Base de dados : LILACS
Pesquisa : A08.186.211 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 619 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 62 ir para página                         

  1 / 619 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1146944
Autor: Rojas, Juan Ignacio; Patrucco, Liliana; Miguez, Jimena; Cristiano, Edgardo.
Título: Atrofia cerebral en esclerosis múltiple: ¿llegó la hora de su uso en la práctica clínica? / Brain atrophy in multiple sclerosis: is the time of its use in clinical practice?
Fonte: Rev. Hosp. Ital. B. Aires (2004);36(3):109-109, sept. 2016.
Idioma: es.
Descritores: Encéfalo/patologia
Encefalopatias/patologia
Esclerose Múltipla/patologia
-Atrofia/etiologia
Atrofia/patologia
Índice de Gravidade de Doença
Imagem por Ressonância Magnética
Literatura de Revisão como Assunto
Fatores de Risco
Progressão da Doença
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Comentário
Responsável: AR2.1 - Biblioteca Central


  2 / 619 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1135615
Autor: Sabec-Pereira, Dayane Kelly; Lima, Fabiano C; Melo, Fabiano R; Melo, Fabiana Cristina S. A; Pereira, Kleber Fernando; Vulcani, Valcinir Aloisio S.
Título: Vascularization of the Alouatta belzebul brain base / Vascularização da base do encéfalo de Alouatta belzebul
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;40(4):315-323, Apr. 2020. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: We studied the arterial circle in the brain of five specimens of the Alouatta belzebul primate. The material had the arterial system perfused (water at 40°C), injected with stained latex (Neoprene 650), fixed in aqueous formaldehyde solution (10%) and dissected for vessel verification. The arterial circle of this primate is composed of two vascular systems: the vertebra-basilar and the carotid ones, which anastomose to close the arterial circuit. In the caudal portion of the arterial circle, there are the vertebral arteries and their branches: the rostral spinal artery and the caudal inferior cerebellar artery. The anastomosis of the vertebral arteries gives rise to the basilar artery. It presented an anatomical variation at the beginning of its path, forming a double basilar artery, called arterial island. In its course, it emitted branches giving rise to the rostral inferior cerebellar artery, the pontine arteries, the rostral cerebellar arteries, the satellite rostral cerebellar arteries and its terminal branch, the caudal cerebral artery, which presented itself in two segments: the pre-communicating one and post-communicating, joining the internal carotid artery and originating the caudal communicating artery. This group of arteries and anastomoses enclose the caudal portion of the arterial circle. From the right and left internal carotid arteries begins the rostral portion of the arterial circle, which consists of the right and left rostral cerebral arteries and the right and left middle cerebral arteries. The rostral cerebral arteries anastomose into a single trunk, giving rise to the interhemispheric artery, and in A. belzebul and Sapajus libidinosus, the rostral communicating artery is absent. The interhemispheric artery goes to the midbrain region and the corpus callosum knee divides into pericalous artery and callosarginal artery, which will supply the pre and post-central regions of the cerebral hemispheres of this species, as well as other non-human and human primates. It is noted that in the first part of the left rostral cerebral artery, there is a direct inosculation between the recurrent branch of the rostral cerebral artery and left middle cerebral artery to supply the entorhinal region. This fact also occurs in Pongo spp. The middle cerebral artery travels along the lateral sulcus where it emits several superficial branches to irrigate the superior and inferior lateral cortical regions of the frontal, parietal and temporal lobes. It is not part of the arterial circle but is the terminal branch of the internal carotid artery. A. belzebul can be considered to depend on two sources of supply to the brain: the vertebra-basilar and carotid systems, contributing to the intervention of veterinarians during clinical and surgical procedures in other primates, as well as the preservation of wild animals.(AU)

Estudamos o círculo arterial no encéfalo de cinco espécimes do primata Alouatta belzebul. O material teve o sistema arterial perfundido (água a 40°C), injetado com látex corado (Neoprene 650), fixado em solução aquosa de formaldeído (10%) e dissecado para verificação dos vasos. O círculo arterial deste primata é composto por dois sistemas vasculares: vértebro-basilar e o sistema carotídeo, que se anastomosam para fechar o circuito arterial. Na porção caudal do círculo arterial encontra-se as artérias vertebrais e seus ramos: artéria espinal rostral e a cerebelar inferior caudal. A anastomose das artérias vertebrais dá origem a artéria basilar. Esta apresentou uma variação anatômica no início do seu trajeto, formando uma dupla artéria basilar, denominada ilha arterial. Em seu trajeto emitiu ramos dando origem a artéria cerebelar inferior rostral, as artérias pontinas, as artérias cerebelares rostrais, as artérias cerebelares rostrais satélites e o seu ramo terminal, a artéria cerebral caudal, que apresentou-se em dois segmentos: o pré-comunicante e pós-comunicante, unindo-se a artéria carótida interna e originando a artéria comunicante caudal. Este grupo de artérias e anastomoses encerram a porção caudal do círculo arterial. Das artérias carótidas internas direita e esquerda, inicia-se a porção rostral do círculo arterial, ao qual é constituído pelas artérias cerebrais rostrais direita e esquerda e as artérias cerebrais médias direita e esquerda. As artérias cerebrais rostrais se anastomosam em um tronco único dando origem a artéria inter-hemisférica e em A. belzebul e Sapajus libidinosus, a artéria comunicante rostral se encontra ausente. A artéria inter-hemisférica segue para região média do encéfalo e no joelho do corpo caloso se divide em artéria pericalosa e artéria calosomarginal, que vão suprir as regiões pré e pós-central dos hemisférios cerebrais desta espécie, assim como outros primatas não humanos e humano. Nota-se que na primeira parte da artéria cerebral rostral esquerda, ocorre uma inosculação direta entre o ramo recorrente da artéria cerebral rostral e artéria cerebral média esquerda para suprir a região entorrinal, esse fato também ocorre em Pongo spp. A artéria cerebral média segue seu trajeto pelo sulco lateral onde emite vários ramos superficiais para irrigar as regiões corticais supero e ínfero lateral do lobo frontal, parietal e temporal, esta não faz parte do círculo arterial mas é o ramo terminal da artéria carótida interna. Pode-se considerar que A. belzebul depende de duas fontes de suprimento para o encéfalo: os sistemas vértebro-basilar e carotídeo, contribuindo na intervenção de médicos veterinários durante os procedimentos clínicos e cirúrgicos em outros primatas, assim como na preservação de animais silvestres.(AU)
Descritores: Encéfalo/irrigação sanguínea
Círculo Arterial do Cérebro/anatomia & histologia
Alouatta/anatomia & histologia
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  3 / 619 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-794810
Autor: Ozcan, Namik; Ozcam, Giray; Kosar, Pinar; Ozcan, Ayse; Basar, Hulya; Kaymak, Cetin.
Título: Correlation of computed tomography, magnetic resonance imaging and clinical outcome in acute carbon monoxide poisoning / Correlação de tomografia computadorizada, ressonância magnética e resultados clínicos em intoxicação aguda por monóxido de carbono
Fonte: Rev. bras. anestesiol;66(5):529-532, Sept.-Oct. 2016. graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background and objectives: Carbon monoxide is a toxic gas for humans and is still a silent killer in both developed and developing countries. The aim of this case series was to evaluate early radiological images as a predictor of subsequent neuropsychological sequelae, following carbon monoxide poisoning. Case 1: After carbon monoxide exposure, early computed tomography scans and magnetic resonance imaging findings of a 52-year-old woman showed bilateral lesions in the globus pallidus. This patient was discharged and followed for 90 days. The patient recovered without any neurological sequela. Case 2: In a 58-year-old woman exposed to carbon monoxide, computed tomography showed lesions in bilateral globus pallidus and periventricular white matter. Early magnetic resonance imaging revealed changes similar to that like in early tomography images. The patient recovered and was discharged from hospital. On the 27th day of exposure, the patient developed disorientation and memory impairment. Late magnetic resonance imaging showed diffuse hyperintensity in the cerebral white matter. Conclusion: White matter lesions which progress to demyelination and end up in neuropsychological sequelae cannot always be diagnosed by early computed tomography and magnetic resonance imaging in carbon monoxide poisoning.

Resumo Justificativa e objetivos: Monóxido de carbono é um gás tóxico para os seres humanos, além de ser um assassino silencioso tanto em países desenvolvidos quanto em desenvolvimento. O objetivo desta série de casos foi avaliar as imagens radiológicas iniciais como um preditivo de sequelas neuropsicológicas decorrentes de intoxicação por monóxido de carbono. Caso 1: Após exposição ao monóxido de carbono, os achados iniciais em tomografias computadorizadas e ressonâncias magnéticas de uma mulher de 52 anos mostraram lesões em globo pálido bilateralmente. A paciente recebeu alta e foi acompanhada por 90 dias. Recuperou-se sem sequelas neurológicas. Caso 2: Paciente do sexo feminino, 58 anos, exposta ao monóxido de carbono. A tomografia computadorizada mostrou lesões em globo pálido, bilateralmente, e substância branca periventricular. A ressonância magnética inicial revelou alterações semelhantes àquelas em tomografias precoces. A paciente se recuperou e recebeu alta. No 27° dia de exposição, evoluiu com desorientação e perda de memória. Ressonância magnética posterior mostrou hiperintensidade difusa da substância branca cerebral. Conclusão: As lesões da substância branca que progridem para desmielinização e resultam em sequelas neuropsicológicas nem sempre podem ser diagnosticadas em tomografias e ressonâncias iniciais em casos de intoxicação por monóxido de carbono.
Descritores: Intoxicação por Monóxido de Carbono/terapia
Intoxicação por Monóxido de Carbono/diagnóstico por imagem
-Encéfalo/diagnóstico por imagem
Imagem por Ressonância Magnética
Tomografia Computadorizada por Raios X
Resultado do Tratamento
Substância Branca/diagnóstico por imagem
Globo Pálido/diagnóstico por imagem
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Feminino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 619 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-782880
Autor: Tuna, Ayca Tas; Akkoyun, Ibrahim; Darcin, Sevtap; Palabiyik, Onur.
Título: Effects of carbon dioxide insufflation on regional cerebral oxygenation during laparoscopic surgery in children: a prospective study / Efeitos da insuflação de dióxido de carbono sobre a oxigenação cerebral regional durante cirurgia laparoscópica em crianças: um estudo prospectivo
Fonte: Rev. bras. anestesiol;66(3):249-253, May.-June 2016. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT BACKGROUND AND OBJECTIVES: Laparoscopic surgery has become a popular surgical tool when compared to traditional open surgery. There are limited data on pediatric patients regarding whether pneumoperitoneum affects cerebral oxygenation although end-tidal CO2 concentration remains normal. Therefore, this study was designed to evaluate the changes of cerebral oxygen saturation using near-infrared spectroscope during laparoscopic surgery in children. METHODS: The study comprised forty children who were scheduled for laparoscopic (Group L, n = 20) or open (Group O, n = 20) appendectomy. Hemodynamic variables, right and left regional cerebral oxygen saturation (RrSO2 and LrSO2), fraction of inspired oxygen, end-tidal carbon dioxide pressure (PETCO2), peak inspiratory pressure (Ppeak), respiratory minute volume, inspiratory and end-tidal concentrations of sevoflurane and body temperature were recorded. All parameters were recorded after anesthesia induction and before start of surgery (T0, baseline), 15 min after start of surgery (T1), 30 min after start of surgery (T2), 45 min after start of surgery (T3), 60 min after start of surgery (T4) and end of the surgery (T5). RESULTS: There were progressive decreases in both RrSO2 and LrSO2 levels in both groups, which were not statistically significant at T1, T2, T3, T4. The RrSO2 levels of Group L at T5 were significantly lower than that of Group O. One patient in Group L had an rSO2 value <80% of the baseline value. CONCLUSIONS: Carbon dioxide insufflation during pneumoperitoneum in pediatric patients may not affect cerebral oxygenation under laparoscopic surgery.

RESUMO JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A cirurgia laparoscópica se tornou uma ferramenta cirúrgica popular em comparação com a cirurgia aberta tradicional. Há poucos dados sobre pacientes pediátricos no que se refere ao pneumoperitônio afetar a oxigenação cerebral enquanto a concentração de CO2 no fim da expiração continua normal. Portanto, este estudo teve como objetivo avaliar as alterações da saturação de oxigênio cerebral com espectroscopia de infravermelho próximo durante cirurgia laparoscópica em crianças. MÉTODOS: O estudo recrutou 40 crianças programadas para apendicectomia laparoscópica (Grupo L, n = 20) ou aberta (Grupo A, n = 20). Variáveis hemodinâmicas, saturação de oxigênio cerebral regional direita e esquerda (RrSO2 e LrSO2), fração inspirada de oxigênio, pressão expiratória final de dióxido de carbono (PETCO2), pico de pressão inspiratória (Ppico), volume minuto respiratório, concentrações de sevoflurano inspirado e expirado e temperatura corporal foram registrados. Todos os parâmetros foram registrados após a indução da anestesia e antes do início da cirurgia (T0, basal), 15 minutos após o início da cirurgia (T1), 30 minutos após o início da cirurgia (T2), 45 minutos após o início da cirurgia (T3), 60 minutos após o início da cirurgia (T4) e no fim da cirurgia (T5). RESULTADOS: Houve diminuição progressiva em ambos os níveis de RrSO2 e LrSO2 nos dois grupos, mas não foi estatisticamente significativa em T1, T2, T3, T4. Os níveis de RrSO2 do Grupo L em T5 foram significativamente menores do que os do Grupo A. Um paciente do Grupo L apresentou um valor rSO2 < 80% do valor basal. CONCLUSÕES: A insuflação de dióxido de carbono durante o pneumoperitônio em pacientes pediátricos pode não afetar a oxigenação cerebral em cirurgia laparoscópica.
Descritores: Oxigênio/metabolismo
Pneumoperitônio Artificial/métodos
Encéfalo/metabolismo
Dióxido de Carbono/administração & dosagem
Insuflação/métodos
Laparoscopia/métodos
-Estudos Prospectivos
Espectroscopia de Luz Próxima ao Infravermelho
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 619 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-897736
Autor: Inal, Mehmet Turan; Memiş, Dilek; Yıldırım, Ilker; Uğur, Hüseyin; Erkaymaz, Aysegul; Turan, F. Nesrin.
Título: The prognostic value of cerebral oxygen saturation measurement for assessing prognosis after cardiopulmonary resuscitation / O valor da medida da saturação cerebral de oxigênio para avaliar o prognóstico após ressuscitação cardiopulmonar
Fonte: Rev. bras. anestesiol;67(4):355-361, July-aug. 2017. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background: Despite new improvements on cardiopulmonary resuscitation (CPR), brain damage is very often after resuscitation. Objective: To assess the prognostic value of cerebral oxygen saturation measurement (rSO2) for assessing prognosis on patients after cardiopulmonary resuscitation. Design: Retrospective analysis. Measurements and results: We analyzed 25 post-CPR patients (12 female and 13 male). All the patients were cooled to a target temperature of 33-34 °C. The Glascow Coma Scale (GCS), Corneal Reflexes (CR), Pupillary Reflexes (PR), arterial Base Excess (BE) and rSO2 measurements were taken on admission. The rewarming GCS, CR, PR, BE and rSO2 measurements were made after the patient's temperature reached 36 °C. Results: In survivors, the baseline rSO2 value was 67.5 (46-70) and the percent difference between baseline and rewarming rSO2 value was 0.03 (0.014-0.435). In non-survivors, the baseline rSO2 value was 30 (25-65) and the percent difference between baseline and rewarming rSO2 value was 0.031 (-0.08 to -20). No statistical difference was detected on percent changes between baseline and rewarming values of rSO2. Statistically significant difference was detected between baseline and rewarming GCS groups (p = 0.004). No statistical difference was detected between GCS, CR, PR, BE and rSO2 to determine the prognosis. Conclusion: Despite higher values of rSO2 on survivors than non-survivors, we found no statistically considerable difference between groups on baseline and the rewarming rSO2 values. Since the measurement is simple, and not affected by hypotension and hypothermia, the rSO2 may be a useful predictor for determining the prognosis after CPR.

Resumo Justificativa: Apesar dos novos avanços em reanimação cardiopulmonar (RCP), o dano cerebral muitas vezes ocorre após a reanimação. Objetivo: Avaliar o valor prognóstico de medir a saturação de oxigênio cerebral (rSO2) para estimar o prognóstico em pacientes após a reanimação cardiopulmonar. Projeto: Análise retrospectiva. Medidas e resultados: Foram avaliados após RCP 25 pacientes (12 do sexo feminino e 13 do masculino). Todos os pacientes foram submetidos à hipotermia (temperatura alvo de 33-34 °C). As mensurações da Escala de Coma de Glascow (GCS), dos reflexos corneanos (RC), dos reflexos pupilares (RP) e do excesso de base (EB) e rSO2 foram feitas na admissão. Na hipertermia, as mensurações de GCS, RC, RP, EB e rSO2 foram feitas depois que a temperatura atingiu 36 °C. Resultados: Em sobreviventes, o valor basal de rSO2 foi de 67,5 (46-70) e a diferença percentual entre o valor basal e a hipertermia de rSO2 foi de 0,03 (0,014-0,435). Em não sobreviventes, o valor basal de rSO2 foi de 30 (25-65) e a diferença percentual entre o valor basal de hipotermia de rSO2 foi de 0,031 (-0,08-20). Não houve diferença estatística nas variações percentuais entre os valores da rSO2 na fase basal e de reaquecimento. Uma diferença estatisticamente significativa foi observada entre os valores da GCS na fase basal e de reaquecimento dos grupos (p = 0,004). Não houve diferença estatisticamente significativa entre GCS, RC, RP, EB e rSO2 para determinar o prognóstico. Conclusão: Embora os valores da rSO2 tenham sido mais elevados em sobreviventes do que em não sobreviventes, não observamos uma diferença estatisticamente significativa dos valores da rSO2 entre os grupos na fase basal e de reaquecimento. Como a mensuração é simples, e não afetada por hipotensão e hipotermia, a rSO2 pode ser um indicador útil para determinar o prognóstico após a RCP.
Descritores: Consumo de Oxigênio
Encéfalo/metabolismo
Oximetria
Reanimação Cardiopulmonar
-Prognóstico
Estudos Retrospectivos
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 619 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-897828
Autor: Şahan, Cenk; Sungur, Zerrin; Çamcı, Emre; Sivrikoz, Nükhet; Sayin, Ömer; Gurvit, Hakan; Şentürk, Mert.
Título: Effects of cerebral oxygen changes during coronary bypass surgery on postoperative cognitive dysfunction in elderly patients: a pilot study / Efeitos das alterações no oxigênio cerebral durante cirurgia de revascularização do miocárdio sobre a disfunção cognitiva no pós-operatório em pacientes idosos: estudo piloto
Fonte: Rev. bras. anestesiol;68(2):142-148, Mar.-Apr. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background and objectives: Postoperative cognitive dysfunction is common after cardiac surgery. Adequate cerebral perfusion is essential and near infrared spectroscopy (NIRS) can measure cerebral oxygenation. Aim of this study is to compare incidence of early and late postoperative cognitive dysfunction in elderly patients treated with conventional or near infrared spectroscopy monitoring. Methods: Patients undergoing coronary surgery above 60 years, were included and randomized to 2 groups; control and NIRS groups. Peroperative management was NIRS guided in GN; and with conventional approach in control group. Test battery was performed before surgery, at first week and 3rd month postoperatively. The battery comprised clock drawing, memory, word list generation, digit spam and visuospatial skills subtests. Postoperative cognitive dysfunction was defined as drop of 1 SD (standard deviation) from baseline on two or more tests. Mann-Whitney U test was used for comparison of quantitative measurements; Chi-square exact test to compare quantitative data. Results: Twenty-one patients in control group and 19 in NIRS group completed study. Demographic and operative data were similar. At first week postoperative cognitive dysfunction were present in 9 (45%) and 7 (41%) of patients in control group and NIRS group respectively. At third month 10 patients (50%) were assessed as postoperative cognitive dysfunction; incidence was 4 (24%) in NIRS group (p:0.055). Early and late postoperative cognitive dysfunction group had significantly longer ICU stay (1.74 + 0.56 vs. 2.94 + 0.95; p < 0.001; 1.91 + 0.7 vs. 2.79 + 1.05; p < 0.01) and longer hospital stay (9.19 + 2.8 vs. 11.88 + 1.7; p < 0.01; 9.48 + 2.6 vs. 11.36 + 2.4; p < 0.05). Conclusion: In this pilot study conventional monitoring and near infrared spectroscopy resulted in similar rates of early postoperative cognitive dysfunction. Late cognitive dysfunction tended to ameliorate with near infrared spectroscopy. Early and late cognitive declines were associated with prolonged ICU and hospital stays.

Resumo Justificativa e objetivos: A disfunção cognitiva no pós-operatório é comum após cirurgia cardíaca. A perfusão cerebral adequada é essencial e a espectroscopia no infravermelho próximo (NIRS) pode medir a oxigenação cerebral. O objetivo deste estudo foi comparar a incidência de disfunção cognitiva no pós-operatório, precoce e tardio, em pacientes idosos tratados com monitoração convencional ou espectroscopia no infravermelho próximo. Métodos: Os pacientes submetidos à cirurgia coronariana, acima de 60 anos, foram incluídos e randomicamente alocados em dois grupos: grupo controle e grupo NIRS. O manejo dos pacientes no período perioperatório foi feito com NIRS no grupo NH e com abordagem convencional no grupo controle A bateria de testes foi feita antes da cirurgia, na primeira semana e no terceiro mês de pós-operatório. A bateria incluiu o desenho do relógio, a memória, a geração de uma lista de palavras, a sequência de dígitos e subtestes que exigem habilidades visuoespaciais.Disfunção cognitiva no pós-operatório foi definida como queda de um DP (desvio-padrão) da fase basal em dois ou mais testes. O teste U de Mann Whitney foi usado para comparação de medidas quantitativa e o teste exato do qui-quadrado para comparar dados quantitativos. Resultados: Vinte e um pacientes do grupo controle e 19 do grupo NIRS concluíram o estudo. Os dados demográficos e operacionais foram semelhantes. Na primeira semana, nove pacientes (45%) do GC e sete pacientes (41%) do grupo NIRS apresentaram disfunção cognitiva no pós-operatório. No terceiro mês, 10 pacientes (50%) foram avaliados como disfunção cognitiva no pós-operatório; a incidência foi de quatro (24%) no grupo NIRS (p = 0,055). O grupo que apresentou disfunção cognitiva no pós-operatório precoce e tardio teve uma permanência significativamente maior na UTI (1,74 + 0,56 vs. 2,94 + 0,95; p < 0,001; 1,91 + 0,7 vs. 2,79 + 1,05; p < 0,01) e permanência hospitalar mais longa (9,19 + 2,8 vs. 11,88 + 1,7; p < 0,01; 9,48 + 2,6 vs. 11,36 + 2,4; p < 0,05). Conclusão: Neste estudo piloto, a monitoração convencional e a espectroscopia no infravermelho próximo resultaram em taxas semelhantes de disfunção cognitiva no pós-operatório precoce. A disfunção cognitiva tardia tende a melhorar com espectroscopia no infravermelho próximo. Os declínios cognitivos precoces e tardios foram associados a internações prolongadas tanto em UTI quanto hospitalares.
Descritores: Oxigênio/metabolismo
Complicações Pós-Operatórias/epidemiologia
Encéfalo/metabolismo
Ponte de Artéria Coronária
Disfunção Cognitiva/epidemiologia
-Complicações Pós-Operatórias/terapia
Fatores de Tempo
Projetos Piloto
Incidência
Monitorização Intraoperatória
Espectroscopia de Luz Próxima ao Infravermelho
Disfunção Cognitiva/terapia
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Idoso
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 619 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-878298
Autor: Montes, Ignacio; Seoane, Silvia.
Título: Haga su diagnóstico [foramina parietal ampliada] / Make your diagnosis [Enlarged parietal foramina]
Fonte: Med. infant;24(4):329-330, dic. 2017. ilus.
Idioma: es.
Descritores: Osso Parietal/anormalidades
Encéfalo/anormalidades
Encefalopatias/diagnóstico por imagem
-Transtornos de Deglutição/complicações
Síndrome de Down/complicações
Limites: Humanos
Masculino
Pré-Escolar
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: AR305.1 - SID - Servicio de Información y Documentación


  8 / 619 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: biblio-1124212
Autor: Jiang, Su; Zhao, Gaonian; Lu, Jun; Jiang, Min; Wu, Zhenggang; Huang, Yujing; Huang, Jing; Shi, Jinghua; Jin, Jing; Xu, Xinxuan; Pu, Xuehua.
Título: Silencing of circular RNA ANRIL attenuates oxygen-glucose deprivation and reoxygenation-induced injury in human brain microvascular endothelial cells by sponging miR-622
Fonte: Biol. Res;53:27, 2020. graf.
Idioma: en.
Resumo: BACKGROUND: Circular RNA (circRNA) is highly expressed in the brain tissue, but its molecular mechanism in cerebral ischemia-reperfusion remains unclear. Here, we explored the role and underlying mechanisms of circRNA antisense non-coding RNA in the INK4 locus (circ_ANRIL) in oxygen-glucose deprivation and reoxygenation (OGD/R)-induced cell injury. RESULTS: The expression of circ_ANRIL in OGD/R-induced human brain microvascular endothelial cells (HBMECs) was significantly up-regulated, while that of miR-622 was significantly down-regulated. Overexpression of circ_ANRIL significantly inhibited the proliferation of OGD/R-induced HBMECs and aggravated OGD/R-induced cell apoptosis. Moreover, circ_ANRIL overexpression further increased the secretion of interleukin (IL)-1ß, IL-6, tumor necrosis factor-a, and monocyte chemoattractant protein-1 in OGD/R-treated HBMECs. The results of bioinformatics analysis and luciferase reporter assay indicated that circ_ANRIL served as an miR-622 sponge to negatively regulate the expression of miR-622 in OGD/R-treated HBMECs. Additionally, circ_ANRIL silencing exerted anti-apoptotic and anti-inflammatory effects by positively regulating the expression of miR-622. Furthermore, inhibition of OGD/R-induced activation of the nuclear factor (NF)-kB pathway by circ_ANRIL silencing was significantly reversed by treatment with miR-622 inhibitor. CONCLUSIONS: Knockdown of circ_ANRIL improved OGD/R-induced cell damage, apoptosis, and inflammatory responses by inhibiting the NF-κB pathway through sponging miR-622.
Descritores: Traumatismo por Reperfusão/metabolismo
Hipóxia Encefálica/metabolismo
MicroRNAs/fisiologia
MicroRNAs/genética
RNA Circular
-Oxigênio
Encéfalo
Apoptose
Inibidor p16 de Quinase Dependente de Ciclina
Células Endoteliais
RNA Longo não Codificante
Glucose/metabolismo
Inflamação
Limites: Humanos
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  9 / 619 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1123341
Autor: Rassier Isolan, Gustavo; Campero, Alvaro; Ajler, Pablo; Garcete Farina, Edgar Manuel; Frigeri, Thomas M; Infantini Dini, Leandro.
Título: Parte I: Anatomía microquirúrgica tridimensional de la ínsula / Part I: Three-dimensional microsurgical anatomy of the insula
Fonte: Rev. argent. neurocir;34(2):100-115, jun. 2020. ilus.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: El lóbulo de la ínsula, o ínsula, se encuentra oculto en la superficie lateral del cerebro. La ínsula está localizada profundamente en el surco lateral o cisura silviana, recubierta por los opérculos frontal, parietal y temporal. Objetivo: Estudiar la compleja anatomía del lóbulo de la ínsula, una de las regiones de mayor complejidad quirúrgica del cerebro humano, y su correlación anatómica con casos quirúrgicos. Material y Métodos: En la primera parte de este estudio presentamos los resultados de nuestras disecciones microquirúrgicas en fotografías 2 D y 3D; en la segunda parte de nuestro trabajo, la correlación anatómica con una serie de 44 cirugías en pacientes con tumores de la ínsula, principalmente gliomas, operados entre 2007 y 2014. Resultados: Extenso conjunto de fibras subcorticales, incluyendo el fascículo uncinado, fronto-occipital inferior y el fascículo arcuato, conectan la ínsula a las regiones vecinas. Varias estructuras anatómicas responsables por déficits neurológicos severos están íntimamente relacionadas con la cirugía de la ínsula, tales como lesiones de la arteria cerebral media, cápsula interna, áreas del lenguaje en el hemisferio dominante y arterias lenticuloestriadas. Conclusión: El entrenamiento en laboratorio de neuroanatomía, estudio de material impreso en 3D, el conocimiento sobre neurofisiología intra-operatoria y el uso de armamento neuroquirúrgico moderno son factores que influencian en los resultados quirúrgicos

Introduction: The insular lobe, or insula, is the cerebral lobe sitting deep in the sylvian fissure and hidden by the lateral surface of the brain. It is covered by the frontal, parietal and temporal operculum. Objectives: To study the anatomy of the insular lobe, one of the most complex parts of the human brain, and to correlate this anatomy with intraoperative findings. Materials and Methods: In the first part of this article we show the results of our dissections, documented in 2D and 3D, and focus on microsurgical anatomy. In the second part we correlate the anatomical structures with intraoperative findings from 44 insular tumor surgeries, mainly gliomas, of patients operated on from 2007 to 2014. Results: Huge bundles of subcortical fibers, like uncinate, inferior fronto-occipital and arcuate fascicles, connect the insula to the neighboring structures. Several anatomical structures related to neurological disabilities are closely related to insular surgery, like the middle cerebral artery, internal capsule, lenticulostriate arteries and cortical and subcortical language circuits. Conclusions: Microsurgical laboratory training, 3D documentation, knowledge of brain mapping and modern neurosurgical armamentarium are important factors in achieving good results with insular glioma tumors.
Descritores: Lobo Temporal
-Encéfalo
Mapeamento Encefálico
Cérebro
Anatomia
Neuroanatomia
Limites: Humanos
Responsável: AR423.1 - Biblioteca


  10 / 619 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Tsunechiro, Maria Alice
Bonadio, Isabel Cristina
Texto completo
Id: lil-731285
Autor: Corrêa, Marianne Dias; Tsunechiro, Maria Alice; Lima, Marlise de Oliveira Pimentel; Bonadio, Isabel Cristina.
Título: Evaluation of prenatal care in unit with family health strategy / Evaluación del cuidado prenatal en unidad con estrategia salud de la familia / Avaliação da assistência pré-natal em unidade com estratégia saúde da família
Fonte: Rev. Esc. Enferm. USP;48(spe):23-31, 08/2014. tab.
Idioma: en.
Projeto: CNPq.
Resumo: We analyzed prenatal care (PN) provided at a unit of the Family Health Strategy Service in São Paulo, according to the indicators of the Program for the Humanization of Prenatal and Birth (PHPB). We compared adequacy of PN in terms of sociodemographic variables, procedures, examinations and maternal and perinatal outcomes. Cross-sectional study with data from records of 308 pregnant women enrolled in 2011. We observed early initiation of PN (82.1%), conducting of a minimum of six consultations (84.1%), puerperal consultation (89.0%); to the extent that there is a sum of the actions, there is a significant drop in the proportion of adequacy. Prenatal care was adequate for 67.9%, with a significant difference between adequacy groups in relation to gestational age and birth weight. Prenatal care deficiencies exist, especially in regards to registration of procedures, exams and immunization. The difference between adequacy groups with respect to perinatal outcomes reinforces the importance of prenatal care that adheres to the parameters of the PHPB.
.

Se evaluó el prenatal (PN) de un servicio de salud que cuenta con Estratégia Salud de la Familia, de la ciudad de São Paulo, conforme indicadores del Programa de Humanización del Prenatal y Nacimiento (PHPN) y se comparó la adecuación del PN con variables sociodemográficas, procedimientos, exámenes y los resultados maternos y perinatales. Estudio transversal con datos de los registros de 308 embarazadas inscritas en 2011. Se observó el inicio precoz de PN (82,1%), realización del mínimo de seis consultas (84,1%) y la consulta puerperal (89%) y, en la medida en que hay una suma de las acciones, hay una caída significativa en coeficiente de adecuación. El PN fue adecuado para el 67,9%, con una diferencia significativa entre los grupos de adecuación en relación a la edad gestacional y el peso al nacer. Hay deficiencias en el PN, especialmente en los registro de procedimientos, exámenes y vacunas. La diferencia entre los grupos en adecuación con respecto a los resultados perinatales refuerza la importancia de un PN conforme parámetros del PHPN.
.

Analisou-se a assistência pré-natal (PN) de uma unidade com Estratégia Saúde da Família do Município de São Paulo, conforme os indicadores do Programa de Humanização do Pré-Natal e Nascimento (PHPN), e comparou-se adequação do PN com variáveis sociodemográficas, procedimentos, exames e desfechos maternos e perinatais. Estudo transversal com dados de registros de 308 gestantes inscritas em 2011. Observou-se início precoce do PN (82,1%), realização do mínimo de seis consultas (84,1%), consulta puerperal (89,0%) e, à medida que há um somatório das ações, há uma queda importante na proporção de adequação. O PN foi adequado para 67,9%, com diferença significante entre os grupos de adequação em relação à idade gestacional e peso ao nascer. No PN existem deficiências, especialmente no registro de procedimentos, exames e imunização. A diferença nos grupos de adequação com relação aos desfechos perinatais reforça a importância de um PN, conforme os parâmetros do PHPN.

.
Descritores: Convulsões/fisiopatologia
-Encéfalo/patologia
Encéfalo/fisiopatologia
Convulsivantes
Modelos Animais de Doenças
Epilepsia/fisiopatologia
Rede Nervosa
Convulsões/induzido quimicamente
Limites: Animais
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 62 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde