Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.050.150.900.649.313.750.377.750.250.125 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1074 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 108 ir para página                         

  1 / 1074 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-990807
Autor: Prado, Jamille Batista Faria; Ramos, Carlos Alberto do Nascimento; Fiuza, Vagner Ricardo da Silva; Terra, Veronica Jorge Babo.
Título: Occurrence of zoonotic Enterocytozoon bieneusi in cats in Brazil / Ocorrência de Enterocytozoon bieneusi zoonótico em gatos no Brasil
Fonte: Rev. bras. parasitol. vet;28(1):80-90, Jan.-Mar. 2019. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Enterocytozoon bieneusi is an opportunistic intestinal pathogen that infects humans and a wide variety of animals worldwide. Our aim in this study was to investigate the occurrence of E. bieneusi in a domestic cat population in Campo Grande, Mato Grosso do Sul, Brazil. Sixty fecal samples from diarrheic cats were subjected to polymerase chain reaction (PCR) and the amplicons were sequenced for identification. E. bieneusi was detected in two samples (3.3%), both identified as genotype D. This genotype has already been reported in animals and humans and is considered a zoonotic genotype. Our findings represent the first report of E. bieneusi in domestic cats in Brazil, reinforcing the importance of identifying this agent as a source of infection in animals and humans.

Resumo Enterocytozoon bieneusi é um patógeno intestinal oportunista que infecta humanos e uma variedade de animais em todo o mundo. O objetivo no presente estudo foi investigar a ocorrência de E. bieneusi em uma população de gatos domésticos em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, Brasil. Sessenta amostras fecais de gatos diarréicos foram submetidas a reação em cadeia da polimerase (PCR) e os produtos de amplificação foram sequenciados para identificação molecular. E. bieneusi foi detectado em duas amostras (3,3%), ambos identificados como genótipo D. Esse genótipo tem sido relatado em animais e humanos e é considerado um genótipo zoonótico. Nossos resultados representam a primeira descrição de E. bieneusi em gatos domésticos no Brasil, reforçando a importância desse agente como fonte de infecção para animais e humanos.
Descritores: Doenças do Gato/diagnóstico
Microsporidiose/veterinária
Enterocytozoon/genética
Fezes/microbiologia
-Brasil
Doenças do Gato/microbiologia
Reação em Cadeia da Polimerase
Microsporidiose/diagnóstico
Análise de Sequência de DNA
Enterocytozoon/isolamento & purificação
Genótipo
Limites: Animais
Gatos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 1074 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-990813
Autor: Bastos, Bethânia Ferreira; Almeida, Flavya Mendes de; Brener, Beatriz.
Título: What is known about Tritrichomonas foetus infection in cats? / O que sabemos sobre a infecção por Tritrichomonas foetus em gatos?
Fonte: Rev. bras. parasitol. vet;28(1):1-11, Jan.-Mar. 2019. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Tritrichomonas foetus is a parasite that has been definitively identified as an agent of trichomonosis, a disease characterized by chronic diarrhea. T. foetus colonizes portions of the feline large intestine, and manifests as chronic and recurrent diarrhea with mucus and fresh blood, which is often unresponsive to common drugs. Diagnosis of a trichomonad infection is made by either the demonstration of the trophozoite on a direct fecal smear, fecal culture and subsequent microscopic examination of the parasite, or extraction of DNA in feces and amplification by the use of molecular tools. T. foetus is commonly misidentified as other flagellate protozoa such as Giardia duodenalis and Pentatrichomonas hominis. Without proper treatment, the diarrhea may resolve spontaneously in months to years, but cats can remain carriers of the parasite. This paper intends to serve as a source of information for investigators and veterinarians, reviewing the most important aspects of feline trichomonosis, such as trichomonad history, biology, clinical manifestations, pathogenesis, world distribution, risk factors, diagnosis, and treatment.

Resumo Tritrichomonas foetus é um parasito que foi identificado definitivamente como agente de tricomoníase, caracterizada por diarreia crônica. T. foetus coloniza porções do intestino grosso dos felinos e se manifesta como uma diarreia crônica e recorrente, com muco e sangue, geralmente irresponsiva às drogas comumente usadas no tratamento. O diagnóstico da infecção por tricomonadídeos é feito pela demonstração de trofozoítos no exame direto de fezes frescas, cultura fecal e subsequente exame microscópico ou extração do DNA do parasito na amostra fecal e amplificação, utilizando-se técnicas moleculares. T. foetus é comumente confundido com outros protozoários flagelados, como Giardia duodenalis e Pentatrichomonas hominis. Sem tratamento adequado, a diarreia pode cessar espontaneamente em meses ou anos, porém os gatos podem permanecer portadores do parasito. Esse artigo pretende servir como fonte de informação para pesquisadores e veterinários, revisando os mais importantes aspectos da tricomoníase felina, como histórico, biologia, manifestações clínicas, patogênese, distribuição mundial, fatores de risco, diagnóstico e tratamento.
Descritores: Infecções Protozoárias em Animais/diagnóstico
Infecções Protozoárias em Animais/tratamento farmacológico
Infecções Protozoárias em Animais/epidemiologia
Tritrichomonas foetus/isolamento & purificação
Diarreia/veterinária
Fezes/parasitologia
-Doenças do Gato/diagnóstico
Doenças do Gato/tratamento farmacológico
Doenças do Gato/epidemiologia
Reação em Cadeia da Polimerase
Fatores de Risco
DNA de Protozoário/análise
Tritrichomonas foetus/genética
Diarreia/parasitologia
Limites: Animais
Gatos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 1074 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Machado, Rosangela Zacarias
Texto completo
Id: biblio-1042493
Autor: Guimarães, Andresa; Raimundo, Juliana Macedo; Rodrigues, Raisa Braul; Peixoto, Maristela Peckle; Santos, Huarrisson Azevedo; André, Marcos Rogério; Machado, Rosangela Zacarias; Baldani, Cristiane Divan.
Título: Ehrlichia spp. infection in domestic cats from Rio de Janeiro State, southeast Brazil / Infecção de Ehrlichia spp. em gatos domésticos da Grande Rio de Janeiro, sudeste do Brasil
Fonte: Rev. bras. parasitol. vet;28(1):180-185, Jan.-Mar. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Ehrlichiosis is caused by agents belonging to Ehrlichia genus. Despite the frequent reports on the serological and molecular detection of E. canis in dogs in Brazil, there is scant data on ehrlichiosis in brazilian cats. This study aimed at investigating the occurrence of Ehrlichia spp. in domestic cats from Greater Rio de Janeiro, and evaluating hematological changes associated with this rickettsial infection. We searched for IgG antibodies against E. canis on blood samples of 216 cats by Indirect Fluorescence Assay (IFA). Additionally, we performed nested PCR (nPCR) and real-time PCR (qPCR) assays targeting E. canis-16S rRNA and dsb gene, respectively. Fifty-seven (26.4%) cats were seropositive for Ehrlichia spp. by IFA. Ehrlichia spp.-16S rRNA gene fragments were detected in 3 cats (1.4%). Although the obtained 16S rRNA sequences showed 99 to 100% identity with E. canis, cats were negative in qPCR. Anemia, thrombocytopenia, leukocytosis, left shift neutrophil and hyperproteinemia were observed. Anemia was statistically associated with seropositivity to E. canis and kittens showed lower positivity rates (p<0.05). This study showed that Ehrlichia spp. occur in domestic cats from Greater Rio de Janeiro. Further studies involving culture isolation are much needed to more precisely characterize these organisms.

Resumo A erliquiose é causada por agentes pertencentes ao gênero Ehrlichia . Apesar dos frequentes relatos de detecção sorológica e molecular de E. canis em cães no Brasil, existem poucos dados sobre a erliquiose em gatos brasileiros. Este estudo teve como objetivo investigar a ocorrência de Ehrlichia spp. em gatos domésticos do Grande Rio de Janeiro e avaliar as alterações hematológicas associadas a essa infecção rickettsial. Procuramos anticorpos IgG anti-E. canis em amostras de sangue de 216 gatos por Reação de Imunofluorescência Indireta (RIFI). Além disso, foram realizados ensaios de nested PCR (nPCR) e PCR em tempo real (qPCR) para detecção dos genes E. canis-16S rRNA e dsb , respectivamente. Cinquenta e sete (26,4%) gatos foram soropositivos para Ehrlichia spp. pela RIFI. Fragmentos do gene rRNA de Ehrlichia spp.-16S foram detectados em 3 gatos (1,4%) por ensaios de nPCR. Embora as sequências 16S rRNA obtidas tenham 99 a 100% de identidade com E. canis, os gatos foram negativos nos ensaios de qPCR. Anemia, trombocitopenia, leucocitose, desvio nuclear neutrofílico à esquerda e hiperproteinemia foram observados. Anemia foi estatisticamente associada à soropositividade para E. canis e filhotes apresentaram menores taxas de positividade (p <0,05). Este estudo demonstra que Ehrlichia spp. ocorrem em gatos domésticos da Grande Rio de Janeiro. Outros estudos envolvendo o isolamento por cultura são necessários para caracterizar com mais precisão esses organismos.
Descritores: Doenças do Gato/epidemiologia
Ehrlichiose/veterinária
Anticorpos Antibacterianos/sangue
-Brasil/epidemiologia
Doenças do Gato/diagnóstico
Doenças do Gato/microbiologia
Reação em Cadeia da Polimerase
Ehrlichiose/diagnóstico
Ehrlichiose/epidemiologia
Técnica Indireta de Fluorescência para Anticorpo
Limites: Animais
Masculino
Feminino
Gatos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 1074 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Labruna, Marcelo Bahia
Texto completo
Id: biblio-1042494
Autor: Lopes, Marcos Gomes; Krawczak, Felipe da Silva; Lima, Julia Teresa Ribeiro de; Fournier, Gislene Fatima da Silva Rocha; Acosta, Igor da Cunha Lima; Ramirez, Diego Garcia; Marcili, Arlei; Labruna, Marcelo Bahia; Gennari, Solange Maria.
Título: Occurrence of Ehrlichia canis and Hepatozoon canis and probable exposure to Rickettsia amblyommatis in dogs and cats in Natal, RN / Ocorrência de Ehrlichia canis, Hepatozoon canis e provável exposição a Rickettsia amblyommatis em cães e gatos de Natal, RN
Fonte: Rev. bras. parasitol. vet;28(1):151-156, Jan.-Mar. 2019. tab.
Idioma: en.
Projeto: FAPESP.
Resumo: Abstract Occurrence of infection or exposure to Ehrlichia canis, Hepatozoon canis and Rickettsia spp. was detected in feral cats living in two fragments from Atlantic rainforest, in Natal, RN, Brazil, and in dogs living around the parks. While serum samples were collected from 155 animals (53 cats living in the parks; 29 dogs living in human homes around the parks; and 73 dogs living at an animal control center - ACC), spleen samples were collected from 20 dogs that were euthanized at ACC. Serum samples were analyzed to Rickettsia spp. and E. canis antibodies using the indirect immunofluorescence assay. Seventeen of the 102 dogs (17%) had E. canis antibodies and 13% (20/155) of all dogs and cats (i.e. 3% (3/102) of the dogs and 32% (17/53) of the cats) were seropositive for Rickettsia spp. antigens. The animals were therefore been exposed to R. amblyommatis or by a very closely related genotype. Among the 20 dog spleen samples analyzed, eight were PCR positive for E. canis and two for H. canis (GenBank accession number MG772657 and MG772658, respectively). In none of the spleen samples were obtained amplicons for Babesia spp. through PCR. This study provided the first evidence that Rickettsia of the spotted fever group is circulating among dogs and cats in Natal.

Resumo A ocorrência de infecção ou exposição para Ehrlichia canis, Hepatozoon canis e Rickettsia spp. foi determinada em gatos ferais que viviam em dois fragmentos da Mata Atlântica, localizados em Natal, RN, Brasil e em cães que viviam em torno dos parques e em outras regiões da cidade. Enquanto amostras de soro foram coletadas de 155 animais (53 gatos que viviam nos parques, 29 cães com domicilio em torno dos parques e 73 cães do Centro de Controle de Animais -CCA), fragmentos de baço foram coletados de 20 cães eutanasiados no CCA. A detecção de anticorpos nas amostras de soros coletadas contra Rickettsia spp. e E. canis foi realizada pela Reação de Imunofluorescência Indireta. Dezessete dos 102 cães (17%) apresentaram anticorpos anti E. canis e 13% (20/155) de todos os cães e gatos (ou seja, 3% (3/102) dos cães e 32% (17/53) dos gatos) foram soropositivos para antígenos de Rickettsia spp. Os animais foram considerados expostos à R. amblyommatis ou a um genótipo muito relacionado. Entre as 20 amostras de baço de cães analisadas, oito foram positivas para E. canis e duas para Hepatozoon canis (números de acesso ao Genbank MG772657 e MG772658, respectivamente). Nenhuma das amostras de baço produziram amplicons de Babesia spp. na PCR. Observou-se, pela primeira vez, a circulação de Rickettsia do grupo da febre maculosa em cães e gatos em Natal, RN.
Descritores: Infecções por Rickettsia/veterinária
Doenças do Gato/epidemiologia
Ehrlichiose/veterinária
Coccidiose/veterinária
Doenças do Cão/epidemiologia
-Rickettsia/imunologia
Infecções por Rickettsia/diagnóstico
Infecções por Rickettsia/epidemiologia
Brasil/epidemiologia
Doenças do Gato/diagnóstico
Doenças do Gato/microbiologia
Doenças do Gato/parasitologia
Florestas
Eucoccidiida/imunologia
Ehrlichiose/diagnóstico
Ehrlichiose/epidemiologia
Coccidiose/diagnóstico
Coccidiose/epidemiologia
Técnica Indireta de Fluorescência para Anticorpo
Ehrlichia canis/imunologia
Doenças do Cão/diagnóstico
Doenças do Cão/microbiologia
Doenças do Cão/parasitologia
Limites: Animais
Gatos
Cães
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 1074 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1058010
Autor: Dazzi, Cláudia Ceruti; Santos, Alex dos; Machado, Tanise Policarpo; Ataíde, Michelli Westphal de; Rodriguez, Rubens; Pereira, Ananda Müller; García, Paulina Sepúlveda; Motta, Adriana Costa da.
Título: First case report of nematode parasitic myelopathy in a wild feline in Brazil / Primeiro relato de caso de mielopatia parasitária causada por nematódeo em um felídeo selvagem no Brasil
Fonte: Rev. bras. parasitol. vet;29(1):e014619, 2020. graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Parasitic myelopathy caused by Gurltia paralysans in domestic cats is a disease commonly reported in several South American countries. The adult parasite is lodged in the meningeal veins and spinal cord, often causing clinical manifestations of vascular proliferation, thrombophlebitis, and medullary compression. Wild felines are believed to be the definitive hosts of this parasite. The infection occurs through the ingestion of paratenic hosts, but the life cycle of G. paralysans is not yet clearly understood. In this paper, we discuss a case of parasitic myelopathy in a margay (Leopardus wiedii) that died during post-surgical care. Necropsy revealed focal hemorrhages in the thoracolumbar spinal cord. A microscopic examination revealed adult nematodes and eggs inside the veins of subarachnoid space in spinal cord, suggesting G. paralysans infection. This is first description of parasitic myelopathy in a margay in Brazil.

Resumo Mielopatia parasitária causada por Gurltia paralysans em gatos domésticos é uma doença comumente relatada em vários países da América do Sul. O parasita adulto aloja-se nas veias das meninges e da medula espinhal, muitas vezes causando proliferação vascular, tromboflebite e compressão medular, que se manifestam como sinais clínicos. Acredita-se que os felídeos selvagens sejam hospedeiros definitivos deste parasita e que a infecção ocorre por ingestão de hospedeiros paratênicos, entretanto seu ciclo de vida completo é desconhecido. Aqui, apresentamos um caso de um gato-maracajá (Leopardus wiedii) que morreu durante a assistência pós-cirúrgica. Na necropsia, foram observadas hemorragias focais na medula espinhal toracolombar. A microscopia revelou presença de nematódeos adultos e ovos, localizados dentro das veias do espaço subaracnoide da medula espinhal, o que sugeriu a infecção por G. paralysans. Esta é a primeira descrição de mielopatia parasitária em um gato-maracajá no Brasil.
Descritores: Doenças da Medula Espinal/parasitologia
Felidae/classificação
Nematoides/isolamento & purificação
Infecções por Nematoides/veterinária
-Doenças da Medula Espinal/diagnóstico
Brasil
Felidae/parasitologia
Animais Selvagens
Nematoides/classificação
Infecções por Nematoides/diagnóstico
Infecções por Nematoides/parasitologia
Limites: Animais
Gatos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 1074 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1101626
Autor: Ramos, Nilcéia de Veiga; Silva, Monique Lourenço e; Barreto, Marília Senra; Barros, Luciano Antunes; Mendes-de-Almeida, Flavya.
Título: Endoparasites of household and shelter cats in the city of Rio de Janeiro, Brazil / Endoparasitos de gatos domiciliados e de abrigos da cidade do Rio de Janeiro, Brasil
Fonte: Rev. bras. parasitol. vet;29(1):e012819, 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: CAPES.
Resumo: Abstract Endoparasitic infections are associated with morbidity in cats. This study aimed to investigate the occurrence of endoparasites among cats of different life stages in the city of Rio de Janeiro, Brazil. The samples were analyzed individually by macroscopic exploration for proglottids and centrifugal-flotation. Stool samples were obtained from household cats (n = 57) and shelter cats (n = 336). Endoparasites were detected in 50.64% of the samples. Among household and shelter cats, 21.05% and 55.66% were infected with endoparasites, respectively. In household cats, the most prevalent endoparasites were Ancylostoma spp. (in 25.0%) and Strongyloides spp. (in 25.0%), followed by Toxocara spp. (in 16.67%), Dipylidium caninum (in 16.67%), Cystoisospora spp. (in 8.33%), and Uncinaria spp. + Ancylostoma spp. (in 8.33%). In shelter cats, the most prevalent endoparasite was Ancylostoma spp. (in 29.41%), followed by Cystoisospora spp. (in 26.20%) and Toxocara spp. (in 16.58%), as well as Cystoisospora spp. + Toxocara spp. (in 8.02%); Ancylostoma spp. + Toxocara spp. (in 11.76%); Cystoisospora spp. + Ancylostoma spp. (in 3.74%); Cystoisospora spp. + Toxocara spp. + Ancylostoma spp. (in 3.21%); and Dipylidium caninum + Ancylostoma spp. (in 0.53%). Endoparasitic infections in cats underscore the need for preventive veterinary care and routine coproparasitologic tests.

Resumo Endoparasitoses estão associadas à morbidade em gatos. Este estudo objetivou investigar a ocorrência de endoparasitos em gatos de diversas faixas etárias, na cidade do Rio de Janeiro. As amostras passaram por exploração macroscópica à procura de proglotes de cestódeos e analisadas individualmente por centrífugo-flutuação. Assim, amostras fecais foram obtidas de gatos domiciliados (n = 57) e de abrigos (n = 336). Endoparasitos foram detectados em 50,64% das amostras fecais. Nos gatos domiciliados e de abrigos, 21,05% e 55,66% estavam infectados por endoparasitos, respectivamente. Ancylostoma spp. (25%) e Strongyloides spp. (25%) foram os helmintos mais prevalentes encontrados nas amostras de fezes dos gatos domiciliados, seguido por Toxocara spp. (16,67%), Dypilidium caninum (16,67%), Cystoisospora spp. (8,33%) e a associação de Uncinaria spp. e Ancylostoma spp. (8,33%). Entre os gatos dos abrigos, Ancylostoma spp. estavam presentes em 29,41% das amostras, seguidos por Cystoisospora spp. (26,20%), Toxocara spp. (16,58%) e as associações de parasitos Cystoisospora spp. + Toxocara spp. (8,02%), Ancylostoma spp. + Toxocara spp. (11,76%), Cystoisospora spp. + Ancylostoma spp (3,74%), Cystoisospora spp. + Toxocaraspp. + Ancylostoma spp. (3,21%) e Dipylidium caninum + Ancylostoma spp. (0,53%). Cystoisospora spp. foi o único protozoário encontrado. A presença de endoparasitos reforça a necessidade de cuidados veterinários preventivos e testes coproparasitológicos de rotina para evitar sua disseminação.
Descritores: Infecções Protozoárias em Animais/epidemiologia
Doenças do Gato/parasitologia
Helmintíase Animal/parasitologia
-Infecções Protozoárias em Animais/diagnóstico
Infecções Protozoárias em Animais/parasitologia
Brasil/epidemiologia
Doenças do Gato/diagnóstico
Doenças do Gato/epidemiologia
Prevalência
Fezes/parasitologia
Helmintíase Animal/diagnóstico
Helmintíase Animal/epidemiologia
Limites: Animais
Gatos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 1074 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-494681
Autor: Anon.
Título: Destinação de cães e gatos pelo serviço municipal / Dogs and cats destined by municipality service
Fonte: In: Vieira, Adriana Maria Lopes; Almeida, Aparecido Batista de; Magnabosco, Cristina; Ferreira, João Carlos Pinheiro; Carvalho, Jonas Lotufo Brant de; Gomes, Luciana Hardt; Reichmann, Maria de Lourdes; Paranhos, Noemia Tucunduva; Garcia, Rita de Cássia; Pacca Luna, Stélio Loureiro; Nunes, Vania de Fátima Plaza; Cabral, Viviane Benini. Programa de controle de populações de cães e gatos do Estado de São Paulo. São Paulo, s.n, out. 2006. p.127-165, ilus, tab. (BEPA, 3, supl.5).
Idioma: pt.
Descritores: Abrigo para Animais
Esterilização
Trabalho de Resgate
Técnicos em Manejo de Animais
Limites: Animais
Gatos
Cães
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; WA672, V658p, 2006


  8 / 1074 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-494680
Autor: Anon.
Título: Guarda de animais em unidade municipal / Animals care at municipality unity
Fonte: In: Vieira, Adriana Maria Lopes; Almeida, Aparecido Batista de; Magnabosco, Cristina; Ferreira, João Carlos Pinheiro; Carvalho, Jonas Lotufo Brant de; Gomes, Luciana Hardt; Reichmann, Maria de Lourdes; Paranhos, Noemia Tucunduva; Garcia, Rita de Cássia; Pacca Luna, Stélio Loureiro; Nunes, Vania de Fátima Plaza; Cabral, Viviane Benini. Programa de controle de populações de cães e gatos do Estado de São Paulo. São Paulo, s.n, out. 2006. p.105-126, ilus, tab. (BEPA, 3, supl.5).
Idioma: pt.
Descritores: Abrigo para Animais
Alojamento
Esterilização
Instalações Sanitárias
Triagem
Técnicos em Manejo de Animais
Limites: Animais
Gatos
Cães
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; WA672, V658p, 2006


  9 / 1074 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-494679
Autor: Anon.
Título: Recolhimento de animais / Animal retirement
Fonte: In: Vieira, Adriana Maria Lopes; Almeida, Aparecido Batista de; Magnabosco, Cristina; Ferreira, João Carlos Pinheiro; Carvalho, Jonas Lotufo Brant de; Gomes, Luciana Hardt; Reichmann, Maria de Lourdes; Paranhos, Noemia Tucunduva; Garcia, Rita de Cássia; Pacca Luna, Stélio Loureiro; Nunes, Vania de Fátima Plaza; Cabral, Viviane Benini. Programa de controle de populações de cães e gatos do Estado de São Paulo. São Paulo, s.n, out. 2006. p.83-104, ilus. (BEPA, 3, supl.5).
Idioma: pt.
Descritores: Avaliação da Tecnologia Biomédica
Controle da População
Especificações Técnicas
Remoção
Trabalho de Resgate
Limites: Animais
Gatos
Cães
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; WA672, V658p, 2006


  10 / 1074 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-494678
Autor: Anon.
Título: Controle da reprodução de cães e gatos / Dogs and cats reprodution control
Fonte: In: Vieira, Adriana Maria Lopes; Almeida, Aparecido Batista de; Magnabosco, Cristina; Ferreira, João Carlos Pinheiro; Carvalho, Jonas Lotufo Brant de; Gomes, Luciana Hardt; Reichmann, Maria de Lourdes; Paranhos, Noemia Tucunduva; Garcia, Rita de Cássia; Pacca Luna, Stélio Loureiro; Nunes, Vania de Fátima Plaza; Cabral, Viviane Benini. Programa de controle de populações de cães e gatos do Estado de São Paulo. São Paulo, s.n, out. 2006. p.73-82. (BEPA, 3, supl.5).
Idioma: pt.
Descritores: Controle da População
Esterilização
Reprodução
Limites: Animais
Gatos
Cães
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; WA672, V658p, 2006



página 1 de 108 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde