Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.050.050.116.600 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 46 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 5 ir para página              

  1 / 46 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1091760
Autor: Cabral, Francisco Giugliano de Souza; Savalli, Carine.
Título: Sobre a relação humano-cão / Concerning the human-dog relationship / La relation homme-chien / Sobre la relación humano-perro
Fonte: Psicol. USP;31:e190109, 2020.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Neste artigo são discutidos aspectos concernentes ao início do convívio entre cães e humanos e às diferenças culturais que afetam as relações entre as duas espécies. O estudo das interações entre humanos e cães precisa trazer à tona a pluralidade de fenômenos interconectados: o processo de domesticação iniciado há milhares de anos, os efeitos evolutivos da relação entre as duas espécies e os aspectos culturais que influenciam a convivência entre nós. Considerando essa visão holística, enxergamos de maneira ampla o cenário interacionista, estabelecendo paralelos muitas vezes ignorados por estudos pontuais e/ou enviesados por paradigmas experimentais de baixa relevância ecológica para os animais.

Abstract This article discusses the beginning of the relationship between dogs and humans and the cultural differences that affect the relationships between the two species. The study of interactions between humans and dogs needs to bring to light its plurality of interconnected phenomena: the domestication process that began thousands of years ago, the evolutionary effects of their relationship and the cultural aspects that influence such coexistence. Given this holistic view, we perceive this interaction scenario broadly, establishing parallels often ignored by one-off studies and/or biased by experimental paradigms of low ecological relevance to animals.

Résumé Dans cet article sont discutés des aspects liés au début de la cohabitation entre les chiens et les humains et les différences culturelles qui affectent ces relations interspécifiques. L'étude des interactions entre humains et chiens doit faire apparaître la pluralité des phénomènes reliés entre eux : le processus de domestication qui a commencé il y a milliers d'années, les effets évolutifs de cette relation et les aspects culturels qui influencent la coexistence entre nous. Compte tenu de cette vision holistique, c'est possible de voir largement le scénario interactionniste, et d'établir des parallèles souvent ignorés par les études individuelles ou biaisé par des paradigmes expérimentaux d'importance écologique négligeable pour les animaux.

Resumen Este artículo analiza los aspectos relacionados con el comienzo de la relación entre perros y humanos, y las diferencias culturales que afectan las relaciones entre las dos especies. El estudio de las interacciones entre humanos y perros necesita sacar a la luz la pluralidad de fenómenos interconectados: el proceso de domesticación que comenzó hace miles de años, los efectos evolutivos de la relación entre las dos especies y los aspectos culturales que influyen en la convivencia entre nosotros. Teniendo en cuenta esta visión holística, vemos el panorama interaccionista de manera general, estableciendo paralelos a menudo ignorados por estudios específicos y/o sesgados por paradigmas experimentales de baja relevancia ecológica para los animales.
Descritores: Vínculo Homem-Animal de Estimação
Cães
Domesticação
-Características Culturais/história
Animais de Estimação
Limites: Humanos
Cães
Responsável: BR85.1 - Biblioteca Dante Moreira Leite


  2 / 46 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1047753
Autor: Rodrigues, Claudio Manuel.
Título: Acumuladores de animais na perspectiva da promoção e da vigilância em saúde / Animal accumulators from the perspective of health promotion and surveillance
Fonte: ABCS health sci;44(3):195-202, 20 dez 2019. tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: A acumulação de animais é considerada um fenômeno complexo que, apesar de já ser reconhecido no universo acadêmico, ainda é de difícil solução para a gestão da saúde. Os estudos a respeito de acumulação, principalmente de animais, são incipientes no Brasil. Este artigo de revisão da literatura tem por objetivo alertar a respeito desta complexa morbidade, cada vez mais comum às aglomerações urbanas, indicando ações de promoção e de vigilância em saúde que permitam garantir a saúde dos animais, do acumulador e da coletividade a qual ele pertença. Sugere-se que uma nova abordagem em relação ao distúrbio de acumulação de animais possa combater a pouca visibilidade - inclusive acadêmica - demonstrada na revisão da literatura, ampliando o investimento em intervenções específicas que possam explicitar esse importante problema de saúde pública no Brasil.

Animal accumulation is considered a complex phenomenon that, although recognized in the academic universe, is still difficult to solve for health management. Studies on accumulation, mainly of animals, are incipient in Brazil. This literature review article aims to warn about this complex morbidity, which is increasingly common to urban agglomerations, indicating health promotion and surveillance actions to ensure the health of animals, the accumulator and the community to which it belongs. It is suggested that a new approach to animal accumulation disorder may counteract the poor - including academic - visibility demonstrated in the literature review, increasing investment in specific interventions that may explain this important public health problem in Brazil.
Descritores: Animais de Estimação
Vigilância em Saúde Pública
Transtorno de Acumulação
Autonegligência
-Saúde Pública
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1342.1 - Biblioteca da Escola de Enfermagem BENF


  3 / 46 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1004976
Autor: Rodríguez M, María; Muñoz C, Rafael.
Título: Influencia de tener perros sobre la salud percibida en personas mayores de Jaén (España) / Influence of dog ownership on perceived health in the elderly of Jaén (Spain) / Cães têm influência na saúde percebida dos anciãos de Jaen (Espanha)
Fonte: Rev. colomb. enferm;11(1):29-33, Octubre de 2015.
Idioma: es.
Resumo: Este estudio descriptivo transversal, realizado en 2014, busca determinar la influencia que puede ejercer la convivencia con un \r\nperro sobre la salud percibida en personas mayores. La muestra de 120 personas mayores de Jaén (54 con perro y 66 sin perro) se \r\nobtuvo mediante muestreo por conveniencia entre los meses de septiembre a noviembre. Los datos se recolectaron con la escala \r\ndel Perfil de Salud de Nottingham, cuestionario autoadministrado que consta de 38 ítems con dos opciones de respuesta (sí/no).\r\nDel total de la muestra, el 45% eran dueños de perros, con una media de edad de 71,7 años frente al 55% que no tenían perros \r\na su cargo y cuya media de edad fue de 69,03 años. Se obtuvieron diferencias estadísticamente significativas tanto en todas las \r\ndimensiones del cuestionario, excepto energía y sueño, como en la puntuación global del cuestionario. Se concluye que a pesar \r\nde que la media de edad del grupo de personas que tienen perros es mayor, reportan una salud percibida superior a la del grupo \r\nde adultos mayores que no tienen ningún can.

This cross-sectional study, conducted in 2014, seeks to deter\r\n-\r\nmine the perceived health benefits of dog ownership in older \r\npeople. The sample of 120 seniors of Jaen (54 with a dog and \r\n66 without a dog) was obtained by convenience sampling \r\nbetween the months of September to November. Data were \r\ncollected with the scale of the Nottingham Health Profile, \r\nself-administered questionnaire consisting of 38 items with \r\ntwo possible answers (yes / no).\r\nOf the total sample, 45% were dog owners, with an average \r\nage of 71.7 years old, compared to 55% with no dogs and \r\nwhose average age was 69.03 years. Statistically significant \r\ndifferences were found in all dimensions of the questionnaire \r\nand in the overall score of the questionnaire, except relating \r\nto energy and sleep. We conclude that although the average \r\nage of the groups differed, the dog owners reported a higher \r\nperceived health than the group without dogs

Este estudo transversal, realizado em 2014, visa determinar a \r\ninfluência que tem para viver com um cão na saúde percebida \r\nem pessoas mais velhas. A amostra de 120 seniors de Jaen (54 \r\ncom e 66 sem cão) foi obtida por amostragem de conveniência \r\nentre os meses de setembro a novembro. Os dados foram \r\ncoletados com a escala do Perfil de Saúde de Nottingham, \r\nquestionário auto-administrado composto por 38 itens com \r\nduas respostas possíveis (sim / não).\r\nDo total da amostra, 45% eram donos de cães, com uma \r\nidade média de 71,7 anos, em comparação com 55% que não \r\ntinham cães responsáveis e cuja idade média foi de 69,03 anos. \r\nAmbas as diferenças estatisticamente significativas em todas as \r\ndimensões do questionário, economizar energia e sono, como \r\nna pontuação geral do questionário foram obtidas. Conclui-se \r\nque, embora a média de idade do grupo de pessoas que têm \r\ncães é maior, relatou uma percepção de saúde do que o grupo \r\nde idosos que não têm nenhuma lata.
Descritores: Envelhecimento
Saúde do Idoso
Cães
Animais de Estimação
Responsável: CO120.1 - Biblioteca Juan Roa Vásquez


  4 / 46 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1122172
Autor: Zafalon, Rafael Vessecchi Amorim; Rodrigues, Roberta Bueno Ayres; Conti, Renata Maria Consentino; Perini, Mariana Pamplona; Rentas, Mariana Fragoso; Vendramini, Thiago Henrique Annibale; Risolia, Larissa Wunsche; Macedo, Henrique Tobaro; Brunetto, Marcio Antonio.
Título: Comparison of methodologies for fat determination and evaluation of calcium and phosphorus content in snacks for dogs / Comparação de metodologias para determinação de gordura e avaliação do conteúdo de cálcio e fósforo em petiscos para cães
Fonte: Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci. (Online);57(2):e159691, mai. 2020. tab.
Idioma: en.
Resumo: In recent years, the relationship between humans and companion animals has tightened considerably and resulted in the expansion of the range of pet food industry products available in the market. In this context, snacks have gained greater popularity as pet owners seek to please their animals by providing such foods. Due to the growing importance of the snack segment, a need exists for accurate information on the nutritional composition of these products, such as fat concentration. No studies were found that evaluated the effectiveness of different methods applied for determining the content of this nutrient in dog snacks. In addition, too much mineral content can pose health risks. Thus, the objective of this study was to compare three methodologies for determining fat in pet snack products. The moisture, calcium and phosphorus content of each was also determined to compare the obtained results with each value stated on their product labels. Fat determination methods evaluated were ether extract (EE), ether extract after acid hydrolysis (EEHA), and fat content obtained from Ankom XT15 analyzer (ANKOM). Twenty-four snacks produced by 17 companies were evaluated. The results of the three methodologies were compared using the Tukey test. The comparison between the results of the laboratory analysis and the values stated on the labels was performed using descriptive statistics. There was no difference between the three methods evaluated (p = 0.34) regarding fat content. Regarding the nutritional compliance of the labels, 25% (n = 6) of the snacks presented higher moisture content than the declared amount, 50% (n = 12) presented lower fat content, 25% (n = 6) lower phosphorus content and, in 50% (n = 12), the calcium content was not within the minimum and maximum range stated on the label. Therefore, due to the absence of difference between the results, any of the three fat determination methodologies could be used. Regarding compliance of labels for calcium, phosphorus and fat content, greater control over the nutritional composition of these foods is required since most pet owners tend to supply large quantities of snacks to dogs, leading to excessive daily energy intake.(AU)

Nos últimos anos a relação entre seres humanos e animais de companhia estreitou-se consideravelmente e houve uma expansão da gama de produtos da indústria pet food disponíveis no mercado. Nesse contexto, os petiscos ganharam maior popularidade, uma vez que os tutores buscam agradar seus pets com esse tipo de alimento. Devido à crescente importância do segmento de petiscos, há a necessidade de informações precisas sobre a composição nutricional desses produtos, como o teor de gordura, uma vez que não foram encontrados estudos que avaliassem a eficácia dos métodos de determinação do teor deste nutriente em petiscos destinados a cães e o excesso de minerais pode implicar em riscos para a saúde. Assim, o presente trabalho comparou três metodologias para determinação de gordura em petiscos para cães, e também determinou os seus respectivos teores de umidade, cálcio e fósforo, cujos resultados foram comparados aos valores declarados pelos fabricantes nos rótulos dos produtos. Os métodos de determinação da gordura avaliados foram: extrato etéreo (EE), extrato etéreo após hidrólise ácida (EEHA) e teor de gordura obtido em analisador Ankom XT15 (ANKOM). Vinte e quatro petiscos produzidos por 17 empresas foram avaliados. Os resultados das três metodologias de determinação da gordura foram comparados com o emprego do teste Tukey. A comparação entre os resultados das análises laboratoriais e os valores declarados nos rótulos foi realizada por meio de estatística descritiva. Não houve diferença entre os três métodos avaliados (p = 0,34) em relação ao teor de gordura dos petiscos examinados. Em relação à conformidade nutricional dos rótulos, 25% (n = 6) dos petiscos apresentaram teor de umidade superior ao declarado, 50% (n = 12) apresentaram menor teor de gordura; 25% (n = 6) menor teor de fósforo e, em 50% (n = 12) deles, o teor de cálcio estava fora da faixa mínima e máxima declarada no rótulo. Portanto, devido à ausência de diferença entre os resultados, as três metodologias de determinação de gordura podem ser utilizadas. Quanto à conformidade dos rótulos em relação aos teores de cálcio, fósforo e gordura, é necessário maior controle sobre a composição nutricional desses alimentos, uma vez que a maioria dos tutores fornece petiscos em elevadas quantidades para os cães, que podem determinar excessivo consumo de energia.(AU)
Descritores: Gorduras na Dieta/análise
Composição de Alimentos
Animais de Estimação/metabolismo
Lanches/classificação
Valor Nutritivo
-Minerais na Dieta
Rotulagem de Alimentos
Limites: Animais
Cães
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  5 / 46 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1091870
Autor: Vieira, Márcia Núbia Fonseca.
Título: Quando morre o animal de estimação: um estudo sobre luto / When a pet dies: a study about mourning / Cuando muere el pet: un estudio de luto
Fonte: Psicol. rev. (Belo Horizonte);25(1):239-257, jan.-abr. 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Este escrito resultou de pesquisa realizada com pessoas que perderam seus animais de estimação em decorrência de morte. A sua realização teve como objetivo a compreensão do processo de enfrentamento do luto vivenciado por essas pessoas, ao experimentarem as perdas dos seus animais de estimação. Para isso, valeu-se do enfoque qualitativo, empregandose entrevistas semiestruturadas, e recorreu-se a fundamentos da teoria do apego, de John Bowlby, e das tarefas do luto, de W. Worden, para a análise dos dados colhidos. Com base nessas referências, foi possível concluir que os participantes da pesquisa estabeleceram fortes vínculos de apego com seus animais de estimação, bastante semelhantes àqueles construídos com seres humanos. Pode-se concluir que, devido a essas fortes vinculações, nas quais foram depositadas intensas expectativas de ordem afetiva, todos os processos de luto vivenciados por essas pessoas apresentaram características semelhantes àquelas presentes em processos de luto decorrentes da perda de pessoas significativas.

This study is the result of a survey carried out among people whose pets had died. The objective was to understand the process of facing the loss of their pets. A qualitative approach with semi-structured interviews, applying some fundamentals from John Bowlby’s attachment theory and W. Worden’s mourning tasks were tools used for the analysis of the collected data. According to these references, it was possible to conclude that the survey participants established strong attachment bonds with their pets, quite similar to those present in human beings. It can be concluded that, due to these strong attachments in which intense expectations of affective nature were filled, all the processes of grief that were experienced by the subjects had the similar characteristics to those presented in the mourning processes arising from the loss of meaningful people.

Este trabajo trata de un estudio sobre las personas que han perdido sus mascotas debido a la muerte. Tiene como objetivo comprender el proceso del duelo vivido por estas personas. Para esto, fue utilizado el enfoque cualitativo, mediante entrevistas semiestructuradas, y se recurrió a los fundamentos de la teoría del apego de John Bowlby y del proceso del duelo y sus tareas de W. Worden para el análisis de los datos recolectados. A partir de estas referencias, se concluye que los participantes de la investigación establecen vínculos afectivos con sus animales domésticos bastante similares a los construidos con los seres humanos. Debido a estos vínculos fuertes, en el que se depositan las expectativas de intensas relaciones afectivas, los procesos de duelo que experimentan estas personas tienen características similares a aquellos que resultan de la pérdida de personas significativas.
Descritores: Luto
-Animais de Estimação
Luto Contido
Responsável: BR370.1 - Biblioteca Central


  6 / 46 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-978973
Autor: Oliveira Neto, Rubens Ricardo de; Souza, Vanessa Felipe de; Gubulin Carvalho, Paula Fernanda; Rodrigues Frias, Danila Fernanda.
Título: Nível de conhecimento de tutores de cães e gatos sobre zoonoses / Level of knowledge on zoonoses in dog and cat owners / Nivel de conocimiento sobre zoonosis en dueños de perros y gatos
Fonte: Rev. salud pública;20(2):198-203, mar.-abr. 2018. graf.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivos Avaliar o conhecimento sobre zoonoses por tutores de cães e gatos. Métodos Após aplicação de questionário a 100 tutores, pelos dados analisados por meio de cálculo de médias simples e porcentagem quantificável. Resultados Observou-se que 77% dos tutores possuíam cães e 37%, gatos. Todos afirmaram saber que animais transmitem doenças, porém 74% disseram desconhecer zoonoses e 80% nunca receberam esclarecimentos sobre o tema. Mais de 90% dos entrevistados afirmaram conhecer doenças transmitidas por cães e gatos, e 94% apontaram o cão como transmissor da raiva, sendo que 90% associaram à mordida e 88% reconheceram a vacinação como prevenção. Sobre leishmaniose, 45% associaram a transmissão à picada de mosquito e 22%, a prevenção ao uso de coleiras repelentes. Ratos foram relacionados à transmissão de leptospirose por 57% dos entrevistados, sendo que 22% mencionaram as fezes como fonte de infecção e 19%, o controle de roedores como prevenção. Apenas 59% dos tutores indicou o gato como transmissor de toxoplasmose, as fezes como principal fonte (26%) e a higiene como prevenção (25%). Apenas 9% sabiam sobre esporotricose, 6% reconheceram a arranhadura como forma de transmissão por gatos e 3% indicaram o tratamento dos animais doentes como prevenção. Discussão Isso demonstra o desconhecimento da população alvo sobre as zoonoses citadas. Conclusão Os resultados são importantes para o delineamento de estratégias de educação sanitária preventiva com foco em saúde pública.(AU)

ABSTRACT Objectives To assess knowledge about zoonoses in dog and cat owners. Materials and Methods After applying a questionnaire to 100 owners, data was analyzed by calculating simple means and quantifiable percentage. Results 77% of the sample owned dogs and 37% cats. All of them claimed to know that animals transmit diseases, but 74% said they were unaware of zoonoses and 80% never received information on the subject. Over 90% of respondents said they know of diseases transmitted by dogs and cats, and 94% point dogs as transmitters of rabies, with 90% being associated with bites, and 88% recognizing vaccination as prevention. Regarding leishmaniasis, 45% associated transmission by mosquito bites and 22% knew about prevention with repellent collars. Mice were associated with the transmission of leptospirosis by 57%, and 22% mentioned feces as a source of infection and 19% controlling rodents as a prevention measure. 59% of the sample reported that cats are transmitters of toxoplasmosis, that feces are the main source (26%) and that hygiene is as a prevention measure (25%). Only 9% knew about sporotrichosis, 6% recognized scratching as a form of transmission by cats and 3% indicated the treatment of diseased animals as a prevention measure. Discussion This study demonstrates the lack of awareness among the target population of the aforementioned zoonoses. Conclusion The results are important to design preventive health education strategies focused on public health.(AU)

RESUMEN Objetivos Evaluar el conocimiento sobre zoonosis por tutores de perros y gatos. Métodos Después de la aplicación de cuestionario a 100 tutores, los datos analizados por medio de cálculo de medias simples y porcentaje cuantificable. Resultados Se observó que el 77% de los tutores tenían perros y el 37% gatos. Todos afirmaron saber que los animales transmiten enfermedades, pero el 74% dijo desconocer las zoonosis y el 80% nunca recibió aclaraciones sobre el tema. Más del 90% de los encuestados afirmaron conocer enfermedades transmitidas por perros y gatos, y un 94% apunta al perro como transmisor de la rabia, siendo que el 90% se asoció a la mordida y el 88% reconoció la vacunación como prevención. En cuanto a leishmaniasis, el 45% asoció la transmisión por mosquito y el 22%, la prevención al uso de collares repelentes. Los ratones fueron relacionados con la transmisión de leptospirosis por el 57%, siendo que el 22% mencionó las heces como fuente de infección y el 19%, el control de roedores como prevención. Sólo el 59% de los tutores indicó al gato como transmisor de toxoplasmosis, las heces como principal fuente (26%) y la higiene como prevención (25%). Sólo el 9% sabía sobre esporotricosis, el 6% reconoció el rasguño como forma de transmisión por gatos y el 3% indicó el tratamiento como prevención. Discusión Esto demuestra el desconocimiento de la población sobre las zoonosis citadas. Conclusión Los resultados son importantes para el delineamiento de estrategias de educación sanitaria preventiva con foco en salud pública.(AU)
Descritores: Animais de Estimação
Promoção da Saúde/métodos
Doenças dos Animais/transmissão
-Epidemiologia Descritiva
Inquéritos e Questionários
Estudos de Avaliação como Assunto
Limites: Humanos
Animais
Gatos
Cães
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 46 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1117409
Autor: Comité Nacional de Prevención de Lesiones de la Sociedad Argentina de Pediatría.
Título: Consenso: niños y mascotas / Consensus: children and pets
Fonte: Arch. argent. pediatr;118(3):s69-s106, jun. 2020. tab, ilus.
Idioma: es.
Resumo: La relación de un niño con un animal doméstico, bajo circunstancias debidamente controladas, es beneficiosa para ambos. Las mascotas establecen vínculos de apego con los niños y la relación resulta positiva en aspectos afectivos, en refuerzo de la personalidad y promoción de autoestima, y en desarrollo cognitivo.Sin embargo, existen riesgos en la convivencia de niños y mascotas: mordeduras, lesiones diversas, transmisión de enfermedades. Los factores de riesgo pueden ser inherentes a los niños (edades, conductas inoportunas, falta de supervisión), al medioambiente (hogares pequeños, espacios inadecuados) o a los perros (razas no recomendables, conductas agresivas).En este consenso, se insiste en pautas para una tenencia responsable y una convivencia segura. Se recomiendan perros y gatos como mascotas, y se desaconsejan especies exóticas y animales no tradicionales. Se brindan pautas de tratamiento de mordeduras y se esbozan las principales zoonosis de las que pueden ser transmisores los animales de compañía.

The relationship of a child with a pet, under duly controlled circumstances, is beneficial for both. Pets establish emotional attachments to children, and the relationship turns out positive in terms of affective aspects, in reinforcement of the child ́s personality and promoting self-esteem, and in cognitive development, among many other advantages.Nevertheless, there are real risks in the coexistence of kids and pets: trauma, bites, several injuries and also disease transmission. Risk factors of injuries can be inherent in children (age, improper behavior, lack of supervision), in the environment (small houses, inadequate spaces), or in dogs (big or not recommended breeds, aggressive behaviors).This consensus insists on some guidelines for a responsible tenure and safe coexistence. Dogs and cats are recommended as pets, discouraging exotic species and non-traditional animals. Guidelines for bites treatment are provided and the main zoonoses of which pets can be carriers and transmitters are outlined
Descritores: Vínculo Homem-Animal de Estimação
Animais de Estimação
-Mordeduras e Picadas/prevenção & controle
Zoonoses
Desenvolvimento Infantil
Terapia Assistida com Animais
Apego ao Objeto
Limites: Humanos
Animais
Criança
Tipo de Publ: Conferência de Consenso
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  8 / 46 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1058013
Autor: Jarosová, Júlia; Antolová, Daniela; Zalesny, Grzegorz; Halán, Milos.
Título: Oxyurid nematodes of pet rodents in Slovakia - a neglected zoonotic threat / Nematódeos oxiurídeos de roedores de estimação na Eslováquia - uma ameaça zoonótica negligenciada
Fonte: Rev. bras. parasitol. vet;29(1):e014319, 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: ERDF.
Resumo: Abstract The role of rodents as reservoirs of helminths of public health importance is not well known. The zoonotic potential of Syphacia spp. has been confirmed; therefore, the study aimed to estimate the occurrence of oxyurid nematodes in small rodents from pet shops and breeding clubs in Slovakia. Fecal samples of 586 pet rodents kept in 133 cages were collected between 2016 and 2018 and examined by Faust´s flotation method. Four species of oxyurid nematodes, Syphacia muris, S. obvelata, Aspiculuris tetraptera and Paraspidodera uncinata were detected. A. tetraptera was found in the faecal samples of all rodent species included in this survey. The number of positive boxes varied from 5.4% in hamsters to 70.0% with mice. The prevalence of Syphacia muris was highest in Mongolian gerbils where up to 75.0% boxes were positive; S. obvelata was found in 26.7% of boxes with mice, 25.0% of boxes with Mongolian gerbils and 3.2% of boxes with rats. The high prevalence of Syphacia spp. in all animal species points out the infection risk for humans. Animals offered for sale are often in close contact with human beings; therefore they should be regularly tested for parasites and then effectively dewormed.

Resumo O papel dos roedores como reservatórios de helmintos de importância para a saúde pública não é bem conhecido. O potencial zoonótico de Syphacia spp. foi confirmado; portanto, o estudo teve como objetivo estimar a ocorrência de nematóides oxiurídeos em pequenos roedores de pet shops e clubes de reprodução na Eslováquia. Amostras fecais de 586 roedores mantidos em 133 gaiolas foram coletadas entre 2016 e 2018 e examinadas pelo método de flotação de Faust. Foram detectadas quatro espécies de nematódeos oxiurídeos, Syphacia muris, S. obvelata, Aspiculuris tetraptera e Paraspidodera uncinata, A. tetraptera foi encontrado nas amostras fecais de todas as espécies de roedores incluídas nesta pesquisa. O número de gaiolas positivas variou de 5,4% em hamsters a 70,0% em camundongos. A prevalência de Syphacia muris foi maior nos gerbilos da Mongólia, onde até 75,0% das gaiolas foram positivas; S. obvelata foi encontrada em 26,7% das gaiolas com camundongos, 25,0% das gaiolas com gerbilos da Mongólia e 3,2% das gaiolas com ratos. A alta prevalência de Syphacia spp. em todas as espécies animais aponta o risco de infecção para os seres humanos. Animais oferecidos para venda estão frequentemente em contato próximo com seres humanos; portanto, eles devem ser regularmente testados quanto a parasitas e, então, efetivamente desparasitados.
Descritores: Oxiuríase/veterinária
Oxyuroidea/isolamento & purificação
Doenças dos Roedores/parasitologia
Fezes/parasitologia
Animais de Estimação/parasitologia
Doenças Negligenciadas/veterinária
-Oxiuríase/diagnóstico
Oxiuríase/epidemiologia
Oxyuroidea/classificação
Ratos/parasitologia
Doenças dos Roedores/diagnóstico
Doenças dos Roedores/epidemiologia
Prevalência
Gerbillinae/parasitologia
Cricetinae/parasitologia
Eslováquia/epidemiologia
Animais de Estimação/classificação
Doenças Negligenciadas/diagnóstico
Doenças Negligenciadas/epidemiologia
Cobaias/parasitologia
Camundongos/parasitologia
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 46 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1098445
Autor: Cabral, Bruna G; Davies, Yamê M; Menão, Márcia Cristina; Saidenberg, Andre B. S; Gomes, Vasco Túlio M; Moreno, Luisa Z; Sato, Maria Inês Z; Moreno, Andrea M; Knöbl, Terezinha.
Título: Companion psittacine birds as reservoir of gentamicin and vancomycin-resistant Enterococcus spp / Psitacídeos de companhia como reservatórios de Enterococcus spp. gentamicina e vancomicina-resistentes
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;40(2):129-133, Feb. 2020. tab.
Idioma: en.
Projeto: FAPESP.
Resumo: Enterococcus are recognized worldwide as significant nosocomial agents that have been continuously envolving to adapt to different niches and acquire resistance to several antibiotic classes. Vancomycin and gentamicin-resistant strains of E. faecalis and E. faecium have been associated with nosocomial human infections. Some epidemiological studies suggest the participation of pets as reservoirs of vancomycin and gentamicin-resistant Enterococcus strains. However, the role of companion birds as reservoirs of these strains has been poorly studied. In this study, 126 psittacine birds were evaluated and 26.9% carried Enterococcus spp., including the species E. faecalis, E. faecium, E. hirae, E. phoeniculicola, E. gallinarum and E. casseliflavus. The antibiotic resistance profile showed four high-level gentamicin-resistance (HLGR) strains. In addition, two strains presented intermediate levels of vancomycin resistance. Resistant strains were isolated from fecal and oropharynx samples of sick and clinically healthy birds, suggesting that psittacine birds may act as reservoirs of HLGR Enterococcus spp. However, sick birds appear to be more implicated in the enterococci transmission than healthy birds.(AU)

Enterococcus são reconhecidos mundialmente como significantes agentes nosocomiais, que têm continuamente se adaptado a diferentes nichos e adquirido resistência a várias classes de antibióticos. Cepas de E. faecalis e E. faecium vancomicina e gantamicina-resistentes têm sido associadas a infecções nosocomiais em humanos. Alguns estudos epidemiológicos sugerem a participação de aves como reservatórios de cepas de Enterococcus vancomicina e gentamicina-resistentes. Entretanto, a relação das aves de companhia como reservatórios destas cepas tem sido pouco estudada. Neste estudo, 126 psitacídeos foram avaliados, e 26,9% destes eram portadores de Enterococcus spp., incluindo as espécies E. faecalis, E. faecium, E. hirae, E. phoeniculicola, E. gallinarum e E. casseliflavus. O perfil de resistência antibiótica mostrou quatro cepas com alto nível de resistência a gentamicina (ANRG). Além de duas cepas com nível intermediário de resistência a vancomicina. As cepas resistentes foram isoladas de amostras fecais e de orofaringe de aves doentes e clinicamente saudáveis, sugerindo que psitacídeos podem estar atuando como reservatórios para Enterococcus spp. com ANRG. Contudo, Aves doentes parecem estar mais relacionadas à transmissão de enterococcus, do que aves saudáveis.(AU)
Descritores: Papagaios/microbiologia
Reservatórios de Doenças/veterinária
Gentamicinas
Resistência a Vancomicina
Farmacorresistência Bacteriana
Animais de Estimação/microbiologia
-Enterococcus/isolamento & purificação
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  10 / 46 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1104056
Autor: Souto, Camila da Costa Lima; Silva, Renan Carlos Freitas da; Porto, Catarina Magalhães; Zimmermann, Rogério Dubosselard; Costa, Maria Lúcia Gurgel da.
Título: Efeitos do convívio domiciliar com cães de estimação na saúde de idosos / Effects of cohabitation with pet dogs on older adults' health
Fonte: Estud. interdiscip. envelhec;24(3):4-21, dez. 2019.
Idioma: pt.
Resumo: O artigo tem por objetivo estudar os efeitos da convivência domiciliar de idosos com cães de estimação, apontando os aspectos positivos e negativos desse convívio para a saúde da população idosa. Trata- -se de um estudo qualitativo de caráter descritivo e exploratório que utilizará como técnica entrevista aberta semiestruturada. O número total de idosos foi definido pela saturação de falas no decorrer das entrevistas. As entrevistas foram transcritas e as falas dos idosos foram examinadas através da análise de conteúdo, com posterior categorização temática. Os elementos foram classificados em 9 eixos temáticos: suporte emocional, atividade física, contato social, sensação de segurança, alergia e infecções, quedas, gasto financeiro, processo de luto e significado. O convívio com cães de companhia traz inúmeros benefícios à saúde de idosos, entre eles, o aumento da prática de atividades físicas, da socialização, do prazer e da autoestima. Em contrapartida, existem, também, aspectos negativos dessa convivência, como a maior exposição a possíveis infecções e alergias, o maior risco de quedas e o intenso sofrimento pela perda do animal. Após análise dos dados, constatou-se que os efeitos positivos da convivência domiciliar de idosos com cães de estimação superam os efeitos negativos para a saúde dessa população.

The objective of this article is to study the effects of household cohabitation of older adults with pet dogs, pointing out the positive and negative aspects of this conviviality to the health of the older population. This is a qualitative study of descriptive and exploratory character that will use the semi-structured interview as a technique. The total number of older adults was defined by the saturation of speeches during the interviews. The interviews were transcribed and the speeches of the participants were examined through content analysis, with subsequent thematic categorization. The elements were classified into 9 thematic axes: emotional support, physical activity, social contact, feeling of security, allergy and infections, falls, financial expense, mourning process and meaning. The companionship with companion dogs brings innumerable benefits to older adults' health, such as the increase in the practice of physical activities, socialization, pleasure and self-esteem. On the other hand, there are also negative aspects of this cohabitation, such as the greater exposure to possible infections and allergies, the greater risk of falls and the intense suffering caused by the loss of the animal. After analyzing the data, it was verified that the positive effects of the household cohabitation of older adults with dogs outweigh the negative effects for the health of this population.
Descritores: Saúde do Idoso
Cães
-Animais de Estimação/psicologia
Limites: Humanos
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR574.2 - Biblioteca



página 1 de 5 ir para página              
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde