Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.050.150.900.248.620.750.150 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-999583
Autor: Ton, James; Moraes, Thais Andressa Guimaraes.
Título: Determining the pathogenicity of bacteria present in wetland waters and crow feces in Bothell / Determinando a patogenicidade de bactérias presentes naságuas dos pântanos e em fezes de corvos em Bothell
Fonte: Mundo saúde (Impr.) = Mundo saude (Impr);41(3):378-384, maio, 2017. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: This study will determine the pathogenicity of bacteria isolated from the wetland waters and crows feces within the UWBothell campus. This emanated from the need to determine whether the American crow (Corvus brachyrhyncos) has arole in the epidemiology of diarrheal disease along with its significant con-tribution to the high level of fecal coliformsin the stream water that runs through the crow roosting area. Modified from previous studies, we developed protocolsto culture Escherichia coli and Campylobacter, both are known to be pathogenic and present in crow feces, to isolateDNA from cultures or samples, and to perform PCR (Polymerase Chain Reaction)/qPCR (Quantitative PolymeraseChain Reaction) to detect virulence genes. We found that the virulence genes eae and rfb that are necessary to causediarrhea were absent in a representative number of E. coli strains isolated from the water samples and the fecal samples.The virulence genes flaA and cad in the Campylobacter species were detected in fecal samples (77.8% and 73%,respectively) and in water samples (75% each). In conclusion, our hypothesis could not be verified, but our resultssuggest that the Campylobacter isolated from wetland water and crow feces are potentially pathogenic. However, theresults are not conclusive and more sample and virulence genes specific to ex-traintestinal pathogenic E. coli, need to bescreened in order to accurately assess the pathogenicity of these bacteria

Este estudo determinará a patogenicidade de bactérias isoladas das águas pantanais e fezes de corvos den-tro do campusUW (University of Washington) Bothell. Este estudo emanou da necessidade de determinar se o corvo americano (Corvusbrachyrhyncos) tem um papel na epidemiologia da doença diarréica, junta-mente com sua contribuição significativapara o alto nível de coliformes fecais na água do fluxo que per-corre a área onde as aves se alojam. Modificado a partirde estudos anteriores, desenvolvemos protocolos para cultura de Escherichia coli e Campylobacter, ambas conhecidaspor serem patogênicas e presentes em fezes de corvos, isolar DNA de culturas ou amostras e realizar PCR/qPCR paradetectar genes de virulên-cia. Descobriu-se que os genes de virulência eae e rfb que são necessários para causar diarreiaestavam au-sentes num número representativo de estirpes de E. coli isoladas das amostras de água e das amostras fecais.Os genes de virulência flaA e cad em espécies de Campylobacter foram detectados em amostras fecais (77,8% e73%, respectivamente) e em amostras de água (75% cada). Concluindo, nossa hipotese não pôde ser confirmada, masnossos resultados sugerem que a Campylobacter isolada das amostras de água e de fezes de corvo é potencialmentepatogênica. No entanto, os resultados não são conclusivos e mais amostras e genes de virulência específicos para E. coliextraintestinal patogênica necessitam ser identificados, a fim de avaliar com precisão a patogenicidade destas bactérias
Descritores: Corvos
Escherichia coli
Escherichia coli/patogenicidade
Coliformes
Bactérias Gram-Negativas
-Disenteria
Limites: Animais
Responsável: BR599.1 - Coordenação Geral de Documentação e Informação (CGDI)



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde