Base de dados : LILACS
Pesquisa : A11.284.149.165.420 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 26 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 3 ir para página          

  1 / 26 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1118385
Autor: Gutierrez Pérez, Amelia.
Título: A N-glicosilação do EGFR afeta a sinalização intracelular e a estabilidade das Junções Tight em células de câncer colorretal / [ EGFR N-glycosylation affects intracellular signaling and stability of Tight Junctions in Colorectal Cancer Cells].
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2017. xvi, 78 f p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Introdução: O câncer colorretal (CCR) constitui um importante problema de saúde pública no Brasil e no mundo. Durante a progressão de tumores epiteliais, como o CCR, é frequentemente observada uma desestabilização do complexo juncional apical, composto pelas junções tight (JT) e junções aderentes (JA). O aumento dos níveis de expressão das claudinas, principais proteínas transmembranas constituintes das JT, induz a perda da sua função de barreira e aumenta o potencial maligno das células do CCR. Embora cada vez mais estudos estejam focados em compreender melhor os aspectos moleculares que regulam a estabilidade das TJ, o papel desempenhado por N-glicanos neste processo continua sendo pouco explorado. Objetivo: Assim, o objetivo do presente estudo foi investigar o papel dos N-glicanos na regulação da estabilidade das JT em CCR. Materiais e Métodos: Utilizando a linhagem celular HCT-116 (carcinoma colorretal humano), foi avaliado o efeito do tratamento com dois inibidores de biossíntese de N-glicanos, swainsonina (SW) e tunicamicina (Tun), sobre a estabilidade das JT mediante: citometria de fluxo, Western blot, microscopia eletrônica de transmissão, co-imunoprecipitação e imunofluorescência. A expressão de ácido siálico na superfície celular também foi inibida utilizando análogo fluorinado de ácido siálico (Sia-F). Além disso, foram avaliados o grau de N-glicosilação do Receptor do Fator de Crescimento Epidérmico (EGFR) e os níveis de expressão de claudina-3 (cld-3) em tecidos de pacientes com CCR (n = 21) por imunohistoquímica e Western blot (Protocolo-CEP nº: 84/04). Para este estudo foram consultadas bases de dados internacionais (NCBI e TCGA) a fim de identificar os sítios de N-glicosilação (Asn-XSer/Thr) do EGFR e relatos de mutações nestes sítios em CCR. Utilizando um algoritmo classificador de subtipos de CCR foi avaliada também a expressão de glicogenes e de cld-3 em quatro subtipos moleculares de CCR. Ministério da Saúde Instituto Nacional de Câncer Coordenação de Pós-graduação Resultados: Primeiramente, foi avaliado o efeito de SW e Tun na expressão proteica de vários constituintes das TJ. Foi observado que apenas o tratamento com Tun diminuiu os níveis de expressão de cld-3. A Tun também promoveu, concomitantemente, diminuição dos níveis de fosforilação de proteínas na faixa de peso molecular da cld-3 (22kDa) e reorganização da sua localização celular do citoplasma à membrana. Os resultados mostraram que, após o tratamento com Tun, as células HCT-116 desenvolveram contatos celulares mais estabelecidos. Além disso, a deglicosilação do EGFR promoveu redução dos seus níveis de expressão na membrana celular e também diminuiu tanto os seus níveis de ativação quanto a fosforilação das proteínas downstream ERK e AKT. Foi observado que o tratamento com Sia-F diminuiu tanto a ativação de EGFR quanto os níveis de expressão de cld-3. Os resultados mostraram também que tumores de pacientes com CCR, que expressavam maiores níveis proteicos de cld-3 do que os respectivos tecidos normais adjacentes, exibiram também um maior grau de N-glicosilação do EGFR. Finalmente, não foram encontrados relatos de mutações em sítios de N-glicosilação do EGFR em CCR, porém, foram encontradas diferenças na expressão de glicogenes e de cld-3 entre os quatro subtipos moleculares de CCR. Conclusão: Conjuntamente, os resultados demonstram que a N-glicosilação do EGFR desempenha um papel na regulação da cld-3, contribuindo para uma melhor compreensão da biologia do CCR. Estes achados também sugerem um potencial significado clínico de alterações no padrão de N-glicosilação do EGFR.
Descritores: Neoplasias Colorretais
Junções Intercelulares
-Junções Aderentes
Claudina-3
Responsável: BR440.1 - Biblioteca Geraldo Matos de Sá . Hospital do Câncer I


  2 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-623810
Autor: Facer, Christine A.
Título: The red cell cytoskeleton and invasion by malaria parasites
Fonte: Mem. Inst. Oswaldo Cruz;81(supl.2):111-114, 1986. tab.
Idioma: en.
Descritores: Esferocitose Hereditária/genética
Membrana Eritrocítica
Junções Intercelulares/fisiologia
-Hemólise
Malária/parasitologia
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-834108
Autor: Lima, Laritza Ferreira; Bruno, Jamily Bezerra; Silva, Andréa Moreira Sampaio da; Duarte, Ana Beatriz Graça; Figueiredo, José Ricardo de; Rodrigues, Ana Paula Ribeiro.
Título: Importância das comunicações intercelulares para o desenvolvimento de folículos ovarianos / Intercellular communications in ovarian follicles
Fonte: Reprod. clim;31(2):93-104, Maio - Ago. 2016. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Durante a foliculogênese em mamíferos, ocorre um longo e complexo processo no qual o oócito adquire a competência necessária para a fecundação. Nesse processo ocorre uma comunicação metabólica bidirecional entre os oócitos e as células somáticas dentro do folículo que garante substratos para o oócito em desenvolvimento. Essa comunicação é mediada pelas junções celulares (junções comunicantes e junções aderentes) presentes nas projeções transzonais. As junções celulares e moléculas de adesão são responsáveis principalmente por promover a adesão entre as células foliculares; mas podem atuar em vias de sinalização celular e na regulação da transcrição gênica nas células somáticas e oócitos. Além disso, as junções comunicantes (junções gap) são canais intermembranares que intermediam a comunicação entre essas células através da passagem de pequenas moléculas. Essas junções comunicantes são compostas por proteínas denominadas conexinas; as conexinas 37 e 43 são as predominantes nos folículos ovarianos. Dessa forma, o conhecimento acerca das junções celulares é de extrema importância para o estudo da foliculogênese. A presente revisão teve como objetivo abordar os principais tipos de junções celulares existentes entre as células foliculares, com destaque para as junções gap e as principais proteínas de membranas (conexinas) presentes nos diferentes estágios do desenvolvimento folicular.

During the mammalian folliculogenesis, a long and complex process occurs, which the oocyte acquires the necessary competence for fecundation. In this process there is a metabolic bidirectional communication among the oocyte and somatic cells inside the follicle, which provides substrates for the oocyte developmental competence. This communication is mediated by cellular junctions (occlusions, adherens and gap junctions) localized in the transzonal projections. Cellular junctions and adhesion mollecules are responsable mainly for promoving the adhesion among follicular cells, however they can act in cellular signaling pathways and in regulation of genic transcription in the follicular cells and oocyte. Moreover, the communication junctions (gap junctions) are intermembrane channels that intermediate the communication among these cells through the passage of small molecules. These gap junctions are composed by connexins, of which the connexins 37 and 43 are the most frequently found in the ovarian follicle. Thus, knowledge of these cellular junctions are of great importance for studying the folliculogenesis process. The aim of this review was to report the main types of cellular junctions localized among the follicular cells, especially the gap junctions and the main membrane proteins (connexins) found in different stages of the follicular development.
Descritores: Junções Comunicantes
Junções Intercelulares
Folículo Ovariano
Ovário
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR33.1 - Divisão Técnica de Biblioteca e Documentação


  4 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Leal, Maria do Carmo
Texto completo
Id: lil-746673
Autor: Domingues, Rosa Maria Soares Madeira; Viellas, Elaine Fernandes; Dias, Marcos Augusto Bastos; Torres, Jacqueline Alves; Theme-Filha, Mariza Miranda; Gama, Silvana Granado Nogueira da; Leal, Maria do Carmo.
Título: Adequação da assistência pré-natal segundo as características maternas no Brasil / Adequacy of prenatal care according to maternal characteristics in Brazil
Fonte: Rev. panam. salud pública = Pan am. j. public health;37(3):140-147, Mar. 2015. tab.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: Verificar o grau de adequação da assistência pré-natal no Brasil e sua associação com características sociodemográficas das mulheres. MÉTODOS: Este estudo nacional de base hospitalar foi realizado com 23 894 mulheres em 2011 e 2012. Os dados foram obtidos a partir de entrevistas com a puérpera e dos cartões de pré-natal. Considerou-se assistência pré-natal adequada aquela iniciada até a 12 semana gestacional, com realização de no mínimo seis consultas (número de consultas corrigido para a idade gestacional no momento do parto), registro no cartão de pré-natal de pelo menos um resultado de cada um dos exames preconizados na rotina de pré-natal e recebimento de orientação para maternidade de referência. Realizou-se regressão logística multivariada para verificar a associação entre características maternas e o grau de adequação da assistência pré-natal. RESULTADOS: Início precoce da atenção pré-natal foi observado em 53,9% das gestantes, número adequado de consultas em 73,2%, registro de pelo menos um exame preconizado em 62,9%, orientação para maternidade de referência em 58,7% e assistência pré-natal global adequada em 21,6%. Menor adequação do pré-natal foi observada em mulheres mais jovens, de pele preta, multíparas, sem companheiro, sem trabalho remunerado, com menos anos de estudo, de classes econômicas mais baixas e residentes nas regiões Norte e Nordeste do país. Após ajuste para características maternas, não foram observadas diferenças entre serviços públicos e privados quanto ao grau de adequação do cuidado pré-natal. CONCLUSÕES: A assistência pré-natal no Brasil alcançou cobertura praticamente universal, mas persistem desigualdades regionais e sociais no acesso a um cuidado adequado. Estratégias para facilitar o ingresso precoce no pré-natal são essenciais.

OBJECTIVE: To verify the degree of adequacy of prenatal care in Brazil and to determine whether it is associated with sociodemographic characteristics of women. METHODS: This nationwide hospital-based study was performed with 23 894 women in 2011 and 2012. Data were obtained from interviews with puerperal women and from the prenatal card recording prenatal care appointments. Adequate prenatal care was defined as that started no later than the 12th gestational week, with performance of at least six consultations (with number of consultations adjusted for gestational age at delivery), record in the prenatal card of at least one result for each of the recommended routine prenatal tests, and guidance regarding the maternity hospital for delivery. Multivariate logistic regression was performed to verify the association between maternal characteristics and the adequacy of prenatal care. RESULTS: Early onset of prenatal care was observed in 53.9% of participants, adequate number of consultations in 73.2%, record of at least one of each recommended test in 62.9%, guidance regarding maternity hospital in 58.7%, and overall adequate prenatal care in 21.6%. Less adequate prenatal care was observed in women who were younger, black, multiparous, who did not have a partner, without paid employment, having fewer years of formal schooling, belonging to lower socioeconomic classes, and living in the North and Northeast of Brazil. After adjustment of maternal characteristics, no differences were observed between public or private health care services regarding adequacy of prenatal care. CONCLUSIONS: Even though the coverage of prenatal care is virtually universal in Brazil, regional and social differences in the access and adequacy of care still persist. The implementation of strategies to facilitate early access to prenatal care is essential.
Descritores: Forma Celular
Drosophila melanogaster/citologia
Epitélio/patologia
Morfogênese
Cicatrização
-Polaridade Celular
Drosophila melanogaster/embriologia
Embrião não Mamífero/citologia
Epitélio/embriologia
Junções Intercelulares/metabolismo
Miosinas/metabolismo
Limites: Animais
Tipo de Publ: Research Support, N.I.H., Extramural
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Boschero, Antonio Carlos
Texto completo
Id: lil-734616
Autor: Marçal-Pessoa, Ana Flávia; Bassi-Branco, Carmen Lucia; Salvatierra, Cristiana dos Santos Barbosa; Stoppiglia, Luiz Fabrizio; Ignacio-Souza, Letícia Martins; Reis, Sílvia Regina de Lima; Veloso, Roberto Vilela; Reis, Marise Auxiliadora de Barros; Carneiro, Everardo Magalhães; Boschero, Antonio Carlos; Arantes, Vanessa Cristina; Latorraca, Márcia Queiroz.
Título: A low-protein diet during pregnancy prevents modifications in intercellular communication proteins in rat islets
Fonte: Biol. Res;48:1-10, 2015. graf, tab.
Idioma: en.
Projeto: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso; . Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.
Resumo: .
Descritores: Comunicação Celular/fisiologia
Dieta com Restrição de Proteínas
Diabetes Gestacional/dietoterapia
Junções Intercelulares/metabolismo
Ilhotas Pancreáticas/metabolismo
RNA Mensageiro/metabolismo
-Análise de Variância
Actinas/metabolismo
Junções Aderentes/metabolismo
Glicemia/análise
/metabolismo
CONNEXIN ABBREVIATIONS AS TOPICABATTOIRS/metabolismo
Conexinas/metabolismo
Diabetes Gestacional/prevenção & controle
Junções Comunicantes/metabolismo
Glucose/administração & dosagem
Insulina/metabolismo
Insulina
Ratos Wistar
Reação em Cadeia da Polimerase em Tempo Real
beta Catenina/metabolismo
Limites: Animais
Feminino
Gravidez
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  6 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Bastos, Marcus Gomes
Texto completo
Id: lil-731153
Autor: Moraes Junior, Celso Souza de; Mendonça, Ricardo Rodrigues Silveira de; Hatem, Raquel Oliveira Rocha de Freitas; Souza, André Luiz Sampaio; Chaves, Adriana Rodrigues; Bastos, Marcus Gomes; Colugnati, Fernando Antônio Basile.
Título: O custo de soluções alcalinas em sessões de hemodiálise ambulatorial: uma análise sobre o desperdício a partir do controle dos processos / The cost of alkaline solutions in ambulatory hemodialysis: an analysis about wasteful from the processes control
Fonte: J. bras. nefrol;36(4):502-511, Oct-Dec/2014. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: São escassos estudos dos custos dos insumos consumidos em hemodiálise e, dentre estes gastos, os compostos que compõem o dialisato estão entre os valores considerados como representativos nessa terapia. Contudo, não foram encontrados estudos que orientem sobre o comportamento de custos dessas soluções. Objetivo: O objetivo do artigo é avaliar se há desperdício no consumo de soluções alcalinas em hemodiálise ambulatorial e, consequentemente, a possibilidade de redução no custo a partir da simulação de padronização no processo de estabelecimento do fluxo do dialisato nos períodos entre turnos em sessões de hemodiálise ambulatorial. Métodos: Partindo de um estudo observacional analítico, foi realizada uma simulação de 20 cenários, sendo 10 estabelecidos pela padronização dos processos de controle no fluxo do dialisato nos intervalos das sessões. A combinação dos dados foi realizada tomando por base os preços de três fornecedores de soluções alcalinas líquidas ou em pó. Resultados: Observou-se, dentre os cenários com processos padronizados, uma variação entre 7,7% e 33,3% de economia no custo da solução alcalina (em pó ou líquida), pela redução do desperdício. Conclusão: É possível refrear o desperdício no uso de soluções alcalinas, tanto em pó quanto líquidas e, consequentemente, seus custos, a partir da padronização na redução do fluxo de dialisato durante os intervalos verificados entre os turnos na hemodiálise ambulatorial. Todavia, estes resultados estão condicionados ao comprometimento de profissionais de saúde, principalmente no que tange ao exercício da supervisão e controle das atividades ...

Introduction: There are few studies about costs of inputs used in hemodialysis and among these expenditures, the compounds that make up the dialysate are one of the values considered as representative of this therapy. However, there aren’t costs studies that guiding solutions. Objective: The objective of this article is discuss whether there is wasteful of alkaline solutions in ambulatory hemodialysis and hence the possibility of reduction in cost from the standardization process simulation of establishment of dialysate flow in periods between shifts in hemodialysis outpatients. Methods: Starting from an observational analytic, a simulation was performed twenty case scenarios, which ten cases established by standardizing processes control on the dialysate flow in recession. The combination of data was performed using as a basis the prices of three suppliers of alkali liquid or powder. Results: It was observed among the scenarios with standardized processes, ranging between 7.7% and 33.3% savings in the alkaline solution cost (powder or liquid), by reducing waste. Conclusion: It is possible to restrain the wasteful use of alkaline solutions, both powder and liquid. Consequently, its cost from the patterning on reducing the flow of dialysate during the intervals between shifts observed in the outpatient hemodialysis. However, these results are conditional upon the commitment of health professionals, mainly to supervision exercise and control of activities in quality function deployment. .
Descritores: Fusarium/metabolismo
Ouro/metabolismo
-Cloretos/metabolismo
Compostos de Ouro/metabolismo
Junções Intercelulares
Microesferas
Nanotecnologia
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: lil-659281
Autor: Rodríguez, Esteban M; Guerra, María M; Vío, Karin; González, César; Ortloff, Alexander; Bátiz, Luis F; Rodríguez, Sara; Jara, María C; Muñoz, Rosa I; Ortega, Eduardo; Jaque, Jaime; Guerra, Francisco; Sival, Deborah A; Dunnen, Wilfred F. A. den; Jiménez, Antonio J; Domínguez-Pinos, María D; Pérez-Fígares, José M; McAllister, James P; Johanson, Conrad.
Título: A cell junction pathology of neural stem cells leads to abnormal neurogenesis and hydrocephalus
Fonte: Biol. Res;45(3):231-241, 2012. ilus.
Idioma: en.
Projeto: Fondecyt; . Hydrocephalus Association Established Investigator Award; . Instituto de Salud Carlos III; . Ministerio de Educación y Ciencia (Spain); . Universidad Austral de Chile.
Resumo: Most cells of the developing mammalian brain derive from the ventricular (VZ) and the subventricular (SVZ) zones. The VZ is formed by the multipotent radial glia/neural stem cells (NSCs) while the SVZ harbors the rapidly proliferative neural precursor cells (NPCs). Evidence from human and animal models indicates that the common history of hydrocephalus and brain maldevelopment starts early in embryonic life with disruption of the VZ and SVZ. We propose that a "cell junction pathology" involving adherent and gap junctions is a final common outcome of a wide range of gene mutations resulting in proteins abnormally expressed by the VZ cells undergoing disruption. Disruption of the VZ during fetal development implies the loss of NSCs whereas VZ disruption during the perinatal period implies the loss of ependyma. The process of disruption occurs in specific regions of the ventricular system and at specific stages of brain development. This explains why only certain brain structures have an abnormal development, which in turn results in a specific neurological impairment of the newborn. Disruption of the VZ of the Sylvian aqueduct (SA) leads to aqueductal stenosis and hydrocephalus, while disruption of the VZ of telencephalon impairs neurogenesis. We are currently investigating whether grafting of NSCs/neurospheres from normal rats into the CSF of hydrocephalic mutants helps to diminish/repair the outcomes of VZ disruption.
Descritores: Hidrocefalia/terapia
Junções Intercelulares/patologia
Células-Tronco Neurais/patologia
Transplante de Células-Tronco/métodos
-Diferenciação Celular
Proliferação de Células
Aqueduto do Mesencéfalo/patologia
Ventrículos Cerebrais/embriologia
Ventrículos Cerebrais/patologia
Hidrocefalia/patologia
Neurogênese
Células-Tronco Neurais/transplante
Limites: Animais
Humanos
Ratos
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Revisão
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  8 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-618724
Autor: Rodríguez Velásquez, Javier.
Título: Caracterización física y matemática de péptidos de alta unión de MSP-I mediante la aplicación de la teoría de la probabilidad y la entropía / Physical and mathematical characterization of peptides of high binding of MSP-I by means of the applicatión probability and the entropy theory
Fonte: Arch. alerg. inmunol. clin;39(2):74-81, 2008. tab.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: MSP-1, proteína de superficie del merozoíto, es una proteína sintetizada durante el desarrollo del esquizonte e interactúa con el receptor de membrana del glóbulo rojo, por lo cual es una proteína implicada en el reconocimiento del merozoito al eritrocito. Métodos. Se construyó un espacio de probabilidad no equiprobable que cuantifica la probabilidad de aparición de cada animoácido en cada una de las veinte posiciones para 79 péptidos no sobrelapados de MSP-1. Conéste se calcularon los valores de probabilidad, sumatoria de probabilidad y entropía para estas secuencias, con el objetivo de diferenciar física y matemáticamente los péptidos de alta unión y no unión. Resultados. Se encontró que los valores de sumatoria de probabilidad, de probabilidad y los de entroìa para las secuencias específicas comprobadas experimentales de alta unión varían entre los rangos asociados al macroestado unión, mientras que todos los valores (sumatoria de probabilidad, probabilidad y entropía) para todos los péptidos comprobados de no unión se encrutran fuera de los rangos asociados al macroestad de unión. Todos los péptidos de alta unión y baja unión fueron diferenciados acertadamente según estudios experimentales. La probabilidad, sumatoria de probabilidad y entropía diferencian las secuencias que se unen de las que no, acertando en el 100% de los casos estudiados. Conclusión. Esta metodología es útil para caracterizar péptidos de alta unión en la proteína MSP-1 de una forma objetiva y reproducible, evidenciando que el fenómeno de unión de MSP-1 al merozoíto presenta un orden físico y matemático subyacente.
Descritores: Teoria da Probabilidade
Proteína 1 de Superfície de Merozoito/análise
-Entropia
Junções Intercelulares
Responsável: AR144.1 - CIBCHACO - Centro de Información Biomedica del Chaco


  9 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-609402
Autor: Sadalla, José Carlos.
Título: Expressão de claudinas e p53 em líquem escleroso e carcinoma escamoso da vulva / Claudins and p53 expression in vulvar lichen sclerosus and squamous cell carcinoma.
Fonte: São Paulo; s.n; 2011. [75] p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: INTRODUÇÃO: O carcinoma escamoso (CEC) de vulva é um tumor ginecológico de baixa frequência, cuja incidência aumenta com o passar dos anos. Entre as vias patogenéticas, destaca-se a neoplasia intraepitelial vulvar (NIV) diferenciada, que está relacionada com o líquen escleroso (LE). A maioria dos estudos publicados comparou o CEC vulvar com LE no âmbito morfológico apenas. Poucos avaliaram estas afecções em relação à biologia molecular, e nenhum avaliou o papel da junção intercelular (TJ). Nosso objetivo foi analisar a expressão de claudinas (proteínas atuantes na TJ) e do p53 nestas doenças. CASUÍSTICA E MÉTODOS: avaliamos o produto do oncogene TP53 e a expressão das claudinas 1, 2, 3, 4, 5, 7 e 11 em amostras de tecido vulvar humano de três grupos de pacientes: LE, CEC isolado (ICEC) e grupo controle. RESULTADOS: As claudinas 1, 2, 3 e 4 foram expressas igualmente nos três grupos. As claudinas 5, 7 e 11 não foram expressas nos grupos LE e ICEC, estando presentes apenas no grupo controle. Esta diferença foi significativa apenas para as claudinas 7 (p=0,013) e 11 (p=0,001). A proteína p53 foi mais expressa no grupo ICEC, seguida pelo LE e pelo grupo controle (p=0,017). CONCLUSÕES: As claudinas 5, 7 e 11 não se expressaram nos casos de LE e/ou ICEC. As claudinas 7 e 11 foram expressas apenas no grupo controle. Houve perda da expressão das claudinas 7 e 11 nos grupos com doença (LE e ICEC), em comparação ao grupo controle. Não houve diferença na expressão de claudinas entre os grupos LE e ICEC. Observou-se presença de p53 nos grupos estudados, cuja distribuição variou conforme o grupo analisado. Esta expressão foi maior no grupo ICEC, seguido pelo LE e, menor, no grupo controle.

AIMS: Vulvar squamous cell carcinoma (SCC) is a rare gynaecologic cancer. Vulvar SCC has been shown to develop from vulvar intraepithelial neoplasias (VINs), which are related to lichen sclerosus (LS). Most studies to date have compared vulvar SCC to LS only morphologically, but no detailed molecular analysis has been performed. Our objective was to compare claudin and p53 expression in these diseases and determine if there was an association with expression and vulvar SCC progression. METHODS: Immunohistochemical analysis was performed in order to determine expression of p53 and claudin 1, 2, 3, 4, 5, 7, and 11 in human vulvar tissue samples from LS, SCC, and control patients. RESULTS: Claudin 1, 2, 3, 4, and 5 were expressed comparably in the three groups. Claudin 7 and 11 expression was significantly decreased in LS and SCC samples (p=0,013 and 0,001, respectively) compared with the control group. Expression of p53 was significantly increased in SCC and LS patient samples compared with the control group (p=0,017). CONCLUSIONS: Claudins 7 and 11 were expressed only in control group. There was loss of expression of claudins 7 and 11 in the disease groups (LS and/or SCC), comparing to control group. However, there was no significant difference in expression of any of the claudins between the LS and SCC samples. Furthermore, p53 expression is higher in SCC patients and lower in control group. However, expression of p53 did not vary between samples from isolated LS (ILS) and LS associated with SCC (ALSSCC) patients.
Descritores: Imuno-Histoquímica
Junções Intercelulares
Líquen Escleroso e Atrófico
Mutação
Neoplasias Vulvares
Limites: Humanos
Feminino
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação
BR66.1; W4.DB8, S128ex, FM-2, 2011


  10 / 26 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-588536
Autor: Souza, Renan Salvioni de; Pinhal, Maria Aparecida da Silva.
Título: Interações em processos fisiológicos: a importância da dinâmica entre matriz extracelular e proteoglicanos: [revisão] / Interactions in physiological processes: the importance of the dynamics between extracellular matrix and proteoglycans: [review]
Fonte: Arq. bras. ciênc. saúde;36(1), maio 2011.
Idioma: pt.
Resumo: A matriz extracelular foi considerada por muito tempo uma estrutura inerte constituída por várias proteínas e polissacarídeos sintetizados e secretados pelas células para o preenchimento do espaço extracelular. Atualmente sabe-se que, além de auxiliar na ligação das células para a formação dos tecidos, a matriz extracelular tem papel importante no controle do crescimento e na diferenciação celular e, nessa interação, moléculas como proteoglicanos, glicosaminoglicanos, proteases e glicosidases desencadeam eventos de sinalização celular. Os proteoglicanos presentes na matriz extracelular realizam importantes funções, dentre elas, regulação da atividade de moléculas sinalizadoras, controle do tráfego de células e moléculas, atuação como coreceptorese interação com proteínas fibrosas da matriz. Esta revisão tem enfoque nas características estruturais da matriz extracelular, de proteoglicanose do papel fundamental das interações celulares.

The extracellular matrix was considered for a long time as an inert structure consisting of various proteins and polysaccharides synthesized and secreted by cells to fill the extracellular space. Currently it is known that, in addition to helping cells connection for the tissue formation, theextracellular matrix has an important role in the growth control and in the cellular differentiation, and in this interaction, some molecules like theproteoglycans, glycosaminoglycans, proteases, and glycosidases may trigger cellular signaling events. Proteoglycans present in the extracellularmatrix perform important functions, such as: control of signaling molecules, the transit control of cells and molecules, co-receptors action and interaction with matrix fibrous proteins. This review is focused on the structural characteristics of extracellular matrix, of proteoglycans and of the fundamental role of cellular interactions.
Descritores: Matriz Extracelular
Junções Intercelulares
Proteoglicanas
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1342.1 - Biblioteca da Escola de Enfermagem BENF



página 1 de 3 ir para página          
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde