Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.050.150.900.248.620.750.700 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 5 [refinar]
Mostrando: 1 .. 5   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 5 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-674388
Autor: Pereira, Larissa Quinto; Corrêa, Isadora Mainieri O; Schneiders, Gustavo Henrique; Linhares, Marcella Teixeira; Almeida, Dario Trevisan; Lovato, Maristela.
Título: Isospora bocamontensis (Protozoa: Apicomplexa) in captive yellow cardinal Gubernatrix cristata (Passeriformes: Emberezidae) / Isospora bocamontensis (Protozoa: Apicomplexa) em cardeais-amarelo Gubernatrix cristata (Passeriformes: Emberezidae) mantidos em cativeiro
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;33(3):384-388, Mar. 2013. graf, tab.
Idioma: en.
Resumo: The yellow cardinal (Gubernatrix cristata) is a passerine found in southern Brazil, especially along the border with Uruguay and Argentina. It is an endangered species and its population is decreasing. Among the parasites that affect passerines, the genus Isospora is the most easily found in both captive and free-living birds. This parasite commonly causes injury to the intestinal tissue and could occasionally affect other organs. In this work we examined the occurrence of coccidiosis in captive yellow cardinals and its association with factors such as sex, use of parasiticides, type of enclosure, contact with feces, type of food and cleaning frequency. We collected fecal samples of 45 yellow cardinals, healthy and kept in captivity, in late afternoon at the end of the reproductive period. The examination showed parasitic infection by Isospora bocamontensis in 44.5% of the birds. This infection is not influenced by the sex of birds, but is significantly affected by the type of enclosure, contact with the feces, use of parasiticides, type of food and cleaning frequency. The results indicate that to keep yellow cardinals captive, these factors must be observed.

O cardeal-amarelo (Gubernatrix cristata) é um pássaro que ocorre no sul do Brasil, principalmente na fronteira com Uruguai e Argentina. É uma ave ameaçada de extinção e sua população está decrescendo. Dentre, os parasitas que afetam a ordem Passeriformes, o gênero Isospora está entre o mais encontrado, tanto em aves de cativeiro quanto em aves de vida-livre. Comumente causam injúrias no tecido intestinal, podendo ocasionalmente afetar outros órgãos. Neste trabalho examinamos a ocorrência de coccidiose em cardeais mantidos em cativeiro e verificamos sua associação com fatores como sexo, uso de produtos parasiticidas, tipo de recinto, contato com fezes, tipo de alimentação e frequência de limpeza. Foram coletadas amostras de fezes, ao entardecer, de 45 cardeais-amarelos, hígidos, mantidos em cativeiro, no final do período reprodutivo. O exame coproparasitológico revelou infecção parasitária por Isospora bocamontensis, em 44,5% das aves. Esta infecção não é influenciada pelo sexo das aves, mas é significativamente afetada pelo tipo de recinto, contato com as fezes, uso de parasiticidas, tipo de alimentação e frequência de limpeza. Indicando que para a manutenção em cativeiro estes fatores devem ser observados.
Descritores: Infecções Protozoárias em Animais/diagnóstico
Infecções Protozoárias em Animais/prevenção & controle
Isospora/isolamento & purificação
Pardais/parasitologia
-Ração Animal
Antiparasitários
Fezes/parasitologia
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  2 / 5 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-674386
Autor: Viott, Aline de M; França, Silvia A; Vannucci, Fábio A; Cruz Jr, Eduardo C. C; Costa, Mirella C; Gebhart, Connie J; Guedes, Roberto M. C.
Título: Infection of sparrows (Passer domesticus) and different mice strains with Lawsonia intracellularis / Infecção de pardais (Passer domesticus) e diferentes linhagens de camundongos com Lawsonia intracellularis
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;33(3):372-378, Mar. 2013. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: The susceptibility of sparrows (Passer domesticus) and strains of mice (Swiss, BALB/c, C-57 and DB-A) to Lawsonia intracellularis infection was studied. Thirty-two sparrows were inoculated with pure culture of L. intracellularis and eleven received sham inoculum. Feces were collected on -1, 7, 14 and 21 days post infection (dpi) for detection of L. intracellularis by PCR. After 21 days, all sparrows were euthanized and the tissues processed for histology and immunohistochemistry (IHC). One hundred sixty mice of four different strains (n=40, per strain) were used. For each mouse strain, 16 animals received mucosa homogenate from a pig infected with L. intracellularis, 16 received pure culture of L. intracellularis and eight animals received sham inoculum. Two control and four inoculated mice from each group were euthanized on 7, 14, 21 and 28 dpi. Sections of intestine were collected for histologic analysis and IHC and pooled feces were collected for L. intracellularis PCR. None of the sparrows had any histologic lesions characteristic of proliferative enteropathy or antigen labeling by IHC. All sparrow fecal samples were negative by PCR. All mice strains studied had histopathological lesions typical of PE and IHC labeling consistent with L. intracellularis infection, especially those animals inoculated with pure culture. The most severe lesions were observed in DB-A and Swiss mice. Fecal shedding was detected in all mice strains, with peak at 14 dpi. We conclude that sparrows do not seem to be relevant in the epidemiology of L. intracellularis. The results showed variations in the lesions among the four mice strains used.

A susceptibilidade de pardais (Passer domesticus) e linhagens de camundongos (Swiss, BALB / C, C-57 e DB-A) à infecção por L. intracellularis foi testada. Trinta e dois pardais foram inoculados com cultura pura de L. intracellularis e onze receberam placebo. As fezes foram coletadas nos dias -1, 7, 14 e 21 após a infecção (dpi) para a detecção de Lawsonia intracellularis por PCR. Após 21 dias, todos os pardais foram eutanasiados e os tecidos processados para a realização da histologia e imuno-histoquímica (IHQ). Cento e sessenta camundongos de quatro linhagens diferentes (n=40, por linhagem) foram utilizados. Para cada linhagem de camundongo, 16 receberam homogeneizado de mucosa preparado a partir de um suíno infectado com L. intracellularis, 16 receberam cultura pura de L. intracellularis e oito animais receberam placebo. Dois camundongos controle e quatro camundongos inoculados de cada grupo foram sacrificados aos 7, 14, 21 e 28 dpi. Seções de intestino foram coletadas para análise histológica e IHQ e amostras de fezes foram coletadas para a realização da PCR para detecção de L. Intracellularis. Nenhum dos pardais apresentou lesões histológicas características da enteropatia proliferativa ou marcação positiva por meio da IHQ. As amostras de fezes dos pardais foram negativas na PCR. Todas as linhagens de camundongos estudadas tinham lesões histopatológicas típicas de enterite proliferativa e IHQ positiva para a infecção por L. intracellularis, especialmente aqueles animais inoculados com a cultura pura. As lesões mais graves foram observadas em camundongos DB-A e Swiss. A eliminação fecal foi detectada em todas as linhagens de camundongos, com pico 14 dpi. Conclui-se que os pardais não são relevantes na disseminação da L. intracellularis. Os resultados mostraram variações nas lesões entre as quatro linhagens de camundongos utilizadas, indicando o potencial risco que os camundongos representam na transmissão de L. Intracellularis.
Descritores: Camundongos/microbiologia
Lawsonia (Bactéria)/patogenicidade
Pardais/microbiologia
-Modelos Animais
Transmissão de Doença Infecciosa/veterinária
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  3 / 5 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-654376
Autor: Vilela, Sineide M O; Pinheiro Júnior, José W; Silva, José S A; Pace, Fernanda de; Silveira, Wanderley D; Saukas, Tomoe N; Reis, Eliane M F; Mota, Rinaldo A.
Título: Research of Salmonella spp. and evaluation of pathogenicity, cytotoxicity of Escherichia coli isolates proceeding from sparrows (Passer domesticus) / Pesquisa de Salmonella spp. e avaliação da patogenicidade, citotoxidade de isolados de Escherichia coli procedentes de pardais (Passer domesticus)
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;32(9):931-935, set. 2012. tab.
Idioma: en.
Resumo: The aim of this study was to research the occurrence of Salmonella spp. and Escherichia coli in feces samples of sparrows, as well as to identify the pathogenicity, cytotoxicity and sensitivity profile of the isolates to antimicrobial use. Two hundred and twenty eight sparrows were captured in eight farms. The in vitro pathogenicity test was performed by the isolates culture on congo red-magnesium oxalate Agar, whilst the in vivo pathogenicity test was performed in one day-old chicks. In order to study the cytotoxic effects of indicators, samples were inoculated into Vero cells. The results obtained for Escherichia coli isolation confirmed the presence of this microorganism in 30 (13.2%) of the evaluated samples. Out of those isolates, 10 (33.3%) presented the capacity of absorbing ongo red. As for in vivo pathogenicity a 68.0% of mortality rate of the evaluated samples was observed. Out of 20 isolates tested for cytotoxin production, none of them presented cytotoxic effect in the Vero cells. The Salmonella spp was isolated only in one sample (0.04%), and it was identified as Salmonella enterica subspecies houtenae. Results obtained through this research indicate the need for new studies to identify other virulence factors of E. coli samples and to delineate the phylogenetic profile of the isolates in order to establish a relation with colibacillosis outbreaks in chickens and broilers in the studied region, as well as to analyze the critical points in the aviculture productive chain to identify the source of Salmonella enterica subspecies houtenae.

Objetivou-se com este estudo pesquisar a ocorrência de Salmonella spp. e Escherichia coli em amostras de fezes de pardais, além de avaliar a patogenicidade, citotoxicidade e perfil de sensibilidade dos isolados frente a antimicrobianos. Foram capturados 228 pardais em oito granjas. O teste de patogenicidade in vitro foi realizado por meio do cultivo dos isolados em ágar oxalato de magnésio acrescido de vermelho de congo, enquanto o teste de patogenicidade in vivo foi realizado em pintos de um dia. Para o estudo dos indicadores dos efeitos citotóxicos, as amostras foram inoculadas em células Vero. Os resultados obtidos quanto ao isolamento de Escherichia coli confirmaram a presença deste microorganismo em 30 (13,2%) amostras analisadas. Destes isolados, dez (33,3%) apresentaram capacidade de absorção do vermelho congo. Quanto à patogenicidade in vivo observou-se uma taxa de mortalidade de 68,0% das amostras analisadas. Dos 20 isolados testados quanto à produção de citotoxina, nenhum apresentou efeito citotóxico nas células Vero. Obteve-se o isolamento de Salmonella spp. em apenas uma amostra (0,04%), sendo tipificada em Salmonella enterica subespécie houtenae. Os resultados obtidos nesta pesquisa indicam a necessidade da realização de novos estudos para identificar outros fatores de virulência das amostras de E. coli e traçar o perfil filogenético dos isolados para estabelecer uma relação com surtos de colibacilose em galinhas e frango de corte na região estudada, além de analisar os pontos críticos na cadeia produtiva da avicultura para identificar a origem da Salmonella enterica subespécie houtenae.
Descritores: Escherichia coli/isolamento & purificação
Escherichia coli/patogenicidade
Pardais/parasitologia
Salmonella/isolamento & purificação
Salmonella/patogenicidade
-Fezes/parasitologia
Testes Imunológicos de Citotoxicidade/veterinária
Testes de Sensibilidade Parasitária/veterinária
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  4 / 5 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-578913
Autor: Vilela, Sineide M. O; Silva, José S. A; Pinheiro Junior, José W; Moraes, Érica P. B. X; Saukas, Tomoe N; Gondim, Luis F. P; Mota, Rinaldo A.
Título: Sparrows (Passer domesticus L) as intermediary hosts of Toxoplasma gondii in poultry farms from the agreste region of Pernambuco, Brazil / Pardais (Passer domesticus L) como hospedeiro intermediário do Toxoplasma gondii em granjas avícolas no agreste de Pernambuco
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;31(2):169-172, Feb. 2011. tab.
Idioma: en.
Resumo: This paper aimed to identify Toxoplasma gondii infection in house sparrows (Passer domesticus, Linneaus 1758) coming from poultry farms in the "agreste" region of the Brazilian state of Pernambuco. 151 sparrows (Passer domesticus) captured in eight broiler, egg layer and commercial laying poultry farms, were used. Indirect hemagglutination test was used to research anti-T. gondii antibodies. Animals that presented titration of 1:16 were destined to DNA research through Polymerase Chain Reaction (PCR) technique, followed by Nested-PCR. It was observed that, from 151 analyzed samples. 91 (60.3 percent) were reagents and 60 (39.7 percent) were not reagents. It was verified, through analysis of the distribution of infected animals frequency per farm, that in only one farm (12.5 percent) no animal reagent to T. gondii was captured. It was also observed that three (30.00 percent) of the ten samples destined to DNA research for T. gondii were positive to PCR and four (40.00 percent) were positive to Nested-PCR. Anti-T gondii antibodies occurrence and the molecular identification of the agent confirmed natural T. gondii infection in sparrows from poultry farms in Brazil. Other studies must be carried out to highlight the real importance of these animals in the epidemiological chain and their efficiency in the transmission of the parasite to felines. Therefore, researches that use parasite isolation and molecular techniques to determine genomic profile of the agent present in these poultry farms are needed.

Objetivou-se com este trabalho identificar a infecção por Toxoplasma gondii em pardais domésticos (Passer domesticus, Linneaus 1758) procedentes de granjas avícolas no agreste do estado de Pernambuco. Foram utilizados 151 pardais (Passer domesticus) capturados em oito granjas de frango de corte, matrizes e poedeiras comerciais. Para a pesquisa de anticorpos anti-T. gondi utilizou-se o teste de hemaglutinação indireta, aqueles animais que apresentaram titulação 1:16 foram encaminhados para pesquisa do DNA por meio da técnica de Reação em Cadeia da Polimerase (PCR) seguida do Nested-PCR. Das 151 amostras analisadas observou-se que 91 (60,3 por cento) foram reagentes e 60 (39,7 por cento) não reagentes. Na análise da distribuição de freqüência dos animais infectados por granja constatou-se que em apenas uma (12,5 por cento) não foi capturado animal reagente para T. gondii. Das dez amostras que foram encaminhadas para pesquisa do DNA do T. gondii, observou-se que três (30,00 por cento) foram positivas ao PCR e quatro (40,00 por cento) ao Nested-PCR. A ocorrência de anticorpos anti-T. gondii e a identificação molecular do agente confirmam a infecção natural por T. gondii em pardais em granjas avícolas no Brasil. Outros estudos devem ser conduzidos para elucidar a real importância destes animais na cadeia epidemiológica e sua eficiência da transmissão do parasito para felinos. Para tal serão necessárias pesquisas que utilizem técnicas de isolamento do parasito e molecular para determinar o perfil genômico do agente presente nestas granjas.
Descritores: Pardais
Toxoplasmose Animal/diagnóstico
-Testes de Hemaglutinação
Interações Hospedeiro-Parasita
Toxoplasma
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  5 / 5 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-474199
Autor: Nascimento, A. A; Sales, A; Cardoso, T. R. D; Pinheiro, N. L; Mendes, R. M. M.
Título: Immunocytochemical study of the distribuition of endocrine cells in the pancreas of the Brazilian sparrow species Zonotrichia Capensis Subtorquata (Swaison, 1837)
Fonte: Braz. j. biol;67(4):735-740, Nov. 2007. ilus.
Idioma: en.
Resumo: In the present study, we investigated types of pancreatic endocrine cells and its respective peptides in the Brazilian sparrow species using immunocytochemistry. The use of polyclonal specific antisera for somatostatin, glucagon, avian pancreatic polypeptide (APP), YY polypeptide (PYY) and insulin, revealed a diversified distribution in the pancreas. All these types of immunoreactive cells were observed in the pancreas with different amounts. Insulin- Immunoreactive cells to (B cells) were most numerous, preferably occupying the central place in the pancreatic islets. Somatostatin, PPA, PYY and glucagon immunoreactive cells occurred in a lower frequency in the periphery of pancreatic islets.

Os tipos de células endócrinas e seus respectivos peptídeos reguladores foram estudados imunocitoquimicamente no pâncreas do tico-tico, espécie Zonotrichia capensis subtorquata, empregando-se o método imunocitoquímico ABC - Peroxidase (Complexo Avidina - Biotina - Peroxidase) e anti-soros específicos para somatostatina, ao glucagon, ao polipeptídeo pancreático aviário (PPA), ao polipeptídeo YY (PYY) e à insulina. Todos estes tipos de células imunorreativas foram observadas no pâncreas em quantidades diferentes. As células imunorreativas à insulina (células B) foram as mais numerosas, ocupando preferencialmente, a região central das ilhotas pancreáticas. As células endócrinas imunorreativas à somatostatina, PPA, PYY e glucagon localizaram-se predominantemente na periferia das ilhotas.
Descritores: Pâncreas/metabolismo
Pardais/metabolismo
-Brasil
Glucagon/metabolismo
Imuno-Histoquímica/veterinária
Insulina/metabolismo
Pâncreas/citologia
Polipeptídeo Pancreático/metabolismo
Peptídeo YY/metabolismo
Somatostatina/metabolismo
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde