Base de dados : LILACS
Pesquisa : A14.549.617.780.729 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 21 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 3 ir para página          

  1 / 21 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-734296
Autor: García Flores, Juan B; Escamilla Ocañas, César E; Martínez Menchaca, Héctor R; Treviño Alanís, Ma. Guadalupe; Rivera Silva, Gerardo.
Título: Nuevas manifestaciones orales del síndrome branquio-óculo-facial: Caso clínico / New oral manifestations of Branchio-oculo-facial syndrome: Case report
Fonte: Arch. argent. pediatr;113(1):e14-e16, ene. 2015. ilus.
Idioma: es.
Resumo: El síndrome branquio-óculo-facial es una condición autosómica dominante con expresividad variable y que afecta particularmente las estructuras de la cara y cuello por un desarrollo inadecuado del primero y segundo arco branquial; presenta malformaciones de los ojos y oídos, con características faciales distintivas. Está asociado con alteraciones en el gen TFAP2A. Se presenta una paciente de 9 años con fenotipo de síndrome branquio-óculo-facial y la presencia de dos nuevas manifestaciones orales, la úvula bifida y la lengua con hendidura central parcial, no descritas hasta ahora en esta condición clínica.

The branchio-oculo-facial syndrome is a dominant autosomic condition with variable expressivity that affects particularly the facial and neck structures by an inadequate development of the first and second branchial arch. It is characterized by malformations of eyes and ears, with distinct facial characteristics. It is associated with alterations in TFAP2A gene. We present a patient with 9 years of age with phenotype of the branchio-oculo-facial syndrome and the presence of 2 new oral manifestations, the bifid uvula and the tongue with partial central cleft, not yet described in this clinical condition.
Descritores: Úvula/anormalidades
Região Branquial
Síndrome Brânquio-Otorrenal
Limites: Feminino
Pré-Escolar
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  2 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1022704
Autor: Silva, Mercedes N; Vallejo, Juan C; Oliveira, José A. A. de; Fomin, Denilson S.
Título: Resultados preliminares do efeito do antibiótico tópico no controle da dor pós laup / Preliminary Results of Topic Antibiotic Effect in the Post LAUP Pain Control
Fonte: Rev. bras. otorrinolaringol;66(2):150-153, Abr. 2000.
Idioma: pt.
Resumo: A LAUP (Laser assisted uvulopalatoplasty) é uma técnica já reconhecida para tratar o ronco e o síndrome de apnéia obstrutiva do sono leve. Desde o início da LAUP, a dor tem sido o principal problema no pós operatório. O laser produz uma vaporização térmica superficial na mucosa palatal, onde desenvolve um processo inflamatório agudo, que passa a ser colonizada e infectada por bactérias residentes na orofaringe. Objetivo: Estudara efetividade do antibiótico tópico no controle da dor pós-operatória em pacientes operados de LAUP, associado com esquemas de analgesia tradicional. Material e método: Avaliamos prospectivamente 28 pacientes com uma idade média de 47 anos, que dividimos em dois grupos: um grupo controle: 15 pacientes, que receberam diclofenaco por via intramuscular, continuando pela via oral com diclofenaco e dipirona, benzocaina em spray e gargarejos freqüentes; um grupo problema: 13 pacientes, que receberam idêntica medicação analgésica sistêmica e tópica, à qual foi adicionada um spray de rifocina tópica, a ser aplicada no local da cirurgia por 10 dias. Resultados: observamos diferenças em todos os parâmetros analisados entre o grupo controle e problema; no grupo problema, registramos uma dor intermitente e de menor intensidade, um maior tempo no início, pouca interferência com a alimentação habitual e um menor tempo de duração dessa dor, quando em comparação com o grupo controle. Conclusão: O tratamento com antibiótico tópico associado à medicação analgésica e antiinflamatória é útil no controle da dor pós-LAUP pelo domínio do processo infeccioso que se forma no local da cirurgia.

LAUP (Laser assisted uvulopalatoplasty) is an already recognized technique to treat snoring and mild obstructive sleep apnea syndrome. Since the beginning of this procedure, pain has been the main problem in the post operative period. Laser produce a superficial termal vaporization of the soft palate mucosa and leads to an acute inflamatory process with secondary bacterial colonization and infection by the normal orofaringeal flora. Aim: We studied the effec-tivaness of topic antibiotic in the post operative pain control of the patients submitted to LAUP patients. Material and methods: We assessed prospectively 28 patients with mean age of 47 years old, divided into 2 groups: A control group of 15 patients received 75 mg. of potasium diclofenac (intramuscular) continuing post operatively with oral potasium diclofenac and dipirona, benzocaine spray and frequents garglings. The problem group of 13 patients received topic and sistemic analgesic medication and garglings similar to the control group. It was added to the benzocaine spray, rifocin spray, admistred on the operated area during 10 days. Results: We observed diferences in all of the analized parameters. In the problem group an intermitent and a lesser pain level was registred with, late begining and little influence with the habitual nourishment than the control group. Conclusion: A topic antibiotic treatment associated to analgesic and antinflamatory medication is usefull to control the post LAUP pain, reducing the infectares process produced on the operatedt area.
Descritores: Dor Pós-Operatória/prevenção & controle
Apneia Obstrutiva do Sono
Terapia a Laser/métodos
Analgesia/métodos
-Dor/classificação
Úvula/cirurgia
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-561236
Autor: Rodrigues, Marcos Marques; Dibbern, Ralph Silveira; Goulart, Carla W. Kruel; Palma, Robson Antonio.
Título: Correlação entre a classificação de Friedman e Índice de Apneia-Hipopneia em portadores de Síndrome da Apneia e Hipopneia Obstrutiva do Sono / Correlation between the Friedman classification and the Apnea-Hypopnea Index in a population with OSAHS
Fonte: Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.);76(5):557-560, set.-out. 2010. graf, tab.
Idioma: pt.
Resumo: ASAHOS é uma doença importante no cenário médico atual pela sua correlação com doenças cardiovasculares crônicas e suas consequências socioeconômicas. OBJETIVOS: Determinar a correlação entre a classificação de Friedman com a gravidade da doença pelo Índice de Apneia e Hipopneia em pacientes com SAHOS, para a avaliação e indicação cirúrgica. MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo transversal. Foram avaliados e classificados 143 pacientes, na escala de Epworth, Friedman e quanto à gravidade da SAHOS pelo IAH. RESULTADOS: 112 pacientes se submeteram ao estudo de polissonografia no laboratório de sono. Uma crostabulação foi feita entre a Classificação de Friedman e o IAH. As variáveis se relacionam com p<0,05. Encontramos uma relação em que os pacientes com SAHOS leve tendem a ter uma menor classificação de Friedman (melhores resultados cirúrgicos). Da mesma forma os pacientes classificados como SAHOS moderada a grave possuem maior prevalência da classificação de Friedman III e IV (menor sucesso com uvulopalatofaringoplastia). p<0.05. CONCLUSÃO: Concluímos que a classificação de Friedman se correlaciona com a gravidade da SAHOS. Quanto maior a classificação de Friedman, maior tende a ser a gravidade da apneia nesse estudo.

OSAHS is an important disease in current medical settings because of its association with chronic cardiovascular diseases and socioeconomic impacts. AIMS: to establish the correlation between the Friedman Classification and the OSAHS severity through the Apnea-Hypopnea Index) in patients with OSAHS for assessment and surgery purposes. MATERIALS AND METHODS: Cross-sectional study. We evaluated and classified 143 patients, using the Epworth's and Friedman's scale and OSAHS severity according to the AHI. RESULTS: 112 patients were submitted to polysomnography. We compared the Friedman Score and the IAH. The variables were associated with p<0.05. We found that patients with light OSAHS, tended to have a lower Friedman classification (better surgical result). By the same token, patients with moderate to severe OSAHS had a greater prevalence of Friedman's score of III and IV; p< 0.05 (lower success rates from uvulopalatopharyngoplasty). CONCLUSION: We conclude that the Friedman's classification correlates with OSAHS severity - the higher the Friedman's score, the more severe is the OSAHS.
Descritores: Índice de Gravidade de Doença
Apneia Obstrutiva do Sono/classificação
-Índice de Massa Corporal
Distribuição de Qui-Quadrado
Estudos Transversais
Procedimentos Cirúrgicos Otorrinolaringológicos
Polissonografia
Valor Preditivo dos Testes
Padrões de Referência
Apneia Obstrutiva do Sono/fisiopatologia
Úvula/cirurgia
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
ANDRE, Marcia
Texto completo
Id: lil-542864
Autor: André, Márcia; Lopez, Margareth Torrecillas; Machado, Liliane Pereira; Dias, Reinaldo Brito e; Mattos, Beatriz Silva Câmara.
Título: Prevalência da fissura de úvula em familiares de fissurados lábio-palatinos / Cleft uvula prevalence in relatives of cleft lip and palate individuals
Fonte: Odonto (Säo Bernardo do Campo);17(34):37-41, jul.-dez. 2009. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste estudo foi verificar se a prevalência da fissura de úvula (FU) é maior em familiares de portadores de fissura labiopalatina em relação à população em geral. Esta pesquisa foi realizada com um grupo de estudo composto por 136 familiares de pacientes fissurados e com um grupo controle formado por 287 indivíduos sem história familiar de qualquer deformidade craniofacial. A metodologia consistiu em inspeção da cavidade oral por 2 examinadores, com luz direcionada ao palato posterior e auxílio de abaixador de língua e jatos de ar para elicitar o reflexo do vômito e definir e extensão da FU, segundo a classificação de Meskin. Os resultados mostraram que a prevalência da FU no grupo de estudo foi 2,9:100, sendo todas classificadas como parciais 25% de extensão, e no grupo controle 2,4:100, sendo que prevaleceu a parcial 25%. Concluiu-se que a FU não prevalece em familiares de portadores de fissuras labiopalatinas; não há correlação com o gênero e a fissura de úvula parcial 25% foi a mais incidente.

The goal of this study was to verify if the prevalence of cleft uvula is higher in families of cleft palate individuals than in the general population. The study group was composed of 136 relatives of cleft individuals and the control group was composed of 287 individuals without family history of cleft palate. The methodology consisted of oral examination by two examiners, with depression of the tongue to elicit the vomit reflex and air jets to define the cleft extension according to Meskin's classification. The results showed that the study group presented a 2,9:100 prevalence of cleft uvula being all classified as partial 25% of extension and the control group showed a prevalence of 2,4:100, with higher occurrence of partial 25% of extension. In conclusion, the cleft uvula does not prevail in relatives of cleft palate individuals in relation to the general population, there is no sex correlation and the cleft uvula classified as partial 25% of extension has higher incidence.
Descritores: Epidemiologia
Úvula/anormalidades
-Brasil/epidemiologia
Fenda Labial
Fissura Palatina
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR28.1 - Serviço de Biblioteca e Documentação Professor Doutor Antônio Gabriel Atta


  5 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-521108
Autor: Soares, Maria Claudia Mattos; Sallum, Ana Carolina Raposo; Gonçalves, Michele Themis Moraes; Haddad, Fernanda Louise Martinho; Gregório, Luís Carlos.
Título: Use of Muller's maneuver in the evaluation of patients with sleep apnea: literature review / Utilização da manobra de Müller na avaliação de pacientes apnéicos: revisão da literatura
Fonte: Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.);75(3):463-466, maio-jun. 2009.
Idioma: en; pt.
Resumo: Sleep apnea-hypopnea syndrome was described twenty years ago, and since then there have been doubts and controversies regarding it. Fiberoptic nasopharyngoscopy with Muller's maneuver, first described by Borowieck and Sassin (1983), is among them. AIM: Careful literature review on Muller's maneuver, regarding whether it can predict the sucess of uvulopalatopharyngoplasty, location of upper airway obstruction and severity of the disorder. DISCUSSION AND LITERATURE REWIEW: Literature has shown that there isn't a consensus about the use of Muller's maneuver. In spite of being technically easy, inexpensive and widely used, it is very unespecific and subjective. CONCLUSION: The importance of Muller's maneuver in evaluating apneic patients has been questioned, because there are controversies whether it can predict the sucess of uvulopalatopharyngoplasty, location of upper airway obstruction and severity of the disease.

A Síndrome da Apnéia e Hipopnéia Obstrutiva do Sono é uma patologia descrita há apenas vinte anos, havendo ainda várias dúvidas e controvérsias a seu respeito. Nesse âmbito inclui-se a nasofibrolaringoscopia com Manobra de Müller descrita por Borowieck e Sassin em 1983 e motivo de análise neste artigo. OBJETIVO: Revisão da literatura, com análise crítica e comparativa a respeito da capacidade da nasofibrolaringoscopia com manobra de Müller de predizer o sucesso da uvulopalatofaringoplastia, o local de colapso da via aérea superior e a gravidade da doença. DISCUSSÃO E REVISÃO DA LITERATURA: A revisão da literatura mostra que não há um consenso sobre a utilização da manobra de Müller, pois apesar de ser um exame de fácil execução, custo e tempo efetivos, é também bastante inespecífico e subjetivo. CONCLUSÃO: A relevância da manobra de Müller na avaliação do paciente apnéico tem sido questionada, pois há controvérsias na literatura quanto a sua capacidade de predizer o sucesso da cirurgia orofaríngea, o local de colapso da via aérea superior e a gravidade da apnéia.
Descritores: Apneia Obstrutiva do Sono/cirurgia
-Endoscopia/métodos
Valor Preditivo dos Testes
Palato Mole/cirurgia
Faringe/cirurgia
Índice de Gravidade de Doença
Apneia Obstrutiva do Sono/diagnóstico
Úvula/cirurgia
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-494275
Autor: Pereira, Nayara A. Vasconcelos; Motta, Andréa Rodrigues; Vicente, Laélia Cristina C.
Título: Reflexo da deglutição: análise sobre eficiência de diferentes estímulos em jovens sadios / Swallowing reflex: analysis of the efficiency of different stimuli on healthy young individuals
Fonte: Pró-fono;20(3):159-164, jul.-set. 2008. tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: TEMA: a ausência ou atraso do reflexo da deglutição é considerado um sinal significativo de disfagia. Assim, a terapia tradicionalmente empregada nesses casos consiste em aumentar o input intra-oral por meio de toques gelados (espelho laríngeo 0 ou 00) no terço inferior do arco palatoglosso, porção inferior. OBJETIVOS: identificar, em indivíduos jovens e sadios, quais regiões da orofaringe são mais sensíveis para desencadear o reflexo da deglutição e qual estímulo é mais eficiente. MÉTODO: O reflexo da deglutição foi investigado a partir dos estímulos: espátula, espelho laríngeo 00 gelado, espátula envolta em gaze com água gelada e espátula envolta em gaze umedecida congelada, tocando-se o arco palatoglosso em suas porções inferior e superior, as tonsilas palatinas, a base de língua e a úvula em 65 indivíduos jovens e sadios. RESULTADOS: o reflexo da deglutição não foi desencadeado na maioria dos participantes quando tocado com diferentes estímulos e locais da orofaringe, sendo esta estatisticamente significante. Quando presente, os estímulos mais eficientes foram o espelho laríngeo 00 (28,6 por cento) e a espátula envolta com gaze congelada (27,3 por cento). Quanto à região da orofaringe, a úvula (29,6 por cento), as tonsilas palatinas (26,7 por cento), os arcos palatoglossos região superior (25 por cento) e inferior (21,2 por cento) e base de língua (25 por cento) foram sensíveis aos estímulos. CONCLUSÃO: quando presente o reflexo da deglutição, a úvula, os arcos palatoglossos e as tonsilas palatinas foram as regiões mais sensíveis para desencadeá-lo e o estímulo mais eficiente, dentre os selecionados, foram o espelho laríngeo gelado e a espátula envolta em gaze umedecida congelada.

BACKGROUND: the absence or delay of the swallowing reflex is considered a significant sign of dysphagia. Therefore, the therapy traditionally applied to these cases consists in increasing the intra-oral input through cold touches (0 or 00 larynx mirror) on the inferior portion of the inferior third of the palatoglossus arch. AIM: to identify in healthy young individuals which oropharyngeal regions are more sensitive and which stimulus is more efficient in triggering the swallowing reflex. METHODS: the swallowing reflex was analyzed based on the following stimuli: spatula, cold 00 larynx mirror, gauze embedded in cold water wrapped onto spatula and frozen moist gauze wrapped onto spatula; touching the palatoglossus arch in both its inferior and superior portions, the palatine tonsils, the base of the tongue and the uvula in 65 healthy young individuals. RESULTS: the swallowing reflex was not triggered in most of the participants when touching different oropharyngeal regions with different stimuli. This result was statistically significant. When present, the most efficient stimuli were cold 00 larynx mirror (28.6 percent) and frozen moist gauze wrapped onto spatula (27.3 percent). Concerning the oropharynx, the uvula (29.6 percent), the palatine tonsils (26.7 percent), the superior (25 percent) and inferior (21.2 percent) palatoglossi arches and the base of tongue (25 percent) were most sensitive to the applied stimuli. CONCLUSION: when the swallowing reflex was present, the uvula, the palatoglossi arches and the palatine tonsils were the most sensitive regions to trigger this reflex, and the most efficient stimuli to trigger swallowing were the cold 00 larynx mirror and the frozen moist gauze wrapped onto spatula.
Descritores: Transtornos de Deglutição/diagnóstico
Deglutição/fisiologia
Orofaringe/fisiologia
Reflexo/fisiologia
-Temperatura Corporal
Intervalos de Confiança
Temperatura Baixa
Equipamentos para Diagnóstico
Tonsila Palatina/fisiologia
Estimulação Física/instrumentação
Língua/fisiologia
Úvula/fisiologia
Adulto Jovem
Limites: Adolescente
Adulto
Feminino
Humanos
Masculino
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-457610
Autor: Patrocínio, Lucas Gomes; Rangel, Marcelo de Oliveira; Miziara, Gustavo Sousa Marques; Rodrigues, Alexandre Menezes; Patrocínio, José Antonio; Patrocinio, Tomas Gomes.
Título: Estudo comparativo entre cetorolaco e cetoprofeno no controle da dor pós-operatória de uvulopalatofaringoplastia / A comparative study between Ketorolac and Ketoprofen in postoperative pain after uvulopalatopharyngoplasty
Fonte: Rev. bras. otorrinolaringol;73(3):339-342, maio-jun. 2007. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: A dor no pós-operatório imediato apresenta-se como um grave problema, requerendo do médico uma adequada assistência. Na Otorrinolaringologia, merece atenção especial a dor após uvulopalatofaringoplastia (UPFP). OBJETIVO: Comparar a eficácia na analgesia pós-operatória do cetorolaco com o cetoprofeno em UPFP. PACIENTES E MÉTODOS: Estudo prospectivo, randomizado, duplo-cego com 24 pacientes submetidos à UPFP, divididos em 2 grupos, sendo que 14 receberam cetorolaco e 10 cetoprofeno. Avaliação da intensidade da dor através de escala visual analógica e necessidade do uso associado de opióide (tramadol). RESULTADOS: Dos 14 pacientes que receberam cetorolaco, apenas 3 (21 por cento) necessitaram uso complementar de opióide, enquanto que 7 (70 por cento) do grupo do cetoprofeno o fizeram. Após 12 horas de cirurgia, houve um predomínio de 71 por cento dos pacientes que receberam cetorolaco, com dor leve ou até ausência desta, enquanto 70 por cento dos do cetoprofeno referiram dor moderada ou incômoda. Após 24 horas de cirurgia, 60 por cento dos pacientes que fizeram uso de cetoprofeno referiam dor moderada a incômoda, ao passo que 86 por cento dos do cetorolaco referiram dor leve à ausência. CONCLUSÃO: Conclui-se que o cetorolaco é mais eficaz em relação ao cetoprofeno no tratamento da dor pós-operatória imediata de UPFP, pois houve dor de menor intensidade e menor uso de opióide.

Postoperative pain is a serious problem, requiring an appropriate response from the medical doctor. In otolaryngology special attention is needed after uvulopalatopharyngoplasty (UP3). AIM: To compare the efficacy of postoperative analgesia using ketorolac and ketoprofen after UP3. PATIENTS AND METHODS: A prospective, randomized, double-blind study was made of 24 patients that were divided into 2 groups (14 received ketorolac and 10 received ketoprofen). Pain intensity was based on an analog visual scale and the need for opioids (tramadol). RESULTS: Of the 13 patients that received ketorolac, 3 (21 percent) required opioids; 7 of 10 (70 percent) patients in ketoprofen group used opioids. 12 hours after surgery, 71 percent of the patients that received ketorolac had mild or absence of pain. 70 percent of the ketoprofen users reported moderate to significant pain. 24 hours after surgery, 60 percent of the patients using ketoprofen reported moderate to significant pain, while 86 percent of the ketorolac users reported mild or absence of pain. CONCLUSION: We concluded that ketorolac is more effective compared to ketoprofen in the treatment of immediate postoperative pain after UP3, as patients using ketorolac had less pain and used opioids to a lesser degree.
Descritores: Anti-Inflamatórios não Esteroides/uso terapêutico
Cetoprofeno/uso terapêutico
Cetorolaco/uso terapêutico
Dor Pós-Operatória/tratamento farmacológico
Palato Mole/cirurgia
Faringe/cirurgia
-Analgésicos Opioides/uso terapêutico
Método Duplo-Cego
Medição da Dor
Estudos Prospectivos
Tramadol/uso terapêutico
Úvula/cirurgia
Limites: Feminino
Humanos
Masculino
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-430573
Autor: Silva, Elisângela Ribeiro da; Oliveira Júnior, José Pereira de; Miranda, Sandro.
Título: Piercing intra e peri oral. Revisão bibliográfica / Update about intra-oral and perioral piercings
Fonte: Biosci. j;21(2):115-122, May-Aug. 2005.
Idioma: pt.
Resumo: A inserção de objetos de metal intra e peri-oral está aumentado em popularidade. Os piercings localizados dentro e em volta da cavidade oral são colocados na língua, lábios, dentes, bochechas e úvula e podem provocar inúmeras condições patológicas. Essas complicações vão desde a formação de cicatrizes, fratura dental, reações alérgicas ao metal até as infecções. Uma infecção negligenciada pode levar a hiperplasia tecidual e obstrução de vias aéreas. As técnicas e a prática dos piercings têm sido identificadas pelo National Institute of Health como um possível vetor para transmissão de doenças como a hepatite, tétano, tuberculose e até endocardite bacteriana, no caso de pacientes susceptíveis. Este artigo apresenta uma revisão literária sobre piercings intra e peri-oral, tendo como objetivo contribuir para a prática odontológica e despertar a atenção do cirurgião dentista para o possível aparecimento de problemas relacionados ao uso desses artefatos.
Descritores: Bochecha
Endocardite Bacteriana
Hepatite
Lábio
Boca
Tétano
Língua
Dente
Úvula
Limites: Masculino
Feminino
Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR396.3 - Biblioteca Setorial Umuarama


  9 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: lil-356131
Autor: Caiozzi, G; Cabrera, D; Mardónez, J. M; Saldías, F.
Título: Hierbas medicinales y graves efectos adversos: angioedema de úvula causado por uso de Ecballium elaterium / Herbal medicines and severe adverse effects: uvular angioedema caused by Echballium elaterium
Fonte: Rev. méd. Chile;130(12):1407-1410, dic. 2002.
Idioma: es.
Resumo: Herbal medicine is a growing alternative for established medicine. Many plants and herbs are currently in use for a myriad of diseases and symptoms. However, there are many reports in the literature of life-threatening adverse effects of these drugs. We report a 39 years old male, that consulted for pain in the nostrils and severe nasal obstruction, that appeared two hours after instilling Ecballium elaterirum in the nostrils. On physical examination, uvular edema was observed. The patient was successfully managed with intravenous betametasone and chlorphenamine.
Descritores: Angioedema
Doenças da Boca/induzido quimicamente
Fitoterapia/efeitos adversos
Úvula
-Angioedema
Anti-Inflamatórios
Antipruriginosos/uso terapêutico
Betametasona/uso terapêutico
Clorfeniramina/uso terapêutico
Doenças da Boca/tratamento farmacológico
Automedicação
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Responsável: CL12.1 - Biblioteca


  10 / 21 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Vasquez, E. C
Texto completo
Id: lil-350465
Autor: Araújo, M. T. M; Ouayoun, M; Poirier, J. M; Bayle, M. M; Vasquez, E. C; Fleury, B.
Título: Transitory increased blood pressure after upper airway surgery for snoring and sleep apnea correlates with the apnea-hypopnea respiratory disturbance index
Fonte: Braz. j. med. biol. res = Rev. bras. pesqui. méd. biol;36(12):1741-1749, Dec. 2003. ilus.
Idioma: en.
Resumo: A transitory increase in blood pressure (BP) is observed following upper airway surgery for obstructive sleep apnea syndrome but the mechanisms implicated are not yet well understood. The objective of the present study was to evaluate changes in BP and heart rate (HR) and putative factors after uvulopalatopharyngoplasty and septoplasty in normotensive snorers. Patients (N = 10) were instrumented for 24-h ambulatory BP monitoring, nocturnal respiratory monitoring and urinary catecholamine level evaluation one day before surgery and on the day of surgery. The influence of postsurgery pain was prevented by analgesic therapy as confirmed using a visual analog scale of pain. Compared with preoperative values, there was a significant (P < 0.05) increase in nighttime but not daytime systolic BP (119 ± 5 vs 107 ± 3 mmHg), diastolic BP (72 ± 4 vs 67 ± 2 mmHg), HR (67 ± 4 vs 57 ± 2 bpm), respiratory disturbance index (RDI) characterized by apnea-hypopnea (30 ± 10 vs 13 ± 4 events/h of sleep) and norepinephrine levels (22.0 ± 4.7 vs 11.0 ± 1.3 æg l-1 12 h-1) after surgery. A positive correlation was found between individual variations of BP and individual variations of RDI (r = 0.81, P < 0.01) but not between BP or RDI and catecholamines. The visual analog scale of pain showed similar stress levels on the day before and after surgery (6.0 ± 0.8 vs 5.0 ± 0.9 cm, respectively). These data strongly suggest that the cardiovascular changes observed in patients who underwent uvulopalatopharyngoplasty and septoplasty were due to the increased postoperative RDI.
Descritores: Hipertensão
Complicações Pós-Operatórias
Transtornos Respiratórios
Apneia Obstrutiva do Sono
Ronco
-Análise de Variância
Pressão Sanguínea
Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial
Catecolaminas
Frequência Cardíaca
Septo Nasal
Medição da Dor
Faringe
Polissonografia
Úvula
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 3 ir para página          
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde