Base de dados : LILACS
Pesquisa : A12.200.455 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1330 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 133 ir para página                         

  1 / 1330 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Priore, Silvia Eloiza
Texto completo
Id: biblio-890212
Autor: Carvalho, Carolina Abreu de; Fonsêca, Poliana Cristina de Almeida; Nobre, Luciana Neri; Silva, Mariane Alves; Pessoa, Milene Cristine; Ribeiro, Andréia Queiroz; Priore, Silvia Eloiza; Franceschini, Sylvia do Carmo Castro.
Título: Fatores sociodemográficos, perinatais e comportamentais associados aos tipos de leite consumidos por crianças menores de seis meses: coorte de nascimento / Sociodemographic, perinatal and behavioral factors associated to types of milk consumed by children under in six months: birth coort
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;22(11):3699-3710, Nov. 2017. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Avaliar os fatores associados ao consumo de leite materno (LM), fórmulas lácteas (FL) e leite de vaca (LV). Estudo de coorte com 247 crianças acompanhadas no 1°, 4° e 6° mês de vida, em Viçosa-MG. Para o LV e FL contabilizouse o consumo independentemente da ingestão de LM. Para o LM, considerou-se apenas o consumo exclusivo ou predominante. Do 1° ao 6° mês observou-se o aumento do não consumo de LM de forma exclusiva ou predominante (31,6%), bem como do consumo de LV (27,2%) e FL (9,3%). O LM associou-se ao uso de chupeta no 1° mês, e ao trabalho materno e uso de chupeta no 4° e 6° mês. O uso de chupeta foi fator de risco para o consumo de FL em todos os meses, enquanto pertencer ao grupo de menor renda foi inversamente associado no 6° mês. Para o LV, o número de consultas pré-natal foi fator de risco em todos os meses, o trabalho materno e o uso de chupeta no 4° mês, a renda familiar, trabalho materno, baixo peso ao nascer, número de consultas pré-natal e uso de chupeta no 6° mês. Desde o 1° mês a introdução de outros tipos de leite é elevada, revelando que ainda há muito a se percorrer para a garantia do aleitamento materno exclusivo até os 6 meses.

Abstract This study evaluated factors associated with the consumption of breast milk (BM), infant formula (IF) and cow milk (CM) in children. This was a cohort study with 256 children followed-up at the 1st, 4th and 6th month of age in Viçosa (MG), Brazil. With respect to CM and IF, consumption was recorded regardless of BM intake. Regarding BM, only exclusive or predominant consumption was considered. From the 1st to the 6th month, an increase was recorded in the number of children who did not consume BM exclusively or predominantly (31.6%), as well as the consumption of CM (27.2%) and IF (9.3%). BM was associated with pacifier use at 1st month, and mother's employment status and pacifier use in the 4th and 6th month. Pacifier use was a risk factor for IF consumption in every month, while belonging to the lower income group was inversely associated in the 6th month. As for CM, the number of prenatal visits was a risk factor in every month, the mother's employment status and use of pacifier in the 4th month, family income, mother's employment status, low birth weight, number of prenatal visits and pacifier use in the 6th month. Since the 1st month, the introduction of other milk types is high, revealing that there is still much to go to ensure exclusive breastfeeding up to 6 months.
Descritores: Aleitamento Materno/estatística & dados numéricos
Chupetas/estatística & dados numéricos
Fórmulas Infantis/estatística & dados numéricos
Leite/estatística & dados numéricos
-Cuidado Pré-Natal/métodos
Fatores de Tempo
Brasil
Projetos Piloto
Fatores de Risco
Estudos de Coortes
Seguimentos
Emprego/estatística & dados numéricos
Renda/estatística & dados numéricos
Mães/estatística & dados numéricos
Limites: Humanos
Animais
Feminino
Gravidez
Recém-Nascido
Lactente
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 1330 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-974777
Autor: Batista, Raíssa Aparecida Borges; Assunção, Dyessa Cardoso Bernardes; Penaforte, Fernanda Rodrigues de Oliveira; Japur, Camila Cremonezi.
Título: Lactose em alimentos industrializados: avaliação da disponibilidade da informação de quantidade / Lactose in processed foods: evaluating the availability of information regarding its amount
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;23(12):4119-4128, Dec. 2018. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Indivíduos com intolerância à lactose, doença de alta prevalência, devem controlar o consumo de alimentos com esse dissacarídeo para evitar sintomas gastrointestinais. Como a tolerância é variável à quantidade ingerida, é fundamental a discussão sobre a disponibilização da informação de quantidade de lactose em alimentos industrializados, que atualmente não é obrigatória. O estudo avaliou a disponibilidade da informação sobre a quantidade de lactose por análise dos rótulos de alimentos industrializados, que contivessem leite ou lactose na lista de ingredientes. Em seguida, realizou-se contato com as indústrias de alimentos para solicitação da informação. Foram avaliados 1.209 alimentos, dos quais 1.092 eram tradicionais e 117 diet/light/zero. Apenas 3,1% dos alimentos analisados apresentavam a informação sobre a quantidade de lactose na tabela nutricional dos rótulos. A presença desta informação foi maior no grupo de alimentos diet/light/zero do que nos tradicionais. Além disso, das 156 empresas contatadas, somente 14 informaram a quantidade de lactose contida nos alimentos, 93 responderam a solicitação, porém não disponibilizaram as quantidades, e 49 não responderam. Conclui-se que há baixa disponibilidade da informação sobre a quantidade de lactose em alimentos industrializados.

Abstract Patients with lactose intolerance, a high prevalence disease, should control the intake of food with lactose to avoid gastrointestinal symptoms. Since tolerance depends on the amount of lactose ingested, it is essential to discuss the availability of the amount of lactose information in processed foods, which is currently not mandatory. The study measured the availability of information on the amount of lactose on the labels of processed food that contained milk or lactose in the ingredient list. Then, we contacted the food industry to request this information. We evaluated 1,209 processed foods, of which 1,092 were traditional and 117 were diet/light/zero. Only 3,1% of the analyzed foods provided information on the amount of lactose in the labeled nutrition table. This information was more available in the diet/light/zero food group. Furthermore, of the 156 contacted companies, only 14 reported the amount of lactose contained in foods, 93 answered the request, but have not provided the amounts and 49 did not answer the request. We concluded that there is a low availability of information about the amount of lactose in processed foods.
Descritores: Leite/química
Rotulagem de Alimentos
Lactose/análise
-Indústria Alimentícia
Intolerância à Lactose/epidemiologia
Limites: Humanos
Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 1330 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-984212
Autor: Sousa, Bárbara Cabral de; Medeiros, Danielle Souto de; Curvelo, Maria Helena dos Santos; Silva, Etna Kaliane Pereira da; Teixeira, Camila Silveira Silva; Bezerra, Vanessa Moraes; Souzas, Raquel; Leite, Álvaro Jorge Madeiro.
Título: Hábitos alimentares de adolescentes quilombolas e não quilombolas da zona rural do semiárido baiano, Brasil / Eating behavior of quilombola and non-quilombola adolescents from the rural area of the semiarid region of the state of Bahia, Brazil
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(2):419-430, Feb. 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O objetivo deste artigo é descrever o consumo e o comportamento alimentar de adolescentes quilombolas e não quilombolas da zona rural do sudoeste baiano. Estudo transversal com 390 adolescentes de 10 a 19 anos em 2015, utilizando questionário adaptado da PeNSE e PNS. O consumo alimentar foi avaliado pela frequência nos últimos 7 dias de alimentos marcadores de alimentação saudável e não saudável. Realizar o desjejum foi marcador de comportamento saudável e, realizar refeição enquanto assistia TV, de não saudável. Foi realizada distribuição de frequências e as diferenças entre os grupos quilombola e não quilombola foram testadas com qui-quadrado. A razão de prevalência (RP) estimou a associação do consumo e comportamento alimentar e as variáveis de interesse. Observou-se baixo consumo de frutas (30,8%), hortaliças (44,3%) e leite (24,4%). Quando comparados, os quilombolas tiveram consumo de feijão maior (RP = 1,11), entretanto, o consumo de hortaliças (RP = 0,73), frutas (RP = 0,67) e leite (RP = 0,68) foi inferior ao dos não quilombolas. Recomendam-se políticas públicas voltadas à assistência nutricional, específicas aos adolescentes rurais, uma vez que os maus hábitos alimentares podem permanecer ao longo da vida e levar a condições precárias de saúde.

Abstract The scope of this article is to describe the food consumption and eating behavior of quilombola and non-quilombola adolescents from the rural area of Southwest Bahia. A cross-sectional study with 390 adolescents aged 10 to 19 years was conducted in 2015, using an adapted PeNSE and PNS questionnaire. Food consumption was assessed by the frequency of healthy and unhealthy food markers in the previous 7 days. Eating breakfast was used as a marker of healthy eating behavior and having meals while watching TV as being unhealthy. Frequency distribution was carried out and the differences between quilombola and non-quilombola groups were assessed using the chi-square test. The prevalence ratio (PR) estimated the association of food consumption and eating behavior and the variables of interest. Low fruit consumption (30.8%), vegetables (44.3%) and milk (24.4%) was observed. Comparison between the groups revealed lower consumption of vegetables (PR = 0.73), fruit (PR = 0.67) and milk (PR = 0.68) among quilombola than among non-quilombola adolescents. Public policies targeted at nutritional assistance specific to rural adolescents are recommended, since bad eating habits can prevail throughout life and lead to poor health conditions.
Descritores: População Rural/estatística & dados numéricos
Grupos Étnicos/estatística & dados numéricos
Ingestão de Alimentos/etnologia
Comportamento Alimentar/etnologia
-Política Pública
Verduras
Brasil
Prevalência
Estudos Transversais
Leite
Frutas
Limites: Humanos
Animais
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 1330 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1011887
Autor: Camara, Alex Oliveira da; Moraes, Orlando Marino Gadas de; Rodrigues, Lucia.
Título: Tipos de leite e sua contribuição na ingestão diária de sódio e cálcio / Milk types and their contribution to daily sodium and calcium intake
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(8):3099-3106, ago. 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O baixo consumo de cálcio e elevado de sódio por adolescentes configura um sério problema de saúde pública. A biodisponibilidade e o teor de cálcio contido no leite fazem dele a melhor opção no atendimento a Ingestão Dietética Recomendada (IDR) desse nutriente. Como o leite pode contribuir para a ingestão de sódio, a realização de programas que visem aumentar o seu consumo deve ser precedida de ações para diminuir o teor de sódio nele presente. O conhecimento dos teores de cálcio e sódio presentes nos leites industrializados é fundamental para que se estabeleça a quantidade adequada a ser consumida. O estudo realizado visou quantificar o cálcio e o sódio de leites em pó e ultrapasteurizados comercializados em supermercados da cidade do Rio de Janeiro e estimar a quantidade a ser consumida para atingir as necessidades diárias de cálcio e o impacto sobre a ingestão de sódio. O cálcio foi quantificado por volumetria e o sódio por fotometria de chama. Os teores médios de cálcio e sódio do leite em pó (mg/26g) foram, respectivamente, 262,5 ± 5,1mg e 116,8 ± 3,1mg, e do leite ultrapasteurizado (mg/200mL) foram, respectivamente, 246,0 ± 10,3mg e 162,5 ± 16,3mg. Para atingir a IDR do cálcio, pelo consumo de leite, os adolescentes consumiriam 584mg de sódio pelo leite em pó (39% da IDR) e 812,5mg pelo ultrapasteurizado (54% da IDR).

Abstract Low calcium consumption and high sodium intake among adolescents is a serious public health problem. Thehigh content and bioavailability of calcium in milk makes it the best choice for meeting the Dietary Reference Intakes (DRIs) for calcium. Since milk also contributes to sodium intake, programs promoting milk consumption should be preceded by initiatives to reduce its sodium content. Knowing the calcium and sodium content of processed milk is essential for establishing the adequate consumption of milk. The aim of this study was to estimate the calcium and sodium content of different brands of powdered and ultra heat treated (UHT) milk sold in supermarkets in Rio de Janeiro and calculate the amount of these milks that should be consumed by adolescents to meet daily calcium needs and the impact of this consumption on sodium intake. Volumetric analysis was used to measure calcium content and sodium content was determined using flame photometry. The mean calcium and sodium concentrations of powdered (mg/26g) and UHT milk (mg/200ml) were 262.5 ± 5.1 mg and 116.8 ± 3.1 mg and 246.0 ± 10.3 mg and 162.5 ± 16.3 mg, respectively. Milk intake sufficient to meet the DRI for calcium among adolescents would result in a sodium intake of 584 mg (39% of the AI) from the consumption of powdered milk and 812.5 mg (54% of the AI) from the consumption of UHT milk.
Descritores: Sódio na Dieta/análise
Cálcio na Dieta/análise
Leite/química
-Brasil
Sódio na Dieta/administração & dosagem
Cálcio na Dieta/administração & dosagem
Temperatura Alta
Necessidades Nutricionais
Limites: Humanos
Animais
Adolescente
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 1330 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Santos, Leonor Maria Pacheco
Texto completo
Id: biblio-1039520
Autor: Bortolini, Gisele Ane; Giugliani, Elsa Regina Justo; Gubert, Muriel Bauermann; Santos, Leonor Maria Pacheco.
Título: Breastfeeding is associated with children's dietary diversity in Brazil / Amamentação está associada à diversidade alimentar infantil no Brasil
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(11):4345-4354, nov. 2019. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract The aim of this study was to describe food consumption patterns in Brazilian children aged 6-24 months and to assess differences between breastfed children who do not consume non-human milks, breastfed children who consume non-human milks, and non-breastfed children. This study used data from the Brazilian National Demographic and Health Survey (2006). The food consumption patterns of 1,455 children were assessed using a food frequency questionnaire. One indicator adopted in this study was the healthy diverse diet. The association between breastfeeding and food consumption was tested using multivariate Poisson regression. At the interview, 15.8% of the children were breastfed without consuming non-human milk, 30.7% consumed breast milk in conjunction with non-human milk, and 53% were not breastfed anymore. Over half consumed the recommended foods, 78% consumed foods rich in sugar, fat, and salt, and only 3.4% were on a healthy diverse diet. The breastfed children who did not consume non-human milks were almost five times more likely to be on a healthy diverse diet and were 19% less likely to consume foods rich in sugar, fat, and salt than the breastfed children who also consumed non-human milks and the non-breastfed children.

Resumo O objetivo foi descrever o padrão de consumo alimentar em crianças brasileiras entre 6 e 24 meses e verificar as diferenças entre crianças em aleitamento materno (AM) que consomem ou não outros tipos de leites não-humano (LNH), e aquelas não amamentadas (NAM). Foram usados dados da Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde (2006). O consumo alimentar de 1455 crianças foi avaliado usando um questionário de frequência alimentar. Avaliou-se a presença de dieta saudável e diversificada. A associação entre AM e o consumo alimentar foi testado pela regressão de Poisson. Na entrevista, 15,8% das crianças estavam em AM sem consumo de LNH, 30,7% estavam em AM com consumo de LNH e 53% não estavam em AM. Mais da metade consumiam os alimentos recomendados, 78% consumiam alimentos ricos em açúcar, gordura e sal, e apenas 3,4% estavam em uma dieta saudável e diversificada. As crianças em AM que não consumiam LNH tinham quase cinco vezes mais chances de ter uma dieta saudável e diversificada e tinham 19% menos chance de consumir alimentos ricos em açúcar, gordura e sal, comparadas àquelas que também consumiam LNH e àquelas que não estavam em AM.
Descritores: Aleitamento Materno/estatística & dados numéricos
Dieta/estatística & dados numéricos
Comportamento Alimentar
Dieta Saudável/estatística & dados numéricos
-Brasil
Inquéritos Nutricionais
Leite/estatística & dados numéricos
Limites: Humanos
Animais
Masculino
Feminino
Lactente
Pré-Escolar
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 1330 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Priore, Silvia Eloiza
Texto completo
Id: biblio-1055835
Autor: Carvalho, Carolina Abreu de; Fonseca, Poliana Cristina de Almeida; Nobre, Luciana Neri; Silva, Mariane Alves; Pessoa, Milene Cristine; Ribeiro, Andréia Queiroz; Priore, Silvia Eloiza; Franceschini, Sylvia.
Título: Fatores associados aos padrões alimentares no segundo semestre de vida / Factors associated with dietary patterns in the second half of life
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;25(2):449-459, Feb. 2020. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O objetivo deste artigo é identificar padrões alimentares de crianças com 6, 9 e 12 meses e sua associação com variáveis socioeconômicas, comportamentais, de nascimento e nutrição. Estudo transversal com crianças de uma coorte em Viçosa-MG, sendo 112 crianças com 6 meses, 149 com 9 meses e 117 com 12 meses. O consumo alimentar foi avaliado por um recordatório de 24 horas e os padrões extraídos por análise de agrupamentos. O leite materno foi identificado em pelo menos um padrão alimentar em todos os meses. Houve baixa participação de alimentos ultraprocessados nos padrões alimentares identificados. No 6º mês, crianças com menor renda familiar tiveram menos chance de pertencer ao padrão alimentar composto por fórmulas lácteas. Já o sobrepeso/obesidade foi 3,69 vezes maior em crianças que compunham o padrão 2 (fórmulas lácteas, verduras, legumes, carne bovina e pera). Aos 12 meses o déficit de estatura (RP = 3,28) e o uso de mamadeira (RP = 4,51) estiveram associados ao padrão alimentar composto por fórmulas lácteas e leite de vaca. Os padrões alimentares identificados refletiram a importante participação do leite materno na alimentação das crianças. Padrões alimentares com a presença de outros tipos de leite, foram associados a desvios nutricionais e uso de mamadeiras.

Abstract The aim of this paper is to identify eating patterns of children aged 6, 9 and 12 months and their association with socioeconomic, behavioral, birth and nutrition variables. Cross-sectional study with children from a cohort in Viçosa-MG, with 112 children at 6 months, 149 at 9 months and 117 at 12 months. Food intake was assessed by a 24-hour recall and patterns extracted by cluster analysis. Breast milk was identified in at least one dietary pattern every month. There was a low participation of ultra-processed foods in the identified dietary patterns. At month 6, children with lower family income were less likely to belong to the dietary pattern composed of milk formulas. Already overweight/obesity was 3.69 times higher in children who made up the pattern 2 (dairy formulas, vegetables, vegetables, beef and pear). At 12 months height deficit (PR = 3.28) and bottle use (PR = 4.51) were associated with the dietary pattern composed of milk formulas and cow's milk. The dietary patterns identified reflected the important participation of breast milk in children's diets. Dietary patterns with the presence of other types of milk were associated with nutritional deviations and bottle feeding.
Descritores: Alimentação Artificial/estatística & dados numéricos
Aleitamento Materno/estatística & dados numéricos
Dieta/estatística & dados numéricos
Comportamento Alimentar
-Fatores Socioeconômicos
Estudos Transversais
Estudos de Coortes
Fatores Etários
Leite
Fenômenos Fisiológicos da Nutrição do Lactente
Limites: Humanos
Animais
Lactente
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 1330 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1147467
Autor: Costa, Quelson Prestes; Rekowsky, Bruna Samara dos Santos; Costa, Marion Pereira; Delfino, Nelson de Carvalho.
Título: Eficiência da pasteurização lenta do leite de cabra em diferentes binômios tempo/temperatura / Efficiency of slow pasteurization of goat milk in the different time/temperature binomials
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;78(único):1-7, dez. 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O presente estudo analisou um binômio de tempo-temperatura alternativo para ser utilizado na pasteurização lenta sobre a inativação da fosfatase alcalina no leite caprino. Sua eficiência foi demonstrada pela contagem padrão em placas, e foi feita a comparação no processamento de leite refrigerado e congelado. Foram utilizados 18 tratamentos em leite caprino cru (nove em leite refrigerado e nove em leite congelado). Estes foram acondicionados em frascos de 300 mL, pasteurizados a 60, 63 e 65°C durante 10-20-30 minutos, e testadas às enzimas fosfatase alcalina e peroxidase. A contagem padrão em placas (CPP) e coliformes a 35 e 45°C foi feita nas amostras cruas e em cada tratamento, em duplicata. Após a pasteurização, todos os tratamentos apresentaram: não crescimento de microrganismos mesófilos, coliformes com <0,3 NMP/mL, prova de fosfatase negativa e peroxidase positiva. A pasteurização foi eficiente para melhorar a qualidade microbiológica do leite tanto refrigerado quanto congelado. Todos os binômios avaliados apresentaram resultados satisfatórios para alcançar os parâmetros preconizados em legislação, sugerindo-se o menor binômio (60°C por 10 min). Não houve diferença entre as formas de armazenamento das amostras: refrigerada ou congelada. (AU)

The objective of this study was to investigate an alternative time-temperature binomial to be used in the slow pasteurization on the alkaline phosphatase inactivation in the goat milk. Its efficiency was demonstrated with the standard counting in plates, and also refrigerated and the frozen milks processing were compared. Eighteen treatments were used in the raw goat milk (nine refrigerated milk and nine frozen milk). They were packed in 300 mL-flasks, pasteurized at 60-63-65°C for 10, 20, 30 minutes, and then tested for alkaline phosphatase and peroxidase enzymes. The standard counts in plates (CPP) and coliforms at 35°C and 45°C were performed in the raw samples and in the every treatment, in duplicate. After the pasteurization process, all of the treatments showed: no growth of mesophilic microorganisms, coliforms with <0.3 MPN / mL, negative phosphatase and positive peroxidase tests. The pasteurization was efficient to improve the microbiological quality of the milk either refrigerated or frozen. All of the evaluated binomials presented satisfactory results to reach the recommended parameters preconized in the legislation, suggesting the smaller binomial (60°C for 10 min). There was no difference between the samples storage form, either refrigerated or frozen. (AU)
Descritores: Cabras
Leite
Fosfatase Alcalina
Coliformes
Pasteurização
Lactoperoxidase
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  8 / 1330 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1129395
Autor: Silva, Coralline Barbosa da; Ruas, José Reinaldo Mendes.
Título: Uso da somatotropina bovina recombinante (rbST) em vacas mestiças: uma revisão / Use of recombinant bovine somatotropin (rbst) in crossbred cows: review / Uso de somatotropina bovina recombinante (rbST) en vacas mestizas: una revisión
Fonte: Arq. Ciênc. Vet. Zool. UNIPAR (Online);23(2, cont.):e2303, jul-dez. 2020.
Idioma: pt.
Resumo: A maioria dos estudos sobre o uso da somatotropina bovina recombinante (rbST) foram conduzidos em países de clima temperado utilizando animais de genética Bos taurus e todo o protocolo de utilização foi pautado para tais animais e extrapolados aos mestiços (Bos taurus x Bos indicus) em ambientes tropicais. No entanto, existem características diferenciadas da curva de produção de leite e alguns aspectos fisiológicos que diferem os mestiços dos taurinos, sendo assim, estabelecer padrões específicos para uso do rbST para vacas mestiças podem melhorar a eficiência, reduzir custos e expandir o uso da tecnologia para os sistemas brasileiros. Estabelecer ajuste da dosagem, o intervalo, o melhor tempo para início e término da aplicação, avaliar o melhor retorno financeiro do uso para o sistema produtivo assim como as respostas produtivas e reprodutivas das vacas pode trazer adequação do uso da tecnologia no sistema de produção de gado mestiço leiteiro. O objetivo da revisão é identificar critérios a serem considerados para uso do rbST em vacas mestiças a fim de potencializar a estratégia do uso do mesmo. O rbST promove notório aumento da produção de leite e mais detalhes do protocolo de uso do hormônio para vacas mestiças necessita ser avaliado já que algumas características da curva de leite e capacidade produtiva são diferentes para animais cruzados.(AU)

Most studies on the use of recombinant bovine somatotropin (rbST) were conducted in countries with temperate climates using Bos taurus animals and the entire use protocol was based on such animals and extrapolated to crossbred animals (Bos taurus x Bos indicus) in tropical environments. However, there are different characteristics in the milk production curve and some physiological aspects that differentiate the crossbred from those cattle. Therefore, the establishment of specific standards for the use of rbST for crossbred cattle can improve efficiency, reduce costs, and expand the use of technology to Brazilian systems. Establishing dosage adjustment, the interval, the best time to start and end the application, evaluating the best financial return from use on the productive system, as well as the productive and reproductive responses of the cows can help foster the adequacy of the use of technology in the production system of crossbred dairy cattle. The purpose of this review is to identify criteria to be considered for the use of rbST in crossbred cows in order to enhance the strategy of using it. The use of rbST promotes a noticeable increase in milk production; however, further details of the hormone use protocol for crossbred cows need to be evaluated since some characteristics of the milk curve are different for crossbred animals.(AU)

La mayoría de los estudios sobre el uso de somatotropina bovina recombinante (rbST) se han realizado en países de clima templado utilizando animales de genética Bos taurus y todo el protocolo de utilización se ha pautado para tales animales y extrapolados a los mestizos (Bos taurus x Bos indicus) en ambientes tropicales. Sin embargo, existen diferentes características de la curva de producción de leche y algunos aspectos fisiológicos que diferencian al mestizo de los toros, por lo tanto, establecer estándares específicos para el uso de rbST para vacas mestizas puede mejorar la eficiencia, reducir costos y expandir el uso de tecnología para Sistemas brasileños. Establecer el ajuste de dosis, el intervalo, el mejor momento para iniciar y finalizar la aplicación, evaluar el mejor retorno económico del uso para el sistema productivo, así como las respuestas productivas y reproductivas de las vacas pueden propiciar la adecuación del uso de la tecnología en el sistema de producción de ganado mestizo lechero. El propósito de la revisión es identificar los criterios que se deben considerar para el uso de rbST en vacas mestizas con el fin de mejorar la estrategia de uso. El rbST promueve un aumento notable en la producción de leche y es necesario evaluar más detalles del protocolo de uso de hormonas para vacas cruzadas, ya que algunas características de la curva de la leche son diferentes para los animales cruzados.(AU)
Descritores: Bovinos/fisiologia
Bovinos/genética
Hormônio do Crescimento
Hormônio do Crescimento/genética
-Leite
Eficiência
Limites: Animais
Feminino
Bovinos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  9 / 1330 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1131495
Autor: Vicente, S. L. A; Nogueira, D. M; Voltolini, T. V; Yamamoto, S. M; Lopes Júnior, E. S; Moraes, S. A.
Título: Avaliação on-farm dos níveis de energia na dieta sobre a produção e a composição físico-química de leite de cabras / [On farm evaluation of the energy levels in the diet on the production and physical-chemical composition of dairy goats]
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec. (Online);72(4):1424-1432, July-Aug. 2020. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivou-se, com este estudo, avaliar o efeito de dietas com diferentes níveis de energia no consumo de nutrientes, na produção e na composição do leite, no peso corporal e na relação benefício:custo de uma produção de cabras leiteiras. Foram utilizadas nove cabras, distribuídas em quadrado latino triplo 3 x 3. O ensaio teve duração de 60 dias, divididos em três períodos de 20 dias. Avaliaram-se rações completas contendo três níveis de energia: 65%, 70% e 75% de NDT. Os consumos de matéria seca, proteína bruta e matéria mineral foram superiores (P<0,05) nas dietas com maiores níveis de energia em comparação à dieta com 65% de NDT. A produção de leite foi semelhante (P>0,05) nas cabras recebendo dietas contendo 70% e 75% de NDT, todavia foi superior (P<0,05) à produção de leite das cabras recebendo dieta com 65% de NDT. A dieta com 75% de NDT possibilitou maior (P<0,05) peso corporal final, quando comparada com as dietas contendo 65% e 70% de NDT. Não foi observada diferença (P>0,05) para os parâmetros físico-químicos de gordura, lactose, proteína bruta, extrato seco desengordurado, densidade, sais e condutividade do leite. Portanto, cabras alimentadas com níveis de energia entre 70% e 75% de NDT na dieta total aumentam a produção de leite, porém 75% de NDT na dieta proporciona melhor relação benefício:custo, havendo, para cada R$ 1,00 no custo investido na alimentação, R$ 1,52 de retorno financeiro.(AU)

The objective of this study was to evaluate the effect of diets with different energy levels on nutrient intake, milk production and composition, body weight and benefit:cost ratio of a dairy goat production. Nine goats were distributed in a triple 3 x 3 latin square design. The experiment lasted for 60 days, divided into three 20-day periods. Complete rations containing three energy levels were evaluated: 65%, 70% and 75% of TDN. The dry matter intake, crude protein and mineral matter consumption were higher (P <0.05) in the diets with higher levels of energy compared to the diet with 65% of TDN. Milk production was similar (P> 0.05) in goats receiving diets containing 70% and 75% TDN, but these diets produced more milk (P<0.05) than the diet with 65% of TDN. The diet with 75% of TDN allowed a higher (P<0.05) final body weight (P<0.05) when compared to diets containing 65% and 70% TDN. There was no difference (P> 0.05) in the physical-chemical parameters of fat, lactose, crude protein, defatted dry extract, density, salts and conductivity of the milk. Therefore, goats fed with diets of 70% and 75% of TDN in the total diet increased milk production. However, the diet with 75% of TDN provides a better benefit:cost ratio, as for every $ 1.00 in the cost invested, there was $ 1.52 of financial return.(AU)
Descritores: Peso Corporal
Cabras
Leite/química
Ração Animal/análise
-Fenômenos Químicos
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  10 / 1330 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1131523
Autor: Oliveira, L. R; Mathias, A. D; Pinto, M. S; Wenceslau, R. R; Oliveira, N. J. F.
Título: Sazonalidade e rotas de coleta influenciam a ocorrência de leite instável não ácido, a densidade e a crioscopia do leite fornecido a um laticínio no Norte de Minas Gerais / [Seasonality and collection routes influence the occurrence of non-acid unstable milk, the density and cryoscopy of milk supplied to a dairy industry in northern Minas Gerais]
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec. (Online);72(4):1522-1534, July-Aug. 2020. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivou-se avaliar, nos meses, nas estações do ano e nas rotas de coleta, a ocorrência de leite instável não ácido (LINA) e de outras classes de leite, de acidez titulável, densidade e crioscopia em 10.654 resultados de laticínio localizado em Montes Claros, MG. Em rotas de coleta, agruparam-se:a)Bocaiúva; Brasília de Minas, Coração de Jesus e São João da Lagoa; b) Capitão Enéas e Janaúba; Francisco Sá; c) Icaraí de Minas e São Francisco; d)Juramento e Glaucilândia; e) Montes Claros; f) Pedras de Maria da Cruz, Japonvar, Lontra e São João da Ponte;e g) Ubaí. Foram avaliados frequências das classes de leite, teste do álcool, acidez titulável, densidade e crioscopiapor mês, estação do ano e rota. Com testes de qui-quadrado e análises de variância, verificou-se influência de mês, estação do ano e rota em acidez titulável, densidade e crioscopia. Análises de correspondência múltipla descreveram a associação de classes de leite e mês ou rotas e de teste do álcool, acidez titulável, densidade e crioscopia em relação às estações do ano.Por regressão logística, calculou-se probabilidade de ocorrência de LINA por grupos de meses e de rotas. Houve maior porcentagem de amostras dentro da normalidade. Resultados normais, LINA, amostras alcalinas e ácidas foram, respectivamente, 79,46%; 12,93%; 4,14% e 3,48% de 10.271 resultados. Positividade ao teste do álcool (n=10.561) foi mais frequente no final do inverno. LINA associou-se à transição da seca para chuva, com maior chance de ocorrência em setembro e janeiro. As rotas de Brasília de Minas, Icaraí de Minas e Ubaí apresentaram maiores desconformidades e probabilidades para ocorrência de LINA.(AU)

The purpose of this study was to evaluate in the months, seasons and collection routes, the occurrence of non-acidic unstable milk (UNAM) and other milk categories, titratable acidity, density and cryoscopy in 10,654 samples from a dairy industry located in Montes Claros, MG, Brazil. Municipalities were grouped in collection routes: a) Bocaiúva; Brasília de Minas, Coração de Jesus and São João da Lagoa; b) Capitão Enéas and Janaúba; c) Francisco Sá; Icaraí de Minas and São Francisco; d) Juramento and Glaucilândia; e) Montes Claros; f) Pedras de Maria da Cruz, Japonvar, Lontra and São João da Ponte and g) Ubaí. The milk category frequencies and alcohol test, titratable acidity, density and cryoscopy of milk by months, season and routes were evaluated. Chi-square tests and variance analysis showed the influence of month, season and route on titratable acidity, density and cryoscopy. Multiple correspondence analyzes described the association of milk and month or routes and alcohol test categories, titratable acidity, density and cryoscopy in relation to the seasons. The probability of occurrence of LINA by month and route groups was calculated by logistic regression. There were a higher percentage of samples within the normal range. Normal, UNAM, alkaline and acid milk results were respectively 79.46, 12.93, 4.14 and 3.48% of 10,271 results. Alcohol test positivity (n=10,561) was more frequent in late winter. UNAM was associated with the transition from drought to rainy season, most likely to occur in September and January. The Brasília de Minas, Icaraí de Minas and Ubaí routes presented higher nonconformities and probabilities for UNAM occurrence.(AU)
Descritores: Leite/química
Acidez/análise
-Brasil
Química de Alimentos/análise
Distribuição de Qui-Quadrado
Estação Seca
Estação Chuvosa
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 133 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde