Base de dados : LILACS
Pesquisa : A14.549.167.900.280 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1393 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 140 ir para página                         

  1 / 1393 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Campos, Edson Alves de
Texto completo
Id: biblio-991492
Autor: LORENZETTI, Camila Cruz; PEREIRA, Marcela Caroline da Silva; KUGA, Milton Carlos; SAAD, José Roberto Cury; CAMPOS, Edson Alves de.
Título: Influência de tratamento dentinário com EDTA sobre a resistência de união de sistemas adesivos autocondicionantes / Effectiveness of EDTA in restorative procedures with self-etching adhesives
Fonte: Rev. odontol. UNESP (Online);48:e20190007, 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Introdução Os adesivos autocondicionantes apresentam técnica adesiva simplificada e diminuição na sensibilidade pós-operatória. Quando aplicados sobre a dentina, atuam sobre a smear layer, cuja efetiva remoção ainda constitui um desafio. Uma substância utilizada como pré-tratamento dentinário na ajuda da remoção da smear layer é o etilenodiamino tetracético dissódico (EDTA). Objetivo Avaliar os efeitos do EDTA em associação com sistemas adesivos autocondicionantes na resistência de união ao microcisalhamento. Material e método Foram seccionadas as superfícies oclusais de 72 terceiros molares humanos extraídos, para expor superfície dentinária plana. Os dentes preparados foram divididos em: dentina sem pré-tratamento; dentina tratada com EDTA 0,1M; dentina tratada com EDTA 0,5M. Cada grupo recebeu tratamento de três sistemas adesivos autocondicionantes: Single Bond Universal (SBU), AdheSE (AdheSE) e Clearfil SE Bond (CSEB). Foi delimitada a área adesiva e assim posicionada uma matriz transparente, para inserção com resina composta Z250XT seguida de polimerização por 40 segundos. Após 24 horas de armazenamento, os dentes foram submetidos ao ensaio de microcisalhamento. Os dados obtidos foram analisados estatisticamente, utilizando-se os testes Two-Way ANOVA e Bonferroni, e sendo considerado nível de significância de 5%. Resultado Não houve diferença estatística significante na resistência de união entre os pré-tratamentos dentinários (p=0,8353), porém houve diferença significativa entre os adesivos (p<0,05) CSEB e AdheSE, mostrando semelhança entre CSEB e SBU, e entre SBU e AdheSE. Conclusão O pré-tratamento dentinário com solução de EDTA não afetou a resistência de união com nenhum dos sistemas adesivos autocondicionantes utilizados.

Abstract Introduction Self-etching adhesives have simplified adhesive technique and decreased the postoperative sensitivity. When applied on dentin, it acts on the smear layer, but it is still a challenge in the effectiveness of this removal. A substance used as a pre-treatment for the removal of the smear layer is disodium ethylenediaminetetraacetic acid (EDTA). Objective To evaluate the effects of EDTA in association with self-etching adhesive systems on micro-shear bond strength. Material and method The occlusal surfaces of 72 extracted human third molars were sectioned to expose a flat dentin surface. The prepared teeth were divided into: dentin without pre-treatment; dentin treated with 0.1M EDTA; dentin treated with 0.5M EDTA. Each group received treatment of 3 self-etching adhesive systems: Single Bond Universal (SBU), AdheSE (AdheSE), and Clearfil SE Bond (CSEB). The adhesive area was delimited and positioned a transparent matrix for insertion with Z250XT composite resin followed by polymerization for 40 seconds. After 24h of storage, the teeth were submitted to the micro-shear test. The data were analyzed statistically using the Two-Way ANOVA and Bonferroni tests, considering a level of significance of 5%. Result There was no statistically significant difference in bond strength between dentin pre-treatments (p = 0.8353), but showed a significant difference between CSEB and AdheSE adhesives (p <0.05), showing similarity between CSEB and SBU, and between SBU and AdheSE. Conclusion Dentin pretreatment with EDTA solution did not affect bond strength with any of the self-etching adhesive systems used.
Descritores: Tratamento Preliminar
Adesivos
Resultado do Tratamento
Ácido Edético
Dentina
-Hipoclorito de Sódio
Eficácia
Resistência ao Cisalhamento
Sensibilidade da Dentina
Polimerização
Responsável: BR39.2 - Biblioteca Professora Maria Dilma de Oliveira Gonçalves


  2 / 1393 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1043173
Autor: CONTE, Tainara; ANDRADE, Guilherme Schmitt de; GADONSKI, Ana Paula; SANTIN, Daniella Cristo; NAUFEL, Fabiana Scarparo.
Título: Evaluation of the effect of chlorhexidine and sodium hypochlorite in adhesive cementation of fiber posts - in vitro study / Avaliação do efeito da clorexidina e do hipoclorito de sódio na cimentação adesiva de pinos - estudo in vitro
Fonte: Rev. odontol. UNESP (Online);48:e20190020, 2019. tab, graf, ilus.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction The attachment of fiberglass posts is achieved through an adhesive process. Failures in adhesion may occur due to the hydrolytic degradation of the adhesives, or to the degradation of the collagen fibres of the hybrid layer by intrinsic enzymes. Objective To evaluate the effect of chlorhexidine and sodium hypochlorite treatment on bond strength to dentin. Material and method Thirty bovine roots were randomly distributed into 3 groups (n=10): a) Control, b) 2% Chlorhexidine, and c) 5% Sodium Hypochlorite. Next, RelyX® ARC resin cement was used to cement the post. Each specimen resulted in samples from the three root thirds that were submitted to the pushout test (MPa) at 24 hours and 12 months. Bond strength values were analysed using the Kolmogorov-Smirnov, 3-way ANOVA and Tukey tests. The fracture mode of the pin was also analysed using stereomicroscopy. Result There were no significant differences between treatments at the immediate time (p=0.0644) or in the interaction of factors (p=0.1935). After one year, the experimental groups showed no significant differences in bond strength in relation to the control group, with the exception of the cervical third of the chlorohexidine group in which there was a significant loss of adhesion. As for the fracture mode, there was a predominance of the mixed type in all groups and thirds. Conclusion The use of chlorhexidine or hypochlorite provides neither benefits nor losses in the adhesive bond strength of fiberglass posts. However, there is an influence of the root thirds, with the worst bond strength in the apical third.

Resumo Introdução A fixação de pinos de fibra de vidro é realizada através de um processo adesivo. Falhas podem ocorrer na adesão devido à degradação hidrolítica dos adesivos, ou pela degradação das fibras colágenas da camada híbrida por enzimas intrínsecas. Objetivo Avaliar o efeito do tratamento com clorexidina e hipoclorito de sódio sobre a resistência de união adesiva à dentina. Material e método Trinta raízes bovinas foram distribuídas aleatoriamente em 3 grupos (n=10): a) Controle, b) Clorexidina 2% e c) Hipoclorito de Sódio 5%. Após, para a cimentação do pino radicular, utilizou-se o cimento resinoso RelyX® ARC. Cada espécime resultou corpos-de-prova dos três terços radiculares, os quais foram submetidos ao teste de pushout (MPa) nos períodos de 24 horas e 12 meses. Valores de resistência de união foram analisados pelos testes de Kolmogorov-Smirnov, ANOVA (three-way) e de Tukey. Analisou-se ainda o modo de fratura do pino, através de estereomicroscopia. Resultado Não houve diferenças significativas entre tratamento no tempo imediato (p=0,0644) ou na interação dos fatores (p=0,1935). Após um ano, os grupos experimentais não promoveram diferença significante na resistência de união em relação ao controle, com exceção do terço cervical do grupo clorexidina, onde houve uma perda significativa de adesão. Quanto ao modo de fratura, houve predominância do tipo mista em todos os grupos e terços. Conclusão O uso de clorexidina ou hipoclorito não promove benefícios ou prejuízos na resistência de união adesiva de pinos de fibra, mas há influência dos terços radiculares, sendo a pior resistência de união no terço apical.
Descritores: Hipoclorito de Sódio
Técnicas In Vitro
Clorexidina
Cimentação
Pinos Dentários
-Cimentos de Resina
Cavidade Pulpar
Dentina
Responsável: BR39.2 - Biblioteca Professora Maria Dilma de Oliveira Gonçalves


  3 / 1393 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1043176
Autor: SCHOENHALS, Gustavo do Prado; BERFT, Cinthia Lais; NAUFEL, Fabiana Scarparo; SCHMITT, Vera Lucia; CHAVES, Larissa Pinceli.
Título: Bond strength assessment of a universal adhesive system in etch-and-rinse and self-etch modes / Avaliação da resistência de união de um sistema adesivo universal no modo convencional e autocondicionante
Fonte: Rev. odontol. UNESP (Online);48:e20190083, 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction Modern dentistry is reflected in the insertion of new materials with different adhesion forms in dental structures, such as the Universal adhesive system. Objective To evaluate the bond strength of the universal dentin adhesive system, in the form of self-etching and conventional application, compared with a simplified conventional adhesive system, in two distinct periods: 1 week and 6 months. Material and method 48 bovine incisors separated into 6 groups, stored for 7 days, were selected. Worn out the buccal enamel until dentin exposure. Adper Single Bond 2 (3M Espe) or SingleBond Universal (3M Espe) adhesives were applied, and catheters filled with Opallis Flow (FGM) composite were placed. After photoactivation, the catheters were removed and the specimens (n ​​= 48), stored in distilled water at 37 °C for one week and six months, were exposed. The specimens were fixed to a universal testing machine (EMIC DL 2000) with a speed of 0.5 mm / min. Bond strength (BS) was calculated in MPa, and data were statistically analyzed by Anova and Tukey test at 5% significance level. Result For Adper Single bond, the BS was equivalent in the times tested; for Universal conventional and self-conditioning time influenced the BS, with a decrease in the results. At 1 week, all stickers were different from each other, with higher BS for Universal conventional mode, followed by universal self-etching mode and then Adper Single bond. Conclusion The best results were achieved with universal adhesive in conventional mode for both tested times.

Resumo Introdução A odontologia moderna é refletida na inserção de novos materiais com diferentes formas de adesão nas estruturas dentárias, como o sistema adesivo Universal. Objetivo Avaliar a resistência adesiva do sistema adesivo universal em dentina, na forma de aplicação auto condicionante e convencional, comparando com um sistema adesivo convencional simplificado, em dois períodos distintos: 1 semana e 6 meses. Material e método Foram selecionados 48 incisivos bovinos separados em 6 grupos, armazenados por 7 dias. Desgastado o esmalte vestibular, até exposição da dentina. Aplicaram-se os adesivos Adper Single Bond 2 (3M Espe) ou SingleBond Universal (3M Espe), e sobre este, posicionados cateteres preenchidos com o compósito Opallis Flow (FGM). Após fotoativação, removeram-se os cateteres e expuseram-se os corpos de prova (n=48), armazenados em água destilada a 37 °C por uma semana e seis meses. Os corpos de prova foram fixados uma máquina universal de ensaios (EMIC DL 2000), com velocidade de 0,5 mm/min. A resistência de união (RU) foi calculada em MPa, e os dados foram analisados estatisticamente pela Anova e pelo teste de Tukey ao nível de 5% de significância. Resultado Para Adper Single bond, a RU foi equivalente nos tempos testados; para Universal modo convencional e autocondicionante o tempo influenciou na RU, havendo um decréscimo nos resultados. Em 1 semana, todos os adesivos foram diferentes entre si, com maior RU para Universal modo convencional, seguido por universal modo autocondicionante e então pelo Adper Single bond. Conclusão O melhor desempenho foi do adesivo universal na forma convencional nos dois tempos testados.
Descritores: Cimentos Dentários
Materiais Dentários
Métodos
-Resistência ao Cisalhamento
Dentina
Responsável: BR39.2 - Biblioteca Professora Maria Dilma de Oliveira Gonçalves


  4 / 1393 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Susin, Alexandre Henrique
Texto completo
Id: biblio-1043180
Autor: BORGES, Marciano de Freitas; TEIXEIRA, Gabriela Simões; MONTAGNER, Anelise Fernandes; SUSIN, Alexandre Henrique.
Título: Glass fiber post treatment - does it influence resin cement bond strength? / Pinos de fibra de vidro pós tratamento - influencia a resistência de união do cimento resinoso?
Fonte: Rev. odontol. UNESP (Online);48:e20190032, 2019. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction Glass-fiber posts are used in order to improve the retention of restorations in endodontically treated teeth. Objective To evaluate the bond strength of glass-fiber posts submitted to different surface treatments and cemented to the root canal dentin with self-adhesive resin cement. Material and method Thirty roots of human canines were prepared and divided according to two factors: surface treatments (silane, 35% hydrogen peroxide, or sodium bicarbonate) and root thirds (cervical and middle thirds). The glass-fiber posts were cemented with self-adhesive resin cement (RelyX U200). After 24 h, the specimens were prepared for microtensile bond strength test (hourglass format), fracture pattern and micromorphological assessment by scanning electronic microscopy, in order to measure the cement line. Result The data (MPa and µm) were submitted to two-way ANOVA and Tukey's test (α = 5%). The surface treatments influenced the bond strength of the posts cemented with self-adhesive resin cement (p<0.00). The mean bond strength (standard deviations) differed according to the region of root dentin (p<0.00): the cervical region (Control: 19.16MPa (3.71); Silane: 25.65MPa (4.04); Hydrogen peroxide: 24.43MPa (3.16); Sodium bicarbonate: 37.42MPa (8.27)) showed higher bond strength values than the middle third of the root (Control: 14.66MPa (4.65); Silane: 12.52MPa (5.03); Hydrogen peroxide: 10.64MPa (3.33); Sodium bicarbonate: 10.87MPa (2.49)). Conclusion Treatment of the glass-fiber post surface with chemical and physical agents increased the bond strength of the cement-post-dentin interface in the cervical third and the treatment with Sodium bicarbonate showed better results in bond strength.

Resumo Introdução Pinos de fibra de vidro são utilizados para melhorar a retenção das restaurações em dentes tratados endodonticamente. Objetivo Avaliar a resistência de união de pinos de fibra de vidro submetidos a diferentes tratamentos superficiais e cimentados à dentina radicular com cimento resinoso autoadesivo. Material e método trinta raízes de caninos humanos foram preparadas e divididas de acordo com dois fatores: tratamentos de superfície (silano, peróxido de hidrogênio a 35% ou bicarbonato de sódio) e o terço radicular (cervical e médio). Os pinos de fibra de vidro foram cimentados com cimento resinoso autoadesivo (RelyX U200) e foram divididos de acordo com duas regiões: cervical e terço médio. Após 24 horas, foram preparados para microtração (formato de ampulheta), padrão de fratura e avaliação micromorfológica por microscopia eletrônica de varredura, para medir a linha de cimento. Resultado Os dados (MPa e µm) foram submetidos à ANOVA two-way e teste de Tukey (α = 5%). Os tratamentos de superfície influenciaram a resistência de união dos pinos. A média da resistência de união (desvio padrão) diferiu de acordo com a região da dentina radicular (p <0,00): a região cervical (Controle: 19,16Mpa (3.71); Silano: 25,65MPa (4.04); Peróxido de hidrogênio: 24,43MPa (3.16); Bicarbonato de sódio: 37,42MPa (8.27)) apresentou valores de resistência a raiz (Controle: 14,66MPa (4.65); Silano: 12,52MPa (5.03); peróxido de hidrogênio: 10,64MPa (3.33); bicarbonato de sódio: 10,87MPa (2.49)). Conclusão O tratamento com agentes químicos e físicos aumentou a resistência de união da interface cimento-pino-dentina no terço cervical e o tratamento com bicarbonato de sódio apresentou melhores resultados na resistência de união.
Descritores: Bicarbonato de Sódio
Cimentos de Resina
Pinos Dentários
Dentina
-Técnicas In Vitro
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR39.2 - Biblioteca Professora Maria Dilma de Oliveira Gonçalves


  5 / 1393 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-874403
Autor: Garcia, Rubens Nazareno(coord); Alvarez, Arturo Eddy Gamboa; Dias, Carlos Eduardo; Mazaro, Marlon André; Firmo, Thiago; Stuker, Henry; Giannini, Marcelo.
Título: Avaliação da resistência de união de sistemas restauradores contemporâneos em esmalte e dentina / Bond strength of contemporary restorative systems to enamel and dentin
Fonte: RSBO (Impr.);8(1):60-67, jan.-mar. 2011.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução e objetivo: Novos sistemas restauradores estéticos têm sido introduzidos recentemente no mercado odontológico. O objetivo deste estudo foi avaliar a resistência de união (RU) de sistemas restauradores contemporâneos em substratos de esmalte abrasionado e de dentina de profundidade média. Material e métodos: Foram preparados 60 incisivos bovinos com auxílio de lixas de carbeto de silício até obtenção de superfícies planas de esmalte desgastado e dentina media (n = 10). Os sistemas restauradores utilizados foram: Adper SE Plus / Z350 [SE + Z350], P90 System Adhesive / Filtek P90 [SA + P90] e BeautiBond / Beautifil II [BB + BII]. Os adesivos foram aplicados nos substratos, e matrizes de Tygon foram posicionadas e tiveram seu volume interno preenchido com a respectiva resina. Após fotoativação, as matrizes foram removidas e os espécimes armazenados em água destilada a 37ºC por uma semana. Decorrido esse período, os corpos de prova foram colocados no dispositivo de teste, que tinha formato de cinzel, e testados em uma máquina de ensaios (Emic), com velocidade de 0,5 mm/min. A RU foi calculada em MPa, e os dados foram analisados estatisticamente pela Anova e pelo teste de Tukey (p < 0,05). Resultados: Não houve diferença estatística entre os grupos em esmalte. Em dentina, o [SE + Z350] resultou em maior média de RU. Já o [BB + BII] evidenciou a menor média, com diferença estatística entre todos os grupos. Comparando os substratos na avaliação de cada material, o [SE + Z350] mostrou a maior média de RU para a dentina, com diferença estatística em relação ao esmalte. O [SA + P90] não apresentou diferença significativa nos dois substratos, e o esmalte teve a maior media de RU, com diferença expressiva para o [BB + BII]. Conclusão: Em termos de RU, os sistemas restauradores demonstraram o mesmo desempenho em esmalte e diferentes desempenhos em dentina. Somente com o silorano se obteve resultado similar em ambos os substratos.

Introduction and objective: New aesthetic restorative systems have been recently introduced in dental market. The objective of this study was to evaluate the bond strength of contemporary restorative systems to ground enamel and medium-depth dentin. Material and methods: Sixty bovine incisors were prepared by using silicon carbide papers to obtain samples of ground enamel and medium dentin (n = 10). The following restorative systems were used: Adper SE Plus / Z350 [SE + Z350], P90 System Adhesive / Filtek P90 [SA + P90] and BeautiBond / Beautifil II [BB + BII]. They were applied to the surfaces, and Tygon tubes were positioned over each sample of hybridized enamel and dentin. The inner space of the tubes was filled in with composites. After light-curing, the tubes were removed and the samples were stored in distilled water at 37°C, for one week. Subsequently, the samples were positioned into a chisel-shaped test device and tested in a universal testing machine (EMIC), with a speed of 0.5 mm/min. Bond strength was calculated in MPa and data analyzed statistically by ANOVA and Tukey test (p < 0.05). Results: No statistical differences were found among groups in enamel. For dentin, [SE + Z350] group resulted in the highest bond strength, while [BB + BII] group showed the lowest bond strength. The comparison between enamel and dentin, for each restorative system, showed that [SE + Z350] resulted in statistically higher bond strength to dentin than enamel. Conversely, [BB + BII] showed higher bond strength to enamel. For [SA + P90], no significant difference was found between enamel and dentin. Conclusion: Regarding bond strength, the materials showed different performance in dentin and the same performance in enamel. Only silorane restorative system presented a similar performance in both substrates.
Descritores: Adesivos Dentinários
Dentina
Esmalte Dentário
Resistência ao Cisalhamento
Limites: Animais
Bovinos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR39.2 - Biblioteca Professora Maria Dilma de Oliveira Gonçalves


  6 / 1393 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1095893
Autor: Mohamed, Amr Mohsen; Nabih, Sameh Mahmoud; Wakwak, Mohamed Ahmed.
Título: Effect of chitosan nanoparticles on microtensile bond strength of resin composite to dentin: an in vitro study / Efeito de nanopartículas de quitosana na resistência a união por microtração da resina composta à dentina: um estudo in vitro
Fonte: Braz. dent. sci;23(2):1-10, 2020. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: Objective: The purpose of this study was to evaluate the effect of chitosan nanoparticles on microtensile bond strength of resin composite to dentin using self etch adhesive after aging. Material and Methods: A total number of 90 freshly extracted, sound human molar teeth. Flat tooth surface was gained after cut of the occlusal surface. Three main groups according to pretreatment of dentin before adhesive application; 0.2 % chitosan, 2.5 % chitosan and no treatment control group. Universal self etch adhesive were applied according to manufacture instruction and 4 mm of Feltik Z250 xt composite. Storage of specimens for 1 day, 3 months and 6 months in 37O C distilled water. After that, the tooth was sectioned to beams of 1 mm x8 mm sticks for microtensile bond strength test using universal testing machine. Scanning electron microscope (SEM) was used to evalute the effect of chitosan nanoparticles on dentin and smear layer. Kruskal-Wallis test was used to compare between the three groups as well as the three aging periods. Dunn's test was used for pair-wise comparisons. The significance level was set at P ≤ 0.05. Results: chitosan 0.2% is statistically significant increase in bond strength than chitosan 2.5% and control in one day group. Three months chitosan 0.2 % groups have statistically significant increase in bond strength than chitosan 2.5%. It was found in 6 months that control and chitosan 0.2 % have statistically significant increase in bond strength than chitosan 2.5%. There was statistically significant difference found between the three studied groups regarding bond strength at different storage times . Conclusion: Microtensile bond strength was influenced by different chitosan concentration. Different aging periods had no effect on the microtensile bond strength without application of chitosan and with application of 2.5% chitosan concentration. (AU)

Introdução: O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito das nanopartículas de quitosana na resistência da microtração de união do compósito de resina à dentina usando adesivo autocondicionante após o envelhecimento. Material e Métodos: Foram utilizados um total de 90 dentes molares humanos extraídos e sadios. A superfície plana do dente foi obtida após o corte da superfície oclusal. Os dentes foram divididos em três grupos principais de acordo com o pré-tratamento da dentina e antes da aplicação do adesivo: 0,2% de quitosana, 2,5% de quitosana e nenhum tratamento foi utilizado no grupo controle. O adesivo autocondicionante universal foi aplicado de acordo com as instruções do fabricante e 4 mm de composito Feltik Z250 xt foi inserido. O armazenamento de amostras foi realizado por 1 dia, 3 meses e 6 meses em água destilada a 37 °C. Depois disso, o dente foi seccionado em peças de 1 mm x 8 mm para teste de resistência de união por microtração, utilizando máquina de teste universal. Microscópio eletrônico de varredura (MEV) foi usado para avaliar o efeito das nanopartículas de quitosana na dentina e na camada de smear layer. O teste de Kruskal-Wallis foi utilizado para comparar os três grupos e os três períodos de envelhecimento. O teste de Dunn foi usado para comparação pareada dos grupos. O nível de significância foi estabelecido em P ≤ 0,05. (AU)
Descritores: Metaloproteinases da Matriz
Dentina
Quitosana
Dente Molar
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR243.1 - Serviço Técnico de Biblioteca e Documentação


  7 / 1393 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-873345
Autor: Spazzin, Aloísio Oro; Galafassi, Daniel; Cecchin, Doglass; Lazzaretti, Dieison Nardi; Gonçalves, Luciano de Souza; Carlini Júnior, Bruno.
Título: Influência da desproteinização e da umidade sobre o substrato dentinário na microinfiltração em restaurações de resina composta / Influence of deproteinization and of wet on the dentinal substratum on microleakage in composite restorations
Fonte: RFO UPF;12(2):46-51, 31/08/2007. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste estudo foi verificar a influência da desproteinização e da condição do substrato dentinário (úmido ou seco) na microinfiltração marginal em restaurações com resina composta. Oitenta cavidades classe V, preparadas em quarenta terceiros molares humanos (Banco de dentesa FO-UPF), com margem gengival em dentina foram divididas aleatoriamente em quatro grupos: G1 (controle) - sistema adesivo (Prime & Bond 2.1®, Dentsply) aplicado à dentina úmida; G2 - sistema adesivo aplicado à dentina seca; G3 - dentina desproteinizada com hipoclorito de sódio (NaOCl 10 por cento, 60s) e o sistema adesivo aplicado à dentina úmida; G4 - dentina desproteinizada e o sistema adesivo aplicado à dentina seca. Após restaurados, os espécimes foram termociclados, isolados, imersos em corante, incluídos em resina acrílica e seccionados. Para a análise das secções foi utilizado um microscópico óptico e os escores tabulados. Os dados foram submetidos à análise estatística (Kruskal Wallis/1por cento;Ho=0,69 por cento), sendo que G3 e G4 apresentaram diferença estatística entre si. Os demais grupos não apresentaram diferença estatísticamente significativa quando correlacionados. Nas condições experimentais foi possível concluir que a camada de colágeno não tem influência na infiltração marginal. Um índice de microinfiltração significativamente menor foi encontrado após a remoção do colágeno para o substrato dentinário seco
Descritores: Dentina
Infiltração Dentária
Limites: Humanos
Responsável: BR337.1 - Biblioteca


  8 / 1393 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-873770
Autor: Silva, amanda Verna e; Ferreira, Leila Soares; Nagashima, Cristiane Yuri; Soares-Geraldo, Debora; Navarro, Ricardo Scarparo; Oda, Margareth.
Título: Tratamento marginal de restaurações cerâmicas com laser de Nd: YAG - avaliação da microinfiltração / Marginal treatment of ceramic restorations using Nd: YAG laser - microleakage evaluation
Fonte: J. Health Sci. Inst = Rev. Inst. Ciênc. Saúde;25(3):291-296, jul.-set. 2007. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução - O objetivo deste estudo in vitro foi avaliar a microinfiltração em restaurações de porcelana com tratamento das margens com laser de Nd:YAG (1064 nm). Material e Métodos - Cavidades Classe V para restaurações indiretas, com término em esmalte e cemento/dentina, foram preparadas na face vestibular de 20 dentes bovinos. Após condicionamento ácido e aplicação do sistema adesivo nos preparos cavitários, e tratamento da superfície interna da porcelana com ácido fluorídrico e silano, as restaurações foram cimentadas com cimento resinoso de dupla ativação RelyX ARC (3M ESPE). As amostras foram distribuídas aleatoriamente em 4 grupos (n = 5): G1: controle - sem irradiação; G2, G3 e G4 foram irradiados com laser de Nd:YAG com diferentes parâmetros. Todas as amostras foram imersas em água destilada (37°C, 7 dias) submetidas à ciclagem térmica, impermeabilizadas e imersas em solução de nitrato de prata a 50% (8h). Posteriormente as restauraçõrs foram seccionadas longitudinalmente e imersas em solução fotoreveladora sob luz fluorescente por 16h. O grau de microinfiltração foi avaliado por três examinadores previamente calibrados, através da análise de fotografias, e os valores foram submetidos à análise estatística de Kruskal-Wallis e Mann-Whitney (p < 0,05). Resultados - Os resultados mostraram que em esmalte houve diferença significante entre o grupo controle e os tratados com laser, sem diferença entre os grupos irradiados; em dentina não houve diferença significante entre os grupos. Conclusão - A irradiação com laser de Nd:YAG influenciou negativamente na microinfiltração marginal das restaurações indiretas de cerâmica cimentadas com cimento resinoso
Descritores: Infiltração Dentária
Lasers
Porcelana Dentária
-Adesivos Dentinários
Cimentos de Resina
Dentina
Esmalte Dentário
Técnicas In Vitro
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  9 / 1393 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-873765
Autor: Araujo, Isabela Maria Porto de; Saraceni, Cintia Helena Coury; Júnior Santos, Arnaldo; Duarte, Linda de Fátima Marques; Barbosa, José.
Título: Avaliação histológica da dentina de dentes de ratos submetida à ação da BMP - proteína morfogenética associada à hidroxiapatita e colágeno* / Histological evaluation of Wistar rat`s dentin teeth through the acting of the BMP - morphogenetic protein associated to the hydroxyapatite and collagen
Fonte: J. Health Sci. Inst = Rev. Inst. Ciênc. Saúde;25(3):257-261, jul.-set. 2007. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução - O objetivo deste projeto de pesquisa foi avaliar histologicamente os efeitos da colocação da BMP associada à hidroxiapatita em dentina de dentes de ratos. Material e Método - Foram utilizados 20 dentes de ratos machos tipo Wistar com peso entre 300 e 350 gramas. O piloto foi constituído de quatro destes dentes para padronização da profundidade de preparo. O Grupo 1 -controle- quatro dentes foram extraídos para observação do aspecto histológico da dentina hígida. No Grupo 2, quatro dentes receberam preparo+BMP + hidroxiapatita + colágeno seguido de selamento com CIV resino-modificado (Vitrebond-3M) e após 48 horas, foram extraídos. No Grupo 3, quatro dentes receberam preparo e tratamento iguais aos realizados no Grupo 2 e após cinco dias foi realizada a extração. No Grupo 4, quatro dentes receberam o mesmo preparo e tratamento do Grupo 2 e foram extraídos após 20 dias. Após as extrações, os dentes dos Grupos 2, 3 e 4 foram analizados histologicamente. Resultados - O aspecto histológico observado nas lâminas mostra que há biocompatibilidade evidente entre o material e o tecido dentinário porque foi observado que não houve alteração degenerativa nos túbulos dentinários envolvidos no processo de preparo em contato com o material utilizado. Em alguns casos, foi possível observar aspectos semelhantes a calcificação distrófica sugestiva de um processo de proteção frente à agressão do material. Conclusões - Os resultados permitiram concluir que a BMP associada à hidroxiapatita é um material biocompatível, podendo ser utilizado em dentina. É necessária observação da ação do material por um período maior a fim de se certificar da indução de formação de dentina reparadora
Descritores: Dentina
Durapatita
Proteínas Morfogenéticas Ósseas
-Camada de Esfregaço
Colágeno
Materiais Biocompatíveis
Limites: Animais
Ratos
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  10 / 1393 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Sobral, Maria Angela Pita
Texto completo
Id: biblio-873005
Autor: Furlan, Gustavo Henrique Volci; Braga, Sheila Regina Maia; Steagall Junior, Washington; Sobral, Maria Angela Pita.
Título: Desgaste dental causado por diferentes cerdas de escovas dentais / Dental wear caused by different toothbrush stiffness bristles
Fonte: J. Health Sci. Inst = Rev. Inst. Ciênc. Saúde;23(4):305-308, out.-dez. 2005. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução - O objetivo deste estudo foi comparar o desgaste dental produzido por três diferentes durezas de cerdas de escovas dentais, utilizando a dentina bovina como substrato. Métodos - Foram utilizadas 10 escovas, para cada tipo de cerda: Macia (G1), Média (G2) e Dura (G3). Trinta segmentos de raízes bovinas foram devidamente preparados. Os espécimes foram divididos, aleatoriamente, em 3 grupos (n=10). Em seguida, submetidos ao teste de escovação mecânica, empregando-se 20.000 ciclos. Para a análise do desgaste produzido, foram executadas medições do peso inicial e final utilizando uma balança analítica. Além disso, dados encontrados foram analisados por ANOVA e Teste de Tukey (p<0,05). Resultados - As médias das diferenças de peso encontradas foram: G1-0,00639a; G2-0,01149b; G3-0,01513c. As médias de perda de perfil foram: G1-0,1282a; G2-0,1789ab; G3-0,2146b. Conclusão - Conclui-se que as escovas dentais com cerdas duras promoveram maior desgaste da superfície dentária bovina.
Descritores: Abrasão Dentária
Dentina
Escovação Dentária/efeitos adversos
-Análise de Variância
Escovação Dentária/métodos
Técnicas In Vitro
Limites: Animais
Bovinos
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde



página 1 de 140 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde