Base de dados : LILACS
Pesquisa : A18.024.249.500.249.249 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 2 [refinar]
Mostrando: 1 .. 2   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 2 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-570542
Autor: Kieling-Rubio, MA; Droste, A; Windisch, PG.
Título: Germination and sporophytic development of Regnellidium diphyllum Lindman (Marsileaceae) in the presence of hexavalent chromium / Germinação e desenvolvimento esporofítico de Regnellidium diphyllum Lindman (Marsileaceae) na presença de cromo hexavalente
Fonte: Braz. j. biol;70(4,supl.0):1149-1153, Dec. 2010. graf, tab.
Idioma: en.
Resumo: Regnellidium diphyllum Lindman is a heterosporous fern, growing in aquatic environments and surrounding wetlands, which is assumed to be threatened by increasing water pollution and disappearance of its natural habitats. Among contaminants, hexavalent chromium - Cr(VI) - is known to be present in effluents from some leather tanning factories. Megaspore germination tests were performed using Meyer's solution, at concentrations 0 (control), 0.1, 0.5, 1, 5, 10, 15, 20, 30, 50, and 80 mg.L-1, from a standard solution of Titrisol® 1000 mg.L-1. The primary development of apomictic sporophytes was studied using solutions containing 0.025 to 4.8 mg.L-1 of Cr(VI). The experiments were conducted in a growth chamber at 24 ± 1 ºC and for a 12-hour photoperiod under fluorescent lights, providing a nominal irradiance of 77 µmol.m-2/s. Significant differences in megaspore germination, with subsequent sporophytic development, were verified from 0.5 mg.L-1 Cr(VI) concentration onwards. Growth of primary root and primary and secondary leaves was significantly reduced at 3.2 mg.L-1 Cr(VI) concentration or higher. Considering the pollution from Cr(VI) in some areas of R. diphyllum natural occurrence, these data indicate that low reproductive rates and disappearance of populations are likely to occur in these situations.

Regnellidium diphyllum Lindman é uma filicínea heterosporada que se desenvolve em ambientes aquáticos e áreas úmidas circundantes, sendo considerada ameaçada pelo aumento da poluição e desaparecimento dos seus hábitats naturais. Entre os contaminantes, o cromo hexavalente - Cr(VI) - é conhecido por estar presente nos efluentes de algumas indústrias de curtimento de couro. Testes de germinação foram realizados em meio líquido de Meyer, com concentrações de 0(controle); 0,1; 0,5; 1; 5; 10; 15; 20; 30; 50; e 80 mg.L-1 de Cr(VI), a partir de uma solução padrão de Titrisol® a 1000 mg.L-1. O desenvolvimento primário dos esporófitos apomíticos foi analisado em meios contendo de 0,025 a 4,8 mg.L-1 de Cr(VI). Os experimentos foram conduzidos em câmara de crescimento a 24 ± 1 ºC, fotoperíodo de 12 horas com lâmpadas fluorescentes fornecendo irradiância nominal de 77 µmol.m-2/s. Diferenças significativas na germinação dos megásporos e seu subsequente desenvolvimento foram verificadas a partir da concentração 0,5 mg.L-1 de Cr(VI). O crescimento da raiz primária e das folhas primárias e secundárias foi significativamente reduzido na concentração 3,2mg.L-1 de Cr(VI) ou superior. Considerando a poluição proveniente por Cr(VI) em algumas áreas de ocorrência natural de R. diphyllum, esses dados indicam que as baixas taxas de reprodução e mesmo o desaparecimento das populações podem ser esperadas nessas situações.
Descritores: Carcinógenos Ambientais/farmacologia
Cromo/farmacologia
Germinação/efeitos dos fármacos
Marsileaceae/efeitos dos fármacos
Óvulo Vegetal/efeitos dos fármacos
-Relação Dose-Resposta a Droga
Marsileaceae/crescimento & desenvolvimento
Óvulo Vegetal/crescimento & desenvolvimento
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 2 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-529931
Autor: Stefenon, Valdir M; Caprestano, Clarissa A.
Título: Monoicy in A. angustifolia (Bert. ) O. Kuntze (Araucariaceae): I. Morphological aspects of the reproductive structures
Fonte: An. acad. bras. ciênc;81(4):701-705, Dec. 2009. ilus.
Idioma: en.
Resumo: Araucaria angustifolia (Bert.) O. Kuntze is a dioecious conifer species native of Brazil. The rare occurrence of monoiceous specimens have been attributed to pathogenic infections or other injuries in adult trees. Here, the morphological characteristics of male and female cones and pollen grains of a monoiceous A. angustifolia are described. Male and female cones and pollen grains presented normal morphology, lacking any sort of injuries or infection and suggesting the existence of further grounds for the occurrence of monoicy in this conifer species.

Araucaria angustifolia (Bert.) O. Kuntze é uma conífera primariamente dióica nativa do Brasil. A ocorrência de raros exemplares monóicos tem sido creditada a infecções patogênicas ou outras injúrias em árvores adultas. Neste trabalho, as características morfológicas de cones masculinos e femininos e dos grãos de pólen de uma A. angustifolia monóica são descritas. Os cones masculinos e femininos e os grãos de pólen apresentaram morfologia normal, se a presença de qualquer tipo de injuria ou infecção, sugerindo a existência de outros mecanismos para a ocorrência de monoicia nesta conífera.
Descritores: Traqueófitas/anatomia & histologia
Óvulo Vegetal/anatomia & histologia
Pólen/anatomia & histologia
-Brasil
Traqueófitas/fisiologia
Polinização
Reprodução/fisiologia
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde