Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.050.150.900.248.620 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 42 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 5 ir para página              

  1 / 42 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: lil-755495
Autor: Zhu, Lei.
Título: Histological study of the oesophagus and stomach in grey-backed shrike (Lanius tephronotus) / Estudio histológico de esófago y estómago del alcaudón (Lanius tephronotus)
Fonte: Int. j. morphol;33(2):459-464, jun. 2015. ilus.
Idioma: en.
Projeto: Qujing Normal University. Scientific Foundation; . National Natural Science Foundation of China.
Resumo: The microstructure of oesophagus and stomach in grey-backed shrike were examined by means of light microscopy. The results showed that the oesophagus glands were mucous glands, the shedding glandular cells and the mucin from the oesophagus glands secreted to the lumen. The number of the glands in the thoracic part was less than that of in the cervical part. The lumens of the glands showed an intense positive periodic acid-Schiff and Alcian blue reaction. There were two types of glands in the lamina propria. The simple tubular glands were located in the superficial lamella of the lamina propria, while compound tubular glands were located in the deep lamella. The epithelium was lined by a layer of cuticle in the intermediate zone between the proventriculus and gizzard. The surface of gizzard possessed a rough thick cuticle, which was made up of the Alcian blue-positive horizontal matrix and the periodic acid-Schiff-positive vertical rods.

La microestructura del esófago y el estómago del alcaudón gris fueron examinados mediante microscopía de luz. Los resultados mostraron que las glándulas del esófago eran glándulas mucosas, y que las células glandulares de descamación y la mucina de las glándulas del esófago eran secretadas al lumen. El número de glándulas en la porción torácica del esófago fue menor que en la porción cervical. Las aberturas de las glándulas mostraron una reacción positiva intensa al PAS y azul de Alcián. Se encontraron dos tipos de glándulas en la lámina propia. Las glándulas tubulares simples se localizaron en la lámina superficial de la lámina propia, mientras que las glándulas tubulares compuestas se hallaron en la lámina de profundidad. El epitelio se encontró revestido por una capa cuticular en la zona intermedia entre el proventrículo y la molleja. La superficie de la molleja presentó una cutícula gruesa, demostrada por una matriz horizontal positivo para azul de Alcian y varillas verticales positivas para el PAS.
Descritores: Estômago/anatomia & histologia
Passeriformes/anatomia & histologia
Esôfago/anatomia & histologia
Limites: Animais
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  2 / 42 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1038649
Autor: Gaio, F. C; Lopes, E. S; Lima, B. P; Carmo, C. C; Marques, A. R; Oliveira, F. R; Amaral, M. S. M. G; Pascoal Filho, N. M; Carreira, A. S; Beleza, A. J. F; Teixeira, R. S. C; Havt, A; Maciel, W. C.
Título: Bactérias zoonóticas isoladas de Passeriformes silvestres recuperados do tráfico de animais no estado do Ceará/Brasil / Zoonotic bacteria isolated from wild Passeriformes recovered from animal trafficking in the State of Ceará/Brazil
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec. (Online);71(5):1488-1496, set.-out. 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A ordem dos Passeriformes é uma das mais pressionadas pelas ações antrópicas, especialmente as relativas ao tráfico de animais, que, devido às más condições de manejo e higiênico-sanitárias, favorecem a infecção dos espécimes por patógenos virulentos e zoonóticos, como cepas de Escherichia coli e Salmonella spp., cujo isolamento em suabes cloacais, bem como a análise dos genes de virulência das cepas de E. coli foram objetivos do estudo. Para isso, 120 Passeriformes silvestres nativos, recebidos pelo Cetas/CE, foram avaliados individualmente. As cepas isoladas foram submetidas a teste de disco difusão para determinação da sensibilidade aos antimicrobianos. Em etapa posterior, foi realizada PCR para a detecção de oito genes de virulência dos principais patotipos diarreiogênicos de E. coli. Quanto aos resultados, nenhuma cepa de Salmonella spp. foi isolada, no entanto a ocorrência de E. coli foi de 40,8%. Foi observada elevada resistência, principalmente aos antimicrobianos tetraciclina, ampicilina e sulfazotrim, ocorrendo multirresistência em 42,8% das cepas. Pela análise molecular, foram diagnosticados quatro entre os nove genes pesquisados, com a identificação de EPEC típicas, EPEC atípicas, ETEC, EHEC e EAEC. Os resultados apontam para a importância de Passeriformes como possíveis disseminadores de zoonoses.(AU)

The order Passeriformes is one of the most pressured by anthropic actions, especially those related to animal trafficking. Due to poor sanitary and hygienic conditions, the infection of the specimens is favored by virulent and zoonotic pathogens such as strains of Escherichia coli and Salmonella spp., whose isolation in cloacal swabs as well as the analysis of the virulence genes of E. coli strains were the objectives of the study. For this, 120 native wild Passeriformes, received by CETAS/CE were individually evaluated. The isolated strains were submitted to diffusion disc test to determine sensitivity to antimicrobials. In a later stage, PCR was performed for the detection of eight virulence genes from the main E. coli diarrhoeagenic pathogens. Regarding the results, no strain of Salmonella spp. was isolated; however, the occurrence of E. coli was 40.8%. High resistance was observed, mainly to the antimicrobials Tetracycline, Ampicillin and Sulfazotrim, with multi-resistance in 42.8% of the strains. By molecular analysis, four of the nine genes were diagnosed, identifying typical EPEC, atypical EPEC, ETEC, EHEC and EAEC. The results point to the importance of Passeriformes as possible disseminators of zoonoses.(AU)
Descritores: Salmonella/isolamento & purificação
Salmonella/patogenicidade
Passeriformes/parasitologia
Escherichia coli/isolamento & purificação
Escherichia coli/patogenicidade
Animais Selvagens/parasitologia
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  3 / 42 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Marini, Miguel Angelo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-947474
Autor: Marini, Miguel Ângelo; Vanconcellos, Mariana Mira; Lobo, Yonara.
Título: Reproductive biology and territoriality of the wedge-tailed grass-finch (Emberizoides herbicola) (Aves: Passeriformes) / Biologia reprodutiva e territorialidade do canário-do-campo (Emberizoides herbicola) (Aves: Passeriformes)
Fonte: Biosci. j. (Online);30(3):853-862, may/june 2014. tab, ilus, graf.
Idioma: en.
Resumo: Emberizoides herbicola (Wedge-tailed Grass-finch), Emberizidae, Passeriformes, lives in various types of grasslands in South America. Its life history is poorly known and here we provide novel information on several aspects of its breeding biology, including territoriality and habitat use. We investigated it at Águas Emendadas Ecological Station, Federal District, Brazil, between 2002 and 2009. Banded E. herbicola had an average territory size of 3.9 ha (n = 6). Twenty nests were monitored every 2­4 days, of which 18 were active. The reproductive period occurred from October to March, but eggs were laid from early October to mid-November, with a peak in late October. Nests were built close to the ground and (mean height = 14.8 ± 9.0 cm, n = 17) clutch size was invariably two but ranged from one to three eggs (mean = 2 ± 0.4, n = 15). Incubation period was 14.8 ± 0.8 days (n = 2) and nestling period was 11 ± 0.6 days (n = 4). Most nests (n = 12) were built in open cerrado vegetation. Among the 18 active nests, 44.4% were successful, 38.9% were depredated and 16.7% were abandoned. Predation rate during the nestling period (85.7%) was significantly higher than during the incubation period (14.3%). Mayfield nest success rate was 42%, with a much higher survival rate during the egg period (0.881 ± 0.112) than during the nestling period (0.476 ± 0.147). Most nests (n = 12) were built in open cerrado vegetation, which may be considered the most important habitat for the species both for territory defense and nesting.

Emberizoides herbicola (canário-do-campo), Emberizidae, Passeriformes, é uma espécie campestre, residente em áreas abertas e que habita capinzais altos, secos ou úmidos. Sua história de vida é muito pouco conhecida, sendo a sua biologia reprodutiva abordada pelo presente estudo quanto aos seguintes aspectos: biologia da nidificação, territorialidade e uso de hábitat. O estudo foi realizado na Estação Ecológica de Águas Emendadas, DF, Brasil, entre 2002 e 2009. Indivíduos anilhados de E. herbicola possuem um território médio de 3,9 ha (n = 6). Vinte ninhos foram monitorados a cada 2­4 dias, dos quais 18 estavam ativos. O período reprodutivo estendeu-se de outubro a março, mas a postura de ovos ocorreu entre o início de outubro e meados de novembro, com pico no final de outubro. Ninhos foram construídos próximos ao solo (altura média = 14,8 ± 9,0 cm, n = 17) com período de incubação de 14,8 ± 0,8 dias (n = 2) e a período dos ninhegos de 11 ± 0,6 dias (n = 4). O tamanho da ninhada foi de dois, mas variou de um a três ovos, com média de 2,0 ± 0,4 ovos (n = 15). Entre os 18 ninhos monitorados, 44,4% obtiveram sucesso, 38,9% foram predados e 16,7% foram abandonados. A taxa média de predação foi de 85,7% para ninhegos e 14,3% para ovos. A taxa de sucesso de Mayfield foi de 42%, com uma maior probabilidade de sobrevivência (PSR) durante o período de incubação (0,881 ± 0,112) do que durante o período de ninhego (0,476 ± 0,147). A maioria dos ninhos (n = 12) foi construído em cerrado ralo que pode ser considerado a fitofisionomia mais importante para a espécie, tanto para defesa de territórios como para nidificação.
Descritores: Biologia
Aves
Passeriformes
-Reprodução
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central


  4 / 42 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-914351
Autor: Martins-Oliveira, Liliane; Leal-Marques, Renata; Nunes, Carlos Henrique; Franchin, Alexandre Gabriel; Marçal Júnior, Oswaldo.
Título: Forrageamento de Pitangus sulphuratus e de Tyrannus melancholicus (Aves: Tyrannidae) em hábitats urbanos / Foraging behaviour of Pitangus sulphuratus and Tyrannus melancholicus (Aves: Tyrannidae) in urban habitats
Fonte: Biosci. j. (Online);28(6):1038-1050, nov./dec. 2012. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Tiranídeos (Aves: Tyrannidae) são aves com ampla riqueza comportamental e que ocorrem em uma enorme variedade de ambientes, incluindo áreas urbanas. Este estudo objetivou verificar e comparar o comportamento de forrageio de Pitangus sulphuratus e de Tyrannus melancholicus no ambiente urbano. O trabalho foi realizado na cidade de Uberlândia, MG, de abril a dezembro de 2009, totalizando 280 horas de esforço amostral. Foram amostradas 72 parcelas, duas vezes por estação ­ seca e chuvosa. As observações foram realizadas no período da manhã, em sessões de 50 min. Foram registrados comportamentos de procura e de ataque, tipo e número de substratos de procura, tempo de procura e de ataque; direção, substrato e distância percorrida no ataque; altura do substrato; tamanho e tipo de item alimentar; manipulação; comportamento pós-ataque. A estratégia de procura "estático" e os substratos de procura "árvores" foram mais frequentes para as duas espécies. Predominaram as estratégias de ataque "investir-atingir" para T. melancholicus e "investir-pousar" para P. sulphuratus. A direção de ataque "diagonal abaixo" foi utilizada com maior frequência pelas duas espécies, mas T. melancholicus atacou presas principalmente no "ar" e P. sulphuratus na "grama". O principal item alimentar foi "artrópode". Para a maioria das variáveis, T. melancholicus apresentou valores médios maiores do que P. sulphuratus, exceto para tempo médio de procura em vôo e número de poleiros na procura. Embora T. melancholicus apresente comportamentos mais especializados no item alimentar e na forma de captura, as duas espécies pesquisadas mostraram ampla plasticidade comportamental com aspectos generalistas, o que favorece a sobrevivência das duas espécies em ambientes urbanos.

Flycatchers (Aves: Tyrannidae) are birds with vast behavioral repertorie and occur in many habitats, occurring frequently in the urban environment. This study aimed to determine and compare the foraging behavior of Pitangus sulphuratus and Tyrannus melancholicus, in an urban habitat. The study was conducted at Uberlândia/MG, Brazil, from April to December 2009, totaling 280 hours of sampling effort. We sampled 72 plots twice per season - dry and rainy. The observations were made in the morning, in 50 min bouts. We recorded: search and attack behaviors, search substrate, search time, direction, distance and substrate used in attack behavior, substrate height, size and type of food item; manipulation; behavior after attack. The "static" search strategy and "tree" search substrate were more frequent for both species. The "sally-strike" (T. melancholicus) and "sally-pounce" (P. sulphuratus) attack strategies were the most frequent. The "diagonal downward" attack direction was used more frequently by both species, but T. melancholicus attacked mainly in "air" and P. sulphuratus attacked in "grass." The main food item was "arthropod" for both species. For most variables examined, T. melancholicus had higher average values than P. sulphuratus, except for average flight time and number of perches search. Although T. melancholicus showed a more specialized behavior, the two species studied show a wide behavioral repertoire, with generalist aspects, especially P. sulphuratus.
Descritores: Comportamento
Aves
Área Urbana
Passeriformes
Responsável: BR396.4


  5 / 42 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-758560
Autor: Vogel, Huilquer Francisco; Metri, Rafael; Zawadzki, Cláudio Henrique.
Título: Comunidade e partilha ecológica de turdídeos (aves: passeriformes) em um fragmento urbano de floresta com araucárias em Guarapuava no sul do Brasil / Community and ecological partitioning of turdid (passerines) in an araucaria urban forest fragment in Guarapuava, southern Brazil / Comunidad y reparto ecológico de turdidae (aves paseriformes) en un espacio urbano de bosque con araucarias en Guarapuava en el sur de Brasil
Fonte: Arq. ciênc. vet. zool. UNIPAR;17(2):151-152, abr.-jun.2014.
Idioma: pt.
Resumo: Mecanismos ecológicos que permitem a coexistência de sabiás do gênero Turdus (Turdidae) parecem não ser tão facilmente explicáveis. Neste sentido, o presente trabalho buscou compreender como está estruturada a comunidade dessas aves e investigar possíveis padrões e mecanismos que tornam possível a coexistência entre duas espécies aparentadas e relativamente semelhantes, T. leucomelas e T. rufiventris, que compartilham um fragmento florestal urbano. Por meio de capturas utilizando redes ornitológicas, foi possível descrever a estrutura da comunidade, obtendo dados ecológicos e morfológicos de cinco espécies do gênero. Para a análise da coexistência entre T. leucomelas e T. rufiventris, os parâmetros amostrados foram a abundância média por ambiente amostrado em relação às estações, estrato florestal utilizado pelas aves, aspectos morfológicos e a dieta. Os resultados apontaram que Turdus rufiventris é o mais abundante dos sabiás ocorrentes na área e também o mais constante ao longo do estudo, estando presente em 66% dos eventos de captura. Turdus leucomelas aparece em segundo lugar nas capturas com frequência de ocorrência de 55%. Turdus amaurochalinus, com 84% de ocorrência na primavera (57% anual), pode apresentar sobreposição de populações migrantes sobre populações residentes durante a mesma estação. Por sua vez, Turdus albicollis foi considerada acessória com frequência máxima de 30% no inverno. Quanto a sua dominância, Turdus subalaris foi considerada recessiva e ocasional em sua constância nas capturas. Comparações efetuadas entre T. leucomelas e T. rufiventris demonstram grande semelhança de massa corpórea, enquanto em outras variáveis, como comprimento, houve diferença significativa. Entretanto, T. rufiventris apresenta maiores amplitudes de variação e bico mais fino e comprido...

Ecological mechanisms that allow the coexistence of five Thrush species from the Turdus (Turdidae) genus in an urban forest fragment in southern Brazil seem to be difficult to explain. In this context, the present paper tried to understand how the bird community is structured, as well as to investigate possible patterns and mechanisms that make the coexistence of two related and relatively similar species - T. leucomelas and T. rufiventris – possible. Mist nets were used for sampling, which allowed the description of the community structure with ecological and morphological data on five species of the genus. For the coexistence analysis between T. leucomelas and T. rufiventris, the parameters surveyed were the average abundance per sampled environment in relation to seasons, forest stratum used by birds, morphological aspects, and diet. Results indicated that Turdus rufiventris is the most abundant thrush in the area and is the most constantly found throughout this study, present in 66% of captures. Turdus leucomelas occurred in 55% of captures. Turdus amaurochalinus, with 84% occurrence in spring (57% yearly), may present an overlapping of migrant populations over resident ones in the same season. Turdus albicollis was considered supplementary, with maximum frequency of 30% in winter. As for its dominance, Turdus subalaris was regarded as recessive and occasional in its constancy in captures. Comparisons made between T. leucomelas and T. rufiventris showed great resemblance of body mass, while in other variables, such as length, there were significant differences. However, T. rufiventris presents higher degrees of variation, as well as thinner and longer beaks...

Mecanismos ecológicos que permiten la coexistencia de aves del género Turdus (Turdidae), parecen no ser tan fácilmente explicables. Este estudio ha buscado comprender como está estructurada la comunidad de esas aves e investigar posibles estándares y mecanismos que hacen posible la coexistencia entre dos especies aparentadas y relativamente semejantes, T. leucomelas y T. rufiventris, que comparten un espacio de bosque urbano. A través de capturas utilizando redes ornitoló- gicas, ha sido posible describir la estructura de la comunidad, obteniendo datos ecológicos y morfológicos de cinco especies del género. Para el análisis de la coexistencia entre T. leucomelas y T. rufiventris, los parámetros muestreados fueron la abundancia promedia por ambiente estudiado en relación a las estaciones, estrato del bosque utilizado por las aves, aspectos morfológicos y la dieta. Los resultados apuntaron que Turdus rufiventris es el más abundante de los zorzales ocurrentes en el área y también el más constante a lo largo del estudio, estando presente en 66% de los eventos de captura. Turdus leucomelas aparece en segundo lugar en las capturas con frecuencia de ocurrencia de 55%. Turdus amaurochalinus, con 84% de ocurrencia en la primavera (57% anual), puede presentar superposición de poblaciones migrantes sobre poblaciones residentes durante la misma estación. Por su vez, Turdus albicollis ha sido considerada accesoria con frecuencia máxima de 30% en el invierno. Cuanto a su dominancia, Turdus subalaris ha sido considerada recesiva y ocasional en su constancia en las capturas. Comparaciones efectuadas entre T. leucomelas y T. rufiventris demuestran gran semejanza de masa corpórea, mientras en otras variables, como de largo, hubo diferencia significativa. Entretanto, T. rufiventris presenta mayores amplitudes de variación y pico delgado y largo...
Descritores: Aves Canoras/crescimento & desenvolvimento
Passeriformes
-Biota
Ecossistema
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  6 / 42 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-746552
Autor: Tostes, Raquel; Vashist, Usha; Scopel, Kézia K. G; Massard, Carlos L; Daemon, Erik; D'Agosto, Marta.
Título: Plasmodium spp. and Haemoproteus spp. infection in birds of the Brazilian Atlantic Forest detected by microscopy and polymerase chain reaction / Infecção por Plasmodium spp. e Haemoproteus spp. em aves da Mata Atlântica brasileira detectada por microscopia e reação em cadeia da polimerase
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;35(1):67-74, 01/2015. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: In recent years haemosporidian infection by protozoa of the genus Plasmodium and Haemoproteus, has been considered one of the most important factors related to the extinction and/or population decline of several species of birds worldwide. In Brazil, despite the large avian biodiversity, few studies have been designed to detect this infection, especially among wild birds in captivity. Thus, the objective of this study was to analyze the prevalence of Plasmodium spp. and Haemoproteus spp. infection in wild birds in captivity in the Atlantic Forest of southeastern Brazil using microscopy and the polymerase chain reaction. Blood samples of 119 different species of birds kept in captivity at IBAMA during the period of July 2011 to July 2012 were collected. The parasite density was determined based only on readings of blood smears by light microscopy. The mean prevalence of Plasmodium spp. and Haemoproteus spp. infection obtained through the microscopic examination of blood smears and PCR were similar (83.19% and 81.3%, respectively), with Caracara plancus and Saltator similis being the most parasitized. The mean parasitemia determined by the microscopic counting of evolutionary forms of Plasmodium spp. and Haemoproteus spp. was 1.51%. The results obtained from this study reinforce the importance of the handling of captive birds, especially when they will be reintroduced into the wild...

Nos últimos anos infecção por protozoários hemosporídeos dos gêneros Plasmodium e Haemoproteus, tem sido considerada um dos fatores mais importantes relacionados com a extinção e / ou declínio da população de várias espécies de aves em todo o mundo. No Brasil, apesar da grande biodiversidade aviária, poucos estudos foram desenvolvidos para detectar a infecção, especialmente entre as aves silvestres mantidas em cativeiro. Assim, o objetivo deste estudo foi analisar a prevalência de infecção por Plasmodium spp. e Haemoproteus spp. em aves silvestres em cativeiro na Mata Atlântica do sudeste do Brasil, utilizando microscopia convencional e reação em cadeia da polimerase. Amostras de sangue de 119 aves mantidas em cativeiro no Ibama durante o período de julho de 2011 a julho de 2012, foram coletadas. A densidade parasitária foi determinada com base apenas em leituras de esfregaços de sangue por microscopia fotônica. A prevalência média de infecção por Plasmodium spp. e Haemoproteus spp. obtida por exame microscópico de esfregaços sanguíneos e PCR foi semelhante (83,19% e 81,3%, respectivamente), com Caracara plancus e Saltator similis sendo as espécies mais parasitadas. A parasitemia média determinada pela contagem microscópica de formas evolutivas de Plasmodium spp. e Haemoproteus spp. foi de 1,51%. Os resultados obtidos neste estudo reforçam a importância do manejo de aves em cativeiro, especialmente quando serão reintroduzidas na natureza...
Descritores: Doenças das Aves/parasitologia
Falconiformes/parasitologia
Haemosporida/isolamento & purificação
Passeriformes/parasitologia
Plasmodium/isolamento & purificação
-Animais Selvagens/parasitologia
Malária Aviária
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  7 / 42 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-732321
Autor: Barros, RAM; Costa, CA; Pascotto, MC.
Título: Diet and feeding behavior of the White-naped Jay, Cyanocorax cyanopogon (Wied, 1821) (Aves, Passeriformes, Corvidae) in a disturbed environment in central Brazil / Dieta e comportamento alimentar de Cyanocorax cyanopogon (Wied, 1821) (Aves, Passeriformes, Corvidae) em um ambiente antropizado na região centro-oeste do Brasil
Fonte: Braz. j. biol;74(4):899-905, 11/2014. tab.
Idioma: en.
Projeto: FAPEMAT; . FAPEMAT.
Resumo: The White-naped Jay Cyanocorax cyanopogon (Wied, 1821) is an omnivorous and opportunistic species, with a multifarious diet. In view of the scarcity of available data in the literature, the aim was to investigate and describe the bird's diet, location of food items, foraging tactics, actual feeding behavior and intraspecific interactions, as a means of defining the items consumed. The study was carried out in a Cerrado area in the Araguaia Campus of the Federal University of Mato Grosso – UFMT, in Pontal do Araguaia, Mato Grosso State, Brazil, from August to December, 2006, and from April to October, 2010. All the feeding events were recorded through 136 hours of animal focal sampling, whereby it was shown that these birds predominantly consume animal nutrients, replenished by vegetable items and human food-waste. Arthropods were predominant in the diet, with ants as the most abundant and frequent item. The fruits, flowers and seeds of eleven plant species were also consumed. Food-waste, representing about 1/10 of the total, was constantly consumed even when other food sources were available. Although active among the various strata, foraging is mainly on the ground. In the event of food-scarcity, the strategy employed is the hierarchical deployment of the members of various-sized groups, with the avoidance of direct competition. This versatility during all seasons, confirms total adaptation to the anthropic environment surrounded by native habitats that characterized the study site.

Cyanocorax cyanopogon (Wied, 1821) é uma espécie onívora e oportunista, que se alimenta de diferentes itens alimentares. Como há poucos relatos na literatura sobre sua alimentação, este estudo visou descrever os itens alimentares consumidos, o local de captura do alimento, as táticas de forrageamento, o comportamento alimentar e as interações intraespecíficas de C. cyanopogon. O estudo foi realizado em uma área de Cerrado do Campus Universitário do Araguaia, Universidade Federal de Mato Grosso, em Pontal do Araguaia/MT, de agosto a dezembro de 2006 e de abril a outubro de 2010. Por meio da amostragem animal focal foram registrados todos os eventos alimentares, num total de 136 h de observações. Os resultados demonstraram que C. cyanopogon consome predominantemente alimentos de origem animal, seguidos pelos de origem vegetal e por resíduos alimentares. Os artrópodes foram predominantes em sua dieta e as formigas foram os itens animais mais abundantes e frequentes. Frutos, flores e sementes de onze espécies de plantas também foram consumidos. Resíduos alimentares representaram cerca de um décimo dos itens consumidos, sendo ingeridos mesmo em períodos de disponibilidade de outras fontes alimentares. C. cyanopogon é forrageadora ativa e utiliza diferentes estratos para a captura do alimento, com maior utilização do solo. Forrageia sempre em grupos de tamanhos variados e apresenta um sistema hierárquico para o consumo de itens menos abundantes, sem haver competição direta pelo alimento. Por consumirem diferentes tipos de alimentos e em todas as estações do ano, conclui-se que C. cyanopogon está totalmente adaptada ao ambiente ocupado pelo ser humano, mas circundado por vegetação nativa, característica do local de estudo.
Descritores: Dieta
Meio Ambiente
Comportamento Alimentar/fisiologia
Passeriformes/fisiologia
-Brasil
Passeriformes/classificação
Estações do Ano
Limites: Animais
Seres Humanos
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 42 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-732299
Autor: Marques-Santos, F; Wischhoff, U; Rodrigues, M.
Título: New insights on the rarity of the vulnerable Cinereous Warbling-finch (Aves, Emberizidae) based on density, home range, and habitat selection / Esclarecimentos sobre a raridade do vulnerável capacetinho-do-oco-do-pau (Aves, Emberizidae) baseados em densidade populacional, área de vida e seleção de habitat
Fonte: Braz. j. biol;74(4):795-802, 11/2014. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: The Cinereous Warbling-finch Poospiza cinerea (Emberizidae) is a Neotropical grassland bird considered rare, with population declining due to habitat loss and classified as vulnerable. However, the species conspicuously remains in several degraded areas, suggesting that it may be favored by these environments. Studies which focus on this species were inexistent until 2012, making questionable any statement about its threaten status. Here we analyzed population density, home range, and habitat selection of two groups of P. cinerea at independent sites that differ in human impact levels. Density was estimated by counting and mapping birds. Kernel density and minimum convex polygon were used to estimate home ranges. Habitat selection was inferred from use and availability of every habitat identified within the home range boundaries. One group positively selected urban tree vegetation, despite the availability of natural habitats in its home range. Based on a review on the literature and our findings, we assume that it is unlikely that P. cinerea is rare owing to habitat degradation, as previously thought. Nevertheless, this species was always recorded around native Cerrado vegetation and thus habitat modification may still threaten this species at some level. It is suggested that this species might be a woodland edge species, but future studies are necessary to confirm this assumption.

O capacetinho-do-oco-do-pau Poospiza cinerea (Emberizidae) é um passeriforme neotropical de ambientes abertos, considerado raro e cuja população está em declínio devido à perda de habitat, sendo classificada como vulnerável. No entanto, a espécie tem sido observada com frequência em vários locais impactados, sugerindo que possa ser favorecida por esse tipo de ambiente. Estudos focados nessa espécie são escassos, o que nos leva a questionar qualquer afirmação sobre seu status de conservação. Nós analisamos a densidade populacional, área de vida e seleção de habitat de dois grupos de P. cinerea em dois locais independentes, que diferiam quanto ao grau de conservação. A densidade foi estimada por contagem e mapeamento das aves. Utilizamos Kernel density e Mínimo Polígono Convexo para estimar as áreas de vida. A seleção de habitat foi inferida a partir do uso e disponibilidade dos habitats nas áreas de vida. Um grupo selecionou positivamente árvores urbanas, apesar de ampla disponibilidade de vegetação natural na área de vida. Com base na revisão de literatura e também em nossas observações, consideramos improvável que a espécie seja rara devido à degradação de habitats naturais como anteriormente sugerido. Mesmo assim, a espécie sempre é observada em ambientes que contém vegetação nativa de Cerrado e, portanto, a degradação desse bioma pode ainda ser uma ameaça. É sugerido que Poospiza cinerea seja uma espécie de borda, e estudos futuros são necessários para confirmação dessa hipótese.
Descritores: Ecossistema
Comportamento de Retorno ao Território Vital/fisiologia
Passeriformes/fisiologia
-Biodiversidade
Densidade Demográfica
Dinâmica Populacional
Passeriformes/classificação
Limites: Animais
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 42 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-719284
Autor: Mendes, MM.; Mascarenhas, CS.; Sinkoc, AL.; Müller, G..
Título: Nasal mites of Tyrannidae (Aves) in Brazil / Ácaros nasais de Tyrannidae (Aves) no Brasil
Fonte: Braz. j. biol;74(2):480-482, 5/2014.
Idioma: en.
Resumo: A total of 81 Tyraniidae birds were examined, 80 Pitangus sulphuratus (Linnaeus, 1766) (Great kiscadee), and one Machetornis rixosa (Vieilot, 1819) (Cattle tyrant), for collection of nasal mites, which were identified as Ptilonyssus spinosus (Brooks & Strandtmann, 1960) and Sternostoma longisetosae (Hyland, 1961) (Rhinonyssidae). This finding characterises the first report of P. spinosus and S. longisetosae in P. sulphuratus, and the first record of P. spinosus in M. rixosa, and expands the geographic distribution of these species. It is the first occurrence of S. longisetosae in the Neotropics, and the first citation of P. spinosus in the state of Rio Grande do Sul, Brazil.

Foram examinadas 81 aves Tyraniidae, 80 Pitangus sulphuratus (Linnaeus, 1766) (Bem-te-vi) e um Machetornis rixosa (Vieilot, 1819) (Suiriri-cavaleiro) para coleta de ácaros nasais, os quais foram identificados como Ptilonyssus spinosus (Brooks & Strandtmann, 1960) e Sternostoma longisetosae (Hyland, 1961) (Rhinonyssidae). Este achado caracteriza o primeiro relato de P. spinosus e S. longisetosae em P. sulphuratus e o primeiro registro de P. spinosus em M. rixosa, e amplia a distribuição geográfica destas espécies, sendo a primeira ocorrência de S. longisetosae na região neotropical e primeira citação de P. spinosus no Rio Grande do Sul, Brasil.
Descritores: Ácaros/classificação
Cavidade Nasal/parasitologia
Passeriformes/parasitologia
-Brasil
Passeriformes/classificação
Limites: Animais
Feminino
Masculino
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 42 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-719272
Autor: Mendes, MM.; Mascarenhas, CS.; Sinkoc, AL.; Müller, G..
Título: Nasal mites of Tyrannidae (Aves) in Brazil / Ácaros nasais de Tyrannidae (Aves) no Brasil
Fonte: Braz. j. biol;74(2):480-482, 5/2014.
Idioma: en.
Resumo: A total of 81 Tyraniidae birds were examined, 80 Pitangus sulphuratus (Linnaeus, 1766) (Great kiscadee), and one Machetornis rixosa (Vieilot, 1819) (Cattle tyrant), for collection of nasal mites, which were identified as Ptilonyssus spinosus (Brooks & Strandtmann, 1960) and Sternostoma longisetosae (Hyland, 1961) (Rhinonyssidae). This finding characterises the first report of P. spinosus and S. longisetosae in P. sulphuratus, and the first record of P. spinosus in M. rixosa, and expands the geographic distribution of these species. It is the first occurrence of S. longisetosae in the Neotropics, and the first citation of P. spinosus in the state of Rio Grande do Sul, Brazil.

Foram examinadas 81 aves Tyraniidae, 80 Pitangus sulphuratus (Linnaeus, 1766) (Bem-te-vi) e um Machetornis rixosa (Vieilot, 1819) (Suiriri-cavaleiro) para coleta de ácaros nasais, os quais foram identificados como Ptilonyssus spinosus (Brooks & Strandtmann, 1960) e Sternostoma longisetosae (Hyland, 1961) (Rhinonyssidae). Este achado caracteriza o primeiro relato de P. spinosus e S. longisetosae em P. sulphuratus e o primeiro registro de P. spinosus em M. rixosa, e amplia a distribuição geográfica destas espécies, sendo a primeira ocorrência de S. longisetosae na região neotropical e primeira citação de P. spinosus no Rio Grande do Sul, Brasil.
Descritores: Ácaros/classificação
Cavidade Nasal/parasitologia
Passeriformes/parasitologia
-Brasil
Passeriformes/classificação
Limites: Animais
Feminino
Masculino
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 5 ir para página              
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde