Base de dados : LILACS
Pesquisa : A11.284.430.214.190.875.190.880.810 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 8 [refinar]
Mostrando: 1 .. 8   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 8 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-753015
Autor: Dias, Ana Carolina; Batista, Thiago Martins; Roma, Letícia Prates; Módulo, Carolina Maria; Malki, Leonardo Tannus; Dias, Lara Cristina; Alves, Mônica; Reinach, Peter Sol; Carneiro, Everardo Magalhães; Rocha, Eduardo Melani.
Título: Insulin replacement restores the vesicular secretory apparatus in the diabetic rat lacrimal gland / Reposição de insulina restaura o mecanismo secretório da glândula lacrimal de ratos diabéticos
Fonte: Arq. bras. oftalmol;78(3):158-163, May-Jun/2015. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Purpose: In the lacrimal gland (LG) acinar cells, signaling regulates the release of secretory vesicles through specific Rab and SNARE exocytotic proteins. In diabetes mellitus (DM), the LGs are dysfunctional. The aim of this work was to determine if secretory apparatus changes were associated with any effects on the secretory vesicles (SV) in diabetic rats as well as the expression levels of constituent Rab and members of the SNARE family, and if insulin supplementation reversed those changes. Methods: DM was induced in male Wistar rats with an intravenous dose of streptozotocin (60 mg/kg). One of the two diabetic groups was then treated every other day with insulin (1 IU). A third control group was injected with vehicle. After 10 weeks, Western blotting and RT-PCR were used to compared the Rab and SNARE secretory factor levels in the LGs. Transmission electron microscopy evaluated acinar cell SV density and integrity. Results: In the diabetes mellitus group, there were fewer and enlarged SV. The Rab 27b, Rab 3d, and syntaxin-1 protein expression declined in the rats with diabetes mellitus. Insulin treatment restored the SV density and the Rab 27b and syntaxin expression to their control protein levels, whereas the Vamp 2 mRNA expression increased above the control levels. Conclusions: Diabetes mellitus LG changes were associated with the declines in protein expression levels that were involved in supporting exocytosis and vesicular formation. They were partially reversed by insulin replacement therapy. These findings may help to improve therapeutic management of dry eye in diabetes mellitus. .

RESUMO Objetivo: Células acinares da glândula lacrimal (GL) sinalizam a regulação da liberação através de vesículas secretórias específicas Rab proteínas exocitóticas SNARE. No diabetes mellitus (DM), as glândulas lacrimais são disfuncionais. O objetivo deste trabalho foi determinar se em ratos diabéticos, alterações dos aparatos secretórios estão associados a efeitos sobre vesículas secretoras (VS) e sobre os níveis de expressão do constituinte Rab, bem como membros da família SNARE, e se a suplementação de insulina reverte as alterações. Métodos: DM foi induzido em ratos Wistar machos com uma dose intravenosa de estreptozotocina (60 mg/kg). Um dos dois grupos diabéticos foi então tratado a cada dois dias com insulina (1 UI). Um terceiro grupo controle foi injetado com o veículo. Após 10 semanas, western blot e RT-PCR comparou níveis de fatores secretórios de Rab e SNARE na glândula lacrimal. Microscopia eletrônica de transmissão (MET) avaliaram a densidade e integridade de VS de célula acinar. Resultados: No grupo diabetes mellitus , houve poucas e alargadas VS. Rab27b, Rab 3d e Sintaxina-1 diminuiu a expressão da proteína em ratos com Diabetes Mellitus. O tratamento com insulina restaurou a densidade das VS e expressão de Rab 27b e Sintaxina para seus níveis de proteína controle, enquanto a expressão de Vamp 2 RNAm aumentou em relação aos controles. Conclusões: Alterações na glândula lacrimal de diabetes mellitus estão associadas a reduções nos níveis de expressão de proteínas envolvidas no apoio a exocitose e formação vesicular. Eles são, em parte, revertida por terapia de reposição de insulina. Estes resultados podem ajudar a melhorar a conduta terapêutica do olho seco no diabetes mellitus. .
Descritores: Diabetes Mellitus Experimental/metabolismo
Hipoglicemiantes/farmacologia
Insulina/farmacologia
Aparelho Lacrimal/efeitos dos fármacos
Vesículas Secretórias/metabolismo
-Acetilcolina/análise
Células Acinares/ultraestrutura
Western Blotting/métodos
Diabetes Mellitus Experimental/induzido quimicamente
Exocitose/efeitos dos fármacos
Aparelho Lacrimal
Modelos Animais
Proteínas Qa-SNARE/metabolismo
Proteínas R-SNARE/metabolismo
Ratos Wistar
RNA Mensageiro/metabolismo
Vesículas Secretórias/efeitos dos fármacos
Proteínas rab de Ligação ao GTP/genética
Proteínas rab de Ligação ao GTP/metabolismo
Limites: Animais
Masculino
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-734210
Autor: Albuquerque, Priscila Costa.
Título: Vesículas de transporte de proteínas e lipídeos em histoplasma capsulatum e outros ascomicetos / Transport vesicle proteins and lipids in histoplasma capsulatum and other ascomycetes.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2008. 112 p. tab, ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Pesquisa Clinica Evandro Chagas para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Secreção vesicular de macromoléculas foi demonstrada recentemente em Cryptococcus neoformans levantando a hipótese da possibilidade desse mecanismo de transporte vesicular ocorrer também em ascomicetos. Neste trabalho, analisamos se o fungo Histoplasma capsulatum e outros ascomicetos com importância clínica produzem vesículas e utilizam essas estruturas na secreção de macromoléculas. Microscopia eletrônica de transmissão (MET) evidenciou secreção trans-celular de vesículas na fase leveduriforme. Análises proteômicas e de lipídeos revelaram uma gama de macromoléculas envolvidas em diversos processos celulares, como por exemplo: metabolismo, sinalização e virulência. Os resultados demonstraram que H. capsulatum utiliza-se de um transporte secretório celular vesicular trans-membrana para promover virulência...

MET de sobrenadantes de cultura de Candida albicans, Candida parapsilosis, Sporothrix schenckii, e Saccharomyces cerevisiae evidenciaram a presença de vesículas, confirmando a hipótese de que os ascomicetos similarmente produzem vesículas. Anticorpos presentes em pool de soros de pacientes com histoplasmose, reagiram com moléculas presentes nas vesículas isoladas, ressaltando a possível associação dos produtos vesiculares no processo de patogênese. Nossos resultados corroboram a proposta de que a secreção vesicular é um mecanismo comum em fungos para o transporte de macromoléculas relacionadas à virulência, sendo este um promissor alvo em novas linhas terapêuticas...
Descritores: Candida albicans
Fungos/metabolismo
Vesículas Secretórias
-Virulência
Limites: Humanos
Responsável: BR15.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas


  3 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-611450
Autor: Souza, S. P; Cardoso, M. G; Souza, P. E; Guimarães, L. G. L; Andrade, J; Mallet, A. C. T; Nelson, D. L.
Título: Óleo essencial de Baccharis tridentata Vahl: composição química, atividade antioxidante e fungitóxica, e caracterização morfológica das estruturas secretoras por microscopia eletrônica de varredura / Baccharis tridentata Vahl essential oil: chemical composition, and antioxidant and fungitoxic activities and morphological characterization of secretory structures by scanning electron microscopy
Fonte: Rev. bras. plantas med;13(4):456-466, 2011. ilus, graf, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Este trabalho teve como objetivos avaliar a composição química do óleo essencial de Baccharis tridentata Vahl, as atividades antioxidante e fungitóxica, e estudar a morfologia das estruturas secretoras do óleo essencial presentes na superfície foliar por meio de microscopia eletrônica de varredura (MEV). A extração do óleo essencial foi realizada por hidrodestilação, as análises quantitativas e qualitativas foram executadas por meio de cromatografia em fase gasosa com detector de ionização de chamas (FID) e acoplada à espectrometria de massas, respectivamente. A atividade antioxidante foi realizada empregando-se os métodos de redução do radical estável DPPH e o ensaio de oxidação do sistema β-caroteno/ácido linoleico. As atividades fungitóxicas foram avaliadas utilizando o teste bioanalítico in vitro, sobre a inibição do crescimento micelial dos fitopatógenos Fusarium oxysporum, Colletotrichum gloeosporioides e Rhizoctonia solani. A composição química revelou a presença de 28 compostos, sendo o α-tujeno (22,93 por cento) o constituinte majoritário; não foi observada atividade antioxidante por meio dos ensaios utilizados, no entanto, observou-se atividade fungitóxica sobre o crescimento micelial dos fitopatógenos estudados. Já os estudos da superfície foliar por MEV revelaram a presença de tricomas glandulares em ambas as superfícies abaxial e adaxial.

This study aimed to evaluate the chemical composition and the antioxidant and fungitoxic activities of Baccharis tridentata essential oil, as well as to study the morphology of its secretory structures present on the leaf surface by scanning electron microscopy (SEM). The essential oil was extracted by hydrodistillation; the quantitative and qualitative analyses were performed on a gas chromatograph equipped with a flame ionization detector (FID) and coupled to a mass spectrometer, respectively. The antioxidant activity was determined by the methods of reduction of the DPPH stable radical and oxidation of the β-carotene/linoleic acid system. Fungitoxic activities were assessed by the in vitro bioanalytical test on the inhibition of the mycelial growth of the plant pathogens Fusarium oxysporum, Colletotrichum gloeosporioides and Rhizoctonia solani. The chemical composition revealed the presence of 28 compounds, with α-thujene (22.93 percent) as the major constituent. No antioxidant activity was observed in the tests used; however, there was fungitoxic activity against the mycelial growth of plant pathogens. Leaf surface studies by SEM revealed the presence of glandular trichomes on both abaxial and adaxial surfaces.
Descritores: Antioxidantes
Baccharis/química
Técnicas In Vitro
Microscopia Eletrônica de Varredura
Óleos Voláteis/análise
Óleos Voláteis/farmacologia
Proteínas Fúngicas/toxicidade
Vesículas Secretórias/fisiologia
-Antifúngicos/análise
Bioensaio
Cromatografia Gasosa-Espectrometria de Massas
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas


  4 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Venezuela
Texto completo
Id: lil-574469
Autor: Gómez Rodríguez, Álvaro; Reina Seijas, José; Mota, David.
Título: Tumor neuroendocrino de la mama: a propósito de un caso / Neuroendocrine tumor of the breast: a purpose of a case
Fonte: Rev. venez. oncol;22(2):126-129, abr.-jun. 2010.
Idioma: es.
Resumo: Los tumores neuroendocrinos en la glándula mamaria, representan menos del 2 por ciento de las lesiones malignas que se presentan en la mama, un 30 por ciento pueden ser metastásicos, principalmente de tumores carcinoides intestinales. Se presenta el caso de una paciente femenina 64 años con el antecedente de carcinoma de mama izquierda pT1N1Mo Estadio II A, se le practicó en el año 2000 cirugía preservadora, recibió tratamiento sistémico y radioterapia, presentando recaída local, histológicamente y por inmuhistoquímica, como tumor neuroendocrino, en mayo de 2008 se le realiza mastectomía simple izquierda. Actualmente viva y sin enfermedad. Los tumores neuroendocrinos pueden presentarse en localizaciones extra intestinales. El diagnóstico debe realizarse por histología y confirmado con técnicas de inmunohistoquímica, son tumores de baja agresividad biológica, no se presentan síntomas sistémicos por liberación de hormonas como en otras localizaciones, y el tratamiento debe basarse en el estadio clínico de la enfermedad al momento del diagnóstico.

Neuroendocrines in the mammary gland tumors represent less than 2 percent of malignant injuries, which 30 percent can be source metastatic, mainly tumors intestinal carcinoid. The clinical of a female patient case 64 years old are presented with the antecedent of pT1N1Mo Stadium II A left breast carcinoma who was practiced in the year 2000 sparing surgery, received systemic therapy and radiotherapy, featuring local relapse, histological and inmuhistochemestry, as neuroendocrines, practicing it in May of 2008 mastectomy left, currently living and without disease tumor. Neuroendocrines tumors can occur in extra intestinal in lung, uterine and less common in the mammary gland neck locations. The diagnosis must be made by histology and confirmed with Immunohistochemistry techniques, are tumors of low biological aggression, not have systemic symptoms by release of hormones as in other locations, and treatment must be based on the clinical stage of the disease at the time of diagnosis.
Descritores: Microscopia Eletrônica/métodos
Neoplasias das Glândulas Endócrinas/diagnóstico
Vesículas Secretórias/fisiologia
-Biópsia por Agulha Fina/métodos
Diagnóstico por Imagem/métodos
Tumores Neuroendócrinos/patologia
Limites: Humanos
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: VE1.1 - Biblioteca Humberto Garcia Arocha


  5 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Souza, Wanderley de
Texto completo
Id: lil-427104
Autor: Souza, Wanderley de.
Título: Secretory organelles of pathogenic protozoa
Fonte: An. acad. bras. ciênc;78(2):271-292, June 2006. ilus.
Idioma: en.
Resumo: Processos de secreção celular desempenham papel relevante na biologia e no ciclo de vida de protozoários patogênicos. A presente revisão analisa, sob uma perspectiva de biologia celular, o processo de secreção em (a) micronemas, roptrias e grânulos densos encontrados em membros do grupo Apicomplexa, onde essas estruturas participam da penetração do protozoário no interior da célula hospedeira, na sua sobrevivência intravacuolar e no posterior egresso da célula hospedeira, (b) a fenda de Maurer, encontrada em Plasmodium, uma estrutura envolvida na secreção de proteínas sintetizadas pelo protozoário intravacuolar e transportada, através de vesículas, para a superfície do eritrócito, (c) a secreção de macromoléculas na bolsa flagelar de tripanosomatídeos, e (d) a secreção de proteínas que fazem parte da parede cística de Giardia e Entamoeba e que se concentram nas vesículas de encistamento.
Descritores: Eucariotos
Microtúbulos
Organelas
Proteínas de Protozoários
Vesículas Secretórias
-Apicomplexa/citologia
Apicomplexa/fisiologia
Eucariotos
Entamoeba/citologia
Entamoeba/fisiologia
Giardia/citologia
Giardia/fisiologia
Microtúbulos/fisiologia
Organelas/fisiologia
Proteínas de Protozoários/fisiologia
Vesículas Secretórias/fisiologia
Trypanosomatina/citologia
Trypanosomatina/fisiologia
Limites: Animais
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-393494
Autor: Souza, S. A. de; Leal-Zanchet, A. M.
Título: Histological and histochemical characterization of the secretory cells of Choeradoplana iheringi Graff, 1899 (Platyhelminthes: Tricladida: Terricola)
Fonte: Braz. j. biol;64(3a):511-522, ago. 2004. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: O presente estudo tem por objetivo fornecer detalhada descrição da histologia e a primeira caracterização histoquímica das células secretoras da epiderme, da faringe e do aparelho reprodutor de Ch. iheringi, visando a propor estudos da fisiologia desses órgãos. As células secretoras foram diferenciadas com base na morfologia da secreção e em sua coloração, com métodos tricrômicos e reações histoquímicas. Quatro tipos de células secretoras desembocam na epiderme de Ch. iheringi, sendo três com secreção protéica básica e uma do tipo mucoso, contendo glicosaminoglicanas. As células de revestimento que compõem a epiderme armazenam glicogênio. Na faringe, quatro tipos de células secretoras são observadas: duas produzem secreção de natureza glicoprotéica, uma apresenta secreção protéica básica e uma secreta glicosaminoglicanas. No aparelho copulador masculino, em sua vesícula prostática desembocam quatro tipos de células secretoras, as quais contêm secreção protéica básica, excetuando uma cuja secreção é de natureza glicoprotéica. O átrio masculino recebe a desembocadura de dois tipos de células secretoras, um tipo contendo secreção glicoprotéica e outro, glicosaminoglicanas. No aparelho copulador feminino, o átrio feminino e seu divertículo ental, a vagina, recebem a desembocadura de dois tipos de células secretoras, que produzem, respectivamente, proteína básica e glicosaminoglicanas. Um outro tipo de célula secretora constitui as chamadas glândulas da casca, que desembocam no ducto glandular comum e secretam proteína básica. As células de revestimento dos átrios masculino e feminino produzem secreções mucosas constituídas por glicosaminoglicanas. O epitélio de revestimento do átrio feminino apresenta, ainda, um tipo diferenciado de secreção protéica acumulada apicalmente. A ocorrência de um tipo de espermatóforo é registrada pela primeira vez para uma espécie de Choeradoplana. Tal estrutura foi observada em três espécimes, ocorrendo no átrio masculino ou feminino, sendo caracterizada pela associação de espermatozóides com secreções eritrófilas, xantófilas e/ou mistas.
Descritores: Epiderme
Genitália
Faringe
Platelmintos
Vesículas Secretórias
-Glicoproteínas
Glicosaminoglicanos
Histocitoquímica
Proteínas
Limites: Animais
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-384237
Autor: Solari, A. J; Rahn, M. I; Saura, A; Lujan, H. D.
Título: A unique mechanism of nuclear division in Giardia lamblia involves components of the ventral disk and the nuclear envelope
Fonte: Biocell;27(3):329-346, Dec. 2003.
Idioma: en.
Resumo: The fine structure of the binucleate, parasitic protist Giardia lamblia during interphase and divisional stages was studied by serial thin sectioning and three-dimensional reconstructions. The earlier sign of nuclear division is the development of a few peripheral areas of densely packed chromatin directly attached to the inner nuclear envelope. An intracytoplasmic sheet of ventral disk components grows from the cell periphery towards one of the nuclei, apparently constricting this nucleus, which becomes located at a ventral bulge. After the basal bodies become duplicated, a full nuclear division occurs in trophozoites, giving two pairs of parent-daughter nuclei. This full division occurs in a dorsal-ventral direction, with the resulting nuclear pairs located at the sides of the two sets of basal bodies. A new ventral disk is formed from the disk-derived sheets in the cell harboring the four nuclei. Cytokinesis is polymorphic, but at early stages is dorsal-to-dorsal. Encysting trophozoites show the development of Golgi cisternae stacks and dense, specific secretory granules. 3-D reconstructions show that cysts contain a single pair of incompletely strangled nuclei. The dividing Giardia lacks a typical, microtubular spindle either inside or outside the nuclei. The nuclear envelope seems to be the only structure involved in the final division of the parent-daughter nuclei.
Descritores: Giardia lamblia/ultraestrutura
Membrana Nuclear
Núcleo Celular/ultraestrutura
-Complexo de Golgi/fisiologia
Complexo de Golgi/ultraestrutura
Citoplasma/fisiologia
Citoplasma/ultraestrutura
Cromatina/fisiologia
Cromatina/ultraestrutura
Divisão Celular/fisiologia
Giardia lamblia/fisiologia
Microscopia Eletrônica
Membrana Nuclear
Núcleo Celular/fisiologia
Organelas/fisiologia
Organelas/ultraestrutura
Vesículas Secretórias/fisiologia
Vesículas Secretórias/ultraestrutura
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 8 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-355081
Autor: Malberti, Alicia Inés; Crosa, Marta Elena de.
Título: Effects induced by isoproterenol during synthesis and secretion of the parotid gland: experimental structural studies
Fonte: Braz. j. morphol. sci = Rev. bras. ciênc. morfol;19(1):17-22, Jan.-Jun. 2002. ilus.
Idioma: en.
Resumo: The effect of isoproterenol, a â-adrenergic agonist, on the parotid gland of guinea pig was studied in vivo. Male guinea pigs were fasted 12 h, and then injected intraperitoneally with isoproterenol (30 mg/kg). The parotid glands were processed for light and transmission electron microscopy using conventional techniques. Morphological analysis showed massive granular secretion 2 h after isoproterenol injection and an enlarged apical surface of the plasma membrane, as indicated by the presence of microvilli. Twenty-four hours after injection of isoproterenol the gland had still not returned to its pre-stimulation state. The effect of isoproterenol decreased with time and the apical surface of the plasma membrane eventually resumed its normal (basal) appearance. These data showed that the maximum secretagogue effect of isoproterenol on parotid gland of guinea pig was evident 2 h after injection and decreased according to the time.
Descritores: Glândula Parótida
Isoproterenol
Vesículas Secretórias
-Suínos
Limites: Animais
Masculino
Cobaias
Responsável: BR734.1 - Biblioteca Central Cesar Lattes - BCCL



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde