Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.043.075.189 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 49 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 5 ir para página              

  1 / 49 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-271028
Autor: Cassola Rojas, Marlene; Pérez Estévez, Cristina; Escobedo Carbonell, Angel; Núñez Fernández, Fidel Angel.
Título: Cryptosporidiosis en pacientes con sida: acciones de la enfermera / Cryptosporidiosis in AIDS patients. Nurse actions
Fonte: Rev. cuba. enferm;15(2):79-8, mayo-ago. 1999. tab.
Idioma: es.
Resumo: Cryptosporidium spp es una coccidia intestinal con una distribución mundial, que ha sido recientemente reconocida como una importante causa de cuadros diarreicos, malabsorción y pérdida de peso, y que puede llegar a constituir una amenaza para la vida de personas con compromiso inmunológico, como los pacientes con síndrome de inmunodeficiencia adquirida (SIDA). El propósito de este estudio fue reflejar las características de esta parasitosis, en un grupo de 24 pacientes seropositivos al virus de la inmunodeficiencia humana (VIH), que estuvieron ingresados en el Servicio de Medicina del Instituto "Pedro Kourí" (IPK), durante los años 1995 y 1996. Para el análisis de los datos se utilizó la prueba de comparación de proporciones; se encontró que todos los individuos parasitados por esta coccidia estaban comprendidos en el grupo IV de la infección por el VIH. La diarrea y la pérdida de peso fueron las alteraciones clínicas más frecuentemente asociadas con esta parasitosis en los 24 pacientes estudiados (100 porciento). Se revisó el papel fundamental que desempeña la enfermera en la prevención frente a esta problemática en los diferentes niveles de atención en salud
Descritores: Coccídios/parasitologia
Cryptosporidium
Enteropatias Parasitárias/enfermagem
Atenção à Saúde
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  2 / 49 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-625158
Autor: Souza, Rafael Queiroz de; Torres, Lilian Machado; Graziano, Kazuko Uchikawa; Turrini, Ruth Natália Teresa.
Título: Micro-organismos da subclasse Coccidia: resistência e implicações para o processamento de materiais de assistência à saúde / Microorganisms of the Coccidia subclass: resistance and implications for the aseptic processing of healthcare products / Microorganismos de la subclase Coccidia: resistencia e implicancias para el procesamiento de materiales de atención a la salud
Fonte: Rev. Esc. Enferm. USP;46(2):466-471, abr. 2012. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Este estudo teórico propõe uma reflexão sobre a resistência intrínseca da subclasse Coccidia, particularmente o gênero Cryptosporidium, considerado como um agente potencialmente patogênico para pacientes imunocomprometidos, e suas repercussões na prática assistencial. Atualmente, as diretrizes internacionais e nacionais aprovam como procedimento seguro a desinfecção química de alto nível de endoscópios digestivos, após sua limpeza. No entanto, estudos evidenciaram que micro-organismos da subclasse Coccidia, especificamente o Cryptosporidium, responsável por infecção entérica, são mais resistentes que as micobactérias e não são inativados pelos desinfetantes químicos de alto nível, exceto pelo Peróxido de Hidrogênio a 6% e 7,5%, formulação ainda não disponível no Brasil. Conclui-se que a legislação deve incluir este agente entre os micro-organismos teste para aprovação de desinfetantes químicos de alto nível e que as autoridades sanitárias devem se esforçar para garantir que os estabelecimentos de assistência à saúde tenham acesso a produtos eficazes contra o Cryptosporidium.

This theoretical study proposes a reflection on the intrinsic resistance of the subclass Coccidia, particularly the genus Cryptosporidium, considered to be potential pathogens for immunocompromised patients, and the implications for nursing practice. Currently, the international and national guidelines support the chemical disinfection of digestive system endoscopes after their cleansing as a safe and effective procedure. However, studies show that microorganisms of the subclass Coccidia, namely Cryptosporidium, responsible for enteric infection, are more resistant than mycobacteria and are not inactivated by high-level disinfectants, except for hydrogen peroxide 6% and 7.5%, which are not currently available in Brazil. We conclude that the legislation should include this agent among test microorganisms for approving high-level disinfectants. Health authorities should make efforts to ensure that healthcare institutions have access to effective disinfectants against Cryptosporidium.

Estudio teórico que propone reflexión sobre la resistencia intrínseca de la subclase Coccidia, particularmente el género Cryptosporidium, considerado agente potencialmente patogénico para pacientes inmunocomprometidos, y sus repercusiones para práctica asistencial. Actualmente, las normativas internacionales y nacionales aprueban como procedimiento seguro la desinfección química de alto nivel de endoscopios digestivos, luego de su limpieza. Mientras tanto, los estudios evidenciaron que microorganismos de subclase Coccidia, específicamente el Cryptosporidium, responsable por infección entérica, son más resistentes que las microbacterias y no son inactivados por desinfectantes químicos de alto nivel, excepto el Peróxido de Hidrógeno a 6% y 7,5%, formulación aún no disponible en Brasil. Se concluye en que la legislación debe incluir este agente entre los microorganismos de prueba para aprobación de desinfectantes químicos de alto nivel y que las autoridades sanitarias deben esforzarse para que los Establecimientos de Atención de Salud tengan acceso a productos eficaces contra el Cryptosporidium.
Descritores: Coccídios
Desinfecção
Endoscópios
Hospedeiro Imunocomprometido
Infecção Hospitalar
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta


  3 / 49 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Cupolillo, Elisa
Texto completo
Id: biblio-830049
Autor: Morgado, Fernanda Nazaré; Cavalcanti, Amanda dos Santos; Miranda, Luisa Helena de; O’Dwyer, Lúcia Helena; Silva, Maria Regina Lucas da; Menezes, Rodrigo Caldas; Andrade da Silva, Aurea Virgínia; Boité, Mariana Côrtes; Cupolillo, Elisa; Porrozzi, Renato.
Título: Hepatozoon canis and Leishmania spp. coinfection in dogs diagnosed with visceral leishmaniasis / Coinfecção com Hepatozoon canis e Leishmania spp. em cães diagnosticados com leishmaniose visceral
Fonte: Rev. bras. parasitol. vet;25(4):450-458, Sept.-Dec. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract This study describes the occurrence of dogs naturally co-infected with Hepatozoon canis and two Leishmania species: L. infantum or L. braziliensis. Four dogs serologically diagnosed with Visceral Leishmaniasis were euthanized. Liver and spleen samples were collected for histopathological analysis and DNA isolation. H. canis meronts were observed in tissues from all four dogs. H. canis infection was confirmed by PCR followed by sequencing of a fragment of 18S rRNA gene. Leishmania detection and typing was confirmed by ITS1' PCR-RFLP and parasite burden was calculated using ssrRNA quantitative qPCR. A DPP - Dual Path platform test was performed. One out (Dog #2) of four animals was asymptomatic. Dogs #1 and #4 were infected by L. infantum and were DPP test positive. Dogs #2 and #3 were infected by L. braziliensis and were DPP test negative. Furthermore, visceral dissemination was observed in Dogs #2 and #3, since L. braziliensis was detected in liver and spleen samples. The visceral dissemination of L. braziliensis associated with systemic signs suggested that this co-infection could influence the parasite burden and disease progression.

Resumo O presente estudo descreve a ocorrência de coinfecção com Hepatozoon canis e duas espécies de Leishmania (L. infantum ou L. braziliensis) em cães. Quatro cães sorologicamente diagnosticados com leishmaniose visceral foram eutanasiados. Amostras do baço e fígado foram submetidas à histopatologia e extração de DNA. Merontes de H. canis foram observados nos quatro cães. A infecção por H. canis foi confirmada por PCR e sequenciamento de um fragmento do gene 18S rRNA. A infecção por Leishmania e tipagem foram realizadas por PCR-RFLP do região intergênica ITS1. A carga parasitária foi calculada pela qPCR quantitativa baseada no gene ssrRNA. O teste DPP - Dual Path platform foi realizado. Apenas o Cão #2 era assintomático. Os cães #1 e #4 estavam infectados com L. infantum e foram positivos no DPP. Os cães #2 e #3 estavam infectados com L. braziliensis e foram negativos no DPP. Além disso, visceralização foi observada nos cães #2 e #3, nos quais L. braziliensis foi detectada em amostras de baço e fígado. A visceralização da L. braziliensis associada a sinais clínicos sistêmicos sugerem que esta coinfecção pode ter influenciado na carga parasitária e progressão da doença.
Descritores: Coccidiose/veterinária
Doenças do Cão/parasitologia
Coinfecção/veterinária
Leishmaniose Visceral/veterinária
-Polimorfismo de Fragmento de Restrição
Coccídios
Coccidiose/parasitologia
Leishmania infantum
Coinfecção/parasitologia
Leishmaniose Visceral/parasitologia
Limites: Animais
Cães
Responsável: NI15.1 - CEDOC - Centro de Documentación e Información


  4 / 49 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-899304
Autor: Oliveira, Patrícia Silva de; Ferreira, Matheus Alexandre; Silva, Lidiane Maria da; Rodrigues, Mariana Borges; Cardozo, Sergian Vianna; Berto, Bruno Pereira.
Título: Diversity and distribution of coccidia of wild birds in an Atlantic forest fragment area in southeastern Brazil / Diversidade e distribuição de coccídios de aves silvestres em uma área de fragmento de Mata Atlântica no sudeste do Brasil
Fonte: Rev. bras. parasitol. vet;26(4):457-464, Oct.-Dec. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Coccidia are protozoan parasites that are frequently observed in fecal samples from wild birds, and they are extremely important for biodiversity, host specificity and conservation. The aim of the present study was to identify and quantify the coccidian species from wild birds caught in a fragmented area of Atlantic Forest in the municipality of Guapimirim in the state of Rio de Janeiro, which is located around the Serra dos Órgãos National Park. A total of 101 birds were caught and identified. The highest prevalence and density were observed in the family Columbidae (Columbiformes). Among the families of Passeriformes, the highest prevalences and densities were of birds in the families Thraupidae and Turdidae. The majority of the positive samples and those with higher densities were collected in the afternoons. Eleven coccidian species of Isospora and Eimeria were identified. Seven of these species that were morphologically identified are undescribed in the scientific literature and are believed to be new species. The present study highlights the wide distribution and dispersion of coccidia of wild birds in southeastern Brazil, and records the municipality of Guapimirim, in the state of Rio de Janeiro, as a new locality for parasitism, along with the new hosts recorded.

Resumo Os coccídios são protozoários parasitas frequentemente observados em amostras fecais de aves silvestres, os quais têm extrema importância para a biodiversidade, especificidade hospedeira e conservação. O presente estudo teve como objetivo identificar e quantificar as espécies de coccídios de aves silvestres capturadas em uma área fragmentada de Mata Atlântica no município de Guapimirim, Estado do Rio de Janeiro, que está localizada no entorno do Parque Nacional da Serra dos Órgãos. Foram capturadas e identificadas 101 aves. A maior prevalência e densidades foram observadas na família Columbidae (Columbiformes). Nas famílias de Passeriformes, as maiores prevalências e densidades foram de aves das famílias Thraupidae e Turdidae. A maioria das amostras positivas e com maiores densidades foram coletadas no período da tarde. Foram identificadas onze espécies de Eimeria e Isospora. Sete dessas espécies morfologicamente identificadas não estão descritas na literatura científica e devem ser novas espécies. O presente trabalho expõe a ampla distribuição e dispersão de coccídios de aves silvestres no sudeste do Brasil e registra o município de Guapimirim, no estado do Rio de Janeiro, como uma nova localidade de parasitismo, além dos novos hospedeiros registrados.
Descritores: Doenças das Aves/parasitologia
Aves/parasitologia
Coccídios/isolamento & purificação
Coccidiose/veterinária
Animais Selvagens/parasitologia
-Brasil
Florestas
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 49 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-888744
Autor: Oliveira, A T; Araújo, M L G; Pantoja-Lima, J; Aride, P H R; Tavares-Dias, M; Brinn, R P; Marcon, J L.
Título: Cyrilia sp. (Apicomplexa: Haemogregarinidae) in the Amazonian freshwater stingray Potamotrygon wallacei (cururu stingray) in different hydrological phases of the Rio Negro / Cyrilia sp. (Apicomplexa: Haemogregarinidae) na arraia de água doce Amazônica Potamotrygon wallacei (arraia cururu) em diferentes fases do ciclo hidrológico do Rio Negro
Fonte: Braz. j. biol;77(2):413-416, Apr.-June 2017. graf.
Idioma: en.
Projeto: FAPEAM; . CNPq.
Resumo: Abstract Intraerythrocytic parasites are frequently found in fish, including elasmobranchs. The Amazonian rivers present well defined annual hydrological cycles that results in drastic modifications of the environmental conditions with deep implications in the life cycle of the whole associated biota in those fluvial systems. The freshwater stingray Potamotrygon wallacei (stingray cururu) is a new species restricted to the Middle Rio Negro basin and it is subject to strong alterations in their natural habitats (igapós) a result of the constant variations in the water level of Rio Negro. This work demonstrates the occurrence of intraerythrocytic parasite Cyrilia sp. in this stingray species. Additionally, the prevalence and quantification of hemoparasites in different phases of Rio Negro were also established. Field sampling was carried in the Archipelago of Mariuá, Middle Rio Negro, involving different stages of the water cycle. The intraerythrocytic parasites were quantified by direct counting in blood smears using a total counting of 2000 erythrocytes in each blood smear. The presence of parasites intraerythrocytic generates changes in the morphology of blood cell. The largest amount of the hemoparasites was recorded in the drought period. We observed a decreasing tendency in the number of parasites in the blood between the drought periods and inundation. We concluded that the level of Negro River influences the incidence of intraerythrocytic parasites in the cururu stingray and the drought represents the period of larger susceptibility to the infestation.

Resumo Parasitas intraeritrocitários são frequentemente encontrados em peixes, incluindo elasmobrânquios. Os rios Amazônicos possuem ciclos hidrológicos anuais que resultam em modificações drásticas nas condições ambientais, com implicação profunda no ciclo de vida associada a biota dos sistemas fluviais. A arraia de água doce Potamotrygon wallacei (arraia cururu) é uma nova espécie restrita a bacia do médio Rio Negro e sujeita a fortes alterações em seus habitats naturais (igapós) resultantes das constantes variações do nível de água do Rio Negro. Este trabalho demonstra a ocorrência de parasita intraeritrocitário Cyrilia sp. em espécimes de arraias de água doce. Além disso, a prevalência e quantificação de hemoparasitas em diferentes fases do Rio Negro foi estabelecida. Coletas de campo foram realizadas no Arquipélago de Mariuá, médio Rio Negro, envolvendo diferentes fases do ciclo hidrológico. Os parasitas intraeritrocitários foram quantificados por contagem direta em esfregaços de sangue usando a contagem total de 2000 eritrócitos em cada esfregaço sanguíneo. A presença de parasitas intraeritrocitários gera alterações na morfologia da célula sanguínea. A maior quantidade dos hemoparasitas foi registrado no período de seca. Observou-se a tendência de diminuição no número de parasitas no sangue entre o período de seca e de cheia. Concluiu-se que o nível de Rio Negro influencia a incidência de parasitas intraeritrocitários na arraia cururu, e a seca representa o período de maior susceptibilidade à infestação.
Descritores: Rajidae
Coccídios/isolamento & purificação
Coccidiose/veterinária
Doenças dos Peixes/epidemiologia
-Brasil/epidemiologia
Coccidiose/parasitologia
Coccidiose/epidemiologia
Rios
Eritrócitos/parasitologia
Doenças dos Peixes/parasitologia
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 49 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-888748
Autor: Curi, N H A; Paschoal, A M O; Massara, R L; Santos, H A; Guimarães, M P; Passamani, M; Chiarello, A G.
Título: Risk factors for gastrointestinal parasite infections of dogs living around protected areas of the Atlantic Forest: implications for human and wildlife health / Fatores de risco para infecções parasitárias gastrointestinais em cães do entorno de áreas protegidas da Mata Atlântica: implicações para a saúde humana e da vida selvagem
Fonte: Braz. j. biol;77(2):388-395, Apr.-June 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: CNPQ; . FAPEMIG.
Resumo: Abstract Despite the ubiquity of domestic dogs, their role as zoonotic reservoirs and the large number of studies concerning parasites in urban dogs, rural areas in Brazil, especially those at the wildlife-domestic animal-human interface, have received little attention from scientists and public health managers. This paper reports a cross-sectional epidemiological survey of gastrointestinal parasites of rural dogs living in farms around Atlantic Forest fragments. Through standard parasitological methods (flotation and sedimentation), 13 parasite taxa (11 helminths and two protozoans) were found in feces samples from dogs. The most prevalent were the nematode Ancylostoma (47%) followed by Toxocara (18%) and Trichuris (8%). Other less prevalent (<2%) parasites found were Capillaria, Ascaridia, Spirocerca, Taeniidae, Acantocephala, Ascaris, Dipylidium caninum, Toxascaris, and the protozoans Cystoisospora and Eimeria. Mixed infections were found in 36% of samples, mostly by Ancylostoma and Toxocara. Previous deworming had no association with infections, meaning that this preventive measure is being incorrectly performed by owners. Regarding risk factors, dogs younger than one year were more likely to be infected with Toxocara, and purebred dogs with Trichuris. The number of cats in the households was positively associated with Trichuris infection, while male dogs and low body scores were associated with mixed infections. The lack of associations with dog free-ranging behavior and access to forest or villages indicates that infections are mostly acquired around the households. The results highlight the risk of zoonotic and wildlife parasite infections from dogs and the need for monitoring and controlling parasites of domestic animals in human-wildlife interface areas.

Resumo Apesar da ubiquidade dos cães domésticos, de seu papel como reservatório de doenças, e do grande número de estudos sobre parasitas de cães urbanos, as áreas rurais no Brasil, especialmente aquelas na interface entre animais silvestres - animais domésticos - humanos, tem recebido pouca atenção de cientistas e gestores de saúde pública. Este artigo relata um estudo epidemiológico seccional de parasitas gastrointestinais de cães rurais em propriedades no entorno de fragmentos de Mata Atlântica. Através de métodos parasitológicos como flutuação e sedimentação, 13 táxons de parasitas (11 helmintos e dois protozoários) foram encontrados em amostras de fezes dos cães. O mais prevalente foi o nematóide Ancylostoma (47%), seguido por Toxocara (18%) e Trichuris (8%). Outros parasitas menos prevalentes (<2%) encontrados foram Capillaria, Ascaridia, Spirocerca, Taeniidae, Acantocephala, Ascaris, Dipylidium caninum, Toxascaris, e os protozoários Cystoisospora and Eimeria. Infecções mistas foram detectadas em 36% das amostras, a maioria por Ancylostoma e Toxocara. Vermifugações prévias não foram associadas a infecções, indicando que esta medida preventiva está sendo realizada incorretamente pelos proprietários. Com relação aos fatores de risco, cães com menos de um ano tiveram maior probabilidade de infecção por Toxocara, e os cães de raça pura por Trichuris. O número de gatos na propriedade foi associado positivamente com a infecção por Trichuris, enquanto cães machos e baixos escores corporais foram associados a infecções mistas. A ausência de associações com comportamento de vida livre e acesso a florestas ou vilas pelos cães indica que as infecções estão sendo predominantemente adquiridas nas propriedades. Os resultados destacam o risco de infecções parasitárias zoonóticas e para animais silvestres a partir dos cães, e a necessidade de monitorar e controlar os parasitas de animais domésticos em áreas de interface entre humanos e a vida selvagem.
Descritores: Coccídios/isolamento & purificação
Coccidiose/epidemiologia
Doenças do Cão/epidemiologia
Helmintíase Animal/epidemiologia
Helmintos/isolamento & purificação
-Brasil/epidemiologia
Zoonoses/epidemiologia
Coccidiose/parasitologia
Conservação dos Recursos Naturais
Doenças do Cão/parasitologia
Coinfecção/parasitologia
Coinfecção/veterinária
Coinfecção/epidemiologia
Floresta Úmida
Helmintíase Animal/parasitologia
Limites: Animais
Masculino
Feminino
Cães
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 49 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1013745
Autor: Cardozo, Sergian Vianna; Berto, Bruno Pereira; Caetano, Inês; Thomás, André; Santos, Marcos; Fonseca, Isabel Pereira da; Lopes, Carlos Wilson Gomes.
Título: Coccidian parasites from birds at rehabilitation centers in Portugal, with notes on Avispora bubonis in Old World / Coccídios parasitas de aves em centros de reabilitação em Portugal, com notas sobre Avispora bubonis no Velho Mundo
Fonte: Rev. bras. parasitol. vet;28(2):187-193, Apr.-June 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Portugal has some rehabilitation centers for wild animals, which are responsible for the rehabilitation and reintroduction of birds, among other animals, into the wild. Coccidian parasites of these wild birds in rehabilitation centers are especially important because these centers can introduce coccidian species into new environments through the reintroduction of their respective hosts. In this context, the current study aimed to identify intestinal coccidia from wild birds at two rehabilitation centers for wild animals located in two municipalities of Portugal. Eighty-nine wild birds of 9 orders and 11 families were sampled, of which 22 (25%) were positive for Coccidia. Avispora spp. were found in raptors. Sporocysts of Sarcocystinae subfamily were recovered from owls. An Isospora sp. was found in Turdus merula Linnaeus, 1758, and an Eimeria sp. was found in Fulica atra Linnaeus, 1758. Among the coccidian species, Avispora bubonis (Cawthorn, Stockdale, 1981) can be highlighted. The finding of this species indicates that transmission of coccidians from the New World to the Old World may be occurring, potentially through dispersion by Bubo scandiacus (Linnaeus, 1758) through Arctic regions or by means of anthropic activities, and/or through other unknown mechanisms.

Resumo Portugal possui alguns centros de reabilitação de animais silvestres, responsáveis ​​pela reabilitação e reintrodução de aves, entre outros animais, na natureza. Os coccídios parasitas dessas aves silvestres em centros de reabilitação são especialmente importantes porque esses centros podem introduzir espécies de coccídios em novos ambientes através da reintrodução de seus respectivos hospedeiros. Neste contexto, o presente estudo visou identificar coccídios intestinais de aves silvestres em dois centros de reabilitação de animais silvestres localizados em dois municípios de Portugal. Oitenta e nove aves silvestres de 9 ordens e 11 famílias foram amostradas, das quais 22 (25%) foram positivas para coccídios. Avispora spp. foram encontradas em aves de rapina. Esporocistos de coccídios da subfamilia Sarcocystinae foram encontrados em corujas. Uma Isospora sp. foi encontrada em Turdus merula Linnaeus, 1758 e uma Eimeria sp. foi encontrada em Fulica atra Linnaeus, 1758. Entre as espécies de coccídios, Avispora bubonis (Cawthorn, Stockdale, 1981) pode ser destacada. O encontro dessa espécie indica que a transmissão de coccídios do Novo Mundo para o Velho Mundo pode estar ocorrendo, potencialmente através da dispersão por Bubo scandiacus (Linnaeus, 1758) pelas regiões árticas ou por meio de atividades antrópicas, e/ou através de outros mecanismos desconhecidos.
Descritores: Doenças das Aves/parasitologia
Aves/parasitologia
Coccídios/isolamento & purificação
Coccidiose/veterinária
-Portugal
Centros de Reabilitação
Aves/classificação
Coccídios/classificação
Coccidiose/diagnóstico
Fezes/parasitologia
Animais Selvagens
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 49 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-897137
Autor: Cazorla Perfetti, Dalmiro José; Acosta Quintero, María Eugenia; Morales Moreno, Pedro.
Título: Aspectos epidemiológicos de coccidiosis intestinales en comunidad rural de la Península de Paraguaná, estado Falcón, Venezuela / Epidemiological aspects of intestinal coccidiosis in a rural community of Paraguaná peninsula, Falcon state, Venezuela
Fonte: Rev. Univ. Ind. Santander, Salud;50(1):67-78, ene.-mar. 2018. tab.
Idioma: es.
Resumo: Resumen Introducción: Las coccidiosis intestinales ocasionadas por Cryptosporidium, Cystoisospora belli y entre abril- junio de 2015, se realizó un estudio prospectivo, descriptivo y transversal para Cyclospora cayetanensis constituyen patologías parasitarias de alta relevancia en la Salud Pública. Objetivo: Determinar la prevalencia y parámetros epidemiológicos de coccidiosis intestinales en 188 habitantes de "El Hato", Estado Falcón, Venezuela. Metodología: Para la identificación de los probables factores de riesgos asociados a las coccidiosis intestinales se usó una ficha encuesta-epidemiológica. El diagnóstico parasitológico se realizó con el método directo y la coloración de Kinyoun. Resultados: La prevalencia global de parasitosis intestinales fue 64,36%, siendo Blastocystis spp. el taxón más frecuentemente observado (39,89%). La prevalencia de coccidios intestinales fue 37,23%, observándose prevalencias de 32,98% para Cyclospora cayetanensis, 26,60% para Cryptosporidium spp. y 3,19% para Cystoisospora belli. Con la aplicación del análisis de regresión logística múltiple se determinó como potenciales factores de riesgo independientes significativamente involucrados en la transmisión de las entero-coccidiosis: lavado inadecuado de manos [Odds Ratio (OR) = 1,89], el consumo de "comidas rápidas" (OR=1,26), empleo del agua más frecuentemente para aseo personal y lavado de vestimentas (OR=2,88), tener un nivel socio-económico bajo (nivel IV/V-Graffar) (OR=1,41), nivel de instrucción de la madre (primaria/secundaria) (OR=0,53), que se realice limpieza del hogar interdiario (OR=2,95), y que se posea animales (OR=2,06). Conclusiones: Los hallazgos de esta investigación muestran que las infecciones ocasionadas por los coccidios intestinales aun representan un problema de salud pública en las áreas rurales de Venezuela.

Abstract Introduction: Intestinal coccidioses caused by Cryptosporidium sp., Cystoisospora belli and Cyclospora cayetanensis are parasitic diseases of major clinical importance in Public Health. Objective: Between April to June 2015, a prospective, descriptive and cross-sectional survey was designed to determine the prevalence and epidemiological profiles of intestinal coccidioses in 188 inhabitants of "El Hato", Falcon State, Venezuela. Methods: Probable risk factors for intestinal coccidioses were identified by using epidemiological questionnaires. The diagnosis of coccidian infection was made by direct wet-mounting and Kinyoun staining. Results: The overall prevalence of intestinal parasitosis was 64.36%, and Blastocystis spp. was the most prevalent taxa (39.89%). Enterococcidioses prevalence was 37.23%, detecting prevalence values of 32.98% for Cyclospora cayetanensis, 26.60% for Cryptosporidium spp. and 3.19% for Cystoisospora belli. Multiple logistic regression analysis allowed us to determine as independent potential risk factors for transmission of these enterococciodioses: inappropriate hand washing [Odds Ratio (OR) = 1.89], fast food consumption (OR=1.26), major use of water for personal and clothes washing (OR=2.88), low socio-economic status (level IV/V-Graffar) (OR=1.41), mother's educational status (primary/secondary school) (OR=0.53), non-daily home cleaning (OR=2.95), and keeping domestic animals (OR=2.06). Conclusions: Findings of this study showed that infections caused by intestinal coccidian infections are still remains as a serious health problem in rural areas of Venezuela.
Descritores: Coccídios
-Venezuela
Prevalência
Criptosporidiose
Cryptosporidium
Cyclospora
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: CO48.1 - Biblioteca Médica


  9 / 49 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Ahid, Silvia Maria Mendes
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-966762
Autor: Pereira, Josivania Soares; Teixeira, Guilherme Moniz Sodré Lopes; Pereira, Arickson Wesley da Silva; Fonseca, Zuliete Aliona Araújo de Souza; Paiva, Kaliane Alessandra Rodrigues de; Marques, Iris da Silva; Ahid, Sílvia Maria Mendes.
Título: Eimeria intricata Spiegel, 1925 em ovinos de Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil / Eimeria intricata Spiegel, 1925 in sheep Mossoro, Rio Grande do Norte, Brazil
Fonte: Rev. bras. ciênc. vet;24(2):69-71, abr.-jun./2017. il..
Idioma: pt.
Resumo: Objetivou-se identificar através da morfometria, espécimes de Eimeria em ovinos. Realizou-se oocistograma (OOPG) em 50 ovinos da raça Dorper de Mossoró, RN. As amostras fecais positivas no OOPG foram submetidas à esporulação em solução aquosa de bicromato de potássio 2,5% por sete dias, sob temperatura ambiente (≅ 27ºC). Foi feita identificação de 100 oocistos selecionados aleatoriamente no exame de microscopia óptica (objetiva de 40X, fator de correção 0,333). Os dados foram expressos em média, desvio padrão, valores mínimos e máximos, calculados pelo programa estatístico SPSS (Statistical Package for the Social Sciences) 21.0. Os coccídeos, objeto deste trabalho, classificados em Eimeria intricata Spiegel, 1925 apresentaram: oocisto com média de comprimento 50,83µm (43,29-53,28µm); largura média 36,18µm (33,30-39,96µm) e índice morfométrico médio 1,40 (1,18-1,60); esporocisto com média de comprimento 19,09µm (16.65-9,98µm); largura média 11,98 (9,99-13,32µm) e índice morfométrico médio 1,60µm (1,50-2,0µm). Este registro amplia o conhecimento da ocorrência de E intricata em mais uma localidade do Nordeste brasileiro e auxilia a reconhecer que a existência da mesma nos rebanhos ovinos do Rio Grande do Norte pode não desencadear quadros patogênicos, mas indica falhas no manejo dos animais.

The objective of this study was to identify morphometry, Eimeria specimens of Dorper sheep of Mossoró, RN. Oocyst (OOPG) was performed on 50 sheep. Positive faecal samples in the OOPG were submitted to sporulation in aqueous solution of 2.5% potassium dichromate for seven days, at room temperature (≅ 27ºC). Identification of 100 randomly selected oocysts was performed on the optical microscopy (objective 40X, correction factor 0.333). Data were expressed as mean, standard deviation, minimum and maximum values, calculated by the statistical program SPSS (Statistical Package for the Social Sciences) 21.0. The coccidia, object of this work, classified in Eimeria intricata Spiegel, 1925 presented: oocyst with average length 50.83µm (43.29-53.28µm); Mean width 36.18µm (33.30-39.96µm) and mean morphometric index 1.40 (1.18-1.60); Sporocyst with a mean length of 19.09µm (16.65-9.98µm); Mean width 11.98 (9.99-13.32µm) and mean morphometric index 1.60µm (1.50-2.0µm). This record amplifies the knowledge of the occurrence of E.intricata in another locality of the Northeast of Brazil and helps to recognize that the existence of the same in the sheep flocks of Rio Grande do Norte may not trigger pathogenic conditions, but indicates failures in the management of the animals.
Descritores: Ovinos
Oocistos
-Coccídios
Limites: Animais
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR409.1 - Biblioteca


  10 / 49 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-941152
Autor: Long, Peter(edt).
Título: The biology of coccidia.
Fonte: [Baltimore]; [University Park Press]; [1982]. 502 p.
Idioma: en.
Descritores: Coccídios/classificação
Coccídios/crescimento & desenvolvimento
Coccídios/microbiologia
Limites: Animais
Responsável: BR1719.1 - Biblioteca do CPqRR
BR1719.1; 636.089, L848b, 1982. 014055



página 1 de 5 ir para página              
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde