Base de dados : LILACS
Pesquisa : A11.284.180.700 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 3 [refinar]
Mostrando: 1 .. 3   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 3 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-759888
Autor: Souza, Iêda Pereira.
Título: Alterações hematológicas e funcionais causadas por venenos de subespécies brasileiras de Crotalus durissus e suas frações isoladas / Hematologic and functional changes caused by poisons Brazilian subspecies of Crotalus durissus and its isolated fractions.
Fonte: Fortaleza; s.n; 2006.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Ceará para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Os acidentes ofídicos de serpentes representam um sério problema de Saúde Pública nos países tropicais, tanto pela frequência com que ocorrem e/ou pela morbi-mortalidade que ocasionam. As serpentes do gênero Crotalus estão representadas no Brasil pela espécie Crotalus durissus, a qual se divide em seis subespécies. Nosso trabalho teve como objetivo avaliar os efeitos dos venenos das serpentes Crotalus durissus cascavella originadas do estado do Ceará (Cdcc) e Maranhão (Cdcm); Crotalus durissus collilineatus (Cdcol); Crotalus durissus ruruima (Cdru) e suas frações, Crotoxina (CTXru) e Fosfolipase A2 (PLA2ru), nos processos biológicos de espraiamento celular, fagocitose, atividade fungicida e alterações hematológicas. Camundongos Swiss, machos, foram inoculados por via intraperitonial com os venenos descritos acima, nas doses de 120, 50, 27, 20 (venenos) e 10 μg/Kg (frações), respectivamente. Duas horas após inoculação foram coletadas amostras de sangue do plexo orbital e o exsudato peritonial. A análise estatística utilizada foi o t de Student com significância de 95%. Os animais tratados foram comparados com o grupo controle (inoculados com salina 0,9%). Cdcm e a CTXru causaram as maiores alterações no eritrograma. 37,5% dos eritrócitos apresentaram morfologia macrocítica e microcítica; 25,5% hipocrômia; 25% com anisocitose e presença de policromasia. Foram observadas 16,8% de corpúsculos de Howell Jolly. A contagem global de leucócitos foi reduzida significantemente após administração do Cdcc (82,9%), Cdcm (70,1%) e Cdru (83,8%). A celularidade foi alterada depois da inoculação de Cdcc, Cdru e CTXru, em todos os tipos de células. A contagem global de células do peritônio aumentou após inoculação de Cdcc, Cdcol, Cdru e a CTXru...
Descritores: Moléculas de Adesão Celular
Crotalus cascavella
Fagocitose
Pseudópodes
Limites: Animais
Masculino
Camundongos
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  2 / 3 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-747147
Autor: Silva, Daniela da; Lopez, Priscila; Mantovani, Jair Cortez.
Título: Auditory Brainstem Response in Term and Preterm Infants with Neonatal Complications: The Importance of the Sequential Evaluation
Fonte: Int. arch. otorhinolaryngol. (Impr.);19(2):161-165, Apr-Jun/2015. tab.
Idioma: en.
Resumo: Introduction Literature data are not conclusive as to the influence of neonatal complications in the maturational process of the auditory system observed by auditory brainstem response (ABR) in infants at term and preterm. Objectives Check the real influence of the neonatal complications in infants by the sequential auditory evaluation. Methods Historical cohort study in a tertiary referral center. A total of 114 neonates met inclusion criteria: treatment at the Universal Neonatal Hearing Screening Program of the local hospital; at least one risk indicator for hearing loss; presence in both evaluations (the first one after hospital discharge from the neonatal unit and the second one at 6 months old); all latencies in ABR and transient otoacoustic emissions present in both ears. Results The complications that most influenced the ABR findings were Apgar scores less than 6 at 5 minutes, gestational age, intensive care unit stay, peri-intraventricular hemorrhage, and mechanical ventilation. Conclusion Sequential auditory evaluation is necessary in premature and term newborns with risk indicators for hearing loss to correctly identify injuries in the auditory pathway. .
Descritores: Carcinoma in Situ/metabolismo
Carcinoma Ductal Pancreático/metabolismo
Proteínas de Transporte/metabolismo
Proteínas dos Microfilamentos/metabolismo
Neoplasias Pancreáticas/metabolismo
Fatores de Transcrição/metabolismo
-Linhagem Celular Tumoral
Carcinoma in Situ/genética
Carcinoma in Situ/patologia
Carcinoma Ductal Pancreático/genética
Carcinoma Ductal Pancreático/mortalidade
Carcinoma Ductal Pancreático/secundário
Proteínas de Transporte/genética
Modelos Animais de Doenças
Progressão da Doença
Transição Epitelial-Mesenquimal
Camundongos Knockout
Proteínas dos Microfilamentos/deficiência
Proteínas dos Microfilamentos/genética
Invasividade Neoplásica
Recidiva Local de Neoplasia
Estadiamento de Neoplasias
Prognóstico
Neoplasias Pancreáticas/genética
Neoplasias Pancreáticas/mortalidade
Neoplasias Pancreáticas/patologia
Pseudópodes/metabolismo
Interferência de RNA
Análise de Sobrevida
Fatores de Tempo
Transfecção
Fatores de Transcrição/genética
Limites: Animais
Humanos
Camundongos
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 3 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Rotenberg, Lúcia
Texto completo
Id: lil-744836
Autor: Robaina, Jaqueline Rodrigues; Lopes, Claudia S.; Rotenberg, Lúcia; Faerstein, Eduardo.
Título: Fatores psicossociais e socioeconômicos relacionados à insônia e menopausa: Estudo Pró-Saúde / Psychosocial and socioeconomic factors related to insomnia and menopause: Pró-Saúde Study / Factores psicosociales y socioeconómicos relacionados con el insomnio y la menopausia: Estudio Pro-Salud
Fonte: Cad. saúde pública = Rep. public health;31(3):597-606, 03/2015. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Foi avaliada a associação entre menopausa e insônia e a influência de variáveis socioeconômicas e psicossociais, em estudo transversal com 2.190 funcionárias de uma universidade (Estudo Pró-Saúde), a partir de um questionário autopreenchível com variáveis sobre menopausa, insônia, transtorno mental comum, eventos de vida estressantes, apoio social e variáveis socioeconômicas. Odds ratios foram calculados por meio de regressão logística multivariada, com desfecho politômico. Após ajuste para potenciais confundidoras sociodemográficas, mulheres na menopausa há mais de 60 meses apresentaram maior chance de reportar queixas de sono frequentes (OR entre 1,53 e 1,86) do que as que estavam na menopausa há menos de 60 meses. Após os ajustes, no primeiro grupo, para as variáveis psicossociais, a magnitude dos ORs reduziu para 1,53 (IC95%: 0,92-2,52) para dificuldade em iniciar o sono, 1,81 (IC95%: 1,09-2,98) para dificuldade em manter o sono e 1,71 (IC95%: 1,08-2,73) para queixa geral de insônia. Fatores psicossociais podem mediar a manifestação da insônia em mulheres na menopausa.

This study evaluated the association between insomnia and menopausal status and the influence of socioeconomic and psychosocial variables on this association in a cross-sectional analysis of 2,190 university employees (the Pró-Saúde Study). A self-administered questionnaire was used, covering menopausal status, complaints of insomnia, common mental disorders, stressful life events, social support, and socioeconomic variables. Odds ratios were calculated using logistic regression with a polytomous outcome. After adjusting for potential socio-demographic confounders, women who had entered menopause more than 60 months previously were more likely to report complaints with sleep (OR 1.53-1.86) as compared to women in menopause for less than 60 months. After adjusting for psychosocial variables, in the first group the ORs decreased to 1.53 (95%CI: 0.92-2.52) for difficulty initiating sleep, 1.81 (95%CI: 1.09-2.98) for difficulty maintaining sleep, and 1.71 (95%CI: 1.08-2.73) for general complaints of insomnia. Psychosocial factors can mediate the manifestation of insomnia among menopausal women.

En este estudio se evaluó la asociación entre insomnio y menopausia y la influencia de las variables socioeconómicas y psicosociales, en un estudio transversal con 2.190 mujeres de una universidad (Estudio Pro-Salud), a partir de un cuestionario autoadministrado con variables de la menopausia, insomnio, trastornos mentales, situaciones de estrés vital, apoyo social y variables socioeconómicas. Se calcularon los odds ratio mediante regresión logística multivariante con desenlace politómico. Después de ajustar por factores de confusión sociodemográficos potenciales, las mujeres menopáusicas desde hace más de 60 meses fueron más propensas a reportar quejas frecuentes de sueño (OR entre 1,53 y 1,86) que las menopáusicas hace menos de 60 meses. Después de los ajustes, en el primer grupo, para las variables psicosociales la magnitud de los OR se redujo a 1,53 (IC95%: 0,92-2,52) para la dificultad para iniciar el sueño, un 1,81 (IC95%: 1,09-2,98) para mantener el sueño y un 1,71 (IC95%: 1,08-2,73) para las quejas de insomnio en general. Los factores psicosociales pueden mediar en la manifestación del insomnio en las mujeres menopáusicas.
Descritores: Córtex Cerebral/metabolismo
Proteínas de Drosophila/metabolismo
Proteínas dos Microfilamentos/metabolismo
Microtúbulos/metabolismo
Neurogênese
Neurônios/metabolismo
Pseudópodes/metabolismo
-Actinas/metabolismo
Linhagem Celular Tumoral
Células Cultivadas
Córtex Cerebral/embriologia
Drosophila
Proteínas de Drosophila/genética
/metabolismo
EUKARYOTIC INITIATION FACTOR-ABDOMEN/metabolismo
Cones de Crescimento/metabolismo
Mutação
MICE, INBRED CABDOMENABDOMINAL INJURIESBL
Proteínas dos Microfilamentos/genética
Interferência de RNA
Limites: Animais
Camundongos
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde