Base de dados : LILACS
Pesquisa : A07.541.358 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 480 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 48 ir para página                         

  1 / 480 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-233899
Autor: Dutra, Maurício dos S; Lima, Walter C. de; Barreto, Jorge M.
Título: Simulaçäo da ejeçäo ventricular tipo "WINDKESSEL" com átrio ativo / Simulation of the \"WINDKESSEL\" ventricular ejection with active atrium
Fonte: In: Schiabel, Homero; Slaets, Annie France Frère; Costa, Luciano da Fontoura; Baffa Filho, Oswaldo; Marques, Paulo Mazzoncini de Azevedo. Anais do III Fórum Nacional de Ciência e Tecnologia em Saúde. Säo Carlos, s.n, 1996. p.622-622.
Idioma: pt.
Conferência: Apresentado em: Fórum Nacional de Ciência e Tecnologia em Saúde, 3 e Congresso Brasileiro de Engenharia Biomédica, 15 e Congresso Brasileiro de Físicos em Medicina , 6 e Congresso Brasileiro de Informática em Saúde, 5 e Encontro Brasileiro de Proteçäo Radiológica, Campos do Jordäo, 13-17 out. 1996.
Resumo: Este trabalho simula um modelo do batimento cardíaco, considerando a contração atrial no final da diástole e demonstra sua influência na ejeção ventricular. A circulação sistêmica é representada pelo modelo tipo "windkessel". A simulação foi desenvolvida num microcomputador IBM-PC compatível, utilizando-se da ferramenta de modelagem "bons graphs", através do programa de simulação Tutsim.
Descritores: Computadores
Átrios do Coração
Volume Sistólico
-Esforço Físico
Pressão Ventricular
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR1.1/3012.91


  2 / 480 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1047747
Autor: Miño, Luis Marcelo; Centurión, Osmar Antonio; Torales, Judith M; García, Laura B; Cáceres, Cristina; Paniagua, María; Lovera, Oscar A; Martínez, Jorge E.
Título: Asociación de la dilatación auricular izquierda con los trastornos del sistema de conducción en pacientes con hipertensión arterial sistémica / Association of left atrial dilatation with conduction system disorders in patients with systemic arterial hypertension
Fonte: Mem. Inst. Invest. Cienc. Salud (Impr.);17(3):20-27, dic.2019. tab.
Idioma: es.
Resumo: La dilatación de la aurícula izquierda (AI) se considera un predictor ecocardiográfico para la remodelación auricular y la fibrilación auricular. Por ende, hemos investigado la correlación existente entre la dilatación de la AI con las arritmias cardíacas y los trastornos del sistema de conducción en pacientes con hipertensión arterial (HTA). En este estudio observacional y prospectivo hemos investigado las variaciones electrocardiográficas, mediciones ecocardiográficas y Holter ECG de 24 hs en pacientes hipertensos y no hipertensos ambulatoria y hospitalizados que acuden a un hospital terciario entre marzo a septiembre del 2018. Se estudiaron 104 pacientes, 65 hipertensos conocidos y 39 no hipertensos como grupo control. El diámetro promedio de la AI fue significativamente mayor (p=0,03) en pacientes hipertensos que los no hipertensos (37±8 mm vs. 34±5 mm). Se encontró una asociación significativa entre hipertensión y la aurícula izquierda dilatada (>40 mm) (p= 0,026 OR: 3,25 IC95%: 1,01-11,02). La dilatación de la AI tuvo una especificidad de 73% y un valor predictivo negativo de 98% relacionado con la presencia de trastornos del sistema de conducción y arritmias cardiacas en pacientes con HTA. Se encontró asociación entre la hipertensión arterial y la dilatación de la aurícula izquierda. La dilatación de la aurícula izquierda tiene una elevada especificidad y un alto valor predictivo negativo en la detección de la presencia de prolongación del intervalo QT, ensanchamiento del complejo QRS, dispersión de la onda P, y trastornos del sistema de conducción y arritmias cardiacas en pacientes con hipertensión arterial(AU)

Dilation of the left atrium (LA) is considered an echocardiographic predictor for atrial remodeling and atrial fibrillation. Therefore, we have investigated the correlation between dilatation of the LA with cardiac arrhythmias and conduction system disorders in patients with systemic arterial hypertension. In this observational and prospective study we have investigated electrocardiographic variations, echocardiographic measurements and Holter ECG of 24 hours in hypertensive patients who attend a tertiary hospital from March 2018 to September 2018 as outpatients and inpatients. One hundred four patients were studied, 65 known to be hypertensive and 39 non-hypertensive subjects as control group. The diameter of the LA ​​had a mean value of 37±8 in hypertensive patients, while in non-hypertensive patients was 34±5 ​​(p = 0.03). A significant association was found between hypertension and increased diameter of the LA (p = 0.04 OR: 2.6 CI 0.88-7.7). Dilatation of the LA had a specificity of 73% and a negative predictive value of 98% related to the presence of conduction system disorders and cardiac arrhythmias in patients with hypertension. A significant relationship between arterial hypertension and dilatation of the left atrium was observed. The dilatation of the left atrium has a high specificity and a high negative predictive value in the detection of the presence of prolongation of the QT interval, widening of the QRS complex, dispersion of the P wave, and disorders of the conduction system and cardiac arrhythmias in patients with hypertension(AU)
Descritores: Arritmias Cardíacas
Doença do Sistema de Condução Cardíaco
Hipertensão
-Dilatação
Átrios do Coração
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: PY3.1 - Biblioteca


  3 / 480 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-129059
Autor: Morais, Carlos Floriano de.
Título: Mixoma cardíaco: contribuiçäo de dados morfológicos e imuno-histoquimicos para a compreensäo da sua composiçäo celular, histogenese e forma de crescimento / Cardiac myxoma: contribuition of morphological and immunohistochemical data for cellular composition, histogenesis and form of growth.
Fonte: Säo Paulo; s.n; 1992. 202 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de Säo Paulo. Faculdade de Medicina para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Os objetivos do presente trabalho säo: 1) obter novos subsídios para a caracterizaçäo dos tipos celulares presentes no mixoma cardíaco (MC), 2) aprofundar o conhecimento sobre sua histogênese, diferenciaçäo celular e forma de crescimento. Säo estudados 13 mixomas em 12 pacientes, num período de 10 anos (9 pacientes do INCOR, um da FMUSP e 1 do SVO); 9 casos säo provenientes de espécimens cirúrgicos e quatro de necropsias. Säo empregados microscopias ópticas convencional, eletrönica de transmissäo, óptica de alta resoluçäo, histoquímica e imuno-histoquímica, com correlaçäo de resultados. Frequências: 0,12 por cento, dentre os espécimens cirúrgicos, 0,0574 por cento, dentre as necropsias e 65,0 por cento, dentre as neoplasias cardíacas primárias benignas. Nove säo mulheres e 3 homens; a média de idades é de 45,2 anos e mediana de 46 anos. Forma de apresentaçäo clínica: síntomas obstrutivos (66,7 por cento), com destaque para 1 caso (8,3 por cento) com infarto agudo do do miocárdio, como primeiro sintomas; sintomas constitucionais (8,3 por cento), e sem sintomas (16,7 por cento ). A distribuiçäo por sexo, cor, idade e localizaçäo está de acordo com dados de literatura. Säo encontrados 2 tipos macroscópico de MCs: Nodular (N, 7 MCs), Papilífero (P, 5 MCs) e um caso com forma Mista (M). As formas Ns têm tamanho maior do que as Ps, e a M ocupa posiçäo intermediária. Todos têm localizaçäo intra-cavitária; 12 no átrio esquerdo, principalmente próximo à fossa oval; 1 no átrio direito. Näo há qualquer evidência macroscópica de que sejam trombos. Säo encontrados dois tipos celulares, denominados células estreladas e células "poliédricas", que, pelo seu grau de indiferenciaçäo morfológica e imuno-histoquímica para os seguintes tipos celulares: células indiferenciadas com algumas características de fibrolastos, células endoteliais, células musculares lisas e especial destque para o encontro de glândulas em 2 casos (15, 4 por cento). A diferenciaçäo é irregular, dentro de um dado MC e de MC a MC. Frequentemente é observada tendência para a formaçäo de agrupamentos, especialmente de vasos sanguíneos muito primitivos. Um caso recidivou 12 meses após a retirada da neoplasia original, sem sintomatologia atribuível ao MC, diagnosticado por ecocardiograma de rotina. Apenas 1 caso mostrou comportamento maligno, evidenciado através de metástases infiltrativas em vários órgäos; como infiltrava apenas o tecido imediatamente vizinho às artérias onde se alojavam, os autores concluem que seja neoplasia de baixo grau de malignidade. Em nenhum caso säo observadas evidências microscópicas de que seja trombos...
Descritores: Mixoma/patologia
Neoplasias Cardíacas/patologia
-Imuno-Histoquímica
Átrios do Coração
Mixoma/ultraestrutura
Neoplasias Cardíacas/ultraestrutura
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Adulto
Meia-Idade
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR1.1; 2316.00; BR66.1; W4.DB8 SP.USP FM-2 M825m


  4 / 480 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Rosa, Maria Luiza Garcia
Texto completo
Id: biblio-1040105
Autor: Macedo, Erica de Abreu; Rosa, Maria Luiza Garcia; Jorge, Antônio José Lagoeiro; Leite, Adson Renato; Santos, Leivys Henrique Silva; Vieira, Juliana Salge.
Título: Increased Left Atrial Volume and Its Relationship to Vitamin D in Primary Care
Fonte: Int. j. cardiovasc. sci. (Impr.);32(5):508-516, Sept-Oct. 2019. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: The study is based on the fact that left atrial (LA) volume measurement is a marker of the presence of diastolic dysfunction and that Vitamin D deficiency may be associated with ventricular remodeling, worsening of left ventricular (LV) diastolic and systolic function, and activation of the renin-angiotensin-aldosterone system. Objective: To evaluate whether LAV changes are related to vitamin D deficiency. Method: A cross-sectional, population-based, unicentric study in which 640 patients over 45 years of age enrolled in the Niterói's Médico de Família program, RJ, were evaluated. Patients were submitted to tissue Doppler echocardiography to evaluate the parameters of diastolic and systolic function and vitamin D dosage. The presence or absence of hypovitaminosis D associated with structural and functional cardiac changes was compared between each group. A p < 0.05 value was considered as an indicator of statistical significance. Results: Of the 640 individuals analyzed, hypovitaminosis D was confirmed in 39.2% of the patients, of whom 34.8% had diastolic dysfunction. The most relevant echocardiographic parameters that were statistically significant were non-indexed AEDs and LAV, E'/A' and E wave deceleration time, which were associated with the presence of hypovitaminosis D (P < 0.01). Conclusion: The study of the association of hypovitaminosis D and the appearance of structural and functional cardiac abnormalities may contribute to the discussion of the adoption of one more criterion to select individuals at risk of developing clinical cardiac insufficiency in primary care since, with the use of echocardiography, the subclinical condition of cardiac involvement, with prognostic and treatment implications for the referred patients with hypovitaminosis D, can be identified early
Descritores: Atenção Primária à Saúde/métodos
Vitamina D
Função do Átrio Esquerdo
Átrios do Coração
-Deficiência de Vitaminas/complicações
Deficiência de Vitamina D/complicações
Pressão Sanguínea
Ecocardiografia/métodos
Estudos Transversais
Análise Estatística
Insuficiência Cardíaca
Frequência Cardíaca
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Meia-Idade
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  5 / 480 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-748943
Autor: Mateos, José Carlos Pachón; Mateos, Enrique I Pachón; Peña, Tomas G Santillana; Lobo, Tasso Julio; Mateos, Juán Carlos Pachón; Vargas, Remy Nelson A; Pachón, Carlos Thiene C; Acosta, Juán Carlos Zerpa.
Título: Simplified method for esophagus protection during radiofrequency catheter ablation of atrial fibrillation - prospective study of 704 cases / Método simplificado para proteção do esôfago durante a ablação por radiofrequência da fibrilação atrial - estudo prospectivo de 704 casos
Fonte: Rev. bras. cir. cardiovasc = Braz. j. cardiovasc. surg. (impr.);30(2):139-147, Mar-Apr/2015. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction: Although rare, the atrioesophageal fistula is one of the most feared complications in radiofrequency catheter ablation of atrial fibrillation due to the high risk of mortality. Objective: This is a prospective controlled study, performed during regular radiofrequency catheter ablation of atrial fibrillation, to test whether esophageal displacement by handling the transesophageal echocardiography transducer could be used for esophageal protection. Methods: Seven hundred and four patients (158 F/546M [22.4%/77.6%]; 52.8±14 [17-84] years old), with mean EF of 0.66±0.8 and drug-refractory atrial fibrillation were submitted to hybrid radiofrequency catheter ablation (conventional pulmonary vein isolation plus AF-Nests and background tachycardia ablation) with displacement of the esophagus as far as possible from the radiofrequency target by transesophageal echocardiography transducer handling. The esophageal luminal temperature was monitored without and with displacement in 25 patients. Results: The mean esophageal displacement was 4 to 9.1cm (5.9±0.8 cm). In 680 of the 704 patients (96.6%), it was enough to allow complete and safe radiofrequency delivery (30W/40ºC/irrigated catheter or 50W/60ºC/8 mm catheter) without esophagus overlapping. The mean esophageal luminal temperature changes with versus without esophageal displacement were 0.11±0.13ºC versus 1.1±0.4ºC respectively, P<0.01. The radiofrequency had to be halted in 68% of the patients without esophageal displacement because of esophageal luminal temperature increase. There was no incidence of atrioesophageal fistula suspected or confirmed. Only two superficial bleeding caused by transesophageal echocardiography transducer insertion were observed. Conclusion: Mechanical esophageal displacement by transesophageal echocardiography transducer during radiofrequency catheter ablation was able to prevent a rise in esophageal luminal temperature, helping to avoid ...

Resumo Introdução: Apesar de rara, a fístula átrio-esofágica é uma das complicações mais temidas na ablação por radiofrequência da fibrilação atrial pelo alto risco de mortalidade. Objetivo: Este é um estudo prospectivo controlado, realizado durante a ablação por radiofrequência da fibrilação atrial regular, para testar se o deslocamento do esôfago ao manipular o transdutor de ecocardiografia transesofágica poderia ser usado para a proteção de esôfago. Métodos: Setecentos e quatro pacientes (158 mulheres e 546 homens [22,4%/77,6%]; 52,8±14 [17-84] anos), com EF média igual a 0,66±0,8 e com fibrilação atrial refratária ao tratamento medicamentoso, foram submetidos à terapia híbrida com ablação por radiofrequência (isolamento convencional das veias pulmonares e ninhos de fibrilação atrial e ablação de taquicardia de background) com deslocamento do esôfago o mais longe possível do alvo da radiofrequência por manuseio do transdutor de ecocardiografia transesofágica. A temperatura luminal esofágica foi monitorada com e sem deslocamento em 25 pacientes. Resultados: O deslocamento esofágico significativo foi de 4 a 9,1 centímetros (5,9±0,8 cm). Em 680 dos 704 pacientes (96,6%), isso foi o suficiente para permitir a entrega completa e segura de radiofrequência (30W/40ºC/cateter irrigado ou 50W/60ºC/cateter de 8 milímetros) sem sobreposição do esôfago. As alterações médias de temperatura luminal esofágica com e sem deslocamento de esôfago foram de 0,11±0,13ºC versus 1,1±0,4ºC, respectivamente, P<0,01. A radiofrequência teve que ser interrompida em 68% dos pacientes sem deslocamento de esôfago devido ao aumento da temperatura luminal esofágica. Não houve nenhum caso, suspeito ou confirmado, de fístula átrio-esofágica. Foram observados apenas dois sangramentos superficiais causados por inserção do transdutor de ecocardiografia transesofágica. Conclusão: O deslocamento mecânico do esôfago pelo transdutor de ecocardiografia transesofágico durante ...
Descritores: Fibrilação Atrial/cirurgia
Cardiomiopatias/prevenção & controle
Ablação por Cateter/efeitos adversos
Ablação por Cateter/métodos
Fístula Esofágica/prevenção & controle
Fístula/prevenção & controle
-Fibrilação Atrial
Cardiomiopatias/etiologia
Ablação por Cateter/instrumentação
Ecocardiografia Transesofagiana/instrumentação
Fístula Esofágica/etiologia
Esôfago/anatomia & histologia
Esôfago/lesões
Esôfago
Fístula/etiologia
Átrios do Coração/cirurgia
Átrios do Coração
Estudos Prospectivos
Reprodutibilidade dos Testes
Fatores de Risco
Temperatura Ambiente
Resultado do Tratamento
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Ensaio Clínico Controlado
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 480 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-744578
Autor: Chamié, Francisco; Chamié, Daniel; Simões, Luiz Carlos do Nascimento; Guérios, Ênio; Tress, João Carlos.
Título: Oclusão percutânea do apêndice atrial esquerdo e do forame oval patente no mesmo procedimento sem necessidade de punção transeptal / Percutaneous occlusion of left atrial appendage and patent foramen ovale in the same procedure avoiding transeptal puncture
Fonte: Rev. bras. cardiol. invasiva;22(4):382-385, Oct-Dec/2015. graf.
Idioma: pt.
Resumo: A oclusão do apêndice atrial esquerdo tem sido realizada com sucesso para a prevenção de fenômenos embólicos em pacientes com fibrilação atrial, como alternativa à anticoagulação oral. O acesso atrial, através de forame oval ou comunicação interatrial tipo ostium secundum, tem sido evitado em função da crença de que o posicionamento do dispositivo é dificultado pela disposição mais alta do forame no septo interatrial. Neste manuscrito, relatamos um caso em que foram ocluídos, sequencialmente, o apêndice atrial esquerdo e o forame oval sem a necessidade de punção transeptal, que simplificou e tornou mais seguro o procedimento.

Left atrial appendage occlusion has been successfully employed to prevent embolic events in patients with atrial fibrillation as an alternative to oral anticoagulation. Left atrial access through the patent foramen ovale or ostium secundum atrial septal defect has been discouraged due to the fear that entering the septum in a higher position through the foramen would prevent adequate device positioning. In this manuscript we report a case in which the left atrial appendage and the foramen ovale were sequentially occluded avoiding transseptal puncture, making the procedure simpler and faster.
Descritores: Apêndice Atrial/fisiopatologia
Fibrilação Atrial/terapia
Forame Oval Patente/fisiopatologia
-Próteses e Implantes
Cateterismo Cardíaco
Comunicação Interatrial
Átrios do Coração/fisiopatologia
Limites: Seres Humanos
Feminino
Idoso
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  7 / 480 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Ribeiro, Mário Luiz
Texto completo
Id: biblio-954119
Autor: Jorge, Antonio Jose Lagoeiro; Ávila, Diane Xavier de; Vilar, Enoï Guedes; Ribeiro, Mario Luiz; Bruno, Karima Elias Hallack; Pires, Ana Carolina.
Título: Cardiac Amyloidosis with Heart Failure and Middle Range Ejection Fraction / Amiloidose Cardíaca com Insuficiência Cardíaca e Fração de Ejeção Intermediária
Fonte: Int. j. cardiovasc. sci. (Impr.);31(4):457-460, jul.-ago. 2018. ilus.
Idioma: en.
Descritores: Volume Sistólico
Insuficiência Cardíaca/fisiopatologia
Amiloidose/diagnóstico
-Ecocardiografia/métodos
Espectroscopia de Ressonância Magnética/métodos
Hipertrofia Ventricular Esquerda
Eletrocardiografia/métodos
Átrios do Coração
Limites: Seres Humanos
Feminino
Idoso
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  8 / 480 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-989993
Autor: Jacob, Maria Fernanda F. B; Faria, Darcio Gitti de; Jacob, Jose Luiz Balthazar.
Título: Percutaneous Coronary Arteriovenous Fistula Occlusion in Infants with Left Ventricular Dysfunction
Fonte: Int. j. cardiovasc. sci. (Impr.);32(2):193-196, mar.-abr. 2019. ilus.
Idioma: en.
Descritores: Fístula Arteriovenosa
Disfunção Ventricular Esquerda/diagnóstico
Intervenção Coronária Percutânea/métodos
-Volume Sistólico/fisiologia
Angiografia
Ecocardiografia Doppler/métodos
Anomalias dos Vasos Coronários
Cateteres
Átrios do Coração
Lactente
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Lactente
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  9 / 480 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1024061
Autor: Sawamura, Karem Saori Shiraishi; Lianza, Alessandro Cavalcanti; Leal, Gabriela Nunes; Morhy, Samira Saady.
Título: Avaliação ecocardiográfica da hipertensão pulmonar em crianças / Echocardiographic evaluation of pulmonary hypertension in children
Fonte: ABC., imagem cardiovasc;32(4):318-30, out.-dez. 2019. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: A doença pulmonar hipertensiva pode ser definida como um conjunto de alterações fisiopatológicas pulmonares que resultam em uma patologia grave, progressiva e com alta morbimortalidade. O ecocardiograma transtorácico é um método de imagem de fácil acesso e essencial para avaliação desta doença, principalmente na faixa pediátrica, na qual há limitações para realização frequente e de rotina do cateterismo direito. Nesta revisão, abordaremos as principais técnicas ecocardiográficas para o diagnóstico e a avaliação hemodinâmica da hipertensão pulmonar na população pediátrica. O diagnóstico precoce e o adequado estadiamento no acompanhamento das intervenções clínicas são fundamentais para escolha assertiva da abordagem terapêutica e, consequentemente, melhora do desfecho clínico
Descritores: Pediatria
Ecocardiografia/métodos
Criança
Hipertensão Pulmonar/mortalidade
-Artéria Pulmonar
Valva Tricúspide
Veia Cava Inferior
Cateterismo Cardíaco
Ecocardiografia Doppler/métodos
Disfunção Ventricular Direita
Disfunção Ventricular Esquerda
Átrios do Coração
Ventrículos do Coração
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  10 / 480 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1023253
Autor: Isper, Karen Favaretto Sposito; Arakaki, Rodrigo Norio; Rosseto, Fabio; Ebaid, Henrique Issa Artoni.
Título: Relato de endomiocardiofibrose de ventrículo direito em paciente nonagenária / Case history of right ventricular endomyocardial fibrosis in a nonagenarian patient
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;29(3 Supl):324-37, jul.-set. 2019. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: A endomiocardiofibrose é uma cardiopatia restritiva, pouco comum, com descrição recente. Foi descrita pela primeira vez em 1938, por Williams e estudada do ponto de vista anatomopatológico pelo patologista Davies, na África do Sul, recebendo o epônimo Doença de Davies em 1948. Considerando a história natural dessa doença, há maior incidência de diagnósticos nas terceiras e quartas décadas da vida, com média de 32 anos. Queremos chamar a atenção da comunidade científica, relatando o caso de uma senhora com diagnóstico inicial de endomiocardiofibrose aos 90 anos e indagar sobre a incidência e o subdiagnóstico dessa doença, bem como sua evolução

Endomyocardial fibrosis is a rare, recently-described, restrictive cardiopathy. It was first described in 1938 by Williams and studied from an anatomopathological perspective by pathologist Davies in South Africa, receiving the eponym Davies Disease in 1948. In terms of the natural history of this disease, there is a higher incidence of diagnoses in the third and fourth decades of life, at a mean age of 32 years. We want to raise the awareness of the scientific community by reporting the case of a woman who was first diagnosed with endomyocardial fibrosis at 90 years of age and pose questions about the incidence and subdiagnosis of this disease, as well as about its evolution
Descritores: Idoso de 80 Anos ou mais
Fibrose Endomiocárdica/história
Insuficiência Cardíaca
-Ecocardiografia/métodos
Espectroscopia de Ressonância Magnética/métodos
Fatores Sexuais
Extremidade Inferior
Endocárdio
Átrios do Coração
Cardiopatias
Ventrículos do Coração
Limites: Seres Humanos
Feminino
Idoso de 80 Anos ou mais
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt



página 1 de 48 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde