Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.050 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 60255 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 6026 ir para página                         

  1 / 60255 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: lil-340733
Autor: Parga Filho, José Rodrigues; Cattani, Cesar Augusto Mastrofrancisco.
Título: Ressonância magnética na avaliaçäo das artérias coronárias, perspectivas e estado da arte: angiografia coronária e avaliaçäo da parede arterial por ressonância magnética / Magnetic resonance imaging in the evaluation of coronary arteries, state of the art and future role: coronary angiography and vesel wall evaluation by magnetic resonance imagin
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;12(1):87-95, jan.-fev. 2002. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: A doença arterial coronária é a principal causa de morte nos países ocidentais. Apesar das conhe-cidas limitações e de novos conceitos funcionais, a cineangiocoronariografia contrastada é ainda ométodo padräo-ouro na avaliaçäo da árvore coronária. Estudos de angiografia coronária por resso-nância magnética tiveram e ainda têm de contornar problemas técnicos de aquisiçäo e pós-processa-mento das imagens para aumentar sua confiabilidade diagnóstica.As primeiras tentativas apresentaram resultados limitados; entretanto, a introduçäo de técnicascom seqüências rápidas em apnéia (primeira geraçäo), do "navegador" (segunda geraçäo) e de abor-dagens mais recentes (espiral, "dark blood" e antenas paralelas) contribuiu para ampliar a acuráciadiagnóstica. Finalmente, a utilizaçäo de agente paramagnético (gadolínio) como contraste permitiumelhorar a qualidade das imagens.Suas principais aplicações clínicas säo: avaliações de anomalias congênitas, enxertos, e detecçäode obstruções nos segmentos proximal e médio das coronárias.Estudos da literatura relataram variados graus de sensibilidade e especificidade na avaliaçäo dasartérias coronárias. O luminograma, principal forma de quantificaçäo da lesäo coronária na atualidade,pode näo ser fidedigno na avaliaçäo da gravidade da doença aterosclerótica. Recentemente, a análiseda parede arterial por ressonância magnética mostrou diferenças significativas entre artérias de indi-víduos normais e pacientes com aterosclerose coronária, ampliando o espectro de informações sobrea doença. Em conclusäo, a evoluçäo da ressonância magnética tem permitido, de forma näo-invasiva,resultados cada vez mais animadores na avaliaçäo da árvore e da parede coronária, com grandeimpacto na detecçäo precoce, evolutiva, bem como no acompanhamento terapêutico da doença arte-rial coronária
Descritores: Doença das Coronárias
-Angiografia
Limites: Humanos
Animais
Coelhos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  2 / 60255 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-698818
Autor: Hernández Carrillo, Mauricio; Gutiérrez Martínez, María Isabel.
Título: Factores de riesgo asociados a la intimidación escolar en instituciones educativas públicas de cuatro municipios del departamento del Valle del Cauca. Año 2009 / Risk Factors Associated With School Bullying in Local Authority Schools in Four Municipalities of Valle del Cauca, Colombia. Year 2009
Fonte: Rev. colomb. psiquiatr;42(3):238-247, jul.-set. 2013. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: Resumen Objetivo: Determinar la asociación relación familiar-social con la intimidación escolar (IE) entre pares en instituciones educativas públicas de cuatro municipios del Departamento del Valle del Cauca en 2009. Métodos: Estudio de casos y controles apareados por sexo e institución educativa. La población de estudio provino de una base de datos secundaria aportada por la Secretaría Departamental de Salud, la cual estaba constituida por escolares matriculados en grados de 6.° a 11.°. Se aplicó la escala de CISNEROS y el APGAR familiar. Mediante regresión logística condicionada, se obtuvo un modelo explicativo de la IE. Resultados: Se encontró que los escolares que viven en un entorno familiar donde prevalece la violencia verbal y física y además tienen un vecindario hostil son más vulnerables a la IE. El riesgo de ser víctima de intimidación escolar se explicó por: la disfunción familiar (odds ratio [OR] = 2,67; intervalo de confianza del 95% [IC95%], 1,05-6,82), la agresión verbal en el hogar (OR = 2,81; IC95%, 1,45-5,46), padres castigadores (OR = 2,53; IC95%, 1,12-5,75) y vecinos que se agreden físicamente (OR = 1,87; IC95%, 1,00-3,56). Conclusiones: Se ratifica lo mencionado por López, quien plantea que la victimización y el rechazo escolar en la adolescencia se relacionan con factores externos al aula, como la calidad de la comunicación entre padres e hijos. Respecto a la influencia familiar en la IE, Bowes indica que la atmósfera positiva familiar se asocia significativamente con la resiliencia de los escolares a la victimización. Por otra parte, ser castigado de forma física genera al escolar problemas de autoestima que llevan a la carencia de actitudes de protección ante las agresiones que se presentan en la escuela.

Abstract Objective: To determine the association between family and social relationships and School Bullying (SB) among peers in public education institutions in four municipalities of the department of Valle del Cauca, Colombia, during 2009. Methods: A case-control study matched by sex and educational institution was carried out. The study population came from a secondary database provided by the Departof Health Secretaryhealth, which consisted of data gathered in a survey of schoolchildren enrolled in grades 6 to 11. The CISNEROS scale and the Family APGAR test were applied to measure outcome and exposure variables. A conditional logistic regression model was obtained to explain SB. Results: It was found that schoolchildren living with a family where verbal and physical violence prevails, as well as in a hostile neighborhood, are more vulnerable to SB. The probability of being an SB victim is explained by: family dysfunction (OR=2.67; 95%CI, 1.05-6.82), verbal aggression at home (OR=2.81; 95%CI, 1.45-5.46), physical punishing parents (OR=2.53; 95%CI, 1.12-5.75), and neighbors who are physically aggressive to each other (OR=1.87; 95% CI, 1.00-3.56). Conclusions: The study confirmed that reported by Lopez, who suggested that victimization and school rejection in adolescence is related to factors outside the classroom, such as the quality of communication between parents and children. As regards family influence in the SB, Bowes indicates that a positive family atmosphere is significantly associated with the resilience of school victimization. Furthermore, being physically punished by parents generates low self-esteem in the schoolchild that leads to lack of self-protective attitudes to the attacks that occur within the school.
Descritores: Violência
Bullying
-Fatores de Risco
Agressão
Educação
Relações Familiares
Abuso Físico
Limites: Humanos
Animais
Masculino
Criança
Adolescente
Responsável: CO78 - Asociación Colombiana de Psiquiatría


  3 / 60255 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Coelho, Humberto Eustáquio
Texto completo
Id: biblio-1012003
Autor: Magalhães, Fernanda Oliveira; Uber-Bucek, Elizabeth; Ceron, Patricia Ibler Bernardo; Name, Thiago Fellipe; Coelho, Humberto Eustáquio; Barbosa, Claudio Henrique Gonçalves; Carvalho, Tatiane; Groppo, Milton.
Título: Chronic treatment with hydroalcoholic extract of Plathymenia reticulata promotes islet hyperplasia and improves glycemic control in diabetic rats / Tratamento crônico com extrato hidroalcoólico de Plathymenia reticulata promove hiperplasia de ilhotas e controle glicêmico em ratos diabéticos
Fonte: Einstein (Säo Paulo);17(3):eAO4635, 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: To investigate the anti-hyperglycemic effects of Plathymenia reticulata hydroalcoholic extract and related changes in body weight, lipid profile and the pancreas. Methods: Diabetes was induced in 75 adult male Wistar rats via oral gavage of 65mg/Kg of streptozotocin. Rats were allocated to one of 8 groups, as follows: diabetic and control rats treated with water, diabetic and control rats treated with 100mg/kg or 200mg/kg of plant extract, and diabetic and control rats treated with glyburide. Treatment consisted of oral gavage for 30 days. Blood glucose levels and body weight were measured weekly. Animals were sacrificed and lipid profile and pancreatic tissue samples analyzed. Statistical analysis consisted of ANOVA, post-hoc Tukey-Kramer, paired Student's t and χ2 tests; the level of significance was set at 5%. Results: Extract gavage at 100mg/kg led to a decrease in blood glucose levels in diabetic rats in the second, third (198.71±65.27 versus 428.00±15.25) and fourth weeks (253.29±47.37 versus 443.22±42.72), body weight loss (13.22±5.70 versus 109.60±9.95) and lower cholesterol levels (58.75±3.13 versus 80.11±4.01) in control rats. Extract gavage at 200mg/Kg led to a decrease in glucose levels on the fourth week in diabetic rats, body weight loss in the second, third and fourth weeks in control rats, and lower cholesterol levels in diabetic and control rats. Islet hyperplasia (p=0.005) and pancreatic duct dilation (p=0.047) were observed in diabetic and control rats. Conclusion: Plathymenia extract reduced blood glucose levels in diabetic rats, and body weight in control rats, and promoted pancreatic islet hyperplasia in diabetic and control rats.

RESUMO Objetivo: Avaliar o efeito anti-hiperglicêmico do extrato hidroalcoólico de Plathymenia reticulata, alterações no peso, lipídeos e efeito sobre o pâncreas. Métodos: O diabetes foi induzido pela administração de estreptozotocina 65mg/kg, em 75 ratos Wistar adultos machos, divididos em 8 grupos diferentes: ratos diabéticos e controle + água, ratos diabéticos e controle + 100mg/kg ou 200mg/kg de extrato, ratos diabéticos e controle + gliburida. O tratamento foi realizado por gavagem (oral) por 30 dias. Níveis de glicose e peso foram verificados semanalmente. Os animais foram sacrificados, e amostras de lipídeos e do pâncreas foram analisadas. A análise estatística incluiu ANOVA, post-hoc Tukey-Kramer, teste t de Student pareado e teste do χ2, com nível de significância de 5%. Resultados: O extrato 100mg/kg promoveu redução nos níveis de glicose sanguínea em ratos diabéticos na segunda, terceira (198,71±65,27 versus 428,00±15,25) e quarta semanas (253,29±47,37 versus 443,22±42,72), perda de peso (13,22±5,70 versus 109,60±9,95) e diminuição do colesterol (58,75±3,13 versus 80,11±4,01) em ratos controle. Com extrato de 200mg/kg, houve redução dos níveis de glicose na quarta semana, nos ratos diabéticos; de peso na segunda, terceira e quarta semanas, nos ratos controle; e de colesterol nos animais diabéticos e controle. Ocorreram hiperplasia de ilhotas (p=0,005) e dilatação dos ductos pancreáticos (p=0,047) em ratos diabéticos e controles. Conclusão: O extrato de Plathymenia reduziu os níveis de glicose em ratos diabéticos e de peso em ratos controle, além de ter promovido hiperplasia de ilhotas pancreáticas em diabéticos e controles.
Descritores: Extratos Vegetais/farmacologia
Diabetes Mellitus Experimental/tratamento farmacológico
Hipoglicemiantes/farmacologia
Fabaceae
-Glicemia/análise
Peso Corporal/efeitos dos fármacos
Colesterol
Ratos Wistar
Estreptozocina
Folhas de Planta
Diabetes Mellitus Experimental/induzido quimicamente
Modelos Animais de Doenças
Hiperplasia/patologia
Fitoterapia
Limites: Animais
Masculino
Ratos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 60255 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-885701
Autor: Barbieri, Renato Lamounier; Parreira, Suely de Fátima; Studart, Sarah do Valle; Da-Silva, Aline Riquena; Duarte, Ivone da Silva; Leme, Pedro Luiz Squilacci.
Título: Stem cells hematopoietic niches and inflammatory response to different synthetic prosthesis implanted in rat with incisional hernias / Nichos de células-tronco hematopoiéticas e resposta inflamatória a diferentes próteses sintéticas na parede abdominal de ratos com hérnias incisionais
Fonte: ABCD arq. bras. cir. dig;30(2):108-113, Apr.-June 2017. graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Background: Extramedullary hematopoiesis depends on complex pathophysiological mechanisms linked to hematopoietic stem cells and the proteins considered mediators of the inflammation. The identification of hematopoietic cells outside bone marrow in the adult is an occurrence that can occasionally follows the inflammatory response, was considered a secondary occurrence, but current biomolecular studies have changed that concept. Aim: Describe the presence of clusters of precursor cells of platelets (megakaryocytes), and cells of the inflammatory response in the abdominal wall and spleen of rats with experimentally induced incisional hernias and repaired with different synthetic prostheses. Methods: Twenty-five rats with incisional hernias previously performed, were divided into groups of five animals each: Group 1, repair of the hernia defect without prosthetic implant; Group 2, repair with polypropylene prosthesis; Group 3, repair using polypropylene with low weight; Group 4, the use of polypropylene and polyglecaprone prosthesis; Group 5, of polypropylene and polyglactin prosthesis. All prostheses were cut in rhombus format with area 2,625 cm². The animals were reoperated after 10 days, the abdominal walls were removed with the viscera attached to them and the material was processed for histological study. Results: Megakaryocyte niches in the abdominal wall and spleen, occasionally removed together with the adhesions produced in animals with implantation of prostheses and significant inflammatory reaction. Conclusion: The intense inflammatory reaction due to the prostheses with polypropylene in their composition was disproportionate to the expected response, indicating that further studies should be accomplished including immunophenotyping evaluation and specific panels of monoclonal antibodies to better understand the findings.

RESUMO Racional: A hematopoiese extramedular depende de mecanismos fisiopatológicos complexos, havendo relação destas células-tronco hematopoiéticas com proteínas mediadoras da inflamação. A identificação de células hematopoiéticas fora da medula óssea no adulto, situação que ocasionalmente pode acompanhar a resposta inflamatória era considerada ocorrência secundária, mas estudos biomoleculares modificaram este conceito. Objetivo: Descrever agrupamentos de células precursoras das plaquetas (megacariócitos) e células da resposta inflamatória, na parede abdominal e no baço de ratos com hérnias incisionais induzidas experimentalmente e reparadas com diferentes próteses sintéticas. Métodos: Vinte e cinco ratos com hérnias incisionais previamente realizadas foram distribuídos em grupos com cinco animais: Grupo 1, reparo do defeito herniário sem implante de prótese; Grupo 2, reparo com prótese de polipropileno; Grupo 3, reparo empregando polipropileno com baixa gramatura; Grupo 4, utilização de prótese de polipropileno e poliglecaprone; Grupo 5, prótese de polipropileno e poliglactina. Todas as próteses foram recortadas na forma de losangos com área de 2,625 cm². Os animais foram reoperados após 10 dias, as paredes abdominais foram retiradas em bloco com as vísceras a elas aderidas e o material foi processado em rotina histológica. Resultados: Foram evidenciados nichos de megacariócitos na parede abdominal e no baço coletado juntamente com as aderências em animais com implante de próteses, além de reação inflamatória significativa. Conclusão: A intensa reação inflamatória, local e sistêmica em relação às próteses com polipropileno em sua composição, foi desproporcional à resposta esperada, requerendo aprofundamento do estudo com avaliação da imunofenotipagem e painéis específicos de anticorpos monoclonais para melhor esclarecimento.
Descritores: Baço/citologia
Plaquetas
Parede Abdominal
Hérnia Incisional/cirurgia
Hérnia Incisional/imunologia
Inflamação/etiologia
-Polímeros
Desenho de Prótese
Células-Tronco
Telas Cirúrgicas/efeitos adversos
Ratos Wistar
Inflamação/imunologia
Limites: Animais
Ratos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 60255 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-885705
Autor: Rossi, Lucas Félix; Trindade, Manoel Roberto Maciel; D'acampora, Armando José; Meurer, Luise.
Título: Peritoneal adhesions type i, iii and total collagen on polypropylene and coated polypropylene meshes: experimental study in rats / Aderências peritoneais tipo i, iii e colágeno total em telas de polipropileno e revestidas: estudo experimental em ratos
Fonte: ABCD arq. bras. cir. dig;30(2):77-82, Apr.-June 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Background: Hernia correction is a routinely performed treatment in surgical practice. The improvement of the operative technique and available materials certainly has been a great benefit to the quality of surgical results. The insertion of prostheses for hernia correction is well-founded in the literature, and has become the standard of treatment when this type of disease is discussed. Aim: To evaluate two available prostheses: the polypropylene and polypropylene coated ones in an experimental model. Methods: Seven prostheses of each kind were inserted into Wistar rats (Ratus norvegicus albinus) in the anterior abdominal wall of the animal in direct contact with the viscera. After 90 days follow-up were analyzed the intra-abdominal adhesions, and also performed immunohistochemical evaluation and videomorphometry of the total, type I and type III collagen. Histological analysis was also performed with hematoxylin-eosin to evaluate cell types present in each mesh. Results: At 90 days the adhesions were not different among the groups (p=0.335). Total collagen likewise was not statistically different (p=0.810). Statistically there was more type III collagen in the coated polypropylene group (p=0.039) while type I was not different among the prostheses (p=0.050). The lymphocytes were statistically more present in the polypropylene group (p=0.041). Conclusion: The coated prosthesis was not different from the polypropylene one regarding the adhesion. Total and type I collagen were not different among the groups, while type III collagen was more present on the coated mesh. There was a greater number of lymphocytes on the polypropylene mesh.

RESUMO Racional: A correção herniária é tratamento realizado rotineiramente na prática cirúrgica. O aprimoramento da técnica operatória e dos materiais disponíveis trouxe grande benefício na qualidade dos resultados cirúrgicos. A inserção de próteses para correção herniária é bem embasada na literatura e tornou-se o padrão de tratamento. Objetivo: Avaliar em modelo experimental dois tipos de próteses diferentes, de polipropileno e polipropileno revestido. Métodos: Foram inseridas sete próteses de cada tipo em ratos Wistar (Ratus norvegicus albinus) na parede abdominal anterior do animal em contato direto com as vísceras. Após o seguimento de 90 dias analisaram-se as aderências intra-abdominais, bem como avaliação por imunoistoquímica e videomorfometria do colágeno total, tipo I e tipo III. Também, fez-se análise histológica com hematoxylina-eosina para avaliação dos tipos celulares presentes em cada tela. Resultados: Aos 90 dias as aderências não foram diferentes entre os grupos (p=0,335). O colágeno total igualmente não foi estatisticamente diferente (p=0,810). O colágeno tipo III foi estatisticamente maior no grupo polipropileno revestido (p=0,039) enquanto o tipo I não diferiu entre as próteses (p=0,050). Os linfócitos foram estatisticamente mais presentes no grupo polipropileno (p=0,041). Conclusão: A prótese revestida não foi diferente da de polipropileno na variável aderência. O colágeno total e tipo I não foram diferentes entre os grupos enquanto que o colágeno tipo III foi mais presente na tela revestida. O número de linfócitos foi maior na tela de polipropileno.
Descritores: Doenças Peritoneais/classificação
Polipropilenos/química
Complicações Pós-Operatórias/classificação
Telas Cirúrgicas/efeitos adversos
Colágeno/análise
-Doenças Peritoneais/etiologia
Complicações Pós-Operatórias/etiologia
Aderências Teciduais/classificação
Aderências Teciduais/etiologia
Ratos Wistar
Materiais Revestidos Biocompatíveis
Desenho de Equipamento
Herniorrafia/instrumentação
Limites: Animais
Masculino
Ratos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 60255 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1012010
Autor: Rego, Gabriel Nery de Albuquerque; Mamani, Javier Bustamante; Souza, Taylla Klei Felix; Hospital das ClínicasNucci, Mariana Penteado; Silva, Helio Rodrigues da; Gamarra, Lionel Fernel.
Título: Therapeutic evaluation of magnetic hyperthermia using Fe3O4-aminosilane-coated iron oxide nanoparticles in glioblastoma animal model / Avaliação terapêutica da técnica de magneto-hipertermia utilizando nanopartículas de Fe3O4 recobertas com aminosilana em modelo animal de glioblastoma
Fonte: Einstein (Säo Paulo);17(4):eAO4786, 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: To evaluate the potential of magnetic hyperthermia using aminosilane-coated superparamagnetic iron oxide nanoparticles in glioblastoma tumor model. Methods: The aminosilane-coated superparamagnetic iron oxide nanoparticles were analyzed as to their stability in aqueous medium and their heating potential through specific absorption rate, when submitted to magnetic hyperthermia with different frequencies and intensities of alternating magnetic field. In magnetic hyperthermia in vitro assays, the C6 cells cultured and transduced with luciferase were analyzed by bioluminescence in the absence/presence of alternating magnetic field, and also with and without aminosilane-coated superparamagnetic iron oxide nanoparticles. In the in vivo study, the measurement of bioluminescence was performed 21 days after glioblastoma induction with C6 cells in rats. After 24 hours, the aminosilane-coated superparamagnetic iron oxide nanoparticles were implanted in animals, and magnetic hyperthermia was performed for 40 minutes, using the best conditions of frequency and intensity of alternating magnetic field tested in the in vitro study (the highest specific absorption rate value) and verified the difference of bioluminescence before and after magnetic hyperthermia. Results: The aminosilane-coated superparamagnetic iron oxide nanoparticles were stable, and their heating capacity increased along with higher frequency and intensity of alternating magnetic field. The magnetic hyperthermia application with 874kHz and 200 Gauss of alternating magnetic field determined the best value of specific absorption rate (194.917W/g). When these magnetic hyperthermia parameters were used in in vitro and in vivo analysis, resulted in cell death of 52.0% and 32.8%, respectively, detected by bioluminescence. Conclusion: The magnetic hyperthermia was promissing for the therapeutical process of glioblastoma tumors in animal model, using aminosilane-coated superparamagnetic iron oxide nanoparticles, which presented high specific absorption rate.

RESUMO Objetivo: Avaliar o potencial da técnica de magneto-hipertermia utilizando nanopartículas superparamagnéticas de óxido de ferro recobertas com aminosilana em modelo de tumores de glioblastoma. Métodos: As nanopartículas superparamagnéticas de óxido de ferro recobertas com aminosilana foram avaliadas quanto à sua estabilidade em meio aquoso e a seu potencial de aquecimento pela taxa de absorção específica, quando submetidas à magneto-hipertermia, com diferentes frequências e intensidades de campo magnético alternado. Nos ensaios de magneto-hipertermia in vitro, as células C6 cultivadas e transduzidas com luciferase foram avaliadas por bioluminescência na presença/ausência do campo magnético alternado, como também com e sem nanopartículas superparamagnéticas de óxido de ferro recobertas com aminosilana. No estudo in vivo, a medida de bioluminescência foi adquirida no 21º dia após indução do glioblastoma com células C6 nos ratos. Após 24 horas, as nanopartículas superparamagnéticas de óxido de ferro recobertas com aminosilana foram implantadas no animal, tendo sido realizada a magneto-hipertermia por 40 minutos, nas melhores condições de frequência e intensidade de campo magnético alternado testado no estudo in vitro (maior valor da taxa de absorção específica); foi verificada a diferença do bioluminescência antes e após a magneto-hipertermia. Resultados: As nanopartículas superparamagnéticas de óxido de ferro recobertas com aminosilana se mostraram estáveis, e sua capacidade de aquecimento aumentou com o incremento da frequência e da intensidade de campo magnético alternado. A aplicação da magneto-hipertermia, com 874kHz e 200 Gauss do campo magnético alternado, determinou o melhor valor da taxa de absorção específica (194,917W/g). Quando utilizados, estes parâmetros de magneto-hipertermia in vitro resultaram em morte celular de 52,0% e in vivo de 32,8% por bioluminescência. Conclusão: A técnica de magneto-hipertermia foi promissora para o processo terapêutico de tumores de glioblastoma no modelo animal utilizando as nanopartículas superparamagnéticas de óxido de ferro recobertas com aminosilana recobertas com aminosilana, que apresentaram alta taxa de absorção específica.
Descritores: Neoplasias Encefálicas/terapia
Compostos Férricos/uso terapêutico
Glioblastoma/terapia
Magnetoterapia/métodos
Nanopartículas de Magnetita/uso terapêutico
Hipertermia Induzida/métodos
-Valores de Referência
Fatores de Tempo
Temperatura Corporal
Compostos Férricos/química
Reprodutibilidade dos Testes
Análise de Variância
Resultado do Tratamento
Ratos Wistar
Linhagem Celular Tumoral
Modelos Animais de Doenças
Nanopartículas de Magnetita/química
Medições Luminescentes
Limites: Animais
Masculino
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 60255 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-885710
Autor: Alves, Maxley Martins; Araújo, Lilhian Alves de; Mrué, Fátima; Gomes, Clayson Moura; Oliveira, Milton Adriano Pelli de; Neves, Roberpaulo Anacleto; Silva-Júnior, Nelson Jorge da; Melo-Reis, Paulo Roberto de.
Título: Immunomodulating effects of the purified hev b 13 fraction on septic rats / Efeitos imunomoduladores da fração purificada hev b 13 em ratos com sepse
Fonte: ABCD arq. bras. cir. dig;30(2):93-97, Apr.-June 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Background: Sepsis is a potentially life-threatening complication of an infection that occurs when chemicals released into the bloodstream to fight the infection trigger inflammatory responses throughout the body, especially in the acute phase of the disease, producing excessive pro-inflammatory cytokines, leading to multiple organ injury and death. The Hev b 13 fraction has demonstrated biological activity capable of inducing IL-10 production and shrinking inflammatory disease lesions. Aim: To investigate the immunomodulating effects of the Hev b 13 fraction on septic rats. Methods: Acinetobacter baumannii was injected into the peritoneal cavity of the animals after sustaining a lesion in the pancreas, with the stomach as an entry point. After 10 h of infection, they were euthanized for blood and lung collection, followed by total and differential leukocyte count, determination of cytokine level and histopathological analysis. Results: Administering a single dose of the Hev b 13 fraction 2 h after sepsis induction significantly decreased total leukocyte count. Higher IL-10 and IL-4 and lower IL-6 production shrank the lung tissue lesions compared to the control groups. Conclusion: The Hev b 13 fraction exhibits an anti-inflammatory tendency, with potential for sepsis treatment.

RESUMO Racional: Sepse se correlaciona com a ruptura do complexo equilíbrio entre os mediadores inflamatórios, que principalmente na fase aguda da doença, produz exacerbadamente citocinas pró-inflamatórias levando a lesão de múltiplos órgãos e morte. A fração Hev b 13 tem demonstrado atividade biológica capaz de induzir a produção de IL-10 e regredir lesões de doenças inflamatórias. Objetivo: Investigar os efeitos imunomoduladores da fração Hev b 13 em ratos com sepse. Métodos: Foi injetado Acinetobacter baumannii na cavidade peritoneal dos animais após lesão no pâncreas e estômago como porta de entrada. Após 10 h de infecção, foi realizada eutanásia para coleta de sangue e pulmões, em seguida, contagem total e diferencial de leucócitos, dosagem de citocinas e histopatologia para análise. Resultados: A administração de dose única da fração Hev b 13, 2 h após a indução de sepse, diminuiu significativamente a contagem total de leucócitos. Associado a maior produção de IL-10 e IL-4, e menor de IL-6, atenuou as lesões nos tecidos pulmonares em comparação com os grupos controles. Conclusão: A fração Hev b 13 apresenta tendência anti-inflamatória, com potencialidades no tratamento da sepse.
Descritores: Proteínas de Plantas/uso terapêutico
Sepse/terapia
Antígenos de Plantas/uso terapêutico
Imunomodulação
Fitoterapia
-Ratos Wistar
Sepse/imunologia
Limites: Animais
Masculino
Ratos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 60255 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-885712
Autor: Fernandez, Oscar Orlando Araya; Pereira, José Aires; Campos, Fábio Guilherme; Araya, Carolina Mardegan; Marinho, Gabriele Escocia; Novo, Rafaela de Souza; Oliveira, Thais Silva de; Franceschi, Yara Tinoco; Martinez, Carlos Augusto Real.
Título: Evaluation of enemas containing sucralfate in tissue content of muc-2 protein in experimental model of diversion colitis / Avaliação de enemas com sucralfato no conteúdo tecidual da proteina muc-2 em colite de exclusão experimental
Fonte: ABCD arq. bras. cir. dig;30(2):132-138, Apr.-June 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo.
Resumo: ABSTRACT Background: The effects of topical application of sucralfate (SCF) on the tissue content of MUC-2 protein have not yet been evaluated in experimental models of diversion colitis. Aim: To measure the tissue content of MUC-2 protein in the colonic mucosa diverted from fecal stream submitted to the SCF intervention. Methods: Thirty-six rats underwent derivation of intestinal transit through proximal colostomy and distal mucous fistula. The animals were divided into three groups which were submitted application of enemas with saline, SCF 1 g/kg/day and SCF 2 g/kg/day. Each group was divided into two subgroups, according to euthanasia was done after two or four weeks. The colitis diagnosis was established by histopathological study and the inflammatory intensity was evaluated by previously validated scale. The MUC-2 protein was identified by immunohistochemistry and the tissue content was measured computerized morphometry). Results: The application of enemas with SCF in the concentration of 2 g/kg/day reduced inflammatory score of the segments that were diverted from fecal stream. The content of MUC-2 in diverted colon of the animals submitted to the intervention with SCF, independently of intervention period and the used concentration, was significantly greater than animals submitted to the application of enemas containing saline (p< 0.01). The content of MUC-2 after the intervention with SCF in the concentration of 2 g/kg/day was significantly higher when compared to the animals submitted to the application containing SCF at concentration of 1.0 g/kg/day (p<0.01). The tissue content of MUC-2 reached the highest values after intervention with SCF in the concentration of 2 g/kg/day for four weeks (p<0.01). Conclusion: The preventive application of enemas containing SCF reduces the inflammatory score and avoids the reduction of tissue content of MUC-2, suggesting that the substance is a valid therapeutic strategy to preserve the mucus layer that covers the intestinal epithelium.

RESUMO Racional: Os efeitos da aplicação tópica de sucralfato (SCF) no conteúdo tecidual da proteína mucina-2 (MUC-2) ainda não foram avaliados em modelos experimentais de colite de exclusão. Objetivo: Mensurar o conteúdo tecidual da proteína MUC-2 na mucosa cólica sem trânsito intestinal submetida à intervenção com SCF. Método : Trinta e seis ratos foram submetidos à derivação intestinal por colostomia proximal terminal e fístula mucosa distal. Foram divididos em três grupos segundo recebessem clisteres contendo solução fisiológica (SF), SCF 1 g/kg/dia e SCF 2 g/kg/dia. Cada grupo foi dividido em dois subgrupos, segundo a eutanásia ser realizada após duas ou quatro semanas. O diagnóstico de colite foi estabelecido por estudo histopatológico e a intensidade inflamatória foi avaliada por escala validada. A expressão tecidual da MUC-2 foi identificada por imunoistoquímica e seu conteúdo mensurado por morfometria computadorizada. Resultados: A aplicação de clisteres com SCF na concentração de 2 g/kg/dia reduziu a intensidade inflamatória no cólon sem trânsito fecal. O conteúdo tecidual de MUC-2 no cólon sem trânsito dos animais submetidos à intervenção com SCF, independente do tempo de intervenção e da concentração utilizada, foi maior quando comparado aos animais tratados com SF (p<0,01). O conteúdo de MUC-2 após a intervenção com SCF na concentração de 2 g/kg/dia foi maior quando comparado aos animais submetidos à intervenção com concentração menor (p<0,01). O conteúdo de MUC-2 foi maior após intervenção com SCF na concentração de 2 g/kg/dia por quatro semanas (p<0,01). Conclusão: A aplicação preventiva de clisteres com SCF reduz o grau de inflamação e preserva o conteúdo tecidual de MUC-2, em segmentos desprovidos de trânsito intestinal, mostrando-se uma estratégia terapêutica válida para preservar a camada de muco que recobre o epitélio intestinal.
Descritores: Sucralfato
Colite/metabolismo
Colo/química
Enema
Mucina-2/análise
Mucosa Intestinal/química
-Ratos Wistar
Limites: Animais
Masculino
Ratos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 60255 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-885715
Autor: Godoy, Yasna Patrícia Aguilera; Gerson, Simone; Pinto, Milene Santana; Boff, Márcio Fernando; Mascarenhas, Marcello Ávila; Cardoso, Valesca Veiga.
Título: Functional and cellular evaluation of the liver after low-power laser stimulation during surgery / Avaliação celular e funcional do fígado estimulada por laser de baixa potência no transoperatório
Fonte: ABCD arq. bras. cir. dig;30(2):122-126, Apr.-June 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Background: Partial hepatectomy is a surgical intervention of the liver that can trigger its regenerative process, where the residual lobes deflagrate a compensatory hyperplasia, causing its restoration almost to the original volume. Nevertheless, depending on the extent of liver damage its regeneration might be impaired. The low-power laser has been studied with beneficial results. Aim: To investigate the possible functional and mutagenic damage arising from the use of low-power laser used in liver regeneration after partial hepatectomy. Methods: Fifteen male adult Wistar rats were hepatectomizated in 70% and laser irradiated or not with dose of 70 J/cm2, 650 nm, 100 mW, directly on the remaining liver, during the perioperative period. These animals were divided into four groups: G1 (control, 7 days); G2 (laser, 7 days); G3 (control, 14 days); G4 (laser, 14 days). Were analyzed the liver weight; number of hepatocytes; deposition of collagen fibers; liver function tests: serum alanine aminotransferase, aspartate aminotransferase, alkaline phosphatase, gamma glutamyl transferase, bilirubin and micronucleus test in peripheral blood erythrocyte. Results: The liver weight was greater in G3 and G4 (p=0.001 and p=0.002) compared to other groups. The deposition of collagen fibers in G1 was statistically higher than the other groups (p=0.01). In tests of liver function and micronucleus test was not found significant differences between the studied groups. Conclusion: Low-power laser stimulation did not cause loss of liver function or mutagenic damage.

RESUMO Racional: A hepatectomia parcial é intervenção cirúrgica que pode desencadear processo regenerativo, onde os lobos residuais deflagram resposta de hiperplasia compensatória, ocasionando restauração próxima ao seu volume original. Contudo, dependendo da extensão das lesões hepáticas a regeneração pode ser prejudicada. O laser de baixa potência tem sido pesquisado com resultados benéficos no processo de regeneração hepática. Objetivo: Investigar os possíveis danos funcionais e mutagênicos decorrentes da utilização do laser de baixa potência utilizado na regeneração hepática após hepatectomia parcial. Métodos: Quinze ratos adultos Wistar foram hepatectomizados a 70%, irradiados ou não com laser, dose de 70 J/cm2, 650 nm,100 mW, de forma direta sobre o fígado remanescente, durante o período transoperatório. Os animais foram distribuídos em quatro grupos: G1 (controle, 7 dias); G2 (laser, 7 dias); G3 (controle 14 dias); G4 (laser,14 dias). Foram analisados o peso do fígado; número de hepatócitos; deposição de fibras colágenas; teste de função hepática: alanina aminotransferase, aspartato aminotransferase, fosfatase alcalina, gama glutamiltransferase, bilirrubinas e teste de micronúcleo em eritrócitos. Resultados: O peso do fígado apresentou-se aumentado nos grupos G3 e G4 (p=0,001 e p=0,002) comparados aos demais grupos. A deposição das fibras colágenas no G1 foi estatisticamente maior em relação aos demais grupos (p=0,01). Nos testes de função hepática e teste de micronúcleo não foram encontradas diferenças significativas entre os grupos. Conclusão: O laser de baixa potência não ocasionou perda de função hepática ou dano mutagênico.
Descritores: Terapia com Luz de Baixa Intensidade/efeitos adversos
Hepatectomia/métodos
Regeneração Hepática/efeitos da radiação
-Ratos Wistar
Regeneração Hepática/fisiologia
Regeneração Hepática/genética
Mutação
Limites: Animais
Masculino
Ratos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 60255 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1282737
Autor: Paiva, Taynã Cavalcanti de; Marinho, Maria Eduarda Lima do Nascimento; Amorim, Débora Michelle Gonçalves; Araújo, Diana Ferreira Gadelha de; Aragão, Cícero Flávio Soares; Ferreira, Isana Álvares; Caldas, Marília Regalado Galvão Rabelo.
Título: Influência do uso da proantocianidina em um adesivo autocondicionante: avaliação da resistência de união / Influence of the use of proanthocyanidinin a self-etching adhesive: evaluation of bond strength / Influenciadel uso de proantocianidinaem um adesivo autograbante: evaluación de la fuerza de unión
Fonte: Rev. Ciênc. Plur;7(2):61-73, maio 2021. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução:Os sistemas adesivos possibilitama execução de restaurações estéticas e minimamente invasivas, sendo, portanto,objeto de pesquisas para contornar os problemas que se apresentam no procedimento restaurador.Objetivo:Avaliar in vitroa resistência de união de um sistema adesivo autocondicionante, e deste modificado com soluções extrativas de semente de uva.Metodologia:Duas soluções extrativas foram preparadas comextrato de semente de uva em pó dissolvido em acetona e etanol. A partir delas e de umadesivo,seis sistemas adesivos autocondicionantes experimentais foram preparados, diferindo quanto aosolvente utilizado eàsproporções entre adesivo puro e solução extrativa(7,5%, 15% e 30%). Setenta incisivos bovinos hígidos tiveram as raízes removidas com disco de carborundum e as faces vestibulares desgastadas comlixas d'água de granulação 120, 240, 600 e 1200 sob refrigeração até expor a dentina superficial. Os dentes foram distribuídos aleatoriamenteem sete grupos distintos: Controle; A7,5; A15; A30; E7,5; E15; e E30, contendo 10 elementos cada. A aplicação dos adesivos foi executada de acordo com as recomendações do fabricante do adesivo controle. A restauração foi realizada com uma matriz de silicone com dimensões 2mm de altura e 4mm de diâmetro e inserido o material restaurador em incremento único e fotopolimerizado por 40s. Após três meses armazenados em água destilada, os espécimes foram submetidos ao teste de resistência de união. Foi empregado ométodo estatísticoTeste Paramétrico Anova 1 Fator e pós-teste de Tamhane (p<0,05). Resultados:Os grupos A7,5, E7,5 e E30 não apresentaram diferença em relação ao grupo Controle; A15 e A30 mostraram desempenho estatisticamente semelhante entre si; e E15 não apresentou diferença estatística em relação aos outros adesivos.Conclusões:A adição de proantocianidina teve efeitos diferentes,dependendodos solventes e das concentrações utilizadas, mas sem alterar significativamente o desempenho do adesivo (AU).

Introduction:Adhesive systems make it possible to perform aestheticand minimally invasive restorations, being the subject of research to circumvent the problems that arise in the restorative procedure.Objective:Evaluate in vitrothe bond strength of a self-etching adhesive system,and modified with extractive grape seed solutions. Methodology:Two extractive solutions were prepared with powdered grape seed extract dissolved in acetone and ethanol. From them and an adhesive, six experimental self-etching adhesive systems were prepared, differing in terms of the solvent used and the proportions between pure adhesive and extractive solution(7.5%, 15% and 30%). Seventy healthy bovine incisors had their roots removed with carborundum disc and the vestibular faces were worn with sandpaper with granulation water 120, 240, 600 and 1200 under refrigeration until the superficial dentin was exposed. The teeth were randomly assigned to seven different groups: Control; A7.5; A15; A30; E7.5; E15; and E30, containing 10 elements each. The application of the adhesives was carried out according to the recommendations of the manufacturer of the control adhesive. The restoration was performed with a silicone matrix with dimensions 2mm high and 4mm indiameter and the restorative material was inserted in a single increment and light cured for 40s. After three months stored in distilled water, the specimens were submitted to the bond strength test. The statistical method Parametric Test Anova 1 Factor and Tamhane post-test (p<0.05) were used. Results:Groups A7.5, E7.5 and E30 showed no difference in relation to the Control group; A15 and A30 showed a statistically similar performance; and E15 showed no statistical difference in relation to the other adhesives. Conclusions:The addition of proanthocyanidin had different effects, depending on the solvents and concentrations used, but without significantly altering the performance ofthe adhesive (AU).

Introducción: Sistemas adhesivos permiten realizar restauraciones estéticas y mínimamente invasivas, siendo objeto de investigación para sortear problemas que surgen en elprocedimiento restaurador. Objetivo: Evaluar in vitrola fuerza de unión de un sistema adhesivoautograbante y modificado con soluciones extractivas de semilla de uva. Metodología: Se prepararon dos soluciones extractivas con extracto de semilla de uva en polvo disuelto en acetona y etanol. A partir de ellos y de un adhesivo, se prepararon seis sistemas experimentales de adhesivos autograbantes, que se diferencian en cuanto al solvente utilizado y las proporciones entre adhesivo puro y solución extractiva (7,5%, 15% y 30%). Setenta incisivos bovinos sanos fueron removidos con un disco de carborundo y las caras vestibulares fueron usadas com lija de agua de granulación 120, 240, 600 y 1200 bajo refrigeración hasta que la dentina superficial quedo expuesta. Los dientes se asignaron aleatoriamente a siete grupos diferentes: Control; A7,5; A15; A30; E7,5; E15; y E30, que contiene 10 elementos cada uno. La aplicación de los adhesivos se realizó siguiendo las recomendaciones del fabricante del adhesivo de control. La restauración se realizó con matriz de silicona con 2mm de altura y 4mm de diámetro y el material restaurador se insertó en un solo incremento y se fotopolimerizó durante 40s. Tres meses después, almacenados em agua destilada, las muestras se sometieron a la prueba de resistencia de la unión. Se utilizó el método estadístico Prueba Paramétrica Factor Anova 1 y post-prueba de Tamhane (p<0,05). Resultados: Los grupos A7,5, E7,5 y E30 no mostraron diferencias em relación con el grupo Control; A15 y A30 mostraron un desempeño estadísticamente similar; y E15 no mostró diferencia estadística en relación con los otros adhesivos. Conclusiones: La adición de proantocianidina tuvo diferentes efectos, dependiendo de los disolventes y concentraciones utilizadas, pero sin alterar significativamente el rendimiento del adhesivo (AU).
Descritores: Polimento Dentário/instrumentação
Proantocianidinas
Resistência de Materiais
Resistência à Flexão
-Solventes
Técnicas In Vitro/métodos
Brasil
Epidemiologia Experimental
Análise de Variância
Cimentos Dentários/química
Extrato de Sementes de Uva
Limites: Animais
Bovinos
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Estudo de Avaliação
Responsável: BR1264.1 - Biblioteca Setorial Prof Alberto M Campos



página 1 de 6026 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde