Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.050.150.900.493.130.150 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 121 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 13 ir para página                         

  1 / 121 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1279485
Autor: Mattox, George Mendes Taliaferro; Souza, Camila da Silva de; Toledo-Piza, Mônica; Oliveira, Claudio.
Título: A new miniature species of Priocharax (Characiformes: Characidae) from the upper rio Ipixuna, Purus drainage, Brazil
Fonte: Neotrop. ichthyol;19(2):e210048, 2021. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: FAPESP; . FAPESP; . FAPESP; . FAPESP; . FAPESP; . CNPq.
Resumo: A new species of miniature fish of the characid genus Priocharax is described from a small lake near the rio Ipixuna, rio Purus drainage, Amazonas State, Brazil. It is distinguished from all congeners except P. pygmaeus by the lower number of teeth on the maxilla and dentary. It differs from P. pygmaeus by the presence of two postcleithra and 22-27 branched anal-fin rays (vs absence and 19-22). The new species is further distinguished from other species of Priocharax by a combination of characters involving the number of pelvic-fin rays and branched anal-fin rays, the number of postcleithra, the shape of postcleithrum 3, and the absence of the claustrum. Molecular evidence based on COI sequences of all valid species of Priocharax also corroborates the validity of this new species.(AU)

Uma nova espécie de peixe miniatura do gênero de caracídeo Priocharax é descrita de um pequeno lago próximo ao rio Ipixuna, drenagem do rio Purus, estados do Amazonas, Brasil. Ela difere de todas as congêneres, exceto P. pygmaeus pelo menor número de dentes no maxilar e dentário. Distingue-se de P. pygmaeus pela presença de dois pós-cleitros e 22-27 raios ramificados na nadadeira anal (vs ausência e 19-22). A nova espécie também difere de outras congêneres por uma combinação de caracteres como número de raios das nadadeiras pélvica e anal, número de pós-cleitros e formato do pós-cleitro 3, e ausência de claustrum. Evidências moleculares com base em sequências do gene COI de todas as espécies válidas também corrobora a validade da nova espécie.(AU)
Descritores: Biodiversidade
Characidae/anatomia & histologia
Characidae/genética
-Osteologia
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  2 / 121 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1279486
Autor: Marinho, Manoela Maria Ferreira; Ohara, Willian Massaharu; Dagosta, Fernando Cesar Paiva.
Título: A new species of Moenkhausia (Characiformes: Characidae) from the rio Madeira basin, Brazil, with comments on the evolution and development of the trunk lateral line system in characids
Fonte: Neotrop. ichthyol;19(2):e200118, 2021. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: FAPESP; . FAPESP; . FAPESP; . FAPESP; . CNPq.
Resumo: A new species of Moenkhausia is described from the rio Machado drainage, Amazon basin, Brazil. It is diagnosed from congeners by its color pattern, consisting of the concentration of chromatophores on the anterior portion of body scales, the horizontally elongate blotch on caudal peduncle, a bright golden coloration of the dorsal portion of eye when alive, and a dark line crossing the eye horizontally. The new species has variable morphology regarding trunk lateral-line canals. Most fully grown individuals do not have enclosed bony tube in many lateral line scales, resembling early developmental stages of tube formation of other species. This paedomorphic condition is interpreted as a result of developmental truncation. Such evolutionary process may have been responsible for the presence of distinct levels of trunk lateral line reductions in small characids. Variation in this feature is common, even between the sides of the same individual. We reassert that the degree of trunk lateral-line tube development must be used with care in taxonomic and phylogenetic studies, because reductions in the laterosensory system may constitute parallel loss in the Characidae. We suggest the new species to be categorized Near Threatened due to the restricted geographical distribution and continuing decline in habitat quality.(AU)

Uma espécie nova de Moenkhausia é descrita da drenagem do rio Machado, bacia Amazônica, Brasil. É diagnosticada das congêneres pelo padrão de coloração, que consiste na concentração de cromatóforos na porção anterior das escamas do corpo, em uma mancha horizontalmente alongada no pedúnculo caudal, na coloração dourada brilhante da porção dorsal do olho quando vivo e na faixa escura que atravessa o olho horizontalmente. A nova espécie apresenta variação na morfologia do canal da linha lateral do corpo. A maioria dos indivíduos totalmente desenvolvidos não possuem tubo ósseo fechado em muitas escamas da linha lateral, assemelhando-se aos estágios iniciais do desenvolvimento da formação do tubo de outras espécies. Essa condição pedomórfica é interpretada como resultado do truncamento do desenvolvimento. Tal processo evolutivo pode ter sido responsável pelos diferentes níveis de redução do canal sensorial de pequenos caracídeos. A variação neste caráter é comum, até entre os lados do mesmo indivíduo. Por isso, reafirmamos que o grau de desenvolvimento do canal sensorial do corpo deve ser usado com cuidado em estudos taxonômicos e filogenéticos, porque reduções no sistema látero-sensorial podem significar perdas paralelas em Characidae. Sugerimos que a espécie nova seja categorizada como Quase Ameaçada devido à distribuição geográfica restrita e ao declínio contínuo da qualidade do habitat.(AU)
Descritores: Pesos e Medidas
Ecossistema Amazônico
Sistema da Linha Lateral
Characidae
-Crescimento e Desenvolvimento
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  3 / 121 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1279487
Autor: Peressin, Alexandre; Lopes, João de Magalhães; Bedore, Alessandra Gomes; Alves, Carlos Bernardo Mascarenhas; Prado, Ivo Gavião; Pompeu, Paulo Santos.
Título: Radiotagging a long-distance migratory characid fish: reproduction after surgery, tag losses, and effects in weight
Fonte: Neotrop. ichthyol;19(2):e200097, 2021. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Peixe Vivo Program; . Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.
Resumo: Although biotelemetry studies bring useful information, tagging is a highly invasive procedure. For this reason, we assess if intracoelomic tagging alters survivorship, weight gain and/or reproductive capacity of a neotropical migratory fish. In August 2016, 60 fish were equally and randomly distributed among 3 treatments: Control (anesthesia), sham surgery (anesthesia and surgery), and true surgery (anesthesia, surgery and tagging). Surveys for weight and tag expulsion were performed periodically from surgery through spawning (November/2016), with a final survey occurring in May/2017. Mortality was higher in true surgery (25% died) and for males. Twenty percent expelled tags, and initial weight loss followed by gain were verified for all treatments. Females of all treatments spawned, and fecundity and fertility were not different. Then, future studies should consider the losses due to death and tag expulsion when defining the sample number. We also encourage further investigations about differences in mortality between sex and weight variation, as well as any other factor that leads to increase in mortality. This is the first study that investigated tagging effects in reproduction of neotropical fishes, and since the methods and tags used are not species-specific, we infer that similar effects could occur in other species.(AU)

Embora estudos de biotelemetria gerem informações úteis, processos de marcação são invasivos. Por isso, avaliamos se a marcação intracelomática altera sobrevivência, ganho de peso e/ou capacidade reprodutiva de um peixe migrador neotropical. Em agosto de 2016, 60 peixes foram distribuídos igualmente e aleatoriamente entre os tratamentos controle (anestesia), cirurgia-falsa (anestesia e cirurgia) e cirurgia-verdadeira (anestesia, cirurgia e marcação). Vistorias para pesagem e observação de expulsão de marcas foram realizadas periodicamente da cirurgia até a desova (novembro/2016), com uma vistoria final em maio/2017. A mortalidade foi maior nos peixes marcados (25% morreram) e entre machos. Vinte por cento expulsaram as marcas e, para todos os tratamentos, foi observado perda de peso inicial com posterior recuperação. Fêmeas de todos os tratamentos desovaram; fecundidade e fertilidade não foram diferentes. Novos estudos devem considerar as perdas de marcas por mortalidade e rejeição na definição do número amostral. Também recomendamos estudos que investiguem a mortalidade diferencial entre sexos e variação de peso, bem como fatores causadores de mortalidade. Este é o primeiro estudo que investigou efeitos da marcação na reprodução de peixes neotropicais e, uma vez que métodos e marcas utilizadas não são espécie-específicos, inferimos que efeitos similares podem ocorrer em outras espécies.(AU)
Descritores: Reprodução
Ganho de Peso
Characidae/cirurgia
Characidae/crescimento & desenvolvimento
-Telemetria
Perda de Peso
Peixes
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  4 / 121 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1279494
Autor: Kliemann, Bruna Caroline Kotz; Galdioli, Eliana Maria; Bialetzki, Andréa; Delariva, Rosilene Luciana.
Título: Morphological divergences as drivers of diet segregation between two sympatric species of Serrapinnus (Characidae: Cheirodontinae) in macrophyte stands in a neotropical floodplain lake
Fonte: Neotrop. ichthyol;19(2):e200139, 2021. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: PIE/PELD/CNPq; . CNPq; . Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.
Resumo: Diet and morphology of Serrapinnus notomelas and Serrapinnus sp.1 were investigated across ontogeny, as a way to elucidate the key elements linked to the resource partitioning (a main driver for species coexistence). Fish sampling was conducted monthly between October 2010 and March 2012. Individuals were captured, identified, and classified into juvenile or adult. Our results show ontogenetic and interspecific differences in feeding abilities and morphological traits. Differences in body shape (relative area of the dorsal fin, length of head, height of the caudal peduncle, the aspect ratio of the pectoral and pelvic fin) favored divergent swimming performances (more maneuverability in S. notomelas and continuous swimming to Serrapinnus sp.1). We also observed divergences in trophic apparatus traits and correlations with different diets. In this context, it is highlighted that understanding the relationship between morphology and diet can assist in elucidating the processes that permeate the coexistence between sympatric species, and between ontogenetic periods. Besides, the relevant contribution of the measures of the trophic apparatus (gill raker length, the number of teeth cuspids, and intestinal coefficient) in trophic segregation seems to be a strong evidence in favor of the proposed discriminatory and predictive capacities of these traits.(AU)

Dieta e morfologia de Serrapinnus notomelas e Serrapinnus sp.1 foram investigadas ao longo da ontogenia, como forma de elucidar os principais elementos ligados à partição de recursos (principal fator para a coexistência entre espécies). Foram realizadas coletas de peixes mensalmente entre outubro de 2010 e março de 2012. Os indivíduos foram capturados, identificados e classificados em juvenis ou adultos. Nossos resultados mostram diferenças ontogenéticas e interespecíficas na alimentação e características morfológicas. Diferenças na forma corporal (área da nadadeira dorsal, comprimento da cabeça, altura do pedúnculo caudal, proporção das nadadeiras peitorais e pélvicas) favoreceram desempenhos de natação divergentes (maior manobrabilidade para S. notomelas e natação contínua para Serrapinnus sp.1). Também observamos divergências nas características do aparato trófico e correlações com diferentes dietas. Nesse contexto, destaca-se que compreender a relação entre morfologia e dieta pode auxiliar na elucidação dos processos que permeiam a coexistência entre espécies simpátricas e entre períodos ontogenéticos. Além disso, a relevante contribuição das medidas do aparato trófico (número de cúspide nos dentes, rastros branquiais e coeficiente intestinal) na segregação trófica parece ser uma forte evidência a favor das propostas de capacidades discriminatórias e preditivas dessas características.(AU)
Descritores: Macrófitas
Characidae
Variação Biológica da População
-Pesos e Medidas
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  5 / 121 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: biblio-990021
Autor: Pereira, Bruno Fiorelini; Pitol, Dimítrius Leonardo; Caetano, Flávio Henrique.
Título: An ultrastructural approach for gill responses after pollutants exposure / Un enfoque ultraestructural de las respuestas branquiales después de la exposición a contaminantes
Fonte: Int. j. morphol;37(1):159-166, 2019. graf.
Idioma: en.
Projeto: FAPESP.
Resumo: SUMMARY: Morphological and physiological responses of gills exposed to environmental contaminants are widely described in the literature. Among the primary findings are the lamellar fusion, hyperplasia, aneurysms, proliferation of mitochondria-rich cells and mucous cells. This work has as main objectives, to show the main changes caused by a polluted lake in gills, and understand how each gill's cell type responds to pollutants' exposure. To those individuals of the species, Astyanax altiparanae were exposed to water from an urban lake, which receives such contaminants from various sources. The gills were analyzed under a TEM. Our results showed that prior to these changes, commonly found, only the mucous cells did not show structural changes. Among the main results, we observed the emergence of Rodlet cells in the group exposed to contaminants, as well as severe damage to the mitochondria-rich cells. The latter result was extremely relevant for demonstrating that the proliferation of this cell type, widely described as an alternative ionic regulation, may in some cases be completely inefficient because structurally these cells are no longer able to perform their basic metabolic functions.

RESUMEN: Las respuestas morfológicas y fisiológicas de las branquias expuestas a contaminantes ambientales se describen ampliamente en la literatura. Entre los hallazgos principales se encuentran la fusión laminar, la hiperplasia, los aneurismas, la proliferación de células ricas en mitocondrias y las células mucosas. Este trabajo tiene como objetivo principal, mostrar los principales cambios en las branquias, causados por un lago contaminado y comprender cómo responde el tipo de célula de las branquias a la exposición de los contaminantes. Individuos de la especie Astyanax altiparanae fueron expuestos al agua de un lago urbano, receptor de contaminantes de diversas fuentes. Las branquias se analizaron bajo un TEM. Nuestros resultados mostraron que antes de estos cambios, comúnmente encontrados, solo las células mucosas no mostraban cambios estructurales. Entre los resultados principales, observamos la aparición de células Rodlet en el grupo expuesto a contaminantes, así como el daño severo a las células ricas en mitocondrias. Este último resultado fue extremadamente relevante para demostrar que la proliferación de este tipo de células, ampliamente descrito como una regulación iónica alternativa, en algunos casos puede ser completamente ineficiente porque estructuralmente estas células ya no son capaces de realizar sus funciones metabólicas básicas.
Descritores: Poluição da Água/efeitos adversos
Characidae
Brânquias/ultraestrutura
-Poluentes Ambientais
Limites: Animais
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  6 / 121 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1154966
Autor: Lezama, Antônio Queiroz; Malabarba, Luiz R.
Título: The genital and anal papillae of Compsura heterura (Characidae: Cheirodontinae): morphological structure and possible role in insemination
Fonte: Neotrop. ichthyol;19(1):e200079, 2021. mapas, ilus.
Idioma: en.
Projeto: CNPq.
Resumo: The function of the genital and anal papillae for insemination in Compsura heterura is discussed based on the description of their morphologies at different stages of the life cycle and during copulation and spawning. In males and females both the genital and anal papillae are involved in copulation in C. heterura. A pre-anal organ, anterior to the anus and stretched posteriorly, is present in adult males. The openings of the urinary channel and oviduct are separate in females. During copulation, there is an approximation between the female genital and anal papillae which become temporarily juxtaposed, forming a chamber enclosing the opening of the oviduct, which may also function in sperm capture. During spawning, the lateral edges of the female genital papilla are projected anteriorly, acquiring a tubular shape for oviposition.(AU)

A função das papilas genital e anal na inseminação em Compsura heterura é discutida com base na descrição de suas morfologias em diferentes estágios do ciclo de vida e por ocasião da cópula e desova. Em machos e fêmeas, as papilas genital e anal estão envolvidas na cópula. Um órgão pré-anal, anterior ao ânus e alongado posteriormente, está presente em machos adultos. Fêmeas possuem aberturas urinária e genital separadas. Durante a cópula, ocorre uma aproximação entre as papilas genital e anal femininas, que se justapõem temporariamente, formando uma câmara fechada onde se abre o oviduto, e que serve possivelmente à captura de esperma. Durante a desova, as bordas laterais da papila genital feminina são projetadas anteriormente, adquirindo um formato tubular para ovoposição.(AU)
Descritores: Characidae
Inseminação
Estágios do Ciclo de Vida
-Oviposição
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  7 / 121 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1154968
Autor: Deprá, Gabriel de Carvalho; Ota, Renata Rúbia; Vitorino Júnior, Oscar Barroso; Ferreira, Katiane Mara.
Título: Two new species of Knodus (Characidae: Stevardiinae) from the upper rio Tocantins basin, with evidence of ontogenetic meristic changes
Fonte: Neotrop. ichthyol;19(1):e200106, 2021. tab, graf, mapas, ilus.
Idioma: en.
Projeto: Rufford Foundation; . Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; . Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo.
Resumo: Two new species from the upper rio Tocantins basin are described in Knodus based on the traditional definition of the genus. The new species are distinguished from other congeners by meristic and morphometric characters, such as the number of cusps in the premaxillary and dentary teeth, the number of scale series between dorsal-fin origin and lateral line, the orbital diameter and the body depth. With the two new species, the number of endemic species in the upper rio Tocantins basin upstream of the mouth of the rio Paranã, rises to 53 (89 to the confluence with rio Araguaia). The existence of a meristic character that changes through ontogeny (allomery), viz. the number of scale series between dorsal-fin origin and lateral line, was detected in some species of Knodus through a regression analysis. Additionally, this paper describes an unambiguous, more informative and precise new method for counting vertebrae, which will enhance the efficacy of this trait in species comparisons.(AU)

Duas novas espécies do alto rio Tocantins são descritas em Knodus com base na definição tradicional do gênero. As novas espécies são distinguidas das demais congêneres por caracteres merísticos e morfométricos, tais como o número de cúspides nos dentes do pré-maxilar e do dentário, o número de séries de escamas entre a origem da nadadeira dorsal e a linha lateral, o diâmetro da órbita e a altura do corpo. Com as duas novas espécies, o número de espécies endêmicas na bacia do alto rio Tocantins, acima da barra do rio Paranã, sobe para 53 (89 até a confluência com o rio Araguaia). A existência de um caráter merístico que muda ao longo da ontogenia (alomeria), ou seja, o número de séries de escamas entre a origem da nadadeira dorsal e a linha lateral, foi detectado em algumas espécies de Knodus com uma análise de regressão. Adicionalmente, este artigo descreve um novo método não-ambíguo, mas informativo e mais preciso, para a contagem de vértebras, que aumentará a eficácia deste caráter em comparações entre espécies.(AU)
Descritores: Characidae
Ontologia Genética
Identidade de Gênero
Limites: Humanos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  8 / 121 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1154969
Autor: Faria, Tiago C; Guimarães, Karen L. A; Rodrigues, Luís R. R; Oliveira, Claudio; Lima, Flávio C. T.
Título: A new Hyphessobrycon (Characiformes: Characidae) of the Hyphessobrycon heterorhabdus species-group from the lower Amazon basin, Brazil
Fonte: Neotrop. ichthyol;19(1):e200102, 2021. tab, graf, ilus, mapas.
Idioma: en.
Projeto: CAPES; . FAPESP.
Resumo: A new species of Hyphessobrycon belonging to the Hyphessobrycon heterorhabdus species-group from the lower rio Tapajós, state of Pará, Brazil, is described. The new species is allocated into the Hyphessobrycon heterorhabdus species-group due to its color pattern, composed by an anteriorly well-defined, horizontally elongated humeral blotch that becomes diffuse and blurred posteriorly, where it overlaps with a conspicuous midlateral dark stripe that becomes blurred towards the caudal peduncle and the presence, in living specimens, of a tricolored longitudinal pattern composed by a dorsal red or reddish longitudinal stripe, a middle iridescent, golden or silvery longitudinal stripe, and a more ventrally-lying longitudinal dark pattern composed by the humeral blotch and dark midlateral stripe. It can be distinguished from all other species of the group by possessing humeral blotch with a straight or slightly rounded ventral profile, lacking a ventral expansion present in all other species of the group. The new species is also distinguished from Hyphessobrycon heterorhabdus by a 9.6% genetic distance in the cytochrome c oxidase I gene. The little morphological distinction of the new species when compared with its most similar congener, H. heterorhabdus, indicates that the new species is one of the first truly cryptic fish species described from the Amazon basin.(AU)

Uma nova espécie de Hyphessobrycon pertencente ao grupo Hyphessobrycon heterorhabdus é descrita da região do baixo rio Tapajós, estado do Pará, Brasil. A nova espécie é incluída no grupo Hyphessobrycon heterorhabdus devido ao seu padrão de coloração, composto por uma mancha umeral alongada, anteriormente bem definida, que se torna difusa e borrada posteriormente, onde se sobrepõe a uma conspícua faixa escura médio-lateral que se torna borrada próxima ao pedúnculo caudal, e pela presença, em exemplares vivos, de um padrão longitudinal tricolor, composto por uma faixa longitudinal vermelha ou avermelhada dorsal, uma faixa média iridescente dourada ou prateada e, mais ventralmente, o padrão longitudinal escuro composto pela faixa escura médio-lateral e mancha umeral. A espécie pode ser distinguida das outras espécies pertencentes ao grupo por possuir uma mancha umeral com região ventral retilínea ou levemente arredondada, sem uma expansão ventral presente nas demais espécies do grupo. A espécie também se diferencia de Hyphessobrycon heterorhabdus por uma distância genética de 9,6% no gene citocromo c oxidase I. A sutil diferença morfológica da nova espécie quando comparada ao seu congênere mais similar, H. heterorhabdus, indica que a nova espécie é uma das primeiras espécies de peixes verdadeiramente crípticas descritas da Bacia Amazônica.(AU)
Descritores: DNA
Citocromos c
Biodiversidade
Characidae
-Ecossistema Amazônico
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  9 / 121 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1135394
Autor: Soares, Isabel M; Ota, Rafaela P; Lima, Flávio C. T; Benine, Ricardo C.
Título: Redescription of Moenkhausia melogramma (Characiformes: Characidae), a poorly known tetra from the western Amazon basin
Fonte: Neotrop. ichthyol;18(3):e200025, 2020. tab, ilus, mapas.
Idioma: en.
Projeto: CAPES; . FAPESP; . CNPq.
Resumo: Moenkhausia melogramma is herein redescribed, based on the examination of the holotype plus additional specimens from the western Amazon basin in Brazil, Colombia, Peru, and Ecuador. Moenkhausia melogramma shares with M. collettii, M. conspicua, M. copei, M. venerei, and M. flava a broad dark longitudinal stripe across the eye, and a well-defined dark stripe on the anal-fin base. It can be promptly distinguished from these species by having two humeral blotches. Additionally, we provide comments on the putative relationships of Moenkhausia melogramma with the aforementioned congeners and the Hemigrammus lunatus species-group.(AU)

RESUMO Moenkhausia melogramma é redescrita com base no exame do holótipo e exemplares adicionais da bacia amazônica ocidental no Brasil, Colômbia, Peru e Equador. Moenkhausia melogramma compartilha com M. collettii, M. conspicua, M. copei, M. venerei e M. flava a presença de uma faixa larga longitudinal escura que atravessa os olhos e uma linha escura bem definida na base da nadadeira anal. Ela pode ser prontamente distinguida dessas espécies por ter duas manchas umerais. Adicionalmente, fornecemos comentários sobre as possíveis relações filogenéticas de Moenkhausia melogramma com as congêneres supramencionadas e com o grupo de espécies Hemigrammus lunatus.
Descritores: Ecossistema Amazônico
Characidae/classificação
-Pinos Ortopédicos
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  10 / 121 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1135395
Autor: Carneiro-Leite, Laicia; Bashiyo-Silva, Cristiane; Oliveira, Yasmim Alves Araújo; Borges, Laís Pedroso; Sanchez, Malbelys Padilla; Silva, Luciane Gomes da; Lobato, Stella Indira Rocha; Rodrigues-Lisoni, Flávia Cristina; Veríssimo-Silveira, Rosicleire; Ninhaus-Silveira, Alexandre.
Título: Seminal characteristics and sensitivity of Astyanax lacustris (Characiformes: Characidae) sperm to cryoprotective solutions based on dimethylsufoxide and methylglicol
Fonte: Neotrop. ichthyol;18(3):e200039, 2020. tab, graf, ilus.
Idioma: en.
Projeto: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; . Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão.
Resumo: This study aimed to determine the semen characteristics of Astyanax lacustris after hormonal induction and to evaluate the sensitivity of the species sperm to cryoprotective solutions based on the cryoprotectants dimethyl sulfoxide and methyl glycol. Volume, color, sperm concentration, total motility and aspects of sperm movement were analyzed using "Integrated Semen Analysis System". Three different extenders were tested: A) glucose 5%+egg yolk 10%, B) BTS®5% and C) glucose 5% and two permeable cryoprotectants: dimethyl sulfoxide (Me2SO) and methyl glycol (MTG). Fresh A. lacustris semen presented total motility of 76.6±11.2%, motility duration of 33.0±2.2s, sperm concentration of 7.22±3.2×109sptz/mL and seminal osmolality of 219±0.03mOsm/kg-1. The toxicity test showed the highest total motility values at the MTG15%+A, Me2SO15%+B and Me2SO10%+C dilutions, and the Me2SO10%+C and Me2SO15%+C dilutions presented the highest values for curvilinear velocity, linear velocity and average velocity. The tested protocol was not effective at maintaining the viability of A. lacustris semen after freezing because no motility was observed in any of the dilutions. However, the Comet Assay demonstrated that cryoprotectant solutions were effective in protecting the genetic material of cells, as DNA damage levels were low, with no difference between control and Me2SO10% + A, dilutions MTG10%+C, Me2SO10%+B and Me2SO15%+B.(AU)

O objetivo deste estudo foi determinar as características do sêmen de Astyanax lacustris após indução hormonal e avaliar a sensibilidade dos espermatozoides da espécie a soluções crioprotetoras baseadas nos crioprotetores dimetilsulfóxido e metilglicol. Volume, cor, concentração espermática, motilidade total e aspectos do movimento espermático foram analisados usando o "Sistema Integrado de Análise de Sêmen (ISAS®CASA)". Três extensores diferentes foram testados: A) glicose 5%+gema de ovo 10%, B) BTS® 5% e C) glicose 5% e dois crioprotetores permeáveis: dimetilsulfóxido (Me2SO) e metilglicol (MTG). O sêmen fresco de A. lacustris apresentou motilidade total 76,6±11,2%, duração da motilidade 33,0±2,2s, concentração de espermatozoides 7,22±3,2×109sptz/mL e osmolalidade seminal 219±0,03mOsm/kg-1. O teste de toxicidade apresentou maiores valores de motilidade total nas diluições MTG15%+A, Me2SO15%+B e Me2SO10%+C, e as diluições Me2SO10%+C e Me2SO15%+C apresentaram maiores valores de velocidade curvilínea, velocidade linear e velocidade média. O protocolo testado não foi eficaz em manter a viabilidade do sêmen de A. lacustris pós-congelamento, pois não foi observada motilidade em nenhuma das diluições. No entanto, o Ensaio Cometa demonstrou que as soluções crioprotetoras eram eficazes na proteção do material genético das células, pois os níveis de dano ao DNA eram baixos, sem diferença entre controle e Me2SO10%+A, MTG10%+C, Me2SO10%+B e Me2SO15%+B.(AU)
Descritores: Sêmen
Dimetil Sulfóxido
Crioprotetores
Análise do Sêmen
Characidae/genética
-Toxicidade
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice



página 1 de 13 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde