Base de dados : LILACS
Pesquisa : A08.675.650.915.875 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 100 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 10 ir para página                        

  1 / 100 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Tufik, Sérgio
Texto completo
Id: lil-777122
Autor: Azevedo, Eduardo; Silva, Andressa; Martins, Raquel; Andersen, Monica L; Tufik, Sergio; Manzano, Gilberto M.
Título: Activation of C-fiber nociceptors by low-power diode laser / Ativação por laser de diodo de baixa potência de nociceptores relacionados a fibras C
Fonte: Arq. neuropsiquiatr;74(3):223-227, Mar. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective The evaluation of selective activation of C-fibers to record evoked potentials using the association of low-power diode laser (810 nm), tiny-area stimulation and skin-blackening. Method Laser-evoked potentials (LEPs) were obtained from 20 healthy young subjects. An aluminum plate with one thin hole was attached to the laser probe to provide tiny-area stimulation of the hand dorsum and the stimulated area was covered with black ink. Results The mean intensity used for eliciting the ultra-late laser-evoked potential (ULEP) was 70 ± 32 mW. All subjects showed a clear biphasic potential that comprised a negative peak (806 ± 61 ms) and a positive deflection (1033 ± 60 ms), corresponding to the ULEP related to C-fiber activation. Conclusion C-fiber-evoked responses can be obtained using a very low-power diode laser when stimulation is applied to tiny areas of darkened skin. This strategy offers a non-invasive and easy methodology that minimizes damage to the tissue.

RESUMO Objetivo Avaliação da ativação de fibras C para o registro de potenciais evocados utilizando-se laser de baixa potência, áreas pequenas de estimulação e escurecimento da pele. Método Potenciais evocados foram obtidos de 20 sujeitos. Uma placa de alumínio com uma pequena abertura foi acoplada à ponteira do laser para estimular área escurecida do dorso da mão. Resultados A intensidade média utilizada para estimulação foi de 70 ± 32 mW. Todos os sujeitos apresentaram respostas claras compreendendo dois picos um negativo (806 ± 61 ms) seguido por outro positivo (1033 ± 60 ms), correspondendo ao potencial evocado tardio por estimulação de fibras C. Conclusão Respostas de fibras C podem ser obtidas utilizando-se laser de baixa potência quando a estimulação é aplicada a pequenas áreas de pele escurecida. Esta estratégia oferece uma metodologia não invasiva que minimiza danos teciduais.
Descritores: Nociceptores/efeitos dos fármacos
Potenciais Somatossensoriais Evocados/efeitos da radiação
Lasers Semicondutores
Fibras Nervosas/efeitos da radiação
-Tempo de Reação
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 100 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-533047
Autor: Germ, Rosa; Castro Pérez, Fernanda de.
Título: Sedación y analgesia en la emergencia pediátrcia / Sedation and analgesia in the pediatric emergency
Fonte: Med. infant;4(3):176-186, sept. 1997. tab.
Idioma: es.
Descritores: Analgesia
Condutas Terapêuticas
Medição da Dor
Dor/terapia
Nociceptores
Sedação Consciente
Emergências
Limites: Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  3 / 100 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1118186
Autor: Haueisen, Alice Luzia Miranda; Faria, Aloisio Celso Gomes de; Gomes, Ana Clara da Cunha; Costa, Ariádne Lara Gomes; Peixoto, Beatriz Mendanha; Versiani, Camila Azevedo; Dall'Aqua, Camila Gomes; Roquette, Carolina Eloá Miranda; Marques, Carolina Marveis; Lanna, Cristina Costa Duarte; Dias, Diego Alonso; Soares, Eliane Cristina de Souza; Pedroso, Ênio Roberto Pietra; Parreiras, Fernanda Cardoso; Freire, Fernanda Dias; Nunes, Fernando Emílio Pereira; Fernandes, Géssica Antonia; Lages, Gustavo Rodrigues Costa; Cruz, Helen Nayara; Oliveira, Henrique Arenare de; Inácio, Igor Lima Carence; Quadros, Isabela Antonini Alves Oliveira; Yamacita, Juliana Sayuri; Figueiredo, Juliano Alves; Porto, Julinely Gonçalves Weber; Ribeiro, Laura Defensor; Drumond, Laiane Candiotto; Reis, Letícia Pontes; Teixeira, Lucas Cezar; Xavier, Lucas da Mata; Saraiva, Lucas de Andrade; Reis, Luísa Diniz; Campos, Luísa Lazarino de Souza; Batista, Luísa Menezes; Alves, Luiz Fernando; Torres, Maíra Soares; Barbosa, Maira Tonidandel; Oliveira, Maraísa Andrade de; Starling, Marcelo Andrade; Lima, Maria Clara Resende; Simões, Mariana Figueiredo; Pires, Mariana Martins; Oliveira, Mauricio Vitor Machado; Siqueira, Natália Alves; Magalhães, Natália Caroline Teixeira; Eisenberg, Paulo Camilo de Oliveira; Pôrto, Patrícia Jacundino; Carmo, Raíssa Diniz do; Gomez, Renato Santiago; Souza, Ressala Castro; Vilela, Rodrigo Vasconcellos; Araújo, Sabrina Letícia Oliveira; Mello, Sérgio Silva de; Takahashi, Tamires Yumi; Carvalho, Thomas Mendes; Ulhoa, Thomaz Santos; Campos, Júlio Vinícius de Oliveira; Alves, William Pereira; Sasso, Yara Isis Deise Barros.
Título: Guia prático para o manejo da dor / Guia prático para o manejo da dor.
Fonte: São Paulo; Perse; 2019. 271 p.
Idioma: pt.
Resumo: O estudo da dor e suas particularidades é de grande importância para o tratamento de diversas patologias e para a melhora na qualidade de vida dos pacientes. A maioria das disfunções orgânicas tem a dor como um ponto importante da sua manifestação. Dessa maneira, é justificável a elaboração de conteúdo para auxiliar os profissionais da saúde no entendimento e tratamento das principais causas de dores agudas e crônicas. Este livro foi elaborado com o objetivo de servir como um guia prático para o manejo da dor por profissionais e acadêmicos de Medicina. Engloba temas como conceitos e aspectos biopsicossociais da dor, além de questões mais complexas como a fisiologia da dor e o tratamento medicamentoso com o arsenal terapêutico existente. Finalmente, também trata dos diversos tipos de dor mais prevalentes e o conhecimento básico que envolve seu manejo.
Descritores: Dor/história
Dor/psicologia
Dor Pós-Operatória
Exame Físico
Qualidade de Vida
Medição da Dor/psicologia
Terapias Complementares
Idoso
Nociceptores
Fibromialgia
Criança
Dor Pélvica
Dor do Parto
Tratamento Farmacológico
Percepção da Dor/fisiologia
Dor Aguda
Dor Musculoesquelética
Dor Crônica
Dor do Câncer
Cefaleia
Analgesia
Anamnese
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Gravidez
Pré-Escolar
Adulto
Idoso
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Guia
Livro-Texto
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  4 / 100 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-91293
Autor: Deza Bringas, Luis.
Título: Avances en la comprensión del dolor y posibilidades analgésicas / Advances on the understanding of the pain and analgesic drugs posibilities
Fonte: Rev. neuropsiquiatr;45(3/4):178-92, sept.-dic. 1982. ilus.
Idioma: es.
Conferência: Apresentado em: Simposio Internacional sobre Dolor, México, May-1982.
Resumo: En los últimos cinco años la literatura acerca del dolor y su alivio se ha enriquecido de modo notable, especialmente en lo que a investigaciones básicas se refiere. En esta presentación el interés está centrado, separadamente, en los receptores del dolor, el llamado sistema de trasmisión del dolor y las vías neurales que participan en la supresión del dolor o los mecanismos endógenos de su inhibición. De los datos disponibles resulta evidente que debido a la complejidad de los factores participantes en la percepción dolorosa, las implicaciones clínicas de tales hallazgos no son comprendidas a cabalidad. Sin embargo, los recientes aportes de la investigación neurofarmacológica brindan justificadas esperanzas de contar en breve con nuevos y más eficaces analgésicos
Descritores: Dor/fisiologia
Dor/tratamento farmacológico
Neurofarmacologia
Nociceptores/fisiologia
Analgésicos/classificação
Analgésicos/metabolismo
Analgésicos/uso terapêutico
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca


  5 / 100 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Sousa, Fátima Aparecida Emm Faleiros
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: lil-517220
Autor: Hortense, Priscilla; Sousa, Fátima Aparecida Emm Faleiros.
Título: Developing a comparative scale of different nociceptive and neuropathic pain through two psychophysical methods / Escalonamiento comparativo de diferentes dolores nociceptivos y neuropáticos por medio de métodos psicofísicos variados / Escalonamento comparativo de diferentes dores nociceptivas e neuropáticas por meio de métodos psicofísicos variados
Fonte: Rev. latinoam. enferm;17(2):207-214, Mar.-Apr. 2009. tab.
Idioma: en; es; pt.
Resumo: The general aim of this study was to create a comparative scale of different types of pain through different psychophysical methods and different samples. The psychophysical methods used were magnitude estimation and category estimation. The participants were 30 patients from different outpatient clinics, 30 physicians and 30 nurses. The results were: 1) cancer pain, myocardial infarction pain, renal colic, burn-injury pain, and labor pain were considered more intense, regardless of the psychophysical method used or sample studied; 2) The ranking of different pain intensities, comparing the different psychophysical methods used, resulted in significant agreement levels with Kendal values close to 1.00; 3) There were divergences in the perception of the intensities of some types of pain. These divergences were especially observed between professionals and patients.

El objetivo general fue escalonar los diferentes tipos de dolor existentes, comparándolos entre ellos, siendo investigados por medio de diferentes métodos psicofísicos. Los métodos psicofísicos utilizados fueron el método de estimación de magnitudes y el de estimación de categorías. Participaron 30 pacientes de ambulatorio de diferentes clínicas, 30 médicos y 30 enfermeros. Los resultados mostraron que el dolor causado por: cáncer, infarto del miocardio, cólico renal, quemadura y parto, fueron considerados los tipos de dolor de mayor intensidad, independientemente del método psicofísico utilizado o de la muestra estudiada. El orden de posiciones de intensidad de los diferentes tipos de dolor, comparando los diferentes métodos psicofísicos utilizados, resultaron en niveles de concordancia significativa con valores de Kendal próximos de 1,00. Se encontraron divergencias en la percepción de las intensidades de algunos tipos de dolor, estas divergencias fueron observadas principalmente entre profesionales y pacientes.

O objetivo geral foi escalonar os diferentes tipos de dor existentes, comparativamente entre si, sendo investigados por meio de diferentes métodos psicofísicos. Os métodos psicofísicos utilizados foram o método de estimação de magnitudes e o de estimação de categorias. Participaram 30 pacientes ambulatoriais de diferentes clínicas, 30 médicos e 30 enfermeiros. Os resultados mostraram que a dor no câncer, dor por infarto do miocárdio, a dor por cólica renal, dor por queimadura e a dor no parto foram consideradas os tipos de dor de maior intensidade, independente do método psicofísico utilizado ou da amostra estudada. As ordenações de posições da intensidade dos diferentes tipos de dor, comparando os diferentes métodos psicofísicos utilizados, resultaram em níveis de concordância significativa com valores de Kendal próximos de 1,00. Houve divergências na percepção das intensidades de alguns tipos de dor, essas divergências foram observadas principalmente entre profissionais e pacientes.
Descritores: Medição da Dor/métodos
Dor/diagnóstico
Dor/etiologia
-Doenças do Sistema Nervoso/complicações
Nociceptores
Medição da Dor/psicologia
Psicofísica
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 100 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-873894
Autor: Murray, Greg M.
Título: Referred pain
Fonte: J. appl. oral sci;17(6), Nov.-Dec. 2009.
Idioma: en.
Descritores: Dor Referida/diagnóstico
Dor Referida/etiologia
Odontalgia/diagnóstico
-Fibras Nervosas/fisiologia
Nociceptores/fisiologia
Potenciais de Ação/fisiologia
Transtornos da Articulação Temporomandibular
Tronco Encefálico/fisiologia
Vias Neurais/fisiologia
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 100 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-871893
Autor: Douglas, Carlos Roberto.
Título: Fisiopatologia da dor / Pain physiopathology
Fonte: In: Douglas, Carlos Roberto. Fisiologia aplicada à prática odontológica. Säo Paulo, Pancast, 1988. p.88-117, ilus.
Idioma: pt.
Descritores: Dor/fisiopatologia
-Cemento Dentário/fisiopatologia
Dentina/fisiopatologia
Endorfinas/uso terapêutico
Homeostase
Nociceptores/fisiopatologia
Dor/classificação
Dor/tratamento farmacológico
Odontalgia/fisiopatologia
Responsável: BR28.1 - Serviço de Biblioteca e Documentação Professor Doutor Antônio Gabriel Atta
BR28.1; D13, v.1, 745f


  8 / 100 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-870952
Autor: Carreirão Neto, Waldir.
Título: Efeito da toxina botulínica tipo A sobre a expressão de neuropeptídeos e o transporte mucociliar nasal em coelhos / Effect of botulinum toxin type A on nasal neuropeptides and mucociliary clearance in rabbits.
Fonte: São Paulo; s.n; 2015. [111] p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: INTRODUÇÃO: A toxina botulínica tipo A (TXB-A) tem sido testada no tratamento da rinite, principalmente nos casos de rinite idiopática. Sugere-se que um estado de hiper-reatividade do nervo trigêmeo esteja envolvido na fisiopatologia da rinite idiopática. O nervo trigêmeo possui fibras sensitivas não mielinizadas tipo C (FSNMT-C) que contém os neuropeptídeos substância P (SP) e peptídeo relacionado ao gene da calcitonina (CGRP). O óxido nítrico (NO) produzido pelas enzimas óxido nítrico sintase (NOS) também está envolvido nesse processo de neurorregulação nasal. O transporte mucociliar, mecanismo primário de defesa do sistema respiratório, é formado pelo batimento ciliar e muco nasal, e esses componentes podem ser influenciados por diferentes neuropeptídeos e neurotransmissores presentes na mucosa nasal. OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da TXB-A sobre a expressão da SP, CGRP e óxido nítrico sintase neural (nNOS), além de sua influência sobre o transporte mucociliar nasal em coelhos. MÉTODOS: Coelhos machos saudáveis da linhagem Nova Zelândia foram divididos em dois grupos: o grupo tratamento recebeu TXB-A (25UI) na concha nasomaxilar (CNM) do lado direito e soro fisiológico a 0,9% (SF0,9%) na CNM esquerda. O grupo controle recebeu SF0,9% na CNM direita e nenhuma intervenção na CNM esquerda. Foram investigados os efeitos da TXB-A sobre a expressão da SP, CGRP e nNOS no tecido de CNM por meio da imuno-histoquímica. Para esta análise, dividiu-se o tecido em camada externa (CE, acima da membrana basal) e camada interna (CI, abaixo da membrana basal). Avaliou-se também a presença de apoptose celular, a frequência de batimento ciliar (FBC), o perfil histoquímico do muco nasal (glicoproteínas ácidas e neutras) e a espessura do epitélio (ESP-CE). RESULTADOS: Foi observado um aumento significativo na quantidade de células apoptóticas na CNM do grupo tratamento que recebeu TXB-A em comparação aos controles (p <= 0,001). A CNM do grupo tratamento...(au)

INTRODUCTION: Botulinum toxin type A (BoNT-A) has been assessed in the treatment of rhinitis, especially in cases of idiopathic rhinitis. Trigeminal hyper-responsiveness appears to be involved in the pathological process of idiopathic rhinitis. Trigeminal nociceptive type C unmyelinated sensory fibers contain the neuropeptides calcitonin gene-related peptide (CGRP) and substance P (SP). Nitric oxide (NO) produced by the enzyme nitric oxide synthase (NOS) are also involved in this nasal neurorregulation process. The mucociliary clearance, primary defense system of the respiratory system, is composed by the ciliary beat and nasal mucus. These components can be influenced by different nasal neuropeptides and neurotransmitters. OBJECTIVE: The aim of this study was to evaluate the effect of BoNT-A on the expression of SP, CGRP and neural nitric oxide synthase (nNOS), and its influence on nasal mucociliary clearance in rabbits. METHODS: Healthy New Zealand male rabbits were divided into two groups: the treatment group was challenged with BoNT-A (25UI) in the right nasomaxillary turbinate (NMT) and saline (SF0.9%) in the left NMT. The control group received SF0.9% in the right NMT and no-intervention in the left NMT. We investigated the effects of BoNT-A on SP, CGRP and nNOS expression in the NMT tissue by immunohistochemistry. Each area of interest was subdivided into an internal layer (IL: below the basement membrane) and outer layer (OL: above the basement membrane) for analysis. It was also assessed signs of cellular apoptosis, ciliary beat frequency (CBF), mucus histochemical profile (acidic and neutral glycoproteins) and epithelial thickness (EP-TH). RESULTS: It was observed a significant increase in the amount of apoptotic cells in the BoNT-A-challanged NMT compared with controls (p <= 0.001). The NMT of treatment group which received only SF0.9% showed an increase in the amount of apoptotic cells in the IL compared with controls (NMT SF0.9%, p = 0.035)...
Descritores: Toxinas Botulínicas Tipo A
Peptídeo Relacionado com Gene de Calcitonina
Depuração Mucociliar
Muco
Mucosa Nasal
Fibras Nervosas Amielínicas
Inflamação Neurogênica
Hipersensibilidade Respiratória
Rinite
Substância P
-Nociceptores
Coelhos
Limites: Animais
Masculino
Coelhos
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação
BR66.1


  9 / 100 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-759940
Autor: Mota, Mario Rogério Lima.
Título: Estudo da atividade antiinflamatória e antinociceptiva da lectina isolada de sementes de Lonchocarpus sericeus (Poir) Kunth / Study of anti-inflammatory and antinociceptive isolated lectin Lonchocarpus sericeus seeds (Poir) Kunth.
Fonte: Fortaleza; s.n; 2008.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Ceará para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Lectinas são (glico)proteínas de origem não imune e que podem reconhecer e se ligar reversivelmente a carboidratos ou a outras substâncias derivadas de açúcares. A lectina de sementes de Lonchocarpus sericeus (LSL) apresenta massa molecular aparente de 23555 +- 15 Da e especificidade de ligação a N-acetil-glicosamina e α-metil-glicopiranosídeo. O objetivo deste trabalho foi avaliar a atividade antiinflamatória e antinociceptiva da Lectina de sementes de Lonchocarpus sericeus (LSL). Para tal, utilizamos camundongos Swiss albinos (25-35g). No estudo da atividade antiinflamatória, LSL (3 ou 10 mg/kg; e.v.; 15 minutos) inibiu a migração (rolamento e adesão de neutrófilos) para a cavidade abdominal de animais estimulados com carragenina (Cg), e este efeito parece estar relacionado com a redução dos níveis de citocinas (TNF-α and IL-β) e quimiocinas (MIP-1α [CCL3], KC [CXCL1]) por esta lectina. O efeito inibitório da LSL sobre a migração de neutrófilos, parece também envolver o aumento nos níveis sistêmicos de óxido nítrico (NO), pois LSL (10 mg/kg; e.v.) foi capaz de aumentar os níveis de NO no soro de animais, e o pré-tratamento de camundongos com aminoguanidina (inibidor da óxido nítrico sintase induzida) foi capaz de reverter o efeito antiinflamatório desta lectina sobre a migração de neutrófilos. Ainda em relação à atividade antiinflamatória, LSL foi capaz de inibir a migração de neutrófilos para a cavidade peritoneal de animais imunizados e estimulados com ovoalbumina (OVA), porém, esta mesma lectina foi ineficaz em inibir a migração de neutrófilos in vitro estimulada por MIP-2, demonstrando então um papel indireto da LSL (redução de citocinas e quimiocinas) na inibição da migração. No estudo da atividade antinociceptiva, LSL (10 ou 100 mg/kg; e.v.; 15 minutos) reduziu as contorções abdominais induzidas por ácido acético e diminuiu somente a segunda fase do teste da formalina, demonstrando uma atividade sobre a dor inflamatória...
Descritores: Fabaceae
Mediadores da Inflamação
Nociceptores
Lectinas de Plantas
Limites: Animais
Camundongos
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  10 / 100 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-759886
Autor: Vale, Mariana Lima.
Título: Avaliação da atividade antinociceptiva da talidomida, pentoxifilina e clorpromazina em modelos experimentais / Evaluation of antinociceptive activity of thalidomide, pentoxifylline and chlorpromazine in experimental models.
Fonte: Fortaleza; s.n; 2003.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Ceará para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Já está estabelecido que a liberação de produtos da ciclooxigenase e aminas simpatominéticas, mediadores finais da hiperalgesia inflamatória é precedido pela geração de uma cascara de citocinas pró-inflamatórias e nociceptivas. Dados anteriores demonstraram que a ativação desta cascata de citocinas é dependente também da presença de células residentes como macrófagos e mastócitos no local da injúria. Talidomida (TALD), pentoxifilina (PTX) e clorpromazina (CLP) são drogas que dentre outras funções são descritas como imunomoduladores por modularem a produção de algumas citocinas e vem chamando atenção pelas suas propriedades antiinflamatórias na prática clínica e em modelos experimentais. Com base nesses achados, o objetivo do presente trabalho foi estudar uma possível atividade antinociceptiva de TALD, PTX e CLP correlacionado a essa atividade imunomodulatória. Para tanto injetou-se por via i.p. talidomida (TALD; 5-45 mg/kg), pentoxifilina (PTX; 0.5 - 45 mg/kg) ou clorpromazina (CLP; 0.1 - 1 mg/kg) 30 min antes da administração de ácido acético (AAc), zymosan (Zym) ou iloprost (ILO) para o teste de contorções abdominais em camundongos (CA), ou 30 min antes do Zym intrarticular no teste da incapacitação articular (IA) em joelho de rato (teste de nocicepção articular). TALD, PTX e CLP também foram testadas em diferentes doses por via sistêmica (i.p.) ou local (intraplantar) no teste da hiperalgesia (HYP) mecânica induzida por carragenina (Cg), bradicinina (Bk), fator de necrose tumoral (TNF), interleucina-1 (IL-1) ou prostaglandina E2 (PGE2) e no teste da placa quente (PQ). TALD, PTX e CLP também foi injetada em camundongos 30 min antes do zymosan e após 15 min foi feita a coleta do fluido peritoneal contendo células residentes onde o mesmo foi posto bem cultura para avaliar a produção de citocinas por essas células...
Descritores: Clorpromazina
Hiperalgesia
Inflamação
Mediadores da Inflamação
Nociceptores
Dor
Pentoxifilina
Talidomida
Limites: Animais
Camundongos
Ratos
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde



página 1 de 10 ir para página                        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde