Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.050.150.900.649.313.750.377.750.600.500 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 10 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 10 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: lil-728283
Autor: Medina Puentes, Rodemil; Morales Muñoz, Pamela; Concha Albornoz, Ismael; Borroni González, Cintya.
Título: Descripción anatómica de la inervación del miembro pélvico de león africano (Panthera leo) / Anatomical description of pelvic limb innervation of African lion (Panthera leo)
Fonte: Int. j. morphol;32(3):889-894, Sept. 2014. ilus.
Idioma: es.
Resumo: El león africano (Panthera leo) pertenece a la familia felidae del orden carnívora, corresponde a un depredador de gran tamaño, en Chile se encuentra únicamente en estado de cautiverio, sin embargo está presente en numerosos zoológicos. La preocupación e interés por el bienestar de estos animales ha aumentado, por lo cual, cada vez se realizan procedimientos médicos de mayor complejidad. Lo expuesto anteriormente genera la necesidad de profundizar los conocimientos anatómicos que existen de esta especie. Por lo anterior, el objetivo de este trabajo fue realizar un estudio anatómico detallado de la inervación del miembro pélvico del león y describir sus relaciones topográficas con el sistema músculo esquelético y vascular. Se disecó un cadáver de león hembra, adulta, presentando la descripción según las regiones topográficas: región del cíngulo miembro pélvico, región femoral, región crural y región del pie. Se realizó un registro fotográfico de las disecciones, el cual fue complementada con ilustraciones anatómicas representativas de cada región. Acorde a lo observado, podemos indicar que existe una gran similitud con lo descrito en el gato, destacando el gran desarrollo de los nervios y ramos musculares del león. La presente descripción, permite, ampliar el conocimiento de la anatomía del miembro pélvico del león africano, específicamente su inervación y relaciones musculares y vasculares.

The African Lion (Panthera leo) belongs to the felidae family of the order carnivore, corresponding to large predators. In Chile it is found only in a state of captivity and is present in many zoos. As the concern and interest in these animals has increased, more complex procedures are performed each day. This generates the need for anatomical knowledge of this specie. This anatomical study was performed in order to describe the innervation of the pelvic limb of an African lion and topographical relationship with skeletal muscles and vascular structures. A corpse of an adult female lion, 130 kg, was dissected and described by topographical regions. Proximal to distal: cingulum pelvic limb region, femoral region, crural region and foot region. Descriptions of each region were complemented by photographs and drawings. According to the descriptive study of the innervation of the pelvic limb, it was observed that there is a great similarity with that described in the domestic cat, excepting the great development of their nerves and muscular branches. This study provides information about the innervation of the pelvic limb of the African lion, showing the relation with muscular and vascular structures. The anatomical information provided in this study can be useful for medical procedures in this species and other big cats.
Descritores: Pelve/inervação
Nervo Isquiático/anatomia & histologia
Leões/anatomia & histologia
-Cadáver
Limites: Animais
Feminino
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  2 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: biblio-893108
Autor: Vargas, J. F; Quintana, O; Barraza, C; Olivares, R.
Título: Descripción anatómica de la musculatura intrínseca del miembro torácico de león (Panthera leo) / Anatomical description of the intrinsic muscle of thoracic limb of lion (Panthera leo)
Fonte: Int. j. morphol;35(3):1154-1160, Sept. 2017. ilus.
Idioma: es.
Resumo: El presente estudio tuvo como objetivo el describir la musculatura intrínseca del miembro torácico del león africano (Panthera leo). Para tal efecto se utilizó un ejemplar hembra, donado por el Zoológico Metropolitano de Santiago-Chile, fijado y conservado. La disección se llevó a cabo, de proximal a distal, considerando las cuatro regiones topográficas de dicho miembro: Cintura Escapular, Brazo, Antebrazo y Mano. Se discuten y comparan los hallazgos anatómicos observados, con lo descrito para el gato doméstico y trabajos realizados por otros autores en Ocelote (Leopardus pardalis), Puma (Puma concolor) y en la propia especie en estudio. La finalidad del presente trabajo fue aportar al conocimiento de la anatomía de especies exóticas, con proyección médico quirúrgica.

The objective of this study was to describe the intrinsic muscles of the thoracic limb of the African lion (Panthera leo). For this purpose a fixed and preserved female specimen donated by the Metropolitan Zoo in Santiago, Chile, was used. The dissection was carried out, from proximal to distal, considering the four topographical regions of that limb: Scapular girdle, arm, forearm and hand. Anatomical findings observed are discusses and compared to those described for the domestic cat and works by other authors in ocelot (Leopardus pardalis), puma (Puma concolor) and the species under study. The purpose of this work was to contribute to the knowledge of the anatomy of this exotic species, with medical and surgical projections.
Descritores: Leões/anatomia & histologia
Músculo Esquelético/anatomia & histologia
Tórax/anatomia & histologia
Limites: Animais
Feminino
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  3 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-753920
Autor: Murer, L; Ribeiro, M B; Machado, L; Sagave, L; Kommers, G D; Galiza, G J N; Moreira, N; Lovato, M.
Título: Piometra em uma leoa (Panthera leo): relato de caso / Pyometra in a lion (Panthera leo): case report
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec;67(3):727-731, May-Jun/2015. graf.
Idioma: pt.
Resumo: A piometra é uma infecção aguda ou crônica do útero que ocorre frequentemente em cadelas não castradas, podendo também ocorrer em gatas domésticas e selvagens, sendo poucos os estudos relacionados à piometra em grandes felídeos. O objetivo deste relato foi descrever um caso de piometra em uma leoa (Panthera leo) de cativeiro, as lesões de necropsia e histológicas, bem como os resultados da análise microbiológica. Uma leoa com aproximadamente 23 anos, pertencente a um criadouro conservacionista de Santa Maria-RS, foi encontrada morta pela manhã em seu recinto. Após coleta de dados, procedeu-se à necropsia e à coleta de material para análise histopatológica e bacteriológica. A análise microbiológica revelou predomínio das bactérias Streptococcus sp. e Escherichia coli no conteúdo purulento do útero, caracterizando como piometra, e a bactéria predominante em plasma, fígado e medula óssea foi E. coli. De acordo com o laudo histopatológico, as alterações observadas nessa leoa sugerem um quadro de septicemia grave, sendo a origem do foco infeccioso bacteriano, provavelmente, a piometra. Considera-se importante chamar a atenção dos médicos veterinários de animais selvagens para um diagnóstico precoce dessa doença, que é comum em cadelas, mas que pode acometer também felídeos selvagens e levá-los à morte.

Pyometra is an acute or chronic uterus infection that occurs often in not spayed dogs, but may also occur in wild and domestic cats, and there are few studies related to pyometra in big cats. The aim of this report was to describe a case of pyometra in a lion (Panthera leo) in captivity, the gross and microscopic lesions found at necropsy, and the results of the microbiological analysis. A female with approximately 23 years of age, belonging to a Conservationist Breeding Center located in Santa Maria-RS-Brazil was found dead in her enclosure in the morning. After data collection, we proceeded to the autopsy and collection of material for histopathological and bacteriological analyzes. Microbiological analysis revealed a predominance of the bacteria Streptococcus sp and Escherichia coli in the uterus content, characterized as pyometra and the predominant bacterium in the plasma, liver and bone marrow was Escherichia coli. According to histopathology, the changes observed in this lioness suggest a framework of severe septicemia, being the source of the bacterial infection, probably, pyometra. It is considered important to draw the attention of zoo and wildlife veterinarians for an early diagnosis of this common disease in dogs, which can also affect large wild cats and lead them to death.
Descritores: Escherichia coli/isolamento & purificação
Leões/microbiologia
Piometra/veterinária
Streptococcus/isolamento & purificação
-Endocardite/veterinária
Pneumonia/veterinária
Sepse/veterinária
Limites: Animais
Feminino
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  4 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Barros, Claudio S. L
Texto completo
Id: lil-578912
Autor: Lucena, Ricardo B; Fighera, Rafael A; Barros, Claudio S. L.
Título: Cistos peribiliares em leão-africano (Panthera leo) / Peribiliary cysts in an African lion (Panthera leo)
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;31(2):165-168, Feb. 2011. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: São descritos os achados macroscópicos e histopatológicos de cistos peribiliares em uma fêmea adulta de leão-africano (Panthera leo). Macroscopicamente, todos os lobos hepáticos continham numerosos cistos preenchidos por líquido translúcido. Histologicamente, os cistos estavam localizados no hilo hepático e nos tratos portais. Os cistos eram revestidos internamente por epitélio simples, constituído por células colunares ou cuboidais e não mucinosas, de acordo com avaliação para ácido periódico de Schiff/azul alciano. Na imuno-histiquímica, todas as células desse epitélio foram positivas para citoceratina. O leão morreu de complicações relacionadas a um carcinoma pulmonar e não foram observadas alterações clínicas associadas à lesão hepática, comprovando que cistos peribiliares em leões também ocorrem não associados a sinais clínicos.

The gross and histopathological aspects of peribiliary cysts in an adult African lioness (Panthera leo) are described. Grossly, all hepatic lobes contained numerous cysts filled with translucent fluid. Histologically it was observed that the cysts were located in the hepatic hilum and in the portal triads. Periodic acid-Schiff and Alcian blue stains, revealed the cysts to be lined by simple, non-mucinous, cuboidal or columnar epithelium. In immunohistochemistry staining all cells comprising this epithelium were positive for cytokeratin. The lioness died due to complications stemming from a pulmonary carcinoma and no clinical signs related to the hepatic lesion were observed, demonstrating that also in lions the peribiliary cysts occur as non-clinical disease associated lesions.
Descritores: Gastroenterologia
Leões
-Autopsia/veterinária
Ductos Biliares Intra-Hepáticos
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  5 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Barros, Claudio S. L
Texto completo
Id: lil-554547
Autor: Lucena, Ricardo B; Fighera, Rafael A; Carregaro, Adriano B; Inkelmann, Maria Andréia; Barros, Claudio S. L.
Título: Carcinoma bronquíolo-alveolar em leão-africano (Panthera leo) / Bronchioloalveolar carcinoma in an African lion (Panthera leo)
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;30(6):479-483, jun. 2010. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Um caso de carcinoma bronquíolo-alveolar difuso do tipo misto foi diagnosticado em um leão-africano (Panthera leo), hospitalizado com sinais de dispnéia e emagrecimento progressivo. Em todos os lobos pulmonares havia múltiplos nódulos esbranquiçados, macios e homogêneos, de 0,2-0,5cm em diâmetro. Histologicamente, os nódulos eram constituídos por células neoplásicas arranjadas em alvéolos e papilas sustentados por moderado estroma fibrovascular, um padrão que lembrava a estrutura pulmonar pré-existente. Na reação pelo ácido periódico de Schiff (PAS) foi observada marcação positiva no citoplasma de numerosas células neoplásicas. Todas as células neoplásicas demonstraram forte e uniforme imunorreatividade citoplasmática para pancitoceratina. A marcação para o fator 1 de transcrição da tireóide (TTF-1) foi observada em focos nos núcleos das células neoplásicas das margens dos nódulos. Nas secções avaliadas para surfactante A, a marcação foi observada em múltiplas áreas focais, tanto no citoplasma como na membrana citoplasmática das células neoplásicas. O diagnóstico de carcinoma bronquíolo-alveolar difuso do tipo misto foi feito com base nos achados histológicos, histoquímicos e imuno-histoquímicos. Essa parece ser a primeira descrição de um neoplasma pulmonar primário maligno em leão-africano.

A case of diffuse bronchioloalveolar carcinoma of the mixed type was diagnosed in the lung of an adult female African lion (Panthera leo) with presenting signs of progressive dyspnea and weight loss. In all pulmonary lobes there were multiple 0.2-0.5cm in diameter soft and homogenous white nodules. Histologically, these nodules consisted of neoplastic cells with an alveolar and papillary disposition, a pattern reminiscent of the preexistent pulmonary structure. The cytoplasms of numerous neoplastic cells were positive in the periodic acid-Schiff (PAS) stain. At immunohistochemistry examination, all neoplastic cells reacted strongly and uniformly to pancytokeratin; focal reactivity for thyroid transcription factor 1 (TTF-1) was observed in the nucleus of neoplastic cells mainly in those at the margins of the nodules. Positive reaction for surfactant A was observed in multifocal areas, both in the cytoplasm and plasma membranes of neoplastic cells. The diagnosis of diffuse bronchioloalveolar carcinoma of the mixed type was made based on histological, histochemistry and immunohistochemistry findings. This seems to be the first report of a primary malignant neoplasm in the lung of the African lion.
Descritores: Adenocarcinoma Bronquíolo-Alveolar/diagnóstico
Leões
Oncologia/métodos
-Dispneia/complicações
Imuno-Histoquímica
Neoplasias/metabolismo
Perda de Peso/imunologia
Reação do Ácido Periódico de Schiff/instrumentação
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  6 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-508423
Autor: Miya, Priscylla Sayuri; Soler, Thiesa Butterby; Correa, Sandra Helena Ramires; Guimarães, Marcelo Alcindo de Barros Vaz.
Título: Avaliação do espermograma de leões africanos (Panthera leo, Linnaeus, 1758), mantidos na Fundação Parque Zoológico de São Paulo / Spermogram of african lions (Panthera leo, Linnaeus, 1758) housed at Fundação Parque Zoológico de São Paulo
Fonte: Braz. j. vet. res. anim. sci;44(supl):65-70, 2007. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: O presente estudo teve por objetivo avaliar o espermograma de um grupo de leões africanos mantidos em cativeiro na Fundação Parque Zoológico de São Paulo, como um aspecto a ser considerado na avaliação do potencial reprodutivo para a aplicação de técnicas dereprodução assistida. Foram submetidos a eletroejaculação 14 exemplares machos, adultos de Leão Africano, utilizando-se o método da eletroejaculação. Logo após a colheita, cada uma das 13 amostras obtidas foi examinada quanto ao volume, pH e aspecto geral, seguida pela avaliação da motilidade, movimento progressivo, índice demotilidade espermática e concentração. Uma alíquota do ejaculado foi fixada em solução de formol-salina a 10% e analisado em câmara úmida ao microscópio de interferência de fase, para o estudo dos aspectos morfológicos, classificando as alterações dos espermatozóides em defeitos maiores e menores. Os resultados foram: volume 5,83 ±3,35 ml; concentração 11,62 ± 14,51 x 106 espermatozóides/ml; motilidade total 73,85 ± 11,02 %; motilidade progressiva 3,35 ±0,63; índice de motilidade espermática 70,42 %, pH 8,1 ± 0,5; defeitos maiores 38,12 ± 19,41 %; defeitos menores 17,43 ± 10,36 %; defeitos totais 55,55 ± 19,30 %. Os defeitos maiores mais freqüentes foram gota citoplasmática proximal, peça intermediária dobrada com gota citoplasmática e peça intermediária dobrada. A cauda dobrada foi o defeito menor mais encontrado.

The aim of this study was to analyse the spermogram of a group of captive African lions (Panthera leo), housed at the Fundação Parque Zoológico de São Paulo, as a subject to avaluate the reproductive potential of the animals, an important aspect to apply artificial reproductive techniques. After chemical restraining, semen from 14 adult male lions was obtained by electroejaculation and the samples were examined right after the collection. The characteristics analyzed were: volume, pH, general aspect, motility, progressive motility, spermatic motility index and concentration. One aliquot of the samples were fixed in saline-formol solution 10% and examined under Phase Contrast Microscopy for morphological evaluation, classifying in minor and major defects. The results were: volume 5,83+/-3,35 ml; concentration11, 62 +/- 14,51 x 106 sperm cells/ml; total motility 73,85 +/- 11,02 % ; progressive motility 3,35 +/- 0,63; spermatic motility index 70,42 %, pH 8,1 +/- 0,5; major defects 38,12+/- 19,41 %; minor defects 17,43 +/- 10,36 %; total defects 55,55 +/- 19,30 %. The more frequent major defects were: proximal droplet, bent midpiece with cytoplasmic droplet and bent midpiece. Bent tailwas the most frequent minor defect observed.
Descritores: Contagem de Espermatozoides/métodos
Espermatozoides/metabolismo
Leões
Panthera
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  7 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Timenetsky, Jorge
Texto completo
Id: lil-454769
Autor: Guimarães, Ana M. S; Javorouski, Manoel L; Bonat, Marcelo; Lacerda, Oneida; Balbinotti, Bruna; Queiroz, Lucyenne G. P. B; Timenetsky, Jorge; Biondo, Alexander W; Messick, Joanne B.
Título: Molecular detection of "Candidatus Mycoplasma haemominutum" in a lion (Panthera leo) from a brazilian zoological garden
Fonte: Rev. Inst. Med. Trop. Säo Paulo;49(3):195-196, May-June 2007.
Idioma: en.
Resumo: Although Mycoplasma haemofelis and "Candidatus Mycoplasma haemominutum" infections have been reported in wild cats from United States, their presence among native and captive wild cats in Brazil is still unknown. A 12 year old healthy male lion (Panthera leo) from the Zoological Garden of Curitiba, Brazil was anesthetized for transportation and dental evaluation. A blood sample was obtained for a complete blood cell count (CBC) and PCR analysis. DNA was extracted and fragments of Mycoplasma haemofelis and "Candidatus Mycoplasma haemominutum" 16S ribosomal RNA gene were amplified in PCR assays. CBC results were within reference intervals. A weak band of 192 pb for "Candidatus Mycoplasma haemominutum" was observed, and no band was amplified from Mycoplasma haemofelis reaction. A weak PCR band associated with normal CBC results and without visible parasitemia or clinical signs may suggest a chronic subclinical infection with "Candidatus Mycoplasma haemominutum". The lack of clinical signs may also represent the low pathogenicity of this organism; however, it is noteworthy that immune suppression caused by management and/or corticoids treatment may induce parasitemia and anemia in this animal. This detection suggests further studies in captive wild cats in Brazilian Zoological Gardens.

Embora a infecção por Mycoplasma haemofelis e "Candidatus Mycoplasma haemominutum" tenha sido reportada em felinos selvagens dos Estados Unidos, sua presença entre felinos selvagens de vida livre e de cativeiro no Brasil ainda é desconhecida. Um leão macho, saudável, com 12 anos de idade, residente no Zoológico de Curitiba, Brasil, foi anestesiado para transporte e avaliação dentária. Uma amostra de sangue foi coletada para a realização do hemograma completo e análise pela Reação em Cadeia da Polimerase (PCR). O DNA foi extraído e fragmentos do gene 16SrRNA do Mycoplasma haemofelis e "Candidatus Mycoplasma haemominutum" foram submetidos à metodologia da PCR. O hemograma apresentou valores normais. Uma banda de baixa intensidade de aproximadamente 192 pb do "Candidatus Mycoplasma haemominutum" foi detectada, e nenhuma banda foi observada pela PCR na detecção de Mycoplasma haemofelis. A banda de baixa intensidade, o hemograma normal e a ausência de parasitemia e sinais clínicos podem sugerir uma infecção crônica subclínica por "Candidatus Mycoplasma haemominutum". A ausência de sinais clínicos pode também indicar a baixa patogenicidade desse microrganismo; entretanto, a imunossupressão por manejo e/ou tratamento com corticóides podem levar a parasitemia e conseqüente anemia neste animal. Este achado sugere novos estudos em felinos selvagens de cativeiro em zoológicos brasileiros.
Descritores: DNA Bacteriano/análise
Leões/microbiologia
Infecções por Mycoplasma/veterinária
Mycoplasma/genética
-Infecções por Mycoplasma/diagnóstico
Mycoplasma/isolamento & purificação
Reação em Cadeia da Polimerase/métodos
Reação em Cadeia da Polimerase/veterinária
Limites: Animais
Masculino
Gatos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-454657
Autor: Silva, Guilherme Costa de Oliveira e; Zaccariotti, Rogério Loesch; Corrêa, Sandra Helena Ramiro; Oliveira, Cláudio Alvarenga de; Guimarães, Marcelo Alcindo de Barros Vaz; Berbare, Patrícia Espíndola Bretas.
Título: Estudo da correlação das características citológicas vaginais e os níveis séricos de estradiol e progesterona em leão africano (Panthera leo) mantidos em cativeiro / Vaginal citology, serum estradiol and progesterone: a correlation study on captive African lions (Panthera leo)
Fonte: Braz. j. vet. res. anim. sci;43(2):227-232, 2006. tab, ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Foram estudados 11 exemplares de fêmeas adultas de leões africanos (Panthera leo) mantidas na Fundação Parque Zoológico de São Paulo (FPZSP) quanto às características da citologia vaginal, níveis hormonais (estradiol e progesterona) e suas correlações. As características celulares vaginais encontradas nas leoas foram semelhantes às descritas para os felinos domésticos. Adotando-se os padrões hormonais de estradiol (E2) e progesterona (P4) que definem as fases do ciclo estral de felinos domésticos, foi possível caracterizar três fases do ciclo ovariano nas leoas: Diestro, Estro e Interestro. O nível médio de E2 sérico encontrado na fase caracterizada como Estro (23,33 + / - 2,92 pg/ ml;, apresentou-se mais alto do que nas outras fases estudadas e o nível médio de P4 sérico encontrado na fase de Diestro (20,12 + / - 17,55 ng/ ml; apresentou diferença estatística significativa em comparação às outras fases estudadas. Demonstrou-se também, a existência de correlação de intensidade média entre os níveis séricos de P4 e o número de células superficiais corneificadas (r= - 0,603 e p = 0,0496) e entre P4 e células intermediárias (r = 0,637 e p = 0,0350). Também foi demonstrada a existência de correlação negativa de forte intensidade entre os números de células superficiais corneificadas e o de células intermediárias. (r = -0,979 e p < 0,0001). Concluímos que a correlação entre as características celulares vaginais e os níveis séricos de progesterona e estradiol permitiram-nos determinar três diferentes fases do ciclo ovariano da fêmea de leão africano.

Eleven captive adult female African lions (Panthera feo) at the Fundação Parque Zoológico de São Paulo were blood sampled in order to assess the serum hormone levels (estradiol and progesterone) and their correlation with the vaginal citology. The morphological and stainning characteristics of vaginal cells were similar to those described for domestic cats. Based on hormonal proflles of estradiol and progesterone described for domestic cats, three different phases for the ovarian cycle of the lionesses were clearly described: diestrus, estrus and interestrus. The mean serum estradiol concentrations in the estrus (23,33 + / - 2,92 pg/ ml) were significantly higher than in diestrus and interestrus. The mean serum progesterone values in diestrus (20,12 + / - 17,55 ng/ml) were significantly higher than in estrus and interestrus. There were correlations between progesterone values and the number of superficial cornifled vaginal cells (r = - 0,603 and p = 0,0496) and between progesterone and intermediate cells (r = 0,637 and p = 0,0350). There were also a strong negative correlation between the number of superficial cornified vaginal cells and intermediate cells (r= -0,979 e p < 0,0001). It concluded that the correlations between vaginal cells and the serum estradiol and progesterone levels allowed us to identify three different phases of the ovarian cycle in female African lion.
Descritores: Ciclo Estral/fisiologia
Biologia Celular/classificação
Estradiol/análise
Estradiol/sangue
Leões
Progesterona/análise
Progesterona/sangue
Vagina/citologia
Limites: Animais
Masculino
Feminino
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  9 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-406379
Autor: Santos, André Luiz Quagliatto; Carvalho, Saulo Fernandes Mano de; Moraes, Flávio Machado de; Alves Júnior, Roberto Ferreira.
Título: Myocardial bridges in Mountain Lion (Puma concolor, Jardine-1834)(Felidae): a case report
Fonte: Braz. j. morphol. sci = Rev. bras. ciênc. morfol;21(4):221-223, Oct. 2004. ilus.
Idioma: en.
Resumo: In the present study, the myocardial bridges of an adult, female, mountain lion that died of natural causes at the "Parque do Sabiá" Zoo, Uberlândia, Minas Gerais, Brazil were examined. The heart was fixed in a 10 por cento formalin solution and the coronary arteries were injected with neoprene latex 450(R). The myocardial bridge is a superficial muscular band that crosses a short segment of the coronary arteries on the epicardium various localizations in the heart. Twelve bridges were seen in this heart. Three crossed the first branch, five crossed the second branch and four crossed the fifth branch of the paraconal interventricular branch of the left coronary artery. The average length of the myocardial bridges was 2,08 mm (range 0,80-3,95 mm), the length of the left ventricle was 58.3 mm. Of the bridges examined 58,3 por cento were in the medial third ventricle, 33,3 por cento were in the apical third and 8,3 por cento were basal third.
Descritores: Carnívoros/anormalidades
Vasos Coronários
Leões/anormalidades
Miocárdio
Limites: Animais
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR734.1 - Biblioteca Central Cesar Lattes - BCCL


  10 / 10 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-239956
Autor: Diniz, L. S. M.
Título: Atividade reprodutiva de leoas - Panthera (Felis) leo, em semiliberdade. Säo Paulo - Brasil / Reproductive activity in female lions - Panthera (Felis) leo, in semiliberty. Sao Paulo - Brazil
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec;47(2):191-202, abr. 1995. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Analisaram-se dados retrospectivos de 23 anos da atividade reprodutiva de 25 leoas adultas, com idade entre dois anos e seis meses e 19 anos e quatro meses, mantidas em parque de animais silvestres em Säo Paulo, Brasil. Os resultados mostraram início da atividade reprodutiva em dois anos e meio e onze anos e meio, com período fértil mais intenso entre três e oito anos, máximo de oito partos ao longo da vida, ciclo estral, em média de 12,9 dias, ocorrendo o ano todo (poliéstricas näo-estacional), gestaçäo ao redor de 111,8 dias, intervalo de partos de seis e oito meses, número de filhotes por parto de um a cinco e longevidade além de dezenove anos e quatro meses. A espécie Panthera (Felis) leo está bastante adaptada ao meio, podendo reproduzir-se intensamente em parques e zoológicos do Brasil e provocar superpopulaçöes, até mesmo consanguíneas, caso sua atividade reprodutiva näo seja devidamente controlada
Descritores: Leões
Reprodução
Limites: Animais
Feminino
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde