Base de dados : LILACS
Pesquisa : A07.541.510.738 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 90 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 9 ir para página                      

  1 / 90 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-1079365
Autor: Choi, Cleide Mira Kawata; Duarte, Renata Nascimento; Alvarez, Silvia Gonçalves Villa.
Título: Avaliação do ventrículo direito por ressonância magnética no pós operatório de Tetralogia de Fallot / Evaluation of the right ventricle by magnetic resonance imaging of the postoperative tetralogy of Fallot.
Fonte: São Paulo; s.n; 2011. 49 p. tab, ilus.
Idioma: pt.
Resumo: O momento correto de substituição da valva pulmonar é crucial para prevenir as complicações da insuficiência pulmonar e dilatação do ventrículo direito (VD) após correção da tetralogia de Fallot (TF), o que exige métodos diagnósticos mais eficazes. A ressonância magnética cardiovascular (RMC) vem sendo o exame de escolha nesses casos. Para verificar a utilização e eficácia de RMC como método de avaliação do ventrículo direito desses pacientes, foi realizada uma revisão da literatura vigente abrangendo os últimos dez anos. RMC é, atualmente, o exame de imagem de escolha, pois oferece imagem qualitativamente superior e permite a quantificação precisa dos parâmetros funcionais, tais como volumes de fluxo e avaliação do desempenho sistólico e diastólico do ventrículo direito, devendo ser utilizado como coadjuvante fundamental na tomada de decisão para o momento ideal da reintervenção cirúrgica nesses casos.
Descritores: Disfunção Ventricular
Imagem por Ressonância Magnética
Tetralogia de Fallot
Valva Pulmonar
Responsável: BR79.1 - CIC - Centro de Informação Cardiovascular Mendonça de Barros
BR79.1; MWG220; A945; 2011


  2 / 90 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-879031
Autor: Ribeiro, Marcelo Silva; Costa, Rodrigo Nieckel da; Rossi, Raul Ivo; Figueira, Hélio Roque; Cascudo, Marcelo Matos; Pedra, Simone Rolim F. Fontes; Guimarães, Isabel Cristina Britto; Paola, Ângelo Amato Vincenzo; Queiroga, Marcelo Antônio Cartaxo; Pedra, Carlos Augusto Cardoso.
Título: Implante transcateter da valva pulmonar. Protocolo clínico de tratamento e requisitos para credenciamento de centros e operadores no Brasil / Transcatheter pulmonary valve implantation. Clinical treatment protocol and accreditation requirements for centers and interventionists in Brazil
Fonte: Rev. bras. cardiol. invasiva;24(1-4):f:53-l:58, jan.-dez. 2016.
Idioma: pt.
Resumo: O implante transcateter da valva pulmonar (ITVP) evoluiu significativamente desde sua introdução, no início dos anos 2000. Atualmente, esta técnica é uma opção segura e eficaz para o tratamento das disfunções valvares graves (estenose e/ou insuficiência) em biopróteses ou condutos cirúrgicos em posição pulmonar, em vários centros do mundo. No Brasil, os resultados iniciais com este procedimento em centros de referência foram similares àqueles observados na experiência global. O ITVP tem se demonstrado factível, seguro e eficaz em mãos treinadas na nossa realidade. Porém, antes da aplicação disseminada desta técnica em outros centros em nosso país, houve a necessidade de se estabelecerem alguns critérios para a seleção do paciente, a técnica de implante e o seguimento clínico, assim como para o treinamento e o credenciamento de novos operadores e centros. As orientações aqui descritas foram determinadas por um grupo de especialistas com experiência renomada em cardiopatias congênitas e ITVP, tendo sido encaminhadas ao Conselho Federal de Medicina (CFM). Representantes das diferentes sociedades médicas foram envolvidas na preparação deste documento, incluindo a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), a Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Invasiva (SBHCI) e a Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular (SBCCV). Acreditamos que a rígida aderência às recomendações listadas neste documento oficial seja crucial para a segurança do paciente e para que ótimos resultados sejam alcançados imediatamente e a longo prazo. Uma vez consolidado em nosso meio, o ITVP abrirá caminho para a introdução de novas terapias valvares em cardiopatias congênitas

Transcatheter pulmonary valve implantation (TPVI) has evolved significantly since its introduction in the early 2000s. Currently, this technique is a safe and effective option for the treatment of severe valve dysfunction (stenosis and/or regurgitation) in bioprostheses or surgical conduits in pulmonary position, in several centers worldwide. In Brazil, the initial results with this procedure in reference centers were similar to those observed in the overall experience. TPVI was proven to be feasible, safe, and effective in trained hands in Brazil. However, prior to the widespread application of this technique to other centers in this country, it was necessary to establish some criteria for patient selection, implantation technique, and clinical follow-up, as well as for the training and accreditation of new interventionists and centers. The guidelines described here were determined by a group of experts with well-known experience in congenital heart disease and TPVI, and were referred to the Conselho Federal de Medicina (CFM, portuguese for Federal Council of Medicine). Representatives of the different medical societies were involved in the creation of this document, including the Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC, portuguese for Brazilian Society of Cardiology), the Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Invasiva (SBHCI, portuguese for Brazilian Society of Hemodynamics and Invasive Cardiology), and the Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular (SBCCV, portuguese for Brazilian Society of Cardiovascular Surgery). The authors believe that strict adherence to the recommendations contained in this official document is crucial for patient safety and for optimal results to be achieved in both the short and long term. Once consolidated in Brazil, TPVI will open doors for the introduction of new valve therapies in congenital cardiopathies
Descritores: Próteses e Implantes
Valva Pulmonar
Brasil
Protocolos Clínicos/normas
Acreditação de Instituições de Saúde
Diretrizes para o Planejamento em Saúde
-Artéria Pulmonar
Insuficiência da Valva Pulmonar/terapia
Estenose da Valva Pulmonar/terapia
Bioprótese
Ecocardiografia/métodos
Cateterismo Cardíaco/métodos
Cardiopatias Congênitas
Ventrículos do Coração/cirurgia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  3 / 90 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: biblio-959350
Autor: Vega, Julián; Gabrielli, Luigi; McNab, Paul; Córdova, Samuel.
Título: Aporte diagnóstico de la ecocardiografía modo M de la válvula pulmonar / Echocardiography M mode of the pulmonary valve
Fonte: Rev. chil. cardiol;37(2):120-125, ago. 2018. ilus.
Idioma: es.
Descritores: Ecocardiografia Doppler/métodos
Hipertensão Pulmonar/fisiopatologia
Hipertensão Pulmonar/diagnóstico por imagem
-Valva Pulmonar/fisiopatologia
Pressão Sanguínea
Dispneia/etiologia
Limites: Humanos
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: CL126.2 - Biblioteca Médica Dr. Profesor Hernán Alessandri R.


  4 / 90 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-996479
Autor: Hotta, Viviane Tiemi; Vieira, Marcelo Luiz Campos.
Título: Técnicas avançadas em ecocardiografia / Advanced techniques in echocardiography.
Fonte: Rio de Janeiro; Elsevier; 2015. 253 p.
Idioma: pt.
Descritores: Estenose da Valva Aórtica/patologia
Valva Pulmonar/patologia
Terapia de Ressincronização Cardíaca/história
Cardiopatias/diagnóstico
Cardiopatias/patologia
Cardiopatias/terapia
Ventrículos do Coração/anatomia & histologia
Ventrículos do Coração/crescimento & desenvolvimento
Ventrículos do Coração/diagnóstico por imagem
Insuficiência da Valva Mitral/patologia
-Ecocardiografia/métodos
Ecocardiografia Transesofagiana
Técnicas de Imagem Cardíaca/história
Hemodinâmica
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Livro-Texto
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt
BR44.1; WG141, H834t


  5 / 90 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-970068
Autor: Della Giustina, Renata; Marchi, Maurício Felippi de Sá; Fiamoncini, Marcelo Moser; Mazon, Eduardo Zanghelini.
Título: Endocardite trivalvar: um acometimento multivalvar raro / Trivalvular endocarditis: a rare multivalvular condition
Fonte: ABC., imagem cardiovasc;32(1):79-81, jan.-mar. 2019. ilus.
Idioma: pt.
Descritores: Endocardite
Doenças das Valvas Cardíacas/cirurgia
Doenças das Valvas Cardíacas/complicações
-Valva Aórtica/cirurgia
Valva Pulmonar/cirurgia
Valva Tricúspide/cirurgia
Ecocardiografia/métodos
Insuficiência Cardíaca/complicações
Valva Mitral/cirurgia
Limites: Humanos
Masculino
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  6 / 90 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Aiello, Vera Demarchi
Texto completo
Id: biblio-964053
Autor: Silva, Eduardo Suaide; Aiello, Vera Demarchi; Linhares, Renata Rejane; Peixoto, Luciana Braz; Pimentel, Mariane Daltrini Trandafilov; Bercht, Lucas; Storti, Fernanda; Gil, Manuel Adán; Monaco, Claudia Gianini.
Título: Um fluxo insignificante que intriga ecocardiografistas. Padrão ecocardiográfico em 15 casos de fístula coronária-pulmonar e revisão da literatura / An insignificant flow that intrigues echocardiographers. Echocardiographic pattern in 15 cases of coronary pulmonary fistula and literature review
Fonte: ABC., imagem cardiovasc;31(4), Out.- Dez. 2018. tab, ilus.
Idioma: es.
Descritores: Ecocardiografia Doppler/métodos
Fístula Artério-Arterial/diagnóstico
Cardiopatias Congênitas/diagnóstico
-Valva Aórtica
Valva Pulmonar
Diagnóstico por Imagem/métodos
Cateterismo Cardíaco/métodos
Vasos Coronários
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  7 / 90 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-892767
Autor: Gómez, Matías; Vayo, María Agustina; Ortiz, Lucía M; Portis, Marcelo; Echazarreta, Diego; Marelli, Daniel.
Título: Tetralogía de Fallot con síndrome de válvula pulmonar ausente: Presentación de un caso y revisión de la literatura / Tetralogia de Fallot com síndrome da valva pulmonar ausente: Relato de caso e revisão da literatura / Tetralogy of Fallot with absent pulmonary valve syndrome: Case report and literature review
Fonte: Insuf. card;12(2):91-95, jun. 2017. ilus.
Idioma: es.
Resumo: La tetralogía de Fallot es la cardiopatía congénita cianótica más frecuente del adulto. El síndrome de válvula pulmonar ausente constituye una variante poco frecuente, que representa del 3% al 6% de los pacientes con tetralogía de Fallot. Presentamos el caso de un paciente masculino de 29 años de edad, con tetralogía de Fallot y síndrome de válvula pulmonar ausente, los hallazgos del examen físico y los principales exámenes complementarios; como así también su evolución y una revisión de la literatura.

The tetralogy of Fallot is the most frequent cyanotic congenital heart disease in adult. Absent pulmonary valve syndrome is a rare variant, representing 3% to 6% of patients with tetralogy of Fallot. We present the case of a 29-year-old male patient with tetralogy of Fallot and absent pulmonary valve syndrome, physical examination findings and major complementary examinations; as well as its evolution and a review of the literature.

A tetralogia de Fallot é a doença congênita cianótica mais comum cardíacas em adultos. A síndrome valva pulmonar ausente é uma variante rara, que representa de 3% a 6% dos pacientes com tetralogia de Fallot. Apresentamos o caso de um paciente masculino de 29 anos de idade, com tetralogia de Fallot e síndrome da valva pulmonar ausente, exame físico e os principais estudos complementares; bem como a sua evolução e uma revisão da literatura.
Descritores: Valva Pulmonar
Tetralogia de Fallot
Cardiopatias Congênitas
Limites: Humanos
Responsável: AR1.1 - Biblioteca Rafael Herrera Vegas


  8 / 90 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-875296
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Departamento de Gestão e Incorporação de Tecnologias em Saúde.
Título: Implante de válvulas endobronquiais unidirecionais para o tratamento do enfisema pulmonar heterogêneo / Implantation of unidirectional endobronchial valves for the treatment of heterogeneous pulmonary emphysema.
Fonte: Brasília; CONITEC; 2014.
Idioma: pt.
Resumo: CONTEXTO: O enfisema, que se encaixa dentro do espectro de Doenças Pulmonares Obstrutivas Crônicas (DPOC), é caracterizado pela destruição do tecido alveolar e pela fragilidade estrutural provocada por elastólise e obstrução de vias aéreas, por sua vez provocada por perda de sustentação ou por alterações inflamatórias nas paredes das vias aéreas. A limitação de fluxo aéreo é progressiva e está associada a uma resposta inflamatória anormal do pulmão a partículas ou gases nocivos, dentre os quais 75% são provenientes do tabagismo. A lesão nos tecidos pulmonares causa uma diminuição de elasticidade, hiperinsuflação progressiva e aprisionamento de ar, sendo essas as consequências mais devastadoras do enfisema. Em consequência disso, ocorre comprometimento da capacidade de exercício por conta do aumento do tamanho do pulmão, que atinge um volume que impede sua expansão e funcionamento adequados na caixa torácica, e perda de qualidade de vida. Do ponto de vista terapêutico, os medicamentos broncodilatadores apresentam resposta limitada nessa doença e, tendo em vista que o maior objetivo do tratamento do enfisema é reduzir o ar aprisionado, várias abordagens terapêuticas invasivas ganharam destaque na investigação científica. No âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), existem três formas de tratamento para pacientes com enfisema pulmonar: tratamento clínico, tratamento cirúrgico e o transplante pulmonar. A Cirurgia Redutora do Volume Pulmonar (CRVP) é o procedimento de escolha a ser comparado ao método proposto pelo demandante, ou seja, o implante broncoscópico de válvulas endobronquiais unidirecionais. TRATAMENTO RECOMENDADO: Os objetivos terapêuticos em pacientes com DPOC são direcionados a aliviar parte da obstrução das vias aéreas que é reversível; controlar a tosse e a produção de secreções; eliminar e evitar as infecções das vias aéreas; aumentar a tolerância ao exercício ao máximo permitido pelo nível individual de déficit fisiológico; controlar as complicações médicas, como hipoxemia arterial e problema cardiovasculares; evitar o fumo e outros irritantes das vias aéreas e aliviar a ansiedade e a depressão. As modalidades de tratamento para DPOC consistem em terapia com broncodilatadores, corticóides inalatórios, antibióticos, oxigenoterapia, ventilação mecânica e intervenção cirúrgica. A cessação do tabagismo é o mais simples e efetivo modo para redução do risco de DPOC e interrupção de sua progressão. Quando o tratamento medicamentoso máximo não é suficiente para compensar o quadro de doença brônquica a que costuma estar associado, a alternativa médica que resta é o treinamento físico para melhorar a eficiência dos músculos respiratórios e acessórios, reduzir o consumo de oxigênio e aumentar a tolerância à dispneia (conhecida como reabilitação respiratória). Enquanto os pacientes com predominância do componente de bronquite crônica são passíveis de um maior número de opções terapêuticas, aqueles com predomínio de enfisema têm, na reabilitação respiratória e nos cuidados nutricionais, os maiores recursos de manejo clínico. Há muito se busca alternativas para o tratamento de pacientes com enfisema, em função dessas limitações ao tratamento clínico. A TECNOLOGIA: A tecnologia aqui proposta para o tratamento do enfisema grave, forma heterogênea, possui registro n° 8015901001 na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) desde 2008. Consiste no implante permanente, via broncoscópica, de válvulas unidirecionais. Essas válvulas são projetadas para controlar o fluxo de ar a fim de melhorar a função pulmonar em pacientes com enfisema heterogêneo e/ou reduzir escapes de ar. O uso das válvulas endobronquiais, usualmente, retira os pacientes com grave disfunção pulmonar do suporte respiratório (entubação endotraqueal/ assistência ventilatória), melhorando de forma muito significativa sua qualidade de vida. Esses são os doentes que não apresentam condições cirúrgicas para o transplante pulmonar. Por outro lado, permite condições de espera para aqueles doentes que aguardam o transplante pulmonar, obviamente, quando indicado. CONSIDERAÇÕES FINAIS: A evidência atualmente disponível sobre eficácia, efetividade e segurança da válvula endobronquial para tratamento do enfisema pulmonar heterogêneo foi baseada em oito estudos observacionais (série de casos) e dois ensaios clínicos randomizados, com nível de evidência baixo ou muito baixo e grau de recomendação fraco em favor da tecnologia (GRADE). Nesse sentido, os resultados apresentados pelos estudos indicam que o implante de válvulas endobronquiais é seguro em curto prazo, apresenta melhora de discreta a moderada na função pulmonar e na qualidade de vida. No entanto, essas evidências incluem dados de pacientes que tiveram e daqueles que não tiveram avaliação de ventilação colateral, fato que especialistas aconselham como fundamental para a seleção do tratamento atualmente. As evidências de segurança em curto prazo são adequadas, mas evidências de segurança em longo prazo ainda são insuficientes. DELIBERAÇÃO FINAL: Os membros da CONITEC, presentes na 26ª reunião da CONITEC, realizada no dia 09/06/2014, deliberaram, por unanimidade, por não recomendar a incorporação da válvula endobronquial ZEPHYR unidirecional para o tratamento do enfisema pulmonar heterogêneo associado à ventilação colateral reduzida. DECISÃO: PORTARIA Nº 33, de 26 de setembro de 2014 - Torna pública a decisão de não incorporar o implante de válvulas endobronquiais unidirecionais para o tratamento do enfisema pulmonar heterogêneo no âmbito do Sistema Único de Saúde ­ SUS.
Descritores: Implantação de Prótese
Enfisema Pulmonar/reabilitação
Valva Pulmonar
Ventilação Pulmonar
Avaliação da Tecnologia Biomédica
-Brasil
Análise Custo-Benefício
Sistema Único de Saúde
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 90 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-848857
Autor: Menti, Eduardo; Camargo, Renata Patrícia Moreira; Puchalski, Marcia Castilhos; Crochemore, Felipe Gropelli; Cañelas, Fabio Moreira.
Título: Síndrome Carcinoide com Envolvimento de Valvas Tricúspide e Pulmonar: Achados ao Ecocardiograma Tridimensional / Carcinoid Syndrome with Involvement of Tricuspid and Pulmonary Valves: Findings on Three-Dimensional Echocardiography
Fonte: ABC., imagem cardiovasc;30(3):f:101-l:105, jul.-set. 2017. ilus.
Idioma: pt.
Descritores: Doença Cardíaca Carcinoide/complicações
Ecocardiografia Tridimensional/métodos
Valva Pulmonar
Valva Tricúspide
-Tumor Carcinoide
Forame Oval
Neoplasias
Prognóstico
Terapêutica
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  10 / 90 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-847901
Autor: Carneiro, Adriano Camargo de Castro; Prazeres, Carlos Eduardo Elias dos; Rochitte, Carlos Eduardo.
Título: QUANDO A RESSONÂNCIA MAGNÉTICA IMPORTA PARA A AVALIAÇÃO DAS CARDIOPATIAS / WHEN MAGNETIC RESONANCE IMAGING MATTERS FOR THE EVALUATION OF CARDIOPATHIES
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;27(2):f:131-l:142, abr.-jun. 2017. ilus, graf.
Idioma: pt.
Resumo: A ressonância magnética cardíaca (RMC) é uma modalidade de imagem não invasiva capaz de fornecer informações precisas e, muitas vezes, únicas na investigação de cardiopatias em geral e, em especial, nas cardiomiopatias. A capacidade de caracterizar precisamente o miocárdio do ponto de vista de sua contratilidade e suas características teciduais, diferenciando precisamente o miocárdio normal da fibrose miocárdica e identificando o edema miocárdio nas situações de agressão aguda ou recente do miocárdio, tornam a RMC indispensável hoje em qualquer serviço terciário e avançado de cardiologia do mundo. Neste artigo revisamos as aplicações clássicas e mais recentes da RMC em cardiopatias não isquêmicas, dividindo o uso das técnicas de RMC em dois grandes grupos: investigação da insuficiência cardíaca e das arritmias ventriculares. Dentro destes dois grupos pontuamos as etiologias mais importantes e frequentemente envolvidas. Na síndrome da insuficiência cardíaca destacam-se a cardiomiopatia dilatada com a fibrose mesocárdica linear septal e a miocardite viral com a manifestação de fibrose multifocal e mesoepicárdica. Uma proporção das cardiomiopatias dilatadas pode ter origem em uma miocardite viral prévia. A sarcoidose cardíaca pode apresentar uma variedade de tipos de realce tardio de padrão não isquêmico e isquêmico, e ser associada tanto ao quadro clínico de IC como de arritmia. A presença de sarcoidose pulmonar ou sistêmica pode ou não estar presente. A amiloidose cardíaca é o protótipo da cardiomiopatia restritiva e pode ser identificada pela RMC pelo padrão de realce tardio miocárdico global circunferencial (tipo AL) ou difuso, poupando o ápex do ventrículo esquerdo (tipo transtirretina). Finalmente, uma entidade ainda pouco entendida, a não compactação do ventrículo esquerdo (VE), em geral não apresenta realce tardio, mas tem fenótipo de trabeculação ventricular típico. No grupo das síndromes arrítmicas revisamos várias etiologias frequentemente associadas a esta apresentação clínica. Na hemossiderose cardíaca os valores de T2* abaixo de 20 ms indicam precisamente sobrecarga significativa de ferro miocárdico e associação com disfunção ventricular e arritmia ventricular. Na cardiomiopatia hipertrófica, a hipertrofia assimétrica e a fibrose miocárdica difusa, heterogênea e que acomete focalmente as inserções ventriculares, constituem o padrão clássico. Quantidade de fibrose acima de 15% da massa ventricular esquerda indica risco duas vezes maior de morte súbita. Na cardiomiopatia/displasia arritmogênica do ventrículo direito (VD), os volumes e a função ventricular direita global e segmentar pela RMC são partes fundamentais dos critérios diagnósticos da displasia pelo consenso atual. A cardiomiopatia chagásica tem mostrado intensa fibrose miocárdica desde as fases iniciais, mais intensa em homens que mulheres e frequentemente associada à edema miocárdico, marcador de provável inflamação crônica. A endomiocardiofibrose apresenta imagem patognomônica no realce tardio, o sinal do duplo V, caracterizando a fibrose miocárdica e trombo/calcificação preenchendo o ápex do VE e/ou VD. Nas valvopatias, além da detecção de fibrose miocárdica, que tem valor prognóstico, a RMC é precisa em quantificar as regurgitações, sendo indicada sua realização na insuficiência mitral antes da decisão de procedimento cirúrgico de troca ou correção valvar, eliminado um número significativo de casos em que a insuficiência mitral é superestimada pela ecocardiografia. Com esta revisão, cobrimos uma vasta gama de cardiopatias para as quais as técnicas de RMC realmente importam no diagnóstico e na estratificação prognóstica

Cardiovascular magnetic resonance (CMR) imaging is a noninvasive form of imaging capable of providing accurate and often unique information in the investigation of heart disease in general, and especially in cardiomyopathies. The ability to accurately characterize the myocardium in terms of its contractility and tissue characteristics, precisely differentiating normal myocardium from myocardial fibrosis and identifying myocardial edema in situations of acute or recent myocardial injury, has made CMR indispensable in any tertiary and advanced cardiology service around the World. In this paper, we review the classical and more recent applications of CMR in non-ischemic heart diseases, dividing the use of CMR techniques into two main groups: heart failure (HF) and ventricular arrhythmia investigations. Within these two groups, we highlight the most important and frequently involved etiologies. In heart failure syndrome, we focused on dilated cardiomyopathy with septal linear mesocardial fibrosis and viral myocarditis with the manifestation of multifocal and mesoepicardiac fibrosis. A proportion of dilated cardiomyopathies may have originated with an ancient viral myocarditis. Cardiac sarcoidosis may present a variety of late enhancement types of non-ischemic and ischemic patterns, and is associated with clinical signs of both HF and arrhythmia. The presence of pulmonary or systemic sarcoidosis may or may not be present. Cardiac amyloidosis is the prototype of restrictive cardiomyopathy, and can be identified in CMR by the global circumferential subendocardial (AL type) or diffuse myocardial enhancement pattern sparing the left ventricle (LV) apex (transthyretin type). Finally, a poorly understood entity, LV non-compaction generally does not present late enhancement, but has a typical ventricular trabeculation phenotype. In the group of arrhythmic syndromes, we reviewed several etiologies frequently associated with this clinical presentation. In cardiac siderosis, values of T2* below 20 ms accurately indicate a significant overload of myocardial iron and association with ventricular dysfunction and ventricular arrhythmia. In hypertrophic cardiomyopathy, asymmetric hypertrophy and diffuse myocardial fibrosis, which is heterogeneous and focally affects the ventricular insertions, constitute the classic pattern. An amount of fibrosis above 15% of the left ventricular mass indicates a two-fold increased risk of sudden death. In arrhythmogenic right ventricle (RV) cardiomyopathy/dysplasia, global and segmental right ventricular function and volumes by CMR are fundamental parts of the diagnostic criteria of dysplasia, according to current consensus. Chagasic cardiomyopathy has shown intense myocardial fibrosis since the early stages, which is more intense in men than women, and is frequently associated with myocardial edema, a marker of probable chronic inflammation. Endomyocardial fibrosis presents a pathognomonic image in late enhancement, the double V sign, characterizing myocardial fibrosis and thrombus/calcification filling the LV and/or RV apex. In valve diseases, in addition to the detection of myocardial fibrosis that has prognostic value, CMR is precise in quantifying regurgitations, and is indicated in mitral regurgitation prior to the decision for surgical valve replacement/correction, eliminating a significant number of cases in which mitral insufficiency is overestimated by the echocardiogram. This review covers a wide range of cardiopathies in which CMR techniques are extremely important in the diagnosis and prognostic stratification
Descritores: Arritmias Cardíacas/diagnóstico
Cardiopatias/complicações
Cardiopatias/diagnóstico
Espectroscopia de Ressonância Magnética/métodos
Prognóstico
-Valva Aórtica
Doença de Chagas/diagnóstico
Gadolínio/uso terapêutico
Insuficiência Cardíaca/diagnóstico
Insuficiência Cardíaca/etiologia
Ventrículos do Coração/fisiopatologia
Coração/diagnóstico por imagem
Valva Mitral
Miocardite/diagnóstico
Miocardite/mortalidade
Prevenção Primária/métodos
Valva Pulmonar
Fatores de Risco
Prevenção Secundária/métodos
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt



página 1 de 9 ir para página                      
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde