Base de dados : LILACS
Pesquisa : A09.371.463 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 141 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 15 ir para página                         

  1 / 141 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Rocha, Flavio Jaime da
Texto completo
Id: biblio-1153102
Autor: Barbosa, Amanda Pires; Oliveira, Fabíola Reis de; Rocha, Flavio Jaime da; Muglia, Valdair Francisco; Rocha, Eduardo Melani.
Título: Lacrimal gland atrophy and dry eye related to isotretinoin, androgen, and prolactin: differential diagnosis for Sjögren's syndrome / Atrofia das glândulas lacrimais e olho seco relacionados aisotretinoína, androgênio e prolactina: diagnóstico diferencial com a síndrome de Sjögren
Fonte: Arq. bras. oftalmol;84(1):78-82, Jan.-Feb. 2021. graf.
Idioma: en.
Projeto: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; . Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; . Research Core of Ocular Physiopathology and Therapeutics from Universidade de São Paulo.
Resumo: ABSTRACT This report is of three cases of sicca syndrome, initially suspected to be Sjögren's syndrome, which was ruled out by clinical and laboratory investigations. The patients were a 24-year-old woman, a 32-year-old man, and a 77-year-old woman with chronic symptoms of sicca syndrome, including dry eye syndrome. The first case was associated with the use of isotretinoin, a retinoic acid. The second was associated with the use of anabolic androgenic steroids, and the third was related to a prolactin- secreting pituitary adenoma. All cases manifested sicca, including dry eye syndrome, after those events, and the manifestations persisted. Magnetic resonance imaging revealed bilateral atrophy of the lacrimal gland. The medical history, ocular examinations, laboratory exams, and magnetic resonance images confirmed dry eye syndrome; however, the exams were all negative for Sjögren's syndrome. The lacrimal gland was absent on magnetic resonance imaging in all three cases. The clinical history revealed that the signs and symptoms appeared after chronic exposure to retinoic acid, anabolic androgenic steroids, and a prolactin-secreting pituitary adenoma, respectively. Chronic isotretinoin, anabolic androgenic steroids, and prolactin-secreting pituitary adenoma or, in this last case, its inhibitory treatment, can cause lacrimal gland atrophy, sicca syndrome, and dry eye syndrome, and a differential diagnosis of Sjögren's syndrome. Further studies on doses, time, and other susceptibilities to the long-lasting adverse effects of retinoic acid, anabolic androgenic steroids, and the repercussions of prolactin-secreting pituitary adenoma are necessary to confirm and expand upon these associations.

RESUMO O relato descreve três casos de síndrome de sicca, inicialmente suspeitos de serem a síndrome de Sjögren, que fo­ram negados pela investigação clínica e laboratorial. O primeiro associado ao uso de isotretinoína, um ácido retinóico, o segundo ao uso de esteroides androgênicos anabolizantes e o terceiro relacionado ao adenoma da hipófise secretora da prolactina, todos manifestaram sicca, incluindo a síndrome do olho seco após esses eventos e as manifestações persistem. A ressonância magnética revelou atrofia bilateral da glândula lacrimal. Eles eram uma mulher de 24 anos, um homem de 32 anos e uma mulher de 77 anos com sintomas crônicos da síndrome de sicca, incluindo a síndrome do olho seco. A história médica, o exame ocular, os exames laboratoriais e a ressonância magnética foram confirmados como síndrome do olho seco, no entanto, todos os exames foram negativos para a síndrome de Sjögren. A glândula lacrimal estava ausente na ressonância magnética nos três casos. A história clínica revelou que sinais e sintomas se manifestaram após exposição crônica ao ácido retinóico, esteróides anabolizantes androgênicos e adenoma secretivo da prolactina hipofisária, respectivamente. Isotretinoína crônica, esteroides anabólicos androgênicos e adenoma hipofisário secretor de prolactina ou, neste último caso, seu tratamento inibitório pode ser a causa da atrofia da glândula lacrimal, síndrome da sicca e síndrome do olho seco e diagnóstico diferencial da síndrome de Sjögren. Estudos adicionais sobre doses, duração e outras suscetibilidades aos efeitos adversos duradouros do ácido retinóico, esteroides androgênicos anabólicos e repercussões do adenoma da hipófise secretora da prolactina são necessários para confirmar e detalhar essas associações.
Descritores: Síndromes do Olho Seco
Síndrome de Sjogren
Aparelho Lacrimal
-Prolactina
Atrofia
Síndromes do Olho Seco/diagnóstico
Síndromes do Olho Seco/induzido quimicamente
Síndromes do Olho Seco/patologia
Isotretinoína/efeitos adversos
Síndrome de Sjogren/diagnóstico
Síndrome de Sjogren/induzido quimicamente
Síndrome de Sjogren/patologia
Diagnóstico Diferencial
Androgênios
Aparelho Lacrimal/patologia
Aparelho Lacrimal/diagnóstico por imagem
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Idoso
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 141 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1248967
Autor: Damasceno, Renato Wendell Ferreira; Barbosa, Juliana Arôxa Pereira; Cortez, Lucas Rafael Costa; Belfort Junior, Rubens.
Título: Orbital lymphatic vessels: immunohistochemical detection in the lacrimal gland, optic nerve, fat tissue, and extrinsic oculomotor muscles / Vasos linfáticos orbitários: identificação imunohistoquímica na glândula lacrimal, no nervo óptico, no tecido adiposo e nos músculos extrínsecos oculomotores
Fonte: Arq. bras. oftalmol;84(3):209-213, May-June 2021. graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Purpose: To identify the lymphatic vessels in orbital specimens from human cadavers using light microscopy and immunohistochemical analysis. Methods: A postmortem study included 10 orbital specimens from 10 human cadavers. The orbital specimens were obtained no later than 12 hours after death. The orbital specimens were dissected into lacrimal gland, optic nerve, fat tissue, and oculomotor muscles. The histologic criteria to qualify as a lymphatic vessel were thin-walled channels of endothelium without a well-developed basal membrane and with an erythrocyte-free, irregular lumen. The immunohistochemical criteria were irregularly shaped, thin-walled vessels with an erythrocyte-free, irregular lumen and immunopositivity for podoplanin D2-40. Results: The lacrimal gland, optic nerve, fat tissue, and extraocular muscle sections were positively stained with podoplanin D2-40. Conclusions: This study demonstrated lymphatic vessels in the human orbit, more precisely, in the lacrimal gland, dura mater of the optic nerve, adipose tissue, and extrinsic oculomotor muscles via light microscopy and immunohistochemistry.(AU)

RESUMO Objetivos: Identificar vasos linfáticos em espécimes orbitários de cadáveres humanos através de microscopia óptica e análise imunohistoquímica. Métodos: Um estudo postmortem incluiu dez espécimes orbitários provenientes de dez cadáveres humanos. Todos os espécimes orbitários foram obtidos até 12 horas após a morte com uma técnica cirúrgica de exenteração orbitária e dissecados em glândula lacrimal, nervo óptico, gordura órbitária e músculos extraoculares. Para classificar como um vaso linfático, os critérios histológicos incluíram vasos endoteliais de parede única sem membrana basal bem desenvolvida, irregulares e lúmen sem hemácias, e os critérios imunohistoquímicos incluíram vasos endoteliais de parede única, com formato irregular e lúmen sem hemácias e reagentes a podoplanina D2-40. Resultados: As lâminas histológicas de glândula lacrimal, nervo óptico, tecido adiposo e músculos extraoculares reagiram positivamente a podoplanina D2-40. Conclusão: Este estudo demonstrou vasos linfáticos na órbita humana, mais exatamente, na glândula lacrimal, no nervo óptico, na gordura orbitária e nos músculos extrínsecos extraoculares via microscopia óptica e imunohistoquímica.(AU)
Descritores: Nervo Óptico/anatomia & histologia
Órbita/anatomia & histologia
Vasos Linfáticos/diagnóstico por imagem
-Imuno-Histoquímica
Aparelho Lacrimal/anatomia & histologia
Microscopia/instrumentação
Músculos Oculomotores/anatomia & histologia
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 141 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1236626
Autor: Orefice, Fernando; Boratto, Leticia Menin.
Título: Estudo da clinica ocular em hansenianos em hospital de dermatologia sanitaria. A prevencao em nossas maos / Ocular study of Hansen's disease at a dermatological hospital. The prevention in our hands.
Fonte: s.l; s.n; 1990. 4 p. tab.
Idioma: pt.
Descritores: Aparelho Lacrimal/patologia
Cílios/patologia
Hanseníase/fisiopatologia
Músculos Faciais/patologia
Olho/fisiopatologia
Pupila
Sobrancelhas/patologia
Visão Ocular
Responsável: BR191.1 - Biblioteca e Centro de Documentação Luiza Keffer
[{"text": "BR191.1", "_a": "06191/s"}]


  4 / 141 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1236275
Autor: Graff, Christiane de Campos; Maia, Mauricio; Arrata, Karyme Molina; Vicente, Luciana de Souza.
Título: Importancia do exame oftalmologico precoce em portadores de hanseniase / The importance of early ocular examination on Hansen's disease patients.
Fonte: s.l; s.n; 1999. 6 p. tab.
Idioma: pt.
Descritores: Aparelho Lacrimal
Hanseníase/diagnóstico
Responsável: BR191.1 - Biblioteca e Centro de Documentação Luiza Keffer
[{"text": "BR191.1", "_a": "06116/s"}]


  5 / 141 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-782803
Autor: Malki, Leonardo Tannus; Dias, Ana Carolina; Jorge, Angelica Gobbi; Módulo, Carolina Maria; Rocha, Eduardo Melani.
Título: Lacrimal gland primary acinar cell culture: the role of insulin / Células acinares de glândula lacrimal em cultura primária: o papel da insulina
Fonte: Arq. bras. oftalmol;79(2):105-110, Mar.-Apr. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Purpose: The goal of the present study was to establish a protocol for primary culture of lacrimal gland acinar cells (LGACs) and to assess the effect of adding insulin to the culture media. Methods: LGACs were isolated and cultured from lacrimal glands of Wistar male rats. The study outcomes included cell number, viability, and peroxidase release over time and in response to three concentrations of insulin (0.5, 5.0, and 50.0 μg/mL). Results: In LGAC primary culture, cells started to form clusters by day 3. There was a time-response pattern of peroxidase release, which rose by day 6, in response to carbachol. Culture viability lasted for 12 days. An insulin concentration of 5.0 μg/mL in the culture medium resulted in higher viability and secretory capacity. Conclusions: The present method simplifies the isolation and culture of LGACs. The data confirmed the relevance of adding insulin to maintain LGACs in culture.

RESUMO Objetivo: O objetivo do estudo foi estabelecer um protocolo de cultura primária para o isolamento de células acinares da glândula lacrimal (CAGL) e avaliar a relevância de insulina no meio de cultura. Métodos: CAGL foram isoladas e cultivadas a partir das glândulas lacrimais de ratos Wistar machos. Os parâmetros analisados foram: o número de células, viabilidade e secreção da peroxidase ao longo do tempo e em resposta a três concentrações de insulina (0,5; 5,0 e 50,0 μg/ml). Resultados: Na cultura primária de CAGL as células passaram a se agrupar por volta do dia 3. A secreção de peroxidase em resposta ao carbacol aumentou no dia 6. O período de cultura viável foi limitado à 12 dias. Insulina à 5,0 μg/ml no meio de cultura resultou em viabilidade e capacidade secretora maior. Conclusão: o estudo descreveu um método para simplificar o isolamento e cultivo de CAGL. Os dados apresentados confirmam a importância da insulina na manutenção da cultura de CAGL.
Descritores: Células Acinares/citologia
Cultura Primária de Células/normas
Insulina/farmacologia
Aparelho Lacrimal/citologia
-Carbacol/metabolismo
Contagem de Células/métodos
Separação Celular/métodos
Ratos Wistar
Peroxidase/metabolismo
Células Acinares/efeitos dos fármacos
Células Acinares/metabolismo
Insulina/metabolismo
Aparelho Lacrimal/metabolismo
Limites: Animais
Masculino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 141 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-787339
Autor: Balikoglu-Yilmaz, Melike; Esen, Ayse Banu; Yilmaz, Tolga; Taskin, Umit; Taskapili, Muhittin; Oktay, M. Faruk; Sen, Emine; Kose, Timur.
Título: Bacteriological profile in conjunctival, lacrimal sac, and nasal specimens and conjunctival normalization time following external, endoscopic, and transcanalicular multidiode laser dacryocystorhinostomy / Perfil bacteriológico e tempo de normalização conjuntival de espécimes de conjuntiva, saco lacrimal e nasais após dacriocistorrinostomia externa, endoscópica e transcanalicular com laser de multi diodo
Fonte: Arq. bras. oftalmol;79(3):163-170tab.
Idioma: en.
Projeto: Institutional Review Board of Bagcilar Education and Research Hospital.
Resumo: ABSTRACT Purpose: To compare the conjunctival, lacrimal sac, and nasal flora cultures and conjunctival normalization time following external (EX-), endoscopic (EN-), and transcanalicular multidiode laser (TC-) dacryocystorhinostomy (DCR) and to evaluate the relationship between culture positivity and surgical success. We further performed antibiotic sensitivity analyses for lacrimal sac culture samples. Methods: A total of 90 patients with primary acquired nasolacrimal duct obstruction were recruited and divided into EX-DCR (n=32), EN-DCR (n=28), and TC-DCR (n=30) groups. Conjunctival, nasal, and lacrimal sac cultures and antibiograms were analyzed. Results: In all three groups, coagulase-negative Staphylococcus (CNS) was predominantly isolated preoperatively from the conjunctiva, nose, and lacrimal sac and postoperatively from the conjunctiva. Preoperative and postoperative conjunctival culture positivity rates were similar between all the groups (p>0.05). A statistically significant difference in the growth rate of culture in the lacrimal sac was observed between the three groups (p=0.001). CNS and Staphylococcus aureus cultures were predominantly sensitive to linezolid, teicoplanin, tigecycline, vancomycin, and mupirocin. Conjunctival normalization times were similar between the three groups (p>0.05). Anatomical and functional success rates were not found to be significantly correlated with preoperative conjunctival and lacrimal sac culture positivity (p>0.05). Conclusions: Similar rates of preoperative and 1-week postoperative conjunctival culture positivity were observed in all the groups; a significantly lower bacterial growth rate was observed in postoperative conjunctival cultures. CNS was the most commonly isolated organism. Bacterial growth rates in the lacrimal sac samples were significantly higher in the EN-DCR group. Bacterial growth rates obtained preoperatively from the conjunctival and lacrimal sac culture samples were not correlated with DCR success.

RESUMO Objetivo: Comparar a flora conjuntival, do saco lacrimal e nasal com o tempo de normalização após dacriocistorrinostomia (DCR) externa (EX-), endoscópica (EN-) e transcanalicular a laser de multi diodo (TC-) para correlacionar a positividade da cultura com o sucesso cirúrgico, assim como identificar a sensibilidade aos antibióticos em amostras de saco lacrimal. Métodos: Neste estudo prospectivo, 90 pacientes com obstrução do canal nasolacrimal adquirida primária foram incluídos e divididos em grupos EX-DCR (n=32), EN-DCR (n=28) e TC-DCR (n=30). Culturas e antibiogramas conjuntivais, nasais e do saco lacrimal foram analisados. Resultados: Staphylococcus coagulase-negativo (CNS) foi o organismo predominante isolado no pré-operatório (conjuntiva e nariz), no transoperatório (saco lacrimal) e pós-operatório (conjuntiva), nos 3 grupos. Taxas de positividade de cultura da conjuntiva pré- e pós-operatórias nos três grupos foram semelhantes (p>0,05). A diferença nas taxas de crescimento do saco lacrimal dos três grupos foi estatisticamente significativa (p=0,001). CNS e S. aureus foram mais sensíveis a linezolida, teicoplanina, a tigeciclina, vancomicina e mupirocina. O tempo de normalização conjuntival foi semelhante nos três grupos (p>0,05). Não houve relação estatisticamente significativa entre as taxas de sucesso anatômicas e funcionais e a positividade da cultura conjuntival e de saco lacrimal pré-operatória (p>0,05). Conclusões: Pacientes submetidos a EX-DCR, EN-DCR, e TC-DCR apresentaram positividades de cultura conjuntival semelhantes no pré-operatório e na 1a semana pós-operatória. Houve uma redução significativa na taxa de crescimento das culturas da conjuntiva pós-operatórias. O organismo mais comumente isolado foi o CNS. A taxa de crescimento de bactérias a partir do saco lacrimal foi significativamente maior no grupo PT-DCR. O crescimento bacteriano da conjuntiva no pré-operatório e de amostras do saco lacrimal no transoperatório não se relacionaram com o sucesso da DCR.
Descritores: Dacriocistorinostomia/métodos
Túnica Conjuntiva/microbiologia
Aparelho Lacrimal/microbiologia
Ducto Nasolacrimal/cirurgia
Ducto Nasolacrimal/microbiologia
-Valores de Referência
Staphylococcus/isolamento & purificação
Bactérias/isolamento & purificação
Testes de Sensibilidade Microbiana
Nariz/microbiologia
Estudos Prospectivos
Análise de Variância
Estatísticas não Paramétricas
Lasers Semicondutores/uso terapêutico
Cirurgia Endoscópica por Orifício Natural/métodos
Obstrução dos Ductos Lacrimais/microbiologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 141 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-838753
Autor: Díaz, Yerena Muiños; Galindo-Ferreiro, Alicia; Akaishi, Patricia M.
Título: Dacryoliths causing intermittent epiphora associated with a patent lacrimal system / Dacriolitíase causando epífora intermitente associada a um sistema lacrimal de patente
Fonte: Arq. bras. oftalmol;79(6):411-413, Nov.-Dec. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT We present two patients with dacryoliths and patent lacrimal drainage with intermittent tearing and without infection. Dacryoliths can be present in the lacrimal sac or lacrimal duct without acute or chronic inflammation. In these cases, we believe dacryolith formation was a causative factor of intermittent epiphora even with a patent drainage system, and we propose that dacryoliths and even fungal colonization formation may be the first event before dacryocystitis and should be considered as a cause of epiphora.

RESUMO Apresentamos dois pacientes com dacriolitíase e drenagem lacrimal patente com lacrimejamento intermitente, sem infecção. Os dacriolitos podem estar presentes no saco lacrimal ou duto lacrimal, sem inflamação aguda ou crônica. Neste caso nós acreditamos que a dacriolitíase foi um fator causador da epífora intermitente mesmo com sistema de drenagem patente e propomos que dacriolitíase e até mesmo a colonização fúngica pode ser o primeiro evento antes dacriocistite, e deve ser adicionada como uma das causas de epífora.
Descritores: Cálculos/complicações
Aparelho Lacrimal/microbiologia
Doenças do Aparelho Lacrimal/complicações
-Lágrimas/metabolismo
Infecções Oculares Fúngicas/complicações
Dacriocistite/complicações
Dacriocistite/microbiologia
Aparelho Lacrimal/fisiopatologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 141 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1129166
Autor: Lima, T. B; Martins, T. B; Gomes Junior, D. C; Silva, R. A; Sousa, D. M. F.
Título: Marsupialization for the treatment of nictitating membrane cyst in a dog: case report / Marsupialização para o tratamento de cisto em membrana nictitante de cão: relato de caso
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec. (Online);72(3):749-753, May-June, 2020. ilus.
Idioma: en.
Resumo: This study aims to describe the first Brazilian report of a nictitating membrane cyst's surgical treatment in a dog. A 6-month-old female French Bulldog presented at HOSVET-UNIME with a reddish mass-like structure in the medial canthus of both eyes, with a history of recurrent third eyelid gland prolapse previously treated with two surgeries performed at another clinic. Physical examination revealed a third eyelid gland prolapse in the right eye and a cyst in the left eye's third eyelid. The animal was submitted to surgical correction of the right eye's third eyelid prolapse using pocket technique and of the left eye's third eyelid using marsupialization technique for the cyst's treatment. 180 days after th1e surgical procedure no recurrence was observed. The marsupialization technique for the treatment of a third eyelid's lacrimal cyst in a dog allowed the maintenance of its gland and prevented the formation of a new cystic cavity.(AU)

O objetivo do presente trabalho é descrever o primeiro relato no Brasil de tratamento cirúrgico de um cisto da membrana nictitante em um cão. Um Buldogue Francês, fêmea, seis meses, foi atendido no Hosvet-Unime, com queixa de aumento de volume avermelhado no canto medial de ambos os olhos, com histórico de recidiva de prolapso de glândula da terceira pálpebra, onde haviam sido realizadas duas cirurgias anteriormente em outro local. Ao exame físico, foi observado prolapso de glândula da terceira pálpebra no olho direito e a presença de um cisto na terceira pálpebra do olho esquerdo. O animal foi submetido ao procedimento cirúrgico de sepultamento de glândula da terceira pálpebra no olho direito e uma marsupialização na terceira pálpebra do olho esquerdo para o tratamento do cisto. Cento e oitenta dias após o procedimento cirúrgico, não foi observada recidiva. A técnica de marsupialização para tratamento de cisto lacrimal na terceira pálpebra em um cão possibilitou a manutenção da sua glândula e impediu a formação de nova cavidade cística.(AU)
Descritores: Cistos/veterinária
Aparelho Lacrimal/cirurgia
Membrana Nictitante/cirurgia
-Prolapso
Procedimentos Cirúrgicos Operatórios/veterinária
Limites: Animais
Feminino
Cães
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  9 / 141 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-838773
Autor: Ornek, Firdevs; Acar, Damla Erginturk; Acar, Ugur; Ozdemir, Ozdemir; Atilgan, Hasan Ikbal; Yumusak, Nihat; Ozgermen, Basak Boztok.
Título: Short- and long-term effects of zinc treatment on lacrimal gland histopathology and tear functions tests in radioiodine-administered rats / Efeitos de curto e longo prazo do tratamento com zinco na histopatologia da glândula lacrimal e funções lacrimais em ratos que receberam iodo radioativo
Fonte: Arq. bras. oftalmol;80(1):35-40, Jan.-Feb. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Purpose: To investigate the short-term (1 week) and long-term (8 weeks) protective effects of zinc administration on radioiodine (RAI)-induced lacrimal gland damage of rats. Methods: A total of 40 rats were divided into two groups: an RAI group (n=20), which was administrated a single dose of 3 mCi of 131I and 1 mL physiologic saline for 7 days by gastric gavage, and a zinc group (n=20), which received a single dose of 3 mCi of 131I and 1 mL of physiologic saline containing zinc sulfate at a concentration of 10 mg/kg concentration for 7 days by gastric gavage. All rats underwent tear function tests before and 1 week after RAI administration. About 1 week after irradiation, half of the animals in each group were sacrificed and the extraorbital lacrimal glands were removed for histopathological examination. The remaining animals of the groups underwent the same procedures at 8 weeks after irradiation. Results: In the RAI and zinc groups, the mean tear production was 3.75 ± 1.55 and 3.65 ± 1.53 mm at baseline, 2.10 ± 1.07 and 3.30 ± 1.34 mm at week 1 (p=0.004), and 3.22 ± 1.48 and 3.50 ± 1.78 mm at week 8, respectively; further, the mean corneal fluorescein staining scores were 4.65 ± 2.16 and 4.80 ± 2.21 points at baseline, 7.85 ± 1.90 and 5.45 ± 2.06 points at week 1 (p=0.001), and 5.44 ± 2.13 and 4.90 ± 2.08 at week 8, respectively. The histopathological changes in rat lacrimal glands at weeks 1 and 8 were consistent with the tear function test results. Conclusions: Zinc treatment seems to be protective against RAI-induced lacrimal gland damage of rats, particularly in the acute period.

RESUMO Objetivo: Investigar se o tratamento com zinco tem efeito protetor, no curto prazo (1 semana) e longo prazo (8 semanas), sobre os danos induzidos na glândula lacrimal por iodo radiotativo (RAI) em ratos. Métodos: Quarenta ratos foram divididos em dois grupos. No grupo RAI (n=20) foi administrada uma única dose de 3 mCi 131I e 1 cc de solução salina fisiológica durante 7 dias, por gavagem gástrica. O grupo zinco (n=20) recebeu uma dose única de 3 mCi 131I e 1 cc de solução salina fisiológica contendo sulfato de zinco na concentração de 10 mg/kg durante 7 dias por gavagem gástrica. Os testes de função lacrimal foram realizadas para todos os animais antes e após uma semana da administração da RAI. Em seguida, após 1 semana da administração, metade dos animais de cada grupo foi sacrificada e as glândulas lacrimais extraorbitais foram removidas para exame histopatológico. Os animais remanescentes dos grupos foram submetidos aos mesmos procedimentos após 8 semanas a radiação. Resultados: As médias de produção lacrimal foram de 3,75 ± 1,55 e 3,65 ± 1,53 mm na linha de base, 2,10 ± 1,07 e 3,30 ± 1,34 mm na 1a semana (p=0,004), e 3,22 ± 1,48 e 3,50 ± 1,78 mm na 8a semana, para os grupos RAI e zinco, respectivamente. As pontuações médias de coloração fluoresceína foram 4,65 ± 2,16 e 4,80 ± 2,21 no início do estudo, 7,85 ± 1,90 e 5,45 ± 2,06 na primeira semana (p=0,001), 5,44 ± 2,13 e 4,90 ± 2,08 pontos na 8a semana, para os grupos RAI e zinco, respectivamente. As alterações histopatológicas das glândulas lacrimais em 1 e 8 semanas foram consistentes com os testes de função lacrimal resultados. Conclusões: O tratamento de zinco parece ser protetor sobre os danos glândula lacrimal induzidos por RAI em ratos, especialmente no período agudo.
Descritores: Lesões Experimentais por Radiação/prevenção & controle
Protetores contra Radiação/administração & dosagem
Radioisótopos do Iodo/efeitos adversos
Aparelho Lacrimal/efeitos dos fármacos
Aparelho Lacrimal/efeitos da radiação
Antioxidantes/administração & dosagem
-Lágrimas/fisiologia
Ratos Wistar
Sulfato de Zinco/administração & dosagem
Fluoresceína
Modelos Animais de Doenças
Aparelho Lacrimal/patologia
Limites: Animais
Feminino
Ratos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 141 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-838775
Autor: Akaishi, Patricia; Galindo-Ferreiro, Alicia; Elkhamary, Sahar M; Al-Sadah, Zakeya; Galvez-Ruiz, Alberto; Cruz, A Augusto.
Título: Accidental lacrimal gland removal during resection of the levator palpebrae superioris muscle / Remoção acidental da glândula lacrimal em cirurgia de ressecção do músculo levantador da pálpebra superior
Fonte: Arq. bras. oftalmol;80(1):57-58, Jan.-Feb. 2017. graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Accidental removal of the lacrimal gland is a rare complication of ptosis surgery. We report two children who underwent large unilateral levator palpebrae superioris resections (LPSr). After surgery, both patients developed dry eye. Post-operatively, the parents of both patients noticed no tears in the affected eye when their child cried. Computed tomography proved the absence of the lacrimal gland in the operated eye in both patients. Oculoplastic surgeons should pay close attention to the anatomy of the levator muscle and its proximity to surrounding tissues in order to avoid lesions on important orbital structures, including the lacrimal gland, and to avoid the development of long-term dry eye.

RESUMO A remoção acidental da glândula lacrimal é uma complicação rara da cirurgia de ptose. Relatamos duas crianças que foram submetidas à grandes ressecções unilaterais do músculo levantador da pálpebra superior que desenvolveram olho seco após a cirurgia. No pós-operatório, os pais notaram ausência de secreção lacrimal durante o choro no olho operado. Tomografia computadorizada de órbitas comprovou ausência da glândula lacrimal no olho submetido à cirurgia, em ambos os casos. Cirurgiões oculoplásticos devem estar atentos à anatomia do músculo levantador e estruturas relacionadas para evitar lesões em importantes estruturas orbitais como as da glândula lacrimal que podem induzir permanente olho seco.
Descritores: Complicações Pós-Operatórias/etiologia
Síndromes do Olho Seco/etiologia
Blefarofimose/cirurgia
Erros Médicos/efeitos adversos
Aparelho Lacrimal/lesões
Músculos Oculomotores/cirurgia
-Tomografia Computadorizada por Raios X
Aparelho Lacrimal/diagnóstico por imagem
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Lactente
Criança
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 15 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde