Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.050.150.900.649.313.750.377.750.250.125 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1112 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 112 ir para página                         

  1 / 1112 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1135609
Autor: Rabelo, Rodrigo C; Pereira Neto, Gláucia B; Carvalho, Vinícius J; Carvalho, Gustavo J.
Título: Temperature gradients in domestic cats over seven-years-old: descriptive analysis / Avaliação descritiva dos gradientes de temperatura em felinos domésticos com mais de sete anos
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;40(3):197-201, Mar. 2020. tab.
Idioma: en.
Resumo: The temperature gradients are dynamic and noninvasive monitoring techniques that provide information on peripheral blood flow and have been related to the prognosis of patients with circulatory shock. This study evaluated 47 elderly domestic cats' temperature gradients, and we measured central (rectal) and peripheral (palmar, plantar and medial region of the radio) temperatures. Values found in this study are compatible with studies in young felines and differ from dogs and humans. The mean gradients found were 7.5°C for the central-peripheral; 5.6°C for the peripheral-environmental; 2.7°C for the skin-diff; and 0°C for the member-diff and the variables age and gender do not seem to influence these measurements. To the authors' knowledge, there is no description of temperature gradients in elderly domestic cats, so this study pretends to clarify the vasoconstriction response in this group of animals.(AU)

Os gradientes de temperatura são técnicas de monitoração dinâmicas e não-invasivas que fornecem informações sobre o fluxo sanguíneo periférico, e têm sido relacionados ao prognóstico de paciente com choque circulatório. O presente estudo avaliou os gradientes de temperatura em 47 felinos domésticos idosos aferindo as temperaturas central (retal) e periférica (palmar, plantar e região medial do rádio). Os gradientes encontrados foram 7,5°C para o centro-periférico; 5,6°C para o periférico-ambiental; 2,7°C para o skin-diff; e 0°C para o member-diff. As variáveis idade e sexo não pareceram influenciar as mensurações. Não há, em conhecimento dos autores, descrição prévia dos gradientes de temperatura em felinos domésticos idosos, e por isso esse estudo pretende contribuir com o entendimento sobre a capacidade de resposta de vasoconstrição nesse grupo de animais.(AU)
Descritores: Choque/diagnóstico
Choque/prevenção & controle
Pele/irrigação sanguínea
Vasoconstrição
Temperatura Corporal
-Termômetros
Limites: Animais
Gatos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  2 / 1112 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1129485
Autor: Araujo, G. A; Matta, E. C; Lallo, M. A; Machado, G. F; Rocha, P. R. D.
Título: Epicarditis in a cat caused by feline infectious peritonitis virus: case report / Epicardite em um gato causada pelo vírus da peritonite infecciosa felina: relato de caso
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec. (Online);72(3):823-826, May-June, 2020. ilus.
Idioma: en.
Resumo: Feline Infectious Peritonitis (FIP) is a progressive and fatal disease in domestic and wild cats, caused by Feline Infectious Peritonitis Virus (FIPV). The disease is characterized by an immunomediated reaction against the virus in various organs. This work described a case report of fibrinous epicarditis caused by FIPV. A male cat, three years old, died and was received to be necropsied. Grossly, soft, multifocal to coalescing, whitish fibrinous exudate, measuring up the 2 centimeters of thickness, was observed in the epicardium, mostly at the apex of the heart. Microscopically, severe, multifocal to coalescing inflammatory infiltrate was observed in the epicardium, composed mainly by macrophages, plasmocytes and lymphocytes, associated with fibrin deposition. Immunohistochemistry was performed for FIPV and was positive in the areas of inflammation in the epicardium. To the author´s knowledge, this is the second report of epicarditis due to FIPV in a cat. Therefore, epicarditis should be considered a differential diagnosis of cardiac diseases in Feline Medicine.(AU)

A Peritonite Infecciosa Felina (PIF) é uma doença progressiva e fatal de felinos domésticos e selvagens, causada pelo vírus da Peritonite Infecciosa Felina (FIPV). A doença é caracterizada por uma reação imunomediada contra o vírus em vários órgãos. Este trabalho descreveu um relato de caso de epicardite fibrinosa causada pelo FPIV. Um gato macho, com três anos de idade, veio a óbito e foi recebido para necropsia. Macroscopicamente, foi observado exsudato fibrinoso esbranquiçado, friável, multifocal, medindo até 2 centímetros de espessura, no epicárdio, principalmente no ápice cardíaco. Microscopicamente, foi observado no epicárdio um infiltrado inflamatório misto, multifocal, composto por macrófagos, plasmócitos e linfócitos, associado a deposição de fibrina. A imuno-histoquímica foi positiva para o FIPV nas áreas de inflamação no epicárdio. Os autores descrevem o segundo relato de caso na literatura científica de epicardite causada pelo FIPV em um gato. Portanto, a epicardite deve ser considerada como diagnóstico diferencial em doenças cardíacas em Medicina Felina.(AU)
Descritores: Pericárdio/patologia
Peritonite Infecciosa Felina/complicações
Coronavirus Felino/isolamento & purificação
-Imuno-Histoquímica/veterinária
Limites: Animais
Gatos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  3 / 1112 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1129484
Autor: Araújo, I. L; Oliveira, T. M; Diniz, S. A; Silva, M. X.
Título: Análise epidemiológica dos atendimentos da profilaxia antirrábica humana associados a acidentes com gatos / Epidemiological analysis of human anti-rabies prophylaxis associated with accidents with cats
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec. (Online);72(3):814-822, May-June, 2020. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivou-se conhecer o perfil epidemiológico do paciente que buscou atendimento antirrábico pós-exposição associado a acidentes com gatos domésticos, em Belo Horizonte/MG, no período de 2007 a 2016. Realizou-se uma análise exploratória das fichas de notificação do atendimento antirrábico humano do Sistema de Informação de Agravos de Notificações (Sinan). Nos resultados, observou-se que 37,4% das pessoas eram adultas do gênero feminino, com idade entre 20 e 59 anos, 88,7% residentes em área urbana, 26,1% de etnia branca e apenas 31,7% dos pacientes buscaram atendimento antirrábico com até 24 horas da exposição ao vírus rábico. Lesões por mordedura ocorreram em 75,6% dos casos notificados. Quanto às características dos ferimentos, 59,6% foram superficiais, 62,2% ocorreram em mãos/pés e 50,1% foram lesões únicas. Na faixa etária de zero a 10 anos, as regiões anatômicas mãos/pés e cabeça/pescoço/face totalizaram 58,35%. Ressalta-se a necessidade de adoção de ações socioeducativas junto à população, devido ao risco de transmissão de raiva pelo gato, principalmente em áreas em que o vírus rábico circula em populações de morcegos. Sugerem-se melhorias no preenchimento das fichas de notificação do Sinan para melhor compreender o perfil epidemiológico dos pacientes que buscam o atendimento antirrábico e, assim, tornar mais eficaz a gestão desse serviço público.(AU)

The objective of this study was to know the epidemiological profile of the patient who sought post-exposure anti-rabies treatment associated with accidents with domestic cats in Belo Horizonte, Minas Gerais Brazil, from 2007 to 2016. An exploratory analysis of the reports on human rabies of the Notification of Injury Information System was performed. In the results, it was observed that 37.4% of the individuals were female adults aged 20-59 years, 88.7% were urban residents, 26.1% were white, and only 31.7% sought anti-rabies care within 24 hours of exposure to the rabies virus. Bite lesions occurred in 75.6%. Regarding the type of wound, 59.6% were superficial; as for the anatomical location, 62.2% occurred in hands / feet and 50.1% were single lesions. It is necessary to adopt socio-educational actions among the population, due to the risk of transmission of the rabies by the cat, especially in areas where the rabies virus circulates in bat populations. Improvements in the completion of the SINAN notification sheets are suggested to better understand the epidemiological profile of patients seeking anti-rabies treatment and thus improve the management of this public service.(AU)
Descritores: Raiva/prevenção & controle
Raiva/veterinária
Raiva/epidemiologia
Profilaxia Pós-Exposição/métodos
-Brasil/epidemiologia
Limites: Humanos
Animais
Gatos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  4 / 1112 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1129483
Autor: Coelho, M. R; Muzzi, R. A. L; Dorneles, E. M. S; Oliveira, L. E. D; Abreu, C. B; Furtado, L. L. A; Muzzi, L. A. L.
Título: Avaliação da deformação miocárdica pela ecocardiografia feature tracking em gatos com defeito perimembranoso do septo ventricular / Evaluation of myocardial deformation by the ecocardiography feature tracking in cats with perimembranosous defect of the septo ventricular
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec. (Online);72(3):807-813, May-June, 2020. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: O desenvolvimento de novas ferramentas, como a ecocardiografia bidimensional feature tracking (2D-FTI), permite diagnosticar, de forma precoce, se há disfunção miocárdica em doenças cardíacas, inclusive as congênitas. O defeito septal ventricular (DSV) é a alteração congênita mais observada em felinos, no entanto pouco se sabe sobre a disfunção cardíaca nessa cardiopatia, especialmente em animais assintomáticos. O objetivo deste estudo foi avaliar, por meio do 2D-FTI, a deformação miocárdica ventricular esquerda pela mensuração dos índices ecocardiográficos strain (St) e strain rate (StR) radial, circunferencial e longitudinal, em gatos saudáveis e com DSV. Foram avaliados 12 gatos saudáveis e seis gatos com DSV para obtenção de St e StR em diversos segmentos miocárdicos. No sentido longitudinal, houve diferença estatística (P<0,05) para os segmentos septal basal, mediano e apical epicárdicos (P=0,0017; P<0,0001; P=0,0288), lateral mediano epicárdico (P=0,0327), septal mediano endocárdico (P=0,0035), lateral mediano endocárdico (P=0,0461), St epicárdico (P=0,0250) e St global (P=0,0382). Também houve diferença no segmento lateral mediano circunferencial endocárdico (P=0,0248), lateral mediano radial (St: P=0,0409; StR: P=0,0166) e posterior mediano radial (P=0,0369). O estudo evidenciou que, mesmo em animais assintomáticos com DSV, há redução na deformação miocárdica ventricular principalmente no sentido longitudinal, demonstrando maior vulnerabilidade dessas fibras.(AU)

The development of new tools, such as two-dimensional feature tracking (2D-FTI), allows early diagnosis of myocardial dysfunction in heart diseases including congenital heart disease. The ventricular septal defect (VSD) is the most frequently observed congenital abnormality in cats, however, little is known about cardiac dysfunction, especially in asymptomatic animals. The objective of this study was to evaluate the left ventricular myocardial deformation through 2D-FTI by the measurement of the radial, circumferential and longitudinal echocardiographic strain (St) and strain rate (StR) indices. Twelve healthy cats and six cats with VSD were evaluated to obtain St and StR in several myocardial segments. In the longitudinal direction, there was a statistical difference (P<0.05) for the epimyocardial basal septal, mid-septal, apical septal (P=0.0017; P<0.0001; P=0.0288), epimyocardial mid-lateral (P=0.0327), endomyocardial mid-septal (P=0.0035), endomyocardial mid-lateral (P=0.0461), St epimyocardial (P=0.0250) and St global (P=0.0382). There was also difference in the circumferential endomyocardial mid-lateral segment (P=0.0248), radial mid-lateral (St: P=0.0409; StR: P=0.0166) and radial mid-posterior (P=0.0369). The study showed that even in asymptomatic animals with VSD there is a reduction in ventricular myocardial deformation mainly in the longitudinal direction, demonstrating the fragility of these fibers.(AU)
Descritores: Cardiopatias Congênitas/veterinária
Comunicação Interventricular/veterinária
Comunicação Interventricular/diagnóstico por imagem
-Ecocardiografia/veterinária
Limites: Animais
Gatos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  5 / 1112 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1122708
Autor: Bricarello, Patrizia Ana; Silva, Alice da; Oliveira, Thailini de; Lima, Lenilza Mattos.
Título: Potential zoonotic parasites in dog and cat feces from three beaches and surrounding areas of Greater Florianópolis, Santa Catarina, Brazil / Potenciais parasitos zoonóticos em fezes de cães e gatos de três praias e seus arredores da Grande Florianópolis, Santa Catarina, Brasil
Fonte: Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci. (Online);57(3):e168442, 2020. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: In Brazil, dogs and cats have free access in public areas in some cities, such as squares, parks and beaches, despite restrictive laws for their permanence in these places. Animals infected with intestinal parasites contaminate the environment through their feces. The present study aimed to verify the occurrence of helminth eggs, oocysts and protozoan cysts in stool samples from three beaches in Greater Florianópolis, Santa Catarina, Brazil, from March 2017 to April 2018. Stool samples were processed by the Willis-Mollay flotation technique and the Hoffman sedimentation technique. The percentage of 47.65% of positive samples for helminths or protozoa was found on the southern beaches of Florianópolis island, with an occurrence of 52.78% at Morro das Pedras Beach and 42.86% at Campeche Beach. At Pinheira beach, in Palhoça, 56.66% of the samples were contaminated with one or more zoonotic parasites. In this study, the most prevalent parasites on the three beaches analyzed were hookworms and Trichuris vulpis, followed by Giardia spp. and Cystoisospora spp. Samples containing To x o c a r a spp. eggs were collected at Pinheira beach. It is concluded that the contamination of the beaches in the present study constitutes a public health problem, considering the possibility of zoonoses transmission. The importance of implementing sanitary programs for the control of parasites in dogs and cats is emphasized, as well as awareness and education programs, in order to reduce environmental contamination in public places.(AU)

No Brasil, cães e gatos têm livre acesso em áreas públicas em algumas cidades, como praças, parques e praias, apesar de leis restritivas para sua permanência nestes locais. Animais infectados por parasitos intestinais contaminam o meio ambiente por meio de suas fezes. O presente estudo teve como objetivo verificar a ocorrência de ovos de helmintos, oocistos e cistos de protozoários em amostras de fezes de três praias da Grande Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, no período de março de 2017 a abril de 2018. As amostras de fezes foram processadas pela técnica de flutuação de Willis-Mollay e pela técnica de sedimentação de Hoffman. O percentual de 47,65% de amostras positivas para helmintos ou protozoários foi encontrado nas praias do sul da ilha de Florianópolis, na praia do Morro das Pedras a ocorrência foi de 52,78% e na do Campeche 42,86%. Na praia da Pinheira, em Palhoça, 56,66% das amostras estavam contaminadas com um ou mais parasitos zoonóticos. Os parasitos de maior ocorrência nas três praias analisadas foram os ancilostomídeos e Trichuris vulpis, seguidos de Giardia spp. e Cystoisospora spp. Amostras contendo ovos de To x o c a r a spp. foram colhidas na praia da Pinheira. Conclui-se que a contaminação das praias do presente estudo constitui um problema de saúde pública, tendo em vista à possibilidade de transmissão de zoonoses. Deve ser ressaltada a importância da implantação de programas sanitários para o controle de parasitas de cães e gatos e programas de conscientização e educação, a fim de reduzir a contaminação ambiental em locais públicos.(AU)
Descritores: Saneamento de Praias
Fezes/parasitologia
Helmintos
Ancylostoma
-Parasitos
Brasil
Zoonoses
Saúde Pública
Transmissão de Doença Infecciosa
Limites: Humanos
Animais
Gatos
Cães
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  6 / 1112 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
ALVES, NILZA DUTRA
Texto completo
Id: biblio-1122173
Autor: Dantas, Thalles D'avila Pires Dutra; Feijó, Francisco Marlon Carneiro; Alves, Nilza Dutra; Rodrigues, Gardênia Silvana de Oliveira; Santos, Caio Sérgio dos; Soares, Waleska Nayane Costa; Santos, Paula Vivian Feitosa dos; Medeiros, Letícia Cely Vieira de.
Título: Spondias mombin L. decoction utilization as antiseptic in cats submitted to castration / Uso de decocto de Spondias mombin L. como antisséptico em felinos submetidos à castração
Fonte: Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci. (Online);57(2):e162109, mai. 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: This survey evaluated mombin leaves (Spondias mombin L.) decoction efficiency as an antiseptic during post-surgery period on cats submitted to orchiectomy and ovariosalpingohisterectomy. For this purpose, 45 castrated mongrels cats were divided into three groups, the first group as a positive control using 0.5% chlorhexidine-alcohol solution, the second a negative control group using sterile distilled water and, finally, the test group using mombin leaves decocted with a concentration of 100 mg/mL. All animals, independent of age and sex, had visibly healed in most cases in a similar time. Animals treated with mombin leaves decoction presented a significant reduction of bacterial growth. In addition, the animals treated in the test group had better surgical wound healing. All isolated bacterial strains presented inhibition halo for chlorhexidine and for Spondias mombin L. Thus, the decoction of Spondias mombin L. leaves proved antiseptic efficacy in the surgical wounds of cats submitted to orchiectomy and ovariosalpingohisterectomy.(AU)

Foi avaliada a eficiência do decocto das folhas de cajá (Spondias mombin L.) como antisséptico no pós-cirúrgico de gatos submetidos à orquiectomia e ovariosalpingohisterectomia. Para tal, foram submetidos à castração 45 gatos sem raça definida, divididos em três grupos. O primeiro grupo como controle positivo com Solução Alcoólica de Clorexidine a 0,5%; segundo grupo controle negativo com água destilada estéril; e o grupo teste com o decocto de cajá à concentração de 100 mg/mL. Todos os animais, independentemente da idade e sexo, tiveram cicatrização visível em tempo similar. Animais tratados com o decocto apresentaram uma redução significativa do crescimento bacteriano. Além disso, observou-se uma melhor cicatrização das feridas cirúrgicas dos animais tratados no grupo teste. Todas as estirpes bacterianas isoladas apresentaram halo de inibição para clorexidine e para Spondias mombin L. Portanto, o decocto das folhas da Spondias mombin L. apresentou eficácia antisséptica nas feridas cirúrgicas de gatos submetidos à orquiectomia e ovariosalpingohisterectomia.(AU)
Descritores: Castração/veterinária
Anacardiaceae
Anti-Infecciosos Locais/uso terapêutico
-Plantas Medicinais
Infecção da Ferida Cirúrgica/prevenção & controle
Orquiectomia/veterinária
Ovariectomia/veterinária
Histerectomia/veterinária
Limites: Animais
Gatos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  7 / 1112 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1122177
Autor: Silva, Jefté Teixeira da; Menezes, Keli Pinheiro; Melchior, Leonardo Augusto Kohara; Nunes, Vânia Lúcia Brandão; Brilhante, Andreia Fernandes.
Título: Occurrence of geohelminths in the soil of public squares in Rio Branco, Acre State, Brazilian Western Amazon / Ocorrência de geohelmintos em solo de praças públicas em Rio Branco, estado do Acre, Amazônia Brasileira
Fonte: Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci. (Online);57(2):e163783, mai. 2020. tab.
Idioma: en.
Resumo: Soil contamination by dog and cat feces can become a public health problem due to the transmission of various etiologic agents that cause zoonoses. This study aimed to verify the occurrence of geohelminths in the soil of some public square areas of the municipality of Rio Branco, Acre State, Western Brazilian Amazon. Five public squares were selected, and soil samples collection was performed from April 2014 to March 2015. The samples were processed by using the Baermann-Moraes and centrifugal-flotation methods. Geohelminths positivity was of 25% for Tox o c ara spp., 6.6% for the Ancylostomatoidea Superfamily and 1.6 for Trichuris spp.. Measures should be implemented to prevent the free access of animals to these places, as well as deworming of stray dogs and cats and the implementation of population control and policies for such animals.(AU)

A contaminação do solo por fezes de cães e gatos pode se tornar um problema de saúde pública devido à transmissão de vários agentes etiológicos que causam zoonoses. Este estudo objetivou verificar a ocorrência de geohelmintos no solo de praças públicas do município de Rio Branco, estado do Acre, Brasil. Cinco praças públicas foram selecionadas e amostras de solo foram colhidas entre abril de 2014 e março de 2015. As amostras foram processadas pelos métodos de Baermann-Moraes e centrífugo-flutuação. A positividade observada para geohelmintos foi de 25% para Tox o c ara spp., 6,6% para a Superfamília Ancylostomatoidea e 1,6% para Trichuris spp.. Medidas devem ser implementadas para prevenir a livre circulação de animais nestes locais, bem como a desverminação de cães e gatos de rua e a implementação de políticas de adoção e controle populacional de cães e gatos.(AU)
Descritores: Microbiologia do Solo
Toxocara/isolamento & purificação
Ancylostomatoidea/isolamento & purificação
Poluição Ambiental
-Brasil
Zoonoses
Transmissão de Doença Infecciosa
Ecossistema Amazônico
Jardins
Limites: Animais
Gatos
Cães
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  8 / 1112 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-782595
Autor: Oliveira, Caroline Sobotyk de; Camillo, Giovana; Cadore, Gustavo Cauduro; Bagolin, Cássia; Anjos, Sonia Terezinha Lopes dos; Sangioni, Luis Antônio; Voge, Fernanda Silveira Flores.
Título: Detecção de anticorpos anti-Toxoplasma gondii em felinos domésticos / Detection of anti-Toxoplasma gondii antibodies in domestic felines
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;73(1):131-133, jan.-mar. 2014.
Idioma: pt.
Resumo: A toxoplasmose é uma protozoonose que acomete uma variedade de animais de sangue quente e tem como agente etológico o protozoário Toxoplasma gondii, parasito intracelular obrigatório. Dentre a grande diversidade de animais susceptíveis, os felinos têm um importante papel na disseminação da infecção pelo T. gondii, pois são os únicos hospedeiros definitivos do parasito. Com o objetivo de verificar a ocorrência do T. gondii em gatos domésticos da microrregião de Santa Maria/RS, Brasil, foram coletadas 180 amostras de soros de felinos atendidos no Hospital Veterinário Universitário da UFSM. Estas amostras foram avaliadas no Laboratório de Doenças Parasitárias para detecção de anticorpos anti-T. gondii pela técnica de imunofluorescência indireta (IFI). Das 180 amostras analisadas, 39 (21,6 %) apresentaram anticorpos anti-T. gondii com títulos iguais ou superiores a 64. Os resultados demonstram a alta prevalência de felinos anticorpos positivos, o que sugere a participação destes animais na contaminação ambiental, indicando a importância destes na epidemiologia da doença...
Descritores: Animais Domésticos
Anticorpos
Toxoplasma
Toxoplasmose Animal
Técnica Indireta de Fluorescência para Anticorpo
-Estudos Soroepidemiológicos
Infecções por Protozoários
Limites: Animais
Gatos
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  9 / 1112 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-972084
Autor: Souza, Patricia Moura da Cunha.
Título: Prevalência e fatores de risco associados às parasitoses intestinais em cães e gatos de hospital veterinário e de cães do programa de controle de leishmaniose.
Fonte: São Paulo; s.n; 2016. 98 p. tab, map, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a São Paulo (Estado) Secretaria da Saúde.Coordenadoria de Controle de Doenças. Programa de Pós-Graduação em Ciências para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Parasitoses intestinais são relevantes na saúde de cães e gatos e podem assumir importância em saúde pública quando esses animais são considerados reservatórios para os humanos. Variáveis ambientais, demográficas, de manejo e status imune estão relacionadas à ocorrência dessas parasitoses. A associação dos fatores com a presença de parasitos é de grande importância para a elaboração de estratégias de prevenção e controle pelos profissionais de saúde. Amostras de fezes de cães (n=203) e gatos (n=34) atendidos em Hospital Veterinário e de cães (n=25) com Leishmaniose, foram analisadas para a presença de parasitos e a positividade geral encontrada foi de 17,2%. Ancilostomídeos e Giardia spp. foram os mais frequentes (6,1% e 5,0%). Infecções monoparasitárias prevaleceram (73,3%) em relação às poliparasitárias. Em cães, infecções por protozoários apresentaram associação com cinomose e, infecções por ancilostomídeo com leishmaniose. Animais menores de um ano de idade apresentaram associação com infecção por protozoários e Toxocara spp. Animais com doença imunossupressora prévia apresentaram associação com infecção por ancilostomídeo. Houve associação entre imunização desatualizada e infecções por Cystoisospora spp. e Toxocara spp. Os dados relativos a frequência dos parasitos intestinais e das infecções monoparasitárias expressam uma característica da população estudada. Cães jovens com imunização desatualizada e com doença imunossupressora de base estão mais propensos, nessa população, a adquirirem infecções parasitárias.

Intestinal parasites are significant in dogs and cats health and can be relevant inpublic health, when these animals are considered reservoirs for humans.Environmental, demographic, management and immune status variables arerelated to the occurrence of these parasites. The association of these factors withthe presence of parasites is of great importance for the development ofprevention and control strategies by health professionals. Fecal samples fromdogs (n=203) and cats (n=34) treated at the Veterinary Hospital and dogs withleishmaniasis (n=25), were analyzed for the presence of parasites and the overallpositivity was 17.2%. Hookworms and Giardia spp. were the most commoninfections (6.1% and 5.0%). Infections with only one parasite prevailed (73.3%)compared to 2 or more parasites infection. Protozoan infections were associatedwith distemper, and hookworm infections with leishmaniasis in dogs. Animalsyounger than a year old were associated with infection by protozoa and Toxocaraspp. Animals with prior immunosuppressant disease were associated withhookworm infection. There was an association between outdated immunizationand Cystoisospora spp. and Toxocara spp. infections. Frequency of intestinalparasites and only one parasite infections data express an inherent characteristicof the studied population. Young dogs with outdated immunization and priorimmunosuppressive disease are more likely, in this population, to acquireparasitic infections.
Descritores: Gatos
Cães
Leishmaniose
Parasitos
Fatores de Risco
Zoonoses
Limites: Animais
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; W4, S719p


  10 / 1112 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Langoni, Hélio
Texto completo
Id: lil-770314
Autor: Oliveira, Gabriela Capriogli; Paiz, Laís Moraes; Menozzi, Benedito Donizete; Lima, Michele de Souza; Moraes, Carla Cristina Guimarães de; Langoni, Helio.
Título: Antibodies to Leishmania spp. in domestic felines / Anticorpos anti-Leishmania spp. em felinos domésticos
Fonte: Rev. bras. parasitol. vet;24(4):464-470, Oct.-Dec. 2015. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Leishmaniasis is a vector-borne zoonotic disease caused by protozoa in the genus Leishmania, typical of rural and peri-urban environments. The causative agent of American visceral leishmaniasis is Leishmania (Leishmania) infantum chagasi and the main insect vector in Brazil is Lutzomyia longipalpis. Dogs (Canis familiaris) are important in the transmission of the disease, as a reservoir closely related to humans and an infection source for phlebotomine vectors. Since 1990, an increasing number of feline leishmaniasis cases have been reported, suggesting that domestic cats (Felis catus) might be involved in the epidemiology of the disease. The present study analyzed the prevalence of anti-Leishmania spp. antibodies in naturally infected domestic cats from various neighborhoods in the municipality of Belém, Pará, Brazil, using the indirect immunofluorescence assay (IFA) and the direct agglutination test (DAT). Among the 443 samples tested, 18 (4.06%) presented positive reactions in the IFA. The observed titers were 40 IU in 4.97% of the samples and 80 IU in 0.90%. In the DAT test, positive results were found in 25 (5.64%) of the samples. The observed titers were also 40 IU (4.97%) and 80 IU (0.68%). The agreement rate between the two tests was considered low (Kappa coefficient = 0.10).

Resumo As leishmanioses são zoonoses vetoriais causadas por protozoários do gênero Leishmania, características de ambientes rurais e periurbanos. A leishmaniose visceral americana (LVA) é causada pela Leishmania (Leishmania) infantum chagasi, cujo principal vetor no Brasil é Lutzomyia longipalpis. O cão (Canis familiaris) possui papel ativo na transmissão da doença, pois é um reservatório muito próximo do humano e uma fonte de infecção para o flebotomíneo. O aumento do número de casos de leishmaniose felina, descritos na literatura a partir de 1990, sugere que gatos também podem atuar na epidemiologia dessa enfermidade. O presente estudo avaliou a prevalência de anticorpos anti-Leishmania spp. em gatos domésticos (Felis catus) de diferentes bairros do Município de Belém, Pará (PA), pela Reação de Imunofluorescência Indireta (RIFI) e pelo Teste de Aglutinação Direta (TAD), utilizando-se como ponto de corte o título de 40 UI. Entre os 443 gatos estudados, 18 (4,06%) apresentaram reação sorológica positiva na RIFI. Os títulos observados foram de 40 UI em 0,90%. No TAD, foi encontrada positividade em 25 (5,64%) animais. Os títulos observados foram de 40 UI, em 4,97% dos gatos, e 80 UI, em 0,68%. A concordância entre os testes foi considerada baixa (coeficiente Kappa: 0,10).
Descritores: Anticorpos Antiprotozoários/sangue
Doenças do Gato/imunologia
Leishmania/imunologia
Leishmaniose Visceral/veterinária
-Psychodidae/parasitologia
Brasil
Doenças do Gato/parasitologia
Cidades
Leishmania infantum/imunologia
Técnica Indireta de Fluorescência para Anticorpo/veterinária
Doenças do Cão/imunologia
Doenças do Cão/parasitologia
Leishmaniose Visceral/imunologia
Limites: Animais
Gatos
Cães
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 112 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde