medicina
Venezuela
Limites: Seres Humanos
Feminino
Gravidez
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Revisão
Responsável: VE1.1 - Biblioteca Humberto Garcia Arocha


  5 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-436849
Autor: Morena, Diva Fenelle Spadacci.
Título: Estudo do efeito do veneno da serpente Bothrops jararaca na interação materno-fetal, em camundongos no 9º e 19º dias de prenhez / Study of the effect5 of the Bothrops jararaca snake venom in the maternal-fetal interaction, on days 9 and 19 of pregnant mice.
Fonte: São Paulo; s.n; 2005. [86] p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal de São Paulo. Escola Paulista de Medicina. Curso de Morfologia para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Foi realizado um estudo onde foi avaliado o efeito do veneno da serpente Bothrops jararaca na interação materno-fetal, em camundongos no 9° e 19° dias de prenhez. Para isso, animais no 8° dia de prenhez receberam, por via intramuscular, 4,881lg do veneno/20g de peso do corpo (grupo BjV). Como grupo controle, foram utilizados camundongos, na mesma data de prenhez, que receberam pela mesma rota, salina estéril (grupo Sal). No 9° dia de prenhez, um grupo de animais, foi sacrificado para avaliação materna hemostática, hematológica e morfológica da decídua antimesometrial. Um outro grupo de animais foi a pré-termo, para avaliação externa e esquelética dos fetos, do peso médio dos fetos, e também do peso médio matemo e da placenta, com o objetivo de relacioná-los ao envenenamento e, consequentemente, ao efeito sobre os fetos. No 9° dia de prenhez, foi constatado um número maior de reabsorção de fetos entre os animais do grupo BjV (39 por cento) quando comparado com o grupo Sal (15 por cento), porém, não havia diferença estatística entre os dois grupos. O exame histológico da decídua antimesometrial dos camundongos do grupo BjV revelou a presença de células trofoblásticas gigantes e células deciduais necróticas, na interface materno-fetal. Focos hemorrágicos e células típicas inflamatórias também foram observados nessa região. o grupo BjV apresentou níveis mais baixos de fibrinogênio que o grupo controle (p≤O,OOO1) entretanto, TP e TTPA não estavam alterados. Os leucogramas eram semelhantes, nos dois grupos estudados, não havendo diferenças entre a contagem geral e específica dos leucócitos. Nos animais que foram a pré-termo, o envenenamento não foi capaz de alterar o ganho de peso matemo, ao longo da gestação, e também não alterou o peso das placentas. Entretanto, o grupo envenenado mostrou uma incidência, estatisticamente significativa (p=O,OO4), de animais com reabsorção total de fetos (43 por cento) quando comparado com o grupo controle (16 por cento) e de animais apresentando reabsorção parcial de fetos (19 por cento), o que não foi observado entre os animais do grupo controle. O veneno não foi capaz de provocar alterações externas e esqueléticas nos fetos. Comparando-se os fetos de uma mesma ninhada, observou-se que o tamanho dos animais no grupo que recebeu o veneno não era tão homogêneo quanto no grupo controle, havendo ninhadas com fetos raquíticos ao lado de outros saudáveis. Apesar de não ter havido diferença entre o peso médio dos fetos, nos dois grupos estudados, havia uma tendência, entre os envenenados, a um retardo do crescimento. Neste estudo, ficou constatado que o veneno da serpente Bothrops jararaca afetou tanto a mãe (coagulação e decídua antimesometrial) como os fetos. Entretanto, não está claro se as alterações no desenvolvimento da prenhez foram resultado de um efeito direto do veneno sobre o útero/feto, se foram em decorrência das alterações que o veneno provocou na coagulação da mãe ou de ambos.
Descritores: Decídua
Células Gigantes
Camundongos
Mordeduras de Serpentes
Responsável: BR1.2 - Biblioteca Central
BR1.2; 9407


  6 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-407979
Autor: Zanet, Caio Gorgulho; Menezes, Ana Carolina Silveira Cardoso de; Barbosa, Cristiani de Siqueira; Fava, Marcelo; Di Nicoló, Rebeca.
Título: Avaliação dimensional de arcos dentários decíduos utilizando os gabaritos de Long / Dimensional evaluation of deciduous dental arches using Long templates
Fonte: Ciênc. odontol. bras;5(3):46-53, set.-dez. 2002. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Um dos principais objetivos da Odontopediatria moderna é a prevenção e a manutenção da saúde dos pacientes infantis, que apresentam contínuo crescimento e desenvolvimento. Qualquer desvio da normalidade da arcada dentária poderá acarretar problemas, quando não detectados e tratados precocemente. Long, em 1999, desenvolveu gabaritos da forma dos arcos decíduos do tipo I e II de Baume, através da computação eletrônica, para análise morfológica da dentadura decídua, por sobreposição em modelos de gesso. Este estudo testou estes gabaritos desenvolvidos por Long em 30 pares de modelos de gesso com de pacientes da clínica de odontopediatria da Faculdade de Odontologia da UNESP-SJC, com dentadura decídua completa. Alguns destes pacientes tinham maloclusão, outros oclusão normal. Foi, então, analisado o posicionamento vestíbulo-lingual de cada um dos dentes das arcadas superior e inferior. Observou-se que 60 por cento dos dentes analisados na maxila estavam vestibularizados em relação à posição ideal, enquanto que na mandíbula, 50 por cento dos dentes tinham um bom posicionamento. Desta forma, concluiu-se que, os gabaritos são de simples aplicação clínica, inclusive para o clínico geral, podendo ser muito útil na determinação precoce de problemas na dentadura decídua
Descritores: Decídua
Oclusão Dentária
Dentaduras
Responsável: BR186.1 - Biblioteca Honório Monteiro


  7 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-358268
Autor: Iglesias, Melitza; Guzman, Renato; Martinez, Octavio; Restrepo, Jose Felix; Iglesias, Antonio.
Título: Inmunologia de la reproduccion / Immunology of reproduction
Fonte: Acta méd. colomb;27(3):170-180, mayo-jun. 2002. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: El feto considerado como un trasplante semialogénico que se desarrolla por nueve meses en el vientre materno, nos hace vislumbrar la idea de que existen mecanismos protectores que impiden que se induzca daño a dicho feto y permitan su sobrevida y su tolerancia. Estos mecanismos afinados muy sutilmente y localizados en un sitio "privilegiado" evitan que el feto sea rechazado, mientras que la madre sigue manteniendo la homeostasis perfecta de su sistema inmunológico. La tolerancia hacia al feto semialogénico por el sistema inmune materno es un mecanismo activo. Mientras que el tejido fetal se previene de ser reconocido como tejido extraño y de ser rechazado por las células del sistema inmune materno, la placenta actúa como barrera inmunológica activa, en el sentido que permite que dos organismos antigénicamente diferentes se toleren el uno al otro. La tolerancia hacia el feto se lleva a cabo por la interacción de las células natural killer con sus respectivos receptores, las moléculas HLA G, HLA C, el balance de las diferentes subpoblaciones de citoquinas Th1 y Th2, mecanismos de apoptosis y la síntesis de factores reguladores como citoquinas y hormonas. Todos estos mecanismos involucrados en la tolerancia maternofetal se correlacionan los unos con los otros, existiendo una verdadera integración de estos elementos, que aun cuando son de origen y modo de acción diferentes, resultan en la existencia de otro ser humano
Descritores: Decídua
Placenta
Reprodução/imunologia
Tolerância Imunológica/imunologia
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: CO5.1 - Centro de Información y Conocimiento


  8 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-349527
Autor: Piccinni, Daniel J; Spitale, Luis S; Cabalier, Luis R; Cabalier, María E. Dionisio de.
Título: Decidua en la superficie peritoneal imitando nódulos metastásicos. Hallazgo durante una intervención cesárea / Decidua in the peritoneal surface mimicking metastic nodules. Finding during cesarean section
Fonte: Rev. Fac. Cienc. Méd. (Córdoba);59(1):113-116, 2002. ilus.
Idioma: es.
Resumo: La decidua ectópica ha sido observada más a menudo en ovario, útero y cervix. La localización peritoneal es menos frecuente y usualmente um hallazgo incidental. La decidua ectópica fue investigada en biopsias realizadas durante intervenciones cesáreas, ligaduras tubarias selectivas, apendicectomías y en embarazos tubarios. Los estudios histológicos en estos casos se han realizado de fragmentos de epiplón, serosa apendicular, serosa tubaria, ganglios linfáticos y varios órganos abdominales. Nuestro objetivo es reportar un caso de deciduosis peritoneal, en una mujer de 46 años de edad, aisntomática, descubierta durante una intervención cesárea y simulando ser nódulos metastásicos (hallazgo incidental). El diagnóstico histológico fue hecho basado en material estudiado con la técnica habitual de inclusión en parafina y tinción con hematoxilina y eosina. Creemos que la transformación decidual del peritoneo se origina por una metaplasia del estroma celómico, inducida por la acción de la progesterona, siendo e menudo un fenómeno completamente reversible
Descritores: Decídua
Neoplasias Peritoneais
Complicações na Gravidez
-Cesárea
Diagnóstico Diferencial
Metaplasia
Limites: Seres Humanos
Feminino
Gravidez
Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-343136
Autor: Iglesias R., Melitza.
Título: Inmunología de la reproducción / Immunology of the reproduction
Fonte: Clin. cienc;1(4):6-14, 2002. ilus.
Idioma: es.
Descritores: Gravidez
Reprodução/imunologia
-Anexinas
Antígenos HLA/genética
Apoptose
Decídua
Expressão Gênica/genética
Isoanticorpos
Troca Materno-Fetal
Placenta
Limites: Seres Humanos
Feminino
Gravidez
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  10 / 26 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-340780
Autor: San Martin, S; Soto-Suazo, M; Zorn, T. M. T.
Título: Distribution of versican and hyaluronan in the mouse uterus during decidualization
Fonte: Braz. j. med. biol. res = Rev. bras. pesqui. méd. biol;36(8):1067-1071, Aug. 2003. ilus, tab.
Idioma: en.
Conferência: Apresentado em: International Symposium of Extracellular Matrix, Angra dos Reis, Oct. 7-10, 2002.
Projeto: FAPESP.
Resumo: Preparation for embryo implantation requires extensive adaptation of the uterine microenvironment. This process consists of cell proliferation and cell differentiation resulting in the transformation of endometrial fibroblasts into a new type of cell called decidual cell. In the present study, we followed the space-time distribution of versican and hyaluronan (HA) in different tissues of the uterus before and after embryo implantation. Fragments of mouse uteri obtained on the fourth, fifth, sixth and seventh days of pregnancy were fixed in Methacarn, embedded in Paraplast and cut into 5-æm thick sections. HA was detected using a biotinylated fragment of the proteoglycan aggrecan, which binds to this glycosaminoglycan with high affinity and specificity. Versican was detected by a polyclonal antibody. Both reactions were developed by peroxidase methods. Before embryo implantation, both HA and versican were present in the endometrial stroma. However, after embryo implantation, HA disappeared from the decidual region immediately surrounding the implantation chamber, whereas versican accumulated in the same region. The differences observed in the expression of HA and versican suggest that both molecules may participate in the process of endometrial decidualization and/or embryo implantation
Descritores: Blastocisto
Transferência Embrionária
Útero
-Divisão Celular
Decídua
Imuno-Histoquímica
Prenhez
Células Estromais
Limites: Animais
Feminino
Gravidez
Camundongos
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 3 ir para página          
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde